Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

CAMPUS CARAÚBAS

DOCENTE: FRANCISCO CÉSAR DE MEDEIROS FILHO

PARTICA 6:

EQUILIBRIO NO PLANO INCLINADO

BRUNO VINICIUS SENA DE OLIVEIRA

JAILDE DE OLIVEIRA JALES

JOHNNATAN FAWLER JACOME MORAIS

YASSODHARA GABRIELLE SILVA GONDIM

CARAÚBAS

2019
INTRODUÇÃO

Plano inclinado é uma superfície plana onde os pontos de início e fim têm alturas
diferentes. Quando se movimenta algum objeto sobre o plano inclinado, o total da força
F a ser aplicada é reduzida, tendo assim um aumento na distância que o objeto irá
percorrer. São exemplos de plano inclinado a rampa e uma rosca de um parafuso.
OBJETIVOS

A prática tem como objetivo estudar o equilíbrio de um corpo em um plano


inclinado sob a ação de forças e entender os conceitos básicos de operação de um plano
inclinado, testando experimentalmente a lei física que determina a condição de
equilíbrio em um plano inclinado.
DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

O peso P de um objeto em um plano inclinado, o qual tem o ângulo α de


inclinação com a horizontal, pode ser decomposto em uma força Py contra o plano
inclinado e uma forma Px para baixo, ao longo do plano. As forças Px e Py são vetores
componentes para a força P. O ângulo θ entre a componente Py contra o plano inclinado
e o peso P é igual ao ângulo inclinado α. Desde que θ = α, Px = P.senθ e Py = P.cosθ. A
força mínima necessária para manter um objeto em equilíbrio no plano inclinado tem a
mesma magnitude de Px, mas está em sentido oposto.

MATERIAL UTILIZADO

 Um plano inclinado com ajuste angular regulável


 Duas massas acopláveis de 50g
 Um carrinho com conexão para dinamômetro
 Um dinamômetro

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL E RESULTADOS

Inicialmente determinou-se o peso P do carrinho com as duas massas de 50kg


acopladas com o auxílio do dinamômetro, como no exemplo da figura abaixo. Verificou-
se o dinamômetro zerado, e encontrado na medição P= 1,62 N

Posteriormente ajustou-se o plano com um ângulo α=30º (escolhido pelo


professor). Montou-se um esquema sobre o plano inclinado com o carrinho preso ao
dinamômetro, atentando para que a escala móvel não atritasse com a capa. Como mostra
o esquema a segui:
Verificando se o dinamômetro está alinhado e paralelo ao plano, obtivemos o
valor da força Px exercida pelo objeto no esquema montado, encontrando Px= 0,7 N.

Com base na analise do sistema, podemos responder alguns questionamentos.

1- Faça o diagrama de forças que atuam neste momento sobre o móvel, indicando
cada uma delas. Caso o móvel fosse solto do dinamômetro, o que aconteceria com
ele? Justifique a sua resposta.

N
Fa
↓g Ft
Px
30°
Py
30° P

Se o móvel fosse solto do dinamômetro (que causa tração) sairia do equilíbrio, ou


seja, o carrinho sairia do repouso e assim entraria em movimento descendo a rampa, tendo
uma aceleração no mesmo, já que a gravidade atua sobre o sistema. A força de atrito é
mínima, reduzida pelas rodinhas do carrinho.

2- Qual é o agente físico responsável pelo movimento do móvel ao longo da


rampa?

O agente físico responsável pelo movimento do móvel ao longo da rampa é a força peso
decomposta no eixo x, ou seja, Px=P. sen θ. Esse movimento é acelerado, já que o
sistema está sobre ação da gravidade.

3- Qual o valor da aceleração do móvel na direção do plano inclinado?


De acordo com a Segunda Lei de Newton, temos que:

F = m.a Sendo assim:

Px = m.a a = 9,8. sen 30°

P.sen θ = m.a => a = 9,8.1⁄2

m.g.sen θ = m.a a = 4,9 m/s²


a = g.sen θ

4- Calcule o valor da força normal N.

A força normal N é igual ao Py.

Py= N = P.cos30°

N = 1,62.cos30°

N = 1,62. √3⁄2

N = 1,40 N

5- Para que valores tendem as componentes Px e Py quando o plano inclinado


tende ao ângulo de 90°. Justifique a sua resposta.

Px tende a ser igual a força peso P e Py tende a 0. Visto que:

Py = P.cos θ = 1,62.cos90° = 1,62.0 = 0

Px = P.sen θ = 1,62.sen 90º = 1,62.1 = 1,62 N

De acordo com as componentes do peso tem-se que não há força no eixo y e no


eixo x é de 1,6 N.
CONCLUSÃO

Depois de todos os cálculos realizados pôde-se observar e identificar as forças que estão
presentes em um plano inclinado, foi possível calcular as operações básicas deste sistema,
como por exemplo, a força necessária para deixá-lo em repouso ou entrar em movimento.
E com o diagrama de força poder representar todas as forças de uma maneira mais pratica,
completando assim os nossos objetivos propostos inicialmente.
REFERENCIA BIBLIOGRAFICA

Sears & Zemanski, Young & Freedman, Física I, Mecânica, 12ª Edição, Pearson 2008.

"Plano Inclinado" em Só Física. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em


02/11/2019 às 11:44. Disponível na Internet
em http://www.sofisica.com.br/conteudos/Mecanica/Dinamica/pi.php

Plano inclinado: saiba tudo sobre esse assunto!” por Beatriz Abrantes. Publicado em
ago 20, 2018 Consultado em 02/11/2019 às 11:30. Disponível na internet em
https://www.stoodi.com.br/blog/2018/08/20/plano-inclinado/