Você está na página 1de 15

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA

D I D ÁT I C A
DIDÁTICA E FILOSOFIA (REGINA C.
H AY D T ) . L I V R O : C U R S O D E D I D Á T I C A
GERAL

CHRISTOPHER ROCHA
DEBORAH PEREIRA
FERNANDO FERREIRA
JUDAH NAHUM
ORGANIZAÇÃO
1) Educação e Ensino
2) Conceito de Didática
3) Evolução Histórica da Didática
4) Textos Complementares:
4.1) Crise na Educação: por quê? (Regina Célia Haydt)
4.1)O Papel da Educação na Humanização (Paulo Freire)
EDUCAÇÃO E ENSINO
Dois sentidos do termo educação: Social e Individual

Social: é a ação que as gerações adultas exercem sobre as gerações jovens, orientando
sua conduta por meio da transmissão de conhecimentos, normas, valores, crenças, usos
e costumes aceitos pelo grupo social.
Termo educação: educare - significa alimentar, criar. Expressa a ideia de que a
educação é algo externo, concedido a alguém.
Surgimento da escola: necessidade das sociedades letradas em transmitir
conhecimentos aos mais jovens para garantir a manutenção do seu patrimônio cultural.
Fruto do sentido social do termo educação.

Individual: desenvolvimento das aptidões e potencialidades de cada indivíduo, tendo


em vista o aprimoramento de sua personalidade.
Termo educação: fazer sair, conduzir pra fora; expressa a ideia de estimulação e
liberação de forças latentes.
CONCEITO DE DIDÁTICA
Definindo: A didática é uma seção ou ramo específico da Pedagogia e se refere aos
conteúdos do ensino e aos processos próprios para a construção do conhecimento.
Enquanto a Pedagogia pode ser conceituada como a ciência e a arte da educação, a
Didática é definida como a ciência e a arte do ensino (HAYDT, p. 02)

Dois momentos históricos: Didática do passado e Didática contemporânea


Didática do passado: Era dominada pela estudo predominantemente do ensino e
centrada na figura central e dominadora do professor.
Didática contemporânea: cedeu espaço a uma nova concepção de ensino-
aprendizagem, pautada no aspecto correlativo entre professor e aluno.
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA

Antiguidade até início do século XIX: aprender Memorizar


compreender

Antiga teoria de que o pensamento humano era um papel em branco sem


nada escrito onde tudo podia ser impresso.
Repetição, método catético (grego Katechein) – fazer eco.
Textos literários, História, Ciência, enfim, tudo era passado
pela recitação de cor.
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA
TEORIAS DE APRENDIZADO
• Sócrates (V a.C) – o saber não é transmissão, é descoberta. O mestre
apenas ajuda a descobrir a verdade.

REFUTAÇÃO – Consciência da ignorância


IRONIA
MAIÊUTICA – Dar a luz às ideias.
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA
TEORIAS DE APRENDIZADO
• João Amós Comenius (1592-1670) acreditava que o fim do ser humano
era a felicidade eterna.
• Educação: ajudar o homem a desenvolver o domínio de si e das outras
coisas através do conhecimento.
• Método Indutivo
• Alguns princípios da Didática Magna (1632): apresentar a ideia diretamente -
fazendo demonstração; mostrar a utilidade e aplicação na vida; passar para o
próximo assunto apenas quando o aluno já tiver aprendido o anterior;
explicar o geral e depois os detalhes.
A Escola.
“A Escola é uma Oficina onde Espíritos Jovens são formados para a excelência e são
divididos em Grupos. O Mestre, senta-se em uma Cadeira de Braços. Os Alunos, em Bancos.
O mestre ensina, eles aprendem. Algumas coisas são escritas perante eles com Giz em
um Quadro. Alguns sentam-se a uma Mesa, e escrevem. Ele corrige suas Falhas. Alguns
ficam em pé e recitam itens decorados. Alguns conversam e se comportam de forma
insolente e negligente; esses são castigados.”
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA
TEORIAS DE APRENDIZADO
• Heinrich Pestalozzi (1746 – 1827)

• Naturalista (Rousseau), acreditava que o meio molda o caráter do homem. A


educação seria, portanto, um instrumento de reforma social. Suas reflexões
foram as sementes da Pedagogia Moderna.

• Foco no desenvolvimento infantil. Aliança entre o trabalho manual e as


atividades intelectuais.

• Método Pestalozziano (‘lição de coisas’)


EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA
TEORIAS DE APRENDIZADO
• John Frederick Herbart (1776 – 1841)

• Baseado em Pestalozzi, Herbart pensou a Educação com foco na vida


mental.
• O conhecimento é uma unidade, não faculdades compartimentalizadas.
• Conceito de apercepção.
• Instrução educativa – teoria do interesse.
• Método instrucional: preparação, apresentação, associação, sistematização e
aplicação.
EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DIDÁTICA
TEORIAS DE APRENDIZADO
• John Dewey ( 1859 – 1952)

• Dewey acredita que a teoria resulta da prática. “Antes de existir como ser
pensante, o homem é um ser que age.”

• O ensino pela ação. A vida escolar deve estar ligada à vida prática.

• Assim como os outros educadores aqui listados, acreditava que a Educação


deve ser socializada, não devendo ser um bem exclusivo para a Elite.
CRISE NA EDUCAÇÃO: POR QUÊ?
• Crise escolar: na função informar e na função formadora;
• Novas estratégias e a crise de valores;
• Qual o ideal de ser humano que escola quer formar?
• Nova técnica didática ?
• Os valores humanísticos da sociedade;
• A crise na educação é filosófica;
• Soluções pontuais ou soluções globais?
• Que tipo de pessoa você quer que seu aluno seja?

Regina Célia Cazaux Haydt,“Crise na educação: por quê?” That, n.


22, p. 45.
O PAPEL DA EDUCAÇÃO NA
HUMANIZAÇÃO
• Educação “que fazer”;
• O que é o homem? Qual sua posição no mundo?
• Não há educação neutra!
• Educação mecanicista X educação libertadora. Como encarar o homem em seu
processo de formação?

Paulo Freire, “ o papel da educação na humanização”. Revista Paz e


Terra, n. 9, p. 123
REFERÊNCIAS
• HAYDT, R. C. Didática e Filosofia. In: HAYDT, R. C. Curso de Didática Geral. 1.
ed. São Paulo: Ática, 2011.
• MIRANDA, C. Orbis Pictus. Pro-
Posições vol.22 no.3 Campinas Sept./Dec. 2011
RITUAL SIMBÓLICO DA DIDÁTICA
Considerando as discussões feitas aqui e, principalmente, as ideias de ensino e didática
dos filósofos apresentados, propomos:
- A divisão da turma em seis grupos;
- Cada grupo terá que escolher um ou mais objetos (que tenham em suas mochilas,
estojos, etc)* que represente(m) o que o grupo, movido por nossa apresentação,
entende por ensino e didática; a ideia é que o(s) objeto(s) simbolizem o que o grupo
sente quando pensa em aprender e/ou ensinar;
- Os grupos terão ~10 minutos pra escolher o(s) objeto(s) e discutir;
- Após este tempo, deverão apresentar o objeto e suas ideias para a turma;
- Cada objeto será deixado no centro da sala sobre o tecido e, após todas as
apresentações, tiraremos uma foto dos objetos juntos. A foto comporá o arquivo da
turma. Assim, ficará registrado simbolicamente como a didática – tanto pelas teorias
vistas em sala até então quanto pelas nossas vivências – nos toca e afeta.
* O grupo poderá ir para fora da sala buscar o(s) objeto(s).