Você está na página 1de 7

Jpn. J. Pharmacol.

90, 247-253 (2002)

Efeitos da inalação da fragrância sobre a atividade simpática


Em adultos normais

Shinichiro Haze *, Keiko Sakai e Yoko Gozu

Product Center Desenvolvimento, Shiseido Co., Ltd., 2-2-1, Hayabuchi, Tsuzuki-ku, Yokohama 224-8558, Japão

Recebeu 09 de maio de 2002 Accepted 02 de agosto de 2002

RESUMO-Foram investigados os efeitos de inalação fragrância na actividade simpática em indivíduos adultos normais utilizando tanto a análise
espectral de potência de flutuações de pressão do sangue e medição dos níveis plasmáticos de catecolaminas. Fragrância inalação de óleos essenciais,
tais como óleo de pimenta, óleo de estragão, óleo de erva-doce ou óleo de toranja, resultou em 1,5 a aumento de 2,5 vezes na actividade simpática
relativa, representando baixa amplitude da tensão arterial sistólica (SBP-LF amplitude) de frequência, comparado com a inalação de um solvente
inodoro, citrato de trietilo ( P 0,05, cada). Em contraste, fragrância inalação de óleo de rosa ou óleo de patchouli causou uma diminuição de 40% na
actividade simpática relativa ( P 0,01, cada). Fragrância inalação de óleo de pimenta induziu um aumento de 1,7 vezes na concentração de adrenalina no
plasma em comparação com o estado de repouso ( P 0,06), enquanto fragrância inalação de óleo de rosa causou uma diminuição de 30% na
concentração de adrenalina ( P 0,01). Os nossos resultados indicam que a inalação de fragrância óleos essenciais podem modular a actividade do
simpático em adultos normais.

Palavras-chave: a função do nervo simpático, análise espectral de potência, catecolaminas, óleo essencial,
inalação fragrância

Tem sido relatado que a estimulação olfativa por inalação fragrância avaliação sive da actividade do nervo autónomo e utilizado para avaliar a
exerce vários efeitos fisiológicos sobre os seres humanos. Efeitos da actividade do nervo autónomo em várias doenças tais como hipertensão e
fragrância em função do cérebro têm sido estudadas usando alfa e teta diabetes mellitus (7-9). Em tais análises, presume-se que os componentes de
actividade no electroencefalograma (EEG) (1) ou variação contingente baixa frequência (LF) de flutuações de pressão do sangue e as componentes
negativo (CNV) (2, 3). Estes estudos têm mostrado que alguns perfumes de alta frequência (HF) da variabilidade da frequência cardíaca refletem
exercer efeitos estimulantes ou inibidores sobre a função cerebral. Além actividade simpática e parassimpática actividade, respectivamente (10). Em
disso, tem sido relatado que os sistemas endócrinos e imunes humanos são geral, rapidamente transformada de Fourier de processamento tem sido
afectados pela fragrância em um estudo que avaliou os efeitos da empregada para poder análise espectral das flutuações, um novo método, que
fragrância em ambos endócrino fornece em tempo real, o cálculo de atividades simpático e parassimpático
ruído ajustada pelo uso de transformada wavelet processamento, foi
função, através da análise dos níveis de cortisol e de dopamina na urina, desenvolvida (11).
e a função imunológica, por análise da actividade de células assassinas naturais e CD4

/ 8 valores (4).

Por outro lado, os efeitos de fragrância no sistema nervoso autónomo Estamos interessados ​no efeito de inalação fragrância na actividade
foram estudados por gravação não invasiva de vários parâmetros autonômicas simpática humano e tem uma ideia de que a inalação fragrância pode ser
tais como a taxa cardíaca (HR), a condutância da pele e da respiração (5), ou utilizado para disfunção simpática correcta associada a várias desordens
a temperatura da pele, a condutância da pele, a taxa de respiração, o pulso relacionadas com o estilo de vida, tais como a hipertensão e obesidade. Para
taxa e a pressão arterial (6). Para nosso conhecimento, não há nenhum examinar esta possibilidade, foi investigado o efeito de inalação fragrância na
estudo que foi concebido para quantificar os efeitos separados de fragrâncias actividade simpática em adultos humanos normais utilizando análise espectral
em atividades simpático e parassimpático. de energia de flutuações da pressão arterial no presente estudo. Além disso,
também investigamos o efeito de inalação fragrância em funções simpáticas
Análise da variabilidade da frequência cardíaca ou pressão arterial flutuações de através de medição dos níveis de catecolaminas no plasma, que fornecem
potência espectral foram desenvolvidas para o noninva- uma outra avaliação da actividade simpática.

* Autor correspondente. FAX: + 81-45-590-6085 E-mail:


shinichiro.haze@to.shiseido.co.jp

247
248 S. Haze, K. Sakai e Y. Gozu

MATERIAIS E MÉTODOS descansar durante 30 minutos, e, em seguida, um monitor de pacientes


BP-508SD (Colin Medical Instruments, Komaki), que mede a pressão arterial
assuntos usando sensor de onda de press de pulso tonometria, foi equipado para a
Quarenta e três meninas com idade entre 22 a 25 anos, que têm alguma monitorização contínua da frequência cardíaca e pressão sanguínea em estado
experiência no uso de perfumes em sua vida diária, participaram do presente de repouso. Após 3 min, um pedaço de algodão embebido em solução de
estudo. Os procedimentos experimentais foram explicados aos sujeitos e um fragrância ou controlo foi montado sob o nariz do paciente e a medição no
documento assinado de consentimento informado foi obtido de cada sujeito. estado-inalar fragrância foi realizada durante mais 3 min.

As alterações na pressão sanguínea arterial foram analisadas com um sistema


compostos perfumados de análise de actividade do nervo autónomo (Fluclet WT; Dainippon
Como amostras de teste, utilizou-se 6 tipos de óleos essenciais (mistura natural Pharmaceutical, Osaka), que analisa flutuações da pressão arterial utilizando o
de compostos perfumados): óleo de pimenta (Robertet, Grasse, França), óleo de tratamento de transformada wavelet, e a amplitude de baixa frequência (gama de
toranja (Charabot, Grasse, França), óleo de estragão (Robertet), óleo de erva-doce frequências de:
(Charabot) , óleo de patchouli (Givaudan, Vernier, Suíça) e óleo de rosa (Toyotama, 0,04-,15 Hz) da tensão arterial sistólica (SBP-LF amplitude) foi calculada
Tokyo). óleo de pimenta, óleo de estragão, óleo de funcho, óleo de patchuli e óleo como um índice da actividade simpática em 5-s intervalos (11). A
de rosa foram obtidos a partir de grãos de pimenta ( Piper nigrum L.), planta inteira proporção de 2 min média das amplitudes SBPLF em estado-inalar
de estragão ( Artemisia dracunculus fragrância a que as amplitudes de SBPLF no estado de repouso foi
definida como a actividade em relação simpático, e este valor foi utilizado
para comparar o efeito de fragrância com a do controlo TEC.
L.), sementes de erva-doce ( Foeniculum vulgare M EU VOU), folhas de patchouli ( Pogostemon
patchouli P ELLETIER. var. S NAVIS
H OOK) e as flores de rosa ( Rosa damascena M EU VOU),
respectivamente, por meio de destilação a vapor. óleo de toranja foi obtido Avaliação da actividade simpática por medição dos níveis plasmáticos de
como um sub-produto de toranja ( paradis cítricas catecolaminas
M ACF). produção de suco. Estes óleos essenciais são amplamente utilizados em indústrias Mais vinte e duas mulheres saudáveis ​com idades entre 22 a 25 anos
de perfumes, cosméticos e alimentos. participaram deste experimento adicional. Os indivíduos foram divididos em 4
grupos para examinar o efeito de inalação fragrância na actividade simpática. Os
inalação fragrância indivíduos foram instruídos a abster-se de tomar qualquer estimulantes como a
Cada óleo essencial foi dissolvido separadamente a uma concentração de nicotina e cafeína durante 12 h antes do teste. No teste, os indivíduos de cada
2% (p / p) em citrato de trietilo (TEC, um solvente inodoro). Para a grupo inalado óleo de pimenta, óleo de toranja, óleo ou do TCE (controlo
estimulação, 20 l da solução foi aplicada a uma peça de algodão absorvente inodoro) separadamente rose; e os níveis plasmáticos de noradrenalina,
(8 8 mm), e o pedaço de algodão foi montada sob o nariz do sujeito (isto é, adrenalina e dopamina foram medidos antes e depois da inalação. Os sujeitos
no filtro labial) para inalar o aroma do óleo essencial durante a respiração foram sentados e deixou-se descansar durante 30 minutos, e em seguida, 5 ml
normal. Sujeitos inalaram a fragrância de óleos essenciais durante 3 minutos de sangue foi recolhido a partir de cada indivíduo para analisar o nível de
no teste de análise espectral ou durante 7 min no teste de medição de catecolaminas sob estado de repouso. Um pedaço de algodão foi, em seguida,
catecolaminas no plasma. Antes do teste, os sujeitos foram explicado que as montado sob o nariz de cada sujeito para inalar a fragrância. Após 7 min
amostras inodoros foram incluídos, mas não foi mostrado que tipo de inalação, 5 ml de sangue foi retirada para dentro de um sal de ácido
amostras foi inalado nos ensaios. etilenodiaminotetracético de dissódio (EDTA-2Na) contendo tubo e este
representado na amostra de pós-inalação. As amostras de sangue foram
imediatamente centrifugadas a 4 C, 2000 rpm durante 10 minutos, e as amostras
de plasma resultantes foram armazenadas a 80 C até à análise. Os níveis
Avaliação da actividade simpática utilizando análise espectral de flutuações da plasmáticos de noradrenalina, adrenalina e dopamina foram medidos com o
pressão arterial analisador de catecolamina HLC-800 (da firma Tosoh, Tokyo) utilizando o
Vinte e um indivíduos saudáveis ​do sexo feminino de 22 anos a 25 anos desempenho elevado de fluorescência método de cromatografia líquida de
participaram deste experimento. Os indivíduos foram instruídos a abster-se de tomar pós-coluna.
qualquer estimulantes como a nicotina e cafeína durante 12 h antes do teste. Os

participantes foram randomizados para inalar três dos seis óleos essenciais. Cada

indivíduo foi testado em três ensaios. Em cada ensaio, o sujeito inalado duas

amostras,

isto é, o óleo essencial e o controlo (solvente inodoro TCE), em uma ordem aleatória. A análise por CG / EM de óleos essenciais

Para examinar a influência da TEC em actividade simpática, um pedaço de algodão As composições de óleos essenciais utilizados neste estudo foram analisados
sem qualquer solvente foi utilizado como controlo. ​por espectroscopia de cromatografia em fase gasosa / massa método (GC / MS).
A análise por CG / MS foi realizada com um sistema G1800A GCD
Assunto estava sentado em uma poltrona reclinável e permitido (Hewlett-Packard, Palo Alto, CA,
Efeitos da Fragrance na atividade simpática 249

EUA) da seguinte forma: coluna, a coluna capilar HP-Innowax RESULTADOS

(60 m 0,25 milímetro 0,25 espessura da película m, Hewlett-Packard);


temperatura, quatro C por minuto (de 60 C a 230 C), 230 C durante 50 min; gás Efeitos estimuladores e inibidores de inalação fragrância na actividade
veículo, hélio, 1 ml por min; voltagem de ionização, 70 eV. Cada pico detectado na simpática
análise GC / MS foi identificado usando a base de dados de massa espectral A Figura 1 mostra uma alteração típica em SBP-LF amplitude causada por
WILEY 275 e procurar software do programa. inalação fragrância de óleo de pimenta ou óleo de rosa. A inalação de fragrância
de óleo de pimenta induzido um aumento marcado no PAS-LF amplitude, em
comparação com o nível no período precedente de repouso (Fig. 1A). Em
análise estatística contraste, a inalação do óleo de rosa induziu uma diminuição considerável em
Todos os dados foram expressos como a mia Diferenças SD SBPLF de amplitude (Fig. 1B). Inodoro TEC ou montagem de uma peça de
entre o óleo essencial e TCE nos efeitos sobre a actividade simpática relativa algodão sem qualquer solução produziu apenas uma pequena mudança na
foram examinados quanto ao significado estatístico usando Student t- teste. As amplitude SBP-LF (Fig. 1: C e D). A proporção de 2 min média da amplitude
diferenças entre antes e depois da inalação de fragrância em níveis de SBP-LF em estado-inalação de fragrância para a média no anterior estado de
catecolaminas no plasma foram examinados quanto ao significado estatístico repouso foi definida como a actividade simpática relativa, e este valor foi utilizado
usando o emparelhado t- teste. para comparar o efeito do óleo essencial com que de TEC controlo. inalação
fragrância de óleo de pimenta, óleo de estragão, óleo de erva-doce

Figura 1. As alterações típicas na actividade simpática induzida pela inalação de fragrância. A: A inalação de óleo de pimenta. B: A inalação de óleo de rosa. C: A inalação de
solvente inodoro citrato de trietilo (TEC). D: Ensaio de controlo em condições em que um pedaço de algodão sem qualquer solução foi montado. Cada linha mostra negrito o período
usado para calcular a média de 2 min a amplitude de PAS-LF.
250 S. Haze, K. Sakai e Y. Gozu

fragrância inalação de óleo de rosa ou óleo de patchouli, resultou numa


diminuição de aproximadamente 40% na actividade simpática relativa, e não
havia uma diferença significativa na actividade simpática relativo entre a
inalação de óleo de rosa ou óleo de patchuli e o TEC controlo ( P 0,01, cada).

Efeito de inalação fragrância em níveis plasmáticos de catecolaminas

Alterações nos níveis de catecolaminas induzida pela inalação de fragrância de


óleo de pimenta, óleo de toranja e óleo de rosa foram medidos. Como mostrado na
Fig. 3, a comparação dos níveis medidos antes e depois da inalação de um óleo de
pimenta mostrou
aumento de 1,7 vezes na concentração de plasma adrenalina ( P 0,06).
Fragrância inalação de óleo de pimenta mostrou uma tendência para causar um
aumento no nível de plasma adrenalina. Em contraste, fragrância inalação de
óleo de rosa resultou num decréscimo de 30% na concentração de adrenalina ( P
0,01). Fragrância inalação de óleo de toranja resultou em 1,1 vezes e

Figura 2. Efeitos estimulantes e inibidores de inalação fragrância na actividade


aumento de 1,2 vezes nos níveis de adrenalina e noradrenalina,
simpática. A proporção de 2 min média das amplitudes SBP-LF em estado-inalar
fragrância ao das amplitudes SBP-LF no estado de repouso foi definida como respectivamente, mas estas modificações não foram estatisticamente significativos.

actividade simpática relativa, e este valor foi utilizado para comparar o efeito de
fragrância com que TCE de controlo. Abrir a coluna indica a actividade simpática
relativa na inalação do TCE, e fechado coluna indica a actividade simpática relativa
Composição de óleos essenciais
na inalação de óleo essencial. Os dados são média SD
Os principais componentes de cada óleo essencial detectado por análise
* P 0,05, ** P 0,01. de GC / MS são mostrados na Tabela 1. Os terpenos e sesquiterpenos, tais
como pineno, mirceno, limoneno e
cariofileno; éteres, tais como metilo e chavicol anetole;
e outros componentes foram detectados em óleo de pimenta, óleo de estragão,
óleo de funcho e óleo de toranja, o que induziu a estimulação da actividade
ou óleo de toranja induzida, 1,7 a 2,5 vezes aumento na actividade simpática. Por outro lado, álcoois, tais como citronelol, o geraniol, o nerol e o
simpática relativa, representando diferenças significativas na actividade álcool patchouli, e outros componentes foram detectados em óleo de rosa e óleo
simpática relativa entre a inalação de cada óleo essencial e TCE ( P 0,05 de patchouli, que induziu a inibição da actividade simpática.
cada, Fig. 2). Em contraste,

Fig. 3. Efeitos de inalação óleo essencial sobre os níveis plasmáticos de catecolaminas. Abrir a coluna indica os níveis de catecolaminas no plasma antes da inalação
fragrância (em estado de repouso), e fechado coluna indica os níveis após a inalação fragrância. Os dados são média SD + P 0,1, ** P 0,01.
Efeitos da Fragrance na atividade simpática 251

Tabela 1. A análise por CG / EM de óleos essenciais óleo de pimenta induziu um aumento na concentração de adrenalina, enquanto

Óleos essenciais componentes Conteúdo (%)


que a inalação de óleo de rosa diminuição do nível de adrenalina. Estes
resultados estão de acordo com os resultados da análise das flutuações da
óleo de pimenta - cariofileno 21,4
pressão arterial espectral de potência. Estes resultados sugeriram que a
limoneno 19,5
fragrância inalação afeta o sistema adrenal através do sistema nervoso simpático.
- pineno 14,6
- pineno 13,3
O nosso estudo mostrou que o poder análise espectral ajustado ao ruído de
- 3-Carene 12,3
pressão sanguínea é um método útil para quantificar o efeito de inalação
- Mirceno 2.2
fragrância na actividade simpática humano. Tem sido relatado que as
óleo Estragon metil chavicol 59,2
alterações no padrão da respiração durante o período de teste podem afectar
linalol 17,7
os resultados de análise do poder espectral de flutuações da pressão arterial
benzoato de benzilo 6.2
(12). O sistema de análise de atividade do nervo autonômico que adotamos
limoneno 3,9
para a avaliação da atividade simpática neste estudo pode minimizar os efeitos
trans- - ocimeno 2,3
das mudanças no padrão de respiração por um sistema de regulação de ruído.
eugenol 1.9
Neste sistema, os valores observados periféricas derivados de respiração
óleo de funcho anetol 70,7 irregular pode ser eliminado a partir de cálculos de actividade do nervo
- pineno 7,8 simpático em tempo real por meio de filtros digitais e de teste de Smirnov
fenchone 7.3 rejeição (11). Além disso, foi utilizada a atividade simpática relativa, definida
- felandreno 3.2
como uma razão de 2-min média das amplitudes SBP-LF em estado-inalar
limoneno 2.1
fragrância a que as amplitudes de PAS-LF em estado de repouso, para
metil chavicol 1,4
comparar o efeito do perfume com o controlo. Pensamos que essas medidas
óleo de toranja limoneno 93,3 provocaram resultados suficientes para examinar os efeitos da inalação
mirceno 1.5 fragrância.
sabineno 0,6
- pineno 0,6

óleo de rosa Citronellol 27,7


geraniol 15,0 Nesse estudo, não houve mudanças significativas nos níveis de
nonadecano 14,5 catecolaminas seguintes fragrância inalação para além dos de adrenalina.
nerol 7,5 Tem sido relatado que alguns agentes tais como a cafeína e melatonina têm
linalol 2.4 efeitos diferentes sobre os níveis plasmáticos de noradrenalina e de
metil eugenol 1.8 adrenalina, e as alterações na noradrenalina e adrenalina níveis não têm
álcool feniletílico 1,7 sempre paralelo uns aos outros (13, 14). A inalação fragrância pode exercer

óleo de patchouli álcool patchouli 42,4 os efeitos predominantes no nível de plasma de adrenalina, em vez do que a

Seychellene 10.1 de noradrenalina. é necessário Outras investigações empregando recolha de

- Guaiene 8,8 lapso de tempo de sangue e um método de medição altamente sensível tal

- Patchoulene 4,9 como cromatografia líquida de quimioluminescência de alto desempenho


Pogostol 3,0 (15) para esclarecer os efeitos da inalação do perfume sobre os níveis
- cariofileno 1.3 plasmáticos de catecolaminas.
- gurjuneno 1,2

É geralmente conhecido que sentido olfactivo provoca adaptação aos


odores; ou seja, a detecção de odores é forte no início, mas diminui ao longo
DISCUSSÃO do tempo, no caso em que o mesmo odor é continuamente cheirado. Neste
estudo, cada indivíduo inalou um odor amostra para um período relativamente
Neste estudo, foi investigada a influência de inalação fragrância na actividade curto (3 minutos por análise espectral de potência), e não foi observada a
simpática humano usando tanto a análise espectral de potência de flutuações de ocorrência de adaptação aos odores. Deve ser examinados no futuro se a
pressão do sangue e alterações na catecolaminas no plasma. Os nossos resultados adaptação aos odores causados ​por longo prazo ou inalação consecutivo de
mostraram que a inalação fragrância de óleo de pimenta, óleo de estragão, óleo de fragrância pode afectar os efeitos de óleos essenciais com actividade
funcho e óleo de toranja significativamente estimula a actividade simpática medido simpática.
como SBP-LF amplitude, enquanto que o óleo de rosa e óleo de patchouli inibir esta
actividade. óleos essenciais com um efeito estimulador na actividade simpática, por
exemplo, óleo de pimenta, óleo de estragão, óleo de funcho e óleo de toranja,
Os nossos resultados também mostraram que a inalação de fragrância conter alguns componentes comuns, tais como
252 S. Haze, K. Sakai e Y. Gozu

limoneno, pineno ou metilo chavicol, e é possível que estes componentes mecanismos estão envolvidos nos efeitos da inalação do perfume sobre a
mediar o efeito estimulador na actividade simpática. Por outro lado, não há actividade simpática. Em conclusão, demonstrámos neste estudo que a
componentes comuns foram encontrados nos óleos essenciais inibidoras, fragrância inalação de óleo essencial pode estimular ou deprimir a actividade
tais como o óleo de rosa e óleo de patchouli, mas os componentes simpática em adultos normais. Nossos resultados sugerem a possibilidade de
característicos, tais como, álcool de patchouli, citronelol ou geraniol si pode que a inalação da fragrância pode ser utilizado como um regulador suave de
estar envolvido na mediação do efeito inibidor. É, portanto, importante para disfunções do sistema nervoso simpático.
determinar os componentes activos que contribuir para os efeitos
estimulantes e inibitórios sobre Simpático
Agradecimentos
Os autores agradecem as contribuições de Dr. Tomoko Murayama e Ms.
actividade em estudos futuros.
Momoko Kushima no estudo envolvendo coleta de sangue.
Mecanismos dos efeitos dessas fragrâncias na atividade simpática ainda
não são claros. Uma possibilidade que explica os efeitos da inalação
fragrância na atividade simpática é efeitos mentais e emocionais causadas
REFERÊNCIAS
pela estimulação olfativa. Tem sido relatado que os efeitos de inalação
fragrância em parâmetros do sistema nervoso autónomo, tais como a 1 Lorig TS e Schwarts GE: Cérebro e odor: I. A alteração de
temperatura da pele e a pressão sanguínea, são parcialmente afectado por EEG humano por administração de odor. Psicobiologia 16, 281-284 (1988)
condições mentais e emocionais (6). Estas respostas psicológicas para um
odorante também pode ser influenciado pela experiência adquirida e da 2 Torii S, Fukuda H, Kanemoto H, Miyauchi R, Y e Hamauzu
Kawasaki H: variação contingente negativo (CNV) e os efeitos psicológicos
memória. É concebível que as fragrâncias agradáveis ​pode induzir o
do odor. Em Perfumaria: A psicologia e Biologia de Fragrância, Editado por
relaxamento e diminuir a atividade simpática, e os desagradáveis ​podem
Toller SV e Dodd GH, pp 107-120, Chapman e Hall, Londres (1988) 3 Manley
aumentá-la. Seis óleos essenciais testados neste estudo são comumente
CH: efeito Psicofisiológica de odor. Crit Rev
usados ​em cosméticos e alimentos, e todas estas fragrâncias dar impressões
familiares e agradável para os sujeitos, de acordo com nossas pesquisas Food Sci Nutr 33, 57-62 (1993) 4 Komori t, Fujiwara R, Tanida H, J Nomura e
questionário. Então nós achamos que não é razoável atribuir os efeitos da Yokoyama

inalação fragrância na atividade simpática para efeitos mentais e emocionais MM: Efeitos de fragrância citrino sobre a função imunológica e estados
depressivos. Neuroimunomodulação 2, 174-180 (1995) 5 Brauchli P, Rüegg PB,
meros ou os efeitos da experiência adquirida e da memória. Outra
Etzweiler F e Zeier H: electrocortical
possibilidade que explica os efeitos de inalação fragrância na actividade
e alteração autonômica através da administração de um ambiente agradável e um
simpática é acção farmacológica de componentes de óleo essencial.
odor desagradável. Chem Senses 20, 505-515 (1995) 6 Heuberger E,
Hongratanaworakit t, Böhm C, Weber R e
Buchbauer G: Efeitos de fragrâncias quirais sobre os parâmetros do sistema nervoso
autonômico e humanos auto-avaliação. Chem Senses
26, 281-292 (2001)

Supõe-se que as flutuações de pressão sanguínea são geralmente 7 Laederach-Hofmann K, L Mussgay, Inverno A, N Klinkenberg
e Rüddel H: Early disfunção autonômica em pacientes com diabetes mellitus
atribuído à demora na regulação vasomotora simpático mediada pelo reflexo
avaliada por análise espectral de frequência cardíaca e da variabilidade da pressão
baro-receptor (16, 17). Nos nossos estudos, fragrância inalação de óleo de
arterial. Clin Physiol 19, 97-106 (1999) 8 Pelosi L, M Emdin, Carpeggiani C, Morales
toranja em concentrações de 1% a 10% induziu um aumento dependente da MA, Piacenti M,
concentração na PAS-LF amplitude (dados não publicados). Esta Dattolo P, Cerrai t, Macerata A, L'Abbate A e Maggiore Q: resposta simpática
observação sugere a possibilidade de que algumas interacções fisiológicas prejudicada antes hipotensão intradialítica: um estudo baseado na análise
entre componentes de óleo essencial e biomoléculas tais como receptores espectral de frequência cardíaca e da variabilidade da pressão. Clin Sci 96, 23-31

deve ser envolvido na mediação dos efeitos de inalação fragrância. Como (1999) 9 Iwane M, Arita H, Tomimoto S, Satani O, Matsumoto H,

exemplo da interacção entre os materiais de fragrâncias e receptores,


Miyashita K e Nishio I: Andar 10000 passos / dia ou mais reduz a pressão
estudos recentes relataram que os óleos essenciais se ligam ao
sanguínea e a actividade do nervo simpático na hipertensão essencial ligeira.
potenciação-sítios de ionotrópicos ácido aminobutírico (GABA A)
Hypertens Res 23, 573-580 (2000) 10 Grassi G e H Esler: Como para avaliar a
actividade simpática em
humanos. J Hypertens 17, 719-734 (1999) Nagai R 11 e Nagata S: New
receptores e aumentar a afinidade de GABA para os receptores, e sugeriram algoritmos para a real-time, 24 hr

a possibilidade de que a fragrância inalação modula a transmissão neuronal poder análise espectral contínuo e ruído-ajustado da frequência cardíaca e
flutuações de pressão sanguínea em ratos conscientes. Jpn J Pharmacol 72, 355-364
em cérebro através de GABA ionotrópicos UMA Os receptores (18). Para provar
(1996)
esta possibilidade, mais estudos como a avaliação das quantidades de
12 Novak V, Novak P, Champlain JD, Blanc ARL, Martin R e
componentes da fragrância no sangue e cérebro devem ser realizadas no
Nadeau R: Influência da respiração sobre as flutuações da taxa cardíaca e
futuro. pressão arterial. J Appl Physiol 74, 617-626 (1993) 13, Wang M, Yokotani K,
Nakamura K, Murakami Y, Okada S
Concebivelmente, tanto fisiológica e psicológica e Osumi Y: A melatonina inibe a simpato-adreno- centro
Efeitos da Fragrance na atividade simpática 253

saída medular em ratos. Jpn J Pharmacol 81, 29-33 (1999) 14 Kamimori GH, 16 Madwed JB, Albrecht P, Mark RG e Cohen RJ: Low-
Penetar DM, Headley DB, Thorne DR, Otter- oscilações de freqüência na pressão arterial e do ritmo cardíaco: um modelo de
Stetter e R Belenky L: Efeito de três cafeína doseados em catecolaminas do computador simples. Am J Physiol 256, H1573 - H1579 (1989) 17 Hayano J: variabilidades
plasma e o estado de alerta durante a vigília prolongada. Eur J Clin Pharmacol 56, de parâmetros hemodinâmicos como um
537-544 (2000) 15 M Tsunoda, Takezawa K, Santa t, Ina Y, K Nagashima, janela para regulação cardiovascular neural. Cardioangiology
Ohmori 34, 347-356 (1993)
K, Kobayashi S e Imai K: Nova abordagem para a medição de anormalidade 18 Aoshima H e Hamamoto K: Potenciação de GABA UMA receptores
nervoso simpático em ratos conscientes, espontaneamente hipertensos. Jpn J Expresso em Xenopus oócitos por perfume e phytoncide. Biosci Biotechnol
Pharmacol 83, 39-45 (2000) Biochem 63, 743-748 (1999)