Você está na página 1de 23

IDENTIFICAÇÃO: George Alves Mendes (Município de Buerarema/BA)

Participantes: Cristiano do Nascimento Nunes e Thaiane Santos Pereira.

1. Definição da Visão

O uso de tecnologias ligado à qualidade do ensino, claro que se utilizado com propostas bem planejadas e
de acordo com as concepções educacionais, deve oferecer garantias para o desenvolvimento de
habilidades no campo da aprendizagem dos alunos.

As Novas tecnologias permitem aplicabilidades pedagógicas inovadoras que podem contribuir para
resultados diferenciados, bem como fortalece a justiça social, pela democratização do acesso ao ensino,
permitindo pelo processo da comunicação tecnológica que todos se apropriem do conhecimento.

Além disso, em referências históricas e sociais de pesquisa sobre o uso das tecnologias educacionais, a
inclusão digital nas escolas tem configurado uma nova realidade por meio da ampliação da rede de
inovações tecnológicas, propiciando novas formas de trabalhar os conteúdos curriculares e ampliando a
interação de professores e alunos com diferentes linguagens.

Neste sentido, o profissional que atua na educação básica precisa se redefinir quando na compreensão e
utilização dessa ferramenta didática no processo de ensino e aprendizagem. Ainda, as Diretrizes
Curriculares da Educação Básica também propicia pelos seus apontamentos o uso da tecnologia em
espaços escolares, principalmente, quando nos deixa em evidencia a necessidade do uso da tecnologia na
abordagem dos conteúdos disciplinares.

De modo previsível, as tecnologias são usadas no cotidiano de todos os indivíduos, seja no manuseio de
aparelho celular ou aparelhos domésticos. Por isso, é evidente que os recursos midiáticos atendam ao
aspecto educacional, sobretudo por dinamizar e oferecer vantagens de aprendizagem em seus programas,
sendo monitoriamente acompanhado por profissionais. Por este viés, o papel do professor é importante
justamente por ser o que conduzirá as tarefas na sala de aula. Participar de capacitações sobre o uso da
tecnologia, ter um espaço adequado para uso das tecnologias possibilita um trabalho ainda mais efetivo
com resultados promissores para a rede de ensino e seus envolvidos.
2. Análise do mapeamento das ações e do diagnóstico

Mapeamento das ações

Dimensão
Ação Avaliação recebida R - Recursos e ferramentas
(nome) (A, B, C ou D) C- Competências
I - Infraestrutura

B - Tem funcionado
Curso de capacitação em razoavelmente bem e
Informática Básica C
(Word, Excel, Power sabe-se o que deve ser
point, etc.). Funcionando aperfeiçoado, para que
desde março/2018 seja mantida

B - Tem funcionado
Curso de capacitação em razoavelmente bem e
Informática Básica C
sabe-se o que deve ser
(Word, Excel, Power
point, etc.). Funcionando aperfeiçoado, para que
desde março/2018 seja mantida

Uso do laboratório de C - Não funciona


I
informática pelos alunos D - Não há consenso
nas escolas sobre seus resultados

- O equilíbrio é inexistente entre as três dimensões. Cerca de 67% são representadas pela dimensão
competências. A dimensão infraestrutura aparece uma única vez, já no que tange aos recursos e
ferramentas não foi apresentado ação que contemplasse.

- As avaliações atribuídas são relativamente similares entre as ações nas dimensões. Das ações
apresentadas, a maioria recebeu avaliação B, em contrapartida uma ação recebeu avaliação negativa, uma
vez que os laboratórios de informática nas escolas não funcionam e conseqüentemente não possibilita um
uso adequado das ferramentas tecnológicas.
Análise do diagnóstico

Quadro de análise de dimensões

FORMAÇÃO RECURSOS
VISÃO INFRAESTRUTURA
(COMPETÊNCIAS) EDUCACIONAIS DIGITAIS

Pontos Pontos Pontos Pontos Pontos Pontos Pontos Pontos


negativos positivos negativos positivos negativos positivos negativos positivos

A escola
A formação
utiliza
oferecida
conteúdos
pela
digitais
Os Secretaria A maioria
Os apenas na
professores de Educação 90% dos das escolas
Os PPP’s não professores não tiveram elaboração
visa atender alunos não possui
enfatizam o uso têm ciência de
formações a todos os tem acesso a projetor,
da tecnologia de que os atividades
recursos sobre o uso profissionais computadores caixa de
para fins para os
pedagógicos. tecnológicos pedagógico de que atuam alunos, por
para uso som,
favorecem o recursos na escola e pedagógico microfone e
meio de
aprendizado. tecnológicos. se baseia em impressoras.
buscadores
aprender a
como o
manusear as
Google e
ferramentas.
outros.

Na escola
praticamente
não há o uso
dos recursos A escola
A escola
Não há na ofereceu no
A Prefeitura tecnológicos não faz
escola um Municipal nas práticas último ano Os alunos não
possui
plano de ação contratou pedagógicas palestra possuem
jogos
para promover um técnico dos sobre equipamentos
digitais,
a integração para atender bullying e para práticas
professores kits de
das tecnologias a todo o por limitações acesso a pedagógicas
município, robótica,
às práticas conteúdos da escola.
incluindo as na softwares,
tecnológicas. infraestrutura, impróprios
escolas. etc.
falta de na internet.
manutenção
de maquinas,
pouca
habilidades
com as
ferramentas,
etc.

As escolas não
possuem
equipamentos
Nas escolas Após A escola
regularizas exclusivos para
municipais não utiliza
os recursos professores.
há um recursos
do PDDE das Quando
profissional tecnológicos
Escolas, será precisam,
cuja função revestido para a
utilizam o que
seja cuidar dos parte deste comunicação
tem na
recursos recurso para interna e
secretaria
tecnológicos. aquisição de externa.
tecnologia. escolar para
uso
administrativo.

Cada professor
se organiza
para aplicar o
Não há
que sabe,
laboratórios de
compartilhando
informática em
algumas
funcionamento
práticas com
nas escolas.
outros
professores
eventualmente.

A maioria das
escolas possui
Não há nas conexão com
escolas uma internet para
política de uso uso
de administrativo
computadores, e para
celulares ou professores,
internet. mas sem
qualidade. Os
alunos não
têm acesso,
pois não há
laboratórios.

Análise completa mediante o contexto da rede

Ações já realizadas Ações já realizadas Ações já realizadas Ações já realizadas

Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação Avaliação


A-B C-D A-B C-D A-B C-D A-B C-D

O uso de Conexão
As escolas recursos com
Análise e
pretendem tecnológicos internet nas
retificação
investir para a escolas
de todos os
parte do comunidade (para uso
PPP’s das
PDDE em interna e adm. e
escolas.
recursos externa. profs.).
tecnológicos.
Avaliação B
Avaliação B Avaliação B
Avaliação D
Sugestão de análise dos dados

Fatores internos Fatores externos

(secretaria e escolas) (contexto social, político e econômico)

Oportunidades

- A utilização de um laboratório de
Forças informática independente (localizado no
centro da cidade para uso da comunidade)
- A maioria das escolas dispõe
tem ajudado aos alunos com pesquisas e
de conexão com internet
curso básicos de informática.
Pontos fortes - As escolas têm projetor,
- A atuação do técnico de informática
impressora, caixa de som e
contratado para atender o município tem
computadores na secretaria
ajudado, ainda que minimamente, a superar
escolar.
problemas de acesso a rede nos
computadores que pertencem às
secretarias escolares.

Fraquezas
Ameaças
- Os laboratórios de informática
não oferecem uma estrutura - O município não se dedica a destinar parte
adequada, além de instalação dos recursos a atender exclusivamente as
antiga de fiação. demandas tecnológicas nas escolas,
principalmente no tocante a infraestrutura.
- Os professores não são
contemplados com - A localização das escolas do campo
formação/capacitação para uso também permitir bom acesso para
de recursos tecnológicos. construção de um plano de inserção de
Pontos fracos internet e laboratórios nas mesmas.
- A escolas necessitam passar
por reforma e adaptações, - A ausência de técnico, oriundo da esfera
contudo o município não dispõe municipal, estadual ou federal que
de recurso financeiro. capacitem o público-alvo (alunos,
professores, secretários escolares) para o
- As escolas do campo não são
uso adequado dos recursos midiáticos
atendidas com nenhum recurso
impede um resultado mais efetivo a curto e
midiático.
a longo prazo.
Com as respostas para cada quadrante, deve-se fazer as correlações entre:

 Forças que podem potencializar oportunidades;

Uma parcela significativa dos professores e coordenadores utiliza projetor e caixa de som em suas
apresentações/palestras/capacitações.

Todos reconhecem a importância das ferramentas tecnológicas no ceio educacional.

A internet acessada na escola ajuda a pesquisar atividades e dinamizar a prática pedagógica.

 Forças que podem combater ameaças;

O uso pela escola de projetor, impressora, caixa de som e computadores na secretaria escolar minimizam
os problemas causados pela precária infraestrutura e ausência de um laboratório de informática.

 Fraquezas que podem prejudicar oportunidades;

A infraestrutura das escolas não permite a presença afinca do técnico de informática na escola.

A falta de preparação/capacitação dos profissionais da educação não amplia as diferentes metodologias


cabíveis no uso da tecnologia.

O fato do município não alocar recurso para a efetivação dos laboratórios de informática nas escolas
distancia a motivação da comunidade escolar quanto ao uso da tecnologia.

 Fraquezas que podem potencializar ameaças.

Os laboratórios de informática não oferecem uma estrutura adequada nas escolas.

Os professores não são contemplados com formação/capacitação para uso de recursos tecnológicos,
justamente pelo fato do município não alocar recursos para este fim.

As escolas necessitam passar por reforma e adaptações, contudo o município não dispõe de recurso
financeiro.
3. Definição das prioridades

Resuma neste quadro as prioridades definidas a partir das análises realizadas.

Prioridades Dimensões

Retificar os projetos políticos pedagógicos das escolas com o


01 intuito de dar maior atenção ao uso das ferramentas
tecnológicas na prática docente.

Traçar, construir e implantar um plano de ação que insira as Visão


02
tecnologias na prática pedagógica de forma mais cotidiana.

Criar uma política de uso de computadores, celulares e


03
internet nas escolas.

Possibilitar aos professores municipais pelo menos duas


04 formações ao ano sobre o uso pedagógico dos recursos Formação (competências)
tecnológicos.

Ampliar o campo de uso dos recursos tecnológicos como


05 agente facilitador na comunicação entre a comunidade externa
e interna.

Fomentar o uso do Infocentro (laboratório para uso da Recursos Educacionais Digitais


comunidade escolar) por parte dos alunos, professores e
06
secretários escolares, proporcionando capacitar, instruir e
ensinar quanto ao uso.

Melhorar a infraestrutura dos espaços na escola para tornar o


07 laboratório de informática efetivo e confortável para uso dos
alunos. Infraestrutura
Trocar fiação das escolas para uso dos computadores a fim de
08
evitar possíveis quedas de energia.
4. Definição das ações e das metas

Prioridade 1

Retificar os projetos políticos pedagógicos das escolas com o intuito de dar maior atenção ao uso das
ferramentas tecnológicas na prática docente.

Ação 1.2
Ação 1.1 Ação 1.3
Convidar os professores
Marcar reunião com Discutir os pontos que serão inseridos no PPP
para participarem do
coordenadores e de cada escola no tocante a inserção das
processo de retificação do
dirigentes escolares para ferramentas tecnológicas no plano, com
PPP com agendamento e
leitura, retificação do PPP auxilio de profissional na digitação e
planejamento de cada
de cada escola. impressão dos planos já alterados.
escola.

Meta 1 ano:

Adequar 100% dos Projetos Políticos Pedagógicos (PPPs) nas escolas municipais.

Meta 5 anos:

Fazer do PPP um instrumento norteador de uso diário na escola, com vistas às pedagogias e
metodologias utilizadas e a inserção da tecnologia na prática pedagógica.

Prioridade 2

Traçar, construir e implantar um plano de ação que insira as tecnologias na prática pedagógica de forma
mais cotidiana.

Ação 2.1 Ação 2.3


Ação 2.2
Levantar uma enquete Inserir no planejamento com os professores a
Discutir com os
com os docentes sobre construção do plano de ação, bem como dar
professores a construção
concepção e uso dos condições para que o uso ocorra de maneira
do plano de ação.
recursos tecnológicos. adequada.

Meta 1 ano:

Construir o plano de ação em todas as escolas municipais, respeitando seu segmento escolar.
Meta 5 anos:

Dar condições para que o plano tenha resultado efetivo nas escolas, com infraestrutura adequada e
ferramentas tecnológicas suficientes para professores e alunos.

Prioridade 3

Criar uma política de uso de computadores, celulares e internet nas escolas.

Ação 3.2
Ação 3.1 Ação 3.3
Criar uma política pautada
Estudar os aspectos legais
na tecnologia enquanto
das políticas de uso de
facilitadora da
tecnologias nas escolas.
aprendizagem.

Meta 1 ano:

Criar uma política de uso de computadores, celulares e internet nas escolas.

Meta 5 anos:

Implantar esta política de uso em todas as escolas da rede, incluindo as escolas do campo.

Prioridade 4

Possibilitar aos professores municipais pelo menos duas formações ao ano sobre o uso pedagógico dos
recursos tecnológicos.

Ação 4.2 Ação 4.3


Ação 4.1
Capacitar os professores Capacitar os professores do ensino
Capacitar os professores
do ensino fundamental I fundamental II da rede municipal de ensino
de educação infantil da
da rede municipal de
rede municipal de ensino
ensino

Meta 1 ano:

Formar 30% dos professores de cada segmento para uso pedagógico dos recursos tecnológicos.

Meta 5 anos:
Formar 100% dos professores de cada segmento para uso pedagógico dos recursos tecnológicos.

Prioridade 5

Fomentar o uso do Infocentro (laboratório para uso da comunidade escolar) por parte dos alunos,
professores e secretários escolares, proporcionando capacitar, instruir e ensinar quanto ao uso.

Ação 5.2 Ação 5.3


Ação 5.1
Construir uma agenda de Acompanhar os trabalhos realizados no
Planejar aulas de
para atendimento dos infocentro e avaliar os resultados no prazo de
informática com todos os
profissionais por 1 ano do inicio da formação.
profissionais da educação
segmento pelo menos 2
de diferentes segmentos
vezes na semana

Meta 1 ano:

Garantir que pelo menos 2 segmentos sejam atendidos com formação no infocentro.

Meta 5 anos:

Capacitar 100% dos profissionais da educação com cursos voltados para uso e manuseio do computador.

Prioridade 6

Melhorar a infraestrutura dos espaços na escola para tornar o laboratório de informática efetivo e
confortável para uso dos alunos.

Ação 6.2
Ação 6.1
Contatar a Secretaria de Ação 6.3
Analisar o orçamento da
Administração e Planejamento
Secretaria de Educação para Verificar orçamento, processo
para colaborar na reforma em
contratação de equipe para licitatório, etc.
parceria com a Secretaria de
reformar escolas.
Educação

Meta 1 ano:

Reforma de pelo menos 35% das escolas com laboratório de informática inativo.

Meta 5 anos:
Reforma de 100% das escolas com construção de laboratório (para as escolas que não possuam este
espaço e para as que necessitam apenas da reforma).

Prioridade 7

Adquirir equipamento tecnológico por meio de programa do governo estadual/federal, bem como com
recursos municipais.

Ação 7.1 Ação 7.3


Ação 7.2

Fazer o levantamento de Fazer adesão aos programas


Verificar os recursos municipais
quantos computadores, estaduais e federais para
disponíveis para compra de
notebooks, no-breaks, etc. são aquisição de ferramentas
material midiático.
necessários para os tecnológicas.
laboratórios de informática.

Meta 1 ano:

Adquirir o equipamento necessário para compor, pelo menos, 30% dos laboratórios de informática.

Meta 5 anos:

Adquirir equipamentos de informática para atender 100% dos laboratórios das escolas municipais.
5. Atividades, custos, cronograma e entregáveis

Custos Cronograma Entregável

Ação 1.1

Marcar reunião com coordenadores e dirigentes escolares para leitura, retificação do PPP de cada escola.

Atividade Elaborar ofícios


1.1.1 convocando
R$ 30,00 Agosto/2018
coordenadores e
dirigentes para reunião

Atividade Encaminhar ofícios às


1.1.2 escolas convocando R$ 30,00 Setembro/2018
para reunião

Atividade Fazer o levantamento


1.1.3 dos pontos a serem
R$ 0,00 Setembro/2018
retificados durante a
reunião

Custos Cronograma Entregável

Ação 1.2

Convidar os professores para participarem do processo de retificação do PPP com agendamento e


planejamento de cada escola.

Atividade Elaborar ofício


1.2.1 convidado os
RS 30,00 Outubro/2018
professores para
reunião

Atividade Levantar os pontos a R$ 0,00 Novembro/2018


1.2.2 serem suprimidos,
editados ou acrescidos
nos PPP’s.

Atividade Convidar alguém para


1.2.3 Outubro a
digitar e imprimir os R$ 300,00
Dezembro/2018
planos já alterados.

Custos Cronograma Entregável

Ação 2.1

Levantar uma enquete com os docentes sobre concepção e uso dos recursos tecnológicos.

Atividade Elaborar perguntas para


2.1.1 compor o questionário R$ 0,00 Outubro/2018
da enquete

Atividade Imprimir e levar as


2.1.2 escolas o questionário R$ 300,00 Outubro/2018
para ser aplicado

Atividade
2.1.3 Analisar os dados Novembro e
R$ 0,00
colhidos na enquete Dezembro/2018

Custos Cronograma Entregável

Ação 2.2

Discutir com os professores a construção do plano de ação.

Atividade Marcar reunião com Novembro e


professores em datas R$ 0,00
2.2.1 Dezembro/2018
agendadas por
segmento escolar.

Atividade Levantar as
2.2.2 informações a serem Fevereiro a
R$0,00
colocadas no plano de Abril/2019
ação

Atividade Orientar e Coordenar e


2.2.3 Fiscalizar a
R$0,00 Maio e Julho/2019
aplicabilidade do plano
na escola

Custos Cronograma Entregável

Ação 2.3

Inserir no planejamento com os professores a construção do plano de ação, bem como dar condições
para que o uso ocorra de maneira adequada.

Verificar na escola que


há computadores o
Atividade funcionamento dos
2.3.1 mesmos e a R$ 100,00 Maio a Julho/2019
possibilidade de uso
dos professores e
alunos

Custos Cronograma Entregável

Ação 3.1

Estudar os aspectos legais das políticas de uso de tecnologias nas escolas.

Atividade Pesquisar a legislação


que trata do uso das R$ 0,00 Agosto/2019
3.1.1
tecnologias em
ambiente escolar

Atividade Coletar e tabular dados


3.1.2 qualitativos e
R$ 0,00 Agosto/2019
quantitativos sobre o
assunto

Custos Cronograma Entregável

Ação 3.2

Criar uma política pautada na tecnologia enquanto facilitadora da aprendizagem.

Elaborar um regimento
pautado no uso da
Atividade tecnologia em benefício
3.2.1 da aprendizagem,
R$ 0,00 Agosto/2019
contendo métodos de
uso, carga horária na
escola, regra para uso
do laboratório, etc.

Atividade Digitar, imprimir e


3.2.2 distribuir para os R$ 600,00 Setembro/2019
professores

Custos Cronograma Entregável

Ação 4.1

Capacitar os professores de educação infantil da rede municipal de ensino.

Atividade
4.1.1 Contatar técnico para Outubro e
R$ 800,00
ministrar capacitação novembro/2019
Convidar os professores
Atividade da educação infantil
4.1.2 para formação com R$ 0,00 Outubro/2019
técnico em data
agendada.

Imprimir e adquirir
Atividade
material para uso R$ 400,00 Outubro/2019
4.1.3
durante a formação

Custos Cronograma Entregável

Ação 4.2

Capacitar os professores de ensino fundamental I da rede municipal de ensino.

Atividade
4.2.1 Contatar técnico para Outubro e
R$ 800,00
ministrar capacitação novembro/2019

Convidar os professores
Atividade de ensino fundamental I
4.2.2 para formação com R$ 0,00 Novembro/2019
técnico em data
agendada.

Imprimir e adquirir
Atividade
material para uso R$ 400,00 Novembro/2019
4.2.3
durante a formação

Custos Cronograma Entregável

Ação 4.3

Capacitar os professores de ensino fundamental II da rede municipal de ensino.


Atividade
4.3.1 Contatar técnico para Outubro e
R$ 800,00
ministrar capacitação novembro/2019

Convidar os professores
Atividade de ensino fundamental
4.3.2 II para formação com R$ 0,00 Novembro/2019
técnico em data
agendada.

Imprimir e adquirir
Atividade
material para uso R$ 400,00 Novembro/2019
4.3.3
durante a formação

Custos Cronograma Entregável

Ação 5.1

Planejar aulas de informática com todos os profissionais da educação de diferentes segmentos.

Atividade Elaborar plano de aula


5.1.1 para uso do Infocentro Fevereiro a
R$ 0,00
com professores do outubro/2020
infocentro

Elaborar plano de aula


Atividade para atender a
5.1.2 Fevereiro a
secretários, auxiliares R$0,00
outubro/2020
administrativos e
demais servidores

Custos Cronograma Entregável

Ação 5.2
Construir uma agenda para atendimento dos profissionais por segmento pelo menos 2 vezes na semana.

Construir uma agenda


para que os
profissionais de
Atividade educação freqüentem o
5.2.1 infocentro duas vezes Fevereiro a
R$ 0,00
por semana de acordo Outubro/2020
com cada segmento de
ensino, bem como os
profissionais de atuação
administrativa.

Custos Cronograma Entregável

Ação 5.3

Acompanhar os trabalhos realizados no infocentro e avaliar os resultados no prazo de 1 ano do inicio da


formação.

Atividade Após a agenda


5.3.1 Fevereiro a Outubro
programada, fazer R$ 100,00
/2020
visitas no Infocentro

Gerar relatório no final


Atividade Fevereiro a
do curso e avaliar os R$ 100,00
5.3.2 outubro/2020
resultados.

Contatar técnico e
Atividade Fevereiro a
monitor de informática R$ 2.000,00
5.3.3 outubro/2020
para ministrar as aulas

Custos Cronograma Entregável

Ação 6.1
Analisar o orçamento da Secretaria de Educação para contratação de equipe para reformar escolas.

Atividade Verificar junto a


6.1.1 Secretaria de Finanças o
R$ 0,00 Novembro /2019
orçamento da
educação.

Verificar com a
Atividade Secretaria de Finanças a
R$ 0,00 Novembro/2019
6.1.2 possibilidade de
contratação

Custos Cronograma Entregável

Ação 6.2

Contatar a Secretaria de Administração e Planejamento para colaborar na reforma em parceria com a


Secretaria de Educação.

Verificar junto a
Atividade Secretaria a utilização
6.2.1 de recursos municipais Novembro e
R$ 0,00
para reparos/reformas Dezembro /2019
nos laboratórios de
informática das escolas.

Destinar recursos da
secretaria de educação
e da Prefeitura Dezembro/2018
Atividade
Municipal para R$ 50.000
6.2.2 Todo o ano de 2019
reformas nos
laboratórios de
informática das escolas.
Custos Cronograma Entregável

Ação 7.1

Fazer o levantamento de quantos computadores, notebooks, no-breaks, etc. são necessários para os
laboratórios de informática.

Visitar as escolas
Atividade municipais e fazer o
7.1.1 levantamento do Novembro e
R$ 200,00
material existente na Dezembro /2018
escola e a demanda
necessária.

Custos Cronograma Entregável

Ação 7.2

Verificar os recursos municipais disponíveis para compra de material midiático.

Verificar junto aos


Atividade recursos do município
7.2.1 na Secretaria de Novembro e
R$ 0,00
Finanças a possibilidade Dezembro /2018
de alocar recursos para
aquisição de material.

Custos Cronograma Entregável

Ação 7.3

Fazer adesão aos programas estaduais e federais para aquisição de ferramentas tecnológicas.

Atividade Aderir aos programas


7.3.1 de diferentes esferas do R$ 0,00 Novembro e
governo para aquisição Dezembro /2018
de material tecnológico
e recebimento de
recursos.

6. Síntese do simulado

O simulado em questão foi aplicado no município de Buerarema, estado da Bahia, local com
aproximadamente 19.000 habitantes. O município consta de 12 escolas urbanas e 10 escolas localizadas no
campo. No que tange as dimensões, a rede apresenta uma situação desequilibrada entre as 4 dimensões
definidas no Programa Educação Conectada, uma vez que cerca de 67% são representadas pela dimensão
competências. A dimensão infraestrutura aparece uma única vez e os recursos e ferramentas não foram
apresentadas ações que contemplasse.

A rede desenvolve as seguintes ações de TIC’s aplicadas à educação:

- utilização do centro de informática “Infocentro” para alunos e professores efetuar pesquisa, com
promoção de cursos para todos os profissionais de educação e alunos: curso de informática básica, Excel,
Word e internet;

- utilização de notebook e projetor para desenvolvimento de projetos administrativos e pedagógicos em


cerca de 40% das escolas da rede;

- utilização de computadores e impressoras nas secretarias das escolas para uso administrativo;

- uso do laboratório de informática nas escolas Luiz Viana Filho e São Sebastião;

- uso de caixa de som amplificadora e microfone em eventos escolares.

No tocante a elaboração de instrumentos de inserção das tecnologias à educação, salienta-se que os


Projetos Políticos Pedagógicos (PPP’s) das escolas não apresentam pontos ligados a tecnologia para fins
pedagógicos. Além disso, não houve formações com professores para este fim.

As escolas utilizam durante as atividades educativas caixa de som, projetor e microfone. Contudo, não
existe um plano de ação para promover a integração das tecnologias, nem para regulamentar esta
utilização.

A problemática principal é que a maioria das escolas não possui laboratório de informática, e quando há,
sofrem por não ter uma infra-estrutura adequada ou a fiação antiga impede que os computadores fiquem
ligados. Por isso, cada professor se organiza para aplicar o que sabe, compartilhando algumas práticas com
outros professores eventualmente.

Apesar disso, o município contratou um servidor para atender a necessidade da cidade, as visitas nas
escolas são feitas para reposição de tonner/cartucho, conserto de impressoras, formatação de
computadores das secretarias das escolas. As aquisições de impressores e notebooks atende ao uso
administrativo das escolas e da secretaria de educação. Há que se pensar em destinar recursos para a
implementação, reforma e execução dos laboratórios de informática.

7. Conclusão

A construção do Plano Local de Inovação da rede de ensino permite nortear e ampliar o uso tecnológico nas
escolas. A dificuldade encontrada nos municípios quanto a existência de laboratórios de informática ou a
falta de alocação de recursos nesta área não devem ser um fator impeditivo no desenvolvimento de ações
escolares sobre a utilização das tecnologias de informação e comunicação.

Os profissionais da educação se sentem, muitas vezes, inseguros por não saber manusear as ferramentas
tecnológicas. Por isso, faz-se imprescindível ter formações/capacitações que possibilitem ampliar os olhares
dos professores.

Outro ponto importante que cabe destacar é a dificuldade em traçar uma logística que leve tecnologia as
escolas do campo. Estas escolas não possuem uma estrutura adequada, inclusive muitas delas possuem
apenas uma ou duas salas. Os alunos que vivem na zona rural devem também ser assistidos por este
programa, já que possuem direitos igualitários na aprendizagem.

Há muito que se fazer para melhorar o ensino nas escolas e a tecnologia, dentro do contexto escolar, deve
ser aliada na aprendizagem, uma vez que torna possível a aplicação de diferentes metodologias e dinamiza
o processo de ensino. Professores e alunos devem buscar nos recursos tecnológicos vantagens pra
aquisição de habilidades lingüísticas. O investimento em tecnologia é indispensável.

Você também pode gostar