Você está na página 1de 7

Resumo

Nome: Deiglane Rodrigues Souto de Paula

Professor: Cassiano

Curso de Libertação

1º módulo
1 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

O Livro Porcos na Sala não cita outros livros em seu contexto, apenas experiências
particulares de seus autores e a Bíblia Sagrada.

2 APRESENTAÇÃO DO/A AUTOR/A DA OBRA

Escrito por dois autores, Frank e Ida Hammond, nascerem e foram criados em lares
cristãos no Estado do Texas, E.U.A. Frank, pastor batista, é formato pela
Universidade de Baylor e pelo Seminário Teológico Batista do Sudoeste, em Ft.
worth. Ida Mãe frequentou a Universidade Batista do Leste do Texas e o em Ft.
Worth. Faz 25 anos que Frank e Ida Mãe estão sendo usado por Deus no ministério
pastoral. (Fonte https://blogumavisaomissionaria.blogspot.com/2014/11/livro-
porcos-na-sala-de-frank-e-ida-mae.html)

3 PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA

O livro Porcos na sala, cita a ajuda do Dr. Derek Prince que contribuiu com um
grande ensino citando ate a sua Oração de libertação, assim como a Philip K. Brown
e Margaret E. Rhudy que ajudou em sua preparação. O livro pode ser considerado
um manual prático sobre libertação muito importante para aqueles que estão
lutando contra as forças espirituais da maldade o livro traz alguns relatos e
experiências chocantes e pesadas, o mesmo mostra o quanto o mundo espiritual é
real e que muitos precisam ser libertos das garras de satanás.

Podemos neste livro ver e aprender que a libertação acontece ainda hoje!

O tema batalha espiritual é de grande importância para os cristãos, porem é um tema


não muito estudado e neste livro compreendemos quais sãos as artimanhas dos
espíritos imundos, o que eles causam na vida das pessoas endemoninhadas e indicar
o caminho da libertação.

Não podemos deixar de lado a questão da Batalha Espiritual, pois quando assim
agem, dão liberdade para a ação maligna. Vemos que libertação não é simplesmente
expelir demônios, nesta obra aprendemos a identificar por onde a entidade
encontrou uma brecha e se alojou podendo assim iniciar o processo de libertação e
instruir aquele liberto a permanecer liberto, como não deixar mais que volte aquele
estado.
4 BREVE SÍNTESE DA OBRA

O livro Porcos na Sala é dividido em 23 capítulos, aonde começamos aprendendo


que uma pessoa não pode ser possuída por demônios, uma vez que a palavra
significa dominação por completo, dando uma posição de posse sendo que somos
criados por Deus e feitos sua imagem e semelhança é o Criador tem o domínio de
todas as coisas inclusive de nos. Devemos considerar a pessoa apenas
endemoniadas ou com espirito imundo, que são estes habitantes transgressores que
invadem uma vida querendo a destruir, e por mais que quando ele é expulso ele usa
o termo “não vou sair, pois estou aqui e muito tempo” como se o tempo lhe desse
algum direito de estadia, somos comprados pelo sangue de Cristo e com autoridade
de expulsar.

Assim como um porco em nossa sala, não queremos apenas limpar a sujeira e deixa-
los em nossa sala, pois, sabemos que eles iram sujar novamente, temos que tirar os
porcos e depois limpar, assim ela permanecerá limpa.

Alguns cristão têm vergonha de passar por um processo de libertação, ou acham que
não precisam por ter um histórico de religiosidade, mais podem ter áreas que
precisam serem libertos e nem saibam ou não querem falar.

Nossa Luta espiritual, pessoal e de perto, as armas que devemos usar foram deixadas
pelo nosso Senhor em sua Palavra (Efésios 6,10), queríamos poder usar nossa força
física mais de nada adiantará. Satanás é invasivo ele usa a tática de pressão em todas
nossas áreas e quando não é descoberto pessoas começam a usar medicamentos,
psiquiatria, mas, nos cristão sabemos que essa luta é espiritual. Devemos vencê-lo.

Nosso inimigo não brinca, O reino satânico é organizado, aonde Satanás é o chefe e
existe uma fila de espíritos de altas posições, vemos que a bíblia fala de
Principados, são estes lideres, reis, majestades que são designados para tomar
conta de regiões como nações e cidades. Eles são colocados em determinados locais
aonde causam problemas que se persiste e infestam lares e igrejas. Já as Potestades
são demônios de autoridade colocados em territórios ou várias áreas e a se instalam
para cumprir alguma ordem recebendo autoridade e poder, mas nesse caso não
precisamos ter medo uma vez que, o Senhor já nos deu autoridade através da
salvação e poder através do Espirito Santo que é visto através da operação dos dons
do Espírito Santo aonde neste ponto o dom de discernimento de espíritos e palavras
sobrenaturais de conhecimento são indispensáveis em uma luta espiritual devemos
orar para recebermos o poder e autoridade e por ultimo os dominadores deste
mundo tenebroso são demônios controladores já que satanás é conhecido como
deus deste século quando Adão peca satanás ganhou domínio sobre o mundo ,mas
já é vencido, sem poder e sem reino. Não tendo poder de ficar no cristão. Temos uma
herança, que é a autoridade e poder deixadas pelo nosso Senhor e devemos usar
para destruir os projetos de dominação de satanás seja aonde for, não podemos
apenas ver satanás avançando em seus objetivos e ignorar devemos lutar porque
temos as armas necessárias basta tomarmos posse delas.

Devemos adquirir conhecimento pratico através de estudos, satanás já tem um


plano pronto para nos vencer e vencer nossa família e ao nosso redor, assim iremos
não só testemunhar a Cristo mais também sermos ativos na luta espiritual. Ao
começar essa luta o primeiro a ser liberto somos nos mesmo, muitos andam na
ignorância e não aceita essa necessidade, mas, devemos falar em voz alta aos
demônios e expulsa-los de nossa vida, rejeitar toda a acusação vinda dele e clamar a
proteção do sangue de Jesus, não é apenas expulsar é resistir e mantermos libertos.
Assim também nos nossos lares não podemos ser omissos a tal ponto de não culpar
satanás por certas coisas em nosso lar, e sim temos que encoraja-los a conhecer a
libertação a cada um se comprometer com Jesus novamente e serem
individualmente ministrados. Não precisamos pedir o que já temos que é autoridade
e poder, não e simplesmente orar é sim um acréscimo a oração devemos tomar
posse desta autoridade e amarrar satanás e ordenar que ele se desligue daquela
pessoa assim aquela pessoa conseguirá de si mesmo querer ser liberto, falar em voz
alta mais não perto da pessoa endemoniada. Já na igreja ele agira de várias formas:
Contenda, demônios de doutrinas, talentos e habilidades naturais ou humanas,
orgulho, mundanismos, materialismos, ritualismos e assim vai, e em primeiro lugar
para quebrar essa forma demoníaca que opera nas igrejas necessitamos de chama-
los ao arrependimento e a volta a Deus, rejeitar o pecado se humilhar perante Deus
e se levantar no poder de Deus contra as obras das trevas. Na comunidade e no
país a igreja deve se posicionar contra esses poderes e lutar como lutamos na nossa
luta pessoal.

A Libertação é um dos processos para sermos salvos, não é um ritual um cura-tudo


hoje muitos nem entendem como é a libertação, ou ate duvidam e não creem isso já
é uma ação demoníaca a ausência da fé, o próprio inimigo coloca essa questão para
impedir a ação de Cristo e da profecia, assim como a falta de amor fazendo a pessoa
guardar amargura, ódio e raiva é sinal que a pessoa esta sendo dominado muitas
vezes por um espírito-chefe é necessário sermos totalmente libertos, saber por onde
ele entrou e fazermos de tudo para sermos libertos. Os demônios entram quando
acham uma oportunidade através de um pecado omisso ou não, quando se rende a
uma tentação a aporta esta aberta para ele entrar pois houve um pecado na carne
tendo um batalha de carne e diabo onde, a carne deve ser vencida e o diabo expulso
pois ele vem com o objetivo de tentar, enganar, acusar, condenar, pressionar,
corromper, resistir, opor-se, controlar, roubar, afligir, matar e destruir. Assim
também como existe a entrada satânica por meio da infância crianças que crescem
desprotegidas, devemos ouvir sua historia de crianças entender e expulsar. Já na
herança adquirida pelo passado não devemos aceitar e expulsar no nome de Cristo.

Através do discernimento e da revelação de Deus vemos o agir de satanás, bem antes


da vinda do Messias vemos que satanás já atuava em pessoas e ele já era descoberto
através que atitudes que demonstram que a pessoas encontra-se endemoniada,
como por problemas emocionais de forma periódica e afetivos, Problemas mentais,
alguns distúrbios, Problemas vocais, Sexuais, vicius, enfermidades físicas, erros
religiosos. Claro que não podemos generalizar todas as coisas, porem, devemos
estudar de forma individual cada caso e identificar se a causa é demoníaca.

Existem condições para sermos libertos e podemos a classificar, a honestidade é


uma delas, devemos ser sinceros com nos mesmo e com Deus, sermos humildes
reconhecendo nossa dependência de Deus, nos arrependermos, isto é, virar a costa
para o pecado e não simplesmente sentirmos remorcio, detestar o pecado, renunciar
abandonando o mal nos desligando de satanás, pedindo perdão, orarmos em nome
de Jesus e enfrentar a batalha citando os demônios pelo nome de forma direta e
confiar que a vitória vem de Deus. Após feito isso vamos conservar nossa libertação
nos revestindo de toda armadura, tenda uma vida de confissões positivas, viver na
palavra de Deus, crucificar nossa carne, quebrando nossos antigos hábitos, criar
uma vida de louvor e oração, manter nossa comunhão com Cristo e um ministério
pois nos dará força e entregar a Cisto por inteiro.

Vivendo assim a casa jamais estará vazia para que satanás e seus demônios voltem,
seremos cheios de Jesus, cheios de Pureza que é o Fruto do Espirito Santo e de Poder
que são os dons Do Espirito Santo. Muitos não dão importância a isto, mas o próprio
Messias disse que seriamos revestidos de poder e satanás detesta esses dons pois
através desses dons as obras de satanás são identificadas e destruídas, conservando
a libertação. O fruto aparece se permanecemos em Cristo, ao obedecermos. O fruto
aparece se permanecemos em Cristo, ao obedecermos.

Nas manifestações, não existe um padrão, podemos ver em cada demônio em sua
forma, sendo através dos dedos, na língua, cruzar dos braços, tremuras, bater
palmas, gargalhadas, e ao serem expulsos podem sair pela boca ou nariz, uma vez
que estão associados a respiração. Em uma ministração individual pode se optar em
fazer uma entrevista demandando mais tempo ou o espirito imundo pode ser
ordenado que se cale e fique ali ate que se possa o expulsar ou de forma imediata
como em um culto, lar, etc. Já a ministração em Grupos pode ocorrer dependo da
quantidade de pessoas em um local, porem, pode acontecer que nem todos recebam
a atenção devida e cabe a cada libertador identificar essa necessidade.

Cada cristão pode se autolibertar, temos autoridade para isso, devendo orar,
confessar e expulsar cada demônio pelo nome e assim permanecermos libertos.

A salvação também é libertação, é a base para um ministério adicional, sendo assim


a base da libertação e levar o cativo a um relacionamento com Deus, na oração
intercessória devemos orar para que Deus ilumine o coração daquela pessoas para
que ela entenda a salvação, amarrar cada demônios que tem prendido aquela pessoa
e que sua mente seja livre para Cristo e depois ela aceitará o processo de libertação.
Muitos acham que pode servir de “ponte” recebendo o demônio de outra pessoa e
sendo liberta, porem não existe base bíblica para essa questão. O amor é uma arma
poderosa para que que coloca uma pressão nos poderes das trevas, muitos não
aceitam a ministração de libertação mais por dentro são pessoas que tem sede de
ser amada, a oração com base nas escrituras é um oração usando a Espada do
Espirito, devemos deixar que o Espirito Santo seja nosso líder em uma intercessão
guiando nossas palavras.

Jamais podemos deixar as crianças acreditando que elas não precisam de libertação,
uma vez que elas podem sofrer e muitas vezes em silencio, ao ministrarmos em
crianças e ate mesmo em adultos não é necessários gritarias, podemos manter o tom
de voz normal e deixarmos ser guiados pelo Espirito Santo, crianças devem ser
ministradas e a manutenção daquela libertação cabe aos pais. Devemos nos levantar
como cristão, entendendo nosso chamado e tomando posse do poder já nos dado,
devemos devemos ligar satanás assim ele perdera suas forcas já o desligamento
quer dizer que os cativos ganham a libertação dos lacos de escravidão.

O ministério de libertação não tem forma mágica, nem um regra a se seguir, devemos
sempre sermos guiados pelo Espirito Santo e termos a fé que satanás já e um
derrotado, não precisamos que satanás nos fale o que esta fazendo na vida de uma
pessoa, pois ele é mentiroso e enganador.

Quando temos um ministério de libertação, ou uma equipe, pontos devem ser


levados como homem ministra em homem e mulher em mulher , o medo muitas
vezes nos impede de sermos ministros, mais devemos saber que é o Senhor que nos
chama e nos escolhe e nos capacita nos dando amor, nos ensinando a sermos
carinhos, ouvintes e com oração e jejum.

Ao enfrentar um demônio saberemos que ele não hage sozinho existe sempre um
grupo de demônios agindo cada um com uma determinada função e levando suas
cascas, seja já que existe uma legião de demônios. Mas a nossa certeza que já temos
a armadura poder e autoridade necessária nos enche de animo e força. Então
devemos nos limpar de toda casca de demônios, limpar nossa família e irmos a luta
com a certeza de nossa vitória.

5 PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA OBRA


Para sermos libertos devemos entender e aceitar que precisamos de uma libertação,
não tem como limparmos uma casa de outra pessoa se a nossa casa esta suja (cheia
de demônios)

A libertação é uma luta espiritual que deve ser enfrentada com as armas deixadas
pelo nosso Senhor. Não existe segredos apenas a direção dada pelo Espirito Santo.
Não é apenas sermos libertos e sim nos mantermos libertos pois, uma vez a casa
limpa devemos enche-la do Espirito Santos assim, satanás não retornara.

6 Reflexão crítica sobre obra e implicações

O livro é uma perfeita obra, direcionada pelo Espirito Santo que nos ensina e abre a
nossa visão, deixando a desejar apenas no quesito de maiores explicações, uma vez
que existe muitos testemunhos e experiências individuais do autor, por mais que vi
que não é uma regra nem uma fórmula pois quem irá nos guiar é o Espirito Santo.

No contexto final, digo que é um livro maravilhoso, que abriu minha visão no mundo
Espiritual e foi de grande ajuda..

Você também pode gostar