Você está na página 1de 4

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

Centro de Referência de Formação e em Educação a Distância


Letras/Português Ead
Disciplina: Política e Organização da Educação Básica

Josenaide Lopes Silva Zampronho

Segundo a nossa Constituição Federal de 1988, em seu artigo 205: “ [...]a


educação será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade,
visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da
cidadania e sua qualificação para o trabalho”. Assim, a Lei de diretrizes e bases
da educação nacional também aborda a questão da gestão democrática em
seu artigo 14 diz: Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão
democrática do ensino público na educação básica, de acordo com as suas
peculiaridades [...].

Nessa perspectiva, na semana 13 continuamos com as discussões acerca da


gestão democrática por meio dos vídeos e artigos disponibilizados pela
professora. Acessamos também o observatório do PNE (PLANO NACIONAL
DE EDUCAÇÃO), em específico a meta 19 da Gestão Democrática. Os vídeos
do Professor Paro são bastantes relevantes, no sentido de nos proporcionar
amplo entendimento acerca da administração escolar. Vitor Henrique Paro
possui mestrado em Educação pela USP, doutorado em Educação pela PUC-
SP. Atualmente é professor titular (Colaborador Sênior) da Faculdade de
Educação da USP, onde exerce a pesquisa, a docência e a orientação de
discípulos em nível de pós-graduação. É coordenador do Grupo de Estudos e
Pesquisas em Administração Escolar (Gepae). Atua na área de Educação, com
ênfase em Políticas Educacionais e Administração de Unidades Educativas. É
autor, entre outros, dos seguintes livros: Administração escolar: introdução
crítica, Gestão democrática da escola pública, Por dentro da escola pública,
Reprovação escolar: renúncia à educação, Educação como exercício do poder,
Crítica da estrutura da escola, Diretor escolar: educador ou gerente? e
Professor: artesão ou operário?.

Observa-se que em todo o material disponibilizado na semana 13, inclusive os


sites abordam a questão da gestão democrática numa perspectiva política.
O artigo que me interessou na revista foi: “A liderança na gestão das escolas:
contributos de análise organizacional”. O estudo relata acerca de modelos de
administração e gestão e os pressupostos teórico-conceituais das perspectivas
organizacionais que enquadram o seu funcionamento. Neste artigo o autor
procurou-se, num primeiro momento, situar a evolução histórica das
concepções sobre liderança no contexto das teorias organizacionais e, numa
segunda etapa, identificar algumas das principais dimensões que nos parecem
prementes a uma certa peculiaridade do exercício da liderança nas escolas. Os
principais objetivos deste trabalho foi contribuir para o incremento da
investigação num domínio inerente à gestão das escolas ao qual nem sempre
foi dada a devida atenção e, por outro, alertar para a necessidade de se
incrementar, em termos de políticas educativas, programas de formação
especializada para os gestores escolares que elejam este domínio como
conteúdo estratégico.

Acerca da semana 14, o prof José Marcelino Pinto traz uma discussão em
torno da importância de conhecer tudo isso para entender melhor a realidade e
as perspectivas das escolas do Brasil de hoje. Para ampliar e melhorar a
qualidade da escola pública brasileira, antes de tudo é necessário conhecer e
entender os principais desafios e demandas. O doutor José Marcelino Pinto é
licenciado em Fisica pela Universidade de São Paulo (1982), bacharel em Direito
pela Universidade de São Paulo (1985), com mestrado e doutorado em
Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1989 e 1994). Atualmente é
professor titular da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de
Política e Gestão Educacional com ênfase em financiamento da Educação,
municipalização do ensino, regime federativo e educação do campo. O artigo
que abri da revista e me interessei e li um pouco foi o que traz como tema:
“Planejamento e Financiamento das Políticas Educacionais em Âmbito
Municipal: contribuições do plano de ações articuladas”, das autoras:Adriana
Valadão, Elisângela Alves da Silva Scaff, Regina Tereza Cestari Oliveira. O
estudo objetivou analisar o processo de implementação do Plano de Ações
Articuladas (PAR) no período de 2007-2010 em quatro municípios de Mato
Grosso do Sul, com vistas a identificar suas contribuições e limites no que se
refere ao financiamento e ao planejamento educacional em nível local. Tratou-
se de uma pesquisa quanti-qualitativa desenvolvida por meio de procedimentos
metodológicos que envolvem a revisão bibliográfica e documental, entrevistas e
questionário. Os resultados evidenciaram que, apesar dos avanços na gestão
educacional pela possibilidade do apoio técnico e financeiro da União na
implementação das políticas educacionais em âmbito local, não é possível
afirmar que a colaboração tenha se efetivado nos quatro municípios
pesquisados, principalmente pela falta de apoio técnico e pela diferenciação
nos valores dos recursos enviados pelo governo federal.

Entendemos que todo futuro educador tem que entender um pouco desses dois
temas, nos quais escolhi os artigos para ler, em virtude de se tratar de
assuntos que envolvem o contexto educacional, em específico a área de
gestão. Nesse sentido, todo educador atuante está envolvido de certa forma
com a gestão, seja dentro da sala de aula ou em outro setor de uma instituição
educacional. A visão política na educação também é um assunto relevante e
merece um entendimento mais amplo como foi abordado nos vídeos, nos
artigos em todo o material disponibilizado nas duas semanas. Outro assunto
relevante para o conhecimento de todo educador que escolhi no segundo artigo
é a questão do financiamento da educação. Assim, os educadores podem
discutir e propor melhorias para a qualidade da educação nos eu ambiente de
trabalho.

Referências:

Vídeo: O que é GESTÃO DEMOCRÁTICA.


Gestão democrática da educação - Cleuza Repulho - Entrevista - Canal
FuturoL.
ANPAE - Associação nacional de política e administração da educação -
acessar 1.
Revista Brasileira de Política e administração da educação .
OBSERVATÓRIO DO PNE - meta 19 da Gestão Democrática .
Repositório da UNISINOS - Dissertação de mestrado.
OBSERVATÓRIO DO PNE - META 20 financiamento da educação.
Associação nacional dos pesquisadores em financiamento da educação.
Site da REVISTA científica sobre financiamento da educação.
Vídeo - prof José Marcelino - USP Ribeirão - vídeo 1.
Financiamento da educação pública no Brasil - Prof José Marcelino -
Vídeo 2.