Você está na página 1de 23

100 % na OAB

100 %
na OAB

Prof. Duarte Jr

 1
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB
1 - ATIVIDADE DE ADVOCACIA
● ATIVIDADES PRIVATIVAS DO ADVOGADO:
-- Postulação em órgão do poder judiciário;
-- Consultoria, assessoria e direção jurídica;
-- O Estagiário pode praticar os atos previstos no art. 1º EAOAB, em conjunto com
o advogado e sob sua orientação, supervisão e responsabilidade.

#DuDICA Vide art. 29 RGAOAB

● EXCEÇÕES:
- Habeas corpus;
- Justiça do trabalho – art. 791 E 839 CLT – súm 425 TST;
#DuDICA – EXCEÇÃO DA EXCEÇÃO:
-- Ação rescisória,
-- Ação cautelar,
-- Mandado de segurança e recursos TST.
-- Juizado especial cível – art. 9º lei nº 9.099/95;
-- Juizado especial federal – art. 10º lei nº 10.259/01;
-- Lei nº 5.478/68 – Lei de alimentos;
-- Contrato social – deverá ser visado por advogado – exceção das microempresas
e empresas de pequeno porte (lc 123/06).

● PUBLICIDADE NA ADVOCACIA DEVERÁ SEMPRE SER REALIZADA COM MODERAÇÃO,


DISCRIÇÃO E COM FINALIDADE INFORMATIVA.
-- Na publicidade deve conter:
-- Nome completo do advogado/sociedade;
-- Nº da inscrição OAB/sociedade;
-- Idioma português;
-- Vedado ao estagiário figurar em publicidade de escritório de advocacia e figurar
como contratado.

 2
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

2 - MANDATO JUDICIAL
● É O CONTRATO PELO QUAL O OUTORGANTE (CLIENTE) NOMEIA E CONSTITUI O OUTORGADO
(ADVOGADO) PARA REPRESENTÁ-LO JUDICIAL OU EXTRAJUDICIALMENTE.

● NÃO SE ADMITIRÁ OUTORGA DE PODERES A SOCIEDADE DOS ADVOGADOS, SENDO


PERMITIDA SOMENTE A CADA UM DOS ADVOGADOS, NA CONDIÇÃO DE PESSOA FÍSICA
(ART. 15, § 3º EAOAB).

● INÍCIO DO MANDATO JUDICIAL

-- Assinatura do instrumento de mandato (procuração);


-- Nomeação AD HOC (nomeado para um ato específico) ou apud acta ou mandato
tácito (é o registro na ata de audiência art. 791 § 3º CLT – procuração dada nos
próprios autos da causa pelo respectivo escrivão, perante o juiz oficiante, ou
lavrada em cartório, perante duas testemunhas. Tem caráter judicial, não sendo
válida extrajudicialmente. Equipara-se à procuração por instrumento público).

● EXTINÇÃO DO MANDATO

-- Substabelecimento sem reserva de poderes;


-- Revogação;
-- Renúncia
-- 10 Dias § 3º, art. 5º EAOAB/art. 45 Do cpc;
-- Não suspende prazo recursal (rjtjsp 42 149);

#Dudica a renúncia não precisa ser fundamentada (exceção: 265 cpp);


-- Arquivamento dos autos ou conclusão da causa (art. 10 Ced);

● O MANDATO JUDICIAL OU EXTRAJUDICIAL NÃO SE EXTINGUE PELO DECURSO DE TEMPO,


DESDE QUE PERMANEÇA A CONFIANÇA RECÍPROCA ENTRE O OUTORGANTE E O SEU
PATRONO NO INTERESSE DA CAUSA;

● OBSERVAÇÕES

-- O advogado, afirmando urgência, pode atuar sem procuração, obrigando-se a


apresentá-la no prazo de 15 dias, prorrogado por igual período, dependendo de
justificativa prévia (§ 1º art. 5º EAOAB);
-- Admite-se procuração para o foro em geral;
-- A lei processual dispensa firma reconhecida para a procuração (lei nº 8.952/94);
-- Não se admite recurso de advogado sem procuração (stj 115);
-- Defensor público independe de mandato judicial (art. 44, Xi lc 80/94);

 3
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

-- Advogados que atuam em carreira pública, basta a menção ao cargo e o número


da OAB;
-- Jec o mandato pode ser verbal (art. 9º, § 3º lei nº 9099/95), mas não se admite que
o advogado e o preposto sejam representados pela mesma pessoa (enunciado
17 fonaje);
-- O advogado não pode aceitar procuração de cliente que já tenha patrono
constituído nos autos, sem prévio conhecimento deste, salvo por motivo
justificável;
-- O advogado deve informar ao cliente eventuais riscos e consequências da
demanda;
-- Ao final do mandato, deverá prestar contas (5 anos);
-- O advogado pode atuar em face de ex-cliente ou ex-empregador, devendo
resguardar segredo profissional (#DuDica ted 2 anos);
-- O advogado deve abster-se de patrocinar causa contrária à ética, não sendo
obrigado a aceitar imposição de cliente (ex: atuação conjunta com outro adv);
-- Poderá assumir defesa criminal sem considerar sua opinião pessoal;

3 - DIREITOS DO ADVOGADO
Art. 7º São direitos do advogado:

I - exercer, com liberdade, a profissão em todo o território nacional;

II - INVIOLABILIDADE;

● REQUISITOS PARA QUEBRA DA INVIOLABILIDADE:

Presentes indícios de autoria e materialidade de crime por parte de adv, a autoridade


judiciária poderá decretar a quebra da inviolabilidade em decisão motivada, expedindo
mandado de busca e apreensão, específico e pormenorizado, a ser cumprido na presença
de representante da OAB, sendo vedada a utilização dos documentos, mídias e objetos
pertencentes a clientes do adv averiguado, bem como dos demais instrumentos de
trabalho que contenham informações sobre clientes (§6º), salvo se houver entre cliente
e advogado coautoria ou participação na prática do crime que deu causa à quebra da
inviolabilidade (§ 7º).
III - comunicar-se com seus clientes, pessoal e reservadamente, mesmo sem procuração,
quando estes se acharem presos, detidos ou recolhidos em estabelecimentos civis
ou militares, ainda que considerados incomunicáveis;
IV - ter a presença de representante da OAB, quando preso em flagrante, por motivo
ligado ao exercício da advocacia, para lavratura do auto respectivo, sob pena de
nulidade e, nos demais casos, a comunicação expressa à seccional da OAB;

 4
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

V - não ser recolhido preso, antes de sentença transitada em julgado, senão em sala
de Estado Maior, com instalações e comodidades condignas, assim reconhecidas
pela OAB, e, na sua falta, em prisão domiciliar;

VI - ingressar livremente:
a) nas salas de sessões dos tribunais, mesmo além dos cancelos que separam a
parte reservada aos magistrados;
b) nas salas e dependências de audiências, secretarias, cartórios, ofícios de
justiça, serviços notariais e de registro, e, no caso de delegacias e prisões,
mesmo fora da hora de expediente e independentemente da presença de seus
titulares;
c) em qualquer edifício ou recinto em que funcione repartição judicial ou
outro serviço público onde o advogado deva praticar ato ou colher prova ou
informação útil ao exercício da atividade profissional, dentro do expediente
ou fora dele, e ser atendido, desde que se ache presente qualquer servidor ou
empregado;
d) em qualquer assembleia ou reunião de que participe ou possa participar o
seu cliente, ou perante a qual este deva comparecer, desde que munido de
poderes especiais;
VII - permanecer sentado ou em pé e retirar-se de quaisquer locais indicados no inciso
anterior, independentemente de licença;
VIII - dirigir-se diretamente aos magistrados nas salas e gabinetes de trabalho,
independentemente de horário previamente marcado ou outra condição, observando-
se a ordem de chegada;
IX - usar da palavra, pela ordem, em qualquer juízo ou tribunal, mediante intervenção
sumária, para esclarecer equívoco ou dúvida surgida em relação a fatos, documentos
ou afirmações que influam no julgamento, bem como para replicar acusação ou
censura que lhe forem feitas;
X - reclamar, verbalmente ou por escrito, perante qualquer juízo, tribunal ou autoridade,
contra a inobservância de preceito de lei, regulamento ou regimento;
XI - falar, sentado ou em pé, em juízo, tribunal ou órgão de deliberação coletiva da
Administração Pública ou do Poder Legislativo;
XII - examinar, em qualquer órgão dos Poderes Judiciário e Legislativo, ou da Administração
Pública em geral, autos de processos findos ou em andamento, mesmo sem
procuração, quando não estejam sujeitos a sigilo, assegurada a obtenção de cópias,
podendo tomar apontamentos;
XIII - examinar, em qualquer instituição responsável por conduzir investigação, mesmo
sem procuração, autos de flagrante e de investigações de qualquer natureza, findos
ou em andamento, ainda que conclusos à autoridade, podendo copiar peças e tomar
apontamentos, em meio físico ou digital; (Redação dada pela Lei nº 13.245, de 2016)

 5
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

§ 10.  Nos autos sujeitos a sigilo, deve o advogado apresentar procuração para o
exercício dos direitos de que trata o inciso XIV.          (Incluído pela Lei nº 13.245, de
2016)
§ 11.  No caso previsto no inciso XIV, a autoridade competente poderá delimitar o
acesso do advogado aos elementos de prova relacionados a diligências em andamento
e ainda não documentados nos autos, quando houver risco de comprometimento
da eficiência, da eficácia ou da finalidade das diligências.          (Incluído pela Lei nº
13.245, de 2016)
§ 12.  A inobservância aos direitos estabelecidos no inciso XIV, o fornecimento
incompleto de autos ou o fornecimento de autos em que houve a retirada de peças já
incluídas no caderno investigativo implicará responsabilização criminal e funcional
por abuso de autoridade do responsável que impedir o acesso do advogado com
o intuito de prejudicar o exercício da defesa, sem prejuízo do direito subjetivo do
advogado de requerer acesso aos autos ao juiz competente.         (Incluído pela Lei
nº 13.245, de 2016)

XIV - ter vista dos processos judiciais ou administrativos de qualquer natureza, em


cartório ou na repartição competente, ou retirá-los pelos prazos legais;
XV - retirar autos de processos findos, mesmo sem procuração, pelo prazo de dez dias;
#DuDICA (Art. 7º, § 1º) Não se aplica o disposto nos incisos XV
e XVI aos processos em regime de segredo de justiça, processos com
docs. Originais de difícil restauração e quando o adv. houver deixado
de devolver os autos no prazo legal.
XVI - ser publicamente desagravado, quando ofendido no exercício da profissão ou em
razão dela;

#DuDICA PROMOVIDO PELO CONSELHO SECCIONAL,


INDEPENDENTEMENTE DA ANUÊNCIA DO OFENDIDO. Vide Art. 7º, §
5º EAOAB e os Artigos 18 e 19 do Regulamento Geral do Estatuto da
Advocacia e da OAB.
XVII - usar os símbolos privativos da profissão de advogado;
XVIII - recusar-se a depor como testemunha em processo no qual funcionou ou deva
funcionar, ou sobre fato relacionado com pessoa de quem seja ou foi advogado,
mesmo quando autorizado ou solicitado pelo constituinte, bem como sobre fato
que constitua sigilo profissional;
XIX - retirar-se do recinto onde se encontre aguardando pregão para ato judicial, após
trinta minutos do horário designado e ao qual ainda não tenha comparecido a
autoridade que deva presidir a ele, mediante comunicação protocolizada em juízo.

 6
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

XX - assistir a seus clientes investigados durante a apuração de infrações, sob


pena de nulidade absoluta do respectivo interrogatório ou depoimento e,
subsequentemente, de todos os elementos investigatórios e probatórios dele
decorrentes ou derivados, direta ou indiretamente, podendo, inclusive, no curso
da respectiva apuração:  (Incluído pela Lei nº 13.245, de 2016)
a) apresentar razões e quesitos; (Incluído pela Lei nº 13.245, de 2016)
§ 2º O advogado tem imunidade profissional, não constituindo injúria,
difamação ou desacato puníveis qualquer manifestação de sua parte, no exercício
de sua atividade, em juízo ou fora dele, sem prejuízo das sanções disciplinares
perante a OAB, pelos excessos que cometer. (Vide ADIN 1.127-8)
§ 3º O advogado somente poderá ser preso em flagrante, por motivo de exercício
da profissão, em caso de crime inafiançável, observado o disposto no inciso IV
deste artigo.
§ 4º O Poder Judiciário e o Poder Executivo devem instalar, em todos os juizados,
fóruns, tribunais, delegacias de polícia e presídios, salas especiais permanentes
para os advogados, com uso e controle assegurados à OAB. (Vide ADIN 1.127-8)

Art. 7o-A. São direitos da advogada: (Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
I - gestante: (Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
a) entrada em tribunais sem ser submetida a detectores de metais e aparelhos de
raios X; (Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
b) reserva de vaga em garagens dos fóruns dos tribunais; (Incluído pela Lei nº
13.363, de 2016)
II - lactante, adotante ou que der à luz, acesso a creche, onde houver, ou a local
adequado ao atendimento das necessidades do bebê;  (Incluído pela Lei nº 13.363,
de 2016)
III - gestante, lactante, adotante ou que der à luz, preferência na ordem das sustentações
orais e das audiências a serem realizadas a cada dia, mediante comprovação de sua
condição;   (Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
IV - adotante ou que der à luz, suspensão de prazos (30 DIAS) processuais quando for a
única patrona da causa, desde que haja notificação por escrito ao cliente. (Incluído
pela Lei nº 13.363, de 2016)
§ 1o    Os direitos previstos à advogada gestante ou lactante aplicam-se
enquanto perdurar, respectivamente, o estado gravídico ou o período de
amamentação. (Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
§ 2o  Os direitos assegurados nos incisos II e III deste artigo à advogada adotante
ou que der à luz serão concedidos pelo prazo (120 DIAS) previsto no art. 392 do

 7
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943 (Consolidação das Leis do Trabalho).


(Incluído pela Lei nº 13.363, de 2016)
§ 3o O direito assegurado no inciso IV deste artigo à advogada adotante ou que
der à luz será concedido pelo prazo (30 DIAS) previsto no § 6o do art. 313 da Lei
no 13.105, de 16 de março de 2015 (Código de Processo Civil).  (Incluído pela Lei
nº 13.363, de 2016)

4 - RELAÇÃO DO ADVOGADO COM A OAB


● INSCRIÇÃO NA OAB

- Requisitos;
1) Capacidade civil;
2) Graduação em direito;
3) Título de eleitor e quitação do serviço militar, se brasileiro;
4) Aprovação no exame de ordem;
5) Não exercer atividade incompatível com a advocacia (art. 28 Eaoab);
6) Idoneidade moral e;
7) Compromisso perante o conselho seccional;

● INSCRIÇÃO PRINCIPAL ART. 10

-- Realizada no conselho seccional onde o adv pretende manter seu domicílio


profissional;
● INCRIÇÃO SUPLEMENTAR ART. 10 § 2º

-- Deverá ser requerida se o adv atuar em conselho seccional diverso daquele que
mantém inscrição principal (+ de 5 causas por ano);
● TRANSFERÊNCIA DE INSCRIÇÃO

● LICENCIAMENTO DA INSCRIÇÃO ART. 12

-- Será deferido quando o profissional: requerer, desde que com motivos


justificáveis ou passar a exercer, em caráter temporário, atividade incompatível
com o exercício da advocacia
-- Consequências: não paga anuidade, não vota e não perde o nº de inscrição;
Exemplos: governador, sofrer doença mental curável...;

 8
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

● CANCELAMENTO DA INSCRIÇÃO ART. 11


-- Basta um simples requerimento, sofrer penalidade de exclusão, falecer, perder
qualquer um dos requisitos indispensáveis para a inscrição ou quando passar a
exercer, em caráter definitivo, atividade incompatível com a advocacia;
-- Consequências: perde o nº de inscrição;

● EXEMPLOS: JUIZ DE DIREITO, PM...;


ESTRANGEIRO FORMADO NO EXTERIOR OU
ADVOGADO ESTRANGEIRO QUE QUEIRA
BRASILEIRO FORMADO NO EXTERIOR QUE
ATUAR NO BRASIL
PRETENDA ADVOGAR NO BRASIL
PROVIMENTO CF 91/2000
ART. 8º, § 2º EAOAB
- Poderá exercer somente atividade de - Deverá cumprir os requisitos de inscrição (art.
consultoria/assessoria no direito estrangeiro 8º EAOAB), inclusive aprovação no exame de
correspondente ao seu país ou estado de ordem (estrangeiro fica dispensado de juntar
origem. título de eleitor e quitação do serviço militar).
- É vedado o exercício de postulatório judicial ou - Quando não graduado em direito no brasil,
de consultoria/assessoria em direito brasileiro, deverá fazer prova de título de graduação,
ainda que em conjunto com advogados/ obtido em instituição de ensino estrangeira,
sociedade de advogados brasileiros. devidamente revalidado por órgão oficial
- Para exercer assessoria/consultoria deverá brasileiro (mec).
requerer ao conselho seccional do local onde
for exercer sua atividade profissional uma #DuDica advogado português
autorização, que terá duração de 3 anos, Provimento nº 129 /2008
renovável a cada período de 3 anos.

5 - DA SOCIEDADE DOS ADVOGADOS ART. 15 a 17


EAOAB
Art. 15.  Os advogados podem reunir-se em sociedade simples de prestação de serviços de
advocacia ou constituir sociedade unipessoal de advocacia, na forma disciplinada nesta Lei
e no regulamento geral. (Redação dada pela Lei nº 13.247, de 2016)
§ 1o    A sociedade de advogados e a sociedade unipessoal de advocacia adquirem
personalidade jurídica com o registro aprovado dos seus atos constitutivos no Conselho
Seccional da OAB em cuja base territorial tiver sede.  (Redação dada pela Lei nº 13.247,
de 2016)
§ 2o  Aplica-se à sociedade de advogados e à sociedade unipessoal de advocacia o Código
de Ética e Disciplina, no que couber. (Redação dada pela Lei nº 13.247, de 2016)
§ 3º As procurações devem ser outorgadas individualmente aos advogados e indicar a
sociedade de que façam parte.
§ 4o Nenhum advogado pode integrar mais de uma sociedade de advogados, constituir
mais de uma sociedade unipessoal de advocacia, ou integrar, simultaneamente, uma

 9
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

sociedade de advogados e uma sociedade unipessoal de advocacia, com sede ou filial


na mesma área territorial do respectivo Conselho Seccional.  (Redação dada pela Lei nº
13.247, de 2016)
§ 5o    O ato de constituição de filial deve ser averbado no registro da sociedade e
arquivado no Conselho Seccional onde se instalar, ficando os sócios, inclusive o titular da
sociedade unipessoal de advocacia, obrigados à inscrição suplementar.              (Redação
dada pela Lei nº 13.247, de 2016)
§ 6º Os advogados sócios de uma mesma sociedade profissional não podem representar
em juízo clientes de interesses opostos.
§ 7o    A sociedade unipessoal de advocacia pode resultar da concentração por um
advogado das quotas de uma sociedade de advogados, independentemente das razões
que motivaram tal concentração.             (Incluído pela Lei nº 13.247, de 2016)
Art. 16.   Não são admitidas a registro nem podem funcionar todas as espécies de
sociedades de advogados que apresentem forma ou características de sociedade
empresária, que adotem denominação de fantasia, que realizem atividades estranhas
à advocacia, que incluam como sócio ou titular de sociedade unipessoal de advocacia
pessoa não inscrita como advogado ou totalmente proibida de advogar.    (Redação dada
pela Lei nº 13.247, de 2016)
§ 1º A razão social deve ter, obrigatoriamente, o nome de, pelo menos, um advogado
responsável pela sociedade, podendo permanecer o de sócio falecido, desde que prevista
tal possibilidade no ato constitutivo.
§ 2º O licenciamento do sócio para exercer atividade incompatível com a advocacia em
caráter temporário deve ser averbado no registro da sociedade, não alterando sua
constituição.
§ 3º É proibido o registro, nos cartórios de registro civil de pessoas jurídicas e nas juntas
comerciais, de sociedade que inclua, entre outras finalidades, a atividade de advocacia.
§ 4o  A denominação da sociedade unipessoal de advocacia deve ser obrigatoriamente
formada pelo nome do seu titular, completo ou parcial, com a expressão ‘Sociedade
Individual de Advocacia’. (Incluído pela Lei nº 13.247, de 2016)
Art. 17.   Além da sociedade, o sócio e o titular da sociedade individual de advocacia
respondem subsidiária e ilimitadamente pelos danos causados aos clientes por ação ou
omissão no exercício da advocacia, sem prejuízo da responsabilidade disciplinar em que
possam incorrer.  (Redação dada pela Lei nº 13.247, de 2016)

  10
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

6 - ADVOGADO EMPREGADO E ASSOCIADO


-- Ainda que empregado o advogado mantém sua independência profissional e
isenção técnica, prerrogativas inerentes ao exercício pleno da advocacia;
-- Interesse pessoal do empregador = novo contrato;
-- Subordinação mitigada (não precisa cumprir ordem que considerar errada).
-- Art. 11 RgeOAB – sindicatos de advogados
-- Jornada noturna 20h às 5h;
-- Adicional noturno 25%;
-- Jornada comum 4h diárias ou 20h semanais (dedicação exclusiva 8h diárias);
-- Hora extra não inferior a 100% da hora normal;

● ADVOGADOS ASSOCIADOS

-- Não há vinculo de emprego;


-- Participação nos lucros e resultados;

#DuDICA responsabilidade subsidiária e ilimitada x tipo societário

7 - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS ART. 22 A 26 EAOAB


● STF E STJ ENTENDERAM QUE OS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS TÊM NATUREZA JURÍDICA
ALIMENTAR.

● OS HONORÁRIOS PODE SER:

● CONVENCIONADOS;

● ARBITRADOS JUDICIALMENTE;

-- A sentença que arbitrar honorários terá natureza jurídica de título executivo


judicial;
-- No caso do contrato restar controverso.

● SUCUMBENCIAIS;

-- Podem ser cumulados aos honorários convencionados e arbitrados judicialmente;


-- Honorários de sucumbência: direito disponível adv empregado x soc. De adv
(art. 21 EAOAB – stf adin 1.194-4);
-- Se houver “empate”, a sucumbência será recíproca (cada parte paga rá ao seu
causídico).

  11
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

● CLÁUSULA QUOTA LITIS (PACTO COTISTA);

-- Quando o advogado admitir o recebimento de honorários fixados com base em


parte da vantagem obtida pelo cliente com a demanda judicial;
-- Pagamento dos honorários necessáriamente em dinheiro somente ao final do
processo (custeio inicial, integral por parte do adv) e, quando acrescidos de
honorários de sucumbência não podem ser superiores às vantagens advindas
em favor do cliente;
-- Somente em caráter excepcional poderá o advogado receber bens particulares
de cliente (devendo declarar que não possui condições de adimplir os honorários
em pecúnia);
-- Prescreve em 5 anos a pretensão da ação de cobrança de honorários advocatícios,
bem como a ação de prestação de contas pelas quantias recebidas pelo advogado;

#DuDICA Art. 26. O advogado substabelecido, com reserva de poderes,


não pode cobrar honorários sem a intervenção daquele que lhe
conferiu o substabelecimento.

● SÚMULA 14 STJ – CORREÇÃO MONETÁRIA A PARTIR DO AJUIZAMENTO;

● SÚMULA 201 STJ – FIXAÇÃO COM BASE NO SALÁRIO MÍNIMO;

● SÚMULA 345 STJ – FAZENDA PÚBLICA;

● SÚMULA 363 STJ – COMPETÊNCIA JUSTICA ESTADUAL;

8 - INCOMPATIBILIDADE E IMPEDIMENTO ART. 27 a


30 EAOAB
● INCOMPATIBILIDADE (ART. 28/29 EAOAB)

-- Proibição total para o exercício da advocacia, mesmo em causa própria;


-- Pode ser temporária (licenciamento da inscrição) ou permanente (cancelamento
da inscrição);
-- Nulos os atos praticados por adv que passou a exercer atividade incompatível;
-- A incompatibilidade permanece mesmo que o ocupante deixe de exercer a
atividade temporariamente;

  12
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

● PODEM ADVOGAR EXCLUSIVAMENTE NA FUNÇÃO A QUAL FORAM INVESTIDOS:

-- Os procuradores-gerais, advogados-gerais, defensores-gerais e dirigentes de


órgãos jurídicos da adm pública direte, indireta e fundacional;

● NÃO SÃO INCOMPATÍVEIS:

-- Aqueles que exercem a coordenação de cursos jurídicos;


-- Juiz eleitoral e seus suplente (tse, tre), bem como adv indicados para compor o
cnj e cnmp.

● EXEMPLOS DE INCOMPATIBILIDADE (ART. 28/29 EAOAB)

-- Presidente da republica, governador, prefeito, bem como seus vices; membros


da mesa do poder legislativo (presidente do senado, 1º secretário da assembléia
legislativa, vice-presidente da câmara dos vereadores);
-- Juiz de direito, juiz do trabalho, juiz federal, juiz de paz, membros do mp e
membros dos tribunais e conselhos de contas;
-- Func. Público com cargo ou função de direção. Não se incluem os que não tenham
poder de decisão relevante sobre intesse de 3º;
-- Func. Ligados direta ou indiretamente ao poder judiciário, bem como aqueles
que exerçam serviços notariais e registrários;
-- Atividade policial direta ou indireta. Policial civil ou militar (federal, estadual e
municipal). Por exemplo: escrivão, carcereiro, investigador, médico legista, perito,
tenente da pm, soldado da PM...;
-- Militares do exército, marinha e aernáutica, enquanto ativos;
-- Auditor da receita federal, auditor do ministério do trabalho, delegado da receita
federal, fiscal de rendas estadual;
-- Gerente da caixa econômica federal, diretor do banco do brasil.

● IMPEDIMENTO (ART. 30 EAOAB)

-- Proibição parcial, uma limitação para o exercício da advocacia;

#Dudica limitação externa ao EAOAB – ec 45/2004 (art. 95, V CF)


juízes de direito antes de decorridos 3 anos do afastamento não
podem advogar na comarca a qual se afastou.

  13
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

9 - DAS INFRAÇÕES E SANÇÕES


ART. 34 a 43 EAOAB;
Há 4 sanções previstas no Estatuto: CENSURA, SUSPENSÃO, EXCLUSÃO e MULTA;

● CENSURA

-- representa um registro no prontuário do advogado. É uma “bronca”, registrada


no prontuário;
-- Não é uma sanção pública. Ela não será publicada no Diário da Justiça. Fica
somente no prontuário do advogado.
-- poderá ser convertida em ADVERTENCIA ESCRITA POR OFÍCIO RESERVADO
quando presente circunstância atenuante (Primariedade, Exercício Assíduo e
Proficiente de Cargo/Mandato na OAB);

#DuDICA Advertência escrita não é sanção propriamente dita. Trata-se


de conversão da censura.

● SUSPENSÃO

- acarreta a proibição do exercício da advocacia em todo território nacional;

- O Advogado suspenso não pode advogar em nenhum CS durante a suspensão, mas


continua pagando anuidade p/ OAB;

- Ao contrário da censura, a suspensão é uma sanção pública;

#DuDICA Em regra, cabe suspensão quando a infração tratar de


DINHEIRO, CARGA DOS AUTOS e INÉPCIA PROFISSIONAL.

Exceção:

-- XVII e o § Único do Art. 34 = Pena de Suspensão


-- Também cabe suspensão quando houver reincidência em infração disciplinar.
-- PRAZOS DA SUSPENSÃO: regra a suspensão dura de 30 dias a 12 meses.
-- Temos 3 exceções:
-- ART. 34, XXI EAOAB: 30 DIAS ATÉ A EFETIVA PRESTAÇÃO DE CONTAS;
-- ART. 34, XXIII EAOAB: 30 DIAS ATÉ O EFETIVO PAGAMENTO, DEVIDAMENTE
ATUALIZADO;

  14
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

-- ART. 34, XXIV EAOAB: 30 DIAS ATÉ APROVAÇÃO EM NOVAS - PROVAS DE


HABILITAÇÃO;
-- PRESCRIÇÃO PUNITIVA ART. 43 EAOAB;
-- 5 ANOS PRETENSÃO;
-- 3 ANOS PROCESSO DISCIPLINAR PARALISADO;

#DuDICA TED DEVERÁ DECLARAR DE OFÍCIO (MATÉRIA DE ORDEM


PÚBLICA).

● EXCLUSÃO

-- É a pena mais grave do Estatuto;


-- Gera o cancelamento da inscrição;
-- É pena pública;
-- Cabe a exclusão quando a infração tratar de um CRIME (#DuDica) e na aplicação
da 3ª suspensão;
-- Para aplicar a exclusão é necessária manifestação favorável do Conselho Seccional
com quórum de 2/3.

● MULTA

-- É uma sanção agravante da censura e da suspensão;


-- Sanção acessória;
-- O valor da multa pode variar de 1 a 10 anuidades. Devendo ser recolhida ao
Seccional da inscrição principal do infrator.

● Reabilitação Disciplinar – Após 1 ano do cumprimento (Art. 41 EAOAB);

● Atenuantes – Art. 40 EAOAB;

  15
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

10 - ÓRGÃOS DA OAB
-- OAB é serviço público federal independente;
-- É dotada de personalidade jurídica e forma federativa;
-- Natureza jurídica: instituição pública SUI GENERIS (adin 3.026-6);
-- Não mantém vínculo hierárquico ou funcional com nenhum órgão da administração
pública;
-- Imunidade tributária;
-- Competência para fixar e cobrar de seus inscritos contribuições, preços de
serviços e multas, constituindo título executivo extrajudicial a certidão de dívida
passada pela diretoria do conselho competente;

#DuDICA O PAGAMENTO DA ANUIDADE À OAB ISENTA OS INSCRITOS


DE CONTRIBUIÇÃO SINDICAL;

EX: O advogado que trabalha num banco, por exemplo, inscrito na OAB, estará isento
da contribuição cobrada pelo Sindicato dos Bancários.

-- O cargo de conselheiro ou membro de diretoria de órgão da OAB é de exercício


gratuito e obrigatório, considerado serviço público relevante, inclusive para fins
de disponibilidade e aposentadoria;

● ANUIDADES

10% CF

3% FUNDO DE
CULTURA
ADMINISTRADO
PELA ESA
60%
2% FUNDO DE
INTEGRAÇÃO E
DESENVOLVIMENTO
ASSISTENCIAL DOS
ADVOGADOS
100%
ANUIDADES CS 45% DESPESAS
ADMINISTRATIVAS E
MANUTENÇÃO
DOS CS e SB

20% CS

40%

20% CAA

  16
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB
● CONSELHO FEDERAL

- 3 Conselheiros federais de cada cs, com direito a voz e voto, a ser tomado por
delegação; #dudica não poderão debater/votar quando tiver participado
da deliberação local.
- O conselheiro opina mas não participa da votação da matéria de interesse
específico da unidade que representa.
- Na eleição dos membros da diretoria do CF o voto é individual e exclusivo
aos conselheiros federais
- Ex-presidentes do CF, a título honorário e vitalício, com direito a voz; #dudica
poderão votar os que exerceram mandato antes de 05/07/94.
- Presidente do cf, na condição de convidados das sessões, com direito a voz.
Terá também, direito ao voto de qualidade;
- Presidente do iab e os agraciados com a “medalha Rui Barbosa” participam
com direito a voz.

● CONSELHO SECCIONAL

-- Pelos conselheiros em nº proporcional ao dos advogados nele inscritos (mínimo


30 e máximo 80 conselheiros), com direito a voz e voto (art. 106 rgEAOAB);
-- Pelos ex-presidentes do cs, a título honorário e vitalício, com direito a voz; e
-- Pelo presidente do instituto dos advogados, na condição de membro honorário,
somente com direito a voz. Quando presente às sessões do cs, o presidente do
cf, os conselheiros federais integrantes da respectiva delegação, o presidente da
caa e os presidentes das subseções têm somente direito a voz.

● COMPETÊNCIA DO CONSELHO SECCIONAL – ART. 58 EAOAB

#DuDICA REALIZAÇÃO DO EXAME DE ORDEM COMPETE AO CS, MAS É


REGULAMENTADO PELO CF ART. 8º § 1º c/c ART. 54, V EAOAB;

● SUBSEÇÃO

-- Criada pelo cs, que fixará sua área territorial e limites de competência e autonomia;
-- Área territorial = ½, 1 ou + municípios desde que haja + de 15 adv domiciliados;
-- Quando tiver mais de 100 advogados, nela profissionalmente dominciliados,
poderão criar o conselho da subseção;
-- Poderá sofrer intervenção do cs, desde que autorizada por quórum de 2/3 dos
adv;
-- Finalidade meramente administrativa, não tem poder de decisão. É o único órgão
da OAB que não tem personalidade jurídica própria.

  17
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

● CAA

-- Tem a finalidade de prestar assistência aos advogados inscritos no CS a que


tenha vínculo;
-- Criada pelo CS quando este tiver + 1500 advogados inscritos em sua área
territorial;
-- Adquire personalidade jurídica com a aprovação e registro de seu estatuto pelo
respectivo CS da OAB;
-- Diretoria composta por 5 membros, com atribuições definidas no seu regimento
interno;
-- Cabe à caa metade da receita das anuidades recebidas pelo cs, considerado o
valor resultante após as deduções regulamentares obrigatórias;
-- Em caso de extinção ou desativação da caa, seu patrimônio incorpora ao do CS
respectivo;
-- CS mediante voto de 2/3 de seus membros, pode intervir na caa, no caso de
descumprimento de suas finalidades, designando diretoria provisória, enquanto
durar a intervenção.

11 - ELEIÇÕES E MANDATO
● CONSELHO SECCIONAL

-- O advogado regularmente inscrito na OAB, em dia com sua anuidade, será


obrigado a votar, sob pena de multa, no importe de 20% sobre o valor da
anuidade, salvo justo motivo;
-- O advogado inadimplente e o estagiário não poderão votar;
-- O voto é direto e secreto;
-- Composição da chapa do CS art. 64 EAOAB
-- Candidatos do CS e à sua diretoria;
-- Delegação do CF;
-- Direitoria da CAA;
-- Chapa da subseção (diretoria e conselho, se houver).

-- Para ser candidato, é necessário:


-- Situação regular junto à OAB;
-- Não ocupar cargo exonerável AD NUTUM (func. Público não estável);
-- Não ter sido condenado por infração disciplinar, salvo reabilitação; e
-- Exercer efetivamente a profissão há mais de 5 anos.

  18
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

● ELEIÇÕES NO CONSELHO FEDERAL

-- Será admitido registro, junto ao cf, de candidatura à presidência, desde 6 meses


até 1 mês antes da eleição (sob pena de cancelamento da candidatura);
-- O requerimento de registro deverá vir acompanhado do apoio de, no mínimo, 6
CS;
-- Eleita a chapa que obtiver maioria simples dos votos dos conselheiros federais,
presente a metade mais um de seus membros;
-- Cada conselheiro federal terá direito a 1 voto nas eleições;
-- Com exceção do presidente, os demais integrantes da chapa deverão ser
conselheiros federais eleitos;

● ELEIÇÕES NO CONSELHO SECCIONAL

-- O advogado com inscrição suplementar pode exercer opção de voto, comunicando


ao conselho onde tem inscrição principal;
-- As chapas concorrentes podem cadastrar até 2 fiscais;
-- As impugnações devem ser formuladas às mesas eleitorais, sob pena de preclusão;

● PRAZO DE MANDATO:

-- 3 ANOS, PERMITIDA A REELEIÇÃO SEM LIMITES. Tanto no CF, como no CS;


-- NENHUM CARGO SERÁ REMUNERADO.

● DATA DA ELEIÇÃO

-- CS – 2ª quinzena de novembro do último ano do mandato anterior;


-- CF – 31/01 do ano seguinte à eleição do cs.

● DATA DA POSSE

-- CS 1º de janeiro do ano seguinte à eleição;


-- CF 1º de fevereiro (dia seguinte à eleição no cf).

● EXTINÇÃO DO MANDATO

-- Fim do mandato;
-- Qualquer hipótese de cancelamento de inscrição ou de licenciamento do
profissional;

  19
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

-- O titular sofrer condenação disciplinar;


-- O titular faltar, sem motivo justificado, a 3 reuniões ordinárias consecutivas de
cada órgão deliberativo do conselho ou da diretoria da subseção ou da caa, não
podendo ser reconduzido no mesmo período de mandato;

#DuDICA COM EXCEÇÃO AO FIM DO MANDATO, CABERÁ AO CS


ESCOLHER O SUBSTITUTO, CASO NÃO HAJA SUPLENTE.

12 - TRIBUNAL DE ÉTICA E DISCIPLINA


-- Julgar os processos disciplinares;
-- Orientar e aconselhar os advogados, sobre a ética profissional, respondendo às
consultas em tese;
-- Definir os limites de sua competência e autonomia;
-- Definir a composição do conselho da subseção e suas atribuições, quando for o
caso;
-- Instaurar, de ofício, processo competente sobre ato ou matéria que considere
passível de configurar, em tese, infração a princípio ou norma de ética
profissional;
-- Organizar, promover e desenvolver cursos, palestras, seminários e discussões
a respeito de ética profissional, inclusive junto aos cursos jurídicos, visando à
formação da consciência dos futuros profissionais para os problemas fundamentais
da ética;
-- Expedir provisões ou resoluções sobre o modo de proceder em casos previstos
nos regulamentos e costumes do foro;
-- Mediar e conciliar nas questões que envolvam: dúvidas e pendências entre
advogados, partilha de honorários contratados em conjunto ou mediante -
substabelecimento, ou decorrente de sucumbência e controvérsias surgidas
quando da dissolução de sociedade de advogados;
-- Fixar data da eleição da diretoria e do conselho, quando for o caso, e o início do
mandato com encerramento coincidente com o do conselho seccional.

  20
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

13 - PROCESSO NA OAB
-- Aplicação subsidiária
-- EAOAB – CPP – LPAC – CPC (nessa ordem)

-- Prazos 15 dias – #dudica “estatuto debutante”


-- Sustentação oral 15 minutos;
-- Juntada do original de recurso interposto via fax 10 dias;

-- Durante o recesso do CS os prazos ficam suspensos;


-- Contagem:
-- Notificação pessoal do adv – 1º dia útil posterior;
-- Publicação na imprensa oficial – 1º dia útil seguinte ao da publicação.

COMPETÊNCIA PARA JULGAMENTO DO PROCESSO DISCIPLINAR E PARA APLICAÇÃO DA


SANÇÃO DISCIPLINAR

REGRA JULGAMENTO APLICAÇÃO

TED/CS/LOCAL DOS
PROCESSO DISCIPLINAR CS/IP
FATOS
INFRAÇÃO PRATICADA
CF PRESIDENTE DO CF
PERANTE O CF OU POR
ART. 51, § 3º CED ART. 100, V, RG
SEUS MEMBROS
- NO ÂMBITO DO CF (PRESIDENTE DO CF –
INFRAÇÃO PRATICADA CF ART. 100, V, RG);
PELO PRESIDENTE DO CS ART. 51, § 3º CED
- DEMAIS CASOS CS/IP;
INFRAÇÃO PASSÍVEL DE
TED/CS/IP CS/IP
SUSPENSÃO PREVENTIVA

-- Jurisdição disciplinar não exclui a comum, quando o fato constituir crime ou


contravenção deverá ser comunicado às autoridades competente;

-- O processo disciplinar pode ser instaurado:


-- De ofício pela OAB (presidente do cs, subseção ou presidente do ted;
-- Representação de qualquer autoridade;
-- Pessoa interessada, vedado o anonimato;

  21
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

-- O processo disciplinar tramitará em sigilo, tendo acesso aos autos:


-- As partes litigantes;
-- Os advogados constituídos nos autos; e
-- Autoridade judiciária competente.

-- Revelia
-- O presidente do CS ou subseção deverá designar defensor dativo;

-- Revisão
-- É possível, desde que demonstrado erro no julgamento ou condenação
baseada em falsa prova;

-- Suspensão preventiva art. 70, § 3º EAOAB


-- Em caso de repercussão prejudicial à dignidade da advocacia, depois
de ouvir o acusado em sessão especial para a qual deve ser notificado a
comparecer, salvo se não atender à notificação, poderá o CS/IP suspender
preventivamente;
REQUISITO DE MANUTENÇÃO

-- TED/CS/IP deverá julgar o processo disciplinar no prazo máximo de 90 dias,


sob pena de se considerar constragimento ilegal e ter de ser baixada a referida
suspensão;

14 - RECURSOS
- REGRA efeito SUSPENSIVO
- EXCEÇÃO efeito DEVOLUTIVO (vide Art. 77 EAOAB)
• Eleições (arts. 63 e seguintes);
• Suspensão preventiva decidida pelo TED;
• Cancelamento da inscrição obtida com falsa prova.
DAS DECISÕES DO(A) CABE RECURSO AO LEGITIMIDADE

A) TED;
B) DIRETORIA SUBSEÇÃO;
CONSELHO SECCIONAL PARTES LITIGANTES
C) DIRETORIA CAA;
D) PRESIDENTE CS;
A) NÃO UNÂNIMES;
PARTES LITIGANTES
B) UNÂNIMES (QUE TENHAM
CONSELHO FERIDO O EAOAB, CED,
CONSELHO FEDERAL PRESIDENTE
SECCIONAL RGEAOAB, PORTARIAS,
DO CONSELHO
EMENTAS E DECISÕES DO CF/CS
SECCIONAL
DA OAB

  22
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M
100 % na OAB

www.duartejr.com

  23
www.duartejr.com
W W W. D UA RT E J R .CO M