Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA (UFU)

INSTITUTO DE ECONOMIA
Curso de Economia Política (Direito)

Prof. Daniel Caixeta Andrade


E-mail: caixetaandrade@yahoo.com.br

Lista de Exercícios - Macroeconomia

1. Assinale a alternativa errada:

a) A política de rendas corresponde basicamente aos controles de preços e salários.


b) A política monetária tem aplicação mais imediata que a política fiscal.
c) A política tributária é um tipo de política fiscal.
d) A política cambial, no setor externo, refere-se a alterações na taxa de câmbio.
e) Todas as alternativas anteriores estão erradas.

2. A “política fiscal’’ de um governo pode ser definida como sua política relativa à (ao)(aos):

a) Relação entre o total de suas compras de bens e serviços e o total de seus pagamentos de pensões.
b) Regulamentação de atividades bancárias e de crédito.
c) Total e aos tipos de despesas e à maneira de financiar essas despesas (tributação, levantamento de empréstimos
etc.).
d) Serviços de educação, saúde e segurança nacional.
e) Regulamentação de impostos.

3. A política monetária e a política fiscal diferem, essencialmente, pelo seguinte fato:

a) A política monetária trata dos recursos totais arrecadados e dos gastos pelo governo, enquanto a política fiscal
trata das taxas de juros.
b) A política fiscal procura estimular ou desestimular as despesas de investimento e de consumo, por parte das
empresas e das pessoas, influenciando as taxas de juros e a disponibilidade de crédito, enquanto a política monetária
funciona diretamente
sobre as rendas por meio da tributação e dos gastos públicos.
c) A política monetária procura estimular ou desestimular as despesas de consumo e de investimento, por parte das
empresas e das pessoas, influenciando as taxas de juros e a disponibilidade de crédito, enquanto a política fiscal
funciona diretamente sobre as rendas mediante a tributação e os gastos públicos.
d) Não há, essencialmente, diferença entre as duas, uma vez que os objetivos e as técnicas de operações são os
mesmos.
e) N.r.a.

4. No mercado de trabalho, são determinadas quais das seguintes variáveis macroeconômicas?

a) Nível de emprego e salário real.


b) Nível de emprego e salário monetário.
c) Nível geral de preços e salário real.
d) Salário real e salário monetário.
e) Nível de emprego e nível geral de preços.

5. Uma medida de política fiscal pura, anti-recessiva, materializa-se por meio de:

a) Aumento de gastos do governo e/ou redução da carga tributária acompanhados de um aumento nos meios de
pagamento.
b) Redução de gastos do governo e/ou aumento da carga tributária acompanhados de um aumento nos meios de
pagamento.
c) Aumento de gastos do governo e/ou redução da carga tributária com meios de pagamento constantes.
d) Redução dos gastos do governo e/ou aumento da carga tributária com meios de pagamentos constantes.
e) Aumento dos meios de pagamento com gastos do governo e carga tributária constantes.

6. A política monetária via “orçamento monetário’’ tem por objetivos principais a perfeita coordenação das seguintes
variáveis:

a) Nível de atividade econômica; taxa de inflação; taxa de juros e nível de liquidez em patamares desejados.
b) Concessão de subsídios ao setor produtivo; fazer baixar a taxa de inflação; aumentar os meios de pagamentos.
c) Zerar o déficit orçamentário do governo; combater a inflação; controlar a taxa de juros.
d) Compatibilizar a arrecadação de impostos com as despesas do governo; gerar superávits orçamentários e aumentar
a liquidez do sistema financeiro.
e) Taxa de câmbio, taxa de juros e emprego.

7. O que define a moeda é sua liquidez, ou seja, a capacidade que possui de ser um ativo prontamente disponível e
aceito para as mais diversas transações. Além disso, três outras características a definem:

a) Forma metálica, papel-moeda e moeda escritural.


b) Instrumento de troca, unidade de conta e reserva de valor.
c) Reserva de valor, credibilidade e aceitação no exterior.
d) Instrumento de troca, curso forçado e lastro-ouro.
e) Forma metálica, reserva de valor e curso forçado.

8. As operações entre o público e o setor bancário, conforme o caso, podem criar meios de pagamento ou destruir
meios de pagamento. Dentre as operações a seguir relacionadas, qual delas é responsável pela criação de meios de
pagamento?

a) Pessoas realizam depósitos a prazo nos bancos.


b) Bancos vendem ao público, mediante pagamento a vista, emmoeda, títulos de diversas espécies.
c) A empresa resgata um grande empréstimo contraído no sistema bancário.
d) Empresas levam aos bancos duplicatas para desconto, recebendo a inscrição de depósitos a vista ou moeda
manual.
e) Saque de cheques nos caixas dos bancos.

9. O Banco Central do Brasil (Bacen) tem, entre suas responsabilidades, a de:

a) Emitir papel-moeda, fiscalizar e controlar os intermediários financeiros, supervisionar a compensação de cheques.


b) Atuar como banco do governo federal e renegociar a dívida externa brasileira.
c) Aceitar depósitos, conceder empréstimos ao público e controlar os meios de pagamento do país.
d) Executar as políticas monetária e fiscal do país.
e) Formular a política monetária e cambial do país.

10. Entende-se por “operações de mercado aberto’’, especificamente:

a) Concessão de empréstimos, por parte dos bancos comerciais, empresas e consumidores.


b) Concessão de empréstimos, pelo Banco Central, a bancos comerciais.
c) Venda de ações, em bolsa, pelas empresas ao público em geral.
d) Atividade do Banco Central na compra ou venda de obrigações
do governo.
e) N.r.a.

11. A principal função da reserva compulsória sobre os depósitos bancários, como instrumento de política monetária,
é:

a) Permitir ao governo controlar a demanda de moeda.


b) Permitir às autoridades monetárias controlar o montante de moeda bancária que os bancos comerciais podem criar.
c) Impedir que os bancos comerciais obtenham lucros excessivos.
d) Impedir as “corridas bancárias’’.
e) Forçar os bancos a manter moeda ociosa no sentido de cobrir
as suas necessidades de caixa.

12. Uma das medidas abaixo é inconsistente com uma política tipicamente monetarista de combate à inflação.
Identifique-a:

a) Restrições às operações de crédito ao consumidor.


b) Elevação das taxas de juros.
c) Diminuição dos depósitos compulsórios dos bancos comerciais
no Banco Central.
d) Reajustes salariais abaixo da inflação do período.
e) Cortes em subsídios governamentais.

13. Identifique a transação classificada como movimento de capitais autônomos na estrutura do balanço de
pagamentos.

a) remessa de lucros para o exterior.


b) amortização de empréstimos para o exterior.
c) remessa de royalties para o exterior.
d) pagamento de seguros sobre importação.
e) Pagamento de juros de empréstimos externos.

14. Num país que adota o regime de taxas fixas de câmbio, em função da inflação e de desequilíbrios das contas
externas, o Governo vem adotando a política de desvalorização da moeda nacional em relação às divisas
estrangeiras. Com isto, pretende-se:

a) manter o nível atual das exportações e importações


b) diminuir as exportações e aumentar as importações.
c) aumentar as exportações e diminuir as importações.
d) diminuir a taxa de juros internacional.
e) aumentar a atração de capitais externos.

15. Quanto à taxa de câmbio, assinale a opção incorreta:

a) na chamada cotação do certo, amplamente usada em nível internacional, a taxa de câmbio reflete o preço da
unidade monetária nacional em termos da unidade monetária estrangeira.
b) é habitual, no Brasil, o uso da taxa de câmbio cotando a unidade monetária estrangeira em termos da
unidade monetária nacional.
c) na ausência de intervenção da Autoridade Monetária, a ocorrência de um déficit no Balanço de Pagamentos
tende a elevar o preço da moeda nacional medido em termos da moeda estrangeira.
d) na ausência de intervenção da Autoridade Monetária, a ocorrência de um superávit no Balanço de
Pagamentos tende a reduzir o preço da moeda estrangeira medido em termos da moeda nacional.
e) enquanto os exportadores de mercadorias e serviços integram o segmento da oferta de moeda estrangeira, os
importadores de mercadorias e serviços fazem parte do segmento da demanda dessa mesma moeda.

16. Numa economia hipotética, durante um determinado ano, efetuaram-se as seguintes transações com o exterior:

Exportações de Mercadorias à vista 1.500


Amortizações pagas 600
Donativos recebidos 100
Lucros remetidos para o exterior 100
Importação de mercadorias à vista 1.300
Empréstimos obtidos juntos ao FMI 150
Fretes e Seguros Pagos 100
Juros Pagos 200
Investimentos no país feitos por empresas do exterior 500
Venda de ouro monetário 50

Os resultados para a Balança Comercial (BC), para o Balanço de Transações Correntes (BTC), para o Balanço de
Capitais Autônomos (BKA) e para o saldo do Balanço de Pagamentos (BP) são:

a) BC = 200; BTC = -100; BKA = 100; BP = 0.


b)BC = 200; BTC = -100; BKA = -100; BP = -200.
c)BC = -200; BTC = 0; BKA = -100; BP = 200.
d)BC = 200; BTC = -100; BKA = -100; BP = 200.
e)BC = -200; BTC = -100; BKA = -100; BP = -200.

17. Tomando por base os dados do Balanço de Pagamentos da pergunta anterior, assinale a alternativa incorreta:

a). o saldo do Balanço de Pagamentos em Conta Corrente iguala, com o sinal trocado, a soma dos saldos do Balanço
de Capitais Autônomos e do Balanço de Capitais Compensatórios.
b) o saldo do Balanço de Pagamentos iguala, com o sinal trocado, o saldo do Balanço de Capitais Compensatórios.
c) o nível de reservas internacionais do país se alterou, visto que o déficit registrado no Balanço de Pagamentos foi
financiado parcialmente pela venda de ouro monetário.
d) caso houvesse uma parcela vencida de amortização de empréstimos que não tivesse sido paga, constaria do
Balanço de Pagamentos como se tivesse sido paga e registrar-se-ia esse valor numa conta de Atrasados Comerciais
no Balanço de Capitais Compensatórios.
e) o passivo externo da economia aumentou em 100 no período.