Você está na página 1de 35

JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA

1º ANO

29/05/2015 Adriana da Silva Santi


Coord. Pedagógica de Matemática
SMED - Maio/2015
O JOGO COMO ABORDAGEM METODOLÓGICA
DO ENSINO DE MATEMÁTICA
“Os jogos constituem uma forma interessante de
se trabalhar Matemática. Eles podem funcionar
como atividades de fixação, como
desencadeadores de conteúdos ou como
atividades que promovam o desenvolvimento de
certos processos mentais necessários ao trabalho
com a Matemática, auxiliando a desenvolver no
aluno a observação, a análise, o levantamento de
hipóteses, a reflexão, a tomada de decisão, a
argumentação, que são aspectos diretamente
ligados ao raciocínio lógico.”
(PCM de Ensino Fundamental, 2009, p. 319)
O jogo” favorece o desenvolvimento da linguagem,
de diferentes processos de raciocínio e de
interação entre os alunos. Durante um jogo a
criança observa, analisa e aprende com a ação do
outro.”
(PCM do Ens. Fundamental, 2009, p. 319)

Alunos do 2º ano da Escola Municipal João Batista Salgueiro - 2014


“ ao observar o comportamento de uma criança
em situações de brincadeira e/ou jogo, percebe-se
o quanto ela desenvolve sua capacidade de fazer
perguntas, buscar diferentes soluções, repensar
situações, avaliar suas atitudes, encontrar e
reestruturar novas relações, ou seja, resolver
problemas.”
(PCM do Ens. Fundamental, 2009, p. 319)
“os jogos e brincadeiras são concebidos como
meios para a apropriação intencional de noções e
conceitos matemáticos.”
(PCM da Ed. Infantil)

Alunos do 2º ano da Escola Municipal Izaak Victor Pereira - 2014


“ O jogo é um excelente gerador de situações que
podem ser problematizadas, as quais exigem do
aluno esforço na busca de soluções. Por isso, o
jogo está intimamente relacionado à resolução de
problemas.”
(PCM do Ens. Fundamental, p. 320)

Alunos do 2º ano da Escola Municipal João Martins - 2014


“Brincadeiras infantis educam a atenção: a criança
aprende a ouvir, a esperar sua vez e a aguardar o
movimento da outra criança para iniciar o seu.
Certas brincadeiras exigem atenção concentrada e
rapidez na resposta.”

(LIMA, Elvira de Souza. Neurociência e aprendizagem, São Paulo: Inter


Alia Comunicação e Cultura, 2010, p. 13 -)
Uma forma de possibilitar às crianças
construir o conceito de número é por
meio do trabalho pedagógico com
jogos matemáticos.

Alunos do 2º ano da Escola Municipal João Martins - 2014


Para que a criança compreenda o que é
número e se aproprie de todos os
princípios do sistema de numeração
decimal, é preciso que no processo de
ensino e aprendizado os elementos
fundamentais do conceito de número
sejam considerados.
(PCM da Ed. Infantil)

Quais são esses elementos


inerentes ao conceito de
número?
CONCEITO DE NÚMERO
• cardinalidade de um conjunto
(classificação/inclusãohierárquica/conservação
de quantidade (percepção de invariância);
• ordinalidade na contagem (ordem/
conservação da série numérica);
• contagem seriada um a um;
• contagem por agrupamentos;
• sobrecontagem;
CONCEITO DE NÚMERO

• composição e decomposição de
quantidades;
• reconhecimento de símbolos
numéricos/SND;
• reconhecimento de símbolos operacionais;
• representação numérica/SND;
• operacionalização numérica/SND.
JOGO DO VARAL
Materiais: meias em TNT de 6 cores diferentes (a
quantidade de peças é determinada pelo número de
crianças da turma multiplicado por seis);
prendedores de roupa; dois pedaços de barbante
para fazer os varais e um dado.
-Separar as crianças em duas equipes e fazer um
varal para cada uma.
Como jogar:
- Um jogador de cada equipe, por vez, joga o dado,
pega a quantidade de meias indicada e prende no
varal com 1 grampo cada uma.
- Todos devem jogar.
- Ganha a equipe que tiver mais peças no varal.
Quais objetivos matemáticos podem ser
atribuídos ao Jogo Varal de Roupas?
Objetivos do Jogo Varal de Roupas:

- Contar quantidades associando-as aos


seus respectivos nomes.

- Comparar quantidades.
CONTANDO TAMPINHAS
Número de jogadores: 5
Materiais: 50 tampinhas de cores variadas, 1 dado, 6
pratinhos de bolo para cada grupo.
- Separar a sala em grupos de 5 crianças. Entregar um
dado e um pratinho com as tampinhas para cada grupo
e um pratinho para cada criança.
Como jogar: - Cada participante joga o dado e aquele
que sortear a maior quantidade começa a jogar.
- Cada jogador, na sua vez, lança o dado e pega a
quantidade de tampinhas indicada por ele.
- O jogo acaba quando terminar as tampinhas do prato
central. Ganha a criança que tiver mais tampinhas no
seu prato.
Quais objetivos matemáticos podem ser
atribuídos ao Jogo Contando tampinhas?
Objetivos do Jogo Contando tampinhas:

- Realizar contagens.

- Comparar quantidades.

- Estabelecer correspondência biunívoca


entre quantidades.

- Associar quantidades aos seus respectivos


nomes.
CUBRA E DESCUBRA
Número de jogadores: 2
Recursos necessários: 1 tabuleiro, 22 fichas
(sendo 11 de cada cor) e 2 dados.
Como jogar:
- Na sua vez, o jogador lança os dois dados,
adiciona os pontos sorteados e coloca no
tabuleiro uma ficha para cobrir a soma dos
pontos dos dados.
- Quem erra a soma, ou coloca a ficha no número
errado, perde a vez.
- O vencedor será aquele que primeiro colocar
todas as fichas do seu lado do tabuleiro.
Quais objetivos matemáticos podem ser
atribuídos ao Jogo Cubra e descubra ?
Objetivos do jogo Cubra e descubra (1ª
versão):

- Associar uma quantidade ao símbolo que a


representa.

- Compreender a idéia da adição como ação


de juntar uma quantidade à outra.

- Fazer adições mentalmente.

- Construir os fatos fundamentais da adição a


partir de problemas.
CUBRA E DESCUBRA (2ª versão)
Recursos necessários: 1 tabuleiro, 22 fichas
(sendo 11 de cada cor e 2 dados).
Como jogar: - cada jogador coloca todas as suas
fichas no seu lado do tabuleiro, de modo a
cobrir todos os números que nele aparecem.
- Na sua vez, o jogador lança os dois dados,
adiciona os pontos que saírem nos dados e tira
do tabuleiro a ficha que cobre a soma.
- Quem erra a soma, ou ao tirar a ficha, perde a
vez.
- O vencedor será aquele que primeiro tirar
todas as fichas do seu lado do tabuleiro.
Quais objetivos matemáticos podem ser
atribuídos ao Jogo Cubra e descubra (2ª
versão) ?
Objetivos do Jogo Cubra e descubra (2ª
versão):
- Associar uma quantidade ao símbolo que a
representa.
- Compreender a ideia da adição como ação
de juntar uma quantidade à outra.
- Compreender a ideia da subtração como
ação de tirar uma quantidade de outra.
- Fazer adições mentalmente.
- Construir os fatos fundamentais da adição e
da subtração a partir de problemas.
SETE COBRAS
Número de jogadores: 2 .
Materiais:
-2 tabuleiros com os números 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11,
12; 1 lápis para marcar as jogadas e 2 dados.
Como jogar: - os alunos são organizados em duplas.
Escolhe-se quem começa. Cada jogador na sua vez joga
os dois dados.
- Se a soma dos dados der um dos números do
tabuleiro ele risca o número, se der sete ele desenha
uma cobra.
- A meta do jogo é marcar todos os números de 2 a 12,
com exceção do 7 ou não fazer 7 cobras.
- Um jogador vence se: riscar todos os números do
tabuleiro ou se o adversário fizer sete cobras.
DESENHOS
NÚMEROS
DAS COBRAS
2 - DOIS
3 - TRÊS
JOGO
4 - QUATRO
SETE COBRAS
5 - CINCO
6 - SEIS
8 - OITO
9 - NOVE
10 - DEZ
11 - ONZE
12 - DOZE
INÍCIO DE JOGO

FINAL DE JOGO
Quais objetivos matemáticos podem ser
atribuídos ao Jogo Sete cobras ?
Objetivos do Jogo Sete Cobras:

- Realizar contagens.

- Associar quantidades aos símbolos que as


representam.

- Compreender a ideia de juntar da adição.


Com seu grupo elabore uma
sequência de atividades para propor
aos alunos depois do jogo
................................... .

Destaque o(s) objetivo(s) de cada


atividade.
CONTEÚDOS CRITÉRIOS
NÚMEROS • Faz comparações entre quantidades.
• Noções de
quantificação: muito e • Estabelece correspondência entre quantidades: um a
pouco, mais que e um e um a vários.
menos que, igual e • Faz corresponder a contagem a quantidade.
diferente.
• Associa as quantidades aos seus respectivos nomes.
• Contagem.
• Faz seriações por meio de materiais diversos.
• Idéias das operações
com números naturais: • Reconhece em coleções a quantidade total dos
adição (aditiva), elementos.
subtração (subtrativa,
comparativa e • Identifica a posição dos elementos em conjuntos
aditiva), multiplicação ordenados.
(aditiva e • Ordena quantidades.
combinatória) e divisão
(repartitiva e • Percebe a conservação de quantidades,
subtrativa). independente da disposição espacial das mesmas.

• Compreende, por meio da manipulação de


quantidades a partir de problemas, as ideias das
operações.
CONTEÚDOS CRITÉRIOS
MEDIDAS: • Reconhece, tendo como referência situações do
• Noções de tempo: cotidiano, as noções de tempo.
manhã, tarde e noite; cedo
e tarde; antes, durante e • Compara objetos utilizando as noções de
depois; ontem, hoje e tamanho.
amanhã.
• Classifica e ordena objetos tendo como atributos
• Noções de tamanho: as noções de tamanho.
grande e pequeno, maior e
menor, curto e comprido, • Percebe a conservação de tamanho
alto e baixo, grosso e fino, independente da
largo e estreito. disposição espacial dos objetos.
• Noções de massa: leve e
pesado. • Identifica pela observação, experimentação e
comparação objetos leves e pesados, cheios e
• Noções de capacidade: vazios, rasos e fundos.
cheio e vazio, raso e fundo.
• Compara distâncias e velocidades utilizando a
• Noções de distância: nomenclatura adequada, por meio de jogos e
perto e longe. brincadeiras.
• Noções de velocidade:
devagar e depressa.
CONTEÚDOS CRITÉRIOS
GEOMETRIA:
• Noções espaciais de • Localiza-se no espaço físico com base em pontos de
posição: dentro e fora, referência e algumas indicações de posição.
em cima e embaixo, na
• Movimenta-se no espaço físico com base em pontos
frente e atrás.
de referência e algumas indicações de direção e
• Noções espaciais de sentido.
direção e sentido: para
• Identifica formas arredondadas, pontiagudas e com
cima, para baixo, para
superfície plana na natureza e nos objetos construídos
frente, para trás, para
pelo homem, por meio da observação e manipulação.
o lado.
• Classifica objetos pela característica de suas formas.
• Formas
tridimensionais: • Reconhece e reproduz formas naturais e construídas,
naturais e construídas. arredondadas e pontiagudas com massinha e/ou
argila.

TRATAMENTO DA • Organiza dados e informações em tabelas e gráficos


INFORMAÇÃO utilizando-se de materiais diversos, com auxílio do
• Noções de estatística: professor.
tabelas e
gráficos.

Você também pode gostar