Você está na página 1de 3

Cultura e Ciência

Conhecer para quê?


A ciência e a tecnologia fazem parte da cultura. As
noções de cultura, ciência e tecnologia têm
características comuns, mas também existem
diferenças entre elas.
Cultura é o conjunto de crenças, conhecimentos,
leis, expressões artísticas, símbolos, formas de
pensar, costumes, técnicas e modos peculiares de
um determinado grupo de pessoas. Existem
diversas culturas nos distintos povos e países do
mundo.
Ciência é o conjunto sistemático de
conhecimentos, métodos e conceitos com que o
homem procura descobrir e explicar sua própria
realidade e o mundo. A ciência se divide em muitos
ramos distintos, de acordo com os diversos
aspectos que estuda.
Tecnologia é a aplicação dos conhecimentos
científicos para obter bens e serviços que possam
resolver problemas e que ajudem as pessoas a viver
melhor. A cultura é um bem a que todas as pessoas
têm direito e as tradições culturais devem ser
respeitadas, dentro dos limites dos direitos
humanos. A ciência e a tecnologia devem ser
públicas e estar a serviço das pessoas. Se elas se
destinam a fins destrutivos, devem ser consideradas
imorais.
Leia o texto, discuta em dupla e responda:

"Lewis Carol era professor de matemática na


Universidade de Oxford quando escreveu o
seguinte, em Alice no País das Maravilhas: -
Gato Cheshire... quer fazer o favor de me dizer
qual é o caminho que eu devo tomar? - Isto
depende muito do lugar para onde você quer ir
- disse o Gato. - Não me interessa muito para
onde... - disse Alice. - Não tem importância
então o caminho que você quer tomar - disse o
Gato. - ...contanto que eu chegue a algum lugar
- acrescentou Alice como uma explicação. - Ah,
disso pode ter certeza - disse o Gato - desde
que caminhe bastante. A resposta do Gato tem
sido frequentemente citada para exprimir a
opinião de que os cientistas não sabem para
onde o conhecimento está levando a
humanidade, além disso, não se importam
muito. Diz-se que a ciência não pode oferecer
objetivos sociais porque os seus valores são
intelectuais e não éticos... DUBOS, René. O
despertar da razão. São Paulo,
Melhoramentos. Edusp, 1972 p. 165.
Responda:
A) O que o autor quis dizer quando comparou a postura dos cientistas ao
diálogo entre o Gato e Alice?

B) O autor evidencia a preocupação que um cientista deve ter com os fins


a que se destina a ciência.

C) Em que momento do texto pode-se comparar a necessidade de


conhecer as consequências das decisões para não cometer erros?

D) Na observação do Gato, Alice chegaria a algum lugar se caminhasse o


bastante. Sabendo que esse pode ser um lugar bem indesejável, já que
ela não sabe para onde está indo, é melhor fazer escolhas conscientes do
lugar para onde se quer ir?