Você está na página 1de 16

A teoria da justiça de John Rawls

• O estado liberal defendido por


Locke e Hobbes tem como
condição necessária proteger as
liberdades e direitos básicos dos
cidadãos.

• A questão que agora se coloca é


a de saber de que forma o estado
deve estar organizado de forma a
obter uma sociedade justa.
John Rawls
(1921-2002)
Argumento do contrato social hipotético
Segundo Rawls a justiça social só se alcança se os legisladores se
encontrarem numa posição original envoltos num véu de
ignorância.
A teoria da justiça de John Rawls

• John Rawls defende uma teoria equitativa da justiça.

• Isto porque segundo o autor todos os indivíduos são


moralmente iguais e como tal todos têm os mesmos
direitos e liberdades.

• Dessa forma, o estado deve combater as desigualdades


sociais e económicas, promovendo uma igualdade de
oportunidades para todos os indivíduos.
Os 3 princípios da justiça segundo John Rawl

Rawls apresenta os seguintes princípios da justiça:

1.Princípio da liberdade igual

2.Princípio da oportunidade justa (igualdade de


oportunidades)

3.Princípio da diferença
Princípio da liberdade igual

Princípio da liberdade igual: A sociedade deve


assegurar a máxima liberdade para cada pessoa
compatível com uma liberdade igual para todos os
outros
Princípio da oportunidade justa

Princípio da oportunidade justa: As desigualdades


económicas e sociais devem estar ligadas a postos e
posições acessíveis a todos em condições de igualdade
de oportunidades.
Princípio da diferença
Segundo o princípio da diferença quem beneficia de uma condição
natural ou social favorável tem o dever de ajudar os menos
favorecidos, garantindo assim uma maior igualdade de
oportunidades, contribuindo desta forma para uma sociedade
equitativamente mais justa.
Princípio da diferença

Princípio da diferença: A sociedade deve promover a


distribuição igual da riqueza, excepto se a existência de
desigualdades económicas e sociais gerar o maior benefício
para os menos favorecidos.
Argumentos a favor da teoria da justiça de
Rawls
Princípio intuitivo da igualdade de oportunidades

Este argumento apela à nossa razão de que o destino das pessoas


deve depender das suas escolhas e não das circunstâncias em que
por acaso se encontram. Por exemplo:

Será justo que o filho de um Rei mereça ter uma vida boa só pelo
simples facto de ter nascido num “berço de ouro”?

Será justo que o filho de um operário fabril tenha uma vida miserável
só pelos simples facto de ter nascido nessa condição?
Argumentos a favor da teoria da justiça de
Rawls
Rawls pensa que não. Rawls pensa que não é racional afirmar
que uma sociedade baseada em estatutos atribuídos à
nascença seja justa.

Como se compensa estas desigualdades socias?

Através dos princípio da diferença


Objecções à teoria da justiça de John Rawls
As principais críticas à
teoria da justiça de John
Rawls são usualmente
dirigidas ao princípio da
diferença. Robert
Nozick, por exemplo, na
sua obra Anarquia,
Estado e Utopia,
considera que a
aplicação do princípio
da diferenças pode
originar situações
injustas. Robert Nozick
(1938-2002)
Objecções à teoria da justiça de John Rawls

De acordo com este autor, para que seja possível minimizar as


assimetrias sociais através dos mais desfavorecidos, teremos
necessariamente que redistribuir bens, o que implicará
cobrança aos mais favorecidos, de modo a acumular riqueza
que será redistribuída.
Objecções à teoria da justiça de John Rawls

De acordo com Nozick,


aqueles que auferem
rendimentos que vão para
além das suas necessidades
sacrificam muitas vezes a sua
vida pessoal e o seu tempo
de lazer trabalhando mais do
que o necessário. Por esta
razão, defende não ser justo
que aqueles que optam por
trabalhar mais sejam
duplamente sacrificados.
Objecções à teoria da justiça de John Rawls
Para Nozick, a redistribuição viola o principio da liberdade
igual proposto por Rawls. O dinheiro recolhido, através dos
impostos, que se destina à redistribuição pelos mais
desfavorecidos pode configurar uma violação de liberdades
básicas:

1. Violação da liberdade da pessoa, na medida em que esta


cobrança de impostos é equivalente a trabalho forçado.

2. Violação do direito à propriedade privada, na medida em


que retiramos ao trabalhador bens obtidos legitimamente.
Objecções à teoria da justiça de John Rawls

O princípio da igualdade de oportunidades proposto por Rawls


também é alvo de críticas. Alguns filósofos defendem que a
garantia da igualdade de acesso às diferentes posições sociais não
é exequível, dado que as sociedade têm características culturais
enraizadas que impedem que esta igualdade se concretize.
Objecções à teoria da justiça de John Rawls

Alguns dos críticos de Rawls


reflectem ainda sobre a
possibilidade da aplicação
prática do princípio da diferença
exigir uma continua intervenção
do estado na vida dos
indivíduos. Como nunca é
possível prever que aplicação
cada individuo irá dar ao
benefício recebido do estado,
seria necessária uma fiscalização
permanente de forma a garantir
os reajustamentos necessários a
uma redistribuição justa.