Você está na página 1de 4

A importância do Balanço de Massa

na Indústria
A gente sempre diz que, mesmo que cada um que tenha uma
função específica a ser realizada na indústria, ter ciência de todos
os processos é fundamental. Além de estar inteirado com tudo o
que ocorre ao seu redor no meio ambiente de trabalho, você pode
ajudar diretamente na produtividade a sua planta! Nesse post,
vamos falar sobre a importância do Balanço de Massa na Indústria!

O que é o Balanço de Massa?

O Balanço de Massa é fundamental para a análise de um novo


processo, assim como a de um processo já existente.

Ele é um dos cálculos mais utilizados na engenharia química e


consiste basicamente em uma descrição de fluxos de massa de
entrada e saída de um processo. O seu princípio se baseia na lei de
conservação de massa. Quando o processo é contínuo e opera em
regime permanente (não há alterações das variáveis de processo
com o tempo), o acúmulo é zero.

Tomando como ponto de partida equações relativamente simples, é


possível descrever os processos químicos de forma bastante
detalhada, uma vez que as especificidades dos diversos
equipamentos sejam definidas (apesar de que um balanço de
massa não precisa necessariamente ser específico).
Basicamente, um Balanço de Massa consiste no monitoramento e
descrição dos fluxos de massa para dentro e fora do sistema de um
processo, detalhando as vazões e concentrações de cada corrente
e, eventualmente, também do interior do sistema.

Por que calcular o Balanço de Massa é importante na indústria?

Esse acompanhamento do que entrou e do que saiu é importante


para medir a eficiência da planta, seja de um tanque para outro, de
parte do processo (separação, filtragem, concentração, etc.) ou no
processo produtivo como um todo. E o processo precisa estar
relativamente constante (estável) o tempo todo!

Podemos usar como exemplo uma lavra de calcário em que será


produzido o clínquer.

Tudo o que for retirado de rocha dessa lavra, ou de uma mina ou de


uma montanha é pesado, passa por um britador, uma moega, um
processo de purificação, um forno e assim por diante, até chegar no
produto final, o clínquer.

Se a eficiência do seu processo aumenta, a quantidade de produto


final aumenta. Se a quantidade de produto final cai, é sinal de que
sua eficiência diminuiu, entendendo-se que as outras variáveis,
como pureza/concentração das reservas, se mantiveram
constantes.

De uma maneira muito simplificada, o Balanço de Massa é medido


para que a eficiência do seu processo seja mantida. Por exemplo:
se pelo menos a relação entre X toneladas de produto que entrou e
Y toneladas de produto final produzido seja constante.

Lembrando que isso depende de vários fatores. Voltando ao


exemplo da lavra de calcário: a pureza da lavra pode mudar de um
local para outro, um bolsão de minério mais rico pode ser atingido,
assim como às vezes um bolsão mais pobre pode ser atingido…
mas integrando durante o tempo, o processo precisa ser
relativamente constante!

E aí? Deu para entender a importância do balanço de massa no seu


processo?

A busca por processos cada vez mais eficientes é constante e você


pode contar com a ajuda da Instrumentação e Automação
industrial para facilitar a sua vida!
Para saber mais sobre as diversas tecnologias existentes para
medir o nível em diversos processos, você pode baixar o nosso
eBook gratuito aqui.

Chegou o momento de dar um upgrade na operação em que você


trabalha!

Converse com o seu superior e ajude ele a dar um basta nas


cobranças em relação a produtividade da sua planta.

O próximo passo é buscar um fabricante que realmente esteja


comprometido em ajudar vocês a enfrentarem o seu problema de
medição de nível mais específico.

Esperamos que você tenha segurança para tratar desses assuntos


e falar acerca das tecnologias mais adequadas para os desafios
enfrentados nas instalações da mais diversas indústrias.

Não deixe de assinar a nossa newsletter para se tornar especialista


no assunto!
Obrigado pela leitura do nosso material e até a próxima!

Você também pode gostar