Você está na página 1de 4

Atividade: Portfólio

Ribeirão Preto

2019
1- Sabemos que o Princípio Científico da Individualidade Biológica é de grande
importância na elaboração do treinamento. Leia sobre este princípio e responda
como você o aplicaria dando um exemplo prático em um programa de
Preparação Física.

Princípio Científico da Individualidade Biológica determina que cada pessoa tem suas
próprias características, sendo assim, afirmando que não existem duas pessoas iguais.
Quanto mais individualizado for o treinamento, maiores serão seus sucessos e
resultados.
Todavia, quando não existe a possibilidade de individualização, havendo grande
número de atletas/alunos, será indiscutível a necessidade de subdividi-los em grupos
com a maior homogeneidade possível (DANTAS, 2003).
Exemplo:
Na academia, como cada aluno é diferente do outro, os treinos devem ser individual,
pois, cada um irá fazer numa intensidade, um determinado número de series e
repetições, além da carga que irá utilizar, tempo de pausa e etc.

2- Ao conhecer o Princípio Científico da Adaptação estudamos alguns termos que


descrevem o desgaste orgânico, cansaço, fadiga, sobre treinamento e exaustão.
Leia no material estas definições e dê um exemplo prático de como é possível
detectar cada uma as fases em nossos alunos ou em atletas.

O aluno nunca treinou corrida e está treinando para uma prova de 6 km, chegando aos
3 km ele começa sentir dores nas pernas, no qual a dor é um dos sinais de cansaço.
Mesmo assim ele continua correndo, quando atinge a marca de 4,5 Km, a dor aumenta
e ele começa a caminhar, isso mostra que está na fase da fadiga na qual dificultará a
continuidade do exercício, e pode causar incapacitação temporária para realizá-lo. Ao
caminhar até o 5 Km ele volta a correr mesmo com dificuldades e ao terminar a prova
devido a ter se submetido a uma carga muito forte e não tendo tempo para
recuperação, o aluno chega na faze de exaustão.

O aluno está treinando bíceps na academia com certa quantidade de peso, ele realiza as
repetições e após as repetições terminarem ele faz uma recuperação incompleta e
aumenta a carga de treino, com isso se nota que a capacidade de trabalho dele diminui.
3- No Princípio da Sobrecarga estudamos a Síndrome Geral de Adaptação, em suas
três fases: reação de alarme, fase de resistência ou adaptação e fase de exaustão.
Explique com suas palavras (sem copiar do material) cada uma destas fases
dando um exemplo de cada fase durante a Preparação Física.

Reação de alarme: É a fase que causa desconforto, para deixar o organismo em alerta.
Ela se divide em choque que serve para responder estímulos que não está adaptado,
ocasionando a queda a pressão sanguínea e o contrachoque é o contrario, ocasionando
ao aumento da pressão sanguínea.

Resistência ou Adaptação: É a fase que o organismo se adapta aos estímulos.

Exaustão: É a fase que provoca danos ao organismo podendo ser temporário ou


permanente.

4- Ao ler o Princípio Científico da Interdependência Volume-Intensidade nos


deparamos com a seguinte citação:
“Quando empregamos esse princípio no alto nível, podemos afirmar que a escolha do
volume e da intensidade estará sempre pautada em dois critérios:

 A qualidade física preconizada (o que se pretende treinar).


 O período de treinamento (em que fase do treinamento se encontra o atleta/aluno)
(TUBINO, 2003 apud BUCIOLI, 2015 p. 53).

Retome a leitura deste princípio e explique a citação.

A citação refere-se ao tipo de treino que o atleta irá fazer (Intensidade ou Volume) e
deve equilibrar uma com a outra. Exemplo: Alta Intensidade = Baixo Volume ou
Baixa Intensidade = Grande Volume. Essa escolha de treino depende de qual esporte
irá realizar, pois uns necessitam de mais intensidade e outros de mais volume. Além
disso, é necessário saber em que fase do treinamento se encontra o atleta, para poder
aumentar seu desempenho. Caso o atleta treine um nível abaixo ele não terá resultados
e se treinar níveis acima ele pode acabar se lesionando.

Findamos nossos estudos, sobre os Princípios Científicos conhecendo o Princípio


da Saúde. Apesar de ser conceitualmente um princípio sucinto é imprescindível
para a Preparação Física Geral. Diante disso, após estudar a teoria, como você
colocaria este princípio em prática?

Esse principio deve ser colocado em pratica nas academias, na qual são realizado
avaliações, fazendo parcerias com médicos e nutricionistas, com isso o aluno teria
chance de ser orientado para realizar refeições equilibradas e acompanhamento
medico para saber se está apto a realizar atividades e etc. Ou a prefeituras para
promover a saúde fazer essas parcerias para toda a população ter acesso.

Referencias:

BUCIOLI, S. A. Preparação Física Geral. Batatais: Claretiano, 2016.

DANTAS, E. H. M. A prática da preparação física. 5. ed. Rio de Janeiro: Shape, 2003.

POWERS, S. K.; HOWLEY, E. T. Fisiologia do exercício: teoria e aplicação ao


condicionamento e ao desempenho. Barueri: Manole, 2014.

Você também pode gostar