Você está na página 1de 40

COMPACTION AND PAVING I

MANUAL DE OFICINA

CA-CC
REDUTOR DE
VELOCIDADE
Redutor de Velocidade

índice

Item ~........................... pág.

Medida de segurança................................................................................. 02
Genera~idades..................... ...... .............. .... ........ ........ .... ... .... ... .... ............. 02
Controle e funcionamento.......................................................................... 03
Vista em corte do redutor de velockiade. .. .... .. ....... .. .. .. .. .. .. .. . .... . 04

Desmontagem

Cilindro - retirada do chassis...................................................................... 07


Redutor - desmontagem do cilindro........................................................... 08

Desmontagem das engrenagens planetárias... .. .. ..... .. .... ... ........ ....... ......... 09
Desmontagem do mancai do munhão........................................................ 10
Desmontagem da coroa e da coroa interna............................................... 11
Desmontagem das planetárias................................................................... 11

Montagem

Procedimentos para montagem principal................................................... 12


Montagem dos prisioneiros........................................................................ 12
Montagem dos rolamentos cônicos............................................................ 12
Tabela da folga e calços............................................................................. 16
Montagem do selo mecânico...................................................................... 16

Freno dos parafusos com arame de frenagem........................................... 20

Montagem do munhão e alojamento principaL........................................... 22


Montagem do conjunto porta satélite 23
Montagem da coroa e da coroa interna...................................................... 28
Montagem final do redutor de velocidade.................................................. 30
Montagem do redutor no cilindro................................................................ 33
Montagem do cilindro no chassi................................................................. 34

Código do manual: 09 05 97
Manual de Oficina 1
. Redutor de Velocidade
MEDIDA DE SEGURANÇA

Utilizar somente aparelhagem de içamento confiável.

• Levantar por meio de macaco, calçar o cilindro e rodas motrizes por meio de calços
apropriados.

Logo após levantar, colocar sobre suporte com dimenSÕes e resistências convenientes.

• Se a máquina for levantada numa superfície inclinada aplicar o freio de mão e calçar
os pneus com calços apropr.ados.

GE·NERALIDADES

Este manual trata dos redutores 801150 (Fairfield) e 258254 (Pigozzi). Perceba que se
trata de dois fabricantes distintos e as peças não devem ser misturadas.

Este capítulo se trata da desmontagem e montagem do redutor.

Por outro lado, não estamos ilustrando a desmontagem e montagem de todas as peças
uma a uma. Por esta razão aconselhamos a ter um manual de peças ao seu lado para
auxiliar na conferência destes itens, a fim de não esquecer destas peças.

• Ler este manual do começo ao fim dê uma importância especial a Medidas de


Segurança dado em cada capitulo.

• Para uma utilização prática deste manual marque a página do capítulo do seu interesse.

• Na montagem utilize uma camada fina de óleo EP-SAE 90 em todas as peças, exceto
quando contra indicado.

• Há necessidade de um torquímetro confiável para todos os apertos de parafusos.


Redutor de Velocidade
Usar somente ferramenta apropriada durante o trabalho no redutor. Limpar
• cuidadosamente todas as peças e verificar o estado de desgaste ou outras falhas de
cada uma.

• Qu~ndo substituir as peças utilize sempre as peças originais Dynapac.

CONTROLE DO FUNCIONAMENTO

Após a reparação verificar sempre-se-o sistema de freio está em perfeito funcionamento,


eliminando qualquer vazamento no sistema hidrostática.

Verificar se os elementos elásticos se não estão danificados.

No inicio de funcionamento de qualquer componente, fique atento ao aumento de


temperatura ou ruído estranho.

Dispositivo de elevação

-0-

Fig. 1 - dispositivo de elevação do redutor

Manual de Oficina 3
Redutor de Velocidade
VISTA EM CORTE DO REDUTOR

17~~~~~§~~~~S=~
16~+--+"""-+-------l~

154t--m-b:~~~iZ2!~~r-~~
9

10

Fig. 2 - redutor do cilindro

01. alojamento principal 11. parafuso guia (4)


02. coroa 12. anel "0"
03. arruela de trava 13. porta planetárias
04. parafuso (16 pç) 14. espaçador
05. rolamento axial 15. anel elástico
06. rolamento axial 16. eixo de acionamento
07. tampa 17. anel elástico
08. anel elástico 18. bucha estriada
09. pista externa do rolamento 19. pinhão
10. pista externa do rolamento

•• • .-. • .-6_ __
4
"'~:_:
Redutor de Velocidade

41
40
20
31

21
30 39

22

23
24 13

25
29
28

Fig. 3 - munhão do redutor Fig. 4 - engrenagem planetária

o1. alojamento principal 13. porta planetárias


20. coroa 35. capa do rolamento
21. rolamento cônico 36. bucha espaçadora
22. parafuso 37. anel elástico
23. f1ange 38. engrenagem planetária
24. calços 39. rolamento cônico
25. coroa interna 40. eixo
26. parafuso 41. pino de trava
27. bujão magnético
28. trava
29. selo mecânico
30. rolamento cônico
31. munhão
32. capa do rolamento
33. capa do rolamento
34. prisioneiros

Manual de Oficina 5
Redutor de Velocidade

12

26;58 E 72 PARA 1
'----- REDUÇÃO

CONJUNTO DO REDUTOR (COMPlETO)

MARCAS DE PUNÇÃO A 12
HORAS
PARA CASAMENTO DAS
ENGRENAGENS

6 Manual da Dficina
Redutor de Velocidade

CILINDRO • RETIRADA DO CHASSIS

1 Calçar os pneus para evitar que o rolo desloque.

2 Levantar o chassis dianteiro suavemente até liberar


a tensão nos elementos elásticos. Utilize um macaco
hidráulico para levantar o chassis.

3 Manter suspenso sobre um cavalete apropriado.

4 Desmontar o raspador.

Fig. 6 - calço de suspensão =A

5 Desmontar os suportes da mangueira (A) da lateral


do chassis.

6 Desmontar o motor hidráulico da vibração da flange


e manter pendurado ao lado do chassis pelas
próprias mangueiras. (não desconecte as
mangueiras para evitar a contaminação e fuga do
óleo).

Fig. 7 - suporte das mangueiras =A


motor de Vibração =B

7 Desmontar a proteção do motor de tração (B).

8 Desmontar o motor de tração (A) do redutor de


velocidade oe deixar pendurado pelas mangueiras
do lado do chassis ou dentro do paralama do
chassis.

Fig. 8 - motor de tração = A


proteção do motor de tração = B

7
Redutor de Velocidade
9 Retirar os parafusos (A) liberando o suporte (C) dos
elementos elásticos do lado de motor de vibração e
também o suporte O do redutor de velocidade do
lado do motor de tração. Marque bem os
espaçadores dos cilindros, pois estes são
<;1eterminados na fábrica durante montagem do
cilindro vibratório no chassis. Não misture os calços,
mantenha amarrado e marcado os calços de lado
direito e do lado esquerdo. Fig. 9
parafuso=A
motor de vibração = B
suporte do elemento elástico = C

10 Rolar o cilindro, cuidadosamente para fora do


chassis. Tomar o devido cuidado para evitar na
saída do suporte do elemento elástico danifique as
mangueiras. Colocar o cilindro vibratório num local
plano e calçar.

Fig. 10 - suporte do redutor = O

"..
~

REDUTOR - DESMONTAGEM DO CILINDRO

1 Montar o dispositivo de elevação (A) sobre a pl~ca (8) e retire os elementos elásticos
(margaridas) desroqueando todos os parafusos. Mantenha as porcas e os parafusos
dos elementos elásticos numa caixa. Retire o redutor.

2 Retire o bujão magnético (27) e drenar o redutor,


depositando o óleo num recipiente adequado.

3 Coloque o redutor sobre uma mesa para facilitar o


trabalho. Mantenha a tampa do redutor para cima.

4 Desmonte a margarida (suporte dos elementos


elásticos).

Fig. 11 - cilindro do lado tração


dispositivo de elevação = A
placa de fixação = B
margarida (suporte dos elementos elásticos) = C

. 6__ •• _1 -'_ "6:_:__


8
Redutor de Velocidade
DESMONTAGEM DAS ENGRENAGENS PLANETÁRIAS

2 12
1 Antes de proceder a desmontagem marque a posição
da tampa, coroa e a carcaça com punção e tinta.
12
2 Retire a tampa (7) com o anel 1'0" (12).

3 Retire a coroa (2) e outro anel 1'0" (12) (fig.12).

Fig. 12 - redutor sem a tampa (7)


coroa = 02
dois anéis "O" = 12

4 Retire o rolamento axial (9) e as duas pistas (6).


Retire também a pista externa do rolamento axial
(5) e as respectivas pistas (10) da porta satélites.

5 Retirar as engrenagens planetárias junto com a porta


planetária, utilize um cordão passando por dentro
da porta planetária, e suspenda o conjunto.

Fig. 13
rolamento axial = 05
rolamento axial = 06
pista = 09
pista = 10
porta satélites = 13

14 19 16
6 Retire o eixo estriado (16) com pinhão (19) e a bucha
(14).

7 Retire outro rolamento axial (10) com as pistas (5).

Fig. 14
pistas = 05
rolamento axial = 10
bucha = 14
eixo motriz estriado = 16
pinhão = 19

9
Redutor de Velocidade
DESMONTAGEM DO MANCAL DO MUNHÃO
22

8 Retire a tampa do cubo (23) e os calços (24) após


ter removido dos parafusos (22). Para retirar o 24
parafuso é preciso cortar os arames de segurança
dois a dois.

Fig. 15
parafuso = 22
tampa do cubo = 23
calços =24

9 Coloque dois parafusos no furo da roda dentada


(25) próprio para extrair e retirar a coroa.

Fig. 16
coroa interna = 25

1 32133
1O Separar a flange do munhão (1 ) do seu cubo(31).

11 Desmontar as capas dos rolamentos (32,31)


cônicos. Utilizar ferramenta especial.

12 Retirar o seio mecânico (29) com os anéis de


borracha.

13 Retirar o rolamento (30). Se possível utilize


ferramenta especial.

Fig. 17
!tange do alojamento principal = 01
selo = 29
rolamento = 30
munhão=31
capa = 32
capa do rolamento = 33

10
Redutor de Velocidade
DESMONTAGEM DA COROA E DA COROA INTERNA

1 Retirar os parafusos (26) e as travas (28).

2 Separar a roda dentada (25) da coroa (20). 21

3 Desmontar o rolamento CÔnico (21). Utilize uma


ferramenta especial.

Fig. 18
coroa = 20
rolamento = 21
coroa interna = 25
parafuso = 26
placa de travas = 28

DESMONTAGEM DAS PLANETÁRIAS

1 Retire o anel elástico (37) do eixo (40).


Marque o eixo com tinta.

2 Extraia o eixo (40) numa prensa e retire a bucha


espaçadora (36).

3 Retire os rolamentos (39) e as capas (31). Utilize


uma ferramenta especial se possível.

4 Desmonte outras engrenagens seguindo o mesmo


procedimento.

Fig. 19
porta planetária = 13
capa =35
bucha espaçadora = 36
Nota: Mantenha todas as peças deste furo em anel elástico = 37
conjunto. Não misturar com os próximos eixos, rolamento = 39
eixo = 40
engrenagem e rolamento.

U~n,,~1 d~ {)fi~in~
11
Redutor de Velocidade
PROCEDIMENTOS PARA MONTAGEM PRINCIPAL

Para melhor compreensão siga as figuras 2, 3 e 4 páginas 4 e 5 para localizar as peças


conforme o número do item.

MONTAGEM DOS PRISIONEIROS

Atenção: CA35 tem a montagem


destes prisioneiros invertidos.

1 Se os prisioneiros (34) foram retirados


estes devem ser montados na prensa.

2 Colocar a carcaça do redutor (1 ) com


abertura virada para cima.

MONTAGEM DOS RÔ·LAMENTOS CÓNICOS

34

Fig. 21
carcaça do redutor = 01
pista externa do rolamento = 32
pista externa do rolamento = 33
prisioneiro = 34
.. _..

Prensar a capa do rolamento (33) no


alojamento principal.

.,~ 0.-.-1•• 40.-_ -1.- 11.-'_.-:-6_-6_


Redutor de Velocidade

Prensar a capa do rolamento (33) no


alojamento principal.

Instalar o rolamento cônico (21) do mancai


da coroa interna (25).

Aquecer o rolamento (21) a 200°-250° F)


(90 0 C -120° C) para facilitar a montagem.

30 31

Monte o rolamento cônico (30) no munhão


(31). As peças tem um ajuste livre.

Fig. 25
rolamento com pista = 30
munhão=31

Posicionar o munhão (31 ) de pé e monte o


rolamento cânico (30). O rolamento tem
montagem deslizante..

Manual de Oficina 13
Redutor de Velocidade

.. J1f1#F

Abaixar o alojamento principal (1) sobre o


munhão (31).

Montar a coroa interna (25) na carcaça e


sobre o munhão (31).

Determinar a espesura correta da flange


(23). Tomar diversas medidas em torno da
palaca redonda e calcule a espessura
média (A).

Colocar 2 (dois) parafusos (22) afastados


0
de 180 um do outro junto a 2 (dois) furos
menores da flange (23).

14 Manual de Oficina
Redutor de Velocidade

Fig. 31
alojamento principal = 01
parafuso = 22
tlange do cubo = 23
roda dentada = 25
munhão= 31

Obs: A medida (A) é calculada com o cubo fora do redutor.

Apertar os parafusos (22) grau 10,9, a um


torque de 23 N.m (200 Ibs/pol.; 2,303 kg.m)
em incrementos de 4,6 a 5,75 N.m (40-
50lbs/pol.; 0,46 a 0,575 kg.m)
progressivamente a cada aperto.
Alternadamente girar o cubo para esquerda
e para direita cada vez que completar uma
etapa de aperto para assegurar uma pré
carga correta dos rolamentos.
Obs: Não usar parafusos grau 5

Com auxílio de um micrometro de


profundidade medir pelos 2 furos lisos a
distância entre a face do flange (23) e a
face superior do munhão (31). Calcular a
média das duas medições.
Subtrair do valor encontrado a espessura
do flange.
Com o valor resultante entrar na coluna 1
da tabela e encontrar na linha
correspondente da coluna 2 a espessura
dos calços para pré carga.

Manual de Oficina 15
Redutor de Velocidade
A espessura do pacote de calços (24) é determinado pela tabela abaixo.
A folga obtida na medição anterior deve estar na coluna 1. Conhecendo o valor da folga
(24), será determinada a espessura dos pacotes de calço.

TABELA DE FO.LGA E CALÇOS

COLUNA 1 COLUNA 2 COLUNA 1 COLUNA 2


FOLGA ESPESSURA DO CALÇO

0.0000 a 0.05000. 0.20300 1.11760 a 1.16840 1.32080


0.0500 a 0.10100 0.25400 1.16840 a 1.21920 1.37160
0.1010 a 0.15240 0.30400 1.21920 a 1.27000 1.42240
0.15240 a 0.20320 0.35560 1.27000 a 1.32080 1.47320
0.20320 a 0.25400 0.40640 1.32080 a 1.37160........ 1.52400
0.25400 a 0.30480 0.45720 1.37160 a 1.42240 1.57480
0.30480 a 0.35560 0.50800 1.42240 a 1.47320 1.62560
0.35560 a 0.40640 0.55880 1.47320 a 1.52400 1.67640
0.40640 a 0.45720 0.60960 1.52400 a 1.57480 1.72720
0.45720 a 0.50800 0.66040 1.57480 a 1.62560 1.77800
0.50800 a 0.55880 0.71120 1.62560 a 1.67640 1.82880
0.55880 a 0.60960 0.76200 1.67640 a 1.72720 1.87960
0.60960 a 0.66040 0.81280 1.72720 a 1.77800 1.93040
0.66040 a 0.71120 0.86360 1.77800 a 1.82880 1.98120
0.71120 a 0.76200 0.91440 1.82880 a 1.87960 2.03200
0.76200 a 0.81280 0.96520 1.87960 a 1.93040 2.08280
0.81280 a 0.86360 1.01600 1.93040 a 1.98120 2.13360
0.86360 a 0.91440 1.06680 1.98120 a 2.03200 2.18440
0.91440 a 0.96520 1.11760
0.96520 a 1.01600 1.16840
1.01600 a 1.06680 1.21920
1.06680 a 1.11760 1.27000

Assim que a espessura do pacote de calços (24) for achado, retire os dois parafusos (22)
e desmonte a flange (23) da coroa dentada interna (25), do alojamento principal.

NOTA: Repare que o cálculo dos calços deve ser feito sem montar os anéis de vedação.

16
Redutor de Velocidade
MONTAGEM DO SELO MECÂNICO
Limpar o alojamento do retentor com
solvente.

Limpar o alojamento do retentor no mancai


com solvente.

29

1) Desengraxe completamente os alojamentos que terão


contato com os anéis de borracha do selo mecânico
com solvente limpo. Seque com pano ou ar
comprimido.
Fig. 36 - selo = 29
2) Antes de instalar o selo mecânico, remova a fita
retentora e certifique-se de que os anéis de borracha
estejam embutidos e nivelado contra o rebaixo interno
FITA RETENTORA
dos anéis metálicos.
3) Todas as partes devem estar livres de graxa, óleo,
sujeira e riscos.
4) Anéis de vedação devem ser manuseados com
cuidado. As faces de vedação lapidadas não devem
ser tocadas, danificadas, raspadas ou contaminadas
com sujeira ou graxa.
5) Instale metade de cada selo (Anel de Borracha e Anel
de Vedação) dentro da carcaça. Cheque para estar
certo de que o selo não está torto e que o anel de
borracha está plenamente na base do alojamento.
6) Após instalação dos meios-selos na unidade, seque
com pano as faces de vedação metálicas, limpe com
pano livre de fibras. Então aplique um fino filme de
óleo limpo, SAE 30 para vedar as faces. O óleo não
deve espalhar para outras superfícies que não as
Fig. 37 - selo mecânico
faces de Vedação.

Manual de Oficina 17
Redutor de Velocidade

o lado do retentor que se apresenta com o


lábio vai montado no alojamento principal.

Obs: o anel de borracha do selo é ao mesmo tempo


selo e mola portanto este deve ser montado de forma
que elas formem um "V" aberto para fora do anel de
aço.

Montar o mancai sobre o alojamento.


Certifique-se que o retentor esteja bem
assentado no assento exterior do mancai.

Antes de virar o conjunto montado eles


devem ser presos junto com um grampo
(sargento) para evitar que se mexam e
danifiquem o retentor.

Montar a coroa interna (20) através das


estrias do mancai.

18 116-._ •• -.1 -I..... "1:-:_-


Redutor de Velocidade

Colocar o pacote de calços (24) na flange


(23).

Nota: No caso de montagem de peças novas,


munhão (1), o cubo do munhão (31), rolamento (21,
30, 32, e 33) ou a roda dentada (25), a espessura
do calço (24) deve ser recalculada. Consulte o
capítulo como determinar a espessura do calço. No
caso contrário os calços poderao ser reutilizados.

Montar a flange sobre o mancaI.

Proceder o aperto dos parafusos especiais


(22) ("5/16" grau 10,9) com torque de 28-
34 N.m (21-25 ft.lb.).

Aplicar loctite 271 no filete da rosca de cada


parafuso.

Amarre os parafusos (22Y com arame dois


a dois.

Manual de Oficina 19
Redutor de Velocidade
FRENO DOS PARAFUSOS COM ARAME DE FRENAGEM

Adotar os seguintes procedimentos para frenagem dos parafusos do cubo do redutor de


velocidade.

Escolha dois parafusos para ser frenados de modo que fiquem posicionados uma a
esquerda e outra a sua direita.

8_-
- -
8-
--
1 Alinhe os furos das cabeças dos parafusos de modo
que fiquem aproximadamente na horizontal. Tome
um fio de arame com diâmetro de 0,81 mm e
L R aproximadamente 15 cm de comprimento.

__-
8
- -
2 Passe o arame pelo furo da esquerda de dentro
para fora.

L R
t"qu~r~1 cHlei'_

G-
3 Tome a extremidade do arame e passe por cima da
- - metade da cabeça do parafuso e junte as duas
extremidades.
L R
tsqutl~~ dilc ila

4 Torça os fios uma sobre a outra e contorne a cabeça


do parafuso no sentido inversos dos ponteiros do
relógio até encontrar o furo da cabeça do parafuso.

20 M;:Jnll;:J1 rI~ Oficina


Redutor de Velocidade

5 Passe uma das extremidades livre do arame da


direita para esquerda no furo.

A
esq u r:td I clircjt.

6 Contorne o arame na metade superior do parafuso


no sentido dos ponteiros do relógio até encontrar a
outra extremidade do fio.
R
t:31qLl~rcta dí,~it.

7 Torça ambas as extremidades do arame e corte o


excesso. Repita o procedimento para todos os
outros pares restantes.
R
dkci"l

Manual de Oficina 21
Redutor de Velocidade
MONTAGEM DO MUNHÃO E ALOJAMENTO PRINCIPAL

Retirar os grampos (sargentos). Gire o


alojamento (1) pelo menos seis vezes para
cada lado. (girar completamente).

Colocar o anel "O" (12) na face interna do


alojamento (1). Use vaselina ou graxa para
segurar o anel uO" no lugar. Haverá uma
pequena tensão no anel "O" para uma
montagem adequada. Marcar quatro furos
para facilitar a montagem.

Monte o rolamento de carga axial (5) entre


os dois anéis sobre o flange.

Colocar o anel espaçador (14) sobre a


flange (23).

22
Redutor de Velocidade

MONTAGEM DO CONJUNTO PORTA SATÉLITE

NOTA: Nunca troque somente um dos satélites. Usar uma engrenagem satélite não casados com os
outros, resultará na quebra por excesso de carga nas outras duas engrenagens.
A determinação e uso de espessura incorreta dos calços resultará em pré carga dos rolamentos errada ou
folga dos satélites. Quando solicitar novas engrenagens satélites estas deverfJo ser fornecidas montadas
no conjunto de cada engrenagem, inclusive com o anel elástico. Antes de proceder a montagem todas as
peças deverão ser lavadas e montadas na porta satélite. Não misturar os componentes de um conjunto
com o outro. Utilize anéis elásticos novos a cada desmontagem.
Se as peças originais são reutilizadas use os mesmos calços encontrados em cada um dos conjuntos.

35 35 38

36
Fig. 50
porta satélite = 13
pista = 35
bucha espaçadora = 36
planetárias = 38
pista interna = 39

Prensar a capa do rolamento (35) em ambas


extremidades de engrenagem planetária
(38) com diâmetro maior para cima.
Use uma prensa de coluna com uma ferra-
menta de 129,79 mm.
(5, 11 O paI.) de diâmetro.

Colocar o eixo (40) de pé sobre uma super-


fície plana, porém com o diâmetro maior
para baixo.
Introduzir o rolamento cônico (39) até o en-
costo.
O ajuste aqui é deslizante.

Manual de Oficina 23
Redutor de Velocidade

Introduzir o eixo (40) na planetária (38) até


encontrar-se com o rolamento.
A engrenagem maior deve estar para cima.

Montar outro rolamento cônico (39) no eixo


da planetária (40) e dentro da engrenagem
planetária (38).
Aqui o ajuste é deslizante.

Introduzir a bucha espaçadora maior (36)


no eixo da planetária (40).

o rolamento (38) deve ser montado e pres-


sionado com carga de 11 a 23 kg e fazer
girar o satélite no mesmo tempo. Para faci-
litar, usar o segundo espaçador (36) sobre
o eixo (40) e pressionar para baixo enquan-
to girar a engrenagem.

116 _ _ •• _1 -1- ""1:_: __


24
Redutor de Velocidade

Verificar se o anel elástico (37) pode ser


montado na ranhura do eixo (40). Se não
puder, tente usar uma bucha espaçadora
menor (36) até conseguir montar o anel
elástico (37). Isto dará ao rolamento uma
folga de 0,00 a 0,127 mm.

il~i;0; Colocar o porta satélite (13) na borda da


bancada com um dos furos para fora da
i1i i
:: . bancada.
O lado que tem um furo lateral para o pino
(41 ) deve estar para baixo.

Colocar os rolamentos cônicos (39) dentro


da engrenagem satélite (38).

13 38

Fig. 60
porta planetária$ = 13
planetária = 38
eixo = 40

Manual de Oficina 25
Redutor de Velocidade

Monte a engrenagem satélite (38) no porta


planetárias (13) com a engrenagem maior
para cima.

41

37

36

Fig. 62
bucha == 36
anel elástico = 37
pino elástico == 41

Introduzir a parte de menor diametro do eixo


da planetária (40) através do seu furo no
porta planetária (13) e a engrenagem pla-
netária (38).
A ranhura do anel elástico do eixo deve ali-
nhar com a borda do porta planetária (13).

Manter o eixo nesta posição e introduzir a


bucha espaçadora correta (36) no eixo (40).

26
Redutor de Velocidade

Colocar o porta planetária (13) na mesa com


uma proteção em baixo do eixo, manter na
posição correta e montar o anel elástico
(37)..

Use óculos de proteção para esta


fase da montagem.

Introduzir o pino (41) no porta planetária


(13). Use um punção para introduzir o pino
(41) completamente através do eixo (40).
Repetir estas operações com as duas ou-
tras engrenagens planetárias (38).

Usar óculos de proteção.

Manual de Oficina 27
Redutor de Velocidade

MONTAGEM DA COROA E DA COROA INTERNA

Fig. 67
coroa =20
pista interna = 21
roda dentada = 25
parafuso = 26
travas =28

Montar o cubo da coroa interna (25) na co-


roa interna (20).

Alinhar os furos da placa de trava com os


furos escariados da coroa interna (20).

28
Redutor de Velocidade

,~.7

Rosquear os parafusos (5/16 -18 grau 8)


através do furo da placa de trava na coroa
(20).

Apertar o parafuso (5/16 -18 grau 8) a um


torque de 29 -35 N.m (21 - 25 ft.lb.).

Amarrar os parafusos com arame de segu-


rança dois a dois.

Vide pagina para procedimentos de amar-


ração.

Coloque o rolamento cônico (21) no ressal-


to da coroa interna.

Nota:Aquecero rolamento no óleo (1200 C).


Lubrificar antes da montagem.

29
· Redutor de Velocidade

MONTAGEM FINAL

Considerando o conjunto rotor como um


relógio, colocar as três engrenagens saté-
lites nas posições das 2, das 6 e das 10
horas do relógio. Feito isso, colocar o pon-
to de casamento das engrenagens satéli-
posicionar as tes na posição de 12:00 horas do ponteiro
marcas às 12:00 do relógio.
horas.

o erro individual de alinhamento do dente


de cada engrenagem dupla é de 0,07 à di-
reita ou à esquerda tendo que ser montada
as tres com o mesmo sentido, não poden-
do a diferença entre elas ultrapassar 0,03.

1 - Detalhe da divisão das planetárias


Forma um Y a partir do ponto marcado em
cada engrenagem

MI/I _ _ •• _ ' -1_ __


""~_:
Redutor de Velocidade

Montar o eixo (16) para manter as planetá-


rias corretamente na posição acima descri-
ta.

Nota: A parte estriada do eixo de entrada


de força deve estar para o lado do
mancai e seu alojamento estriado.
Nota: Marcar com giz na parte externa do
alojamento principal nos 4 furos dos
parafusos de guia.

Mantendo fixo o eixo de entrada na sua


posição, introduzir o conjunto porta plane-
tária na coroa interna.

Alinhar o furo do parafuso de apoio da tam-


pa com o furo marcado com um "X" na co-
,--::·tr~<'··
roa interna.

Nota: O '')('' deve estar para cima virado


para a tampa.

Montar o rolamento de carga axial entre


duas pistas no porta satélites.

31
Redutor de Velocidade

Montar o outro rolamento de carga axial, o


menor, entre as duas pistas e colocar na
ponta do eixo de entrada de força.

Colocar o anel "O" na tampa.

Montar a tampa sobre a coroa interna ali-


nhando os furos dos parafusos.

Instalar 4 parafusos de apoio com arruelas


de trava.

Manual de Oficina
Redutor de Velocidade

Montar 16 parafusos de grau 8 com as ar-


ruelas de trava.

Apertar todos os parafusos de apoio da tam-


pa com 59 - 61 N.m (43 - 45 ft.lb.).
Apertar os parafusos standard com 135 -
149 N.m (100 -110 ft.lb.).

MONTAGEM DO REDUTOR NO CILINDRO

1 Monte o suporte dos elementos elásticos (C) sobre o redutor. Aperte os parafusos a
600 N.m (435 fi. Ib.).

2 Levante o redutor, posicione o suporte (C) e monte os parafusos com a porca (A).
Aperte os parafusos com porca a 91 N.m (66,5 ft. Ib.).

3 Complete o nível do óleo do redutor com o óleo


recomendado (HD8ü/85) até a metade do redutor.
a nível do óleo é importante para manter uma lubri-
ficação adequada e ter espaço suficiente para ex- C
pansão do ar interior do redutor.

Fig. 85
parafuso com porca == A
suporte do elemento elástico (margarida) == C

M::InIJa/ d~ Oficina 33
Redutor de Velocidade
MONTAGEM DO CILINDRO NO CHASSI

Role o cilindro para dentro do chassi


posicione o suporte do elemento elástico
(A) do lado do motor de vibração, evite ro-
çar nas mangueiras ou no motor de vibra-
ção.
Montar os calços e os parafusos para evi-
tar que os calços caiam.

Nota: Monte os calços correspondentes de


Fig. 86 cada lado.
suporte dos elementos elásticos = A

VERSÃO OEPO

Montar os parafusos para evitar que os cal-


ços caiam. Montar a seguir o suporte (B)
do redutor e a proteção (C).

Fig. 87
suporte = B
proteção do motor de tração = C

Proceder o aperto dos parafusos com torque correto conforme tabela:

Torque
Parafuso N.m ft.lb
Fixação do motor de tração 110 85
clloctite 241

Proteção (C) 435 320

Fixação do motor de tração 92 66


clloctite 241

Suporte do elemento elástico 430 320


(A) e (8)

Fixação do raspador 765 550

34 Manual de Oficina
REDUTOR DE VELOCIDADE
ç
Regulagem da porca (pré carga) 197691

1. Aperte a porca com forque de 15 a 20 Kgm.


O selo mecânico 423471 e o protetor 191115 já devem estar
montados.

2. Gire o cubo en sentido horario e anti- horario e reaperte.

3. Repita esta operação quantas vezes seja necessário até


estabilizar o torque.

4. Checar o torque resistivo ao giro do cubo para a carga de 8-12


Kg

5. Posicione os 2 parafusos de trava 197692 com trava química


fixando na f1ange 197693.
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
I
~--~ .

a..-_ .

---.J.~--,._ ••...• .,r:••


/ /1·'

·---/:~~r···..