Você está na página 1de 4

SHIATSU ESPECIAL

4.1) Região do pescoço


Paciente em decúbito lateral – Terapeuta em pé posterior ao paciente
1) TPT deve fletir o braço do paciente e passar seu braço por dentro para estabilizar a posição do paciente.
2) Pressionar a lateral do pescoço com a hipotênar, no sentido proximal distal
3) Pressionar as linhas 1 e 2 do anma (ventre e fibras laterais do trapézio superior em sua porção cervical)
com o polegar, sentido crânio-caudal
4) Pinçamento do esternocleidomastoideo com polegar e indicador, sentido crânio-caudal
5) Pressão com o polegar sobre os 3 pontos da base do occipital
6) Pressão com o polegar sobre a região supraclavicular (o TPT pode se posicionar na cabeceira da maca)

4.2) Região lateral da cabeça:


Paciente em decúbito lateral – Terapeuta em pé na cabeceira da maca
1) Pressionar simultaneamente com os polegares, 4 linhas da lateral da cabeça (TA, VB, B e VG), do centro
para as laterais, sendo que a última linha coincide com o plano sagital (VG)
2) Pressionar com 8 dedos, do centro para as laterais, a linha que limita o couro cabeludo.

FAZER TODA A REGIÃO DO PESCOÇO NOVAMENTE

4.3) Região dorsal


Paciente em decúbito lateral – Terapeuta em pé posterior ao paciente
1) Pressionar com o polegar a linha 1 do anma (ventre do trapézio superior) (para esta pressão, o TPT pode
se posicionar na cabeceira da maca)
2) (Fletir o braço e o ombro do PCT, levando a mão à altura da cabeça) Pressionar com os polegares ao redor
da escápula
3) Pressionar com os polegares sobre os paravertebrais. Na altura da crista ilíaca, pressionar com o polegar
contornando-a (manter os dedos para trás)

4.4) Região Glútea


1) Com a região ulnar, pressão da região glútea em direção ao trocânter. (Pode alternar os braços)

4.5) Região lateral dos MMII


Paciente em decúbito lateral – Terapeuta em pé posterior ao paciente
Neste momento, “arrumar” a posição do paciente: estender a perna em contato com a maca e fletir a outra
1) Pressão com o polegar sobre as duas linhas da posterior da coxa da perna fletida - uma linha central
(Rim) e uma lateral (Bexiga)
2) (TPT muda de lado da maca para trabalhar na mesma perna que está fletida):
. Pressão com os polegares sobre o tibial anterior - entre a tíbia e a fíbula (Estômago)
. Pressão com os polegares sobre o fibular (Vesícula Biliar)
3) Pinçamento do tríceps sural com polegares e 8 dedos.
4) (TPT volta para o outro lado da maca):
. Pressionar com as palmas das mãos toda a musculatura interna da perna estendida, da prega glútea até
o maléolo medial
5) Pressionar com os polegares 3 linhas da região medial da coxa, sentido crânio-caudal.
6) Pinçamento do tríceps sural da perna estendida, com polegares e 8 dedos
7) Pressão com os polegares sobre duas linhas do pé da perna estendida.

4.6) A SEQUÊNCIA ABDOMINAL É OPCIONAL


4.7) Região anterior dos MMSS
Paciente em decúbito dorsal – Terapeuta em pé do lado direito do paciente
1) Pressão com o polegar sobre a linha cava (região escápulo-umeral)
2) (posicionar o MMSS em adução e rotação externa): pressão com as palmas das mãos desde o ombro até o
punho.
Pressão com os polegares sobre do braço:
3) linha 1 (Pericárdio)
4) linha 2 (Coração) e
5) linha 3 (Pulmão)
6) Pressão com os polegares sobre a linha 4 (prega do braço)
Pressão com os polegares sobre o antebraço:
7) linha 5 (pericárdio)
8) linha 6 (coração) e
9) linha 7 (Pulmão)
10) Sembewari e pressão com os polegares sobre a palma da mão, e pressão sobre o ponto ROKYU
11) Pressão com os polegares sobre o dorso da mão
12) Pressão com o polegar sobre a linha 8 do MMSS (a partir do radial = Intestino grosso)
13) Pressão com o polegar sobre a linha 9 do MMSS (a partir do ulnar =triplo aquecedor)
14) Undo-hô do punho e cotovelo (banana, karaté,tchau)
15) Undo-hô especial do cotovelo: abdução do braço acima da cabeça
16) (TPT na cabeceira da maca): Pressão com a supracarpiana sobre a região axilar e borda lateral da escápula
17) Tração do MMSS segurando pelo punho: para acima da cabeça, para a lateral do corpo e para baixo, em
direção aos MMII
18) Com o antebraço a 90°, segurando pelo punho ou polegar, fazer movimento de balanceio, com
adução/abdução do braço.

4.8) Região anterior dos MMII


Paciente em decúbito dorsal – Terapeuta em pé ao lado da maca
1) Fletir a perna do paciente, com o pé encostando sobre a panturrilha da perna estendida:
. uma mão pressiona levemente a região umbilical e, com a palma da outra mão, pressionar toda a região
dos adutores, sentido proximal-distal.
2) Fletir ainda mais a perna, encostando o pé atrás da fossa poplítea da perna estendida:
. uma mão pressiona levemente a região umbilical e, com a palma da outra mão, pressionar toda a região
dos adutores, sentido proximal-distal.
. Apoiar o pé acima do joelho da perna estendida: uma mão pressiona levemente a região umbilical e,
com a palma da outra mão, pressionar toda a região dos adutores, sentido proximal-distal.
3) . Flexionar a perna apoiando todo o pé sobre a maca: uma mão pressiona levemente a região umbilical e
com a supracarpiana da outra mão, pressionar a lateral da coxa (região do vasto lateral), sentido proximal-
distal
. Mantendo a perna flexionada e mão sobre a região umbilical, pressionar com a supracarpiana da outra
mão sobre a lateral da coxa (região do vasto lateral), com a região medial do pé apoiada na maca.
. Estender a perna flexionada e arrastá-la para a lateral da maca, de forma que fique pendida para fora,
na altura do joelho: Mantendo a perna flexionada e mão sobre a região umbilical, pressionar com a
supracarpiana da outra mão sobre a lateral da coxa (região do vasto lateral).
4) Perna estendida sobre a maca: pressão com o polegar sobre a região inguinal
Fletir a perna em abdução e pressionar com o polegar sobre os adutores, 3 linhas da coxa, sentido distal-
proximal.
5) Linha do Fígado
6) Linha do Rim
7) Linha do Baço/Pâncreas
8) Estender a perna sobre a maca: pressão com os polegares sobre o vasto lateral, da crista ilíaca anterior
até a patela (Estômago)
9) Pressão com os polegares sobre a região do tensor da fáscia lata (Vesícula Biliar)
10) Pressão com os polegares ao redor da patela. Undo-hô da patela
11) Pressão com os polegares sobre o tibial anterior até o maléolo lateral (Estômago)
12) Pressão com os polegares sobre o fibular até o maléolo lateral (Vesícula Biliar)
13) Pressão com oito dedos do maléolo medial e toda a borda da tíbia (platô tibial)
14) Pressão com dedo médio e indicador ou polegares ao redor dos maléolos medial e lateral
15) Pressão com os polegares sobre 3 linhas do dorso do pé
16) . Undo-hô dos artelhos
. Flexão plantar e dorsiflexão
. Circundução do tornozelo (sentido horário e anti-horário) – este movimento não está na folha,
. Flexão e extensão do joelho e coxa
. Undo-hô coxo-femural
. Tração com vibração do MMII

4.9) Região dorsal


Paciente em decúbito ventral – Terapeuta sobre a maca à esquerda do paciente
1) Pressão com as palmas das mãos sobre a coluna vertebral (sentido crânio-caudal)
2) Pressão com indicador e dedo médio em pontos paralelos à coluna vertebral (sentido crânio-caudal)
3) Pressão com os polegares em pontos paralelos à coluna vertebral (sentido crânio-caudal)
Terapeuta desce da maca
4) Pressão com os polegares ao redor da escápula, do ângulo superior ao inferior e depois até o final da
estria da axila
5) Pressão com os polegares sobre o infraespinhoso (em direção à axila)
6) Pressão com os polegares começando no ângulo superior da escápula, borda medial e depois sobre os
paravertebrais, sentido crânio-caudal. Chegando na crista ilíaca, pressão com os polegares, contornando-
a em direção à maca.
Continuar com o shiatsu especial propriamente dito:
Paciente em decúbito ventral, braço em abdução, rotação interna e junto ao corpo
1) Pressão com os polegares ao redor da escápula
2) Pressão com os polegares iniciando no ângulo superior da escápula, borda medial e continuando
sobre os paravertebrais e também sobre parte do osso sacroilíaco
3) Pressão com as hipotênares sobrepostas, puxando a musculatura paravertebral até o sacro.

4.10) Região do glúteo parte posterior


Paciente em decúbito ventral – Terapeuta em pé à esquerda do paciente
1) Pressionar a região glútea com os polegares sobre 3 linhas no sentido vertical e depois na horizontal
2) Amassamento na 3 linhas perpendiculares ao sacro

4.11) Região posterior dos MMII


Paciente em decúbito ventral – Terapeuta ao lado da maca
Flexão, rotação externa e abdução da perna
1) Pressão com as supracarpianas sobre a lateral da coxa fletida
2) Pressão com os polegares sobre a região posterior da coxa (Bexiga)
3) Pressão com os polegares sobre a região anterior da coxa (Estômago)
4) Pressão com os polegares sobre o tibial anterior
5) Pressão com os polegares sobre o fibular
Estender a perna sobre a maca, rotação interna do pé:
6) Pressão com as supracarpianas sobre todo o lado medial do MI, da prega glútea até o maléolo medial
Rotação externa do pé: pressão com as supracarpianas sobre toda a lateral do MI, da prega glútea até o
maléolo lateral
7) Pressão com os polegares sobre as duas linhas na parte posterior da coxa (isquiotibiais)
8) Pressão com os polegares sobre 3 linhas da fossa poplítea
9) Pinçamento com polegares e 8 dedos sobre o tríceps sural
10) Pressão com os polegares sobre o tendão calcâneo
11) Pressão com os polegares sobre 3 linhas da sola do pé
12) Shukenda-hô na sola do pé
13) Fletir o joelho a 90° , com uma mão fazer a dorsiflexão e, com o polegar e indicador da outra mão, pinçar
o tendão calcâneo. Depois realizar o shukenda-hô sobre a sola do pé
14) Undo-hô do joelho
15) Undo-hô da articulação coxo-femural em hiperextensão
16) Tração e vibração do MI

4.12) Encerramento
Paciente sentado na beira da maca – terapeuta sobre a maca
1) Pressão com os polegares sobre 3 pontos do trapézio superior (TPT em pé)
2) Pressão com os polegares sobre o ponto 2 do trapézio superior (TPT em pé)
3) Pressão com o polegar ao redor da escápula e, ao mesmo tempo, puxar o ombro com a outra mão (TPT
semi ajoelhado)
4) Repetir a manobra anterior no lado esquerdo (TPT semi ajoelhado)
5) Undo-hô do pescoço como no Anma (TPT ajoelhado)
6) Alongamento das fibras superiores e médias do trapézio – TPT em pé, uma mão empurra o ombro na
altura da articulação para baixo enquanto a outra mão afasta a cabeça do PCT para o lado oposto ao
ombro
7) Alongamento dos peitorais – paciente com os dedos intercalados e região posterior do pescoço. TPT
apoia a colunado paciente na lateral de sua perna e traciona o paciente pelos cotovelos
8) Alongamento de paravertebrais – paciente sentado com as pernas afastadas, na quina da maca. TPT
senta-se atrás do PCT, flexiona a perna esquerda e coloca sua perna direita entre as pernas do PCT. Com a
mão esquerda traciona a mão direita do PCT enquanto empurra o ombro direito para frente.
9) TPT em pé, apoia as costas do PCT na lateral de sua perna. Segura na mão do PCT pelos polegares e faz a
circundução dos braços e tração ao final.
10) Depois, segura os punhos do paciente e faz a circundução no sentido contrário ao movimento anterior e
faz tração ao final.
11) Setsuda-hô
12) Shukenda-hô
13) Gashoda-hô
14) Hakuda-hô