Você está na página 1de 8

ANO LECTIVO

2019/2020

Física e Química A

Al1.3 Química

DENSIDADE RELATIVA DE METAIS

Laboratório de Química Bloco B

Edgar Airault nº5 10ºC

Eugénio Xavier nº6 10ºC

Renato Sousa nº 10ºC

Valpaços, 17 de novembro de 2019

Com este documento pretende-se demonstrar como determinar a densidade relativa de metais por
picnometria.
Indice:

Introdução:

Material e reagentes:

Procedimento experimental:

Esquema de montagem:

Observações e medições:

Tratamentos de dados:

Conclusões e críticas:

Bibliografia:
Introdução ao tema:

Cada substância é caracterizada por um conjunto de propriedades físicas e químicas. A massa


volúmica (densidade), a temperatura de fusão e a temperatura de ebulição são exemplos de
propriedades físicas das substâncias. Os valores dessas propriedades são chamados
constantes físicas e permitem, em conjunto, caracterizar ou, mesmo, identificar uma
substância. No entanto, os materiais que se encontram na Natureza não são, normalmente,
substâncias puras, mas misturas de substâncias. Mesmo as substâncias ditas “puras” têm uma
determinada percentagem de impurezas, que determinam o grau de pureza de um material.
Assim, a determinação das constantes físicas de uma amostra de substância poderá servir para
identificar essa substância e, também, para avaliar o seu grau de pureza. A densidade (ou
massa volúmica) representa-se pela letra grega p (ró) e define-se como o quociente entre a
massa e o volume de uma substância a uma dada temperatura.

A unidade SI de massa volúmica é o quilograma por metro cúbico (kg m⁻³), embora também
seja comum a utilização, no c aso de sólidos e líquidos, da unidade de grama por centímetro
cúbico (g cm⁻³), mil vezes menor que anterior.

A densidade de um mesmo material depende da temperatura. Alem disso, sendo a massa


volúmica de uma substância, a massa existente em cada unidade de volume dessa substância
depende da massa atómica relativa, do tamanho dos átomos e da forma pela qual os átomos
se organizam tridimensionalmente num material. Por isso, mudanças de estado originam
variações no valor da densidade de uma substância. Em geral, a massa volúmica de uma
substância é maior no estado solido do que no estado líquido, sendo a água uma exceção
muito importante. Por vezes, usa-se uma outra grandeza, a densidade relativa, que se
representa por d e é dada pelo quociente entre a massa volúmica da substância em estudo e a
massa volúmica da substância da referência.
A densidade relativa é, portanto, uma grandeza adimensional. Para sólidos e líquidos, é
normalmente utilizada como substância a água, à temperatura de 4 °C à pressão de 1 atm,
cuja a massa volúmica p₀, apresenta o valor 1 g cm⁻³. Pode concluir-se que, tomando a água
como padrão, a densidade relativa de uma substância é numericamente igual a sua massa
volúmica.

Valores de densidade relativa


substância Cobre Alumínio Zinco Ferro Chumbo Estanho

Densidade 8,92 2,70 7,14 7,87 11,34 7,31


relativa (a
20 °C)

Um dos métodos utilizados para determinar a densidade relativa de líquidos e sólidos de


pequenas dimensões baseia-se na utilização de um picnómetro. O picnómetro é um
dispositivo, geralmente de vidro, que permite determinar a densidade relativa por comparação
direta de massas que ocupam o mesmo volume, uma vez que o volume do picnómetro é fixo
e rigorosamente calibrado.
Material e Reagentes

1. Água destilada
2. Pedaços de alumínio
3. Picnómetro de sólidos
4. Vidro de relógio
5. Papel absorvente
6. Balança digital com precisão ao centigrama
7. Termómetro com precisão à unidade e com capacidade de fazer leituras entre 10ºC e
110ºC

Procedimento
• Colocar em cima da balança um vidro de relógio e ajuste a balança a zero. Colocar a
amostra no vidro de relógio e registar o valor da massa obtido, m;
• Encher o picnómetro com água destilada até ao traço de referência
• , evitando a formação de bolhas de ar no seu interior;
• Medir a temperatura da água destilada utilizada, Tágua, e procurar a densidade relativa
da água a essa temperatura, d água. Registar esse valor.
• Acertar o nível de água no tudo do picnómetro com o auxílio do papel absorvente.
• Coloque em cima da balança o picnómetro cheio de água juntamente com o vidro de
relógio contendo a amostra sólida e registe o valor da massa obtido, m0.

Observações e medições
m= 3,21g
M= 59,14
M`=57,95g

Temperatura da água= 22,9°C


Tratamento de dados

Os valores obtidos na atividade laboratorial podemos afirmar que são bastante acertados visto
que conseguimos obter valores exatos, ou seja, valores com um erro percentual inferior a 5%.
Este sucesso deveu-se a várias razões, que evitaram erros sistemáticos e aleatórios, como
secar completamente os picnómetros, retirar todas as bolhas de ar da água, acertar a parte
inferior do menisco pelo traço de referência, a utilização de dois picnómetros diferentes com
incertezas diferentes e a manipulação correta dos instrumentos de medição.
consultas para a realização do trabalho experimental e do relatório

• Notapositiva
Link: https://notapositiva.com/densidade-relativa-dos-metais-atividade-laboratorial/
• Escola Virtual
Link:
https://library.escolavirtual.pt/librarystudent/detail/16180289?_url=/librarystudent/detail/
16180289
• Química 10
Manual adotado
• Wikipedia
Link: https://www.wikipedia.org/

Você também pode gostar