Você está na página 1de 7

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA - EST

Professor: Otoniel da Cunha Mendes


Disciplina: Física II
2ª Lista de Exercícios

Questões

1. O relógio de pêndulo antigo de seu avô marca


perfeitamente o tempo. Então ele é levado para
uma casa de veraneio situada em região
montanhosa alta. Ele funcionará mais rápido, mais
lento ou da mesma maneira que antes do
deslocamento? Explique.

2. Um pendulo 𝐴 possui uma esfera de massa 𝑚 Problemas


pendurada por uma corda de comprimento 𝐿;
outro pendulo 𝐵 é idêntico ao A, exceto por sua 8. Um objeto sujeito a um movimento harmônico
esfera, que tem massa 2𝑚. Compare as simples leva 0,25𝑠 para ir de um ponto de
frequências de pequenas oscilações dos dois velocidade zero até o próximo ponto onde isso
pêndulos. ocorre. A distância entre esses pontos é de 36 cm.
(a) Calcule o período do movimento (b) Calcule a
3. Faz sentido dizer que a massa na ponta de um frequência do movimento (c) Calcule a amplitude
pêndulo não afeta a frequência do mesmo? do movimento.
Justifique sua resposta.
9. Um corpo oscila com movimento harmônico
4. Um pêndulo simples pode ser modelado como simples de acordo com a equação:
𝜋
exibindo movimento harmônico simples quando 𝑥(𝑡) = (6,0𝑚) cos((3𝜋 𝑟𝑎𝑑/𝑠) 𝑡 + 𝑟𝑎𝑑)
𝜃 é pequeno. O movimento é periódico quando 𝜃 3
é grande? a) Em t = 2,0s, qual é o deslocamento nesse
movimento?
5. A energia mecânica de um sistema bloco-mola b) Em t = 2,0s, qual é a velocidade nesse
não amortecido é constante enquanto a energia movimento?
cinética se transforma em energia potencial c) Em t = 2,0s, qual é a aceleração nesse
elástica e vice-versa. Para comparar, explique o movimento?
que acontece com a energia de um oscilador d) Em t = 2,0s, qual é a fase nesse
amortecido em termos das energias mecânicas, movimento?
potencial e cinética. e) Qual é a frequência deste movimento?
6. Explique por que as energias potencial e a f) Qual é o período deste movimento?
energia cinética de um sistema mola-bloco nunca 10. Em um motor, um pistão oscila com
podem ser negativas. movimento harmônico simples de maneira
que sua posição varie de acordo com a
7. Considere o motor simplificado de pistão da expressão 𝑥 = (5,00 𝑐𝑚)cos(2𝑡 + 𝜋⁄6) onde
figura abaixo. Supondo que o volante gire com 𝑥 está em centímetros e t em segundos. Em
velocidade angular constante, explique por que a 𝑡 = 0, encontre (a) a posição da partícula, (b)
barra do pistão oscila em movimento harmônico sua velocidade, e (c) sua aceleração (d)
simples. Encontre o período e a amplitude do
movimento.
11. Uma mola estica 3,90 𝑐𝑚 quando um
corpo de 10 𝑔 é pendurado nela em repouso. Se
o corpo for substituído por um corpo de 25 𝑔 que
é colocado em movimento harmônico simples,
calcule o período do movimento.
12. Um bloco de 50 𝑔 conectado a uma mola
com uma constante de força de 35 𝑁/𝑚 oscila
sobre uma superfície horizontal sem atrito com
uma amplitude de 4,00 𝑐𝑚. Encontre (a) a energia 17. Qual é a constante de fase do oscilador
total do sistema e (b) a velocidade do bloco harmônico cuja a velocidade 𝑣(𝑡) aparece na
quando o deslocamento é de 1,00 𝑐𝑚. Encontre figura se a função posição é da forma 𝑥(𝑡) =
(c) a energia cinética e (d) a energia potencial 𝑥𝑚 cos(𝜔𝑡 + 𝜑)? A escala do eixo vertical é
quando o deslocamento de 3,00 𝑐𝑚. definido por 𝑣𝑠 = 4,0 𝑐𝑚/𝑠.

13. Um objeto executa um movimento


harmônico simples com período de 1,200 𝑠 e
amplitude igual a 0,600 𝑚. Em 𝑡 = 0 o objeto está
em 𝑥 = 0. Qual é a distância entre o objeto e a
posição de equilíbrio quando 𝑡 = 0,480 𝑠?
14. Um oscilador harmônico simples é formado
por um bloco de massa de 2,0 𝑘𝑔 preso a uma
18. A figura mostra a energia cinética 𝐾𝐶 de um
mola de constante elástica 100 𝑁/𝑚. Em 𝑡 =
oscilador harmônico simples em função de sua
1,0 𝑠 a posição do bloco e a velocidade do bloco
posição 𝑥. Qual é a constante da mola?
são 𝑥 = 0,129 𝑚 e 𝑣 = 3,415 𝑚/𝑠. (a) Qual é a
amplitude das oscilações? Quais eram (b) posição
e (c) velocidade do bloco em 𝑡 = 0 𝑠?
15. Um automóvel que tem massa de 1000 𝑘𝑔 é
dirigido contra uma parede de tijolo em um teste
de segurança. O amortecedor comporta-se como
uma mola com constante de 5,00 × 106 𝑁/𝑚 e se
comprime 3,16 𝑐𝑚 enquanto o carro atinge o
repouso. Qual era a velocidade do carro antes do
impacto, supondo que a energia mecânica do
carro se mantém constante durante o impacto 19. A figura mostra o bloco 1, de massa 0,200 kg,
contra a parede? deslizando para a direita, em uma superfície
elevada, com uma velocidade de 8,00 m/s. O
16. Qual é a constante de fase do oscilador bloco sofre uma colisão elástica com o bloco 2,
harmônico cuja a função da posição é definida inicialmente em repouso, que está preso a uma
𝑥(𝑡) = 𝑥𝑚 cos(𝜔𝑡 + 𝜑)? mola de constante elástica 1208,5 𝑁/𝑚.
(Suponha que a mola não afeta a colisão.) Após a
colisão, o bloco 2 inicia um MHS com um período
de 0,140 𝑠 e o bloco 1 desliza para fora da
extremidade oposta da superfície elevada, indo
cair a uma distância horizontal 𝒅 dessa superfície,
depois de descer a uma distância horizontal
descer uma distância ℎ = 4,90 𝑚. Qual é o valor blocos apresentam movimento harmônico
de 𝒅? simples com períodos

20. Um bloco de massa 𝑀 = 5,4 𝑘𝑔, em


repouso numa mesa horizontal sem atrito, é
ligado a um suporte rígido por uma mola de a) 𝑇 = 2𝜋√
𝑚(𝑘1 + 𝑘2 )
constante 𝑘 = 6000 𝑁/𝑚. Uma bala de massa 𝑘1 𝑘2

𝑚 = 9,5𝑔 e velocidade de módulo de 630 𝑚/𝑠 b) 𝑇 = 2𝜋√𝑘


𝑚
atinge o bloco como mostrado na figura à seguir. 1 + 𝑘2

A bala penetra no bloco. (a) a velocidade do bloco


imediatamente após a colisão e (b) a amplitude do 24. Uma mola horizontal sem massa está ligada ao
movimento harmônico simples resultante. eixo de rotação que passa pelo centro de
massa de um cilindro sólido, de massa 𝑀, de
forma que ele possa rolar, sem deslizamento,
sobre uma superfície horizontal. A constante
da mola é 𝑘 = 3,0 𝑁/𝑚. Se o sistema for
liberado de uma posição de repouso em que a
21. Uma partícula executa um movimento mola esteja esticada de 0,25 𝑚, ache:
harmônico simples com uma amplitude de (a) a energia cinética translacional
3,00 cm. Em que posição sua velocidade se (b) energia cinética rotacional do cilindro
iguala à metade de sua velocidade máxima? quando ele passa pela posição de
22. Um grande bloco P executa um movimento equilíbrio.
harmônico simples na horizontal enquanto (c) Mostre que nessas condições o centro de
desliza por uma superfície sem atrito com massa do cilindro executa um movimento
frequência 𝑓 = 1,50 𝐻𝑧. O bloco B repousa
harmônico simples com período.
nele, como mostrado na figura, e o coeficiente
de atrito estático entre os dois blocos é 𝜇𝑠 = 3𝑀
0,600. Qual a amplitude máxima de oscilação 𝑇 = 2𝜋√
2𝑘
o sistema pode atingir se o bloco B não
deslizar?

25. Uma bola de massa 𝑚 é conectada com dois


elásticos de comprimentos 𝐿, cada um deles sob
23. Um bloco de massa 𝑚 é conectado com duas tensão 𝑇, como na figura. A bola é deslocada por
molas cujas as constantes de força são 𝑘1 e 𝑘2 uma pequena distância 𝑦 perpendicular ao
como mostra as figuras. Em cada caso, o bloco comprimentos do elásticos. Supondo que a tensão
se move sobre uma mesa sem atrito depois de não se altera, demonstre que (a) a força é
ser deslocado de sua posição de equilíbrio e
restauradora é −(2𝑇⁄𝐿)𝑦 e (b) o sistema
liberado. Demostre que nos dois casos os
apresenta movimento harmônico simples com 28. Um pêndulo físico é formado por duas réguas de
uma frequência angular 𝜔 = √2𝑇/(𝑚𝐿). um metro de comprimento unidas da forma
indicada na figura. Mostre que o período de
oscilação do pêndulo em torno de um pino que
passa pelo ponto A situado no centro da régua
horizontal é:

26. Determinar o período de oscilação de um bloco de 5𝐿


𝑇 = 2𝜋√
massa 𝑚 sobre um plano liso conforme mostra a 6𝑔
figura.

27. Na figura o pendulo é formado por um disco


uniforme de raio 𝑟 e massa 𝑀 preso a uma barra
de comprimento de 𝐿 e massa 𝑚. Mostre que 29. Uma barra de comprimento 𝐿 oscila com um
momento de inercia em relação ao ponto de pêndulo físico. (a) Qual é o valor da distância 𝑥
3 1 entre o centro de massa e o ponto de sustentação
suspensão é 𝐼 = (𝐿2 + 2𝐿𝑟 + 2 𝑟 2 )𝑀 + 3 𝑚𝑟 2 . (b)
𝑂 corresponde ao menor período? (b) Qual é esse
Mostre que a distância entre o ponto de período?
sustentação e o centro de massa do pêndulo é
𝑚
(𝑀+ )𝐿+𝑀𝑟
2
dado por 𝑑𝑐𝑚 = 𝑚+𝑀
. Calcule o período de
oscilação é demonstre que:
3 1
(𝐿2 + 2𝐿𝑟 + 𝑟 2 )𝑀 + 𝑚𝑟 2
𝑇 = 2𝜋√ 2 3
𝑚
[(𝑀 + 2 ) 𝐿 + 𝑀𝑟]𝑔

30. Demostre que os períodos de oscilações de blocos


iguais de massa 𝑚 unidos por molas de mesma
constante elástica 𝑘 independente da orientação
do plano de oscilação possuirão o mesmo período
𝑚
igual: 𝑇 = 2𝜋√ .
𝑘
31. Uma conta de massa 𝑚 enfiada num aro vertical 35. Um pêndulo de comprimento 𝐿 e massa 𝑀 tem
de raio 𝑟, no qual desliza sem atrito, desloca-se em uma mola com constante 𝑘 conectada a ele a uma
torno de ponto baixo, de tal forma que o ângulo 𝜃 distância ℎ abaixo de seu ponto de suspensão.
na figura permanece pequeno. Mostre que o Encontre a frequência de vibração do sistema para
movimento é harmônico simples e calcule o pequenos valores de amplitude. Suponha que a
período. barra de suspensão vertical de comprimento 𝐿 seja
rígida, mas despreze sua massa.

32. Um fio circular metálico de raio 𝑅 e carga Q


distribuída de modo uniforme, ao colocarmos
uma elétron de carga 𝑞 a uma distância 𝑧 do eixo
que passa pelo seu centro, com 𝑧 << 𝑅. Mostre
que o período para pequenas oscilações do
elétron é dada por: 36. Uma partícula executa MHS com um período de
4𝜋𝜀 𝑚 𝑅3 1 16 𝑠. No tempo 𝑡 = 2 𝑠, a partícula passa pela
𝑇= 2𝜋√ 0𝑞𝑄 𝑒 , onde 𝑘𝑒 = 4𝜋𝜀0 origem, enquanto em 𝑡 = 4 𝑠, sua velocidade é
33. Um pêndulo físico consiste em uma massa esférica de −4 𝑚 /𝑠. Mostre que a amplitude do
de raio 𝑟 e massa 𝑚 suspensa por uma corda. A movimento é 32√2 / 𝜋.
distância entre o centro da esfera e o ponto de
suporte é 𝐿. Quando 𝑟 é muito menor do que 𝐿, o 37. Um corpo de 2,5 kg está pendurado em uma mola
pêndulo é frequentemente tratado como um com rigidez de 600 N/m, oscilando com amplitude
pendulo simples de comprimento 𝐿. (a) Mostre de 3,0 cm. Quando o corpo está em sua posição de
que o período de oscilação para pequenas deslocamento máximo para baixo, determine (a) a
2𝑟 2 energia total do sistema, (b) a energia potencial
oscilações é 𝑇 = 𝑇0 √1 + 5𝐿2 , onde 𝑇0 é o período
gravitacional e (c) a energia potencial da mola (d)
de um pendulo simples de comprimento 𝐿. (b) Qual a energia cinética máxima do corpo?
Mostre que, quando 𝑟 é muito menor 𝐿, o período
de oscilação é aproximado até a segunda ordem 38. Um corpo de 1,2 𝑘𝑔 pendurado em uma mola de
𝑟2
por é 𝑇 ≈ 𝑇0 (1 + 5𝐿2 ). rigidez 300 𝑁/𝑚 oscila com uma velocidade
máxima de 30 𝑐𝑚/𝑠. (a) Qual é o deslocamento
máximo? (b) Qual a energia total do sistema (c)
Qual é a energia potencial gravitacional (d) Qual é
a energia potencial da mola?

39. Uma bolinha homogênea de massa 𝑚 e raio 𝑟 rola


sem deslizar sobre uma calha cilíndrica de raio
𝑅>>𝑟 , na vizinhança do fundo, ou seja, com 𝜃 ≪
1. Mostre que o movimento é harmônico simples
e calcule a frequência angular 𝜔.

34. Mostre que a energia total de um pêndulo simples


de comprimento 𝑙 oscilando com uma pequena
amplitude 𝜙0 é de aproximadamente:
1
𝐸 = 𝑚𝑔𝑙𝜙0 2
2
44. Um objeto quadrado de massa 𝑚 é formado de
40. Um tubo em forma de 𝑼 é preenchido com um quatro varetas idênticas, todas de comprimento 𝐿,
líquido, sendo o comprimento total da coluna de amarradas juntas. Esse objeto é pendurado em um
líquido ℓ. Se o líquido de um lado estiver gancho pelo seu centro superior. Se ele for girado
ligeiramente pressionado, os níveis do líquido levemente para esquerda e depois solto, em que
oscilarão sobre a posição de equilíbrio antes de frequência ele irá oscilar para frente e para trás?
finalmente descer (a) Mostre que as oscilações são
𝑀𝐻𝑆. (b) Encontre o período de oscilações.

41. A energia total de um sistema conservativo na


vizinhança de um equilíbrio estável é da forma 𝐸 =
𝑎(𝑞̇ 2 + 𝜔2 𝑞2 ), onde 𝑞 (deslocamento, ângulo, ...)
é o desvio do equilíbrio e 𝑎 e 𝜔 são constantes.
Mostre que o sistema oscila com frequência
angular 𝜔.

42. Um pêndulo físico consiste em um disco sólido


uniforme de massa 𝑀 = 563 𝑔 e raio 𝑅 =
14,4 𝑐𝑚, mantido no plano vertical por um eixo Problemas – Respostas
preso a uma distância 𝑑 = 10,2 𝑐𝑚 do centro do 8. (𝑎) 𝑇 = 0,50 𝑠 (𝑏) 2 𝐻𝑧 (𝑐) 18 𝑐𝑚
𝑚
disco. Desloca-se o disco de um pequeno ângulo e, 9. (𝑎) 3𝑚 (𝑏) − 49 𝑠 (𝑐) − 2,7 ×
em seguida, ele é liberado. Encontre o período do 𝑚 𝜋
102 2 (𝑑) 19 (𝑒) 1,5 𝐻𝑧 (𝑓) 0,67 𝑠
movimento harmônico resultante. 𝑠 3
10. (𝑎) 4,33 𝑐𝑚 (𝑏) − 5 𝑐𝑚/𝑠 (𝑐) − 17,32𝑚/𝑠 2
(d) 3,14 𝑠 𝑒 5,0 𝑐𝑚
11. 0,627 𝑠
12. (𝑎) 0,028 𝐽 (𝑏) 1,02 𝑚/s
(𝑐) 12,25 𝑚𝐽 (𝑑) 15,75 𝑚𝐽
13. ∓0,353 𝑚
14. (𝑎)0,500 𝑚 (𝑏) − 0,251 𝑚 (𝑐)3,06 𝑚/𝑠
15. 2,23 𝑚/𝑠
16. 109,470
17. 306,870
18. 𝑘 = 8,3 × 102 𝑁/𝑚
19. 4,0 𝑚
20. (𝑎) 1,1 𝑚/𝑠 (𝑏) 3,13 × 10−2 𝑚
43. Uma roda pode girar em torno de seu eixo fixo. 3
21. ± √3 𝑐𝑚
2
Uma determinada mola está presa a um de seus 22. 23 𝑐𝑚
raios, a uma distância 𝑟 do eixo. Supondo que a 23. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
roda seja um aro de raio 𝑅 e massa 𝑀, obtenha a 24. (𝑎) 0,0625 𝐽 (𝑏) 3,13 × 10−2 𝐽
frequência angular para pequenas oscilações 25. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
deste sistema em função de 𝑀, 𝑅, 𝑟 e da constante 2𝑚
elástica da mola 𝑘. 26. 𝑇 = 2𝜋√
5𝐾
27. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
28. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
29. (a) 𝑥 = 𝐿/√12 (b)
30. 𝐷𝑒𝑚𝑜𝑛𝑠𝑡𝑟𝑒
𝑟
31. 𝑇 = 2𝜋√𝑔.
32. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
33. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
34. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
35.
𝐿
36. 𝑇 = 2𝜋√𝑔(1−𝑠𝑖𝑛𝜃).
37. (𝑎) 0,217 𝐽 (𝑏) − 0,736 𝐽 (𝑐) 1,01 𝐽
(𝑑) 0,217 𝐽
38. (𝑎) 1,90 𝑐𝑚 (𝑏) 0,0542 𝐽 (𝑐) − 0,224 𝐽
(𝑑) 0,278 𝐽
5𝑔
39. 𝜔 = √7 𝑅

40. (b) 𝑇 = 2𝜋√2𝑔
41. 𝑚𝑜𝑠𝑡𝑟𝑒
42. 0,91 𝑠
𝑟 𝑘
43. 𝜔 = 𝑅 √𝑀
1 6 𝑔
44. 2𝜋 √5√2 𝐿