Você está na página 1de 38

Prof.

Fabricio Scheffer

01 - (FCM MG/2014) 04 - (UERJ/1999)


A intensidade luminosa da lâmpada de filamento de Dois fusíveis, F1 e F2, são utilizados pata proteger
uma lanterna a pilhas diminui, quando esta for usada circuitos diferentes da parte elétrica de um
por um longo tempo. automóvel. F1 é um fusível de 1,0 A, F2 é um fusível de
2,0 A, e funcionam ambos sob a mesma voltagem.
A melhor explicação para esse fato é: Esses fusíveis, feitos do mesmo material, têm
comprimentos iguais e a mesma forma cilíndrica de
a) As conexões das pilhas se oxidam. seções transversais de áreas S1 e S2. A razão S1/S2 é
b) A força eletromotriz das pilhas diminui.
igual a:
c) A resistência interna das pilhas aumenta.
a) 4
d) A resistência do filamento da lâmpada
b) 3/2
aumenta.
c) 1/2
d) 1/4
02 - (UEL PR/2001)
O instrumento destinado a medir a intensidade de
05 - (UERJ/1998)
corrente elétrica é chamado de amperímetro. Para
Um ventilador dissipa uma potência de 30 W, quando
medir a intensidade da corrente que passa por um fio
ligado a uma rede elétrica que fornece uma tensão
é preciso primeiro corta-lo, para depois, então,
eficaz de 120 V. A corrente eficaz estabelecida nesse
conectar o amperímetro no circuito, de modo que a
aparelho tem valor igual a:
corrente atravesse o instrumento de medida. Com
a) 150 mA
esta informação, conclui-se que é essencial que a
b) 250 mA
resistência do amperímetro seja:
c) 350 mA
a) grande, quando comparada com qualquer
d) 450 mA
uma das resistências presentes no circuito.
b) aproximadamente igual à maioria das
06 - (UERJ/1998)
resistências presentes no circuito.
Observe as configurações abaixo:
c) aproximadamente igual à maior das
resistências presentes no circuito.
d) aproximadamente igual à menor das
resistências presentes no circuito.
e) pequena, quando comparada com qualquer
+ + +
uma das resistências presentes no circuito

03 - (UERJ/2000)
O gráfico mostra a variação da corrente eficaz, em - - -
ampères, de um aquecedor elétrico que operou sob 1 2 3
tensão eficaz de 120V, durante 400 minutos.

corrente (A)
+
30
20
-
10
4
Aquela que permite acender uma lâmpada de
0 100 200 300 400 t(min)
lanterna, usando uma pilha comum e alguns pedaços
a) Se o custo da energia elétrica é de 20 centavos
de fio, é a de número:
de real por quilowatt-hora, determine o custo, em
a) 1
reais, do energia cedido ao aquecedor durante os 400
b) 2
minutos indicados.
c) 3
b) Se 1/3 da energia total cedido ao aquecedor,
d) 4
nos primeiros 42 minutos de funcionamento, foi
utilizada para aquecer 10 litros de água, determine a
variação de temperatura da água. Utilize o calor
específico do água como 4,2 x 10³ J/kgºC.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

07 - (UNIFOR CE/2001) 10 - (UFF RJ/1995)


Um fio condutor, de secção constante, é percorrido Uma amostra de massa m = 60g de ouro, mantida em
por uma corrente elétrica constante de 4,0 A. O completo isolamento térmico do ambiente, é
número de elétrons que passa por uma secção reta envolvida por um fio condutor, muito fino e
desse fio, em um minuto, é: envernizado que serve para aquecê-la.
Dado carga elementar = 1,6 . 10-19C Este aquecedor tem resistência elétrica R=300  e
a) 1,5 . 1021 pode ser momentaneamente conectado a uma bateria
b) 4,0 . 1020 ideal de f.e.m. igual a 12V, ligando-se a chave S da
c) 2,5 . 1019 figura.
d) 1,5 . 1018
e) 4,0 . 1017

08 - (UNIFOR CE/2001)
Um circuito eletrônico foi submetido a um pulso de
corrente indicado no gráfico.

Com o aquecedor ligado, a temperatura da amostra


sobe. Um sensor de temperatura fixado à amostra
permite o registro de sua temperatura em função do
Durante esse pulso, a carga elétrica que fluiu no
tempo como mostrado a seguir.
circuito, em coulombs, foi igual a
a) 1,3 . 10-3
b) 2,6 . 10 -3
c) 3,0 . 10-3
d) 6,0 . 10-3
e) 1,2 . 10-2

09 - (UFSCar SP/2000)
Por recomendação de um eletricista, o proprietário
substituiu a instalação elétrica de sua casa, e o
chuveiro, que estava ligado em 110 V, foi trocado por Com base nos dados fornecidos acima, determine:
outro chuveiro de mesma potência, ligado em 220 V. a) a corrente elétrica que percorre o aquecedor
A vantagem dessa substituição está quando em funcionamento;
a) no maior aquecimento da água que esse outro b) a potência dissipada pelo aquecedor quando
chuveiro vai proporcionar. em funcionamento;
b) no menor consumo de eletricidade desse c) a taxa de aumento da temperatura da
outro chuveiro. amostra com o tempo com o aquecedor em pleno
c) na dispensa do uso de disjuntor para o circuito funcionamento;
desse outro chuveiro. d) o calor específico do ouro em cal/g°C,
d) no barateamento da fiação do circuito desse lembrando que 1J=0,24 cal.
outro chuveiro, que pode ser mais fina.
e) no menor volume de água de que esse outro
chuveiro vai necessitar.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

11 - (UNIFESP SP/2002) prática, no entanto, é extremamente perigosa, pois


Num livro de eletricidade você encontra três pode provocar incêndios.
informações: a primeira afirma que isolantes são Sobre:
corpos que não permitem a passagem da corrente - o tipo de ligação de cada aparelho;
elétrica; a segunda afirma que o ar é isolante e a - a corrente elétrica (it);
terceira afirma que, em média, um raio se constitui de - a potência dissipada (Pd),
uma descarga elétrica correspondente a uma corrente
de 10000 ampères que atravessa o ar e desloca, da No Benjamim, a cada aparelho que entrar em
nuvem à Terra, cerca de 20 coulombs. Pode-se funcionamento simultaneamente com outro(s), pode-
concluir que essas três informações são: se afirmar que essa ligação é em:
a) coerentes, e que o intervalo de tempo médio a) série, e que it aumenta e Pd aumenta.
de uma descarga elétrica é de 0,002 s. b) série, e que it diminui e Pd diminui.
b) coerentes, e que o intervalo de tempo médio c) paralelo, e que it aumenta e Pd aumenta.
de uma descarga elétrica é de 2,0 s. d) paralelo, e que it diminui e Pd aumenta.
c) conflitantes, e que o intervalo de tempo e) paralelo, e que it diminui e Pd diminui.
médio de uma descarga elétrica é de 0,002 s.
d) conflitantes, e que o intervalo de tempo 14 - (UEM PR/1999)
médio de uma descarga elétrica é de 2,0 s. Sabe-se que o coeficiente de temperatura da
e) conflitantes, e que não é possível avaliar o resistividade referente a um determinado fio
intervalo de tempo médio de uma descarga elétrica. condutor retilíneo de alumínio é Al = 4 x 10- 3 ºC- 1.
Considerando que a 0ºC a resistência do fio condutor
12 - (UFJF MG/1998) é de 50, assinale o que for correto.
Na figura abaixo, representamos um par de fios 01. O fio condutor possuirá resistência elétrica
alimentando uma máquina de lavar roupas. O fio A infinita, quando ele estiver sujeito a uma d.d.p. de 50
representa a fase, enquanto o fio B representa o Volts.
neutro. A d.d.p. entre A e B é 110 V. Devido a um 02. A corrente elétrica que percorre o condutor
defeito, o fio A fecha contato com a carcaça metálica será de 20 A, quando ele for submetido a uma tensão
da máquina de lavar roupas. de 0,5 mV.
04. Mantendo-se a pressão constante, a
temperatura do fio de alumínio será de 1750 ºC,
quando ele atingir 400.
08. Se um fio condutor de material diferente, com
as mesmas dimensões do condutor de alumínio, for
submetido à mesma d.d.p., a corrente no condutor de
alumínio, em geral, será dez vezes maior .
16. Ao ser percorrido por uma corrente elétrica,
surgirá em torno do condutor de alumínio um campo
magnético.
Uma pessoa descalça sobre o chão molhado, ao tocar
na carcaça: 15 - (UnB DF/1992)
a) leva choque por causa da amplificação, pela Dado o circuito abaixo, em que  = 62V, R1 = 3, R2 =
água, da eletricidade; 2, R3 = 2, R4 = 5, calcule a corrente (em ampères)
b) leva choque porque a pessoa conduz que passa pela resistência R2.
eletricidade para a Terra;
c) só leva choque se o motor estiver ligado;
d) nada podemos afirmar, pois a resistência 
elétrica do corpo da pessoa é infinita; R4
R1
e) não leva choque, porque a água é um
condutor.
R3
13 - (UNIRIO RJ/1994)
Existe uma prática muito comum de ligar vários R2
aparelhos eletrodomésticos a uma mesma tomada,
através de um dispositivo chamado “Benjamim”. Essa

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

16 - (MACK SP/2006) c) os ecologistas não têm razão, uma vez que, ao


Na figura ao lado, temos a ilustração de uma fonte de encostar simultaneamente em dois fios, uma ave
tensão para corrente contínua. Os terminais A e C, nunca morrerá eletrocutada.
protegidos por fusíveis, apresentam potenciais d) os ecologistas não têm razão, pois sabe-se que
elétricos, respectivamente, iguais a + 6,0 V e – 6,0 V, e o corpo de uma ave é um isolante elétrico, não
o terminal B apresenta potencial elétrico zero. A permitindo a passagem de corrente elétrica.
lâmpada possui especificações nominais 3,0 W – 12 V, e) os ecologistas têm razão, uma vez que, ao
e a chave K é utilizada para fechar o circuito apenas encostar simultaneamente em dois fios, uma ave
em um ponto de cada vez. provavelmente morrerá eletrocutada.

19 - (UEPG PR/2007)
Sobre corrente elétrica e circuitos elétricos, assinale o
que for correto.
01. Corrente elétrica é a quantidade de carga que
flui através de uma área especifica por unidade de
comprimento.
A intensidade de corrente elétrica na lâmpada é: 02. Todo circuito elétrico tem, no mínimo, duas
a) 125 mA, quando a chave está no ponto B, e partes: uma fonte de energia e um dispositivo que
250 mA, quando a chave está no ponto C. utiliza a energia elétrica.
b) 250 mA, quando a chave está no ponto B, e 04. Quanto maior a resistência elétrica de um
125 mA, quando a chave está no ponto C. material condutor, menor será a fração da energia
c) 250 mA, independentemente de a chave estar cinética dos elétrons que é convertida em calor.
no ponto B ou no ponto C. 08. Para os materiais que obedecem à lei de Ohm,
d) zero, quando a chave está no ponto B, pois a a diferença de potencial V, através de uma amostra
lâmpada queima. particular do material, é proporcional à corrente i que
e) zero, quando a chave está no ponto C, pois a passa pelo material.
lâmpada queima. 16. Um elemento de um circuito elétrico
submetido a uma diferença de potencial Va,b, através
17 - (UFC CE/2002) do qual passa uma corrente elétrica i, consome
energiaUm quando a corrente
pássaro pousa emfluium
do dos
potencial
fios demais
umabaixo
linha de tran
potencial, em milivolts (mV), entre os seus pés é: para o potencial mais elevado e fornece energia para
a) o circuito
1,0quando a corrente flui no sentido contrário.
b) 2,0
c) 20 - (UFG
3,0GO/1998)
d) Um telefone
4,0 celular funciona numa faixa de
e) freqüência
5,0 de 824 a 849 MHz. As cargas e os tempos
de duração das baterias, de 6 V, para esse tipo de
18 - (EFOA MG/1999) telefone são dados na tabela a seguir:
Normalmente, as distâncias entre os fios
(desencapados) da rede elétrica de alta tensão são Carga (Ah) Tempo (min)
inferiores às distâncias entre as pontas das asas de 0,3 40
algumas aves quando em vôo. Argumentando que isso 0,38 50
pode causar a morte de algumas aves, ecologistas da 0,55 70
região do Pantanal Mato-grossense têm criticado a 0,8 110
empresa de energia elétrica da região. Em relação a 1,1 150
esta argumentação, pode-se afirmar que:
a) os ecologistas não têm razão, pois sabe-se que a) Sabendo-se que a velocidade de uma onda
é nula a resistência elétrica do corpo de uma ave. eletromagnética no ar é aproximadamente igual a 3x
b) os ecologistas têm razão, pois a morte de uma 108 m/s, qual o comprimento de onda aproximado
ave poderá se dar com sua colisão com um único fio e, para a freqüência de 830 MHz?
por isto, a maior proximidade entre os fios aumenta a b) Qual a quantidade de carga (em coulombs)
probabilidade desta colisão. fornecida pela bateria de 0,80 Ah?
c) Calcule a corrente média e a potência média
fornecidas pela bateria de 0,80 Ah.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

d) 7,61022.
21 - (UFG GO/1998) e) 9,01022.
O transporte ativo de Na+ e K+ através da membrana
celular é realizado por uma proteína complexa, 24 - (UFG GO/2005)
existente na membrana, denominada “sódio-potássio- Nos choques elétricos, as correntes que fluem através
adenosina-trifosfatase” ou, simplesmente, bomba de do corpo humano podem causar danos biológicos que,
sódio. de acordo com a intensidade da corrente, são
Cada bomba de sódio dos neurônios do cérebro classificados segundo a tabela abaixo.
humano pode transportar, por segundo, até 200 Na+
para fora da célula e, 130 K+ para dentro da célula.
Dado: carga elementar do elétron = 1.6 X 10–19 C.
a) Sabendo-se que um pequeno neurônio possui
cerca de um milhão de bombas de sódio, calcule a
carga líquida que atravessa a membrana desse
neurônio.
b) Calcule também a corrente elétrica média
através da membrana de um neurônio.

22 - (PUC RJ/1995)
Sabemos que a corrente elétrica é produzida pelo
movimento de cargas elétricas em certos materiais e Considerando que a resistência do corpo em situação
que os metais são conhecidos como bons condutores normal é da ordem de 1500, em qual das faixas
de corrente elétrica. Das afirmações abaixo, apenas acima se enquadra uma pessoa sujeita a uma tensão
uma é verdadeira. Assinale-a. elétrica de 220 V?
a) Em um metal, a corrente elétrica é produzida a) V
pelo movimento dos prótons e elétrons de seus b) IV
átomos. c) III
b) Na passagem de corrente elétrica em um d) II
metal, os elétrons se deslocam para a extremidade e) I
onde o potencial elétrico é menor.
c) Na passagem de corrente elétrica em um 25 - (UFMG/2005)
metal, os elétrons se deslocam no mesmo sentido que O circuito da rede elétrica de uma cozinha está
os prótons. representado, esquematicamente, nesta figura:
d) Quando as extremidades de um fio metálico
ficam sujeitas a uma diferença de potencial, os
elétrons se deslocam para a extremidade onde a
tensão é maior e os íons positivos, em mesmo número
para a outra extremidade.
Nessa cozinha, há duas lâmpadas L, uma geladeira G e
e) Em um metal, os elétrons são os únicos
um forno elétrico F.
responsáveis pela condução de eletricidade.
Considere que a diferença de potencial na rede
elétrica é constante.
23 - (FMTM MG/2003)
Inicialmente, apenas as lâmpadas e o forno estão em
Através de dois eletrodos de cobre, mergulhados em
funcionamento. Nessa situação, as correntes elétricas
sulfato de cobre e ligados por um fio exterior, faz-se
nos pontos P e Q, indicados na figura, são,
passar uma corrente de 4,0 A durante 30 minutos. Os
respectivamente, iP e iQ.
íons de cobre, duplamente carregados da solução,
Em um certo instante, a geladeira entra em
Cu++, vão sendo neutralizados num dos eletrodos
funcionamento.
pelos elétrons que chegam, depositando-se cobre
Considerando-se essa nova situação, é CORRETO
(Cu++ + 2e = Cu0). Neste intervalo de tempo, o número
afirmar que:
de elétrons transportados é igual a:
a) iP e iQ se alteram.
Dado: e = 1,610–19 C
b) apenas iP se altera.
a) 1,61019.
c) iP e iQ não se alteram.
b) 3,21019. d) apenas iQ se altera.
c) 4,51022.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

26 - (UFSC/2007) 29 - (UFMG/1997)
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S). Uma lâmpada fluorescente contém em seu interior
01. Para a maioria dos metais a resistividade um gás que se ioniza após a aplicação de alta tensão
diminui quando há um aumento na temperatura. entre seus terminais. Após a ionização, uma corrente
02. Para um condutor ôhmico um aumento de elétrica é estabelecida e os íons negativos deslocam–
tensão corresponde a um aumento proporcional de se com uma taxa de 1,0 . 1018íons/segundo para o
corrente elétrica. pólo A. Os íons positivos deslocam–se, com a mesma
04. Para dois condutores de mesmo material e taxa, para o pólo B.
mesmo comprimento, sendo que um tem o dobro da
área de seção do outro, teremos uma mesma
intensidade de corrente se aplicarmos a mesma
tensão sobre ambos.
08. A dissipação de energia por efeito Joule num A B
resistor depende do sentido da corrente e independe
da tensão aplicada sobre ele. Sabendo–se que a carga de cada íon positivo é de 1,6 .
16. Ao se estabelecer uma corrente elétrica num 10–19C, pode–se dizer que a corrente elétrica na
fio metálico submetido a uma certa tensão contínua, lâmpada será:
teremos prótons se movendo do pólo positivo ao a) 0,16A
negativo. b) 0,32A
32. Os metais geralmente são bons condutores de c) 1,0 . 1018A
eletricidade e de calor. d) nula

27 - (UNESP/2007) 30 - (UFOP MG/1996)


Células fotovoltaicas foram idealizadas e Um chuveiro de potência 2400/3600 watts
desenvolvidas para coletar a energia solar, uma forma (verão/inverno) é ligado a uma tensão de 120 volts.
de energia abundante, e convertê-la em energia Sabendo-se que a carga elétrica do elétron é 1,610-19
elétrica. Estes dispositivos são confeccionados com C, o número de elétrons que atravessa, em média,
materiais semicondutores que, quando iluminados, uma seção transversal do fio, em um segundo, para a
dão origem a uma corrente elétrica que passa a chave nas posições “verão” e “inverno”, é,
alimentar um circuito elétrico. Considere uma célula respectivamente:
de 100 cm2 que, ao ser iluminada, possa converter a) 1010 elétrons e 1010 elétrons.
12% da energia solar incidente em energia elétrica. b) 1010 elétrons e 1020 elétrons.
Quando um resistor é acoplado à célula, verifica-se c) 1010 elétrons e 1030 elétrons.
que a tensão entre os terminais do resistor é 1,6 V. d) 1020 elétrons e 1020 elétrons.
Considerando que, num dia ensolarado, a célula e) 1020 elétrons e 1030 elétrons.
recebe uma potência de 1 kW por metro quadrado,
calcule a corrente que passa pelo resistor. 31 - (UFOP MG/1996)
I. Um chuveiro de potência 2400/3600 watts
28 - (FMTM MG/2003) (verão/inverno) é ligado a uma tensão de 120 volts.
Uma nuvem de tempestade está a um potencial Sabendo-se que a carga elétrica do elétron é 1,6x10-
19
elétrico de 107 V em relação ao solo e descarrega-se C, o número de elétrons que atravessa, em média,
emitindo um raio que dura 0,2s, com uma corrente de uma secção transversal do fio, em um segundo, para a
103 A. Se toda energia do raio for convertida em chave nas posições “verão” e “inverno”, é,
energia térmica, a quantidade de calor liberada para a respectivamente:
atmosfera e para o solo será, em joules, igual a: a) 1010 elétrons e 1010 elétrons;
a) 1,6109. b) 1010 elétrons e 1020 elétrons;
b) 2,0109. c) 1010 elétrons e 1030 elétrons;
c) 3,2109. c) 1020 elétrons e 1020 elétrons;
d) 4,0109. e) 1020 elétrons e 1030 elétrons.
e) 5,0109. II. A partir da relação entre corrente elétrica,
diferença de potencial e potência, mostrar, em
detalhe, os cálculos que te levaram à resposta no item
anterior.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

32 - (PUC MG/2006) a) 15V


ASSINALE A OPÇÃO INCORRETA. b) 10V
a) Materiais que são bons condutores de c) zero
eletricidade possuem elétrons livres que podem ser d) 20V
transportados com facilidade. e) n.d.a
b) Materiais isolantes quase não possuem
elétrons livres. 36)
c) A madeira, a porcelana e a borracha são Considere no gráfico abaixo as curvas características
conhecidas como bons condutores de eletricidade. de um gerador, um motor elétrico e um resistor:
d) O ar seco e o papel são conhecidos como bons
isolantes. U(V)
20

33 - (UFSC/1995)
15
Um fio condutor é percorrido por uma corrente
elétrica constante de 0,25 A. Calcule, em coulombs, a
10
carga que atravessa uma secção reta do condutor,
num intervalo de 160 s.
5,0

34)
Considere no gráfico abaixo as curvas características 2,5 5 7,5 10
I(A)
de um gerador, um motor elétrico e um resistor: Quando o gerador estiver em curto-circuito, a
corrente através dele terá intensidade:
U(V)
20
a) zero
b) 2,5 A
15
c) 5A
d) 7,5 A
10
e) 10 A

5,0 37)
Considere no gráfico abaixo as curvas características
de um gerador, um motor elétrico e um resistor:
2,5 5 7,5 10
I(A)
A resistência elétrica do resistor é de: U(V)
20
a) 2
b) 4
15
c) 1
d) 3
10
e) n.d.a
5,0
35)
Considere no gráfico abaixo as curvas características
de um gerador, um motor elétrico e um resistor: 2,5 5 7,5 10
I(A)
Quando o motor estiver em curto-circuito, a corrente
U(V)
através dele terá intensidade:
20
a) zero
b) 5,0 A
15
c) 7,5 A
d) 2,5 A
10
e) n.d.a
5,0

2,5 5 7,5 10
I(A)
A f.e.m. do gerador vale:

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

U(V)
38) Considere no gráfico abaixo as curvas
20
características de um gerador, um motor elétrico e um
resistor: 15

U(V) 10
20
5,0

15
2,5 5 7,5 10
I(A)
10 Quando o gerador estiver ligado corretamente apenas
ao motor, a corrente no circuito (G + M) valerá:
5,0 a) zero
b) 2,5 A
2,5 5 7,5 10 c) 5A
I(A)
d) 7,5 A
A respeito das resistências internas do gerador e do
e) 10 A
motor, podemos dizer que:
a) são iguais;
41)Considere no gráfico abaixo as curvas
b) a do gerador vale 1;
características de um gerador, um motor elétrico e um
c) a do motor não dá para calcular;
resistor:
d) a do motor é nula; U(V)
e) n.d.a 20

39) 15

Considere no gráfico abaixo as curvas características


10
de um gerador, um motor elétrico e um resistor:
5,0
U(V)
20
2,5 5 7,5 10
I(A)
15 Quando gerador, motor e resistor forem ligados em
série, a corrente no circuito (G + M + R) será:
10 5A
a) 3
b) 3A
5,0
5
c) 2,5 A
2,5 5 7,5 10 d) 5,0 A
I(A)
e) 7,5 A
Quando o gerador estiver ligado apenas ao resistor, a
corrente no circuito (G + R) valerá:
42 - (FURG RS/2007) Raios são descargas elétricas
a) zero
naturais produzidas quando ocorre uma diferença de
b) 2,5 A
potencial suficientemente elevada entre duas nuvens
c) 5A
ou entre uma nuvem e o solo. Num raio entre uma
d) 7,5 A
nuvem e o solo, valores típicos de tensão são da
e) 10 A
ordem de 20.000.000 de volts. A descarga é
extremamente rápida, com uma duração da ordem de
40)
1ms. Neste período, a corrente é avaliada em 180.000
Considere no gráfico abaixo as curvas características
ampéres. Calcule durante quantos meses a energia
de um gerador, um motor elétrico e um resistor:
elétrica liberada na produção deste raio poderia suprir
uma residência cujo consumo mensal é de 250 kWh.
a) 4.
b) 2.
c) 1.
d) 80.
e) 40.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

43 - (UNESP/2001) 44 - (UFU MG/1995)


A figura representa esquematicamente um diodo, Duas esferas condutoras, exatamente iguais e
dispositivo eletrônico formado pela junção de dois inicialmente carregadas com cargas –Q e 7Q, são
cristais semicondutores, um com excesso de ligadas por uma haste condutora de comprimento
portadores de carga positiva, denominado p, e outro 10m e área da secção igual a 2x10–6m2, conforme a
com excesso de portadores de cargas negativas, figura abaixo.
denominado n.
-10
Q = 2,5x10 C
+
+ -Q +7Q
+
p +
n
+ Sabendo-se que durante um intervalo de tempo de
+
+ 2x10–9s ocorre a passagem de cargas de uma esfera
+ para outra, até atingir a situação de equilíbrio
diodo
eletrostático (ausência de trocas de cargas), e dada a
Junto à região de contato desses cristais,
representada pela faixa sombreada, nota-se que, por resistividade da haste  = 3x10–6m, pedem-se:
a) A corrente elétrica média na haste, no
difusão, parte dos portadores de carga positiva do
intervalo de tempo em que ocorre a transferência de
cristal p passa para o cristal n e parte dos portadores
cargas;
de carga negativa passa do cristal n para o cristal p.
b) O valor da resistência elétrica da haste;
Liga-se esse diodo a uma pilha, formando o circuito da
c) A diferença de potencial (d.d.p.) entre as
figura a seguir.
esferas após a troca de cargas.
p n
45 - (UNIFESP SP/2007)
diodo
Uma das especificações mais importantes de uma
bateria de automóvel é o ampere-hora (Ah), uma
unidade prática que permite ao consumidor fazer uma
avaliação prévia da durabilidade da bateria. Em
condições ideais, uma bateria de 50 Ah funciona
+
durante 1 h quando percorrida por uma corrente
elétrica de intensidade 50 A, ou durante 25 h, se a
Pode-se afirmar que, nessas condições, o diodo
intensidade da corrente for 2 A. Na prática, o ampere-
a) vai ser percorrido por uma corrente elétrica
hora nominal de uma bateria só é válido para
formada de portadores de carga negativa, no sentido
correntes de baixa intensidade – para correntes de
de p para n, e de portadores de carga positiva, no
alta intensidade, o valor efetivo do ampere-hora
sentido de n para p.
chega a ser um quarto do valor nominal. Tendo em
b) vai ser percorrido por uma corrente elétrica
formada de portadores de carga negativa, no sentido vista essas considerações, pode-se afirmar que o
de n para p, e de portadores de carga positiva, no amperehora mede a
sentido de p para n. a) potência útil fornecida pela bateria.
c) vai ser percorrido por uma corrente elétrica b) potência total consumida pela bateria.
formada de portadores de cargas positiva e negativa c) força eletromotriz da bateria.
no sentido de n para p. d) energia potencial elétrica fornecida pela
d) vai ser percorrido por uma corrente elétrica bateria.
formada de portadores de cargas positiva e negativa e) quantidade de carga elétrica fornecida pela
no sentido de p para n. bateria.
e) não será percorrido por nenhuma corrente
elétrica em qualquer sentido.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

46 - (PUC SP/2001) Use para a carga de 1 elétron: 1,6 ·10–19C


Os passarinhos, mesmo pousando sobre fios a) 1022
condutores desencapados de alta tensão, não estão b) 1024
sujeitos a choques elétricos que possam causar-lhes c) 1026
algum dano. Qual das alternativas indica uma d) 1028
explicação correta para o fato? e) 1030

48 - (UECE/2002)
Em um fio metálico, a aplicação de uma d.d.p. entre
seus extremos provoca, nele, uma corrente de 10A
durante 10 minutos. O número de elétrons que
chegam ao pólo positivo, nesse tempo, é,
aproximadamente:
a) 3,75 x 1022
b) 2,67 x 1022
c) 2,67 x 1019
d) 3,75 x 1016
a) A diferença de potencial elétrico entre os dois
pontos de apoio do pássaro no fio (pontos A e B) é
49 - (UEPB/2003)
quase nula.
Para evitar que um refrigerador possa provocar um
b) A diferença de potencial elétrico entre os dois
choque elétrico no usuário, os fabricantes
pontos de apoio do pássaro no fio (pontos A e B) é
recomendam aos consumidores que, na instalação
muito elevada.
elétrica deste eletrodoméstico, o proprietário deve
c) A resistência elétrica do corpo do pássaro é
instalar, além dos fios fase e neutro, o fio terra.
praticamente nula.
Baseado no seu conhecimento de Eletricidade, analise
d) O corpo do passarinho é um bom condutor de
as proposições a seguir:
corrente elétrica.
I. Os íons negativos acumulados na terra fluem
e) A corrente elétrica que circula nos fios de alta
através do fio terra e vão neutralizar as cargas
tensão é muito baixa.
positivas, em excesso, existentes na superfície
metálica da geladeira.
47 - (PUC SP/2003)
II. As cargas elétricas positivas, em excesso, que
Na tira, Garfield, muito maldosamente, reproduz o
se acumulam na superfície metálica da geladeira,
famoso experimento de Benjamin Franklin, com a
fluem através do fio terra e vão neutralizar os elétrons
diferença de que o cientista, na época, teve o cuidado
existentes na terra.
de isolar a si mesmo de seu aparelho e de manter-se
III. As cargas elétricas negativas, em excesso, na
protegido da chuva de modo que não fosse
superfície metálica da geladeira fluem através do fio
eletrocutado como tantos outros que tentaram
terra e se acumulam na terra.
reproduzir o seu experimento.
Com base na análise feita, assinale a alternativa
correta que justifica a recomendação do fabricante:
a) Apenas a proposição III é verdadeira.
b) Apenas as proposições II e III são verdadeiras.
c) Apenas a proposição I é verdadeira.
Franklin descobriu que os raios são descargas elétricas d) Apenas a proposição II é verdadeira.
produzidas geralmente entre uma nuvem e o solo ou e) Todas as proposições são verdadeiras.
entre partes de uma mesma nuvem que estão
eletrizadas com cargas opostas. Hoje sabe-se que uma
descarga elétrica na atmosfera pode gerar correntes
elétricas da ordem de 105 ampères e que as
tempestades que ocorrem no nosso planeta originam,
em média, 100 raios por segundo.
Isso significa que a ordem de grandeza do número de
elétrons que são transferidos, por segundo, por meio
das descargas elétricas, é, aproximadamente,

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

50 - (UEPG PR/2003) 52 - (UFU MG/2003)


Considere três lâmpadas idênticas, associadas de duas A figura abaixo mostra um fio condutor, pelo qual
formas, como mostram as figuras 1 e 2 abaixo. As passa uma corrente elétrica I. A área sombreada é a
lâmpadas têm resistências elétricas iguais, cujo valor é seção reta do fio.
r, e a diferença de potencial entre os pontos R e S é
constante. Inicialmente todas as lâmpadas estão
acesas. Com base nestes elementos, assinale o que for
correto. I
A intensidade da corrente elétrica I, que passa pelo
A B
B fio, é de 4 A. Sabendo-se que o módulo da carga de
R S R
A
C S um elétron é 1,6 x 10–19 C, a quantidade de elétrons,
C
que passará pela seção reta do fio em 8 segundos,
Figura 1 Figura 2
será igual a:
01. Na figura 1, iA = iB e iA + iB = iC. a) 2 x 1020.
02. Na figura 1, se desligarmos a lâmpada A, a b) 6,4 x 1019.
lâmpada B se apagará e a lâmpada C continuará acesa, c) 5 x 1017.
com a mesma luminosidade. d) 8 x 1018.
04. Na figura 2, se desligarmos a lâmpada C, as
lâmpadas A e B se apagarão. 53 - (UFAM/2007)
08. Na figura 2, se desligarmos a lâmpada B, a O diagrama a seguir representa a intensidade da
luminosidade da lâmpada A aumentará e a corrente I em um condutor em função do tempo t.
luminosidade da lâmpada C diminuirá. Qual a quantidade de carga, em coulombs que passa
16. Na figura 2, iA = iB. por uma seção do condutor nos 4 primeiros segundos.
51 - (UFRN/2000)
A linha telefônica fixa residencial é movida a
corrente elétrica contínua (CC), com tensão de
45 V, e funciona de forma independente da rede
elétrica convencional, que é de corrente
alternada (CA) e com tensão de 220 V. Devido a
uma freqüente falta de energia na linha
convencional de sua casa, Joãozinho, estudante
do ensino médio, pensou em fazer um
transformador elevador de tensão, para usar na
luminária de sua mesa de estudo. Sua idéia é
tirar energia da tomada do telefone (o que é a) 36
proibido por lei) e usá-la numa situação de b) 12
emergência. c) 18
d) 24
Pode-se dizer que o objetivo de Joãozinho e) 9
a) será alcançado, mas, pela lei de Faraday,
o rendimento da luminária cairá um pouco em
relação àquele obtido quando a luminária é
ligada na rede convencional.
b) só será alcançado se a linha telefônica
tiver tensão de, pelo menos, 110 V.
c) não será alcançado, pela impossibilidade
de se elevar tensão contínua para tensão
alternada somente com um transformador.
d) não será alcançado, porque tensão só
pode ser baixada, e, não, elevada.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

54 - (UNICAMP SP/2003) III. Usando corrente alternada pode-se realizar a


Utilize g = 10 m/s2 sempre que necessário na transmissão por longas distâncias em alta voltagem e
resolução dos problemas. baixa corrente, minimizando as perdas por efeito
Um LED (do inglês Light Emiting Diode) é um Joule.
dispositivo semicondutor para emitir luz. Sua potência
depende da corrente elétrica que passa através desse Está correto o que se afirma em:
dispositivo, controlada pela voltagem aplicada. Os a) I, apenas.
gráficos abaixo representam as características b) II, apenas.
operacionais de um LED com comprimento de onda c) I e II, apenas.
na região do infravermelho, usado em controles d) I e III, apenas.
remotos. e) II e III, apenas.

50 56 - (FMTM MG/2004)
40 Em um condutor, a corrente elétrica varia com o
tempo de acordo com o gráfico. Observe:
Corrente (10 -3A)

30

20

10

0
0,4 0,6 0,8 1,0 1,2 1,4 1,6
Voltagem (V)
2,0
Potência luminosa (10 -3 A)

1,5 Admitindo que a carga de um elétron é 1,6 × 10–19 C,


pode-se concluir que no intervalo de tempo dado, o
1,0 número de elétrons que fluiu através de uma secção
normal desse condutor foi de:
0,5
a) 1,6 × 1019.
b) 2,0 × 1019.
0,0
0 10 20 30 40 50 c) 1,6 × 1020.
Corrente (10 -3A) d) 2,0 × 1020.
a) Qual é a potência elétrica do diodo, quando e) 3,2 × 1020.
uma tensão de 1,2 V é aplicada?
b) Qual é a potência de saída (potência elétrica 57 - (FMTM MG/2004)
transformada em luz) para essa voltagem? Qual é a Após um mês de incansáveis ... apaga a luz!..., ...
eficiência do dispositivo? desliga o chuveiro!... a esposa comunica ao marido a
c) Qual é a eficiência do dispositivo sob uma redução de 130 kWh no consumo mensal de energia.
tensão de 1,5 V ? Não dando o braço a torcer, o marido atribui ao
sucesso da economia o fato de não mais se ter
55 - (UFG GO/2006) deixado acesa durante a noite aquela lâmpada de 100
A energia elétrica que chega às residências, ao W do corredor, que sua esposa achava indispensável
comércio e à indústria é transportada por linhas de ficar acesa. Apesar de o não uso dessa lâmpada ter
transmissão na forma de corrente alternada. Sobre contribuído para a economia obtida, ela jamais
essa modalidade de transporte de energia elétrica, poderia ter sido a única responsável, uma vez que,
julgue as afirmações que se seguem: com a energia economizada, essa lâmpada poderia
permanecer ininterruptamente acesa por,
I. A transmissão por corrente alternada aproximadamente,
consolidou-se ao longo dos anos, mas não é a forma a) 33 dias.
mais conveniente de transmissão devido às oscilações b) 38 dias.
na voltagem e na corrente. c) 46 dias.
II. A transmissão por corrente alternada é d) 54 dias.
conveniente porque a voltagem pode ser facilmente e) 61 dias.
modificada usando-se transformadores.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

58 - (FUVEST SP/2002) a) 3Q/


Os gráficos, apresentados abaixo, caracterizam a b) 6Q/
potência P, em watt, e a luminosidade L, em lúmen, c) 6Q
em função da tensão, para uma lâmpada d) 12Q/
incandescente. Para iluminar um salão, um e) Nenhuma corrente elétrica é gerada, ou seja,
especialista programou utilizar 80 dessas lâmpadas, a intensidade da corrente elétrica é nula.
supondo que a tensão disponível no local seria de 127
V. Entretanto, ao iniciar-se a instalação, verificou-se 60 - (UFAC/2004)
que a tensão no local era de 110 V. Foi necessário, Em uma bateria, há as seguintes especificações:12V;
portanto, um novo projeto, de forma a manter a 30Ah (ampère-hora). Essa bateria foi ligada a duas
mesma luminosidade no salão, com lâmpadas desse lâmpadas de 60W cada uma. Depois de quanto tempo
mesmo tipo. em que as lâmpadas foram ligadas a bateria se
descarregou totalmente?
a) 4h
b) 3,5h
c) 3h
d) 6h
e) n.d.a

61 - (PUC RS/2006)
INSTRUÇÃO: Considere a análise do circuito abaixo,
em que R representa a resistência elétrica de um
reostato que pode ser regulada para assumir valores
entre 0 e um valor máximo de 20 k.

Para esse novo projeto, determine:


a) O número N de lâmpadas a serem utilizadas. Considerando uma variação da resistência R entre os
b) A potência adicional PA, em watts, a ser seus limites, as intensidades máxima e mínima da
consumida pelo novo conjunto de lâmpadas, em corrente elétrica que passa no resistor de 10 k são,
relação à que seria consumida no projeto inicial. respectivamente,
a) 8,0 mA e 2,0 mA
59 - (UESPI/2004) b) 8,0 mA e 4,0 mA
A figura ilustra um aro circular isolante de raio R que c) 8,0 mA e 5,0 mA
contém 6 (seis) cargas elétricas puntiformes positivas, d) 10 mA e 2,5 mA
cada uma de valor + Q. Sabe-se que tal aro gira em e) 10 mA e 5,0 mA
torno de seu centro O com velocidade angular
constante . Com relação a esta situação, qual é a 62 - (UNIRIO RJ/2005)
intensidade de corrente elétrica originada pelo Quando o circuito elétrico da figura
movimento das cargas no aro?

é fechado através do interruptor C, a lâmpada L


acende e assim permanece durante 40s. A corrente
elétrica que atravessa o fio de cobre do circuito
durante este período é constante e igual a 0,4A.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

Considerando que cada átomo de cobre contribui só adequação postural; para acessibilidade e para
com um elétron livre para o transporte de corrente adaptação de veículos; órteses e próteses.
elétrica, a ordem de grandeza, em gramas, da massa PINTO, Pedro. Tecnologia assistiva no Brasil.
mínima de cobre necessária para gerar esta corrente Disponível em:
elétrica é: <http://www.cnotinfor.pt/inclusiva/pdf/Tecnologias_
Dados: assistivas_Br_pt.pdf>.
Número de Avogadro  6,0 x 1023 Acesso em: 19 set. 2012. Adaptado.
Carga elementar = 1,6 x 10–19 C
Massa de 1 mol de cobre  64g
a) 10–2
b) 10–1
c) 100
d) 101
e) 102

63 - (Escola Bahiana de Medicina e Saúde


Pública/2013)
O referencial teórico herdado do modelo organizador
da Educação Especial colocou, no passado, uma forte
orientação nas tecnologias como suporte à ação A figura representa o esquema simplificado de um
médica e à reabilitação. A ação terapêutica colocava a tipo de microfone, um dos dispositivos elétricos
ênfase na doença e nas estratégias de minimização de utilizado no aparelho auditivo, que tem como
problemas decorrentes da incapacidade. finalidade ajudar as pessoas com perda auditiva a
Encontramos um entendimento do papel inclusivo perceber os sons.
dessas tecnologias na síntese feita pelo Prof. António
Nunes Barbosa Filho (NEAR/UFPE), que define a A análise da figura, associada aos conhecimentos de
“Tecnologia Adaptada como aquela que é Física, permite afirmar:
desenvolvida e orientada para buscar propiciar ao
portador de deficiência plena autonomia às suas 01. O trecho do circuito constituído por bateria,
atividades quotidianas, sejam domésticas ou resistor e capacitor é percorrido por uma corrente
profissionais”. contínua de intensidade constante.
A lista de discussão eletrônica da Oficina de Educação 02. A carga elétrica do capacitor se mantém
Inclusiva proporcionou várias possibilidades de um constante com a vibração da placa frontal, diminuindo
novo entendimento do papel da tecnologia assistiva, a distância entre essas placas.
remetendo-a para “uma nova lógica”: a da inclusão, 03. A energia potencial elétrica do capacitor
da saúde, da possibilidade e da potencialidade. diminui à medida que a placa frontal se aproxima da
Segundo Rita Bersh, “A reabilitação só tem sentido se placa traseira fixa.
orientada à vida independente e à inclusão. Para os 04. A carga elétrica do capacitor se mantém
profissionais da saúde/reabilitação, a inclusão está constante durante a variação da distância entre as
exigindo uma revisão de conceitos e práticas, que placas.
parte da valorização do sujeito, que não é o paciente, 05. A placa frontal vibra com a mesma frequência
e sim o ator de sua reabilitação e, além disso, parte de da onda sonora emitida nas suas proximidades.
seu potencial funcional e não de sua deficiência,
explorando as potencialidades do indivíduo, de
valorização de seus desejos e de suas habilidades, da
saúde e da expectativa positiva”.
A nova nomenclatura de tecnologias assistivas aposta
em categorização baseada numa abordagem
funcional. Descreve-se uma modalidade de recurso
que parte da deficiência e não das dificuldades
funcionais dela advindas. Algumas modalidades de
tecnologias assistivas poderão ser, entre outras, os
recursos de comunicação suplementar e alternativa;
de acessibilidade ao computador; de mobilidade; para

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

64 - (UNIOESTE PR/2007) 66 - (FMTM MG/2005)


Um pára-raios é um dispositivo cuja finalidade é O elétron de um átomo de hidrogênio move-se em
oferecer um caminho seguro para descargas elétricas órbita circular com uma freqüência de 7,0 × 1015 Hz.
na atmosfera. Assinale a alternativa INCORRETA. Numa visão clássica, se a carga elementar do elétron
tem valor 1,6 × 1019 C, a intensidade da corrente
a) A montagem de um pára-raios emprega o elétrica na órbita vale, em mA, aproximadamente,
conceito de poder das pontas, encontrado na a) 1,1.
superfície de um condutor e através do qual ocorre b) 2,3.
maior concentração de cargas em regiões c) 4,8.
pontiagudas. d) 7,0.
b) Após um raio atingir a extremidade de um e) 8,6.
pára-raios, ocorre uma diferença de potencial entre a
extremidade do pára-raios e a sua parte inferior, 67 - (UEG GO/2005)
provocando uma corrente elétrica formada por Os elétrons, em um circuito no qual há uma corrente
cátions, os quais se deslocam através da barra do elétrica contínua, movem-se com velocidade muito
pára-raios. pequena (apenas 0,1 mm/s, aproximadamente).
c) Quando uma nuvem eletrizada se aproxima de Entretanto, quando ligamos o interruptor do circuito,
um pára-raios, ocorre indução de cargas no mesmo. o campo elétrico que surge no condutor é
d) Uma superfície equipotencial nas vizinhanças estabelecido quase instantaneamente em todo fio,
de um pára-raios não pode conter pontos a potenciais pois a velocidade de propagação desse campo é
distintos. praticamente igual à da luz. Então, em um tempo
e) Se a nuvem estiver eletrizada negativamente, muito curto, todos os elétrons livres já estão em
o sentido da descarga é da nuvem para a terra, movimento, embora os elétrons que começaram a
ocorrendo fluxo de elétrons. mover-se nas proximidades do interruptor só
alcancem o filamento depois de um tempo muito
65 - (EFOA MG/2004) longo. Portanto, os elétrons que provocam o
As linhas de campo elétrico (contínuas) e as linhas aquecimento do filamento a 2500 ºC são aqueles
equipotenciais (tracejadas) para o peixe elétrico presentes no seu próprio tungstênio.
Eigenmannia virescens estão esquematizadas na LUZ, A. M.R.; ÁLVARES, B.A, Curso de Física. 5. ed.
figura abaixo. Eletricidade, São Paulo: Scipione, p. 155.

A propósito do assunto tratado no texto acima,


assinale a alternativa CORRETA:
a) O efeito joule consiste na transformação de
energia térmica em energia luminosa em um resistor
percorrido por uma corrente elétrica.
b) As lâmpadas incandescentes foram criadas por
James Watt.
c) Os filamentos dessas lâmpadas são
O tipo de carga na cabeça do peixe elétrico e a geralmente feitos de tungstênio, que é um metal cujo
corrente elétrica que um outro peixe, de resistência ponto de fusão é baixo.
d) Para um elétron percorrer um fio de 60 cm de
3, experimentaria ao se colocar entre os pontos A e
comprimento com velocidade constante de 0,1 mm/s
B, indicados na figura, são, RESPECTIVAMENTE:
seria necessário um tempo de 100 minutos.
e) Em Fahrenheit, a temperatura do filamento
a) negativa e 1 mA.
pode chegar 950 ºF.
b) positiva e 1 mA.
c) positiva e 1 A.
d) negativa e 1 A.
e) positiva e 10 mA.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

68 - (UEG GO/2005)
O circuito elétrico mostrado abaixo é formado por 70 - (UFJF MG/2005)
dois resistores de resistências elétricas R1 e R2 Sabe-se que diferenças de potencial relativamente
associados em paralelo e ligados a uma fonte de pequenas podem causar graves danos ao corpo
tensão V. As características de cada resistor são: humano, dependendo da resistência oferecida por
Resistor 1: comprimento = L cm; material = cobre; este à passagem da corrente elétrica. O valor dessa
área de secção = quadrado de lado medindo x cm. resistência pode variar entre, aproximadamente, 100
Resistor 2: comprimento = L cm; material = cobre; k, para a pele seca, e cerca de 1,00 k, para a pele
área de secção = triângulo retângulo isósceles de molhada. Freqüentemente, pessoas levam choques
catetos medindo x cm. elétricos ao tocarem em chuveiros mal instalados. O
choque, que pode ser inofensivo, se a pessoa estiver
com o corpo seco, pode também ter graves
conseqüências, e até levar à morte, quando o corpo
estiver molhado.
As correntes que passariam pelo corpo da pessoa que
Desprezando as resistências elétricas dos fios de fosse submetida a uma diferença de potencial de 120
conexão, bem como efeitos de dilatação térmica, V com o corpo seco ou com o corpo molhado seriam,
indique o item correto: respectivamente:
a) A corrente elétrica que atravessa o resistor 1 é a) 120 A e 1,20 × 105 A
o dobro da corrente que atravessa o resistor 2. b) 120 mA e 1,20 mA
b) A potência dissipada por efeito joule pelo c) 120 A e 1,20 A
resistor 2 é o dobro da potência dissipada pelo d) 1,20 mA e 1,20 × 103 A
resistor 1. e) 1,20 mA e 120 mA
3
c) A resistência equivalente do circuito vale R1 .
2 71 - (UFPI/2006)
d) A corrente total que atravessa o circuito vale Um fio metálico de secção transversal 2mm2 possui
V uma densidade de 6×1028 elétrons livres por m3. Cada
3 .
R1
elétron possui uma carga de 1.6 x1019 C. A velocidade
e) A tensão sobre o resistor 1 vale a metade da média dessa carga livre quando o fio é percorrido por
tensão sobre o resistor 2. uma corrente de 4A é aproximadamente:
a) 2 m/s
69 - (UFF RJ/2005) b) 2 cm/s
A figura abaixo mostra o esquema elétrico de um dos c) 2 mm/s
circuitos da cozinha de uma casa, no qual está ligada d) 0.2 mm/s
uma geladeira, de potência especificada na própria e) 0.02 mm/s
figura. Em cada uma das tomadas I e II pode ser ligado
apenas um eletrodoméstico de cada vez. Os 72 - (UFRN/2005)
eletrodomésticos que podem ser usados são: um Zelita estava aprendendo na escola as propriedades
microondas (120 V – 900 W), um liqüidificador (120 V de condução de eletricidade dos materiais. Sua
– 200 W), uma cafeteira (120 V – 600 W) e uma professora de Ciências disse que materiais usados em
torradeira (120 V – 850 W). nosso cotidiano, como madeira, borracha e plástico
são, normalmente, isolantes elétricos, e outros, como
papel alumínio, pregos e metais em geral, são
condutores elétricos. A professora solicitou a Zelita
que montasse um instrumento para verificar
Quanto maior a corrente elétrica suportada por um experimentalmente se um material é condutor ou
fio, maior é seu preço. O fio, que representa a escolha isolante elétrico.
mais econômica possível para este circuito, deverá Para montar tal instrumento, além dos fios elétricos,
suportar, dentre as opções abaixo, uma corrente de: os componentes que Zelita deve utilizar são:
a) 5A a) pilha e lâmpada
b) 10 A b) capacitor e resistor
c) 15 A c) voltímetro e diodo
d) 20 A e) bobina e amperímetro
e) 25 A

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

73 - (UNIMONTES MG/2005) 76 - (UNIFESP SP/2005)


Sabe-se que as tempestades que ocorrem na Um condutor é percorrido por uma corrente elétrica
atmosfera do nosso planeta originam, em média, 102 de intensidade i = 800 mA. Conhecida a carga elétrica
descargas elétricas por segundo, geralmente entre elementar,e 1,6 x 1019C, o número de elétrons que
uma nuvem e o solo, ou entre partes de nuvens atravessa uma seção normal desse condutor, por
eletrizadas com cargas opostas. Se a carga total segundo, é:
transferida, por segundo, através de descargas a) 8,0 × 1019
elétricas na atmosfera, é da ordem de 107 C, a ordem b) 5,0 × 1020
de grandeza da corrente elétrica, gerada numa dessas c) 5,0 × 1018
descargas elétricas, é d) 1,6 × 1020
a) 103 A. e) 1,6 × 1022
b) 104 A.
c) 105 A. 77 - (UFMG/2006)
d) 106 A. Rafael utiliza duas bobinas, uma pilha, um interruptor
e um amperímetro para fazer a montagem mostrada
74 - (UFRR/2005) nesta figura:
Numa residência são utilizados, eventualmente,
diversos aparelhos elétricos cujas potências estão
indicadas no quadro abaixo:

Ele liga uma das bobinas em série com a pilha e com o


A residência é alimentada com uma diferença de interruptor, inicialmente, desligado. A outra bobina,
potencial de 220 V e está instalado um fusível de 25 A. ele a conecta ao amperímetro e a coloca próximo à
O fusível se queimará se forem utilizados primeira.
simultaneamente: Em seguida, Rafael liga o interruptor no instante t1 e
a) bomba d’água, 20 lâmpadas de 60 W, desliga-o no instante t2. Assinale a alternativa cujo
televisão e ferro de passar; gráfico melhor representa a corrente no amperímetro
b) bomba d’água, geladeira, chuveiro e ferro de em função do tempo, na situação descrita.
passar;
c) geladeira, 20 lâmpadas de 60 W, televisão e
chuveiro;
d) bomba d’água, 20 lâmpadas de 60 W, a)
chuveiro e ferro de passar;
e) 20 lâmpadas de 60 W, televisão, chuveiro e
ferro de passar.

75 - (UFRRJ/2005) b)
Considere o circuito:

c)
As correntes nos resistores são, respectivamente, no
de 100  W e nos de 50  :
a) (5/7) A e (2/7) A
b) (4/7) A e (2/7) A
c) (10/7) A e (2/7) A
d) (8/7) A e (2/7) A d)
e) (6/7) A e (2/7) A

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

78 - (FUVEST SP/2006)
A relação entre tensão e corrente de uma lâmpada L,
como usada em automóveis, foi obtida por meio do
circuito esquematizado na figura 1, onde G representa
um gerador de tensão variável. Foi medido o valor da
corrente indicado pelo amperímetro A, para
diferentes valores da tensão medida pelo voltímetro
V, conforme representado pela curva L no gráfico 1, a
79 - (UEM PR/2006) Nas linhas de transmissão de
seguir. O circuito da figura 1 é, então, modificado,
energia elétrica, há grande perda de energia devido ao
acrescentandose um resistor R de resistência 6,0
aquecimento dos fios causado pela passagem da
em série com a lâmpada L, conforme esquematizado corrente elétrica.
na figura 2. Esse fenômeno é conhecido como efeito Joule. Para
diminuir essa perda, a transmissão é feita com a
elevação da tensão e com a diminuição da corrente.
Isso é possível com a utilização de um
a) transformador.
b) galvanômetro.
c) alternador.
d) radiador.
e) gerador.
a) construa, no Gráfico 2 a seguir, o gráfico da
potência dissipada na lâmpada, em função da tensão 80 - (UFCG PB/2006) A uva tem em seu interior um
U entre seus terminais, para U variando desde 0 até suco bastante ácido que é bom condutor elétrico.
12 V. Cortando-a em duas metades, deixando-as ligadas por
b) construa no gráfico 1 a seguir, o gráfico da apenas uma pequena porção da casca (junção) e
corrente no resistor R em função da tensão U aplicada levando-a sobre um pires de porcelana ao forno de
em seus terminais, para U variando desde 0 até 12 V. microondas, em potência alta por 10 segundos,
c) considerando o circuito da figura 2, construa, observa-se uma imensa claridade na junção.
no gráfico 3 a seguir, o gráfico da corrente indicada Adaptado de CARVALHO, Regina Pinto de. Microondas. São Paulo:
pelo amperímetro em função da tensão U indicada Livraria da Física/SBF, 2005, p. 57.
pelo voltímetro, quando a corrente varia desde 0 até 2
A. Com base nessas informações, pode-se afirmar que
o(a)
Note e adote a) campo elétrico variável das microondas
O voltímetro e o amperímetro se comportam como provoca o deslocamento de cargas elétricas, mas não
idéias. através da junção.
Na construção dos gráficos, marque os pontos usados b) campo elétrico constante das microondas
para traçar as curvas. provoca correntes elétricas apenas nas metades da
uva e a desidratação do material da junção provoca a
combustão.
c) alta resistência elétrica da junção (camada
muito fina do material) torna-a incandescente com a
passagem da corrente elétrica (efeito joule).
d) campo magnético constante das microondas
aumenta a energia cinética das moléculas da junção,
provocando o aumento da temperatura e causando a
combustão.
e) energia transportada pelas microondas
concentra-se totalmente na espessura mínima da
junção, causando a combustão.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

81 - (UFCG PB/2006)
Como se pode ver na figura abaixo, uma lanterna
comum é alimentada por duas pilhas secas de d)
resistências internas não desprezíveis. A chave
superior fecha o circuito e acende a lampadazinha.
Nessa figura, ela está aberta.
83 - (UFSM/2007) A ddp que acelera os elétrons
entre o filamento e o alvo de um tubo de raios X é de
40.000V. Qual a energia, em J, ganha por elétron
(e=1,6x10–19C)?
a) 4x10–22
Adaptado de www.feiradeciencias.com.br b) 1,6x10–19
c) 2x10–19
Considerando-se as suposições abaixo sobre o circuito d) 6,4x10–15
elétrico que explica o funcionamento da lanterna, e) 2,5x1023
assinale a alternativa CORRETA.
a) A corrente que circula pelo filamento da 84 - (UNESP/2007) Um método de cobertura de
lâmpada é a mesma que circula pela pilha que se superfícies metálicas, usado para reduzir efeitos de
encontra apoiada no fundo da lanterna. corrosão, e que é importante do ponto de vista
b) A energia elétrica acumula-se no filamento e industrial, é a chamada galvanização, que consiste em
torna possível sua conversão em energia luminosa. passar uma corrente elétrica através de uma solução
c) A corrente elétrica positiva chega à lâmpada líquida entre dois eletrodos de metais diferentes.
pela sua base e a corrente negativa chega a ela saindo Durante o processo, átomos são retirados de um dos
do pólo negativo do conjunto, produzindo seu brilho. eletrodos e depositados no outro, revestindo-o com
d) A diferença de potencial aplicada à lâmpada é uma camada protetora do outro metal. Considere um
igual à soma das forças eletromotrizes de cada uma, caso simples em que se usam eletrodos de ouro e
uma vez que as pilhas estão em série. alumínio e uma solução aquosa de nitrato de ouro
e) As moléculas de energia passam pelas barras IIIAu ( NO 3 ) 3  , gerando íons Au   que são atraídos
condutoras e com a força que sai das pilhas acendem para o eletrodo de alumínio (polo negativo), nele
a lâmpada. sendo depositados.
Considerando que uma corrente de 2,0 A percorra a
82 - (UNIFEI MG/2007) Aplica-se uma diferença de solução durante 800 s, qual é a quantidade de carga
potencial aos terminais de um resistor que obedece à que atravessa a solução nesse tempo? Lembrando que
Lei de Ohm. Sendo U a diferença de potencial, R a a carga de um elétron é igual a 1,6 x 10 19 C , a massa de
resistência do resistor e I a corrente elétrica, qual dos
um átomo de ouro é aproximadamente 3,0 x 10 -25 kg e
gráficos abaixo não representa o comportamento
que para cada três elétrons um átomo de ouro é
deste resistor?
depositado no eletrodo de alumínio, calcule a massa
total de ouro depositada durante esse tempo.
a)
85 - (UEL PR/2008) A capacidade de carga das pilhas
e baterias é dada na unidade A.h (Ampére hora).
Se uma bateria de automóvel possui
aproximadamente 44,4 A.h de capacidade de carga,
b) qual a capacidade de carga (q) em Coulomb (C) e o
número de elétrons (n) que ela pode fornecer?
Considere e = 1, 6 × 10–19C.
a) q = 16 × 105 C, n = 10 × 1014 elétrons.
b) q = 160 × 105 C, n = 10 × 1024 elétrons.
c) c) q = 1, 6 × 105 C, n = 1× 1024 elétrons.
d) q = 1, 6 × 104 C, n = 1× 1014 elétrons.
e) q = 16 × 104 C, n = 1× 1019 elétrons.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

86 - (UEL PR/2008) uma fonte, ele é capaz de armazenar cargas elétricas.


Um condutor é caracterizado por permitir a passagem Ligando-o a um elemento passivo como um resistor,
de corrente elétrica ao ser submetido a uma diferença por exemplo, ele se descarrega. O gráfico representa
de potencial. Se a corrente elétrica que percorre o uma aproximação linear da descarga de um capacitor.
condutor for diretamente proporcional à tensão
aplicada, este é um condutor ôhmico.
Assinale a alternativa que apresenta,
respectivamente, as correntes elétricas que
atravessam um condutor ôhmico quando submetido a
tensões não simultâneas de 10, 20, 30, 40 e 50 volts.
Sabendo que a carga elétrica fundamental tem valor
a) 0,5 A; 1,0 A; 2,0 A; 4,0A; 8,0 A.
1,6 x 10–19 C, o número de portadores de carga que
b) 0,5 A; 2,5 A; 6,5 A; 10,5 A; 12,5 A.
fluíram durante essa descarga está mais próximo de
c) 1,5 A; 3,0 A; 6,0 A; 12,0 A; 18,0 A.
a) 1017.
d) 0,5 A; 1,5 A; 3,5 A; 4,5A; 5,5 A.
b) 1014.
e) 0,5 A; 1,0 A; 1,5 A; 2,0A; 2,5 A.
c) 1011.
d) 108.
87 - (UEM PR/2008) e) 105.
O gráfico abaixo representa a curva característica de
um gerador elétrico. Assinale a alternativa que
90 - (UFTM/2008)
apresenta corretamente a equação do gerador.
Analise a seguinte afirmação:
“Uma pilha deixada por muito tempo em uma
lanterna, mesmo que desligada, pode vir a se
descarregar.”

Pode-se concluir que a afirmação é


a) U = 20 – 2i a) falsa, pois o ar é um isolante elétrico e não
b) U = 10 – 5i permite que a pilha se descarregue.
c) U = 10 – 20i b) verdadeira, pois entre os terminais da chave
d) U = 20 10i que comanda o acendimento da lâmpada atua um
e) U = 10 – 2i campo elétrico que permite a condução das cargas
elétricas pelo ar.
c) falsa, pois o interruptor da lanterna estando
88 - (UFRN/2008)
desligado faz com que a diferença de potencial da
Um eletricista instalou uma cerca elétrica no muro de
pilha seja nula.
uma residência. Nas especificações técnicas do
d) verdadeira, visto que nessa condição, a força
sistema, consta que os fios da cerca estão submetidos
eletromotriz da pilha é nula, não permitindo que
a uma diferença de potencial 1,0x104 V em relação à
ocorra a realização de trabalho.
Terra.
e) falsa, pois toda pilha real conta com uma
O eletricista calculou o valor da corrente que
resistência elétrica interna, que impede a dissipação
percorreria o corpo de uma pessoa adulta caso esta
de energia elétrica.
tocasse a cerca e recebesse uma descarga elétrica.
Sabendo-se que a resistência elétrica média de um
91 - (UECE/2008)
adulto é de 2,0x106  e utilizando-se a lei de Ohm, o
Uma corrente elétrica de 3,0 A percorre um fio de
valor calculado pelo eletricista para tal corrente, em
cobre. Sabendo-se que a carga de um elétron é igual a
ampère, deve ser:
1,6 x10 19 , o número de elétrons que atravessa, por
a) 2,0x102
b) 5,0x10–3 minuto, a seção reta deste fio é, aproximadamente:
c) 5,0x103 a) 1,1x1021
d) 2,0x10–2 b) 3,0x106
c) 2,0x1010
d) 1,8x1011
89 - (UFSCar SP/2008)
O capacitor é um elemento de circuito muito utilizado
em aparelhos eletrônicos de regimes alternados ou
contínuos. Quando seus dois terminais são ligados a

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

92 - (UEMG/2008) b) No processo descrito, em 2,0 ms, 4 mC


A tabela desta questão mostra alguns dos aparelhos atravessam a cavidade toráxica.
elétricos de uma residência. c) O trabalho realizado durante o processo de
desfibrilação ventricular equivale a 200 J.
d) Em locais afastados (longe de um hospital)
pode-se usar um capacitor para fornecer a potência
necessária para a desfibrilação ventricular.

95 - (UNESP/2008)
Em relação à tabela acima, é CORRETO afirmar que A arraia elétrica (gênero Torpedo) possui células que
a) a corrente elétrica no chuveiro é menor que acumulam energia elétrica como pilhas. Cada eletrócito
pode gerar uma ddp de 10–4 V, e eles ficam arrumados em
na lâmpada.
camadas, como aparece na figura.
b) a resistência elétrica da lâmpada é maior que
a do chuveiro.
c) a tensão elétrica no ferro elétrico é maior que
a da lâmpada.
d) a potência dissipada pela lâmpada é maior
que a do chuveiro.

93 - (UFSC/2008)
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) em relação
aos conceitos de eletricidade e eletromagnetismo. Considere que um mergulhador tem uma resistência
01. Elétrons e prótons são condutores de elétrica corporal baixa, de 2 000  , e que uma corrente
elétrica fatal, nessas condições, seja da ordem de 20 mA.
eletricidade nos metais.
Nesse caso, o número de camadas de eletrócitos capaz de
02. Os pólos de um ímã permanente determinam
produzir essa corrente fatal será igual a
uma diferença de potencial em suas extremi-dades. a) 400 000.
04. Bateria elétrica e pilha elétrica são b) 480 000.
componentes elétricos que geram em seus pólos uma c) 560 000.
força eletromotriz. d) 800 000.
08. Todo resistor elétrico é ôhmico. e) 1 000 000.
16. Resistores elétricos transformam energia
elétrica em calor. 96 - (UEPG PR/2008)
32. Campos magnéticos podem ser criados por A respeito de uma rede elétrica domiciliar a que estão
ímãs permanentes e correntes elétricas. ligados vários equipamentos, assinale o que for
correto.
94 - (UEG GO/2008)
Durante uma fibrilação ventricular, um tipo comum de 01. Trata-se de um circuito simples que só
ataque cardíaco, as câmaras do coração não apresenta equipamentos ligados em série.
conseguem bombear sangue, pois suas fibras 02. A diferença de potencial no circuito depende
musculares se contraem aleatoriamente e relaxam. da quantidade de aparelhos ligados.
Para salvar uma vítima de fibrilação ventricular, o 04. A função dos disjuntores é limitar a
músculo do coração precisa receber um choque para intensidade de corrente no circuito.
reestabelecer seu ritmo normal. Para isso, deve ser 08. A energia elétrica consumida depende do
enviada uma corrente de 20 A através da cavidade tempo em que os equipamentos permanecem ligados.
toráxica para transferir 200 J de energia elétrica em
aproximadamente 2,0 ms. Tal exigência pode ser
satisfeita facilmente em um hospital, mas não pelo
sistema elétrico de uma ambulância que chega para
socorrer a vítima.
Halliday, Resnick e Walker, 7ª ed. p. 77.
Com base no texto e em seus conhecimentos de física,
é CORRETO afirmar:
a) A potência exigida para a desfibrilação
ventricular é igual a 1000 kW.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

97 - (UFRJ/2009)
A figura abaixo mostra a chapa de especificações de
uma máquina de lavar roupas. Nessa chapa, estão
identificadas três grandezas físicas características do
equipamento.

Sabendo-se que uma partícula  tem a mesma carga


elétrica que um elétron, 1, 6  10 -19 C , da análise desse
gráfico, pode-se estimar que, para o intervalo de
tempo considerado, a intensidade média de corrente
Essas grandezas são, respectivamente, elétrica no detector antes de sua amplificação,
a) voltagem, freqüência e potência. poderia ser expressa, em A, pelo valor
b) corrente, freqüência e potência.
c) voltagem, período e corrente. a) 1.10–10.
d) corrente, período e voltagem. b) 8.10–11.
c) 5.10–12.
98 - (UFG GO/2009) d) 6.10–12.
Quanto à condução de eletricidade, os materiais são e) 2.10–13.
classificados como isolantes, semicondutores e
condutores. Tecnologicamente, os semicondutores 100 - (FUVEST SP/2009)
são muito usados, em parte devido ao alto controle de Com o objetivo de criar novas partículas, a partir de
dopagem que se tem nestes materiais, o que pode colisões entre prótons, está sendo desenvolvido, no
torná–los excelentes condutores. Dopar um material CERN (Centro Europeu de Pesquisas Nucleares), um
semicondutor significa substituir um dos átomos da grande acelerador (LHC). Nele, através de um
rede cristalina por um átomo com um elétron em conjunto de ímãs, feixes de prótons são mantidos em
excesso (impureza doadora) ou por um átomo com órbita circular, com velocidades muito próximas à
um elétron faltando (impureza aceitadora), conforme velocidade c da luz no vácuo. Os feixes percorrem
ilustrado abaixo. longos tubos, que juntos formam uma circunferência
de 27km de comprimento, onde é feito vácuo. Um
desses feixes contém N  3, 0 x 1014 prótons,
distribuídos uniformemente ao longo dos tubos, e
cada próton tem uma energia cinética E de
7 , 0 x 1012 eV . Os prótons repassam inúmeras vezes por
cada ponto de sua órbita, estabelecendo, dessa
forma, uma corrente elétrica no interior dos tubos.
Analisando a operação desse sistema, estime:
a) A energia cinética total Ec, em joules, do
conjunto de prótons contidos no feixe.
Na rede cristalina do Si, o tipo de ligação química b) A velocidade V, em km/h, de um trem de 400
entre a impureza e o átomo de Si e a propriedade
toneladas que teria uma energia cinética equivalente
física do material que a adição de impurezas altera,
à energia do conjunto de prótons contidos no feixe.
são, respectivamente, c) A corrente elétrica I, em ampères, que os
prótons em movimento estabelecem no interior do
a) iônica e resistividade. tubo onde há vácuo.
b) metálica e condutividade. NOTE E ADOTE:
c) covalente e condutividade.
q = Carga elétrica de um próton = 1,6  10 -19 C
d) covalente e resistência.
e) metálica e resistência. c  3,0  108 m/s
99 - (UFTM/2009) 1 eletron-volt = 1 eV  1,6  10 -19 J ATENÇÃO ! Não utilize
Antes de passar por um processo de amplificação do expressões envolvendo a massa do próton, pois, como
sinal, o fluxo de partículas  , geradas por decaimento os prótons estão a velocidades próximas à da luz, os
radioativo e capturadas por um detector de partículas, resultados seriam incorretos.
está representado pelo gráfico a seguir.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

101 - (UFRR/2009) A corrente elétrica nos condutores devida ao campo e assim serão postos em
metálicos é constituída de: movimento, dando origem a uma corrente elétrica
a) Elétrons livres no sentido oposto ao através do fio condutor. Sobre este fenômeno,
convencional assinale o que for correto.
b) Cargas positivas no sentido convencional
c) Cargas positivas no sentido oposto ao conve 01. Ao longo do fio metálico a intensidade da
ncional corrente elétrica pode variar.
d) Íons positivos e negativos fluindo na estrutura 02. O sentido convencional da corrente elétrica
cristalizada do metal através do fio é no sentido do ponto de maior
e) Elétrons livres no sentido convencional potencial para o ponto de menor potencial.
04. Ao passar através do fio, parte da energia da
102 - (UFRR/2009) Na descarga de um relâmpago corrente elétrica é dissipada em outras formas de
típico, uma corrente de 2, 5 x 10 4 ampéres flui durante energia.
2×1−5,00 segundos. 08. O movimento dos elétrons livres através do fio
Que quantidade de carga é transferida pelo será no sentido contrário ao do campo elétrico.
relâmpago?Assinale a alternativa CORRETA: 16. Se o sentido do campo elétrico estabelecido
a) 0,50 C no fio metálico for invertido periodicamente, a
b) Zero corrente elétrica também sofrerá inversões
c) 0,25 C periódicas.
d) 0,50 A
e) 1,00 A 106 - (UFMG/2010)
Um professor pediu a seus alunos que ligassem uma
103 - (UECE/2010) lâmpada a uma pilha com um pedaço de fio de cobre.
Uma bateria de 12 V de tensão e 60 A.h de carga Nestas figuras, estão representadas as montagens
alimenta um sistema de som, fornecendo a esse feitas por quatro estudantes:
sistema uma potência de 60 W. Considere que a
bateria, no início, está plenamente carregada e
alimentará apenas o sistema de som, de maneira que
a tensão da bateria permanecerá 12 V até consumir os
60 A.h de carga. O tempo Máximo de funcionamento
ininterrupto do sistema de som em horas é:

a) 08
b) 10
c) 12
d) 14 Considerando-se essas quatro ligações, é CORRETO
afirmar que a lâmpada vai acender apenas
104 - (UEG GO/2010)
Sobre os semicondutores e isolantes, é CORRETO a) na montagem de Mateus.
afirmar: b) na montagem de Pedro.
c) nas montagens de João e Pedro.
a) nos isolantes a lei de Ohm é válida. d) nas montagens de Carlos, João e Pedro.
b) algumas cerâmicas a baixas temperaturas se
comportam como isolantes. 107 - (ESCS DF/2010)
c) as propriedades de um semicondutor podem Uma bateria completamente carregada pode liberar
ser modificadas pelo processo de dopagem. 2,16 × 105 C de carga. Uma lâmpada que necessita de
d) os semicondutores apresentam alta 2,0A para ficar acessa normalmente, ao ser ligada a
resistividade elétrica em comparação aos isolantes. essa bateria, funcionará por:

105 - (UEPG PR/2010) a) 32h


Considere um fio metálico no qual foi estabelecido um b) 30h
c) 28h
campo elétrico E , conectando suas extremidades aos
d) 26h
polos de uma bateria. Os elétrons livres do fio
e) 24h
metálico estarão sujeitos à ação da força elétrica

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

108 - (UPE/2010) 111 - (UNIFOR CE/2010)


Uma corrente de 0,3 A que atravessa o peito pode A nossa matriz energética é eminentemente de
produzir fibrilação (contrações excessivamente origem hidráulica. As nossas usinas, como Itaipú,
rápidas das fibrilas musculares) no coração de um ser Sobradinho, Paulo Afonso e Tucuruí, estão localizadas
humano, perturbando o ritmo dos batimentos a grandes distâncias dos centros consumidores de
cardíacos com efeitos possivelmente fatais. energia, fazendo necessária a transmissão de energia
Considerando que a corrente dure 2,0 min, o número através de extensas linhas. A escolha por esse tipo de
de elétrons que atravessam o peito do ser humano transmissão, em alta tensão e corrente alternada de
vale baixa intensidade, ocorre porque:
Dado: carga do elétron = 1,610–19 C.
I. A transmissão de grande potência em baixa
2
a) 5,35  10 tensão e corrente de baixa intensidade é
b) 1,62  10–19 economicamente viável.
c) 4,12  1018 II. A transmissão em corrente de alta intensidade
d) 2,45  1018 e baixa tensão demandaria uma grande perda de
e) 2,25  1020 potência devido ao aquecimento das linhas de
transmissão.
109 - (UFOP MG/2010) III. A transmissão em corrente alternada permite
Em uma tarde de tempestade, numa região o abaixamento simplificado da tensão através de
desprovida de para-raios, a antena de uma casa transformadores nas estações abaixadoras dos
recebe uma carga que faz fluir uma corrente de 1,2  centros consumidores.
104 A, em um intervalo de tempo de 25  10–6 s. Qual
a carga total transferida para a antena? a) I, apenas.
b) II, apenas.
a) 0,15 C c) III, apenas.
b) 0,2 C d) I e III, apenas.
c) 0,48 C e) II e III, apenas.
d) 0,3 C
112 - (PUC MG/2010)
110 - (ESCS DF/2009) Em dias secos e com o ar com pouca umidade, é
Considere a figura: comum ocorrer o choque elétrico ao se tocar em um
carro ou na maçaneta de uma porta em locais onde o
piso é recoberto por carpete. Pequenas centelhas
elétricas saltam entre as mãos das pessoas e esses
objetos. As faíscas elétricas ocorrem no ar quando a
diferença de potencial elétrico atinge o valor de
10.000V numa distância de aproximadamente 1 cm. A
esse respeito, marque a opção CORRETA.

a) A pessoa toma esse choque porque o corpo


humano é um bom condutor de eletricidade.
b) Esse fenômeno é um exemplo de eletricidade
O gráfico fornece a intensidade da corrente elétrica estática acumulada nos objetos.
em um condutor metálico em função do tempo. Em 9s c) Esse fenômeno só ocorre em ambientes onde
a carga elétrica que atravessa uma seção do condutor existem fiações elétricas como é o caso dos veículos e
é: de ambientes residenciais e comerciais.
d) Se a pessoa estiver calçada com sapatos secos
a) 26C de borracha, o fenômeno não acontece, porque a
b) 27C borracha é um excelente isolante elétrico.
c) 28C
d) 29C
e) 30C

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

113 - (UEG GO/2011) (IV) Se X for um pedaço de peixe, ele cozinhará em


O poraquê (Electrophorus electricus) é um peixe da um tempo suficiente, e a lâmpada acenderá.
espécie actinopterígio, gimnotiforme, que pode (V) Se X for uma barra de ferro, ela aquecerá, mas
chegar a três metros de comprimento, e atinge cerca a lâmpada não acenderá.
de trinta quilogramas. É uma das conhecidas espécies A alternativa correta é:
de peixeelétrico, com capacidade de geração elétrica
que varia de 300 até 1.500 volts, aproximadamente. a) As afirmações (III), (IV) e (V) são falsas.
Sobre as interações elétricas no poraquê, é CORRETO b) As afirmações (III) e (IV) são verdadeiras.
afirmar: c) As afirmações (I) e (IV) são verdadeiras.
d) A afirmação (V) é verdadeira.
a) uma pessoa com uma resistência de 100.000 e) As afirmações (II), (III), (IV) e (V) são
Ω poderá segurar, com as duas mãos, tranquilamente, verdadeiras.
um poraquê de 300 volts, já que através dela passará
uma corrente menor que 0,070 ampères, valor que 115 - (UFG GO/2011)
poderia causar distúrbios sérios e provavelmente Em um fio condutor cilíndrico de comprimento 30 m e
fatais. seção transversal de área 1,5 mm2, aplica-se uma
b) uma corrente de 0,1 ampères passará pelo diferença de potencial de 1,5 volts, que produz uma
corpo de uma pessoa com a pele totalmente molhada, corrente elétrica constante. Um modelo microscópico,
com resistência de apenas 1.000 Ω, quanto ela tocar, que descreve a corrente elétrica nesse fio, é obtido
com as duas mãos, um poraquê de 1.000 volts. considerando que os elétrons são acelerados pela
c) uma pessoa, com uma resistência elétrica de ddp, colidem entre si e com os íons do metal. O efeito
100.000 Ω, ao tocar, com as duas mãos no poraquê, das colisões é descrito por uma força resistiva

cuja voltagem é de 300 volts, terá produzida em seu proporcional à velocidade média  dos elétrons, dada
corpo uma corrente de 30 mA ampères. por
d) qualquer pessoa pode tocar livremente o  e
Fr   
poraquê, pois choques elétricos não superaquecem 
tecidos nem lesam quaisquer funções normais do em que μ = 0,002 m2V–1s–1 é a mobilidade eletrônica e
corpo humano. e = 1,6 x 10–19 C, a carga elementar. Sabendo que no
fio existem 5 x 1028 elétrons/m3, calcule o valor da
114 - (UFAC/2011) corrente elétrica no regime estacionário.
Considere o circuito mostrado na figura a seguir e
analise as afirmações posteriores. O circuito contém 116 - (UFG GO/2011) Leia os dados apresentados a
os seguintes elementos: um plugue ligado na tomada, seguir.
os fios metálicos F1, F2 e F3, os espetos metálicos
verticais E1 e E2, um elemento X e uma lâmpada. Os peixes-elétricos possuem
órgãos derivados de tecidos
musculares especializados em
produzir descargas elétricas.
Os potenciais elétricos são
gerados em numerosas
placas, arranjadas em
colunas. A ilustração mostra
um segmento desta coluna. O
peixe Electrophorus pode
emitir pulsos de 10 ms de duração com descarga
elétrica de 500 V.

(I) Se X for um elemento de plástico ou madeira Considerando que o arranjo é distribuído sobre todo o
seca, a lâmpada acenderá. comprimento do peixe e que a corrente produzida na
(II) Se X for um pedaço de salsicha, ela cozinhará água é de 6 mA, determine:
em um tempo suficiente, mas a lâmpada não
acenderá. a) o número de placas de um peixe-elétrico.
(III) Se X for um pedaço de salsicha, ela cozinhará b) a energia dissipada em cada pulso.
em um tempo suficiente, e a lâmpada acenderá.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

117 - (UFPA/2011) a tomadas de uso geral, conforme o esquema da


O acelerador de partículas LHC, o Grande Colisor de figura: um aquecedor elétrico (Aq) de 990 W, um ferro
Hadrons (Large Hadron Collider), recebeu da imprensa de passar roupas de 980 W e duas lâmpadas, L1 e L2,
vários adjetivos superlativos: “a maior máquina do de 60 W cada uma. Nesse período, além desses
mundo”, “o maior experimento já feito”, “o big-bang equipamentos, um chuveiro elétrico de 4400 W,
recriado em laboratório”, para citar alguns. Quando o ligado ao circuito específico, como indicado na figura,
LHC estiver funcionando a plena capacidade, um feixe funcionou durante 12 minutos. Para essas condições,
de prótons, percorrendo o perímetro do anel circular determine
do acelerador, irá conter 1014 prótons, efetuando 104
voltas por segundo, no anel. Considerando que os
prótons preenchem o anel uniformemente,
identifique a alternativa que indica corretamente a
corrente elétrica que circula pelo anel.

Dado: carga elétrica do próton 1,6 x 10–19 C

a) 0,16 A
b) 1,6 x 10–15 A
c) 1,6 x 10–29 A
d) 1,6 x 10–9 A
e) 1,6 x 10–23 A a) a energia total, em kWh, consumida durante
esse período de 3 horas;
118 - (PUCCAMP SP/2011) b) a corrente elétrica que percorre cada um dos
Os elétrons livres permitem a condução de fios fase, no circuito primário do quadro de
eletricidade distribuição, com todos os equipamentos, inclusive o
chuveiro, ligados;
a) nos açúcares. c) a corrente elétrica que percorre o condutor
b) nos sais. neutro, no circuito primário do quadro de distribuição,
c) nos metais. com todos os equipamentos, inclusive o chuveiro,
d) nas bases. ligados.
e) nos ácidos. NOTE E ADOTE
A tensão entre fase e neutro é 110 V e, entre as fases,
119 - (PUCCAMP SP/2011) 220 V.
Um fio de cobre, que apresenta boa condução de Ignorar perdas dissipativas nos fios.
eletricidade, tem diâmetro de 3,5 mm e está sendo O símbolo  representa o ponto de ligação entre dois
percorrido por corrente elétrica de intensidade 4,0 A. fios.
Considere que há nesse fio 9,01021 elétrons livres por
cm3 e que a carga elétrica de um elétron vale 1,610– 121 - (UEL PR/2012)
19
C. A distância percorrida por um desses elétrons As baterias de íon-lítio equipam atualmente vários
livres, em uma hora, é de aproximadamente, em aparelhos eletrônicos portáteis como laptops,
metros máquinas fotográficas, celulares, entre outros. As
baterias desses aparelhos são capazes de fornecer
a) 1,0 1000 mAh (mil mili Ampère hora) de carga.
b) 10 Sabendo-se que a carga de um elétron é de 1,60  10-
19
c) 1,0102 C, assinale a alternativa que representa
d) 1,0103 corretamente o número de elétrons que fluirão entre
e) 1,0104 os eletrodos até que uma bateria com essa
capacidade de carga descarregue totalmente.
120 - (FUVEST SP/2012)
A figura abaixo representa, de forma esquemática, a a) 0,62  10-18
instalação elétrica de uma residência, com circuitos de b) 1,60  10-16
tomadas de uso geral e circuito específico para um c) 5,76  1013
chuveiro elétrico. Nessa residência, os seguintes d) 3,60  1021
equipamentos permaneceram ligados durante 3 horas e) 2,25  1022

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

122 - (UEPG PR/2012) 124 - (UFMG/2012)


Corrente elétrica é o deslocamento de cargas elétricas Arthur monta um circuito com duas lâmpadas
no interior de um condutor provocado pela ação de idênticas e conectadas à mesma bateria, como
um campo elétrico. Com relação à corrente elétrica e mostrado nesta figura:
seus efeitos, assinale o que for correto.

01. A luz emitida por uma lâmpada incandescente


não é um efeito luminoso da corrente elétrica, mas
uma consequência do seu efeito térmico.
02. É possível estabelecer corrente elétrica nos
gases; nesse caso a corrente elétrica é constituída
pelo movimento de íons positivos e negativos e
também elétrons livres.
04. Nos metais, os elétrons se movem no sentido Considere nula a resistência elétrica dos fios que
contrário ao campo elétrico aplicado, sendo este o fazem a ligação entre a bateria e as duas lâmpadas.
sentido real da corrente elétrica. Nos pontos A, B , C e D, indicados na figura, as
08. Um bom condutor de cargas elétricas é aquele correntes elétrica têm, respectivamente, intensidades
que tem uma baixa resistividade elétrica. iA , iB, iC , iD.

123 - (UNIFOR CE/2012) 1. Assinalando com um X a quadrícula


Emprega-se a montagem ilustrada abaixo, constando apropriada, RESPONDA : A corrente elétrica iB é
de uma cuba contendo uma solução de sulfato de menor, igual ou maior à corrente elétrica iC?
sódio, uma barra de cobre, uma barra de aço e uma
fonte de corrente contínua, objetivando revestir com Menor. Igual. Maior.
cobre a barra de aço para confeccionar uma barra de
Justifique sua resposta.
aterramento.

2. Assinalando com um X a quadrícula


apropriada, Responda: Qual é a relação correta entre
as correntes elétricas iA, iC e iD?

 i A= i C + i D  i A= i C - i D  i A= i D - i C

Justifique sua resposta.


Erros na operação impediram a deposição de cobre na
3. Assinalando com um X a quadrícula
peça de aço. Para sanar o problema, foram sugeridas
apropriada, Responda: O potencial elétrico no ponto A
algumas modificações:
é menor,igual ou maior ao potencial elétrico no ponto
C?
I. Inverter a polaridade da fonte de corrente
contínua.
 Menor.  Igual.  Maior.
II. Substituir a solução de sulfato de sódio por
outra de sulfato de cobre.
Justifique sua resposta.
III. Substituir a barra de cobre por um bastão de
grafite.

Para o sucesso da operação é suficiente realizar:

a) a operação I.
b) a operação II.
c) a operação III.
d) as operações I e II.
e) as operações II e III.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

125 - (PUCCAMP SP/2012) Durante uma tempestade, uma nuvem carregada


Durante uma tempestade raios cortam os céus. Os positivamente se aproxima de um edifício que possui
relâmpagos e os trovões são consequências das um para-raios, conforme a figura a seguir.
descargas elétricas entre nuvens ou entre nuvens e o
solo. Para proteger uma grande área dessas descargas
são instalados os para-raios, cujo funcionamento se
baseia na indução eletrostática e no poder das pontas.

Uma descarga elétrica entre uma nuvem e um para-


raio transporta uma carga elétrica de,
aproximadamente, 12 C, correspondendo a uma
De acordo com o enunciado pode-se afirmar que, ao
corrente elétrica de, aproximadamente, 100.000 A. A
se estabelecer uma descarga elétrica no para-raios,
ordem de grandeza da duração dessa descarga, em
segundos, é
a) prótons passam da nuvem para o para-raios.
b) prótons passam do para-raios para a nuvem
a) 10–4
c) elétrons passam da nuvem para o para-raios.
b) 1,2  10–4
d) elétrons passam do para-raios para a nuvem.
c) 10–3
e) elétrons e prótons se transferem de um corpo
d) 1,2  10–3
a outro.
e) 10–2
128 - (UEFS BA/2012)
126 - (UNIFOR CE/2012)
Uma corrente elétrica é constituída pelo movimento
Um estudante observa um circuito elétrico montado
ordenado de cargas elétricas em um condutor,
por seus colegas e tenta responder à questão “Qual
produzido pela ação de uma força elétrica. A
das proposições abaixo sempre ocorrerá quando uma
passagem da corrente elétrica, através dos
corrente elétrica fluir através de um resistor?” com as
condutores, acarreta diferentes efeitos, dependendo
seguintes afirmativas:
da natureza do condutor e da intensidade da corrente.
I. Ocorre uma queda de tensão;
De acordo com essa informação, cargas elétricas em
II. Produção de luz;
movimento necessariamente produzem efeito
III. Geração de calor;
IV. Surgimento de um campo magnético.
a) joule.
b) químico.
Assinale a opção que indica somente itens
c) luminoso.
correspondentes a afirmação(ões) correta(s):
d) magnético.
e) fisiológico.
a) I somente.
b) I e III somente.
129 - (UEPG PR/2013)
c) II e IV.
Provocando uma diferença de potencial entre dois
d) I e IV somente.
pontos de um fio condutor, é possível constatar o
e) I, III e IV
fluxo de cargas elétricas de um ponto para outro do
fio. Esse efeito é denominado corrente elétrica. Sobre
127 - (IFSP/2013)
a corrente elétrica, assinale o que for correto.
Leia atentamente o texto a seguir.
01. Sempre que uma corrente elétrica atravessa
Raios são descargas elétricas de grande intensidade
um gás rarefeito, ele emite luz.
que conectam as nuvens de tempestade na atmosfera
02. Todos os condutores ao serem atravessados
e o solo. A intensidade típica de um raio é de 30 mil
por uma corrente elétrica sofrem aquecimento.
ampères, cerca de mil vezes a intensidade de um
04. Por convenção, o sentido da corrente elétrica
chuveiro elétrico, e eles percorrem distâncias da
através de um condutor é de um ponto de potencial
ordem de 5 km.
elétrico mais alto para outro de potencial elétrico
(www.inpe.br/webelat/homepage/menu/el.atm/perg
mais baixo.
untas.e.respostas.php Acesso em: 30.10.2012.)
08. Corrente elétrica alternada inverte seu
sentido periodicamente.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

130 - (FCM MG/2013)


Uma ligação elétrica residencial chamada de three- 132 - (UNIRG TO/2013)
way é usada quando se necessita acender ou apagar Uma pilha recarregável contém, em seu envólucro, a
uma mesma lâmpada a partir de dois interruptores, sua capacidade, que é de 2100 mAh. Um carregador
como no exemplo da figura esquerda abaixo. Antes de contém em seu verso as informações mostradas no
subir a escada, a pessoa acende a lâmpada por meio quadro a seguir:
de um primeiro interruptor e, quando chega ao andar
de cima, apaga a lâmpada pelo outro interruptor. Input: 12 V DC 500 mA
Output: 2.8/5.6 V DC 700 mA

Desprezando-se as perdas, quanto tempo será


necessário para a pilha carregar-se completamente
nesse recarregador?

a) 1 hora
b) 1,5 horas
c) 2 horas
Os interruptores three-way (figura da direita) d) 3 horas
possuem três saídas de fios. O three-way P pode estar
ligado nos contatos 1 ou 2; o three-way Q pode estar 133 - (UFAL/2013)
ligado nos contatos 3 ou 4. A figura abaixo mostra o O choque elétrico é um estímulo rápido no corpo
esquema da ligação entre os dois three-ways, a humano, ocasionado pela passagem de corrente
lâmpada, a fase e o neutro. elétrica e que pode ocasionar contrações musculares,
parada cardíaca, queimaduras graves e até óbito. Os
danos biológicos dependem da intensidade da
corrente que flui pelo corpo e podem ser classificados
segundo a tabela a seguir.

A lâmpada estará acesa se os interruptores P e Q


estiverem conectados, respectivamente, em:

a) 1 e 4 ou 2 e 4.
b) 1 e 4 ou 2 e 3.
c) 1 e 3 ou 2 e 3.
d) 1 e 3 ou 2 e 4.
Duran, J. E. R. Biofísica – Fundamentos e Aplicações.
131 - (PUCCAMP SP/2013) São Paulo:
Para a projeção das “fitas” numa tela de cinema é Pearson Prentice Hall, 2003. p. 178. [Adaptado].
utilizada uma lâmpada cujo filamento está situado no
centro de curvatura de um espelho côncavo que, O Poraquê é um conhecido peixe elétrico da região
juntos, servem para iluminar com bastante amazônica que ficou conhecido mundialmente por sua
intensidade o filme. A lâmpada que ilumina o filme de capacidade de produzir descargas elétricas de até 600
um aparelho de projeção tem potência de 210 W e V. Se consideramos que um ser humano adulto tenha
está sendo alimentada por uma fonte de 126 V. uma resistência corporal em situação normal de 1500
O número de elétrons que passam pelo filamento , em qual faixa se enquadra uma pessoa sujeita a
dessa lâmpada, em 30 s é de, aproximadamente, uma descarga elétrica devido ao contato com o peixe
Dado: Carga elementar = 1,6  10–19 C poraquê?

a) 1,3  1020 a) I
b) II
b) 5,3  1020
c) III
c) 3,1  1020
d) IV
d) 2,1  1020
e) V
e) 7,2  1020

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

134 - (UFG GO/2013) carga que atravessa o músculo, em microcoulombs, é


É crescente o número de bicicletas elétricas circulando igual a
nas ruas das cidades. Essas bicicletas possuem uma
bateria eletrolítica de 12,5 V semelhante às baterias a) 600.
automotivas, que proporciona uma potência b) 60.
constante para iniciar e manter o movimento do c) 60 000.
sistema ciclista-bicicleta. Suponha uma situação sem d) 6.
qualquer atrito em que um sistema de 100 kg sobre e) 6 000.
uma rua plana é acelerado do repouso até a
velocidade de 18 km/h. Nessas condições, qual é a 137 - (UEFS BA/2014)
quantidade de carga, em Coulomb, fornecida pela Considerando-se as unidades de medida das
bateria? grandezas físicas e sabendo-se que a velocidade de
propagação da luz no vácuo é, aproximadamente,
a) 100 3,0108m/s, que o módulo da carga elétrica elementar
b) 130 é 1,610–19C, analise as afirmativas e marque V para
c) 200 as verdadeiras e F, para as falsas.
d) 1000
e) 1250 ( ) O intervalo de 3h45min18s, na notação
decimal, é igual a 3,755h.
135 - (UFPA/2013) ( ) Um elétron-volt, 1,0eV, tem ordem de
No rio Amazonas, um pescador inexperiente tenta grandeza de 10–18 joule.
capturar um poraquê segurando a cabeça do peixe ( ) Um quilowatt-hora, 1,0kWh, unidade de
com uma mão e a cauda com a outra. O poraquê é um medida de energia elétrica, é igual a 3,6kJ.
peixe elétrico, capaz de gerar, entre a cabeça e a ( ) A ordem de grandeza da distância
cauda, uma diferença de potencial de até 1500 V. Para astronômica de um ano-luz é 1013km.
esta diferença de potencial, a resistência elétrica do
corpo humano, medida entre as duas mãos, é de A alternativa que indica a sequência correta, de cima
aproximadamente 1000 . Em geral, 500 mA de para baixo, é a
corrente contínua, passando pelo tórax de uma
pessoa, são suficientes para provocar fibrilação a) VFFV
ventricular e morte por parada cardiorrespiratória. b) VFVF
Usando os valores mencionados acima, calculamos c) VVFF
que a corrente que passa pelo tórax do pescador, com d) FVFV
relação à corrente suficiente para provocar fibrilação e) FFVV
ventricular, é:
138 - (UNEB/2014)
a) um terço.
b) a metade.
c) igual.
d) o dobro.
e) o triplo.

136 - (UNISA SP/2014)


A Eletroneuromiografia (ENMG) é um procedimento
que avalia a função do sistema nervoso periférico e
muscular, através do registro das respostas elétricas
geradas por estes sistemas, as quais são detectadas
graficamente por um eletroneuromiógrafo. Durante a
primeira etapa, breves choques elétricos, toleráveis e
inofensivos, são aplicados no braço ou na perna do
paciente, para determinar como seus nervos estão
conduzindo a corrente elétrica. Considerando um
pulso de corrente elétrica de 200 miliampères
aplicado durante 300 microsegundos, a quantidade de

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

03. 1018
04. 1020
05. 1022

TEXTO: 1 - Comum à questão: 139

A maioria dos relógios digitais é formada por um


conjunto de quatro displays, compostos por sete
filetes luminosos. Para acender cada filete, é
necessária uma corrente elétrica de 10 miliampères.
O 1º e o 2º displays do relógio ilustrado abaixo
indicam as horas, e o 3º e o 4º indicam os minutos.

FISCHETTI, Mark. Energia expolosiva. Scientific


American Brasil – Aula Aberta, ano II, n. 15, 2013.

Grandes recalls de fabricantes de baterias de íons de


lítio para notebooks suscitaram questões sobre como
essas fontes de energia podem aquecer a ponto de
pegar fogo. Igualmente válida é a dúvida sobre por 139 - (UERJ/2007)
que os acidentes não são mais frequentes: são poucos Admita que esse relógio apresente um defeito,
proporcionalmente às centenas de milhões de passando a indicar, permanentemente, 19 horas e 06
baterias vendidas anualmente. minutos. A pilha que o alimenta está totalmente
As células eletroquímicas de íons de lítio empregam carregada e é capaz de fornecer uma carga elétrica
vários materiais, mas quase todas são recarregáveis, total de 720 coulombs, consumida apenas pelos
como as usadas em câmeras fotográficas e telefones displays. O tempo, em horas, para a pilha descarregar
celulares, que utilizam óxido de lítio-cobalto no totalmente é igual a:
cátodo e grafite no ânodo. Embora essa formulação a) 0,2
seja “de certo modo inerentemente insegura”, a b) 0,5
fabricação cuidadosa e os dispositivos de segurança c) 1,0
embutidos limitaram os acidentes a poucas d) 2,0
ocorrências. Mesmo assim, os fabricantes de baterias
têm aumentado a capacidade de carga em
determinada célula devido à demanda dos fabricantes
de eletrônicos por maior durabilidade. Portanto, agora
a margem de erros é ainda menor. Aumentando o
número de íons na célula, os fabricantes
quadruplicaram a capacidade energética desde seu
lançamento comercial em 1991. (FISCHETTI. 2013. p.
10-11).

Considere uma pilha de íon-lítio utilizada em marca-


passos cardíaco, bastante leve, hermeticamente
fechada para não liberar gases, com durabilidade em
torno de 10 anos, e com alta densidade de carga de
0,8Ah/cm3. Sabendo-se que o valor da carga de um
elétron, em módulo, é igual a 1,610–19C, é correto
afirmar que a ordem de grandeza do número de
elétrons existentes na pilha, com volume de 1,0cm3, é
igual a

01. 1014
02. 1015

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

TEXTO: 2 - Comum à questão: 140 eletrônico, que se comporta como uma resistência
elétrica R = 3,0×109  . Estime

Dados:
aceleração da gravidade: g = 10,0 m/s2
calor específico da água: c = 1,0 cal/g oC
calor latente de fusão do gelo: LF = 80,0 cal/g
densidade da água: d = 1,0 g/cm3

140 - (UNIFEI MG/2007)


O gráfico abaixo mostra como a corrente elétrica, no
interior de um condutor metálico, varia com o tempo.
Determine a carga elétrica que atravessa uma secção
do condutor em 6 (seis) segundos? a) a corrente I, em ampères, que se estabelece
entre as placas.
b) a diferença de potencial V, em volts, que se
estabelece entre as placas.
c) a potência elétrica PE, em watts, fornecida ao
dispositivo eletrônico nessas condições.

NOTE E ADOTE
O 238Pu é um elemento radioativo, que decai
naturalmente, emitindo uma partícula alfa (núcleo de
4
He).
Carga Q da partícula alfa = 2  1,6  10–19 C
TEXTO: 3 - Comum às questões: 141, 142
142 - (FUVEST SP/2007)
Em uma ilha distante, um equipamento eletrônico de
NOTE E ADOTE monitoramento ambiental, que opera em 12 V e
aceleração da gravidade na Terra, g = 10 m/s2 consome 240 W, é mantido ligado 20 h por dia. A
densidade da água a qualquer temperatura ,   1000 energia é fornecida por um conjunto de N baterias
kg/m3 = 1 g/cm3 ideais de 12 V.
velocidade da luz no vácuo = 3,0 x 108 m/s Essas baterias são carregadas por um gerador a diesel,
Patm = 1 atm  105 N/m2 = 105 Pa G, através de uma resistência R de 0,2  . Para evitar
calor específico da água  4 J/(ºC g) interferência no monitoramento, o gerador é ligado
1 caloria  4 joules durante 4 h por dia, no período em que o
1 litro = 1000 cm3 equipamento permanece desligado. Determine

141 - (FUVEST SP/2007)


O plutônio (238Pu) é usado para a produção direta de
energia elétrica em veículos espaciais. Isso é realizado
em um gerador que possui duas placas metálicas,
paralelas, isoladas e separadas por uma pequena
distância D.
Sobre uma das placas deposita-se uma fina camada de
238
Pu, que produz 5×1014 desintegrações por segundo.
a) a corrente I, em ampères, que alimenta o
O 238Pu se desintegra, liberando partículas alfa, 1 4 das
equipamento eletrônico C.
quais alcança a outra placa, onde são absorvidas. b) o número mínimo N, de baterias, necessário
Nesse processo, as partículas alfa transportam uma para manter o sistema, supondo que as baterias
carga positiva Q e deixam uma carga -Q na placa de armazenem carga de 50 A·h cada uma.
onde saíram, gerando uma corrente elétrica entre as c) a tensão V, em volts, que deve ser fornecida
placas, usada para alimentar um dispositivo pelo gerador, para carregar as baterias em 4 h.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

NOTE E ADOTE 144 - (UPE/2009)


(1 ampère x 1 segundo = 1 coulomb) Em um determinado acelerador de partículas, uma
O parâmetro usado para caracterizar a carga de uma corrente elétrica de 0,4 mA é devida ao movimento de
bateria, produto da corrente pelo tempo, é o um feixe de prótons. Considerando a carga elétrica do
ampère·hora (A·h). próton 1,6 . 10 -19 C e sabendo-se que o feixe atinge um
Suponha que a tensão da bateria permaneça alvo, o número de prótons que colidirão com o
constante até o final de sua carga. mesmo no intervalo de tempo de 1 segundo vale

TEXTO: 4 - Comum à questão: 143 a) 0,4  10–3


b) 2,5  1015
c) 6,1  1015
O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS),
d) 5,0  10–15
instalado no Pólo Tecnológico de Campinas-SP, é o
e) 1,6  10-19
único desse gênero existente no Hemisfério Sul. O
LNLS coloca o Brasil num seleto grupo de países
TEXTO: 6 - Comum à questão: 145
capazes de produzir luz síncrotron. Luz síncrotron é a
intensa radiação eletromagnética produzida por
elétrons de alta energia num acelerador de partículas.
A figura 1, abaixo, mostra o esquema de um
termostato que utiliza uma lâmina bimetálica
composta por dois metais diferentes – ferro e cobre –
soldados um sobre o outro. Quando uma corrente
elétrica aquece a lâmina acima de uma determinada
temperatura, os metais sofrem deformações, que os
encurvam, desfazendo o contato do termostato e
interrompendo a corrente elétrica, conforme mostra a
figura 2.

143 - (UFES/2009)
Admita que a corrente elétrica produzida pelo feixe de
elétrons no acelerador de partículas do LNLS seja dada
por i( t )  240a  t , sendo t em horas, i (t) em
miliamperes e a uma constante positiva. Se i(15)  80 ,
então i(7,5) é

a) 70 3
b) 75 3
c) 80 3
d) 85 3
145 - (UFRN/2010)
e) 90 3
Com base nas informações sobre termostato (Figuras
1 e 2), é correto afirmar que a corrente elétrica é
TEXTO: 5 - Comum à questão: 144
capaz de aquecer a lâmina bimetálica devido

a) ao campo elétrico gerado pelo movimento dos


Esta prova tem por finalidade verificar seus
elétrons dentro dos metais.
conhecimentos sobre as leis que regem a natureza.
b) aos choques entre os portadores de carga e os
Interprete as questões do modo mais simples e usual.
íons dos metais.
Não considere complicações adicionais por fatores
c) ao campo magnético gerado pelo movimento
não enunciados. Em caso de respostas numéricas,
dos elétrons dentro dos metais.
admita exatidão com um desvio inferior a 5 %. A
d) ao fato de os portadores de carga moverem-
aceleração da gravidade será considerada como g = 10
se livremente nos metais.
m/s².

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

TEXTO: 7 - Comum à questão: 146

OBSERVAÇÃO: Nas questões em que for necessário,


adote para g, aceleração da gravidade na superfície da
Terra, o valor de 10 m/s2; para c, velocidade da luz no
vácuo, o valor de 3 × 108 m/s.

146 - (FUVEST SP/2010)


Medidas elétricas indicam que a superfície terrestre
tem carga elétrica total negativa de,
aproximadamente, 600.000 coulombs. Em
tempestades, raios de cargas positivas, embora raros, TEXTO: 9 - Comum à questão: 148
podem atingir a superfície terrestre. A corrente
elétrica desses raios pode atingir valores de até
300.000 A. Que fração da carga elétrica total da Terra Se necessário considerar os dados abaixo:
poderia ser compensada por um raio de 300.000 A e
com duração de 0,5 s? Aceleração da gravidade: 10 m/s2
Densidade da água: 1 g/cm3 = 103 kg/m3
a) 1/2 Calor específico da água: 1 cal/g.°C
b) 1/3 Carga do elétron = 1,6 x 10–19 C
c) 1/4 Massa do elétron = 9 x 10–31 kg
d) 1/10 Velocidade da luz no vácuo = 3 x 108 m/s
e) 1/20 Constante de Planck = 6,6 x 10–34 J.s
sen 37° = 0,6
TEXTO: 8 - Comum à questão: 147 cos 37° = 0,8

148 - (UFPE/2011)
Dados: Em uma solução iônica, N(+) = 5,0  1015 íons positivos,
com carga individual Q(+) = +2e, se deslocam para a
Velocidade da luz no vácuo: 3,0 × 108 m/s direita a cada segundo. Por outro lado, N(–) = 4,0 
Aceleração da gravidade: 10 m/s2 1016 íons negativos, com carga individual igual a Q(–) =
1 –e, se movem em sentido contrário a cada segundo.
 9, 0 10 9 Nm 2 /C 2
4  0 Qual é a corrente elétrica, em mA, na solução?
Calor específico da água: 1,0 cal/gºC
Calor latente de evaporação da água: 540 cal/g TEXTO: 10 - Comum à questão: 149

147 - (UFPE/2010)
O gráfico mostra a variação da corrente elétrica I, em Dados:
ampère, num fio em função do tempo t, em segundos. Aceleração da gravidade: 10 m/s2
Qual a carga elétrica, em coulomb, que passa por uma sen(37°) = 0,60; cos(37°) = 0,80
seção transversal do condutor nos primeiros 4,0 sen(60°) = 0,86; cos(60°) = 0,50
segundos?
149 - (UFPE/2014)
Um fio cilíndrico é percorrido por uma corrente
constante de 20 mA, onde 1 mA = 10 –3 A. Considere
que um elétron possui carga de módulo 1,6  10 – 19 C
e que esta corrente é formada pelo fluxo de elétrons
num dado sentido.
Em 2,0 segundos, qual a ordem de grandeza do
número de elétrons que atravessam uma seção reta e
transversal deste fio?

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

GABARITO:
22) Gab: E
1) Gab: C
23) Gab: C
2) Gab: E
24) Gab: B
3) Gab:
a) R$ = 2,80 25) Gab: B
b) 24oC
26) Gab: 34
4) Gab: C
27) Gab:
5) Gab: B i = 0,75 A

6) Gab: A 28) Gab: B

7) Gab: A 29) Gab: B

8) Gab: D 30) Gab: D

9) Gab: D 31) Gab:


I. D;
10) Gab: PV
II. IV   I V  2400  20A ;
a) 40mA V 120
b) 0,48W 20 20
nV   1,25x10 ; Cálculos análogos nos
c) 6,0 . 10-2oC/s 1,6 x10 19
d) 0,032cal/goC fornecem para a situação inverno: nI = 1,88x1020.

11) Gab: C 32) Gab: C

12) Gab: B 33) Gab: 40

13) Gab: C 34) Gab: A

14) Gab: 04-16 35) Gab: D

15) Gab: 06 36) Gab: E

16) Gab: A 37) Gab: A

17) Gab: C 38) Gab: A

18) Gab: E 39) Gab: C

19) Gab: 24 40) Gab: B

20) Gab: 41) Gab: A


a)  = 0,36m;
b) Q = 2880 C; 42) Gab: A
c) Pmédia = 2,64 W
43) Gab: B
21) Gab:
a) 1,12.10–11 C; 44) Gab:
b) 1,12.10–11 A. a) iM = 0,5 A;

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

b) R = 15;
c) U=0 69) Gab: D

45) Gab: E 70) Gab: E

46) Gab: A 71) Gab: D

47) Gab: C 72) Gab: A

48) Gab: A 73) Gab: C

49) Gab: A 74) Gab: D

50) Gab: 31 75) Gab: E

51) Gab: C 76) Gab: C

52) Gab: A 77) Gab: B

53) Gab: A 78) Gab:

54) Gab:
a) P1 = 12 x 10–3 W;
b) 1 = 5%; c. 2 = 2,4% a)

55) Gab: E

56) Gab: D

57) Gab: D
b)
58) Gab:
a) 120 lâmpadas
b) 1200 W

59) Gab: A
c)
60) Gab: C

61) Gab: E
79) Gab: A
62) Gab: A
80) Gab: C
63) Gab: 05
81) Gab: A
64) Gab: B
82) Gab: D
65) Gab: B
83) Gab: D
66) Gab: A
84) Gab:
67) Gab: D Q = 1,6 . 103 C
M = 1,0g
68) Gab: A
85) Gab: C

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

112) Gab: B
86) Gab: E
113) Gab: A
87) Gab: A
114) Gab: B
88) Gab: B

89) Gab: A 115) Gab: O valor da corrente elétrica é 1,2 A.

90) Gab: B 116) Gab:


a) 4.000 placas
91) Gab: A b) E = 0,03 J

92) Gab: B 117) Gab: A

93) Gab: 52 118) Gab: C

94) Gab: D 119) Gab: A


95) Gab: A
120) Gab:
96) Gab: 12 a) 7,15kWh
b) Na fase 1, estão ligados o aquecedor e o
97) Gab: A chuveiro. Logo:
ifase 1 = 29A
98) Gab: C
Na fase 2, estão ligados as lâmpadas, o ferro e
99) Gab: E chuveiro. Assim:
ifase 2 = 30A
100) Gab:
a) EC  3, 4.10 8 J
c) ineutro = 1A
b) V  148 km/h
121) Gab: E
c) 0,53 A
122) Gab: 15
101) Gab: A
123) Gab: A
102) Gab: A
124) Gab:
103) Gab: C
1. Igual
A presença da lâmpada entre os pontos B e C dissipa
104) Gab: C
energia potencial elétrico provocando uma queda de
potencial entre esses dois pontos, entretanto, a
105) Gab: 30
corrente elétrica é a medida da quantidade de carga
que passa através da seção de um condutor durante
106) Gab: C
um intervalo de tempo. Sendo os pontos B e C
pertencentes a um mesmo ramo, a corrente elétrica iB
107) Gab: B é igual à corrente elétrica iC.
108) Gab: E
2. iA = iC + iD
A corrente que passa pelo ponto A (iA) é a corrente
109) Gab: D
total do circuito, pois essa é a corrente que retorna
para a bateria. Estando as duas lâmpadas associadas
110) Gab: B
em paralelo, elas serão divisores de corrente elétrica,
assim, as correntes que passam pelos pontos C e D são
111) Gab: E
divisões da corrente total. Dessa forma: iA = iC + iD.

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica


Prof. Fabricio Scheffer

145) Gab: B
3. Igual
Considerando nula a resistência elétrica dos fios, não 146) Gab: C
haverá resistência elétrica entre os pontos A e C.
Assim, para qualquer valor de corrente que passe os 147) Gab: 10 C
pontos A e C, a diferença de potencial elétrico será
nula, ou seja, o potencial elétrico em C é igual ao 148) Gab: 8 mA
potencial em A.
149) Gab: 17
125) Gab: A

126) Gab: E

127) Gab: D

128) Gab: D

129) Gab: 14

130) Gab: D

131) Gab: C

132) Gab: D

133) Gab: D

134) Gab: A

135) Gab: E

136) Gab: B

137) Gab: A

138) Gab: 05

139) Gab: C

140) Gab: q = 0,18 C

141) Gab:
a) I = 4 . 105 A
b) V = 3 . 105 V
c) PE = 30 W

142) Gab:
a) I = 20 A
b) N = 8 baterias
c) V = 32 V

143) Gab: C

144) Gab: B

Megalista – Aula 42 Corrente elétrica

Você também pode gostar