Você está na página 1de 10

Célula vegetal, a vida no mundo verde

AULA 3 O que diferencia a célula animal da célula vegetal? Uma dessas diferenças é
visível e responsável pela cor verde, predominante no reino vegetal. O que
ocorre no interior da célula vegetal faz que seja considerada como o menor
laboratório do mundo.

Quanto mais verde, melhor


Por que a maior parte
dos vegetais é verde?

Porque as suas células estão re-


cheadas de cloroplastos, umas bolsi-
nhas verdes. “É dentro dos cloroplastos
que fica a clorofila, substância também
esverdeada que absorve a luz do sol e a
Plantas transforma em energia”, explica o botâni-
co Fernando Roberto Martins, da Univer-
sidade Estadual de Campinas, interior
de São Paulo. Quanto maior a quantida-
de desses geradores verdes nas folhas,
maior será a sua capacidade de produzir
a energia de que o vegetal precisa para
crescer. Por isso, durante a evolução,
sobreviveram principalmente as plantas
ricas em cloroplastos. Há, contudo, algu-
mas que têm folhas de outras cores. É o
caso da acalifa, um arbusto vermelho co-
Folhas mum em jardins; mas elas também têm
bastante clorofila; só que o verde é mas-
carado por outros pigmentos, chamados
antocianas (ou antocianinas).
A clorofila, que é esverdeada, fica ar-
mazenada nos cloroplastos. Quanto mais
dessas estruturas uma planta tiver, mais
energia em forma de glicose, seu alimento
principal, ela vai produzir.

 Revista Superinteressante. Novembro de 1999.

Célula vegetal

Biologia 1 - Aula 3 23 Instituto Universal Brasileiro


A célula vegetal e a energia
A célula vegetal é um verdadeiro la- Estrutura da célula vegetal
boratório, onde se realiza a síntese da
energia luminosa do Sol para a produção A célula vegetal apresenta, basica-
de substância orgânica (glicose). Somente mente, a mesma constituição de uma cé-
os seres clorofilados (plantas e algas) são lula animal, desde a membrana plasmáti-
capazes de fabricar alimento, por isso cha- ca até as organelas citoplasmáticas. Além
mados seres autótrofos. Graças a essa dessas, ainda possui três estruturas ca-
extraordinária capacidade, os vegetais e racterísticas, que lhe conferem a realiza-
as algas são largamente utilizados pelo ho- ção de importantes funções, com exclusi-
mem, como matéria-prima para inúmeras vidade:
indústrias.
Leia o texto abaixo, que exemplifica uma 1. membrana celulósica (parede celular);
das grandes extrações vegetais utilizadas em 2. plastos (ex.: cloroplastos);
indústrias. 3. vacúolo.

Extração da celulose Retículo


endoplasmático
Parede celular
A polpa de celulose é obtida indus- liso

trialmente a partir da madeira de árvores Cloroplasto Núcleo

como o pinho e o eucalipto, e de plantas Nucléolo


Membrana
herbáceas com grande quantidade de ce- plasmática
lulose no talo, como a cana-de-açúcar. Carioteca

São usadas pelas indústrias de papel e Complexo


de Golgi
papelão, ou pelas indústrias químicas que Mitocôndria
convertem a polpa em celuloide, explosi-
vos, celofane, acetato de celulose, lubrifi- Vacúolo

cantes e emulsificantes, além de outros. Ribossomo

A indústria têxtil usa fibras vegetais Retículo


naturais como o algodão (formado de Citoplasma
endoplasmático
rugoso
99,8% de celulose), a juta, o cânhamo, o
rami e o linho, que também são ricos em
celulose.
 1 - Membrana celulósica
 Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Também chamada de parede celular,
Nesta aula você vai estudar as estrutu- é a segunda membrana da célula vegetal,
ras que diferenciam a célula vegetal de uma constituindo um envoltório da membrana
célula animal e quais as suas funções. Co- plasmática. Por ser resistente, dá forma e
nhecerá os dois processos químicos ener- proteção à célula, sendo flexível e permeá-
géticos mais importantes na manutenção da vel. Quimicamente, a parede celular é cons-
vida no planeta: a fotossíntese e a respira- tituída por celulose, que é um carboidrato de
ção. A fotossíntese, que transforma a ener- molécula grande, um polissacarídeo ou mo-
gia da luz solar em energia química (molé- lécula formada pela ligação de muitas molé-
cula de glicose), e a respiração, que libera culas de glicose (poli = “muitas”; sacarídeo =
a energia armazenada para o metabolismo “açúcar”). Cerca de 33% do peso da planta
da célula. são de celulose.
Biologia 1 - Aula 3 24 Instituto Universal Brasileiro
É possível produzir papel com menos impacto ambiental?
As indústrias fabricantes de papel são classificadas como motivadoras de desmatamento, alte-
radoras de paisagens com a plantação de eucaliptos, poluidoras de rios e lagos e grandes emissoras
de gases do efeito estufa. O consumo de papel aumenta a pressão sobre as florestas do mundo, pois
19% das árvores derrubadas são para fabricar celulose. No Brasil, a celulose é produzida a partir
de plantações de pinus e eucalipto, e essas florestas artificiais são intercaladas com 30% de matas
nativas, ajudando a preservar a fauna local e as bacias hidrográficas.
O papel de fibra de cana-de-açúcar é o futuro das empresas “verdes”. Foi comprovado que no bagaço
da cana existem fibras de excelente qualidade para a fabricação de papéis dos mais diversos tipos, com carac-
terísticas de pureza, biodegradabilidade e reciclagem 100%. Ao contrário da madeira de reflorestamento, que
precisa de muitos anos para ser utilizada na fabricação de papel, o bagaço da cana-de-açúcar é abundante
praticamente o ano todo, permitindo menores gastos no manejo, já que o ciclo médio da cana é de 18 meses.

O papel foi inventado na China, 100


A cana-de-açúcar funciona como anos a.C., por Ts’ai Lun, conselheiro da corte
uma esponja natural chinesa, que criou o primeiro processo autên-
tico de fabricação de papel, a partir de tiras do
caule da planta Cyperius papyrus.

2 - Plastos
Plastos são organelas exclusivas de células ve-
getais e de algas. Alguns armazenam substâncias
(amido, lipídios ou proteínas) e são chamados leu-
coplastos (plastos incolores). Outros armazenam
pigmentos e chamam-se cromoplastos (plastos
coloridos). Destes, os mais importantes são os clo-
Desde a muda, a cana-de-açúcar ab- roplastos, que possuem o pigmento verde clorofila
sorve grandes volumes de CO 2 enquanto e são encontrados nas partes verdes das plantas: fo-
cresce (na proporção de 650 kg de CO 2 lhas e caules jovens. Dependendo da espécie, uma
para uma tonelada de cana). Benefícios
célula vegetal pode conter de 10 a 100 cloroplastos.
do uso de fibras de cana na fabricação de
papel:
É nos cloroplastos que ocorre o proces-
so da fotossíntese, que consiste na biocon-
• custo muito baixo; versão da energia luminosa do Sol em energia
• menor emissão de gases do efeito es- química (molécula de glicose).
tufa (sem queima do bagaço);
• material 100% reciclável (para cada to- Veja a estrutura de um cloroplasto
nelada de papel reciclado, preservam-se 350 Granum (conjunto Estroma
m2 de floresta e economizam-se 20.000 litros de tilacoides)
de água);
• menos resíduos nas lavouras;
• utilizável em todos os segmentos da
indústria gráfica e nos escritórios.

Disponível em: http//www.gcepapeis.com.br/índex.php/
produtos.html. Acesso em: 13/03/2011.
Tilacoides (armazenam clorofila)

Biologia 1 - Aula 3 25 Instituto Universal Brasileiro


3 - Vacúolo Fisiologia vegetal - Principais
É uma bolsa existente dentro da célula processos energéticos
vegetal, que serve para armazenar água ou
outra substância. Na epiderme da laranja, por
exemplo, o vacúolo armazena o óleo essen- 1. Fotossíntese – processo de
cial que dá o odor característico. Na célula ve- síntese de energia
getal adulta o vacúolo é bem grande e ocupa
o centro da célula, deixando o núcleo deslo- A fotossíntese é um processo comple-
cado para o lado. O vacúolo regula o grau de xo, que só se realiza durante o dia. Inicia-se
hidratação da célula. com a absorção da energia da luz solar pela
clorofila, presente nos tilacoides, e termina
com a produção de glicose e oxigênio. A
energia fica armazenada nas ligações quí-
micas da molécula de glicose, e o oxigênio
é liberado.
As plantas, através da fotossíntese,
transformam substâncias inorgânicas (gás
carbônico e água) em substâncias orgâni-
cas (carboidratos), que fornecem energia a
1 2 3 todos os seres vivos. Quanto ao oxigênio,
quando não é totalmente usado na respira-
Variação do volume de água ção da própria planta (planta também res-
dentro do vacúolo pira!), uma parte do gás é liberada para o
ambiente.

Equação química da fotossíntese

6CO2 + 12H2O luz C6H12O6 + 6O2 + 6H2O



gás carbônico água glicose oxigênio água

Esta equação está quimicamente balan- substâncias orgânicas, o vegetal está apto a
ceada, isto é, estão acertados os números de realizar a síntese de outras substâncias neces-
átomos e de moléculas que participam da re- sárias, como a sacarose (açúcar de cana ou de
ação. Assim, observe que são necessárias 6 beterraba), amido e celulose.
moléculas de gás carbônico para produzir uma
molécula de glicose. São produzidas ainda, 6 Fases da fotossíntese
moléculas de oxigênio e 6 moléculas de água.
A fonte de energia é o Sol e sem a clo- 1. Fase fotoquímica (ou fase luminosa)
rofila não existiria vida na Terra. As substân- Depende da energia luminosa para que
cias resultantes da fotossíntese, em especial ela seja fixada em ligações químicas da subs-
os hidratos de carbono mais simples, como tância ATP (trifosfato de adenosina). É rápida
a glicose, vão fornecer energia necessária e acontece dentro dos cloroplastos, nos tila-
aos vegetais, energia que será liberada du- coides. Nessa fase ocorre a fotólise (quebra)
rante a respiração. Formadas as primeiras da molécula de água, e o O2 é liberado.
Biologia 1 - Aula 3 26 Instituto Universal Brasileiro
2. Fase química (ou fase escura)
Não depende da luz para acontecer. Essa
fase é mais lenta e ocorre no estroma, material
que preenche o cloroplasto. Forma-se a molé-
cula de glicose a partir da redução do CO2 que Uma fotossíntese diferente
recebe os átomos de hidrogênio (H+).
Há bactérias que são capazes de
sintetizar alimento, porque possuem um
pigmento chamado bacterioclorofila, que
absorve energia luminosa. É uma fotossín-
tese diferente das plantas, porque não ne-
As grandes florestas, como se pensava, cessitam de água. Essas bactérias utilizam
não são o “pulmão” do mundo, porque as árvo- um composto inorgânico que possa forne-
res adultas consomem todo o oxigênio produzi- cer H+ para se ligar ao CO2 e formar um
do. Na verdade, a imensa quantidade de algas carboidrato. Utilizam o gás hidrogênio ou
unicelulares marinhas que vivem na superfície o ácido sulfídrico (H2S), como as bactérias
(fitoplâncton) é que constituem as maiores for- sulfurosas. Como não usam água, não libe-
necedoras de oxigênio para a atmosfera. ram gás oxigênio. Veja as equações:

► Nas bactérias que utilizam gás


Sem fotossíntese, não existiria hidrogênio:
vida animal no planeta. luz
CO2 + 2H2 ► (CH2O) + H2O
bacterioclorofila

► Nas bactérias que utilizam ácido


sulfídrico:
luz
CO2 + 2H2S ► (CH2O) + H2O + 2S
bacterioclorofila

(CH2O) é a fórmula mínima de um


carboidrato
A doce planta

Quimiossíntese
É outra forma de sintetizar alimento (car-
boidrato) usada por certas bactérias como a Ni-
trosomonas e outras. Nesse processo, não é ne-
cessária a energia solar. As bactérias utilizam
a energia química proveniente da oxidação de
A Stevia rebaudiana, uma planta usada no algumas substâncias para que ocorra a reação
passado pelos indígenas paraguaios para ado- entre o gás carbônico e a água, produzindo açú-
çar bebidas amargas, tem sido largamente usa- car e liberando oxigênio (como na fotossíntese).
da como adoçante por diabéticos e obesos, em Observe o esquema da quimiossíntese:
substituição à cana-de-açúcar, da qual é retirada a
sacarose, o açúcar que consumimos. Nas follhas Reagentes + O2 ► produtos + energia
dessa planta encontra-se o princípio ativo respon-
sável pelo gosto doce, o esteviosídeo. Essa subs- CO2 + H2O + energia ► CH2O + O2
tância é um produto não calórico, aproximadamen-
te trezentas vezes mais doce que a sacarose, não açúcar
fermenta e tem baixo índice toxicológico.

Biologia 1 - Aula 3 27 Instituto Universal Brasileiro


2. Respiração celular – processo
aeróbico de liberação da energia

Enquanto a fotossíntese só se realiza


durante o dia, a respiração é um processo
contínuo, ininterrupto, dia e noite. Durante
o dia as plantas fazem fotossíntese e res-
piram. À noite, só respiram.
Fotossíntese Respiração
A respiração celular realiza-se em
parte no citoplasma e em parte nas mitocôn-
drias. No citoplasma ocorre a glicólise, que
A respiração consiste na liberação da é a quebra da molécula de glicose e, nas
energia armazenada na molécula de glico- mitocôndrias, realizam-se muitas reações,
se e ocorre em todas as células de um orga- conhecidas como ciclo de Krebs e cadeia
nismo pluricelular. Essa energia é necessária respiratória, que liberam muita energia. Na
para o trabalho mecânico e para as reações glicólise são produzidas 2 moléculas de ATP
químicas da célula. A respiração é um pro- e nas etapas seguintes, 36. No total, cada
cesso aeróbico, isto é, necessita de oxigê- molécula de glicose degradada produz 38 de
nio, não depende da luz e é igual em todos ATP (onde a energia fica armazenada para
os organismos. ser usada quando for necessário).

Equação da respiração aeróbica (respiração celular)

C6H12O6 + 6O2 6CO2 + 6H2O + Energia



glicose oxigênio gás carbônico água 38 mol. de ATP

As 38 moléculas de ATP incorporam o equivalente a cerca de 304.000 calorias em suas


ligações fosfato. Essa energia vai sendo liberada de modo gradativo, porque, se fosse libe-
rada de uma só vez, a célula seria totalmente danificada.

A energia nas fibras musculares

As fibras musculares têm grande quantidade de mitocôndrias no citoplasma, significando


que necessitam de muita energia, principalmente durante exercícios físicos. A glicose necessária é
proveniente da digestão dos carboidratos que ingerimos. Por isso, os carboidratos são classifica-
dos como alimentos energéticos (farináceos, doces, massas, tubérculos, açúcar das frutas etc.).
Um dos alimentos que reforçam os músculos é o espinafre. Estudo publicado na revista
Cell Metabolism demonstra que a ingestão de 300 gramas de espinafre faz que a quantidade
de oxigênio necessária para o funcionamento dos músculos durante os exercícios físicos
seja reduzida em 5%. Ao que tudo indica, o nitrato (-NO3) presente no espinafre é a chave
para esses benefícios metabólicos no organismo.
Revista Planeta. Março de 2011.

Biologia 1 - Aula 3 28 Instituto Universal Brasileiro


3. Fermentação – processo
anaeróbico de liberação da energia

É o processo de liberação de energia, sem


a utilização do gás oxigênio. É considerada, O vinagre de vinho é obtido
por isso, uma respiração anaeróbica, realizada quando o vinho azeda, pela ação de
por muitos microrganismos (bactérias e fungos) bactérias que transformam o álcool
e, algumas vezes, dentro de células dos nossos em ácido acético. Essa transformação
músculos. Há diferentes tipos de fermentação, de é chamada fermentação acética. A
acordo com os produtos formados. Um exemplo fermentação lática é realizada pelas
é a fermentação alcoólica, que ocorre na fabri- bactérias do leite e é utilizada na in-
cação de bebidas como o vinho e a cachaça; e dústria de laticínios para a obtenção
na produção do etanol, que é o biocombustível. de queijos e iogurtes.

Equação da fermentação alcoólica (produção de etanol)

C6H12O6 2C2H6O + 2CO2 + Energia



glicose álcool gás carbônico calor (2 ATP)

Equação da fermentação lática (produção do ácido lático)

C6H12O6 2C3H6O3 + Energia



glicose ácido lático

Leia o texto abaixo para entender a fermentação na fabricação de uma bebida

A produção de vinhos
Ao serem esmagadas em prensas apropriadas, as uvas madu-
ras soltam um suco rico em glicose, também chamado açúcar de uva.
Adicionam-se ao suco microrganismos chamados leveduras (fungos
unicelulares), que se multiplicam rapidamente em meio açucarado e
decompõem a glicose em álcool e gás carbônico, com produção de
energia sob forma de calor. Esse calor aquece o suco, matando as
bactérias e os bolores indesejáveis. O álcool permanece no vinho
que se formou, e o gás carbônico se desprende em bolhas para o ar.
A fermentação só acaba quando toda a glicose é transforma-
da em álcool e gás carbônico, ou quando os microrganismos ces-
sam sua atividade devido ao aumento da concentração de álcool. No primeiro caso, forma-se o vinho
seco, sem glicose, com 15% de álcool, além de ácidos e óleos aromáticos, que lhe dão gosto e cheiro
peculiares. Os vinhos doces originam-se de uvas maduras, com mais glicose. Nesse caso, a ação
das leveduras cessa antes que toda a glicose seja transformada.
Durante a fermentação para se obter vinho tinto, as cascas de uvas escuras são deixadas
dentro do suco. Para o vinho branco, as cascas das uvas brancas ou rosadas são retiradas do suco
logo após o esmagamento. Os vinhos frisantes e o champanha são engarrafados antes do término
da fermentação. Por isso, parte do gás carbônico produzido permanece neles.

FONSECA, Albino. Biologia. São Paulo: Ática, 1991. Texto Adaptado

Biologia 1 - Aula 3 29 Instituto Universal Brasileiro


1. Membrana celulósica ou parede
celular
É a segunda membrana da célula ve-
getal, constituindo um envoltório da membra-
A fermentação lática também pode na plasmática. Por ser resistente, dá forma e
ocorrer nas células dos músculos de se- proteção à célula, sendo flexível e permeável.
res humanos, quando fazemos um es-
forço físico excessivo, e a quantidade de 2. Plastos (cloroplastos)
oxigênio não é suficiente para produzir São organelas exclusivas de células ve-
energia necessária às repetidas contra- getais e de algas. Alguns armazenam subs-
ções musculares. As células musculares tâncias e são chamados leucoplastos (plastos
passam, então, a fazer fermentação láti- incolores). Outros armazenam pigmentos e
ca, tentando obter mais energia. O exces- chamam-se cromoplastos (plastos coloridos).
so de ácido lático acumulado impede o Destes, os mais importantes são os cloroplas-
funcionamento dos músculos, causando tos, que possuem o pigmento verde clorofila e
a fadiga muscular. são encontrados nas partes verdes das plantas.
3. Vacúolo
O vacúolo é uma organela exclusiva
das células vegetais, e sua função é arma-
zenar água e substâncias dissolvidas. Seu
tamanho é variável, pois, quando está cheio,
diz-se que a célula está túrgida e, quando
está com pouca água, a célula está murcha.
A célula vegetal e a energia
A célula vegetal é um verdadeiro Principais processos energé-
laboratório, onde se realiza a síntese da ticos – fisiologia vegetal
energia luminosa do Sol para a produção
de substância orgânica (glicose). Somente ● Fotossíntese utiliza gás carbônico
os seres clorofilados (plantas e algas) são e água para produzir glicose e oxigênio,
capazes de fabricar alimento, por isso são sendo necessária a energia da luz solar.
chamados seres autótrofos. Esse processo se realiza nos cloroplastos,
● A celulose, que forma a parede e a energia luminosa é absorvida pela clo-
celular, é um açúcar de molécula grande rofila. Algumas bactérias sintetizam alimen-
(polissacarídeo), constituído por muitas to usando o gás hidrogênio ou sulfídrico.
moléculas de glicose ligadas. A celulo- ● Respiração libera a energia absorvida
se é utilizada na fabricação de papel e na fotossíntese, armazenada na molécula de
papelão e é extraída de árvores como glicose. O processo é aeróbico, isto é, neces-
pinus e eucalipto, plantadas pelas indús- sita de oxigênio. Da glicose quebrada resultam
trias. O bagaço da cana-de-açúcar cons- gás carbônico, água e energia.
titui fonte de extração da celulose, com ● Fermentação é o processo de libera-
menor impacto ambiental (sem queima, ção de energia sem uso do oxigênio (proces-
menor emissão de CO2, menos resíduos so anaeróbico). Na degradação da glico-
nas lavouras). se pode ser produzido álcool (fermentação
alcoólica), ácido lático (fermentação lática)
Estrutura da célula vegetal ou ácido acético (fermentação acética). No
nosso corpo pode ocorrer fadiga muscular por
A célula vegetal diferencia-se da cé- acúmulo de ácido lático quando praticamos
lula animal por três estruturas: excesso de exercícios com falta de oxigênio.

Biologia 1 - Aula 3 30 Instituto Universal Brasileiro


4. (Adaptado Fuvest) Os animais que
consomem as folhas de um livro alimentam-
-se da celulose contida no papel. Em uma
planta, a celulose é encontrada:

1. (Caiu na Fuvest). A cana-de-açúcar é a) ( ) armazenada no vacúolo presente


importante matéria-prima para a produção de no citoplasma.
etanol. A energia contida na molécula de eta- b) ( ) em todos os órgãos, como com-
nol e liberada na sua combustão foi: ponente da parede celular.
c) ( ) apenas nos órgãos de reserva,
a) ( ) captada da luz solar pela cana- como raiz e caule.
-de-açúcar, armazenada na molécula de gli- d) ( ) apenas nas folhas.
cose produzida por fungos no processo de fer-
mentação e, posteriormente, transferida para 5. Assinale o nome do processo me-
a molécula de etanol. tabólico representado pela equação quí-
b) ( ) obtida por meio do processo de mica:
fermentação realizado pela cana-de-açúcar
e, posteriormente, incorporada à molécula de
etanol na cadeia respiratória de fungos. C6H12O6 + 6O2 ► 6CO2 + 6H2O + Energia
c) ( ) captada da luz solar por meio do
processo de fotossíntese realizado pela cana-
-de-açúcar e armazenada na molécula de gli- a) ( ) Fermentação.
cose, que foi, posteriormente, fermentada por b) ( ) Fotossíntese.
fungos. c) ( ) Respiração anaeróbica.
d) ( ) captada da luz solar pela cana- d) ( ) Respiração aeróbica.
-de-açúcar, por meio do processo de fotossín-
tese, e armazenada na molécula de clorofila, 6. O processo representado na questão
que foi fermentada por fungos. anterior realiza-se na organela citoplasmática
chamada:
2. As substâncias inorgânicas tiradas
do ambiente e necessárias para a fotossínte- a) ( ) ribossomo.
se são: b) ( ) cloroplasto.
c) ( ) mitocôndria.
a) ( ) água e carboidratos. d) ( ) vacúolo.
b) ( ) água e gás carbônico.
c) ( ) água e oxigênio. 7. É possível produzir iogurte artesa-
d) ( ) água e hidrogênio. nal, misturando-se alguns copos de leite
com apenas um copinho de iogurte indus-
3. Assinale a única alternativa incorreta: trializado, deixando a mistura em repouso
a uma temperatura de aproximadamente
a) ( ) A respiração utiliza o gás carbôni- 38 °C.É importante o uso do iogurte já pronto
co, e a fotossíntese utiliza o oxigênio. porque ele contém:
b) ( ) A fotossíntese só acontece com a
energia luminosa, e a respiração celular inde- a) ( ) os fungos que fazem a fermenta-
pende da luz. ção lática.
c) ( ) A respiração utiliza oxigênio, e a b) ( ) o ácido lático já produzido.
fotossíntese utiliza gás carbônico. c) ( ) as bactérias que realizam a fer-
d) ( ) A fotossíntese produz oxigênio e mentação lática.
glicose, que podem ser utilizados na respira- d) ( ) as bactérias que fazem a fermen-
ção aeróbica. tação acética.
Biologia 1 - Aula 3 31 Instituto Universal Brasileiro
4. b ( x ) em todos os órgãos, como
componente da parede celular.

Comentário: Todas as células vegetais


possuem parede celular, que é a membrana
1. c ( x ) captada da luz solar por celulósica. As traças são insetos que digerem
meio do processo de fotossíntese reali- a celulose e por isso são capazes de se ali-
zado pela cana-de-açúcar e armazenada mentar de papel.
na molécula de glicose, que foi, posterior-
mente, fermentada por fungos. 5. d ( x ) respiração aeróbica.

Comentário. Na fotossíntese, a molécu- Comentário. A equação química repre-


la de clorofila absorve a energia da luz solar senta a reação entre a glicose e o oxigênio,
que, através de reações complexas, fica ar- que consiste na respiração aeróbica. A impor-
mazenada nas ligações entre os átomos de tância da respiração aeróbica é a liberação de
carbono na molécula de glicose (C6H12O6). A energia para a realização de outras reações
glicose é quebrada parcialmente na fermen- químicas da célula. A energia é liberada na
tação, dando origem ao etanol, que mantém forma de moléculas de ATP (adenosina trifos-
grande quantidade da energia. fato). Cada molécula de glicose decomposta
fornece 38 moléculas de ATP.
2. b ( x ) água e gás carbônico.
6. c ( x ) mitocôndria.
Comentário. A primeira alternativa está
errada porque os carboidratos são compostos Comentário. Mitocôndria é uma organe-
orgânicos, isto é, formados por carbono, hidro- la presente em todas as células animais e ve-
gênio e oxigênio. A água, o gás carbônico, o getais. Há células que possuem muitas mito-
oxigênio e o hidrogênio são inorgânicos, mas côndrias, porque necessitam de mais energia;
a reação que ocorre na fotossíntese é entre e essa energia é liberada nas mitocôndrias, no
água e gás carbônico. processo da respiração celular. É o caso das
fibras musculares, que utilizam muito oxigênio
6CO2 + 12H2O luz ►C H12O6 + 6O2 + 6H2O e glicose para a realização de exercícios.
6

3. a ( x ) A respiração utiliza gás car- 7. c ( x ) as bactérias que realizam a


bônico, e a fotossíntese utiliza oxigênio. fermentação lática.

Comentário. Essa afirmação está in- Comentário. A alternativa a está er-


correta porque a respiração utiliza oxigê- rada, pois os microrganismos que transfor-
nio, e a fotossíntese utiliza gás carbônico. mam a lactose do leite em ácido lático são
Lembre-se de que fotossíntese é a reação bactérias e não fungos. A alternativa b tam-
de síntese da energia solar na produção de bém está incorreta, porque o ácido lático
matéria orgânica (C, H, O). A planta usa o é um produto da fermentação lática e não
gás carbônico absorvido pelas folhas e a reage com o leite. A alternativa c está cor-
água proveniente do solo, absorvida pelas reta, pois as bactérias do leite realizam um
raízes. Nessa reação, o carbono é incorpo- processo respiratório chamado fermentação
rado na molécula de glicose, e o oxigênio lática, em que a lactose (açúcar do leite) é
é liberado da molécula de água. A respira- degradada, produzindo ácido lático a uma
ção aeróbica consiste em liberar a energia temperatura de 38 °C. E a d também está
da glicose, numa reação de combustão feita errada, pois fermentação acética é a que
pelo oxigênio. A glicose é quebrada em gás ocorre na transformação do vinho em vina-
carbônico, energia e água. gre (ácido acético).
Biologia 1 - Aula 3 32 Instituto Universal Brasileiro