Você está na página 1de 10

Divisão Celular

AULA 5 Sabe de onde se originaram os quatrilhões de células que compõem nosso


corpo? De uma única célula! A partir dessa célula original é que ocorrem
sucessivas divisões, fundamentais para o crescimento, desenvolvimento e
renovação do nosso organismo.

Primeira etapa no ciclo da vida

Mito - o corpo humano realmente se renova a cada sete anos?

É verdade que as células, individualmente, possuem uma determinada “expectativa de


vida” e, quando morrem, são substituídas por novas células. Mas cada tipo de célula tem
uma expectativa de vida diferente.
Hemácias, por exemplo, vivem cerca de quatro meses, enquanto os leucócitos po-
dem viver um ano. Células do cólon vivem apenas quatro dias e neurônios duram uma
vida inteira.
Ou seja – não há como você ser inteiramente substituído, ainda mais em um prazo de
sete anos. Não se sabe como esse mito dos sete anos começou, mas acredita-se que al-
guém fez a média do tempo de vida das células e chegou a esse número.

 Disponível em: http://hypescience.com. Acesso em: 20.03.2012. Texto adaptado.

Biologia 1 - Aula 5 43 Instituto Universal Brasileiro


Tipos de divisão celular
Mitose Meiose
Mitose
Esse tipo de divisão celular é equacio-
2n 2n
nal, isto é, cada célula que se divide origina
duas células-filhas com igual número de cro-
mossomos da célula-mãe.
Como já foi visto em aula anterior, todas
2n 2n as células somáticas (do corpo) são diploides
(têm um cromossomo do pai e um da mãe),
I representadas por 2n.
n n
MITOSE
II

Reprodução
2n 2n do DNA
n n n n

Você vai estudar os dois tipos de divisão


celular que ocorrem em todos os seres vivos:

1. Mitose – processo de divisão que


ocorre para a multiplicação do número de cé-
lulas, proporcionando o crescimento de um
organismo, como também a regeneração de
tecidos do corpo.

2. Meiose – processo de divisão que ori-


gina as células sexuais, cuja união represen- Divisão
ta o início de um novo ser. celular

CÉLULA

Nos organismos unicelulares, como as


DIVISÃO bactérias, a mitose constitui um tipo de repro-
dução assexuada. As células-filhas crescem e
formam dois novos organismos idênticos, que
continuam a se multiplicar. É por isso que as
MITOSE MEIOSE infecções bacterianas evoluem muito rapida-
mente, podendo apresentar graves sintomas
Aumento do Produção das
em poucas horas.
número de células células sexuais Nos organismos pluricelulares, a mitose
é o processo que origina todas as células do
corpo do indivíduo, a partir da célula inicial,
crescimento gametas
o zigoto. Também permite a regeneração de
tecidos danificados.
Biologia 1 - Aula 5 44 Instituto Universal Brasileiro
Características de cada fase

Prófase – (do grego pró, “anterior”)


1. Aumento do volume do núcleo.
É muito comum que pacientes inter- 2. Os filamentos de cromatina se con-
nados nas Unidades de Terapia Intensiva densam e se espiralizam (cromossomos).
(UTI) contraiam pneumonia, devido à pre- 3. Cada cromossomo duplicado é for-
sença de um agente infeccioso no organis- mado por duas cromátides, presas pelo cen-
mo – uma bactéria, um vírus, um fungo. A trômero. O centríolo se duplica e cada um se
evolução da doença é muito rápida, devido dirige para um polo da célula.
à reprodução acelerada das bactérias, po- 4. O nucléolo e a membrana nuclear de-
dendo transformar-se num quadro de sep- saparecem.
ticemia ou infecção generalizada.
PRÓFASE
Reprodução assexuada de uma bactéria: Nucléolo
uma simples divisão por mitose. Carioteca se desaparece
desfazendo

Centríolo

Fibras do
Fibras fuso se
do áster formando

Visão ao microscópio

Fases da mitose
Metáfase (do grego metá, “além de, após”)
A mitose tem quatro fases: prófase, me-
táfase, anáfase e telófase. Os cromossomos, presos às fibras do
fuso pelos centrômeros, dispõem-se no equa-
MITOSE dor da célula (meio da célula), formando a
Fibras
Centrômero
do Fuso placa equatorial.
Cromátides
PRÓFASE METÁFASE

METÁFASE

ANÁFASE TELÓFASE Visão ao microscópio

Biologia 1 - Aula 5 45 Instituto Universal Brasileiro


Anáfase (do grego aná, “para cima”) Intérfase
1. Ocorre a duplicação dos centrômeros. Toda célula, enquanto não está se divi-
2. As fibras do fuso encolhem e as cro- dindo, passa por uma fase de intensa ativida-
mátides são “puxadas” para os polos da célula. de metabólica, chamada intérfase, durante a
qual ocorre a duplicação do DNA dos cromos-
somos. A molécula de DNA produz uma cópia
ANÁFASE
de si própria, duplicando cada cromossomo.
Cromátides são O cromossomo duplicado é composto agora
puxadas para polos
opostos por dois filamentos chamados cromátides,
( ( que se unem um ao outro pela região do cen-
trômero.
A intérfase compõe-se de três fases: G1, S
e G2. G, do inglês gap (intervalo) e S de síntese.
G1 - período de síntese de RNAm e prote-
ínas, que ocorre logo depois da mitose. O volu-
me da célula aumenta.
S - fase mais importante quando ocorre
Visão ao microscópio
síntese do DNA. A célula já está quase pronta
para se dividir.
G2 - é um curto intervalo entre a fase S e o
Telófase (do grego télos, “fim”) início da mitose. A célula cresce mais um pouco
e pode sintetizar alguma proteína necessária.
1. Os cromossomos-filhos chegam aos
polos opostos da célula.
2. Forma-se uma membrana nuclear em Gráfico da variação da quantidade de DNA
volta de cada grupo de cromossomos, e dois
Acompanhe pelo gráfico as fases da di-
núcleos aparecem.
visão celular e verifique como a quantidade de
3. Os nucléolos reaparecem.
DNA varia ao longo do ciclo de vida da célula.
4. Na região mediana da célula ocorre um
Observe que no eixo vertical represen-
estrangulamento da membrana plasmática, e
tamos a quantidade de DNA usando a letra x.
surgem duas células-filhas, com o mesmo nú-
Onde está assinalado 2x significa que a quan-
mero de cromossomos da célula-mãe. Esse pro-
tidade de DNA dobrou. Sabemos que a quan-
cesso é chamado citocinese. As células-filhas,
tidade de DNA duplica no período S da intérfa-
antes de iniciarem nova divisão, passam por um
se e volta a ser o que era no final da telófase,
período de preparação chamado interfase.
quando acaba a divisão do núcleo.
TELÓFASE No eixo horizontal está representada a
Cariocinese Citocinese
variação do tempo, com a sequência dos três
períodos da intérfase: G1, S e G2 e o conjunto
das etapas da mitose.
P = prófase
M = metáfase
Quantidade A = anáfase
de DNA T = telófase
Estrangulamento da P- M -A
membrana plasmática 2x

T
x

Ciclo
celular
}
}
}
}
}
}

G1 S G2 Mitose G1 S
}

Intérfase (Repetem-se as etapas,


Visão ao microscópio na mesma sequência)

Biologia 1 - Aula 5 46 Instituto Universal Brasileiro


As causas internas são, na maioria das
vezes, geneticamente pré-determinadas e
estão ligadas à capacidade do organismo de
se defender das agressões externas.
Célula animal X Célula vegetal Atualmente, mais da metade dos ca-
sos de câncer tem cura, desde que sejam
Há uma diferença entre a telófase
diagnosticados precocemente.
em célula animal e a telófase em célula
vegetal. Nas células animais, a membra- Revista Sua Saúde – Hospital São Luiz,
na plasmática sofre um estrangulamento outubro/dezembro 2011. Texto adaptado.
na região mediana, até separar as duas
células-filhas. A citocinese é centrípeta Meiose
(de fora para dentro). Nas células vege-
tais ocorre o crescimento de uma placa, A meiose é o tipo de divisão celular que só
do centro para a periferia da célula, sendo ocorre para a formação de células reprodutoras
por isso chamada de citocinese centrífu- sexuais, os gametas (de animais e vegetais) e
ga (de dentro para fora). de células reprodutoras assexuadas, os espo-
ros (de vegetais). É uma divisão reducional, por-
CÉLULA ANIMAL CÉLULA VEGETAL
que reduz à metade o número de cromossomos,
Deposição de originando células haploides (n) a partir de uma
placa de
Ca+ e Mg+ célula diploide (2n). Na espécie humana, por
exemplo, a meiose ocorre no ovário, originan-
do óvulos (haploides), e no testículo, originando
espermatozoides (haploides). A união do óvulo
com o espermatozoide forma a primeira célula
Telófase com Telófase com diploide de uma pessoa, o zigoto, que inicia as
citocinese centrípeta citocinese centrifuga
(de fora para dentro) (de dentro para fora) divisões por mitose, para o crescimento.

Fases da meiose
O processo meiótico apresenta duas di-
visões consecutivas: a meiose I e a meiose II,
ambas com as mesmas fases da mitose: pró-
Quando a mitose é incontrolável fase, metáfase, anáfase e telófase. Ao final da
meiose, formam-se 4 células com metade do
Pode ocorrer no organismo que qual-
número de cromossomos da célula-mãe.
quer tipo de célula inicie uma divisão desor-
denada e sem controle, determinando a for-
mação de tumores (benignos ou malignos).
Quando malignos, as células se dividem
muito rapidamente, tornando-se agressivas e
espalhando-se para outras regiões do corpo. Durante a meiose ocorre um fenôme-
As causas são variadas, podendo ser no chamado crossing-over ou permutação,
externas ou internas ao organismo. Os fa- em que os cromossomos homólogos que
tores externos referem-se ao meio ambien- ficam lado a lado (pareados) trocam peda-
te e aos hábitos sociais, como a excessiva cinhos. Essa troca permite nova combina-
exposição ao sol e o tabagismo. De todos ção entre os genes e o desenvolvimento de
os casos de câncer, de acordo com o Insti- características, benéficas ou não para o ser
tuto Nacional do Câncer (Inca), entre 80% e vivo, que garantem a variabilidade genética
90% estão associados a fatores ambientais. entre os seres de uma mesma espécie.

Biologia 1 - Aula 5 47 Instituto Universal Brasileiro


Divisões da meiose

} Prófase I
} Leptóteno
Zigóteno
Paquíteno
Diplóteno
Diacinese

MEIOSE
} Divisão I Metáfase I
Anáfase I
Telófase I

Divisão II
} Prófase II
Metáfase II
Anáfase II
Telófase II

1ª DIVISÃO
DA MEIOSE

CÉLULA EM INTERFASE PRÓFASE I METÁFASE I ANÁFASE I TELÓFASE I

2ª DIVISÃO
DA MEIOSE

Formam-se 4 células-filhas com


2 cromossomos em cada uma

PRÓFASE II METÁFASE II ANÁFASE II TELÓFASE II

Representação da divisão por meiose


de uma célula com 4 cromossomos LEPTÓTENO

Observe atentamente o que ocorre


Nucléolo
com os cromossomos.

Divisão I Carioteca

Prófase I

É uma fase bastante prolongada, envol-


vendo cinco estágios: leptóteno, zigóteno, pa- Centrômero
Cromômero
quíteno, diplóteno e diacinese.

1. Leptóteno: os cromossomos se apre-


sentam em filamentos muito longos e delgados.
Biologia 1 - Aula 5 48 Instituto Universal Brasileiro
2. Zigóteno: ocorre o pareamento dos 5. Diacinese: uma cromátide escorrega
cromossomos homólogos (iguais, um do pai, sobre a outra, e os quiasmas vão seguindo
outro da mãe). Esse pareamento também é para as extremidades dos cromossomos. Esse
chamado sinapse. fenômeno é conhecido como terminalização
dos quiasmas. Os cromossomos homólogos
ZIGÓTENO se separam, com as cromátides apresentando
pedaços trocados. Aí termina a prófase I.

DIACINESE

Terminalização Cromossomos
3. Paquíteno: os cromossomos, que já es- dos quiasmas homólogos separados
tavam duplicados desde a intérfase, agora tor-
nam-se visíveis, formando as tétrades. As duas
cromátides provenientes de um mesmo cromos-
Metáfase I
somo são chamadas cromátides-irmãs.
As tétrades arranjam-se na região equatorial
PAQUÍTENO da célula, e em cada cromossomo duplicado as
Cromátides-irmãs cromátides-irmãs estão unidas pelo centrômero.

METÁFASE I
Cromátides
homólogas
Fibra presa ao
centrômero
{
{

Tétrades

4. Diplóteno: ocorrem quebras nas cro-


mátides homólogas, havendo troca e fusão dos
pedaços. O ponto onde ocorre a quebra é cha- Anáfase I
mado quiasma, e é através dele que as cromá-
tides fazem a troca de genes. Esse processo é As fibras do fuso se encurtam em direção
o crossing-over ou permutação. aos polos opostos da célula. Note que há sepa-
ração dos cromossomos homólogos, mas os cen-
DIPLÓTENO trômeros não se dividem como ocorre na mitose.

ANÁFASE I

processo do crossing-over,
com troca de pedaços entre
cromátides homólogas

Biologia 1 - Aula 5 49 Instituto Universal Brasileiro


Telófase I

É a etapa final da divisão I da meiose.


Temos agora duas células, cada uma com
2 cromossomos, metade do número de cro-
mossomos da célula-mãe (4 cromossomos). Divisão celular
Célula-ovo ou zigoto é o nome da célu-
TELÓFASE I la resultante da união dos gametas masculino
Carioteca (espermatozoide ) e feminino (óvulo), entre os
animais. A partir do zigoto, inicia-se o cresci-
mento do novo ser, através das sucessivas di-
visões celulares.

Tipos de divisão celular

Mitose
2 Células-filhas

Estrangulamento da membrana plasmática Uma célula se divide, originando duas


células-filhas com o mesmo número de cro-
Já ao final da divisão I, as duas células- mossomos da célula-mãe. A mitose se realiza
-filhas são haploides, com pedaços de cro- para a multiplicação de células, proporcionan-
do o crescimento do organismo e a regenera-
mossomos trocados durante o crossing-over.
ção de tecidos. Nos seres unicelulares, é uma
forma de reprodução assexuada. As fases da
mitose são:
Divisão II
1. Prófase. O núcleo aumenta de volu-
Na divisão II, cada uma das células n se me, e os cromossomos ficam mais evidentes.
divide (como se fosse uma mitose), originan- A membrana nuclear desaparece.
2. Metáfase. Os cromossomos, duplica-
do duas células-filhas com o mesmo número
dos, dispõem-se no plano equatorial da célula,
de cromossomos, ou seja, n. com os centríolos presos às fibras do fuso.
Por exemplo: as células das glândulas 3. Anáfase. Os centríolos se dividem e
sexuais (ovários e testículos) são diploides os cromossomos são “puxados” para os polos
(na espécie humana, 46 cromossomos). Ao da célula.
se dividirem por meiose, cada uma dará ori- 4. Telófase. Em cada polo, os núcleos se
gem a 4 células haploides, com 23 cromos- reorganizam e ocorre a citocinese ou divisão do
somos, metade do número de cromossomos citoplasma, originando duas células iguais.
da célula-mãe.
Meiose
Uma célula (2n) se divide, originando
2n quatro células (n) com a metade do número
de cromossomos da célula-mãe. Essa divi-
são ocorre em duas etapas: meiose I e meiose
Meiose I II. A meiose só ocorre para a formação de cé-
lulas reprodutoras: gametas (animais e vege-
n n tais) e esporos (vegetais).
Crossing-over ou permutação. É a
troca de pedaços entre os cromossomos ho-
Meiose II mólogos, que pode ocorrer durante a meiose.
Esse processo permite novas combinações
n n n n entre os genes, aumentando a variabilidade
genética.

Biologia 1 - Aula 5 50 Instituto Universal Brasileiro


lular por meiose. O nome desse fenômeno, em
que os cromossomos trocam de pedaços, é:

a) ( ) mutação.
b) ( ) permutação ou crossing-over.
1. No final da mitose uma célula-mãe c) ( ) duplicação.
origina: d) ( ) pareamento.

a) ( ) 4 células-filhas com a mesma 6. No gráfico a seguir, referente à variação


quantidade de cromossomos da célula-mãe. da quantidade de DNA durante o ciclo celular, o
b) ( ) 2 células-filhas com o dobro de período S e o período da mitose estão represen-
cromossomos da célula-mãe. tados, respectivamente, pelos intervalos:
c) ( ) 2 células-filhas com a metade de
cromossomos da célula-mãe. D
2x

d) ( ) 2 células-filhas com a mesma N


x
A
quantidade de cromossomos da célula-mãe.
1 2 3 4 5 Fases do
ciclo celular
2. No final da divisão II da meiose, são
obtidas: a) ( ) de 1 a 2 e de 3 a 4.
b) ( ) de 2 a 3 e de 4 a 5.
a) ( ) 4 células-filhas, diploides. c) ( ) de 2 a 3 e de 3 a 4.
b) ( ) 4 células-filhas, haploides. d) ( ) de 1 a 2 e de 2 a 3.
c) ( ) 2 células-filhas, haploides.
d) ( ) 2 células-filhas, diploides. 7. Na divisão celular por mitose, os cro-
mossomos encontram-se localizados no meio da
3. Intérfase é a fase que precede o iní- célula, formando a placa equatorial, durante a:
cio de uma divisão celular, quando a célula
se prepara para se dividir por mitose ou por a) ( ) prófase.
meiose. Durante essa fase ocorre: b) ( ) metáfase.
c) ( ) anáfase.
a) ( ) a duplicação da quantidade de DNA. d) ( ) telófase.
b) ( ) o desaparecimento da membrana
nuclear. 8. Escreva (V) para as afirmativas ver-
c) ( ) o posicionamento dos cromosso- dadeiras e (F) para as falsas, sobre o proces-
mos no equador da célula. so total da meiose.
d) ( ) a formação de dois núcleos. ( ) Na meiose, ocorre uma duplicação
dos cromossomos e duas divisões celulares.
4. (F. Santo André-SP) A mosca domés- ( ) Na meiose, ocorre uma duplicação
tica apresenta 12 cromossomos. O número dos cromossomos e uma divisão celular.
de cromossomos encontrados no zigoto e nos ( ) O processo da permutação ou cros-
gametas é, respectivamente: sing-over aumenta a variabilidade genética.
( ) Após a meiose II formam-se 4 célu-
a) ( ) 12 e 12. las diploides.
b) ( ) 24 e 12. Em seguida, assinale a alternativa que
c) ( ) 24 e 6. indique a sequência correta.
d) ( ) 12 e 6.
a) ( ) V - F - V - F
5. Entre indivíduos de uma mesma espé- b) ( ) V - V - F - F
cie há grande variação de características, graças c) ( ) F - F - V - V
a um fenômeno que ocorre durante a divisão ce- d) ( ) F - V - F - V
Biologia 1 - Aula 5 51 Instituto Universal Brasileiro
mólogos, possibilitando um intercâmbio de ma-
terial genético. Com isso, há maior variedade
de tipos de gametas num mesmo organismo,
propiciando diferentes características dentro
de uma mesma família. Graças a esse fenô-
1. d) ( x ) 2 células-filhas com a mesma meno, os gametas não são idênticos. Para que
quantidade de cromossomos da célula-mãe. ocorra a permutação, os cromossomos homó-
Comentário. A mitose é um tipo de divi- logos colocam-se em “cruz” um sobre o outro,
são equacional, isto é, o número de cromos- trocando de pedaços, daí o nome em inglês da
somos de cada célula-filha é igual ao da célula palavra crossing-over (sobrecruzamento).
que se dividiu (célula-mãe). Isto só é possível
porque antes do início da divisão (intérfase) 6. b) ( x ) de 2 a 3 e de 4 a 5
cada cromossomo se duplica, possibilitando Comentário. Pelo gráfico da variação
no final que o número seja mantido. da quantidade de DNA, sabemos que o perío-
do S corresponde à síntese de DNA durante a
2. b) ( x ) 4 células-filhas haploides. intérfase. No exercício, vê-se que a quantida-
Comentário. Haploides são células que de x de DNA duplica para 2x no intervalo de 2
têm a metade do número de cromossomos da a 3. O intervalo de 4 a 5 corresponde à mitose,
espécie de ser vivo. Somente as células re- que inicia com 2x DNA e finaliza na telófase
produtoras (gametas) são haploides, e esse com a quantidade inicial x.
número é representado por n. Quando os ga-
metas se unem na fecundação, dão origem a 7. b) ( x ) metáfase.
uma célula diploide (2n). A divisão celular por Comentário. A mitose realiza-se em
meiose se processa em duas etapas: divisão quatro fases, que foram nomeadas de acordo
I e divisão II, por isso no final formam-se 4 cé- com a posição que os cromossomos vão as-
lulas. sumindo dentro da célula, durante a divisão:
prófase, metáfase, anáfase e telófase. Na me-
3. a) ( x ) a duplicação da quantida- táfase os cromossomos, ainda duplicados e
de de DNA. presos pelo centrômero, se dispõem no plano
Comentário. É durante a intérfase que equatorial da célula, formando a placa equa-
a célula se prepara para iniciar a divisão, tanto torial. Logo em seguida, os centrômeros se
na mitose quanto na meiose. Nesse momen- dividem, os cromossomos se separam e vão
to, uma das propriedades do DNA se realiza: se dirigir a cada polo da célula, puxados pelas
a autoduplicação, em que a molécula tira uma fibras do fuso (anáfase).
cópia de si mesma. Consequentemente, o nú-
mero de cromossomos se duplica, uma vez 8. a) ( x ) V – F – V – F
que são formados por moléculas de DNA. Comentário. Leia a justificativa das afir-
mativas falsas e verdadeiras.
4. d) ( x ) 12 e 6. (V) A meiose se realiza em duas divisões,
Comentário. O número 12 representa o mas somente na meiose I ocorre a duplicação
número de cromossomos das células somá- dos cromossomos.
ticas (do corpo) da mosca doméstica. Os ga- (F) Na meiose ocorrem duas divisões ce-
metas têm a metade desse número, portanto, lulares.
6. Ao se juntarem, os gametas formam o zigo- (V) Na permutação ou crossing-over, a
to, com 12 cromossomos. troca de pedaços entre cromossomos homó-
logos permite a troca de genes, o que possibi-
5. b) ( x ) permutação ou crossing- lita a variedade de características entre indiví-
-over. duos de uma mesma espécie.
Comentário. Durante a meiose I ocorre (F) Ao final da meiose formam-se 4 cé-
uma troca de pedaços entre cromossomos ho- lulas haploides (n) e não 4 células diploides.
Biologia 1 - Aula 5 52 Instituto Universal Brasileiro