Você está na página 1de 7

TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

Grupo I

Lê o texto seguinte. Se necessário, consulta as notas.

A estreia mais aguardada por estes dias pode vir novamente a bater recordes em relação aos
anteriores relançamentos da Disney. Afinal estamos a falar do regresso de uma das mais amadas
produções do estúdio, que nos Óscares de 1992 se tornou a primeira longa-metragem de animação
a ser nomeada na categoria de melhor filme.
5 Em A Bela e o Monstro de Bill Condon1, a música continua a ser, pois claro, o grande motor
da fantasia e uma marca específica do universo Disney. Com as canções originais, a que se somaram
algumas novas, o realizador mostra como se dá vida e cor a um castelo moribundo.
Por exemplo, na famosa cena do jantar de Bela, em que a louça e as iguarias transformam a
solenidade2 do aposento3 numa festa garrida4, ao som da canção Be Our Guest, não há limites para
10 a criatividade. Inspirado nas coreografias de Busby Berkeley, este é um daqueles momentos que se
conservam sobretudo na memória da retina.
Já na memória afetiva, permanece a história baseada nszsxxzo conto de Jeanne-Marie
Leprince Beaumont, sobre uma jovem destemida e curiosa (sempre agarrada aos livros), que se fez
prisioneira de um monstro para salvar o pai. O feitiço da rosa também continua o mesmo, votando
15 aquele que outrora5 fora um príncipe, à eternidade na pele de um monstro, caso ninguém encontre
nele o amor para além da rude aparência. Esse, sabemos, é o destino de Bela.
Por seu lado, o Monstro procura dizer tudo o que guarda na alma através dos intensos olhos
azuis. Só através deles é possível transpor6 a fisionomia7 animalesca e alcançar as emoções.
Entretanto, não podemos esquecer o virtuosismo8 do elenco escondido nos objetos falantes
20 do castelo, como o candelabro Lumière, o relógio Cogsworth, ou o bule Mrs. Potts, sempre
acompanhado da amorosa chávena-criança Chip. Estas personagens são daqueles magníficos
apontamentos9 narrativos que só existem nas produções da Disney - não estavam no conto de
Leprince Beaumont - e recordar isso é compreender a dimensão inovadora do estúdio.

https://www.dn.pt/artes/uma-bela-e-o-monstro-com-atores-reais-e-muita-magia-5724616.html
(consultado em 31/10/2019) (texto adaptado e com supressões)

Notas:
1. Bill Condon - cineasta norteamericano; 2. solenidade – elegância 3. aposento – sala; 4. garrida
– aparatosa; 5. outrora – antigamente; 6. transpor – ultrapassar; 7. fisionomia – aparência; 8. virtuosismo
– talento; 9. apontamentos – detalhes.

1
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.4., a opção que completa cada frase de acordo com o sentido
do texto.

1.1. O objetivo do texto é


a) destacar a criatividade da Disney em filmes de animação.
b) descrever as personagens de um filme de animação.
c) apresentar uma nova versão de um filme de animação.

1.2. Em 1992, A Bela e o Monstro foi


a) nomeado para um Óscar.
b) representado por atores reais.
c) vencedor de um Óscar.

1.3. O quarto parágrafo do texto


a) contrasta as características de Bela com as do Monstro.
b) apresenta as características da protagonista.
c) desvenda o destino das personagens.

1.4. O Monstro contraria a sua aparência através da sua


a) generosidade.
b) ambição.
c) sinceridade.

2. Completa a grelha com as informações fornecidas pelo texto.

a. Características de Bela:

b. Aspetos do filme que fazem


da Disney um estúdio inovador:

2
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

B
Lê o texto. Se necessário, consulta as notas.

Bela tinha visto no seu espelho que o pai estava doente por a ter perdido, e desejava
voltar a vê-lo.
– Eu poderei prometer-vos – disse ela ao Monstro – que nunca vos deixarei, mas
tenho tanta vontade de ver meu pai, que morrerei de dor se me recusardes esse prazer.
5 – Prefiro morrer eu próprio – disse o Monstro – do que desgostar-vos. Vou mandar-
vos a casa do vosso pai, ficareis por lá e o vosso pobre Monstro morrerá de dor.
– Não, – disse Bela a chorar – quero-vos demais para causar a vossa morte.
Prometo-vos regressar dentro de oito dias. […] O meu pai está só e doente, consenti1 que
fique com ele uma semana.
10 – Estareis lá amanhã de manhã, – disse o monstro – mas lembrai-vos da vossa
promessa. Quando quiserdes regressar, só tereis de pôr o anel sobre a mesa ao deitar.
Adeus, Bela!
Quando acordou, viu que se encontrava em casa do pai, que quase morreu de
alegria ao vê-la.
15 As duas irmãs de bela eram maldosas e muitos infelizes. Quase morreram de raiva
quando a viram vestida como uma princesa e mais bela do que o dia. Assim, a mais velha
teve a ideia de reter Bela em casa mais oito dias, pensando que talvez o Monstro se
encolerizasse2 por ela ter faltado à palavra e a devorasse. Tomada a decisão, mostraram
tanta amizade pela irmã que Bela chorou de alegria. Quando oito dias passaram, as duas
20 irmãs arrepelaram3 os cabelos e fingiram-se tão aflitas com a partida dela, que Bela
prometeu ficar mais oito dias.
No entanto, Bela acusava-se do desgosto que ia dar ao pobre Monstro, que a amava
de todo o coração.
– Que má sou – dizia ela – em dar tal desgosto ao Monstro que tem para comigo
25 tanta bondade. Não é a beleza nem a inteligência de um marido que torna a mulher feliz:
é a bondade do carácter, a virtude4, a complacência5… […]
Com estas palavras, Bela levantou-se, pôs o anel sobre a mesa e voltou a deitar-se.
Quando acordou, viu com alegria que estava no palácio do Monstro. Vestiu-se
magnificamente à espera das nove horas, mas o Monstro não apareceu. Bela receou ter
30 causado a sua morte. Correu o palácio de lés a lés, gritando desesperada. Depois de ter
procurado por todo o lado, correu para o jardim. Encontrou o pobre estendido e pensou
que estivesse morto. […]
– Ai de mim! Pensava que tinha só amizade por vós, mas a dor que sinto faz-me
perceber que vos amo!
35 Ao erguer a cabeça para o Monstro, cuja vida desaparecia e fazia tremer, qual não
foi a sua surpresa: o Monstro desaparecera e ela apenas viu a seus pés um príncipe mais
belo que o amor, que lhe agradeceu ter quebrado o encanto.

Jeanne-Marie Leprince de Beaumont,


A Bela e o Monstro, Porto Editora, 2014 (texto adaptado com supressões)

3
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

Notas:
1. consenti – permiti; 2. encolerizasse – enfurecesse; 3. arrepelaram – puxaram; 4. virtude –
bondade; 5. complacência – caridade.

1. Numera as frases de 1 a 6, de acordo com a sequência do texto.


A primeira frase já se encontra numerada.

___A rapariga partiu para visitar o seu pai doente.

_1_Bela viu que o seu pai estava doente.

___Encontrou o Monstro, no jardim, quase morto.

___Percebeu que se apaixonara por ele.

___Bela caiu na armadilha das irmãs, faltando à promessa.

___Ela prometeu regressar.

2. Bela regressa a casa. A suas irmãs «mostraram tanta amizade pela irmã que Bela chorou de
alegria» (linhas 18 e 19). Seleciona, com um X, dois adjetivos que permitem caracterizar as
raparigas, relativamente à atitude que têm para com Bela.

___afetuosas

___invejosas

___generosas

___desinteressadas

___traiçoeiras

3. Explica o sentido da passagem textual «– Que má que sou – dizia ela» (linha 24), considerando
o contexto em que ocorre.
___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

4
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

4. «Não é a beleza nem a inteligência de um marido que torna a mulher feliz: é a bondade do
carácter, a virtude, a complacência…» (linhas 25 e 26).
A partir desta reflexão, Bela toma uma resolução. Explicita-a.
____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

5. Transcreve do texto a frase que mostra o momento de viragem nos sentimentos de Bela
relativamente ao Monstro.
___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

6. Mostra que, afinal, o Monstro se encontrava prisioneiro de um feitiço.

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

7. As frases seguintes poderiam servir de título desta história de amor.

A. “Quem feio ama, bonito lhe parece.”

B. “O amor é cego.”

De acordo com a tua opinião, qual das frases te parece mais adequada ao texto?

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

5
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

Grupo II
1. Observa a frase seguinte:
As duas irmãs de Bela eram maldosas e muitos infelizes.

Escreve todas as palavras no respetivo lugar da grelha de acordo com o seu número de sílabas.

Monossílabos Dissílabos Trissílabos Polissílabos

2. Classifica as palavras sublinhadas nas frases abaixo quanto à acentuação e coloca-as nos
respetivos lugares da grelha.
O Monstro desta história desaparecera e ela apenas viu a seus pés um príncipe mais belo
que o amor, que lhe agradeceu ter quebrado o encanto.

Palavras agudas Palavras graves Palavras esdrúxulas

3. Assinala com X todas as frases do tipo imperativo.

____ “Bela, não fujas!”


____ “Bela, ficaste preocupada sem motivo.”
____ “Bela, és lindíssima!”
____ “Bela, abandonaste o teu pai?”
____ “Bela, dá-me o teu amor!”

4. Associa a palavra destacada na coluna A à sua respetiva classe, na coluna B.


Escreve em cada quadrado da coluna A a letra correspondente da coluna B.
Coluna A Coluna B
Bela sentiu-se feliz. A – determinante
Todos viram os seus sentimentos. B – adjetivo
A sua alegria contagiava todos os habitantes C – nome
do castelo. D – verbo

6
Português – Ensino Básico
TESTE DE AVALIAÇÃO | 1º PERÍODO | PORTUGUÊS – 5º ANO

Grupo III
A Bela e o Monstro aborda a importância dos sentimentos em contraste com a aparência.
Redige um texto narrativo em que contes outra história de amor entre duas personagens que
parecem, à partida, muito diferentes uma da outra. Deves respeitar as seguintes indicações:
– escrever um mínimo de 140 e um máximo de 200 palavras;
– marcar claramente os parágrafos;
– introduzir o diálogo, empregando verbos que indiquem quem vai falar ou falou;
– exprimir sentimentos das personagens;
– apresentar o texto com uma caligrafia legível.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

7
Português – Ensino Básico