Você está na página 1de 81

1 - Conjuntos Numéricos, Operações e

Propriedades. Para quaisquer a, b, c pertencentes ao conjunto

Os conjuntos numéricos são conjuntos formados


por determinados números de uma mesma natureza. 1) a+b = b+a e a.b = b.a (propriedade comutativa)
Isso significa que dado um número, ele pertence ao Exemplos: 3 + 5 = 5 + 3 = 8; 3.6 = 6.3 = 18
conjunto se satisfaz todas as propriedades dos números
daquele conjunto. 2) (a+b)+c = a+(b+c) e (a.b).c = a.(b.c) (propriedade
Exemplo: dado um número “x”, se x pode ser associativa)
escrito na forma a/b (x = a/b com a e b números Exemplos: (2+3)+6 = 5+6 = 11; (3.2).5 = 6.5 = 30
inteiros), temos que x é um número racional. 2+(3+6) = 2+9 = 11; 3.(2.5) = 3.10 = 30
Os conjuntos numéricos mais fundamentais
estudados na aritmética são: Conjunto dos números 3) (a+b).c = a.c + b.c e c.(a+b) = c.a + c.b (propriedade
naturais, conjunto dos números inteiros, conjunto dos distributiva)
números racionais, conjunto dos números irracionais e Exemplo: 4.(2 + 7) = 4.2 + 4.7 = 8 + 28 = 36
conjunto dos números reais.

1.1 – Conjunto dos Números Naturais 1.2 – Conjunto dos Números Inteiros

Não definiremos aqui o conjunto dos Definimos o conjunto dos números inteiros
números naturais, apenas os usaremos de maneira como sendo o conjunto dos naturais unido com o
intuitiva na contagem e na ordenação de elementos. conjunto dos seus elementos simétricos em relação à
Porém, intuitivamente, sabemos que o conjunto dos soma. Assim, temos {..., -2, -1, 0, 1, 2, ...}.
números naturais é formado pelos seguintes elementos:
{0, 1, 2, 3, 4, ...}, e se estende ao infinito. Usaremos o símbolo para representar o
conjunto dos números inteiros. Assim = {..., -2, -1,
0, 1, 2, ...}.
Usaremos o símbolo para representar o
conjunto dos números naturais. Assim, = {0, 1, 2, 3, Dado um número inteiro x, representamos o
4, ...}. simétrico (ou oposto) a x por –x, de forma que x + (-x)
= 0. Essa é a propriedade do elemento oposto de um
O símbolo para representar o conjunto dos número. (Nota: simétrico ou oposto são sinônimos
números naturais com exceção do zero. Assim, = nesse sentido). Temos também que para cada número x,
{1, 2, 3, 4, ...} o seu simétrico é único.
Exemplos:
Temos duas operações definidas nos números o oposto de 2 é -2
naturais: soma e multiplicação. o oposto de -2 é -(-2) que é 2 ou seja, -(-2) = 2
Daí vem a regra de sinal “menos com menos é
Dados dois números naturais a e b, temos c = mais”.
a+b também sendo um número natural chamado de
soma de a com b. As operações que podemos definir nos inteiros
Dados dois números naturais a e b, temos c = são soma, subtração e multiplicação. A soma e a
a.b também sendo um número natural chamado de multiplicação têm as mesmas propriedades definidas
multiplicação de a com b. para os naturais.
A subtração é definida como segue:
Em particular, para quaisquer números naturais
a e b, se b = a+1, então b é o sucessor de a. Dados dois inteiros x e y, definimos a subtração
de x por y como sendo x-y = x + (-y), ou seja, a
As propriedades da soma e da multiplicação de subtração de x por y é a soma de x com o oposto de y.
dois números naturais são:

1
Exemplos:
5 – 4 = 5 + (-4) = 1 Divisores: Sejam x e y dois números inteiros.
3 – 7 = 3 + (-7) = -4 Dizemos que x é um divisor de y se y é um múltiplo de
4 – (-9) = 4 + [-(-9)] = 4 + 9 = 13 x, ou seja, se y = x.z (para algum z inteiro), então x é
divisor de y. Observe que z também é divisor de y.
As regras de sinais na multiplicação são
definidas como segue: Se x é um divisor de y tal que y = x.z (conforme
Sejam x e y dois inteiros. definimos acima), podemos então escrever:

(-x).y = - (x.y) e x.(-y) = - (x.y) y y


z ou x
x z
Exemplo: (-9) . 3 = - (9.3) = -27
Vemos que dividir y por x obtemos um inteiro
Segue então a regra de sinal (-x).(-y) = - [x.(-y)] z, ou seja, a divisão é inteira (exata). O mesmo vale
= -[-(x.y)] = x.y para a divisão de y por z. Portanto x e z são divisores de
y.
Exemplo: (-5).(-2) = -[-(5.2)] = -(-10) = 10 Com isso, concluímos que se x é um divisor de
y, então a divisão y/x resulta em um número inteiro.
Para quaisquer a, b, c pertencentes ao conjunto

Exemplos:
1) a+b = b+a e a.b = b.a (propriedade 1) 11 é divisor de 33, pois 33 = 11 . 3.
comutativa) 33
2) (a+b)+c = a+(b+c) e (a.b).c = a.(b.c) Obtemos então  3 (temos também
11
(propriedade associativa)
33
3) (a+b).c = a.c + b.c e c.(a+b) = c.a + c.b  11 )
(propriedade distributiva) 3
2) 7 é divisor de 49, pois 49= 7 . 7.
49
Obtemos então 7
7
1.2.1 – Múltiplos e Divisores
Quando x é divisor de y, dizemos que y é
A divisão inteira de dois números inteiros é divisível por x, assim, nos exemplos acima, temos que
definida como segue: 33 é divisível por 11 e por 3, enquanto que 49 é
divisível por 7.
Sejam x e y dois inteiros de forma que x > y.
x Qualquer número inteiro tem pelo menos 4
Escrevemos: ou x/y. O resultado deve ser divisores. Seja y um inteiro, temos que y, -y, 1 e -1 são
y
divisores de y.
outro número inteiro.
Exemplos:
Múltiplo: Sejam x e y dois números inteiros. 1) Considere o número 44. Temos que 44, -44,
Dizemos que y é múltiplo de x se existe um número
44
inteiro z tal que y = x.z, ou seja, se y é um produto de x 1 e -1 são divisores de 44, pois 1,
com outro número inteiro. Observe que y é múltiplo de 44
44 44 44
z também.  1,  44 e  44
(44) 1 (1)
Exemplos:
1) 33 é múltiplo de 11, pois 33 = 11 . 3
2) 288 é múltiplo de 2, pois 288 = 2 . 144
3) 288 é múltiplo de 144, pois 288 = 144 . 2

2
2) Considere o número 53. Temos que 53, -53, x1, x2, ..., xn. Representamos o MDC de x1, ..., xn por
53 mdc(x1, ..., xn).
1 e -1 são divisores de 53, pois 1
53
53 53 53 Exemplos:
 1 ,  53 e  53 1) mdc(21, 9) = 3, pois 3 é o maior número que
(53) 1 (1)
é divisor de 9 e de 21.
2) mdc(16 20, 48, 84) = 4, pois 4 é o maior
número que é divisor de 16, 20, 48 e 84.
Quando um número é divisível apenas por ele
mesmo, por seu oposto, por 1 e por -1, dizemos que
esse número é primo. Existe um teorema na teoria dos números
Exemplos: conhecido como Teorema Fundamental da Aritmética,
1) 2 é um número primo, pois é divisível que diz respeito à decomposição de qualquer número
apenas por 2, -1, 1 e -1. inteiro diferente de 0, 1 e -1 em fatores primos. Segue
2) 53 é um número primo, pois é divisível abaixo o seu enunciado:
apenas por 53, -53, 1 e -1.
Teorema Fundamental da Aritmética: Seja x um
número inteiro diferente de 0, 1 e -1. Existem números
Para sabermos se um número é múltiplo ou primos positivos p1 < p2 < ... < pr e números inteiros
divisor de outro, basta realizar a divisão dos inteiros e
positivos n1, n2, ..., nr tais que x  p1 1  p 2 2  ...  p r r .
n n n
verificar o resto. Caso o resto seja zero, então o número
será múltiplo ou divisor de outro. Tal decomposição em fatores primos é única.

Sejam x e y dois inteiros tal que x<y. O teorema menciona que todo número inteiro
que não seja 0, 1 e -1 pode ser escrito como fatores de
Caso resto(y/x) = 0, então temos as duas números primos.
situações:
- y é múltiplo de x Exemplos:
- x é divisor de y (y é divisível por x) 1) O número 6 pode ser escrito como fatores de
2 e 3: 6  2  3 .
1.2.2 – MDC e MMC 2) O número 27 pode ser escrito como fator de
3: 9  3  3  3  33  27 .
Mínimo Múltiplo Comum (MMC): Sejam x1, 3) O número 300 pode ser escrito como fatores
x2, x3, ..., xn números inteiros. Definimos o MMC de 2, 3 e 5:
desses números como sendo o menor múltiplo positivo 300  2  2  3  5  5  2  3  5 .
2 2

que é comum a todos eles, ou seja, é o menor número


positivo que é múltiplo de x1, x2, ..., xn. Voltando agora ao foco do nosso assunto,
Representaremos o MMC de x1, ..., xn por mmc(x1, podemos calcular o mmc e o mdc de um conjunto de
...,xn). números inteiros fazendo a decomposição desses
números em seus fatores primos. Segue abaixo o
Exemplos: procedimento.
1) mmc (3, 2) = 6, pois 6 é o menor número
positivo que é múltiplo de 3 e de 2. 1) Calcular o mmc de m números: mmc(x1, x2, ..., xm)
2) mmc(6, 8, 12) = 24, pois 24 é o menor
número positivo que é múltiplo de 6, 8 e 24. Primeiramente fazemos a decomposição dos
números em seus r primeiros fatores primos:
Máximo Divisor Comum (MDC): Sejam x1, x2,
x3, ..., xn números inteiros. Definimos o MDC desses x1  2n11  3n12  ...  r n1r
números como sendo o maior divisor que é comum a x2  2 n21  3n22  ...  r n2 r
todos eles, ou seja, é o maior número que é divisor de
...

3
xm  2 nm1  3nm 2  ...  r nmr primos (elevados aos seus expoentes) e obtemos então
o mdc.
Em seguida escolhemos os primos que possuem Exemplos:
maior expoente em cada um. Por último multiplicamos a) mdc(9, 24)
esses primos (elevados aos seus expoentes) e obtemos
então o mmc. 9  2 0  32
24  23  31
Exemplos:
a) mmc(45, 75, 120) O número 2 tem zero como menor expoente
45  2  3  5
0 2 1
e o número 3 tem 1 como menor expoente.
Assim, devemos multiplicar esses números
75  2 0  31  52 com seus respectivos expoentes.
120  23  31  51 mdc(9, 24)  20  31  3
O 2 que tem maior expoente é o do 120, o 3
b) mdc(15, 210, 1050)
que tem maior expoente é o do 46 e o 5 que
tem maior expoente é o do 75. Assim, 15  20  31  51  7 0
devemos multiplicar esses números: 210  21  31  51  71
mmc(45, 75, 120)  23  32  52  1800 1050  21  31  52  71
b) mmc(15, 24, 60, 72) O número 2 tem zero como menor expoente,
15  2  3  5
0 1 1
o número 3 tem um como menor expoente, o
número 5 tem 1 como menor expoente e o
24  23  31  50 número 7 tem zero como menor expoente.
60  2 2  31  51 Assim, devemos multiplicar esses números
72  23  32  50 com seus respectivos expoentes.
mdc(15, 210, 1050)  20  31  51  70  15
O 2 com maior expoente é o do 24 e o do 72
(com expoente 3), o 3 com maior expoente é
o do 72 (com expoente 2) e o 5 com maior A fatoração em números primos é um
expoente é o do 15 e o do 60 (com xpoente 1. resultado matemático útil para encontrarmos
Assim, devemos multiplicar esses números: a quantidade de divisores que tem um
mmc(15, 24, 60, 72)  23  32  51  360 número natural diferente de 0 e 1. O
procedimento consiste em multiplicarmos os
2) Calcular o mdc de m números: mdc(x1, x2, ..., xm) expoentes dos números adicionados ao
número 1. O exemplo abaixo deixará isso
Primeiramente fazemos a decomposição dos claro:
números em seus r primeiros fatores primos:
x1  2n11  3n12  ...  r n1r 120  23  31  51
x2  2 n21  3n22  ...  r n2 r Temos os expoentes 3, 1 e 1. Assim, o
... número de divisores do número 120 é
(3+1).(1+1).(1+1) = 3.2.2 = 12 divisores.
xm  2 nm1  3nm 2  ...  r nmr
1.2.3 – Divisão não exata
Em seguida escolhemos os primos que possuem
menor expoente. Por último multiplicamos esses Seja x, y, q e r números inteiros de forma que
façamos a divisão:

4
a c ac
 
b d bd
Onde x  y  q  r
Exemplos:
2 6 2  6 12
Isso significa que temos como resultado da 1)   
divisão o quociente q e o resto r se, e somente se o 5 4 5  4 20
dividendo for produto do divisor com o quociente 3 9 3  9 27
2)   
adicionado do resto. 2 7 2  7 14

A soma dos mesmos números inteiros é feita


1.3 – Conjunto dos Números Racionais da seguinte forma:
Os números racionais são definidos como sendo a c a d c b ad  bc
a divisão de dois inteiros:      
b d b d d b bd
a 
Q   | a, b são int eiros e b  0 Exemplos:
b  2 6 2  4  6  5 38
1)   
5 4 54 20
Onde Q é o símbolo que representa o conjunto 3 9 3  7  2  9 39
dos números racionais. 2)   
2 7 27 14
As operações nos números racionais são as
mesmas definidas nos inteiros, bem como a existência
do elemento simétrico (ou oposto) no conjunto. Assim,
Temos também a divisão de dois números
dado um racional x, existe um único racional,
racionais, que é definida da seguinte forma:
representado por –x, de forma que x + (-x) = 0.
a
Existem duas representações usuais para os
a c b a d
números inteiros: a decimal e a fracionária (definição).    
b d c b c
Por exemplo, o mesmo número pode ser d
representado de duas formas distintas:
Exemplos:
2/4 = 0,5 2 6 2 4 8
1)    
5 4 5 6 30
Veremos como manipular as duas formas 3 9 3 7 21
diferentes e como passar de uma representação para a 2)    
2 7 2 9 18
outra.

1.3.1 – Representação fracionária 1.3.2 – Representação Decimal

Para a representação decimal, temos os decimas


As operações de soma e multiplicação de exatos e os decimais periódicos.
números fracionários devem respeitar certos critérios,
como veremos logo abaixo: Os decimais exatos possuem uma representação
finita. Exemplos: 0,56; 2,68476; 9838,2 etc.
Dados dois números inteiros na forma
fracionária a/b e c/d, podemos multiplicá-los da Já os decimais periódicos possuem uma
seguinte forma: representação infinita, porém apresenta um período que

5
se repete. Exemplos: 0,8383838383...; 1
x n 
0,984333333333...; 34,8732873287328732... etc. xn

As operações de soma e multiplicação de Exemplos:


números racionais deve ser explicada pelo professor em 1 1
sala de aula. 1) 5 3  3 
5 125
1 1
Existe também regras de conversão da forma 2) 3 4  4 
fracionária para a decimal e vice-versa. Essas regras 3 81
também serão vistas em sala de aula com o professor. Propriedades Operatórias das Potências:

1.4 – Conjunto dos Números Reais 1) Produto de potencias de mesma base: conserva-
se a base e somam-se os expoentes:
O conjunto dos números reais é formado pela x m  x n  x m n
união de dois conjuntos: os números racionais e os
números irracionais. O conjunto dos irracionais é 2) Divisão de potências de mesma base: Conserva-
formado por decimais não exatos e não periódicos, por se a base e subtraem-se os expoentes:
exemplo: 0,1010010001... é um número racional. xm
 x m n
Representaremos os números reais pela letra . x n

Os reais herdam todas as operações e


propriedades dos números racionais, além de mais 3) Produto de potências de bases diferentes e
algumas que são especiais para esse conjunto. mesmo expoente: Multiplicam-se as bases e
conserva-se o expoente:
x n  y n  ( x  y) n
1.4.1 – Potenciação e Radiciação
4) Potência de potência: conserva-se a base e
Potencia de expoente natural:
multiplicam-se os expoentes:
Dados um número real x e um número natural n, ( x m ) n  x mn
definimos a n-ésima potência de x, denotada por xn,
como sendo o produto de n fatores de x. Assim: 5) Potência de um quociente: Distribui-se o
expoente no divisor e no dividendo:
n
x xn
   n
 y y

Exemplos:
1) 53  5  5  5  125 6) Potência de base fracionária e expoente
2) 34  3  3  3  3  81 negativo: Inverte-se a base e troca-se o sinal do
expoente:
Casos particulares: x1 = x e x0 = 1 (x ≠ 0) n
x
n
 y yn
     n
Potencia de expoente inteiro:  y x x

Seja x um número real não nulo e n um número Potências de 10:


inteiro. Caso n seja maio ou igual a zero, entraremos no
caso anterior (potencia de número natural). Se A potência de dez é utilizada para abreviar
considerarmos n menor do que zero e o denotarmos por múltiplos (ou submúltiplos) de dez. Assim:
–n, temos por definição:
100 = 10 x 10;
1000 = 10 x 10 x 10;

6
100000 = 10 x 10 x 10 x 10 x 10. 1 1

Para escrevermos estes números de uma


n
x x n  x n x
 1     n
yn  
maneira abreviada, basta indicar o número de dezenas n y y y
envolvidas na multiplicação com um pequeno número
(expoente) no alto da potencia de 10.
Logo, se 100 = 10 x 10, podemos dizer que 100 Em outras palavras: radiciação nada mais é do
= 10 . Da mesma maneira 1000 = 103, e 100000 = 105.
2 que potência com expoente fracionário.
Nestes exemplos o expoente é igual ao número
de zeros. 1.4.2 – Produtos Notáveis

Para os submúltiplos de dez, também utilizamos Quadrado da Soma:


o sistema exponencial. Assim:
Sejam x e y dois números reais. Temos a
0,01 = 1/10 x 1/10 ; seguinte igualdade para a soma:
0,001 = 1/10 x 1/10 x 1/10
0,00001 = 1/10 x 1/10 x 1/10 x 1/10 x 1/10 x  y 2  x 2  2  x  y  y 2
Neste caso, para abreviar esses números Quadrado da diferença:
indicamos o número de casas decimais com expoente
negativo no alto da potencia de 10. Da mesma forma que para a soma, temos para a
diferença de dois reais:

Assim, se 0,01 = 1/10 x 1/10, podemos dizer x  y 2  x 2  2  x  y  y 2


que 0,01 = 10-2 . Da mesma maneira, 0,001 = 10-3 e
0,00001 = 10-5.
Produto da soma pela diferença (diferença de
quadrados):
Radiciação:
x  y   x  y   x 2  y 2
Sejam x um número real maior ou igual a zero e
n um número natural. Definimos a raiz n-ésima de x
como sendo o número que elevado a n resulte em x. Em
linguagem simbólica: 1.5 – Razão e Proporção

n
x  y  yn  x Definimos como razão a divisão entre dois
números reais quaisquer, desde que o numerador seja
diferente de zero.
Assim, qualquer Relação entre duas grandezas
Caso o valor de x seja negativo a definição é a
a
mesma, porém n deve ser um número ímpar (não existe na forma é uma razão.
raiz par de número negativo no conjunto dos números b
reais). Exemplos:
5 298,4 32,92 4
; ; ;
Também denotamos a raiz n-ésima de um 9 2 94,63 2
número real x como segue:
1
Fica claro que qualquer número racional é
n
xx n
também uma razão, uma vez que é escrito como uma
divisão de dois números inteiros.
Com essa notação, podemos usar todas as
propriedades das potências para a radiciação. Propriedades:
Por exemplo:

7
1) Uma razão não é alterada se multiplicarmos 200  100 2 22 1
  
o numerador e o denominador por um 10000  100 100 100  2 50
mesmo número. Ou seja, a área do terreno é 50 vezes menor que
a área da quadra.
ax a x a a
    1
bx b x b b
Definimos uma proporção como uma igualdade
Exemplos: entre duas razões. Assim, caso a igualdade valha, temos
2  2 4 3  5 15 8  4 32 uma proporção como segue:
 ;  ; 
5  2 10 4  5 20 2,5  4 10 a c
 , onde a, b, c, e d são números reais.
b d
2) Uma razão não é alterada se dividirmos o
numerador e o denominador por um mesmo Exemplos:
número. 9 18 5 1 75 3
 ,  , 
ax a x a x a a 3 6 25 5 100 4
      1
bx x b b x b b
Propriedade fundamental das proporções:
Exemplos: a c
 é uma proporção se, e somente se,
2  2 1 9  3 3 40  5 8 b d
 ;  ; 
6  2 3 6  3 2 75  5 15 a d b c

Observação: A regra prática é que se temos uma proporção,


Uma razão a/b também é lida na forma a está então vale a multiplicação cruzada dos termos.
para b.
a c
Vejamos agora algumas aplicações dos  - multiplicação cruzada - a  d  b  c
b d
conceito:
Exemplos
1) Em uma festa de 100 convidados, 75 eram 9 18 5 1 75 3
mulheres  ,  , 
Assim, a razão é expressa na forma: 3 6 25 5 100 4
75
Como exemplo de aplicação das proporções,
100 podemos resolver um exercício do enem de 2012.
Que podemos simplificar por 25 (Enem 2012) Há, em virtude da demanda crescente de
75  25 3 economia de água, equipamentos e utensílios como, por

100  25 4 exemplo, as bacias sanitárias ecológicas, que utilizam 6
Ou seja, existem 3 mulheres para cada 4 litros de água por descarga em vez dos 15 litros
convidados. utilizados por bacias sanitárias não ecológicas,
conforme dados da Associação Brasileira de Normas
2) Um terreno tem uma área de 200 m² e está Técnicas (ABNT).
inserido em uma quadra de 10000 m². A razão Qual será a economia diária de água obtida por meio da
entre a área do terreno e a área da quadra é dada substituição de uma bacia sanitária não ecológica, que
por gasta cerca de 60 litros por dia com a descarga, por uma
200 bacia sanitária ecológica?
10000 a) 24 litros b) 36 litros c) 40 litros d) 42
litros e) 50 litros
Que pode ser simplificada da seguinte forma

8
Resolução: Vamos atribuir a letra x ao volume de água As grandezas tempo e produção são diretamente
despejado pela bacia ecológica durante um dia. proporcionais, pois satisfazem a definição dada acima.
Como estamos relacionando as grandezas, as razoes
entre o que se despeja por descarga com o que se 5 100 20 400 10 200
despeja por dia nas duas bacias deve formar uma  ,  , 
10 200 5 100 20 400
proporção. Assim:
15 6 Ou seja, a razão de quaisquer dois valores da grandeza

60 x tempo forma uma proporção com os dois valores
correspondentes (de acordo com a tabela) da grandeza
Pela regra da multiplicação cruzada, obtemos produção.
15  x  60  6, resul tan do em 15  x  360
2) A cada 350 km percorridos, um carro gasta 30
Dividindo toda a equação por 15, obtemos: litros de combustível. Assim, podemos montar a
360 tabela abaixo:
x  24
15
Litros Km
Segue que a bacia ecológica gasta 24 litros por dia. 30 350
Para sabermos a economia, basta subtrairmos esse valor 60 700
de 60, ou seja, economia = 60 – 24 = 36 litros. 90 1050
Portanto a resposta é a letra b. 120 1400

1.5.1 – Grandezas diretamente proporcionais Assim, litros e km são grandezas que variam e têm a
seguinte relação: {(30, 350) ; (60, 700); (90, 1050);
Suponha que tenhamos duas quantidades que (120, 1400)}, ou seja, o valor 30 para o litro está
variam de valor uma em relação à outra. Chamaremos relacionado ao valor 350 para a produção; o valor 60
essas duas quantidades de grandezas. para o tempo está relacionado ao valor 700 para a
produção e assim por diante.
Duas grandezas variáveis e relacionadas são As grandezas litros e km são diretamente proporcionais,
diretamente proporcionais se a razão de quaisquer dois pois satisfazem a definição dada acima.
valores de uma forma uma proporção com a razão dos
dois valores correspondentes da outra. 30 350 90 1050 120 1400
 ,  , 
60 700 30 350 60 700
Vejamos dois exemplos:
Ou seja, a razão de quaisquer dois valores da grandeza
1) Um forno tem sua produção de ferro fundido de litro forma uma proporção com os dois valores
acordo com a tabela abaixo: correspondentes (de acordo com a tabela) da grandeza
Tempo (minutos) Produção (kg) km.
5 100
10 200 A regra padrão para grandezas diretamente
15 300 proporcionais é: Se aumentarmos o valor de uma,
20 400 consequentemente a outra também aumentará de
valor.
Assim, tempo e produção são grandezas que variam e
têm a seguinte relação: {(5, 100) ; (10, 200); (15, 300); Quando duas grandeza, por exemplo x e y, são
(20, 400)}, ou seja, o valor 5 para o tempo está diretamente proporcionais as razões entre seus valores
relacionado ao valor 100 para a produção; o valor 15 correspondentes dão sempre o mesmo valor, isto é, y/x
para o tempo está relacionado ao valor 300 para a é uma constante.
produção e assim por diante.

9
y
  (  é um número fixo)
x
1.5.2 – Grandezas Inversamente Proporcionais
Segue, portanto, que se duas grandezas são diretamente
proporcionais, então elas se relacionam da seguinte Duas grandezas variáveis e relacionadas são
forma: inversamente proporcionais se a razão de quaisquer
dois valores de uma formam uma proporção com a
y   x razão inversa dos dois valores correspondentes da
outra. Isso significa que temos que inverter uma das
Onde chamamos x de variável independente e y de razões para formar a proporção.
variável dependente
Exemplo:
Exemplo de aplicação da equação acima: (divisão Grandeza x Grandeza y
proporcional) 25 200
40 125
1) Ocorreu a formação de uma sociedade por três 50 100
pessoas A, B e C, sendo que A entrou com um 100 50
capital de R$50.000,00, B entrou com um 500 10
capital de R$60.000,00 e C entrou com um
capital de R$30.000. Se o lucro total foi de Temos que
R$700.000,00, quanto deverá receber, 25 50 40 200
 ,  e assim por diante.
proporcionalmente cada sócio? 100 200 25 125

Resolução: Cada sócio vai receber um valor A regra padrão para grandezas inversamente
diretamente proporcional à quantidade proporcionais é: Se aumentarmos o valor de uma,
investida. consequentemente o valor da outra diminui.

Assim, Quando duas grandeza, por exemplo x e y, são


A    50000 inversamente proporcionais, os produtos entre seus
B    60000 valores correspondentes dão sempre o mesmo valor,
C    30000 isto é, x*y é uma constante.

Isso resulta na seguinte relação entre as duas grandezas:


Sabemos também que A + B + C é o total que

deve ser recebido, ou seja, temos A + B + C = y (  é um número fixo)
700000. x
Substituindo as letras pelas relações com cada
parte investida, temos: 1.6 – Regra de Três
  50000    60000    30000  700000
A regra de três é um processo usado para
Segue, portanto que
resolver problemas envolvendo grandezas que são
140000    700000
diretamente proporcionais ou inversamente
700000
Portanto:   5 proporcionais.
140000 Basicamente, consiste em determinarmos um
valor desconhecido de uma variável a partir de três
Assim: valores conhecidos, de forma que esses valores se
A    50000  5  50000  250000 relacionam por proporções diretas ou inversas. Desse
B    60000  5  60000  300000 modo, é possível usar as propriedades das proporções
para resolver um problema.
C    30000  5  30000  150000

10
Exemplos: 51 x
 ; e usamos a técnica da multiplicação
17 3
7 x 7 4 y 19 cruzada para resolvermos o problema:
 ,  , 
5 10 3 x 8 10 3  x  153  x  9

Usamos a multiplicação cruzada para Ou seja, precisaríamos de 9 trabalhadores.


resolvermos o problema.
1.6.2 – Regra de três simples para grandezas
7 x 70 inversamente proporcionais
  7  10  5  x  x   14
5 10 5
Usada quando o problema envolve duas
Existem dois tipos de regras de três: a simples e grandezas inversamente proporcionais.
a composta. É aplicada seguindo a ideia básica das
grandezas diretamente proporcionais: se uma grandeza
1.6.1 – Regra de três simples para grandezas aumenta de valor, a outra diminui.
diretamente proporcionais
Exemplo:
Usada quando o problema envolve duas
grandezas diretamente proporcionais. 1) (FAPEC) Um pacote de 20 kg de ração alimenta
É aplicada seguindo a ideia básica das dois cachorros de Rose por 63 dias. Caso Rose
grandezas diretamente proporcionais: se uma grandeza tivesse três cachorros, esse pacote alimentaria
aumenta de valor, a outra também aumenta. os cães por quantos dias?

Exemplo: Resolução: O número de cachorros é


inversamente proporcional ao número de dias
1) Para se construir um muro de 17m², em que a ração irá durar. Quanto mais cachorros,
determinado intervalo de tempo, são necessários menos dias a ração durará; e quanto mais dias a
3 trabalhadores. Quantos trabalhadores serão ração durar, significa que menos cachorros Rose
necessários para construir um muro de 51m² no tem.
mesmo intervalo de tempo?
Assim, construímos a tabela com os valores
Resolução: As grandezas são diretamente correspondentes:
proporcionais, pois se aumentarmos a área do Número de cachorros Dias
muro, aumentamos o número de trabalhadores 2 63
necessários; se diminuirmos o número de 3 x
trabalhadores, diminuímos também a área
construída. Como as grandezas são inversamente
proporcionais, uma das razões deve ser
Assim, construímos a tabela com os valores invertida. Basta agora construímos a proporção
correspondentes: dos valores correspondentes das duas grandezas
Área inversamente proporcionais.
Número de
construída
trabalhadores
(m²) 2 x
17 3 
3 63
51 x
Agora, pela mesma técnica de resolução das
Chamamos então o valor desconhecido de x. regras de três simples, usamos as propriedades
Como são diretamente proporcionais, as razões das proporções, resultando em:
são diretas: 3  x  126  x  42

11
Assim, o pacote de ração duraria 42 dias. 1.7 - Porcentagem

1.6.3 – Regra de três composta A ideia da porcentagem é de representar partes


de um inteiro. Em uma escala de 0 a 100, sendo 0
A regra de três composta é usada quando temos representando nenhuma parte e 100 representando o
mais de duas grandezas que se relacionam por inteiro de qualquer quantidade.
proporções. Quando uma porcentagem ultrapassa o 100,
Exemplos: significa que temos mais do que um inteiro
representado.
1) Em 8 horas, 20 caminhões descarregam 160m3
de areia. Em 5 horas, quantos caminhões serão Uma porcentagem é uma razão cujo
necessários para descarregar 125m3? denominador é o número 100.
7 32
Solução: montamos a tabela colocando em cada 7%   0,07; 32%   0,32;
100 100
coluna as grandezas de mesma espécie e, em
120
cada linha, as grandezas de espécies diferentes 120%   1,2
que se correspondem. É conveniente colocar a 100
grandeza de valor desconhecido na primeira
coluna da tabela:
Podemos calcular determinada porcentagem a
Caminhões Volume (m³) Horas uma quantidade multiplicando a mesma pela razão
20 160 8 centesimal que representa tal porcentagem. por
x 125 5 exemplo:
Perceba que os valores de cada linha são os que
se correspondem naquele exato momento: 20  10% de 452
10
caminhões carregam 160 m³ de areia em 8 horas; x 452   452  0,1 45,2
caminhões carregam 125m³ de areia em 5 horas. 100
Podemos notar que se aumentarmos o número
de caminhões, então o número de horas diminui,  30% 200Kg
portanto são grandezas inversamente proporcionais. 30
200   200  0,3  60 kg
Se aumentarmos o número de caminhões, o 100
volume de carga também aumenta, portanto são
grandezas diretamente proporcionais. Podemos usar a regra de três para calcular
Assim, devemos inverter somente a razão porcentagem. Por exemplo:
correspondente às horas.
1) Uma televisão custava 1200 reais e passou a
x 125 8 custar 900 reais. Qual foi a porcentagem de
 
20 160 5 desconto?

Na regra de três composta, as razões devem ser Resolução: O preço inicial da televisão era de
multiplicadas. 1200 reais, isso significa que 1200 é o todo, ou
x 1000 seja, o valor inteiro do produto. Assim, 1200
Temos então:  reais corresponde a 100% do valor da televisão.
20 800
Por regra de três, podemos calcular quantos por
Resolvendo, temos: cento que 300 reais (o valor do desconto)
800  x  20000  x  25 representa do valor total.
Assim, serão necessários 25 caminhões.
As grandezas são diretamente proporcionais, já
que quanto maior o desconto (ou o valor em

12
relação ao valor total), maior é a porcentagem 05) (MDC) Três fios que medem respectivamente 24m,
do total. 84m e 90m foram cortados em pedaços iguais e do
maior tamanho possível. Então cada pedaço deve
Valor (R$) % medir:
1200 100 A) 4m B) 6m C) 14m D) 15m
300 x
06) (CESGRANRIO) (algoritmo da divisão - divisão
Por serem diretamente proporcionais, temos: não exata) Um menino escreve várias vezes a palavra
1200 100 LIQUIGÁS da seguinte forma:
 LIQUIGÁSLIQUIGÁSLIQUIGÁSLIQUIGÁSLIQU...
300 x
Ele resolve parar imediatamente após escrever a 675ª
Portanto: 1200  x  30000  x  25
letra. Qual o número de consoantes escritas pelo
menino?
Ou seja, o desconto foi de 25% a) 168 b) 169 c) 335 d) 337 e) 338
1.5 – Problemas e Exercícios do Capítulo 07) (FCC) (propriedades das frações) Sabendo que x
dividido por y é igual a 12, então o dobro de x dividido
01) (OFFICIUM) Se a = - 5, b = 3 e c = - 1, então a + b pelo triplo de y é igual a:
- c é igual a a) 8. b) 4. c) 9. d) 12. e) 24.
a) -3 b) -1 c) 3 d) 7 e) 9
08) (CONSULPLAN) (números Racionais) No cinema
02) (FUNIVERSA) (MMC) Para construir cada peça de de uma certa cidade há duas salas de projeções com
um determinado modelo, um artesão utiliza cinco capacidade para 300 pessoas cada uma. Um dia, uma
pedaços de fio de cobre com os seguintes das salas estava com 3/5 de sua capacidade ocupada e a
comprimentos: dois pedaços de 25 cm, dois de 30 cm e outra sala, com a metade do número de pessoas da
um de 40 cm, que são cortados de um mesmo rolo. primeira. Quantas pessoas havia no cinema nesse dia?
Assinale a alternativa que apresenta um comprimento a) 90 b) 270 c) 240 d) 150 e) 180
total de fio, em metros, que um desses rolos deve ter
antes de ser utilizado, para que não haja desperdício 09) (FCC) (números Racionais) Dos números que
após os recortes e não sobrem pedaços de fio sem aparecem nas alternativas, o que mais se aproxima do
utilizar após a confecção de todas as peças construídas. valor da expressão (0,619² - 0,599²) × 0,75 é:
a) 5 b) 5,25 c) 6 d) 6,25 e) 7 a) 0,0018. b) 0,015. c) 0,018. d) 0,15. e) 0,18.
03) (PUC–SP) (MMC) Numa linha de produção, certo 10) (FCC) (operações números racionais) Se x é um
tipo de manutenção é feita na máquina A a cada 3 dias,
na máquina B, a cada 4 dias, e na máquina C, a cada 6
dias. Se no dia 2 de dezembro foi feita a manutenção número inteiro positivo tal que seja
nas três máquinas, após quantos dias as máquinas um número inteiro, então,
receberão manutenção no mesmo dia. a) existem infinitas possibilidades distintas para x.
a) 10 b) 11 c) 12 d) 13 e) 14 b) x é múltiplo de 12.
c) x é maior do que 84.
04) (MDC) Um auxiliar de enfermagem pretende usar a d) x tem oito divisores.
menor quantidade possível de gavetas para acomodar e) E pode ser maior do que 2.
120 frascos de um tipo de medicamento, 150 frascos de
outro tipo e 225 frascos de um terceiro tipo. Se ele 11) (ACEP) (números racionais) Sejam x e y números
colocar a mesma quantidade de frascos em todas as reais dados por suas representações decimais
gavetas, e medicamentos de um único tipo em cada
uma delas, quantas gavetas deverá usar?
A) 33 B) 48 C) 75 D) 99 E) 165
Pode-se afirmar que:
a) x + y = 1 b) x - y = 8 / 9 c) xy = 0,9

13
d) 1 / ( x + y ) = 0,9 e) xy = 1

12) (FCC) (Exercício de potencia) O valor da expressão 19) (CEPERJ) (Produtos notáveis) Sobre os números

reais a e b sabe-se que a + b = 6 e que O valor


, para A = 2 e B = -1, é um número
de a² + b² é:
compreendido entre.
a) 18 b) 22 c) 28 d) 36 e) 48
a) -2 e 1. b) 1 e 4. c) 4 e 7. d) 7 e 9. e) 9 e 10.
20) (EsFCEx) (produto notáveis) Sabendo que √x + √y
13) (FATEC) (propriedades operatórias das potencias)
= 6 e x + y = 32, então x.y vale:
Das três sentenças abaixo:
a) 3 b) 4 c) 5 d) 6 e) 7
I. 2x+3 = 2x . 23
II. (25)x = 52x
21) (VUNESP) (Razão) Uma verba total de R$ 1,5
III. 2x + 3x = 5x
milhão foi aplicada na realização de dois projetos, A e
a) somente a I é verdadeira;
B. Sabendo-se que a razão entre a parte aplicada no
b) somente a II é verdadeira;
projeto A e a parte aplicada no projeto B, nessa ordem,
c) somente a III é verdadeira;
pode ser representada pelo número 1,4, é correto
d) somente a II é falsa;
afirmar que no projeto B, quando comparado ao projeto
e) somente a III é falsa.
A, foram aplicados
a) R$ 250 mil a menos. b) R$ 425 mil a menos.
14) (CONSULPLAN) (propriedades das potencias)A
c) R$ 250 mil a mais. d) R$ 600 mil a mais.
raiz da equação
e) R$ 600 mil a menos.
22) (VUNESP) (Regra de três simples) Uma máquina
demora 1 hora para fabricar 4 500 peças. Essa mesma
máquina, mantendo o mesmo funcionamento, para
é um número: fabricar 3 375 dessas mesmas peças, irá levar
a) irracional negativo. a) 55 min. b) 15 min. c) 35 min.
b) natural. d) 1h 15min. e) 45 min.
c) racional negativo.
d) inteiro. 23) (FCC) (Regra de três simples) Em um tribunal,
e) equivalente a – 15, 4. trabalham 17 juízes, divididos em três níveis, de acordo
com sua experiência: dois são do nível I, cinco do nível
15) (FUMARC) (propriedades das potencias) A II e os demais do nível III. Trabalhando
potência de 10 mais próxima de (54)2 é: individualmente, os juízes dos níveis I, II e III
a) 105 ; b) 104 ; c) 103 ; d) 102 conseguem analisar integralmente um processo em 1
hora, 2 horas e 4 horas, respectivamente. Se os 17
16) (FEI-SP) (propriedades operatórias das potências) juízes desse tribunal trabalharem individualmente por 8
O valor da expressão 5  108  4  10 3 horas, então o total de processos que será analisado
a) 206 b) 2 . 106 c) 2 . 109 d) 20 . 10-4 integralmente pelo grupo é igual a
a) 28 b) 68 c) 56 d) 51 e) 34
17) (ESAF) O valor numérico da expressão
24) (FCC) (Regra de três composta) Sabe-se que uma
é igual a:
máquina copiadora imprime 80 cópias em 1 minuto e
a) 3 b) v3 c) 5 d) v5 e) 4
15 segundos. O tempo necessário para que 7 máquinas
copiadoras, de mesma capacidade que a primeira
18) (FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE) (produtos
citada, possam imprimir 3 360 cópias é de
notáveis) O número racional x/y tem as seguintes
a) 15 minutos. b) 3 minutos e 45 segundos.
características: a soma dos quadrados dos termos x e y
c) 7 minutos e 30 segundos.
é igual a 241 e o quadrado da soma dos termos x e y é
d) 4 minutos e 50 segundos.
361. Logo, o produto de x por y é igual a:
e) 7 minutos.
a) 45 b) 30 c) 60 d) 90 e) 75

14
Em outras palavras, é toda equação que pode ser
25) (IDECAN) (Regra de três composta e porcentagem) reduzida à forma
Trabalhando oito horas por dia, cinco voluntários a  x  b  0 (forma reduzida da equação de
conseguem distribuir 16 toneladas de alimentos por primeiro grau)
semana às vítimas de uma grande enchente. Dessa
forma, trabalhando 10 horas por dia e com uma Onde “ a ” e “ b ” são números reais tal que
produtividade 20% menor devido ao forte calor, o a  0 e x é a incógnita da equação (valor
número de toneladas de alimentos por semana que seis desconhecido).
voluntários conseguirão distribuir será,
aproximadamente: A solução de uma equação de primeiro grau é:
a) 14. b) 17. c) 19. d) 22.
b
x 
26) (FGV) (Porcentagem) Joana foi à loja de roupas a
para comprar peças novas do uniforme da escola do seu
filho. Uma bermuda custava R$ 35,00 e uma camiseta O lado esquerdo de uma equação damos o nome
com o logotipo do colégio custava R$ 20,00. Joana de 1º termo. O lado direito de uma equação damos o
comprou uma bermuda e duas camisetas e, por ter nome de 2º termo.
comprado as três peças juntas, ganhou um desconto e
pagou o total de R$ 66,00 pelas três peças. O desconto As equações de primeiro grau podem ser
que Joana ganhou foi de: escritas de muitas formas diferentes, como vemos nos
a) 8%; b) 9%; c) 10%; d) 12%; e) 15%. exemplos abaixo.
a) 4  x  282 x
27) (FAPEC) Dividindo 980, diretamente proporcional b) 3  x  2  x  10  10  5  x  42
a 2, 5 e 7, a parte referente a 5 é:
a) 280 b) 350 c) 320 d) 410 e) 730 c) 10   8  x  2  5  x  2   4  x 1  3   x  2

28) (FCC) (Divisão proporcional) Quatro funcionários x x 3x 2   2  x  1  3   5  x  4 


d)    4  3  x  5  9 
dividirão, em partes diretamente proporcionais aos anos 3 4 5 8
dedicados para a empresa, um bônus de R$ 36.000,00.
Sabe-se que dentre esses quatro funcionários um deles
já possui 2 anos trabalhados, outro possui 7 anos Vamos resolver cada uma das equações
trabalhados, outro possui 6 anos trabalhados e o outro aplicando as propriedades dos números reais vistas
terá direito, nessa divisão, à quantia de R$ 6.000,00. anteriormente.
Dessa maneira, o número de anos dedicados para a
empresa, desse último funcionário citado, é igual a a) 4 x  2  8  2 x  0 (passamos todas as parcelas
a) 5. b) 7. c) 2. d) 3. e) 4. para o primeiro termo)
6 x  6  0 (forma reduzida, a  6 e b   6 )
6
x  1
6

b) 3 x  2 x  10  10  5 x  42  0 (passamos todas
2- Equações de 1º e 2º Graus
as parcelas da equação para o primeiro termo)
2.1 – Equações de Primeiro Grau
6 x  42  0 (forma reduzida a  6 e b  42 )
Uma equação de 1º Grau é uma equação 42
x  7
algébrica (que envolve números e incógnitas) cuja 6
incógnita aparece livre, ou seja, nenhuma operação ou
função é aplicada sobre ela a não ser a multiplicação
por um número real.

15
c) 10  8 x  2  5 x  8 x  2  3 x  6 (aplicamos a Resolução: A soma da idade de Carla com a
propriedade distributiva para separar as idade de Pedro é de 48 anos. Chamando de x a
parcelas) idade de Carla, temos:
10  8 x  2  5 x  8 x  2  3 x  6  0 3
x  x  48
(passamos todas as parcelas para o primeiro 5
termo)
8 x  4  0 (forma reduzida, a   8 e b  4 ) Multiplicando a equação por 5, obtemos:
5 x  3 x  240
A letra “d” deverá ser resolvida em sala de aula. 240
Resolvendo, obtemos: x   30
8
Para resolvermos situações problemas que A idade de Carla é 30 anos e a de Pedro é 18.
envolvam equações de primeiro grau, devemos sempre
analisar qual é a incógnita do problema e como ela se 4) Pedro propõe 16 problemas a um de seus
relaciona com as quantidades em questão. amigos. Para cada problema resolvido, Pedro
dará 5 pontos. Para cada problema não
Exemplos: resolvido, Pedro tirará 3 pontos. Ao final da
resolução, o amigo de Pedro ficou com zero
1) O dobro de um número, aumentado de 23, é pontos. Qual foi o número de problemas
igual a 71. resolvidos?

Resolução: Chamaremos de x tal número. Resolvendo: Chamaremos de x o número de


Assim, os dados do exercício nos fornecem a problemas resolvidos. Assim, o número de
seguinte equação: problemas não resolvidos é 16 – x.
2 x  23  71 Portanto: 5 x  3 16  x   0

48 Resolvendo a equação, obtemos: 8 x  48  0


Resolvendo, obtemos o valor x   24
2 48
Segue que x  6
2) A soma de um número com o seu triplo e a sua 8
metade é igual a 45.
5) Um pai tem 37 anos e seu filho tem 7 anos.
Resolução: Chamaremos tal número de x. Daqui quantos anos a idade do pai terá o triplo
Temos, pelos dados do exemplo, a seguinte da idade do filho?
equação:
Resolução: vamos chamar de x o tempo que
x
x  3 x   45 levará de agora até o pai ter o triplo da idade do
2 filho. Assim, temos:
37  x  3  7  x 
Podemos multiplicar toda a equação por dois,
assim obteremos uma equação equivalente:
2 x  6 x  x  98 Portanto
Resolvendo conforme já vimos: 9 x  90  0
37  x  21 3 x  0   2 x  16  0
Assim, x  8
90
Portanto: x   10 Daqui 8 anos o pai terá o triplo da idade do
9
filho.
3) Carla e Pedro têm juntos 48 anos de idade. A
2.2 – Equações de Segundo Grau
idade de Pedro é 3/5 da idade de Carla. Qual a
idade de cada um deles?
Uma equação de 2º Grau é uma equação
algébrica (que envolve números e incógnitas) cuja

16
incógnita aparece na forma x e x², ou seja, nenhuma b  
operação ou função é aplicada sobre ela a não ser a x1 
2a
multiplicação por um número real e elevar a incógnita
ao expoente 2. b  
x2 
Em outras palavras, é toda equação que pode ser 2a
reduzida à forma
a  x 2  b x  c  0 (forma reduzida da equação O número de soluções de uma equação de
de primeiro grau) segundo grau vai depender do valor do discriminante.
Temos três casos possíveis:
Onde “ a ”, “ b ” e “c” são números reais tal que
a  0 e x é a incógnita da equação (valor 1)   0
desconhecido). Temos duas Soluções:
Exemplos: b  
x1 
2a
1) 5 x 2  2 x  7  0 Nesse caso, temos a = 5, b = 2 e c
b  
= 7. x2 
2a
2) x 2  4 x  12  0 Nesse caso, temos a = , b = -4 e c =
12. Com   b2  4 ac

2)   0
3) 2 x  3 x  0
2
Nesse caso, temos a = 2, b = -3 e c Temos uma única solução:
= 0. b
x 
2a
4) x 2  4  0 Nesse caso, temos a = 1, b = 0 e c
= -4.
3)   0
Uma equação de segundo grau pode ter Não há soluções
nenhuma solução, uma solução ou duas soluções
distintas, essas soluções são escritas na forma:
Exemplos:
b  b  4ac
2
x1  1) x 2 10 x  24  0
2a
b  b 2  4ac Nessa equação, temos: a = 1; b = -10 e c = 24
x2 
2a Primeiramente, vamos encontrar o
discriminante:   b  4 ac
2

As fórmulas acima são conhecidas como    10   4  1 24  100  96  4


2

fórmulas de Bhaskara.
Temos o discriminante maior do que zero,
À quantidade dentro da raiz, damos um nome assim, duas soluções
especial: discriminante da equação (o delta da
equação).   10   4
x1  6
  b2  4 ac 2 1
Assim, as duas possíveis soluções podem ser   10   4
escritas na forma: x2  4
2 1

17
1) (VUNESP) No último dia de aula, foi preparada uma
apresentação de teatro só para alunos de uma escola. O
número de alunos da escola era 3 vezes maior do que o
2) x 2  8 x  16  0 número total de assentos do auditório onde ocorreria a
apresentação. Então, para que todos os alunos
Nessa equação, temos: a = 1; b = 8 e c = 16 assistissem à peça, eles foram divididos em 5 grupos de
Primeiramente, vamos encontrar o mesmo número. Sabendo-se que todos os alunos da
discriminante:   b  4 ac
2 escola assistiram à apresentação uma única vez e que
em cada apresentação 64 assentos do auditório ficaram
  82  4  1 16  64  64  0
vazios, a diferença entre o número de alunos da escola
Temos o discriminante igual a zero, assim, uma e o número de assentos desse auditório
única solução a) 320. b) 264. c) 208. d) 152. e) 96.
8
x   4 2) (VUNESP) Uma empresa de eventos cobra para o
2 aluguel de um salão de festas R$ 499,90 mais R$ 29,90
por convidado. Dispondo-se de R$ 1.500,00, o número
máximo de convidados para um evento promovido por
essa empresa será
3) 10 x 2  6 x  10  0 a) 33. b) 34. c) 35. d) 36. e) 37.

Nessa equação, temos: a = 10; b = 6 e c = 10


Primeiramente, vamos encontrar o 3) (UFMT) Qual é o valor de x para que as
discriminante:   b  4 ac
2

  62  4  10  10  36  400   364 expressões sejam iguais?


Temos o discriminante menor do que zero, a) 2/5 b) 1/7 c) 3/4 d) 2/3
assim, não existe solução real.
4) (CESGRANRIO) A conquista da estabilidade
econômica abriu as portas do progresso, criando uma
Casos Especiais nova classe média no Brasil. A maré montante está
criando agora uma nova leva de brasileiros milionários
Existem alguns casos especiais de equações de segundo [...]. Aos 145 mil brasileiros nessa categoria, juntam-se
graus. Eles ocorrem quando o coeficiente b é zero ou dezenove outros todos os dias.
quando o coeficiente c é zero. Revista Veja. São Paulo: Abril. n. 3. ed. 2252,18 jan.
2012, p. 79. Adaptado.
1) b = 0 De acordo com as informações apresentadas na
reportagem, conclui-se que o número de brasileiros
equação do tipo a x 2  c  0 . A solução fica da forma milionários dobrará em, aproximadamente,
a) 1 ano b) 2 anos c) 7 anos d) 21 anos e) 41 anos
c
x  
a 5) (CESGRANRIO) Para realizar seu serviço, um
eletricista cobra uma taxa fixa de R$ 20,00 e mais R$
Exemplo: 10,00 a cada hora trabalhada. Certo dia, ele atendeu a
2 x2  8  0 dois clientes e arrecadou, no total, R$ 100,00.
Sabendo-se que o primeiro atendimento demorou 2
8
x   2 horas a mais que o segundo, quantas horas demorou o
2 segundo atendimento?
a) 2 b) 3 c) 4 d) 5 e) 6
2.8 – Problemas e Exercícios do Capítulo

18
6) (IESES) Qual é o valor de x que poderá satisfazer a 12) (FCC) Do total de novos clientes de uma
equação do primeiro grau: companhia de gás em 2009, sabe-se que: 25% eram
3 x  4 1 x   2  5 x  x  6 ? residenciais, 55% eram industriais e os 180 restantes
eram comerciais. Nessas condições, com relação aos
a) 4 b) -4 c) 2 d) 3
novos clientes dessa companhia em 2009, é correto
afirmar que os
7) (CESGRANRIO) No Brasil, os setores industrial e
a) industriais eram 1 200.
comercial consumiram, juntos, 231.199 GWh de
b) residenciais eram 210.
energia em 2009. Sabendo que o consumo do setor
c) industriais eram 455.
industrial correspondeu ao dobro do consumo do setor
d) residenciais eram 245.
comercial, mais 34.498 GWh, quantos GWh de energia
foram consumidos pelo setor comercial brasileiro em e) industriais eram 495.
2009?
a) 56.885 b) 65.567 c) 88.565 d) 124.656 e) 165.632 13) (CEPERJ) Observe a equação do segundo grau
abaixo:
8) (CESGRANRIO) No Brasil, a maior parte dos poços 3x2 = x/4 + 1/64
produtores de petróleo e gás natural localiza-se no mar. A diferença entre a maior raiz e a menor raiz vale:
São, ao todo, 8.539 poços, e o número de poços a) 1/12 b) 1/8 c) 1/6 d) ¼ e) 1/2
localizados no mar corresponde a nove vezes o número
de poços localizados em terra, mais 749. Quantos são 14) (UNESP) Para o setor de fotocópias de uma
os poços produtores de petróleo e gás natural empresa, foram compradas 48 caixas de papel sulfite
localizados em terra? que foram empilhadas em local apropriado. Um
a) 779 b) 787 c) 821 d) 911 e) 932 funcionário do setor observou que o número de caixas
por pilha era igual ao número de pilhas mais 2. O
9) (CESGRANRIO) Em três meses, certa empresa fez número de caixas de uma pilha era
2.670 conversões de veículos para o uso de GNV (Gás a) 8. b) 7. c) 6. d) 5. e) 4.
Natural Veicular). O número de conversões realizadas
no segundo mês superou em 210 o número de 15) (OFFICIUM) Se ao dobro de um certo número
conversões realizadas no primeiro mês. No terceiro adicionarmos o quadrado desse mesmo número,
mês, foram feitas 90 conversões a menos que no obteremos 24. Esse número é
segundo mês. Quantas conversões essa empresa a) -12 ou 8 b) -8 ou 12 c) -6 ou – 4
realizou no primeiro mês? d) -6 ou 4 e) -4 ou 6
a) 990 b) 900 c) 870 d) 810 e) 780
16) (CONSULPLAN) Considere a seguinte equação do
10) (CESGRANRIO) O Centro de Pesquisas da 2º grau: ax2 + bx + c = 0. Sabendo que as raízes dessa
Petrobras (Cenpes), que está sendo ampliado, passará a equação são x’ = 6 e x’’ = –10 e que a + b = 5, então o
ter 23 prédios de laboratórios. Se a quantidade atual de discriminante dessa equação é igual a
prédios de laboratórios do Cenpes supera em 5 a 196. b 225. c 256. d 289. d 298
unidades a quantidade de prédios de laboratórios que
ocuparão a parte nova, quantos prédios de laboratórios 17) (FAAP) Uma indústria produz, por dia, x unidades
há atualmente? de um determinado produto, e pose vender a um preço
a) 8 b) 9 c) 12 d) 13 e) 14 de R$ 100,00 a unidade. Se x unidades são produzidas a
cada dia, o custo total, em reais da produção diária é
11) (ADVISE) Uma pessoa gasta 1/3 do dinheiro que igual a x 2  20 x  700 . Portanto, para que a indústria
tem; em seguida gasta 3/4 do que lhe sobra. Sabendo-se tenha um lucro diário de R$ 900,00, o número de
que ainda ficou com R$12,00, podemos então afirmar unidades produzidas (e vendidas) por dia, deve ser
que o valor que ele tinha inicialmente era de: igual a:
a) R$50,00 b) R$80,00 c) R$82,00 a) 40 b) 50 c) 60 d) 70 e) 80
d) R$90,00 e) R$72,00
18) (FUVEST - adaptado) Para a fabricação de
bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto

19
A, pagando R$ 96,00, e unidades do produto B, É costumeiro escrever a função quadrática na
pagando R$ 84,00. Sabendo que o total de unidades forma y=ax2+bx+c para indicar que representa uma
compradas foi de 26 e que o preço unitário do produto parábola no gráfico xy.
A excede em R$ 2,00 o preço do produto unitário do B,
o número de unidades de A e B compradas, 3.1 – Plano Cartesiano e Gráfico de funções
respectivamente, foi de:
a) 12 e 14 b) 13 e 13 c) 20 e 6 d) 10 e 16 e) 15 e 11 Primeiramente, vamos considerar uma reta
orientada onde escolheremos um ponto de referência
que chamaremos de O.

3 – Funções Algébricas Vamos associar o número zero a esse ponto


fazendo com que ele seja a origem do nosso eixo
As funções algébricas estudadas nesse capítulo orientado x.
serão as funções afins e as funções quadráticas. A uma determinada distância de O vamos
utilizar outro ponto ao qual associaremos o número 1.
-Função afim: Agora determinamos uma unidade no nosso eixo
orientado x. Dessa forma, podemos marcar todos os
É a função polinomial cujo polinômio associado outros pontos sobre o eixo.
é de grau 1 (n=1).
A função afim é definida de forma genérica
como segue: f : R  R tal que f ( x)  a x  b , com a e
b sendo números reais e a ≠ 0.
Com isso, cada ponto do eixo x tem um único
Exemplos: número real correspondente e a cada número real existe
1) f(x)=3x+5 um único ponto do eixo x correspondente.
2) g(x)= πx+0,3
3) h(x)=20x O plano cartesiano nada mais é do que a
combinação de dois eixos orientados como fizemos
No caso em que b=0 na definição, a função acima. Os eixos são colocados perpendiculares entre si
afim é também chamada de função linear. (formando um ângulo de 90º) com as origens
É costumeiro escrever a função afim na forma coincidindo.
y=ax+b para indicar que representa uma reta no gráfico
xy (veremos isso mais pra frente).

-Função Quadrática:

É a função polinomial cujo polinômio associado


é de grau 2 (n=2).
A função quadrática é definida de forma
genérica como segue: f :RR tal que
f ( x)  a x 2  b x  c , com a, b e c sendo números reais
e a≠0.
Temos então os eixos x e y formando o plano
Exemplos:
cartesiano. Os pontos do plano serão representados por
1) f(x)=3x2+5x+1
pares ordenados de números, denominados coordenadas
2) g(x)=x2+5
do ponto. Exemplos: (3, 5); (-2, 0); (5, -3) etc.
3) h(x)=x2

20
O primeiro valor do par sempre a coordenada x
do ponto no plano, enquanto que o segundo valor Para descobrir o valor de x que zera a função
representa a coordenada y. Dessa forma, as afim basta resolvermos a equação: 0=ax+b. Temos
coordenadas de qualquer ponto no plano terão b
assim x   .
representação na forma (x, y). a
Vejamos agora um exemplo de alguns pontos no Já conhecemos dois pontos de uma função afim
plano:  b 
genérica f(x)=ax+b: são eles 0, b e   , 0  .
 a 
Qualquer função afim passará por esses dois pontos do
plano cartesiano.
O valor do coeficiente angular pode ser
encontrado por dois pontos distintos. Considere os
pontos x0 , y 0  e x1 , y1  . O coeficiente angular a é
y  y 0 y 0  y1
dado por a  1 
x1  x0 x0  x1

Exemplos:
1) f(x)=3x+6
Temos: Temos que b=5 é o coeficiente linear e a=3
A = (-9, 4); B = (8, 3); C = (0, -3); D = (2, 2); E = (8, 0) é o coeficiente angular. Assim, essa função
F = (0, 4), G = (-4, 0); H = (3, -3) e O = (0, 0). afim passa pelos pontos 0, 6 e  2, 0 .
Repare que quando a coordenada x de um ponto
é zero, significa que o ponto está sobre o eixo y e 2) Dados os pontos 0, 1 e 2, 5 , encontrar a
quando a coordenada y do ponto é zero, significa que o função que “passa” por esses dois pontos.
ponto está sobre o eixo x, todos nas respectivas 5 1 1 5 4
Temos que a    2
coordenadas. 20 02 2
Os eixos coordenados x e y recebem nomes Portanto, a função é f(x)=2x+b.
especiais: Para achar o valor de b, vamos substituir um
x – eixo das abscissas. dos pontos. Temos que f(2)=5, assim:
y – eixo das ordenadas. 5=2.2+b=4+b. Segue que b=5-5=1.
Logo, a função é f(x)=2x+1.
Assim, o valor x de um ponto é as sua abscissa e
o valor y é chamado de ordenada. 3.2.1 – Gráfico de uma Função Afim
No exemplo acima, o ponto A tem abscissa
igual a -9 e ordenada igual a 4, e assim por diante. O gráfico de uma função afim é representado
por uma reta (não paralela a nenhum dos eixos) no
3.2 – Função Afim plano cartesiano. Da geometria euclidiana sabemos que
por dois pontos passa uma única reta, portanto bastam
Como já vimos, são as funções definidas como: os pontos conhecidos da função afim para traçarmos a
reta.
f : R  R tal que f(x)=ax+b, com a≠0. Existem dois casos, quando a é maior do que
zero e quando a é menor do que zero.
O número “a” é chamado de coeficiente angular
da função afim, enquanto que o número “b” é chamado 1) a>0
de coeficiente linear da função afim.

Para encontrar o valor de b, basta calcularmos a


função no ponto 0: f(0)=a0+b=b.

21
O gráfico da função é crescente.
3.3 – Função Quadrática
2) a<0 Como já vimos, as funções quadráticas são as
funções associadas aos polinômios de grau 2.
f : R  R tal que f(x)=ax2+bx+c, com a≠0.

Ao igualar uma função quadrática a zero,


obtém-se uma equação de segundo grau, no qual
existem duas soluções distintas para x.
O gráfico da função é decrescente.
3.3.1 – Raízes de uma Função Quadrática
Pelo ponto (0, b), sabemos que a função “corta”
o eixo y no valor b, pois f(0)=b. Assim: As raízes de uma função quadrática são os
valores de x que zeram a função f(x).
De acordo com o Teorema Fundamental da
Álgebra, qualquer função quadrática tem no máximo
duas raízes distintas, dadas por:

b 
x1 
2a
Exemplo:
1) Gráfico da função f(x)=2x+1 b 
x2 
A função passa pelos pontos 0, 1 e 2, 5 . 2a
Assim, temos: onde   b 2  4ac

O número de raízes de uma função quadrática


depende do valor de delta (  ):
  0 , a função tem duas raízes reais distintas;
  0 , a função tem uma raiz real;
  0 , a função não tem raízes reais.

Exemplos:
2) Gráfico da função f(x)=-3x+6
1) f(x)=x2-4x+3
A função passa pelos pontos 0, 6 e 2, 0 . Temos nesse caso a=1, b=-4 e c=3.
Assim, temos:   (4) 2  4 1 3  4
  0 , f(x) tem duas raízes distintas:
 (4)  4
x1  3
2 1

22
 (4)  4 o termo que multiplica x2). Na ilustração, temos duas
x2  1 raízes (x1 e x2), e o vértice é um ponto de máximo.
2 1
Assim, as duas raízes de f(x) são: x1=3 e
Para encontrar o vértice da parábola, basta
x2=1
aplicarmos as seguintes fórmulas:
b
2) g(x)=x2-2x+1 xvértice  
Temos nesse caso a=1, b=-2 e c=1 2a
  (2) 2  4 11  0  b 2  4ac
xvértice   
  0 , g(x) tem uma única raiz: 4a 4a
 (2)  b 
x1  1 Assim, o vértice é dado por V    ,   .
2 1  2a 4a 
Assim, a única raiz real de g(x) é x=1
O vértice é o ponto máximo ou o ponto mínimo
3) h(x)=3x2+x+1 de uma parábola. Se o coeficiente “a” da função for
Temos nesse caso a=3, b=1, c=1 maior do que zero, então vértice é um ponto de mínimo
  (1) 2  4  3 1  11 (a abertura da parábola é voltada para cima).
  0 , h(x) não tem raízes reais.

3.3.2 – Gráficos de Funções Quadráticas

As funções quadráticas têm como gráfico uma


curva denominada parábola. Essa curva possui um
único ponto de máximo (ou mínimo, dependendo da
posição da abertura) global, esse ponto é denominado
Se o coeficiente “a” da função for menor do que
vértice da parábola.
zero, então vértice é um ponto de máximo (a abertura
da parábola é voltada para baixo).

Na imagem acima está ilustrada uma parábola


com concavidade para cima (abertura para cima). Essas
Exemplos:
parábolas são geradas por funções onde a>0 (a é o
termo que multiplica x2). Na ilustração, temos duas 1) f  x   2 x 2  4 x  6
raízes (x1 e x2), e o vértice é um ponto de mínimo. A concavidade (abertura) da parábola é voltada para
cima, pois o coeficiente a é igual a 2 (positivo, maior
do que zero).
As raízes dessa função são x1 = -1 e x2 = 3 (calcule)
Vamos calcular as coordenadas do vértice:
b 4 4
xv     1
2a 2.2 4
 64 64
yv      8
4a 4.2 8
Na imagem acima está ilustrada uma parábola Assim, temos o vértice dado por (1, -8).
com concavidade para baixo (abertura para baixo).
Essas parábolas são geradas por funções onde a<0 (a é

23
A parábola corta o eixo y no instante em que x vale
zero: y  2.02  4.0  6   6 . Portanto, temos o ponto
(0, -6) pertencente à parábola.

Temos então o seguinte gráfico:

Ao todo existem 6 casos de gráficos de funções


quadráticas: os dois casos para o sinal do coeficiente a
combinados com os três casos de raízes possíveis.
Vejamos cada um deles a seguir:
2) y   x 2  4x  4
1) Para o coeficiente a maior do que zero (positivo)
A concavidade (abertura) da parábola é voltada para
baixo, pois o coeficiente a é igual a -1 (negativo, menor i) Duas raízes
do que zero).
Essa função tem uma única raiz, x1 = 2 (calcule)
Vamos calcular as coordenadas do vértice:
b 4 4
xv     2
2a 2.  1 2
 0
yv    0
4a 4.  1
Assim, temos o vértice dado por (2, -0), que coincide
com as coordenadas da raiz da equação. Quando uma
função quadrática tem apenas uma raiz, ela coincidirá
com o vértice.

A parábola corta o eixo y no instante em que x vale ii) Uma raiz


zero: y   02  4.0  4   4 . Portanto, temos o ponto
(0, -4) pertencente à parábola.

Temos então o seguinte gráfico:

iii) Nenhuma raiz

24
1) (CESGRANRIO) A função g(x) = 84 . x representa o
gasto médio, em reais, com a compra de água mineral
de uma família de 4 pessoas em x meses. Essa família
pretende deixar de comprar água mineral e instalar em
sua residência um purificador de água que custa R$
299,90. Com o dinheiro economizado ao deixar de
comprar água mineral, o tempo para recuperar o valor
investido na compra do purificador ficará entre
a) dois e três meses.
b) três e quatro meses.
2) Para o coeficiente a menor do que zero (negativo) c) quatro e cinco meses.
d) cinco e seis meses.
i) Duas raízes e) seis e sete meses

2) (CONSULPLAN) Sejam as funções y = mx + n e y


= px + q, cujos gráficos estão representados a seguir:

Com base nos gráficos, marque a alternativa correta:


ii) Uma raiz
a) n/m = 3 ; q/p = -4 b) n/m = 2 ; q/p = 4
c) n/m = -3 ; q/p = 2 d) n/m = 2 ; q/p = -3
e) n/m = 4 ; q/p = 3

3) (CEPERJ) O valor máximo da função f (x) = a (x - 1


)(x- 9) é igual a 80. O valor do coeficiente a é:
a) -5 b) -4 c) -8 d) -2 e) -6

4) (CESGRANRIO) O valor máximo da função de


variável real f(x) = 4(1 + x)(6 - x) é
a) 44 b) 46 c) 48 d) 49 e) 50
iii) Nenhuma raiz
5) A função geradora do gráfico abaixo é do tipo y =
mx + n

3.3 – Problemas e exercícios do capítulo


Então, o valor de m3 + n é
a) 2 b) 3 c) 5 d) 8 e) 13
25
6) (UNIRIO) Os comerciantes do Grupo Coposuco Uma inequação de 1º grau é uma das desigualdades dos
compram cada garrafa de 600 ml de suco pronto ao tipos abaixo:
preço de R$ 1,20 e revendem seu líquido usando copos 1) a x  b  0
de 290 ml, cobrando R$ 1,00 cada copo de suco. 2) a x  b  0
Sabendo que, em certo dia, eles venderam 100 garrafas
de suco pronto e que somente foram vendidos copos 3) a x  b  0
completamente cheios, calcule o lucro dos 4) a x  b  0
comerciantes nesse dia.
a) R$ 120,00 b) R$ 107,00 c) R$ 98,00 Exemplos:
d) R$ 90,00 e) R$ 86,00 1) 5 x  5  0
2) 10 x  3  2 x  1
7) (ADVISE) Duas empresas A e B dispõem de ônibus
com 60 lugares. Para uma excursão para Guarabira-PB, 3) 34 x  8  5
a empresa A cobra uma taxa fixa de R$ 400,00 mais R$
25,00 por passageiro, enquanto a empresa B cobra uma Temos dois casos para a solução de uma inequação Um
taxa fixa de R$ 250,00 mais R$ 29,00 por passageiro. O para a  0 e outro para
número mínimo de excursionistas para que o contrato a 0:
com a empresa A fique mais barato do que o contrato
da empresa B é: - Para a  0
a) 37 b) 41 c) 38 d) 39 e) 40 Invertemos as desigualdades na solução
8) (ADVISE) O conjunto solução da equação b
1) a x  b  0  x  
a
b
a) {-2} b) {8} c) { } d) {3,2} e) {1} 2) a x  b  0  x  
a
9) (FIP) Uma partícula desloca-se com velocidade b
3) a x  b  0  x  
v  t    t 2  8 t ; t  0 (t em segundos). Depois de a
quanto tempo, a partícula atinge a velocidade máxima? b
4) a x  b  0  x  
a) t = 1 segundo. b) t = 2 segundos. a
c) t = 3 segundos. d) t = 4 segundos.
e) t = 5 segundos. - Para a  0
Mantemos a igualdade na solução
10) (UFRJ) Durante o tempo em que um balão de gás b
está sendo aquecido, a temperatura interna T varia de 1) a x  b  0  x  
a
acordo com a função T  t    t 2  4 t  2 , sendo t o
b
tempo em minutos. A temperatura atinge o valor 2) a x  b  0  x  
máximo em: a
a) 5 minutos b) 4 minutos c) 3 minutos b
3) a x  b  0  x  
d) 2 minutos e) 1 minuto a
b
4) a x  b  0  x  
a

4.1.1 – Estudo de variação de sinal

4 – Inequações de 1º e 2º Graus O estudo de variação de sinal de uma função é


feito a partir da raiz da equação de primeiro grau.
4.1 – Inequações de 1º Grau Novamente temos dois casos: a > 0 e a < 0.

26
-a>0

Nesse caso, todos os valores de x menores do


que a raiz fazem com que a equação tenha sinal
negativo, ou seja, tenha valores menores do que zero.
Enquanto que todos os valores de x maiores do que a
raiz fazem com que a equação tenha sinal positivo, ou
seja, valores maiores do que zero.

1) a x 2  b x  c  0
-a<0 S  x  R x  x2 ou x  x1 para a > 0

Nesse caso, todos os valores de x menores do


que a raiz fazem com que a equação tenha sinal S  x  R x  x2 e x  x1 para a < 0
positivo, ou seja, tenha valores maiores do que zero.
Enquanto que todos os valores de x maiores do que a
raiz fazem com que a equação tenha sinal negativo, ou 2) a x 2  b x  c  0
seja, valores menores do que zero.
S  x  R x  x2 e x  x1 para a > 0

S  x  R x  x2 e x  x1 para a < 0

4.2 – Inequação de 2º Grau


É toda inequação de um dos quatro tipos: 3) a x 2  b x  c  0
a x2  b x  c  0 ; a x2  b x  c  0 ; S  x  R x  x2 ou x  x1 para a > 0
a x  b x c 0 ; a x  b x c 0 .
2 2

S  x  R x  x2 e x  x1 para a < 0


Para analisar os valores de x que satisfazem uma
inequação de segundo grau, devemos fazer o estudo de 4) a x 2  b x  c  0
variação de sinais. S  x  R x  x2 e x  x1 para a > 0
Vamos mostrar apenas o caso em que a equação
gerada da inequação tem duas raízes, os outros casos
serão explicados pelo professor em sala de aula. S  x  R x  x2 ou x  x1 para a < 0

4.3 – Problemas e exercícios

1) (UFRGS) Tem-se (x+2) . (x - 1) < 0 se e somente se:


A) x < 1 B) x > - 2 C) - 2 < x < 0
D) x 2 e x = 1 E) - 2 < x < 1

27
2) (FGV) O número de soluções inteiras da inequação g(x) = -2x² + 3x + 2 ≥ 0
3  x  2  4 é: Sabendo-se que A é o conjunto solução de f(x) e B o
A) 6 B) 7 C) 8 D) 9 E) 0 conjunto solução de g(x), então o conjunto Y = A ∩ B é
igual a:
3) Determine o menor número inteiro que verifica a a) Y = { x ∈ R | -1/2 < x ≤ 2 }
inequação: 3  4 x  2  2 5 x  3  5  x 1 b) Y = { x ∈ R | -1/2 ≤ x ≤ 2 }
c) Y = { x ∈ R | x = 1 }
a) -3 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2 d) Y = { x ∈ R | x ≥ 0 }
e) Y = { x ∈ R | x ≤ 0 }
4) (CESGRANRIO) Qual é o menor valor inteiro que
satisfaz a desigualdade apresentada a seguir?
10) (CESGRANRIO) A proposição funcional “Para
9x + 2(3x - 4) > 11x - 14
todo e qualquer valor de n, tem-se 6n < n² + 8 ” será
a) -2 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2
verdadeira, se n for um número real
(A) menor que 8. (B) menor que 4. (C) menor que 2.
5) (FUVEST) Um estacionamento cobra R$6,00 pela
(D) maior que 2. (E) maior que 3.
primeira hora de uso, R$3,00 por hora adicional e tem
uma despesa diária de R$320,00. Considere-se um dia
11) (CESGRANRIO) O conjunto-solução da inequação
em que sejam cobradas, no total, 80 horas de
9 - x2 > 0 é
estacionamento. O número mínimo de usuários
a) - 3 > x > 3 b) - 3 < x < 3 c) x = 3 d) x < 3 e) x > 3
necessário para que o estacionamento obtenha lucro
nesse dia é:
a) 25 b) 26 c) 27 d) 28 e) 29

6) (UNESP) Carlos trabalha como DJ e cobra uma taxa


fixa de R$100,00, mais R$20,00 por hora, para animar
uma festa. Daniel, na mesma função, cobra uma taxa 5 – Sequências, Progressão Aritmética e
fixa de R$55,00, mais R$35,00 por hora. O tempo Progressão Geométrica.
máximo de duração de uma festa, para que a
contratação de Daniel não fique mais cara que a de Iremos estudar as sequências de uma maneira
Carlos, é: geral, bem como sua definição, suas propriedades e
a) 6 horas b) 5 horas c) 4 horas d) 3 horas e) 2 horas alguns exemplos.
Estudaremos, em seguida, duas sequências
7) (UFRGS) Tem-se (x+2) . (x - 1) < 0 se e somente se: especiais: a Progressão Aritmética e a Progressão
Geométrica.
A) x < 1 B) x > - 2 C) - 2 < x < 0
D) x 2 e x = 1 E) - 2 < x < 1 5.1 – Sequências Numéricas

8) (FAPEC) Resolva  x 2  9   x  2   0 Uma sequência pode ser entendida como um


conjunto ordenado, ou seja, é um conjunto em que
existe o primeiro elemento, o segundo elemento e assim
a)  x  R x   3 por diante. Essa é uma noção intuitiva de sequência,
b) x  R x  2 ou x  3
veremos a definição mais rigorosa mais pra frente.

c) x  R 2  x  3 O primeiro termo da sequência é denotado por


a1, o segundo por a2 e assim por diante. Um termo
d) x  R x   3 ou x  3 qualquer da sequência é denotado por an, com n sendo
e)  x  R 3  x   2 ou x  3 um número natural que indica a posição do termo an
dentro da sequência.
Considere por exemplo a sequência a seguir:
9) (ESAF) Considere as inequações dadas por: (2, 9, 15, 20, 45, 137, 259, 562, ...)
f(x) = x² – 2x + 1 ≤ 0

28
Temos que a1 = 2; a2 = 9, a3 = 15, ..., a8 = 562 e assim (an) dada por an  an1  r , onde a1 é o primeiro termo
por diante. da PA e r é a razão da PA.
Assim, o termo atual de uma PA é igual ao
A definição rigorosa de uma sequência é como termo anterior mais um número fixo r, chamado de
sendo uma função que associa a cada número natural razão da PA.
um único número real, onde ao número 1 associamos o
real a1, ao número 2 associamos o real a2 e assim por Exemplos:
diante. Ao número n associamos o real an. 1) 1, 4, 7, 10, 13, 15, ... é uma progressão
aritmética com r=3 e a1=1.
Definição: Uma sequência de números reais é
Nesse exemplo vemos que o termo a4 (que
uma função:
vale 10) é igual ao termo a3 (que vale 7)
f :N R
mais a razão (que vale 3).
2) 0,  2,  4,  6, ... é uma progressão
As notações clássicas para sequências são: aritmética com r=-2 e a1=0.
f(n)=an, o termo geral da sequência. Assim, o termo 3) 3, 3, 3, 3, 3, 3, ... é uma progressão
geral da sequência é a regra que define a mesma. aritmética com r=0 e a1=3.
Temos dessa forma f(1)=a1, f(2)=a2 e assim por diante.
É possível determinar, por meio de sua fórmula
A sequência é denotada por: recursiva, o termo geral de uma progressão aritmética,
assim o termo an poderá ser calculado apenas
an nN  a1 , a2 , a3 , ..., ak , ... considerando a1 e r e nos livramos da dependência dos
termos anteriores. O termo geral de uma progressão
aritmética é dado por:
Exemplos:
an  a1  n  1  r
1  1 1 1 
1)    1, , , ..., , ... Temos então:
n  2 3 k 
   
a2=a1+r
2) n  1, 2 , 3, 2, ..., k , ... a3=a1+2.r
3)  1    1,1,  1,1, ...,  1 , ...
n k
a4=a1+3.r
e assim por diante.
As sequências acima poderiam ser dadas
também pelo seu termo geral: Exemplos:
1 1) an  1  n  1  3
1) f (n)  a n 
n 2) an  0  n  1   2
2) g (n)  bn  n 3) an  3  n  1  0
3) h(n)  cn   1 As sequências do exemplo acima são as mesmas
n

do exemplo anterior.
5.2 – Progressão Aritmética
Vamos agora a alguns exemplos práticos:
Uma progressão aritmética (ou P.A.) é uma
1) Determine o 5º termo de uma PA onde a1=-
sequência recursiva, ou seja, um termo é definido pelos
3 e r=4.
seus anteriores. Em uma PA, o n-esimo termo é o termo
anterior somado com um número fixo chamado de
No 5º termo temos n=5. Assim
razão da PA. A definição segue abaixo.
a5  3  5  1  4  3  16  13
Sejam r e a1 dois números reais quaisquer.
Chamamos de progressão aritmética a toda sequência 2) Obter o 6º e 7º termos da PA onde a1=2 e
a3=8.

29
Temos que a3  a1  3  1  r . Assim, temos Assim, S5=1+2+3+4+5=15
8  2  2 r
2) Encontrar S4 da sequência an  3  n  1  2
82
Logo, r  3 .
2
Temos a1=3, a2=5, a3=7 e a4=9
Podemos agora obter o 6º e 7º termos:
a6  2  6  1  3  17 Assim, S4=3+5+7+9=24
a7  2  7  1  3  20

3) Determine o 1º termo e a razão de uma PA Para uma progressão aritmética, a soma dos n
onde o 5º termo vale 10 e o 10º termo vale 5 primeiro termos é dada pela seguinte fórmula:
a  an   n
Sn  1
10  a1  4  r 2
Temos 
 5  a1  9  r Podemos verificar a fórmula pelos dois
Temos assim, 5  5  r . Portanto r=-1 exemplos anteriores:
1) a1=1 e a5=5. Temos então
5  a1  9 . Portanto a1=14
S5 
1  5  5  6  5  15
2 2
4) Quantos termos tem a PA onde o 1º termo é 2) a1=3 e a4=9. Temos então
3, a razão é 13 e o último termo é 146?
S4 
3  9   4 12  4
  24
2 2
Temos an  146  3  n  1  13
 146  3  n 13  13 5.3 – Progressão Geométrica
 n 13  146  10  156
156
 n  12 Uma progressão geométrica (ou P.G.) é uma
13 sequência recursiva, ou seja, um termo é definido pelos
Existem 12 termos. seus anteriores. Em uma PG, o n-esimo termo é o termo
anterior multiplicado por um número fixo chamado de
razão da PG. A definição segue abaixo.
Vamos definir agora a soma dos n primeiros
termos de uma sequência. Chamamos de uma progressão geométrica, de
razão q, a toda sequência f : N  R dada da forma
f (n)  f (n  1)  q (n=2, 3, 4...), onde f(1)=x sendo x
Seja (an) uma sequência. Definimos como Sn a
soma dos n primeiros termos da sequência. Assim, um número real qualquer. Isso significa que o f(1) é
S n  a1  a2  a3  ...  an . dado e os outros termos são calculados a partir da
fórmula recursiva da definição.
Exemplos:
Usando a notação de sequências, temos: Sejam
1) Determinar a soma dos 5 primeiros termos q e a1 dois números reais quaisquer. Chamamos de
da sequência dada por: an=1+(n-1), ou seja, progressão geométrica a toda sequência (an) dada por
a sequência 1, 2, 3, 4, 5, ... . an  an1  q .

Temos que encontrar o valor de S5. Exemplos:


Temos a1=1, a2=2, a3=3, a4=4 e a5=5. 1) 1, 2, 4, 8, 16, ... é uma progressão
geométrica de razão q=2 e a1=1
30
2) 3,  6, 12,  24, ... é uma progressão Temos então: q 5  32 e q  5 32  2
geométrica de razão q=-2 e a1=3 Assim, o termo geral é dado por
a n  2  2 n 1  2 n
 5 5 
3) 10, 5, , , ...  é uma progressão
 2 4  3) Qual é o número de termos de uma PG
onde o primeiro termo vale 3/125, o último
geométrica de razão q=1/2 e a1=10
vale 1875 e a razão vale 5?

3
Podemos determinar o termo geral de uma Temos 1875   5 n 1
progressão geométrica através de sua fórmula 125
recursiva. O termo geral nos dá o valor da progressão 125
  1875  5 n 1
para qualquer n sem precisarmos recorrer aos termos 3
anteriores, mas apenas a a1 e q. O termo geral de uma  78125  5 n 1
progressão geométrica é dado por:  78125  5 7  5 n 1
a n  a1  q n 1  n-1=7
Temos então:  n=8
a2  a1  q
a 3  a1  q 2
Vamos definir dois tipos de soma para as
a 4  a1  q 3 progressões geométricas: A soma dos n primeiros
E assim por diante. termos e a soma dos infinitos termos.

Seja (pn) uma progressão geométrica de razão


Exemplos: diferente de 1 (q≠1). A soma Sn da progressão é dada
1) a n  2 n 1 pela fórmula:
2) a n  3  (2) n 1 Sn 
 
a1  1  q n
n 1 1 q
1
3) a n  10   
2 Uma PG de razão q tal que -1<q<1 tem uma
Essas são as mesmas sequências do exemplo soma finita, definida pela fórmula abaixo:
anterior. a
S 1
1 q
Vamos ver agora alguns exemplos práticos:

1) Obter o 8º termo da PG 1, 2 , 2 2 , 4, ...  Uma soma finita significa que a soma dos
infinitos termos da sequência converge para um número
real.
Temos que a1=1 e a2  a1  q
a Caso q não esteja no intervalo acima a soma é
Segue então que q  2  2
a1 infinita, ou seja, a soma de todos os termos diverge.
Temos então o termo geral an   2
n 1
5.4 – Problemas e Exercícios do Capítulo
Portando a8   2 7
8 2
1) (CESGRANRIO) Uma sequência de números (a1 ,
a2 , a3 ,...) é tal que a soma dos n primeiros termos é
2) Qual é a razão da PG em que a1=2 e a6=64? dada pela expressão Sn = 3n2+n. O valor do 51º termo é
a) 300 b) 301 c) 302 d) 303 e) 304
Pelo termo geral, temos:
64  2  q 5

31
2) (FCC) Considere que os termos da sucessão seguinte Mantendo--se essa lei de formação, o número de
foram obtidos segundo determinado padrão. (20, 21, bolinhas na 13. a posição (P13 ) será de
19, 22, 18, 23, 17, ...). Se, de acordo com o padrão a) 91. b) 74. c) 63. d) 58. e) 89
estabelecido, X e Y são o décimo e o décimo terceiro
termos dessa sucessão, então a razão Y/X é igual a 9) (CESGRANRIO) Álvaro, Bento, Carlos e Danilo
a) 44%. b) 48%. c) 56%. d) 58%. e) 64%. trabalham em uma mesma empresa, e os valores de
seus salários mensais formam, nessa ordem, uma
3) (VUNESP) O 2007º dígito na sequência progressão aritmética. Danilo ganha mensalmente R$
123454321234543... é 1.200,00 a mais que Álvaro, enquanto Bento e Carlos
a) 1. b) 2. c) 3. d) 4. e) 5. recebem, juntos, R$ 3.400,00 por mês.
Qual é, em reais, o salário mensal de Carlos?
4) (FCC) Considere que os termos da sequência a) 1.500,00 b) 1.550,00 c) 1.700,00
seguinte foram obtidos segundo determinado critério: d) 1.850,00 e) 1.900,00

10) (VUNESP) Os valores das parcelas mensais


Se x/y é o nono termo dessa sequência, obtido de estabelecidas em contrato para pagamento do valor
acordo com esse critério, então a soma x + y é um total de compra de um imóvel constituem uma PA
número: crescente de 5 termos. Sabendo que a1 + a3 = 60 mil
a) menor que 400. b) múltiplo de 7. c) ímpar. reais, e que a1 + a5 = 100 mil reais, pode-se afirmar
d) quadrado perfeito. e) maior que 500. que o valor total de compra desse imóvel foi, em
milhares de reais, igual a
5) (FCC) Considere que os termos da sequência a) 200 b) 220. c) 230. d) 250. e) 280.
seguinte foram sucessivamente obtidos segundo
determinado padrão: (3, 7, 15, 31, 63, 127, 255, ...) 11) (CESGRANRIO) Progressões aritméticas são
O décimo termo dessa sequência é sequências numéricas nas quais a diferença entre dois
a) 1537. b) 1929. c) 1945. d) 2047. e) 2319. termos consecutivos é constante.
A sequência (5, 8, 11, 14, 17, ..., 68, 71) é uma
6) (FCC) A sequência de números inteiros (F1, F2, F3, progressão aritmética finita que possui
..., Fn-1, Fn, Fn+1, ...), cujos termos são obtidos a) 67 termos b) 33 termos c) 28 termos
utilizando a lei de formação F1 = F2 = 1 e Fn = Fn-1 + d) 23 termos e) 21 termos
Fn-2 , para inteiro n>3 , é chamada Sequência de
Fibonacci - famoso matemático italiano do século XIII. 12) (CONSULPLAN) Qual é o décimo termo da
Assim sendo, a soma do quinto, sétimo e décimo sequência 17, 18, 20, 23, 27...?
termos da Sequência de Fibonacci é igual a: a) 45 b) 62 c) 38 d) 72 e) 53
a) 73 b) 69 c) 67 d) 63 e) 81
13) (CESGRANRIO) Os irmãos Antônio, Beatriz e
7) (FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE) Considere a Carlos comeram, juntos, as 36 balas que havia em um
sequência numérica na qual a1=3 e ak+1=2.ak+5, k≥1. pacote. Mas Antônio achou a divisão injusta, já que
O quinto termo dessa sequência é: Beatriz comeu 4 balas a mais que ele, e Carlos comeu
a) 89 b) 123 c) 108 d) 85 e) 91 mais balas do que Beatriz.

8) (VUNESP) Observe a sequência de figuras com Se as quantidades de balas que os três irmãos comeram
bolinhas. formavam uma progressão aritmética, quantas balas
Antônio comeu?
a) 4 b) 6 c) 8 d) 10 e) 12

14) (PUC-PR) Considere as informações para uma PA


(progressão aritmética): 1º termo é igual a 2, razão
equivale a 5. Determine o valor do 17º termo dessa
sequência numérica.

32
a) 74 b) 53 c) 82 d) 18 e) 35 a) 14,4 b) 13,8 c) 13,1 d) 12,8 e) 12,1

15) (COPESE) Os cubos da sequência a seguir são 19) (CESGRANRIO) A produção de álcool do Estado
formados com palitos (um palito para cada aresta). de São Paulo vem aumentando ano a ano. Enquanto
que, em 2004, foram produzi- dos 7.734.000 m3 , a
produção de 2009 chegou a 16.635.000 m3.
Considerando que o aumento anual, de 2004 a 2009,
tenha sido linear, formando uma progressão aritmética,
qual foi, em m3, a produção de 2005?
a) 9.514.200 b) 9.612.400 c) 9.724.400
O segundo termo desta sequência é composto por 2 d) 9.796.200 e) 9.812.600
cubos, sendo formado pelo primeiro termo acrescido de
mais palitos. O terceiro termo é composto por 3 cubos, 20) (CESPE-UnB)
sendo formado pelo segundo termo acrescido de mais
palitos. Continuando a construção da sequência
apresentada, com mais 56 palitos, de forma que não
sobrem palitos, pode ser construído um termo completo
com o total de
a) 6 cubos. b) 7 cubos. c) 10 cubos.
d) 12 cubos. e) 14 cubos

16) (CEPERJ) Na progressão aritmética 3, 6, 9, 12, 15,


..., o próximo elemento vale:
a) 9 b) 12 c) 15 d) 18 e) 27

17) (CESGRANRIO) O gráfico abaixo apresenta o Considerando que a ampliação da oferta de energia
desenvolvimento do refino de petróleo no Brasil, de elétrica no Brasil, citada no texto, se realize, e que
2003 a 2009. energia produzida é energia consumida, é correto
afirmar que a quantidade de energia elétrica consumida
no Brasil, de 2010 a 2030, em milhares de MW, será
a) inferior a 2.130.
b) superior a 2.130 e inferior a 2.140.
c) superior a 2.140 e inferior a 2.150.
d) superior a 2.150 e inferior a 2.160.
e) superior a 2.160.
Considerando que o aumento observado de 2007 a 2009
seja linear e que assim se mantenha pelos próximos 21) (CESGRANRIO) Certo cometa, descoberto em
anos, quantos milhões de barris diários serão refinados 1760, foi novamente visível da Terra por poucos dias
em 2013? nos anos de 1773, 1786, 1799, etc., tendo mantido
a) 1.978 b) 1.994 c) 2.026 d) 2.095 e) 2.228 sempre essa regularidade. Esse cometa será novamente
visível no ano de
18) (CESGRANRIO) O movimento de passageiros nos a) 2016 b) 2017 c) 2018 d) 2019 e) 2020
aeroportos brasileiros vem aumentando ano a ano. No
Rio de Janeiro, por exemplo, chegou a 14,9 milhões de 22) (FCC) Às 10 horas do dia 18 de maio de 2007, um
passageiros em 2009, 4,5 milhões a mais do que em tanque continha 9 050 litros de água. Entretanto, um
2004. Supondo-se que o aumento anual no número de furo em sua base fez com que a água escoasse em
passageiros nos aeroportos cariocas, de 2004 a 2009, vazão constante e, então, às 18 horas do mesmo dia
tenha-se dado em progressão aritmética, qual foi, em restavam apenas 8 850 litros de água em seu interior.
milhões de passageiros, o movimento nos aeroportos Considerando que o furo não foi consertado e não foi
cariocas registrado em 2007?

33
colocada água dentro do tanque, ele ficou totalmente d) R$ 5 000,00. e) R$ 5 100,00.
vazio às
a) 11 horas de 02/06/2007. 28) (CESGRANRIO) Segundo dados do Instituto
b) 12 horas de 02/06/2007. Internacional de Pesquisa da Paz de Estocolmo
c) 12 horas de 03/06/2007. (Simpri), os gastos militares dos Estados Unidos vêm
d) 13 horas de 03/06/2007. crescendo nos últimos anos, passando de 528,7 bilhões
e) 13 horas de 04/06/2007. de dólares, em 2006, para 606,4 bilhões de dólares, em
2009. Considerando que este aumento anual venha
23) (FCC) Considere as progressões aritméticas: acontecendo de forma linear, formando uma progressão
P: (237, 231, 225, 219, ...) e Q: (4, 9, 14, 19, ...). aritmética, qual será, em bilhões de dólares, o gasto
O menor valor de n para o qual o elemento da militar dos Estados Unidos em 2010?
sequência Q localizado na posição n é maior do que o a) 612,5 b) 621,3 c) 632,3 d) 658,5 e) 684,1
elemento da sequência P também localizado na posição
n é igual a
a) 22. b) 23. c) 24. d) 25. e) 26.

24) (CESGRANRIO) Qual é a soma dos múltiplos de


11 formados por 4 algarismos?
a) 4.504.500 b) 4.505.000 c) 4.505.500 6 – Sistemas de Medidas de Área, Volume,
d) 4.506.000 e) 4.506.500 Massa, Capacidade e Tempo.
25 (CESGRANRIO) A sequência numérica (6, 10, 14,
... , 274, 278, 282) tem 70 números, dos quais apenas os Nessa unidade veremos algumas unidades de
três primeiros e os três últimos estão representados. medida de tempo, comprimento e superfície.
Qualquer número dessa sequência, excetuando-se o
primeiro, é igual ao termo que o antecede mais 4. A Grandezas Físicas: Uma grandeza física é uma
soma desses 70 números é propriedade de um sistema físico, ou particularidade de
a) 8.920 b) 10.080 c) 13.560 d) 17.840 e) 20.160 um fenómeno, susceptível de ser medida, ou seja, à
qual se pode atribuir um valor numérico.
26) (CESGRANRIO) Na "Projeção da demanda de A medição de uma grandeza é então a comparação
energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN) dessa grandeza com outra da mesma espécie, um
para o Plano Anual da Operação Energética (PEN padrão, a que chamamos unidade por convenção.
2010)", prevê-se um consumo de energia elétrica nas
residências brasileiras de 103.272 GWh, em 2010, e de
126.425 GWh, em 2014. Considerando- se que essas Existem dois tipos de grandezas, fundamentais e
projeções se confirmem e que o aumento anual no derivadas:
consumo de energia elétrica nas residências brasileiras,
de 2010 a 2014, ocorra linearmente, formando uma  Grandezas Fundamentais – São grandezas
progressão aritmética (PA), qual será, em GWh, a razão postuladas, que não dependem de nenhuma outra
dessa PA? grandeza Física. São ao todo sete grandezas
a) 2.315,30 b) 4.630,60 c) 5.788,25 fundamentais: Comprimento, Massa, Tempo,
d) 7.717,67 e) 8.691,65 Corrente Elétrica, Temperatura, Quantidade de
Substância e Intensidade Luminosa.
27) (FCC) Uma pessoa abriu uma caderneta de
poupança com um primeiro depósito de R$ 200,00 e, a  Grandezas – Derivadas – São grandezas que,
partir dessa data, fez depósitos mensais nessa conta. Se como o próprio nome diz, derivam de outras
a cada mês depositou R$ 20,00 a mais do que no mês grandezas, ou seja, essas grandezas são
anterior, ao efetuar o 15o depósito, o total depositado construídas a partir das outras grandezas por
por ela era relações estabelecidas entre elas.
a) R$ 4 700,00. b) R$ 4 800,00. c) R$ 4 900,00.

34
Para medirmos uma dessas três grandezas e Os fatores multiplicativos são aplicados somente
podermos compará-las, usamos o conceito de unidade nas grandezas fundamentais. Para fazermos a analise de
de medida. uma grandeza derivada precisamos levar em conta a sua
construção.
Unidade de medida: é um padrão estabelecido de
determinada grandeza, que associamos a um valor Para transformarmos uma unidade, como o metro,
numérico, utilizado para compararmos outros valores para qualquer outra unidade de comprimento,
da mesma grandeza. precisamos conhecer uma relação entre dois valores
dessas unidades. Assim, podemos utilizar a regra de
Uma grandeza física pode ter vários padrões três para fazer a conversão.
usados para comparação, ou seja, várias unidades de
medidas. Para padronizar as unidades, usamos o Exemplos
chamado “Sistema Internacional de Unidades” (SI),
que estabelece unidades de medida padrões para as 1) Sabemos que 1 in equivale a 2,54 centímetro.
grandezas. Quantas polegadas existe em 2 metros?

Para cada uma das grandezas, temos: Resolução: primeiramente, devemos


transformar 2,54 cm em metros. Temos uma
 Tempo – segundo (s) medida de 0,0254 m em 2,54 cm. Assim, 1 in
equivale a 0,0254 m. Basta agora aplicarmos a
 Comprimento – metro (m) regra de três:

 Massa – (kg) Polegada Metros


1 0,0254
 Área/superfície – metro quadrado (m²) x 1

 Volume – (m³) 1
Temos então x   39,37
0,0254
Para cada unidade de medida, temos os múltiplos Portanto, em 1 metro temos 39,37 in.
e os submúltiplos, conforme as tabela a seguir:
2) Usando 5 l de água, conseguimos encher um
recipiente de 0,005 m³. Quantos litros de água
Prefixo mili centi deci deca hecta Kilo
Símbolo m c d da h k são necessários para encher uma piscina de 20
103 102 101 m³ de água?
Fator
multiplicativ ou ou ou
 10 102 103
o
103 102 101
Resolvendo: Basta aplicarmos a regra de três.
Litros m³
Exemplos:
5 0,005
x 20
25 mm  25 103 m  0,025 m
Temos então
5 s  5 103 ms  5000 ms 100
0,005 x  100  x   20000
0,005
18 kg 10 105 cg 1800000 cg Assim, serão necessários 20000 l de água para
encher a piscina.

35
As transformações de área e volumes serão 5) (CESGRANRIO) Um médico receitou a Fernando
explicadas pelo professor em sala de aula. um antibiótico que deve ser tomado durante 5 dias, de 8
em 8 horas. Fernando tomou a 1ª dose às 6 h da manhã
6.1 – Exercícios do capítulo do dia 29/01/2014. Se Fernando seguiu rigorosamente a
prescrição médica, ele também tomou uma dose desse
1) (Makiyama) O depósito da papelaria do Tio Ciro é antibiótico em
em forma de paralelepípedo reto retângulo com uma a) 30/01/2014, às 16 h b) 01/02/2014, às 20 h
altura máxima de 2,5m. Tio Ciro comprou pacotes de c) 02/02/2014, às 14 h d) 03/02/2014, às 6 h
papel com 500 folhas cada um e pretende armazená-los e) 04/02/2014, às 22 h
em pilhas.Cada folha de papel tem espessura de 50
0,1mm.Ignorando a espessura do papel utilizado para 6) (UNESP) Em uma maratona, um brasileiro concluiu
embrulhar os pacotes, podemos afirmar que a a prova em 7 minutos, 22 segundos e 35 centésimos de
quantidade máxima de pacotes que Tio Ciro conseguirá segundo, perdendo apenas para um angolano, que
armazenar em cada pilha é de: chegou 48 segundos e 57 centésimos de segundo à sua
a) 40 b) 50 c) 60 d) 70 e) 80 frente. O vencedor dessa maratona fez o tempo de
a) 6 minutos, 33 segundos e 28 centésimos de segundo.
2) (FUNCAB) Determine o valor em decímetros de b) 6 minutos, 32 segundos e 28 centésimos de segundo.
0,375 dam. c) 6 minutos, 26 segundos e 22 centésimos de segundo.
a) 3,75 dm b) 0,0375 dm c) 3750 dm d) 6 minutos, 33 segundos e 78 centésimos de segundo.
d) 37,5 dm e) 375 dm e) 6 minutos, 26 segundos e 78 centésimos de segundo.

Texto para as questões 3 e 4: (CESGRANRIO) A 7) (CEPERJ) Um programa de computador foi


LIQUIGÁS oferece aos consumidores sete modelos de executado durante 2 horas, 20 minutos e 40 segundos.
botijão. A tabela abaixo apresenta as características de O tempo total, em segundos, dessa execução
quatro desses modelos. correspondeu a:
a) 5840 b) 6420 c) 7280 d) 8440 e) 9260

8) (CESGRANRIO) É comum ouvir que passamos 1/3


de nossa vida dormindo.
Admitindo essa afirmação como verdadeira, um
indivíduo de 53 anos teria dormido um total de
a) 17 anos e 2 meses b) 17 anos e 4 meses
c) 17 anos e 6 meses d) 17 anos e 8 meses
e) 17 anos e 11 meses

9) (FCC) Todos os anos, uma empresa realiza sua festa


de confraternização no dia 29 de dezembro ou na
3) (CESGRANRIO) É correto afirmar que o(a) última sexta-feira do ano, o que acontecer primeiro. No
a) botijão mais alto é o P–2. ano de 2011, a festa ocorreu no dia 29 de dezembro,
b) botijão P–8 tem 30 centímetros de altura. uma quinta-feira. Sabe-se que:
c) botijão P–5 tem altura inferior a 30 centímetros. - os anos de 2012 e 2016 são bissextos, possuindo 366
d) botijão P–13 é 60 milímetros mais alto do que o dias;
botijão P–8. - os anos de 2011, 2013, 2014 e 2015 não são bissextos,
e) altura do botijão P–8 é mais de 20 centímetros maior tendo 365 dias;
do que a altura de P–2. - mês de dezembro possui 31 dias.
Nessas condições, o próximo ano em que a festa de
4) (CESGRANRIO) A diferença, em milímetros, entre confraternização dessa empresa ocorrerá no dia 29 de
os diâmetros dos botijões P–8 e P–2, é dezembro é
a) 88 b) 92 c) 98 d) 108 e) 112 a) 2012. b) 2013. c) 2014. d) 2015. e) 2016.

36
elementos dos n conjuntos. Os dois princípios que
10) (CESGRANRIO) enunciaremos na próxima seção dão início na solução
desse problema.

7.1 – Princípios de contagem

7.1.1 – Princípio aditivo

Suponha que tenhamos n conjuntos dois a dois


Considerando-se que a redução na altura corresponda a disjunto. Os conjuntos são A1, ..., An, onde A1 tem N1
uma diminuição de 2 dm e que o acréscimo na base elementos, A2 tem N2 elementos e assim
corresponda a um aumento de 3 dm, o perímetro desse sucessivamente.
retângulo antes das alterações em suas medidas Nessas condições, o número total de elementos
correspondia a quantos dm? da união é: N1 + N2 + ... + Nn, ou seja, o conjunto A1
a) 47 b) 46 c) 45 d) 44 e) 43 U A2 U ... U An tem N1 + N2 + ... + Nn elementos.

A idéia acima pode ser aplicada no número de


11) (CESGRANRIO) Um terreno de 1 km² será possibilidades de um evento ocorrer quando os
dividido em 5 lotes, todos com a mesma área. A área de conjuntos de possibilidades são disjuntos.
cada lote, em m², será de:
a) 1 000 b) 2 000 c) 20 000 d) 100 000 e) 200 000 Suponha que um evento A pode ocorrer com os
elementos do conjunto A1 ou com os elementos do
12) Considere o terreno abaixo: conjunto A2 e assim sucessivamente até os elementos
do conjunto An. Assim, o conjunto de todos os
possíveis valores do evento A é dado por A1 U ... U
An. Temos que o número total de possibilidades para
esse evento é N1 + ... + Nn.

Em outras palavras, se um evento pode ocorrer


de ou N1, ou N2, ..., ou Nn maneiras diferentes, então o
número total de possibilidades é dado por: N1 + ... +
Nn.

Sabendo que 1 pol = 2,54 cm, a área do terreno, em O princípio acima é conhecido como princípio
pol², vale: aditivo.
a) 1500000,25 b)1555000,54 c) 1554300,45
d) 1550000,05 e) 1580000,54 Vejamos um exemplo:

Supondo que existam cinemas e teatros em sua


cidade, e que tenham entrado em cartaz 3 filmes e 2
peças de teatro diferentes para passarem no próximo
sábado, e que você tenha dinheiro para assistir a apenas
7 – Princípios de contagem e Probabilidade 1 evento destes 5 que foram descritos anteriormente.
Quantos são os programas que você pode fazer neste
A análise combinatória é o ramo da matemática sábado?
que estuda combinações, arranjos, permutações e
contagem em geral. Podemos resolver o problema criando dos
Suponha que tenhamos n conjuntos com um conjuntos:
número finito de elementos. Temos o problema de A1 = {F1, F2, F3} (conjunto dos filmes) e A2 =
escolher quantas formas diferentes podemos escolher os {P1, P2} (conjunto das peças de teatro).

37
Temos então que o evento “programa no 1) Suponha que tenhamos um conjunto de 5
sábado” pode ocorrer ou no conjunto A1 ou no pessoas. De quantas maneira diferentes podemos
conjunto A2. formar uma fila com essas pessoas?
Pelo princípio aditivo, o conjunto de todas as
possibilidades para esse evento é dado por: A1 U A2 = A fila é a combinação de pessoas que queremos.
{F1, F2, F3, P1, P2}. Existem 5 pessoas, portanto o número de filas
Segue que o número total de programas diferentes é dado por: P5 = 5! = 5.4.3.2.1 = 120 filas
diferentes que existem para se fazer no sábado é 5. possíveis.

7.1.2 – Princípio Multiplicativo 2) Suponha que tenhamos o seguinte conjunto:


{a, b, c}. Quantas combinações podem ser feitas?
Suponhamos agora que ocorra os mesmos Temos as possíveis combinações abc, acb, bac,
conjuntos do princípio aditivo, porém o evento agora bca, cab e cba.
ocorre no conjunto A1, depois no conjunto A2 e assim Temos então 6 combinações possíveis
por diante até o conjunto An. Para cada possibilidade encontradas pelo método “força bruta”.
do conjunto A1, existem N2 possibilidades no conjunto
A2. Para cada possibilidade do conjunto A2, existem Se usarmos a permutação simples, temos: P3 =
N3 possibilidades no conjunto A3. Temo então esse 3! = 3.2.1 = 6.
raciocínio até chegarmos no conjunto An.
7.1.4 – Permutação com Repetição
O princípio multiplicativo nos diz que a o
número de possibilidades que um evento A pode ter é: Suponha que tenhamos um conjunto de n
N1 . N2 . ... . Nn. Ou seja, é o produto das elementos, mas que existam a elementos idênticos, b
possibilidades que o evento tem em cada conjunto. elementos idêntico, ..., elementos idênticos. O número
de formas diferentes que podemos combinar os
Vejamos um exemplo: elementos desse conjunto, desconsiderando as
permutações de elementos idênticos, é dado por:
Suponha que tenhamos os conjuntos do
exemplo anterior. No entanto, iremos assistir um filme n!
e uma peça de teatro. Quantas combinações possíveis Pna ,b,c ,... 
a! b! c! ...
de programa existem para esse evento?
Exemplo:
No conjunto A1 = {F1, F2, F3} temos 3
elementos e no conjunto A2 = {P1, p2} temos 2 1) Suponha que tenhamos um conjunto de 3
elementos. bandeiras brancas, 2 bandeiras azuis e 3 bandeiras
vermelhas. De quantas maneiras diferentes podemos
Assim, o número de possibilidades para o combinar bandeiras brancas, azuis e vermelhas?
programa é 3.2 = 6 possibilidades.
Temos um total de 8 bandeiras, sendo 3
7.1.3 – Permutação Simples idênticas, outras 3 idênticas e outras 2 idênticas. Assim,
temos
Suponha que tenhamos um conjunto de n
elementos. O número de formas diferentes que 8!
P83,3,1   560 maneiras diferentes.
podemos combinar os elementos desse conjunto é dado 3! 3! 2!
por:
7.1.5 – Permutação Circular
Pn = n! (n fatorial)
Permutação circular (ou cíclica) ocorre quando
Exemplo: temos um ciclo na nossa combinação, ou seja, não
existe um primeiro ou um ultimo elemento, mas sim

38
elementos dispostos de forma cíclica (em uma mesa 10! 10!
circular, por exemplo). A10, 4    5040 placas
(10  4)! 6!
diferentes.
n!
P   (n  1)!
n
c

n 7.1.7 – Arranjos com Repetições

Exemplos: Suponha agora que temos um conjunto de n


elementos para serem dispostos em p posições
1) De quantas maneiras diferentes uma família (podendo ser maior que n), sendo permitida a repetição
de 6 pessoas pode sentar em a uma mesa de jantar? dos elementos. O número total de combinações
possíveis é:
Temos um total de 6 pessoas, onde as
combinações cíclicas não contam. Assim: AnR, p  n p

6!
P6c   (6  1)!  5! 120 maneiras
Exemplos:
6
diferentes. 1) Supondo apenas os 4 dígitos numéricos,
quantas placas de carros diferentes podem ser
7.1.6 – Arranjos Simples fabricadas?

Suponha que tenhamos um conjunto A com n Temos 10 dígitos diferentes dispostos em 4


objetos que queremos combinar em p < n posições posições. Assim, temos:
diferentes, sendo que a ordem das combinações
importa. Um arranjo simples de p objetos do conjunto A10R , 4  104  10000 placas diferentes.
A é um agrupamento ordenado com p elementos que
pertencem a esse conjunto. Isso significa que em cada 7.1.8 – Combinações Simples
arranjo, temos n-p objetos que ficaram de fora. O
número total de combinações, usando todos os objetos Suponha que tenhamos um conjunto C de n
é dado pela fórmula: objetos que queremos combinar em p<n posições
distintas, sendo que a ordem dos elementos não
n!
An , p  importa. Uma combinação simples de p elementos é
(n  p)! qualquer subconjunto de C com p elementos. Isso
Note que o arranjo simples não considera significa que em cada combinação temos n-p objetos
combinações com elementos repetidos. Por exemplo, que ficaram de fora do subconjunto. O fato de a
suponha o conjunto {1, 2, 3, 4} que será arranjado em 3 combinação simples ser um conjunto justifica a não
posições. Num arranjo simples não são consideradas importância da ordem dos elementos. A combinação
combinações do tipo 131, 223, 144 etc. simples nos dá o número de subconjuntos de C que
possuem p elementos. O número total de combinações,
Exemplos: usando todos os objetos é dado pela fórmula:

1) Quantas placas de carro diferentes, com n!


Cn, p 
dígitos não repetidos, podem ser fabricadas (considere p! (n  p )!
apenas a parte numérica)?
Exemplos:
Temos o conjunto de 10 dígitos (de 0 a 9) e 4
posições para combinação. Assim, temos:
1) Suponha que exista um conjunto de 20
pessoas, das quais 5 serão convocadas para fazerem

39
parte de um júri popular. Quantos júris diferentes
podem ser feitos com essas 20 pessoas?
7.2.1 – Probabilidade de Laplace
Temos que a ordem das pessoas não tem a
menor importância. Na realidade, queremos saber É a função probabilidade clássica para um
quantos subconjuntos de 5 elementos existem em um espaço amostras finito.
conjunto de 20 elementos. A resposta para isso é a
combinação de 20 agrupados 5 a 5. Seja S um espaço amostral finito. A
20! probabilidade (de Laplace) de ocorrer um evento E de S
C20,5   15504 júris diferentes é definida pela seguinte regra:
5! (20  5)!
n( E )
compostos por 5 pessoas. P( E )  ,
n( S )
7.2 – Princípios de Probabilidade
onde: n(E) representa o número de elementos do
Definição 1 (Experimento Aleatório): Um evento E e n(S) representa o número de elementos do
experimento é dito aleatório quando, mesmo repetido espaço amostral S. É possível demonstrar que a
várias vezes sob as mesmas condições, produz probabilidade de Laplace satisfaz a definição 4 (de
resultados que são imprevisíveis, ou seja, são probabilidade), faça a demonstração como um
aleatórios. Daí segue o nome “experimento aleatório”. exercício.

A teoria da probabilidade estuda qual a chance Exemplos:


que um determinado valor de um experimento aleatório
tem de ocorrer quando realizado o experimento. Essa Temos os dois exemplos clássicos de
chance é quantificada. Assim, todo um aparato experimento aleatório para elucidar as probabilidades: o
matemático foi desenvolvido a fim de determinar essa lançamento de um dado honesto e o lançamento de uma
chance. A teoria da análise combinatória (combinações, moeda.
permutações, arranjos etc.) é amplamente usada na
teoria de probabilidade. 1) No lançamento de um dado, temos o seguinte
espaço amostral: S = {1, 2, 3, 4, 5, 6}.
Definição 2 (Espaço Amostral): O espaço Se quisermos saber a probabilidade de ocorrer
amostral de um experimento é o conjunto de todos os um determinado número, basta usarmos a equação dada
resultados (ou valores) possíveis para o dado acima, onde n(E) = 1 e N(S) = 6:
experimento. Tais resultados podem ser de natureza
qualitativa ou quantitativa. O espaço amsotral de um P(E) = 1/6
experimento será representado pela letra S.
Podemos também perguntar qual a
Definição 3 (Evento): Damos nome de evento a probabilidade de ocorrer um número ímpar:
qualquer subconjunto de um espaço amostral S. Temos o evento E = {1, 3, 5}, assim n(S) = 6 e
Representaremos os eventos de um espaço amostral S n(E) = 3. Segue, portanto:
pela letra E.
P(E) = 3/6 = 1/2 = 0,5
Definição 4 (Probabilidade): Uma 2) No lançamento de uma moeda, temos o
probabilidade é uma função P que a cada evento E do seguinte espaço amostral: S = {C, K}. Com C =
espaço amostral, associa um único número real, de tal Cara e K = Coroa.
forma que satisfaça as condições abaixo: Se quisermos saber a probabilidade de ocorrer
1) Para qualquer evento E de S, 0 ≤ P(E) ≤ 1 cada um dos valores, basta montarmos um evento com
2) P(S) = 1 um único resultado (Por exemplo, E = {C}), assim
3) Sejam E1, E2, ..., En eventos disjuntos de S. temos n(E) = 1 e n(S) = 2. Segue, portanto:
Temos:
P(E1 U ... U En) = P(E1) + ... + P(En) P(E) = 1/2 = 0,5
40
Exemplos:
Adição de Probabilidades
1) Em duas jogadas de um dado, qual é a
Suponha agora que tenhamos dois (para mais do probabilidade de ocorrer o resultado 1 na primeira
que dois basta fazer a generalização adequada) eventos jogada e 6 na segunda jogada?
quaisquer E1 e E2. A probabilidade de ocorrer qualquer
um dos eventos (o evento E1 ou o evento E2) é dada O espaço amostral no caso é S = {1, 2, 3, 4, 5,
por: 6}. Temos o evento E1 = {1} e o evento E2 = 2. A
probabilidade de cada um deles é P(E1) = 1/6 e P(E2) =
P(E1 U E2) = P(E1) + P(E2) – P(E1 ∩ E2) 1/6.

Exemplo: Pela multiplicação de probabilidades, temos que


PT = P(E1) . P(E2) = 1/36
1) Num lançamento de dado, qual a
probabilidade de ocorrer valores ímpares ou valores
múltiplos de 3? 2) Suponha q tenhamos um dado e uma moeda
que são jogados para gerarem um resultado. Qual a
Temos que o evento E1 = {1, 3, 5} são os probabilidade de obtermos o valo cara na moeda e um
valores ímpares e o evento E2 = {3, 6} são os valores número ímpar nos dados?
múltiplos de 3. Temos também E1 ∩ E2 = {3}.
As probabilidades são: P(E1) = 3/6, P(E2) = 2/6 O espaço amostral do dado é S = {1, 2, 3, 4, 5
e P(E1 ∩ E2) = 1/6 ,6}
Temos o evento E1 = {1,3,5} (os número
Pela adição de probabilidade, temos: ímpares do dado)
Assim, P(E1) = 3/6 = 1/2
P(E1 U E2) = P(E1) + P(E2) – P(E1 ∩ E2) = 3/6 +
2/6 – 1/6 = 4/6 = 2/3 O espaço amostral da moeda é S = {C, K} (C =
Cara e K = Coroa)
Podemos resolver o problema de um a forma Temos o evento E2 = {C}
alternativa: E1 U E2 = {1, 3, 5, 6}. Assim: Assim, P(E2) = ½
P(E1 U E2) = n(E1 U E2) / n(S) = 4/6 = 2/3
Portanto, a probabilidade do resultado é: PT =
O que obviamente gera o mesmo resultado. P(E1) . P(E2) = 1/2 . 1/2 = 1/4

Usamos a adição de probabilidade em questões Nota: Nos concursos em geral, são pedidas as
que envolvem “adições” dos eventos (no caso união). probabilidades em forma de porcentagem. No caso da
probabilidade de Laplace, basta a multiplicarmos por
Multiplicação de Probabilidade que teremos a probabilidade em porcentagem.

Suponhamos agora que tenhamos um os eventos Probabilidade em porcentagem do evento E1 =


E1, E2, ..., En. A probabilidade de ocorrer o evento E1, 100.P(E1)
em seguida o evento E2 e assim sucessivamente até o 7.3 – Exercícios do Capítulo
evento En é dada pelo produto das probabilidades:
1) (CESPE-UnB) A quantidade de números diferentes
PT = P(E1) . P(E2) . ... . P(En). que se obtém permutando de todos os modos possíveis
os algarismos do número 25.554.252 é igual a
onde PT é a probabilidade de ocorrer a a) 96. b) 204. c) 280. d) 40.000. e) 40.320.
seqüência de eventos. Essa probabilidade pode ser
deduzida do princípio multiplicativo. 2) (CESGRANRIO) Sabendo que cada anagrama da
palavra PIRACICABA é uma ordenação das letras

41
P,I,R,A,C,I,C,A,B,A, quantos são os anagramas da numérica com, no mínimo, 4 e, no máximo, 6 dígitos.
palavra PIRACICABA que não possuem duas letras A Ele utilizará apenas algarismos de sua data de
juntas? nascimento: 26/03/1980.
a) 1260 b) 5040 c) 30240 d) 68040 e) 70560 Quantas senhas diferentes Guilherme poderá criar se
optar por uma senha sem algarismos repetidos?
3) (CESGRANRIO) Qual é o número de anagramas da a) 5.040 b) 8.400 c) 16.870 d) 20.160 e) 28.560
palavra TRANSPETRO em que as letras PETRO ficam
juntas e nessa ordem? 9) (CESGRANRIO) Marcelo vai passar quatro dias na
6! praia e leva em sua bagagem sete camisetas (três
a)
2!  2! camisetas brancas diferentes, uma preta, uma amarela,
uma vermelha e uma laranja) e quatro bermudas (uma
b) 6!
preta, uma cinza, uma branca e uma azul).
c) 6! . 5!
De quantos modos distintos Marcelo poderá escolher
10!
d) uma camiseta e uma bermuda para vestir-se, de modo
2!  2! que as peças escolhidas sejam de cores diferentes?
e) 10! a) 14 b) 17 c) 24 d) 26 e) 28

4) (ESAF) Os pintores Antônio e Batista farão uma 10) (UPENET) O departamento de trânsito de uma
exposição de seus quadros. Antônio vai expor 3 dada localidade decidiu recentemente identificar todas
quadros distintos e Batista 2 quadros distintos. Os as bicicletas da cidade por placas, de tal forma que a
quadros serão expostos em uma mesma parede e em primeira letra da placa identifique o bairro onde o
linha reta, sendo que os quadros de um mesmo pintor proprietário da bicicleta reside (a cada bairro é atribuída
devem ficar juntos. Então, o número de possibilidades uma única letra, e bairros diferentes possuem letras
distintas de montar essa exposição é igual a: diferentes). Também foi decidido que o último dígito
a) 5 b) 12 c) 24 d) 6 e) 15 numérico da placa é um dígito verificador igual ao
dígito das unidades do número formado pela soma dos
5) (FGV) Em uma reunião todas as pessoas se dígitos anteriores da placa. Se a placa for da forma
cumprimentaram, havendo ao todo 120 apertos de mão. LLNNN em que 'L' representa uma letra maiúscula do
O número de pessoas presentes nessa reunião foi: alfabeto de 26 letras, e 'N' é um dígito (ou seja, um
a) 14. b) 15. c) 16. d) 18. e) 20. número natural variando no intervalo 0≤N≤9), se a
localidade possui apenas 8 bairros, então o maior
6) (CESPE-UnB) Considerando-se que se queira formar número de bicicletas que podem ser identificadas, de tal
um conjunto com 7 nomes escolhidos entre os 19 forma que, obedecendo às determinações anteriores, a
nomes de secretários que dirigiram a secretaria no cada bicicleta corresponda uma placa única e diferente
período de 6/1960 a 3/1990 e entre os 8 nomes que de todas as demais, é de
dirigiram a secretaria no período de 4/1990 a 12/2006, a a) 67.600 placas. b) 20.800 placas. c) 58.500 placas.
quantidade de maneiras distintas para se selecionar esse d) 56.300 placas. e) 10.400 placas.
conjunto de modo que contenha exatamente um nome
de secretário do primeiro período especificado é igual a 11) (ESAF) Beatriz é fisioterapeuta e iniciou em sua
a) 19. b) 28. c) 47. d) 114. e) 532. clínica um programa de reabilitação para 10 pacientes.
Para obter melhores resultados neste programa, Beatriz
7) (ESAF) Dez amigos, entre eles Mário e José, devem precisa distribuir esses 10 pacientes em três salas
formar uma fila para comprar as entradas para um jogo diferentes, de modo que na sala 1 fiquem 4 pacientes,
de futebol. O número de diferentes formas que esta fila na sala 2 fiquem 3 pacientes e na sala 3 fiquem,
de amigos pode ser formada, de modo que Mário e José também, 3 pacientes. Assim, o número de diferentes
fiquem sempre juntos é igual a maneiras que Beatriz pode distribuir seus pacientes, nas
a) 2! 8! b) 0! 18! c) 2! 9! d) 1! 9! e) 1! 8! três diferentes salas, é igual a:
a) 2.440. b) 5.600. c) 4.200. d) 24.000. e) 42.000.
8) (CESGRANRIO) Para cadastrar-se em um site de
compras coletivas, Guilherme precisará criar uma senha

42
12) (FGV) Num curso de pós-graduação, Marcos, que contenha exatamente duas vogais juntas. Os valores
Nélson, Osmar e Pedro são candidatos a representantes de N e P são, respectivamente:
da turma da qual fazem parte. Serão escolhidas duas a) 8! e 14 b) 4 · 8! e 1/9 c) 4 · 8! e 1/14
dessas quatro pessoas: uma para representante e a outra d) 4 · 9! e 1/9! e) 9! e 1/4 · 9!
para ser o auxiliar desse representante. Quantas duplas
diferentes de representante e auxiliar podem ser 19) (ESAF) Dois dados de seis faces são lançados
formadas? simultaneamente, e os números das faces voltadas para
a) 24. b) 18. c) 16. d) 12. e) 6. cima são somados. A probabilidade da soma obtida ser
menor do que cinco ou igual a dez é igual a:
13) (ESAF) O departamento de vendas de uma empresa a) 35% b) 20% c) 30% d) 15% e) 25%
possui 10 funcionários, sendo 4 homens e 6 mulheres.
Quantas opções possíveis existem para se formar uma 20) (ESAF) Para efetuar um determinado trabalho, 3
equipe de vendas de 3 funcionários, havendo na equipe servidores do DNIT serão selecionados ao acaso de um
pelo menos um homem e pelo menos uma mulher? grupo com 4 homens e 2 mulheres. A probabilidade de
a) 192. b) 36. c) 96. d) 48. e) 60. serem selecionados 2 homens e 1 mulher é igual a:
a) 55% b) 40% c) 60% d) 45% e) 50%
14) (FUNDAÇÃO DOM CINTRA) O número máximo
possível de placas de automóvel em nosso país, com
três letras e quatro algarismos, começadas pela letra B e
terminadas pelo algarismo 9, é:
a) 650.000 b) 676.000 c) 175.760
d) 10.000 e) 26.000 8 – Triângulos
15) (ESAF) Uma reunião no Ministério da Fazenda será Triângulos são polígonos formados por três
composta por seis pessoas, a Presidenta, o Vice- arestas e três ângulos.
Presidente e quatro Ministros. De quantas formas
distintas essas seis pessoas podem se sentar em torno de Exemplos:
uma mesa redonda, de modo que a Presidenta e o Vice-
Presidente fiquem juntos?
a) 96 b) 360 c) 120 d) 48 e) 24

16) (AOCP) Quantos subconjuntos podemos formar


com 3 bolas azuis e 2 vermelhas, de um conjunto
contendo 7 bolas azuis e 5 vermelhas?
a) 250 b) 5040 c) 210 d) 350 e) 270

17) (FCC) Uma bolsa contém apenas 5 bolas brancas e


7 bolas pretas. Sorteando ao acaso uma bola dessa
bolsa, a probabilidade de que ela seja preta é
a) maior do que 55% e menor do que 60%.
b) menor do que 50%. 8.1 – Classificação dos triângulos
c) maior do que 65%.
d) maior do que 50% e menor do que 55%. - Quanto aos lados
e) maior do que 60% e menor do que 65%.
 Triângulo equilátero: São triângulos
18) (ACEP) Seja N o número de anagramas da palavra formados por três lados de mesma
"AEIOUBCDF", cuja última letra à direita seja uma medida e três ângulos congruentes.
consoante. Denotemos por P a probabilidade de
escolher-se aleatoriamente um dentre estes anagramas

43
catetos, são complementares (ou seja,
sua soma é igual a 90°).

 Triângulo isósceles: possui pelo menos  Triângulo obtuso: Um triângulo


dois lados de mesma medida e dois obtusângulo possui um ângulo obtuso e
ângulos congruentes. O triângulo dois ângulos agudos.
equilátero é, consequentemente, um caso
especial de um triângulo isósceles, que
apresenta não somente dois, mas todos
os três lados iguais, assim como os
ângulos, que medem todos 60º. Num
triângulo isósceles, o ângulo formado
 Triângulo acutângulo: Em um triângulo
pelos lados congruentes é chamado
acutângulo, os três ângulos são agudos.
ângulo do vértice. Os demais ângulos
denominam-se ângulos da base e são
congruentes.

8.2 – ângulos em um triângulo

Existem duas considerações importantes que


iremos fazer em relação aos ângulos em um triângulo:
quanto aos ângulos internos e quanto aos ângulos
externos.
 Triângulo escaleno: as medidas dos três
lados são diferentes. Os ângulos internos 8.2.1 – Ângulos internos
de um triângulo escaleno também
possuem medidas diferentes (não são Proposição: A soma das medidas dos ângulos
dois a dois congruentes). internos de qualquer triângulo é igual a 180º

- Quanto aos ângulos


Exemplo de aplicação:
 Triângulo retângulo: Um triângulo
retângulo possui um ângulo reto (ângulo Determine o valor do ângulo x:
que mede 90º). Num triângulo retângulo,
denomina-se hipotenusa o lado oposto
ao ângulo reto. Os demais lados
chamam-se catetos. Os ângulos agudos
de um triângulo retângulo, opostos aos

44
Onde k é um número chamado de razão de semelhança
entre dois triângulos.

Observação: Repare que os lados homólogos de dois


triângulos semelhantes são sempre os opostos aos
(resolver em sala) ângulos correspondentes.
Por exemplo, o lado a é homólogo ao lado a’ porque os
8.2.2 – ângulos externos dois são respectivamente opostos aos ângulos α e α’,
que são ângulos correspondentes.
Proposição: A soma das medidas dos ângulos
externos de um triângulo é igual a 360º Exemplos:
1)

NOTA: Um ângulo externo é igual a soma dos ângulos


internos opostos.

8.3 – Semelhança de Triângulos

A ideia da semelhança de triângulos é a


comparação de triângulos que tenham a mesma
“forma”, mudando apenas os seus tamanhos
proporcionalmente.
Dizemos que dois triângulos são semelhantes
quando seus ângulos correspondentes são congruentes e
seus lados homólogos são proporcionais.
Considere dois triângulos ABC e A’B’C’
congruentes. Sendo assim, os ângulos α, β e γ são
correspondentes aos ângulos α’, β’ e γ’ e os lados a, b e Os triângulos ABC e XYZ são semelhantes, pois têm os
c são proporcionais aos lados a’, b’ e c’, ângulos correspondentes iguais.
respectivamente. Assim, podemos relacionar os lados homólogos ou
correspondentes por proporções:
Os lados opostos ao ângulo α são 6 e 3, logo, são
correspondente. Seguindo a mesma lógica, temos
6 8 10
  2
3 4 5
Nesse caso, a razão de semelhança vale 2, ou seja, k=2.

Nessa caso, temos: 2) Considere que os triângulos abaixo sejam


α = α’, β = β’ e γ = γ’ e semelhantes. Determine o valor do lado x
a' b' c '
  k
a b c

45
2) Considere a figura abaixo:

Claramente percebemos que os lados homólogos ou


correspondentes são 2 e 6; 4 e 12 e x e 9.
Assim, temos:
6 12 9
   3 (a razão de semelhança é 3)
2 4 x

9
3  x 3
x
Portanto, temos que o valor do lado x é 3. Para que os triângulos A e B sejam congruentes, os
valores de x, y, e z devem ser, respectivamente:
Uma propriedade importante dos triângulos
semelhantes é que ela vale para as outras medidas a) 8 cm, 34º e 6 cm
lineares dos mesmos: b) 5 cm, 35º e 5 cm
- A razão ente os perímetros é k; c) 10 cm, 34º e 7 cm
- A razão entre as alturas homólogas é k; d) 8 cm, 34 º e 5 cm
- A razão entre as áreas é k². e) 10 cm, 35º e 6 cm

8.4 – Problemas e Exercícios do Capítulo

3) Considere a figura abaixo:


1) Considere a figura abaixo:

Nesse caso, o ângulo x mede, em radianos:

a) 95º
b) 100º
Os triângulos ACE e BDE são congruentes, assim c) 105º
como os triângulos CDE e ABE também são d) 110º
congruentes. As medidas dos ângulos x, y, a e b são, e) 115º
respectivamente:
4) Considere o triângulo ABC, abaixo, e D um ponto no
a) 25º, 55º, 35º e 65º lado AC, tal que AD = BD = BC = 1 cm.
b) 25º, 55º, 35º e 60º
c) 25º, 45º, 35º e 65º
d) 20º, 55º, 35º e 65º
e) 25º, 55º, 30º e 65º

46
Nesse caso, a relação existente entre os ângulos α e β
indicados é

a)   2  
b)   2
c)   3
d)   2  
e)   2  0 a) y = 3x
b) y = 2x
6) (UNIMONTES) Na figura a seguir, MNPQ é um c) x + y = 180
quadrado, e NPR é um triângulo equilátero. d) x = y
e) 3x = 2y

9) (UFMG) Observe a figura. Nela, AB = AC, BD é


^ ^
bissetriz de A B C ; CE é bissetriz de B C D e a medida
^
do ângulo AC F é 140º.

O ângulo x mede?

a) 30°
b) 75°
c) 15°
d) 25°
^
e) 10º A medida do ângulo D E C , em graus, é:

a) 20
7) (UFC - adaptado) Considere a figura abaixo: b) 30
c) 40
d) 50
e) 60

O ângulo x mede:

a) 20º
b) 30º
c) 40º
d) 50º
e) 60º

8) (FUVEST) Na figura, AB = BD = CD. Então:

47
5 – Triângulos Retângulos
5.1 – Definição

Um triângulo é chamado de retângulo quando um


de seus ângulos é reto, ou seja, mede 90º.

Temos as seguintes proporções válidas:


c b a
 
h m b

Das proporções acima, tiramos as seguintes


relações: b2  a  m e a  h  b  c
O lado a, oposto ao ângulo de 90º é chamado de
hipotenusa do triângulo. Os lados b e c, adjacentes ao
ângulo de 90º são chamados de catetos a c h m
Temos também a proporções  e  ,
c n n h
5.2 – Relações Métricas no triângulo retângulo que geram, respectivamente, as seguintes relações:
c 2  a  n e h2  m  n
Todo triângulo retângulo possui dois ângulos
agudos complementares e um ângulo reto, ao qual se Assim, podemos afirmar que em todo triângulo
opõe o seu maior lado, chamado hipotenusa; os outros retângulo:
dois lados são denominados catetos.
1) O quadrado de cada cateto vale o produto da
sua projeção sobre a hipotenusa pela hipotenusa.

2) O produto da hipotenusa pela altura relativa a


ela vale o produto dos catetos.

3) O quadrado da altura relativa à hipotenusa vale


o produto entre as projeções dos catetos sobre a
Traçamos então um segmento de reta, a partir do hipotenusa
ponto A, até a hipotenusa do triângulo, no caso o
segmento BC. Esse segmento é perpendicular à Das relações anteriores, podemos escrever:
hipotenusa e o chamaremos de altura h. a  m  a  n  b2  c 2  a   m  n   b 2  c 2 .

Como a = m + n, concluímos que a2  b2  c 2 .

A igualdade (muito famosa) assim é conhecida


como Teorema de Pitágoras.

O segmento BH, de medida n, e o segmento HC,


de medida m, são as projeções perpendiculares dos 5.3 – Exercícios do Capítulo
catetos sobre a hipotenusa.
1) Observe a figura abaixo:
Formamos então os seguintes triângulos a partir
do corte feito pela altura h:
48
comprimento total da pista.

As medidas dos segmentos BP e AP valem,


respectivamente:

Na figura acima, observa-se a representação de três a) 105 m e 145 m


níveis da grade de uma cerca quadriculada, cujos b) 110 m e 145 m
quadradinhos têm lados iguais a 10 cm. No total, esta c) 105 m e 150 m
cerca é composta de 20 níveis iguais aos que foram d) 110 m e 150 m
representados acima. Qual é a altura aproximada, em e) 110 m e 140 m
centímetros, da cerca?
4) (UFBA) A figura mostra a posição de um avião
a) 340 observado a partir de dois pontos, A e B, localizados no
b) 310 solo e distantes 1 km um do outro. Sabe-se que, nesse
c) 280 instante, o avião dista, respectivamente, 88 km e 9
d) 250
km, dos pontos A e B.
e) 220

2) (FUNCAB) A figura abaixo (meramente ilustrativa e


fora de escala) representa um triângulo ABC retângulo
em A, dividido em dois triângulos, ACD e ABD, ambos
retângulos em D.

Nessas condições, a altura do avião em relação ao solo,


em quilometro, no instante considerado, vale:

O valor, em cm, de AD = h, é: a) 81
b) 88
A) 6 cm c) 80
B) 7,2 cm d) 9,5
C) 8 cm
e) 72
D) 8,4 cm
E) 9 cm
5) (Mackenzie) A figura abaixo representa uma
estrutura de construção chamada tesoura de telhado.
3) (UFGO - adaptado) Uma pista retangular para
Sua inclinação é tal que a cada metro deslocado na
caminha mede 100 m por 250 m. Deseja-se marcar um
horizontal, há um deslocamento de 40 cm na vertical.
ponto P, conforme figura abaixo, de modo que o
comprimento do percurso ABPA seja a metade do

49
8) (PUC-RS) para medir a altura de uma árvore, foi
Se o comprimento da viga AB é 5 m, das alternativas usada uma vassoura de 1,5 m, verificando-se que, no
abaixo, a que melhor aproxima o valor do comprimento momento em que ambas estavam na posição vertical,
da viga AC, em metros, é: em relação ao terreno, a vassoura projetava uma
sombra de 2 m e a árvore, de 16 m. A altura da árvore,
a) 5,4 em metros, é:
b) 6,7
c) 4,8 a) 3
d) 5,9 b) 8
e) 6,5 c) 12
d) 15,5
6) (CAFET) A figura mostra o polígono ABCDEF, no e) 16,0
qual dois lados consecutivos quaisquer são
perpendiculares. O ponto G está sobre o lado CD e a
reta r. As medidas dos lados AB, BC, EF e FA são,
respectivamente, 16 cm, 12 cm, 6 cm e 8 cm.

O perímetro do polígono ABCG, em cm, é:

a) 46
b) 48
c) 50
d) 52
e) 55

7) (Mackenzie) Na figura, AC = 5 cm, AB = 4 cm e PR


= 1,2 cm.

O valor de RQ, em cm, é:

a) 2
b) 2,5
c) 1,5
d) 1
e) 3

50
Bateria de Exercícios dos mais jovens, em serviço, superará o número de
projetos que o mais velho, em serviço, acompanhará,
Divisão Proporcional em um número igual a
a 20. b 12. c 45. d 30. e 15.
1) (FEPESE) Dois amigos decidem fazer um
investimento conjunto por um prazo determinado. Um 5) (OBJETIVA) Um pai deseja dividir R$ 5.145,00
investe R$ 9.000 e o outro R$ 16.000. Ao final do entre seus três filhos. A divisão será efetuada de modo
prazo estipulado obtêm um lucro de R$ 2.222 e inversamente proporcional às suas idades, que são 20,
decidem dividir o lucro de maneira proporcional ao 25 e 27 anos.
investimento inicial de cada um. Quanto receberá o filho que tem 25 anos?
Portanto o amigo que investiu a menor quantia obtém a R$ 1.786,00 b R$ 1.500,00 c R$ 2.205,00
com o investimento um lucro: d R$ 1.620,00
a Maior que R$ 810.
b Maior que R$ 805 e menor que R$ 810. 6) (CESPE) O trajeto de 5 km percorrido por um
c Maior que R$ 800 e menor que R$ 805. carteiro é formado por 2 trechos. Sabe-se que os
d Maior que R$ 795 e menor que R$ 800. comprimentos desses trechos, em metros, são números
e Menor que R$ 795. diretamente proporcionais a 2 e 3. Nesse caso, a
diferença, em metros, entre os comprimentos do maior
2) (FCC) Um determinado prêmio foi distribuído aos trecho e do menor trecho é igual a
três primeiros colocados em um torneio. Essa a 600. b 1.400. c 1.200. d 1.000. e
distribuição ocorreu de forma inversamente 800.
proporcional ao número de pontos perdidos no jogo
pelos três jogadores vencedores. Sabe-se que o 7) (FEPESE) Dois amigos decidem fazer um
vencedor perdeu 20 pontos, o segundo colocado perdeu investimento conjunto por um prazo determinado. Um
30 pontos e que o terceiro colocado perdeu 40 pontos. investe R$ 9.000 e o outro R$ 16.000. Ao final do
O prêmio que o segundo colocado recebeu foi de R$ prazo estipulado obtêm um lucro de R$ 2.222 e
12.160,00. O prêmio que o primeiro colocado recebeu decidem dividir o lucro de maneira proporcional ao
foi de investimento inicial de cada um.
a R$ 9.120,00. b R$ 28.230,00. c R$ Portanto o amigo que investiu a menor quantia obtém
18.240,00. com o investimento um lucro:
d R$ 39.560,00. e R$ 24.180,00. a Maior que R$ 810.
b Maior que R$ 805 e menor que R$ 810.
3) (IESES) Um diretor de uma empresa resolve dividir c Maior que R$ 800 e menor que R$ 805.
uma lista com 50 tarefas iguais entre três funcionários d Maior que R$ 795 e menor que R$ 800.
subordinados a ele, de maneira proporcional as suas e Menor que R$ 795.
idades. Sabendo-se que o funcionário mais jovem tem
21 anos, o mais velho tem 44 anos e que o funcionário 8) (ESAF) A fração x/y é equivalente a 3/5 e (x +
mais jovem recebeu 10 tarefas, qual a soma das idades y)=16. Três números, p, q e r são proporcionais aos
dos 3 funcionários subordinados a este diretor? números 1, 2/3 e 5/3, respectivamente. Sabendo-se que
a 95 anos. b 100 anos. c 110 anos. d 115 anos. p + q + r = 40, então:
e 105 anos. a x = 2 ; y = 14 ; p +q = 20
4) (FCC) Caberá a cada um dos doze funcionários de b x = 4 ; y = 12 ; p - q = 4
uma repartição, acompanhar um determinado número c x = 6 ; y = 10 ; q - r = -12
de um total de 360 projetos. Esse número de projetos d x = 7 ; y = 9 ; p + q = 20
deverá ser diretamente proporcional ao número de anos e x = 3 ; y = 13 ; r + q = 32
de serviço de cada funcionário. Sabe-se que três dos
doze funcionários têm 4 anos de serviço, cinco deles 9) (FCC) Quatro funcionários dividirão, em partes
têm 6 anos de serviço, três deles têm 7 anos de serviço diretamente proporcionais aos anos dedicados para a
e um deles tem 9 anos de serviço. Dessa maneira, o empresa, um bônus de R$ 36.000,00. Sabe-se que
total de projetos que serão acompanhados pelo grupo dentre esses quatro funcionários um deles já possui 2

51
anos trabalhados, outro possui 7 anos trabalhados, outro números 1, 2 e 4. Como o total dessas medalhas é 56,
possui 6 anos trabalhados e o outro terá direito, nessa ele tem entre medalha de ouro e prata, um total de:
divisão, à quantia de R$ 6.000,00. Dessa maneira, o a) 16 b) 24 c) 30 d) 36 e) 48
número de anos dedicados para a empresa, desse último
funcionário citado, é igual a 16) (TRT) Três funcionários Carlos, Bruno e Celso,
a) 5. b) 7. c) 2. d) 3. e) 4. decidem dividir entre si a tarefa de conferir o
preenchimento de 840 formulários. A divisão deverá
10) (FCC) Uma prefeitura destinou a quantia de 54 ser feita na razão inversa de seus tempos de serviços no
milhões de reais para a construção de três escolas de tribunal, respectivamente 6, 10 e 12 anos. O número de
educação infantil. A área a ser construída em cada formulário que Bruno deverá conferir é:
escola é, respectivamente, 1.500 m2, 1.200 m2 e 900 a) 250 b) 240 c) 300 d) 320 e) 200
m2 e a quantia destinada à cada escola é diretamente
proporcional a área a ser construída. Sendo assim, a 17) (TRT) Uma pessoa recebeu um montante referente
quantia destinada à construção da escola com 1.500 m2 a uma aplicação em regime simples e, resolveu dividir
é, em reais, igual a entre seus três filhos, na razão direta de suas respectivas
a) 22,5 milhões. b) 13,5 milhões. c) 15 milhões. idade 9, 12 e 15 anos. Se o mais novo recebeu 1.980,00
d) 27 milhões. e) 21,75 milhões. montante recebido foi de:
a) 2.680 b) 3.300 c) 5.940 d) 7.920 e)
11) (FCC) Certa quantia foi dividida entre 3 pessoas em 6.720
partes inversamente proporcionais ás sua idade, ou seja
20, 25 e 32 anos. Se a pessoa mais nova recebeu R$ 18) (PM-MS) Três colegas de trabalho de níveis
200.000,00, então a mais velha recebeu: salariais diferentes vão alugar uma casa juntos,
a) 180.000,00 b) 160.000,00 c) 128.000,00 combinando que cada um contribuiria com um valor
d) 125.000,00 e) 120.000,00 proporcional ao seu salário. O aluguel da casa é de
R$300,00 ao mês e Bendito (B) recebe um salário de
12) (FCC) Um pai deixou para seus filhos uma herança R$1500,00, Carlos (C) recebe R$900,00 e Dinaldo (D)
no valor de 5.500,00 para ser dividida entre eles na recebe R$600,00. Conforme o combinado o valor que
razão direta do número de dependentes de cada um. cada um pagará pelo aluguel da casa é:
Sabendo-se que o primeiro herdeiro tem 2 dependentes, a) B=R$135,00; C=R$80,00 e D=R$55,00
o segundo 3 e o terceiro 5, coube na partilha ao b) B=R$140,00; C=R$90,00 e D=R$40,00
primeiro herdeiro a quantia de: c) B=R$135,00; C=R$81,00 e D=R$54,00
a) 1.000,00 b) 1.100,00 c) 1.200,00 d) B=R$130,00; C=R$80,00 e D=R$55,00
d) 1.300,00 e) 1.650,00 e) B=R$150,00; C=R$90,00 e D=R$60,00
13) (BB) Numa loja de automóveis, os vendedores
recebem comissões proporcionais ao número de carros Gabarito:
que vendem. Se, em uma semana, o gerente pagou um 1D; 2C; 3C; 4E; 5D; 6D; 7D; 8C; 9D; 10A; 11D; 12B;
total de 8.280,00 a quatro funcionários que venderam 3, 13A; 14E; 15B; 16B; 17D; 18E
6, 7 e 9 carros, respectivamente, quanto ganhou o que
menos carros vendeu?
a) 993,60 b) 808,00 c) 679,00 Regras de três simples
d) 587,10 e) 891,00
14) (TRT) Certa quantia foi dividida entre duas 1) (PM–ES) O RPMont, Regimento de Polícia Montada
pessoas, em parte inversamente proporcionais a 7 e a da Polícia Militar, vem prestando sessões de
15. Sabendo que a diferença entre a partes é de 160,00, equoterapia à comunidade capixaba.
o valor, em reais, da menor parte é de: Supondo que 15 profissionais capacitados atendam aos
a) 160,00 b) 120,00 c) 265,00 atuais 50 praticantes de equoterapia, o número de novos
d) 240,00 e) 140,00 profissionais que deveriam ser capacitados para que
15) (TRT) Um time disputou vários campeonatos e fossem atendidos 30 novos praticantes, seria de:
hoje, as quantidades de medalhas de ouro, de prata e de a) 5 b) 7 c) 8 d) 9 e) 10
bronze que possui são diretamente proporcionais aos

52
2) (CESPE) Três caminhões de lixo que trabalham d) 4 minutos e 50 segundos.
durante doze horas com a mesma produtividade e) 7 minutos.
recolhem o lixo de determinada cidade. Nesse caso,
cinco desses caminhões, todos com a mesma
produtividade, recolherão o lixo dessa cidade 2) (IDECAN) Trabalhando oito horas por dia, cinco
trabalhando durante voluntários conseguem distribuir 16 toneladas de
A - 6 horas. b - 7 horas e 12 minutos. alimentos por semana às vítimas de uma grande
c - 7 horas e 20 minutos. d - 8 horas. enchente. Dessa forma, trabalhando 10 horas por dia e
E - 4 horas e 48 minutos. com uma produtividade 20% menor devido ao forte
calor, o número de toneladas de alimentos por semana
que seis voluntários conseguirão distribuir será,
3) (VUNESP) Uma máquina demora 1 hora para aproximadamente:
fabricar 4 500 peças. Essa mesma máquina, mantendo o
mesmo funcionamento, para fabricar 3 375 dessas a) 14. b) 17. c) 19. d) 22.
mesmas peças, irá levar
a) 55 min. b) 15 min. c) 35 min. 3) (VUNESP) Numa editora, 8 digitadores, trabalhando
d) 1h 15min. e) 45 min. 6 horas por dia, digitaram 3/5 de um determinado livro
em 15 dias. Então, 2 desses digitadores foram
4) (FUNCABO – PM) Num churrasco, estima-se que 4 deslocados para um outro serviço, e os restantes
kg de carne são suficientes para satisfazer dez pessoas. passaram a trabalhar apenas 5 horas por dia na
Para satisfazermos 120 pessoas, a quantidade mínima digitação desse livro. Mantendo-se a mesma
de carne, em kg, de acordo com a estimativa anterior, produtividade, para completar a digitação do referido
deve ser de: livro, após o deslocamento dos 2 digitadores, a equipe
a) 32 kg b) 36 kg c) 40 kg d) 42 kg e) 48 kg remanescente terá de trabalhar ainda:
a 18 dias b 16 dias c 15 dias d 14 dias
5) (PM – MS) Uma empresa de cozinha industrial é e 12 dias
contratada para fornecer o almoço dos 120 funcionários
de uma pequena indústria por 28 dias. Em virtude da
necessidade de aumento de sua produção diária, a 4) (NUCEPE) Uma construtora iniciou um
indústria contrata mais vinte funcionários. Dessa forma, empreendimento e pretendia construir durante 45 dias o
a quantidade de comida já contratada será suficiente maior número de casas possíveis. Os trabalhos foram
para apenas: iniciados com 48 operários e após 15 dias trabalhados
a) 24 dias. b) 22 dias. c) 20 dias. d) 18 dias. e) 16 com duração de 6 horas diárias, perceberam que tinham
dias. construídos apenas 18 casas. Vendo que não
conseguiriam construir um número significativo de
casas, o engenheiro responsável pela obra acrescentou
Gabarito: 1D; 2B; 3E; 4E; 5A 12 operários e aumentou a carga horária diária de
trabalho em 2 horas. Admitindo-se que o ritmo de
construção tenha se mantido constante, a quantidade de
Regra de Três Composta casas construídas ao final do prazo estipulado foi de
a 42 casas. b 60 casas. c 78 casas.
1) (FCC) Sabe-se que uma máquina copiadora imprime d 96 casas. e 114 casas.
80 cópias em 1 minuto e 15 segundos. O tempo
necessário para que 7 máquinas copiadoras, de mesma
capacidade que a primeira citada, possam imprimir 3 5) (CESPE) Recentemente, a empresa Fast Brick
360 cópias é de Robotics mostrou ao mundo um robô, conhecido como
Hadrian 105, capaz de construir casas em tempo
a) 15 minutos. recorde. Ele consegue trabalhar algo em torno de 20
b) 3 minutos e 45 segundos. vezes mais rápido que um ser humano, sendo capaz de
c) 7 minutos e 30 segundos.

53
construir até 150 casas por ano, segundo informações 9) (FCC) Uma indústria produz um tipo de máquina
da empresa que o fabrica. que demanda a ação de grupos de funcionários no
preparo para o despacho ao cliente. Um grupo de 20
Tendo como referência as informações acima, julgue o funcionários prepara o despacho de 150 máquinas em
item a seguir. 45 dias. Para preparar o despacho de 275 máquinas,
essa indústria designou 30 funcionários. O número de
Se um único robô constrói uma casa de 100 m2 em dois dias gastos por esses 30 funcionários para preparem
dias, então 4 robôs serão capazes de construir 6 casas essas 275 máquinas é igual a
de 75 m2 em menos de dois dias. a 55. b 36. c 60. d 72. e 48.
Certo Errado

10) Para esvaziar um compartimento com 700m3 de


6) (CESPE) Uma concessionária ganhou a concessão capacidade, 3 ralos levaram 7 horas para fazê-lo. Se o
para explorar economicamente uma rodovia federal compartimento tivesse 500m3 de capacidade, ao
pelo período de 20 anos. A concessionária realizará utilizarmos 5 ralos quantas horas seriam necessárias
melhorias na via como a duplicação de trechos, para esvaziá-lo?
manutenção do asfalto, da iluminação, reforço na a) 2h b) 3h c) 4h d) 5h e) 6h
sinalização.

Considerando que a concessionária esteja autorizada a 11) (NC-UFPR) Uma indústria metalúrgica consegue
cobrar pedágios, julgue o item subsequente. produzir 24.000 peças de determinado tipo em 4 dias,
trabalhando com seis máquinas idênticas, que
Considere que 12 empregados da concessionária, funcionam 8 horas por dia em ritmo idêntico de
trabalhando 6 horas por dia e no mesmo ritmo, produção. Quantos dias serão necessários para que essa
constroem 3 km de rodovia em 9 dias. Nessa situação, indústria consiga produzir 18.000 peças, trabalhando
24 empregados, trabalhando 6 horas por dia e no apenas com 4 dessas máquinas, no mesmo ritmo de
mesmo ritmo do grupo inicial, construirão 6 km de produção, todas elas funcionando 12 horas por dia?
estrada em 6 dias. a) 3. b) 4. c) 5. d) 6. e) 8.
Certo Errado
12) (VUNESP) Cinco máquinas, todas de igual
eficiência, funcionando 8 horas por dia, produzem 600
7) (CESPE) Para construir um prédio de 25 andares são peças por dia. O número de peças que serão produzidas
necessários 50 operários trabalhando 6 horas por dia, por 12 dessas máquinas, funcionando 10 horas por dia,
durante 150 dias. Os operários trabalham com a mesma durante 5 dias, será igual a
eficiência e o tempo para a construção de cada andar é a) 1800. b) 3600. c) 5400. d) 7200. e) 9000.
o mesmo. Com base nessas informações, julgue o item
abaixo. 13) Uma escola lançou uma campanha para seus alunos
arrecadarem, durante 30 dias, alimentos não perecíveis
Se a carga horária de trabalho dos operários fosse para doar a uma comunidade carente da região. Vinte
ampliada para 9 horas por dia, então 60 operários alunos aceitaram a tarefa e nos primeiros 10 dias
levariam 50 dias para construir 3/5 do referido prédio. trabalharam 3 horas diárias, arrecadando 12 kg de
Certo Errado alimentos por dia. Animados com os resultados, 30
novos alunos somaram-se ao grupo, e passaram a
8) (ESAF) Um tratorista trabalhando 8 horas por dia trabalhar 4 horas por dia nos dias seguintes até o
gradeia 100 hectares em 10 dias. Nas mesmas término da campanha.
condições quantos hectares ele gradeará em 6 dias Admitindo-se que o ritmo de coleta tenha se mantido
trabalhando 10 horas por dia? constante, a quantidade de alimentos arrecadados ao
a 60 b 75 c 80 d 90 e 100 final do prazo estipulado seria de
a) 920 kg. b) 800 kg. c) 720 kg. d) 600 kg. e) 570
kg.

54
4) (CESPE) Carlos, Eduardo e Fátima se associaram
14) (PM-MS) Para preparar as instalações de para abrir uma pequena empresa. Para a abertura desse
campanha, pistas de obstáculos, pistas de navegação empreendimento, Carlos entrou com R$ 32.000,00,
diurna e noturna etc., necessários às instruções de Eduardo, com R$ 28.000,00 e Fátima, com R$
campo que serão ministradas durante um exercício de 20.000,00. Após cinco anos de atividade, eles
selva, um total de 10 homens, trabalhando 8 horas por venderam a empresa por R$ 416.000,00 e dividiram
dia, necessitam de 5 dias. Porém, dois homens que esse valor pelos três sócios, de forma diretamente
compunham a equipe baixaram à enfermaria, vítimas da proporcional à quantia que cada um investiu na abertura
gripe H1N1. Desfalcada a equipe, o restante dos do empreendimento.
homens resolve ampliar a jornada diária de trabalho em Considerando essa situação, julgue os próximos itens.
duas horas. Dessa forma, espera-se que a preparação Relativamente ao valor investido na abertura da
das instalações de campo seja finalizada em: empresa, o lucro obtido na venda foi inferior a 500%.
a) 4 dias. b) 5 dias. c) 5 dias mais 6 horas de Certo Errado
trabalho. d) 6 dias.
e) 7 dias mais 8 horas de trabalho. 5) (CESPE) Mateus comprou, por R$ 200.000,00, um
terreno de 1.800 m2, formado por cinco lotes, cujos
preços de compra foram proporcionais às suas
Gabarito: 1C; 2C; 3B; 4C; 5Errado; 6Errado; 7Certo; respectivas áreas: dois de 250 m2, um de 350 m2, um
8B; 9A; 10B; 11A; 12E; 13A; 14B de 450 m2 e um de 500 m2. Dois meses depois, vendeu
um dos lotes de 250 m2 por R$ 40.000,00, o de 350 m2
Porcentagem por R$ 50.000,00 e o de 450 m2 por R$ 60.500,00. O
1) (EXATUS) Considere que uma caixa de bombom terreno correspondente aos dois lotes restantes foi
custava, em novembro, R$ 8,60 e passou a custar, em dividido entre os dois filhos de Mateus: João, de 21
dezembro, R$ 10,75. O aumento no preço dessa caixa anos de idade, e Pedro, de 24 anos de idade.
de bombom foi de: A respeito dessa situação, julgue:.
a 30%. b 25%. c 20%. d 15% Na compra, o preço do lote de 500 m2 correspondeu a
mais de 25% do valor total do terreno pago por Mateus.
Certo Errado
2) (VUNESP) A média de salários dos 13 funcionários 6) (CESPE) Marcos e João compraram, em sociedade,
de uma empresa é de R$ 1.998,00. Dois novos em 1.º/1/2010,um sítio no valor de R$ 150.000,00.
funcionários foram contratados, um com o salário 10% Marcos pagou R$ 37.500,00 e João, o restante. Em
maior que o do outro, e a média salarial dos 15 1.º/5/2010, Lucas entrou na sociedade com R$
funcionários passou a ser R$ 2.013,00. O menor salário, 50.000,00, que foram empregados na formação de
dentre esses dois novos funcionários, é igual a: pastos e na construção de cercas. Em 1.º/11/2010, o
a R$ 2.002,00. b R$ 2.006,00. c R$ 2.010,00. sítio foi vendido por R$ 240.000,00 e esse valor foi
d R$ 2.004,00. e R$ 2.008,00. dividido para os três sócios em partes diretamente
proporcionais ao capital que cada um aplicou e ao
tempo que cada capital ficou aplicado.
Julgue o item a seguir, com base na situação
3) (IDECAN) Estudando de segunda a sábado, oito apresentada.
horas por dia, um concurseiro gasta seis semanas para Marcos pagou 25% do valor de compra do sítio.
concluir seus estudos para determinado concurso Certo Errado
público. Se, ao invés, estudar apenas de segunda a
sexta‐feira, seis horas por dia, porém com
aproveitamento do tempo de estudo 20% maior, o 7) (ESAF) Quatro pessoas têm direito à participação de
número de semanas que gastará para concluir seus 20% na renda de um evento, sendo que a primeira
estudos pessoa tem direito ao dobro de participação de cada
a7 b8 c9 d 19 uma das outras três, que têm a mesma participação.
Qual é a participação da primeira pessoa na renda do
evento?

55
a 2% b 4% c 5% d 6% e 8% Gabarito: 1B; 2C; 3B; 4Errado; 5Certo; 6Certo; 7E; 8C;
9A; 10C; 11E; 12B

8) (FCC) Em sala de aula com 25 alunos e 20 alunas, Equações de primeiro grau


60% desse total está com gripe. Se x% das meninas
dessa sala estão com gripe, o menor valor possível para Resolva as equações:
x é igual a 1)18x - 43 = 65
a 8. b 15. c 10. d 6. e 12. 2) 23x - 16 = 14 - 17x
3) 10y - 5 (1 + y) = 3 (2y - 2) - 20
4) (x - 5)/10 + (1 - 2x)/5 = (3-x)/4
9) (FCC) Laura, Maria e Nair montaram um 5) 2 ( m + 5 ) = -3 ( m – 5 )
restaurante, sendo que Laura colocou no negócio 20% 6) –2 ( y + 4 ) = -7+ 9 ( y – 1)
do capital investido por Maria, que por sua vez colocou 7) 5 ( x – 4) = -4 + 9 ( x – 1)
64% do capital total investido pelas três no restaurante. 8) –5 ( x – 4 ) + 4 = 2 ( – 2 x – 2 ) + 9
Se Nair colocou R$ 116.000,00 no negócio, então, seu 9) -2 ( m – 5 ) + 3m = – ( m + 2 ) – 7
capital investido superou o capital investido por Laura 10) – ( x + 5) – 6 = -9 ( x – 3 ) – 2
em 11) x – 7 + 2 ( x – 4 ) = -3 ( x + 2 ) – 8
a R$ 52.000,00. b R$ 54.500,00. c R$ 56.000,00.
d R$ 56.500,00. e R$ 58.000,00.
1) (VUNESP) Luiza, Marina e Natália trabalham na
secretaria de uma escola. Ao final de certo período,
10) (FCC) Em dezembro de 2006, um comerciante constatou-se que Luiza havia efetuado o dobro do
aumentou em 40% o preço de venda de um número de matrículas que Marina efetuara; que Luiza e
microcomputador. No mês seguinte, o novo preço foi Natália, juntas, haviam efetivado 80 matrículas; e que
diminuído em 40% e, então, o micro passou a ser Natália e Marina, juntas, haviam efetuado 60
vendido por R$ 1 411,20. Assim, antes do aumento de matrículas. O número total de matrículas efetuadas
dezembro, tal micro era vendido por nesse período pelas três funcionárias, juntas, foi igual a
a R$ 1 411,20 b R$ 1 590,00 c R$ 1 680,00 a 100. b 110. c 120. d 130. e 140.
d R$ 1 694,40 e R$ 1 721,10

2) (INTEGRI) Um grupo de estudantes de Mogi Mirim


11) (FCC-TRT-RS) O preço de um aparelho dividiu o custo de um computador, na compra cada um
eletrodoméstico é P reais. Como eu só possuo X reais, iria pagar R$ 270,00 pelo computador. Três novos
que correspondem a 70% de P, mesmo que me fosse estudantes juntaram-se ao grupo original, diminuindo
concedido um abatimento de 12% no preço, ainda assim a quantia a ser paga para R$180,00 por estudante.
faltariam R$ 54,00 para que eu pudesse comprar esse Quantos estudantes formavam o grupo original?
aparelho. Nessas condições, a quantia que possuo é a 6 estudantes b 7 estudantes c 8 estudantes
a R$ 254,00 b R$ 242,00 c R$ 237,00 d 9 estudantes
d R$ 220,00 e R$ 210,00
3) Dois quintos de certa quantia inicial, em reais,
12) (FCC-TRT-PI) Um comerciante compra certo somados aos seus três quartos e o resultado acrescido
artigo ao preço unitário de R$ 48,00 e o coloca à venda de cinco, fornecem o dobro da quantia inicial. Essa
por um preço que lhe proporcionará uma margem de quantia é, aproximadamente, igual a
lucro de 40% sobre o preço de venda. O preço unitário a R$ 1,58 b R$ 5,88 c R$ 6,80 d R$ 8,00
de venda desse artigo é
a R$ 78,00 b R$ 80,00 c R$ 84,00
d R$ 86,00 e R$ 90,00 4) (PM SP 2012). Ao somar todos os gastos da semana,
Maria somou, por engano, duas vezes o valor da conta
do supermercado, o que resultou num gasto total de R$
832,00. Porém, se ela não tivesse somado nenhuma vez

56
a conta do supermercado, o valor encontrado seria R$
586,00. O valor correto dos gastos de Maria durante
essa semana foi 11) (VUNESP) Considere a, b, c três números naturais
(A) R$ 573,00. (B) R$ 684,00. (C) R$ 709,00. consecutivos cuja soma é igual a 3,2 a. Nesse caso, é
(D) R$ 765,00. (E) R$ 825,00. correto afirmar que (a . b) vale
a 272. b 240. c 210. d 182. e 156.
5) (FGV) A soma das idades de Pedro e de suas três
filhas é, hoje, 73 anos.
Daqui a dois anos, a soma das idades de Pedro e de 12) (FCC-TRE-AC) Considere que em 1990 uma Seção
suas três filhas, em anos, será Eleitoral de certa cidade tinha apenas 52 eleitores
a 75. b 77. c 79. d 81. e 83. inscritos - 18 do sexo feminino e 34 do sexo masculino
- e que, a partir de então, a cada ano subsequente o
6) (Pref. Fortaleza) Milena é 4 vezes mais velha que número de mulheres inscritas nessa Seção aumentou de
Pedro. Há 12 anos, Milena era 7 vezes mais velha que 3 unidades, enquanto que o de homens inscritos
Pedro. Daqui a 5 anos, podemos afirmar que: aumentou de 2 unidades. Assim sendo, o número de
a Pedro terá 27 anos. eleitores do sexo feminino se tornou igual ao número
b Milena terá 89 anos. dos eleitores do sexo masculino em
c Milena terá 101 anos. a 2004. b 2005. c 2006. d 2007. e 2008.
d Pedro terá 17 anos.

7) (FUNRIO) Admita que, em um determinado 13) (FCC-TRE-AC) Em uma papelaria, Romeu gastou
momento, sejam x e y as idades, em anos, de dois R$ 312,00 na compra de algumas unidades de certo tipo
irmãos. de caneta esferográfica que estava em promoção e,
Se x/y = 7/6, e x + y = 39, o valor de x é igual a: como bonificação, recebeu mais 8 unidades iguais a
a7 b 14 c 18 d 21 e 28 elas. Com isso, Romeu percebeu que cada caneta que
tinha comprado havia saído por R$ 0,80 a menos, ou
8) (FUNRIO) O preço de uma mercadoria que custava seja, cada caneta saiu por
x reais no mês de fevereiro passou a custar y reais em a R$ 6,20. b R$ 6,00. c R$ 5,80. d R$ 5,20.
março. e R$ 5,00.
Se y = (2,03)x, o aumento percentual dado a essa
mercadoria no mês de março, em relação ao valor x, é 14) (PM SP 2012). Um eletricista comprou um rolo de
igual a: fio com 50 metros de comprimento para realizar três
a 0,30% b 2,03% c 103% d 130% e ligações. Na primeira ligação ele utilizou 18,7 metros
230% do fio; na 3.ª ligação, utilizou 2/3 do comprimento de
fio que havia utilizado para a 2.ª ligação, restando ainda
9) (FUNRIO) Uma empresa recrutou 70 motoristas 2,3 m de fio no rolo. Pode-se concluir que o
para entrevistas, sendo x do sexo feminino e y do sexo comprimento, em metros, de fio utilizado na 3.ª ligação
masculino. Se 3x = 4y, o número total de motoristas do foi
sexo feminino entrevistados corresponde a: (A) 14,3. (B) 13,2. (C) 12,9. (D) 11,6. (E) 10,8.
a 25 b 30 c 35 d 40

15) (PM SC 2011). Qual é o valor de x que poderá


10) (FUNCAB) Wallace foi a um mercado com 6 notas satisfazer a equação do primeiro grau: 3x + 4(1+x)+2=
de R$ 50,00 e fez a seguinte compra. 5x-x-6?
a) 4 b) -4 c) 2 d) 3

Depois de pagara conta, recebeu R$83,60 de troco


Quantos quilogramas de linguiça ele comprou? 16) (BB 2011 – FCC). Em um dado momento em que
a 3,5 kg b 2,5 kg c 3,0 kg d 2,0 kg e 1,5 kg Ari e Iná atendiam ao público nos guichês de dois

57
caixas de uma Agência do Banco do Brasil, foi a) R$ 3.060,00. b) R$3.120,00. c) R$ 3.210,00.
observado que a fila de pessoas à frente do guichê d) R$ 3.270,00. e) R$ 3.360,00.
ocupado por Ari tinha 4 pessoas a mais que aquela
formada frente ao guichê que Iná ocupava. Sabendo
que, nesse momento, se 8 pessoas da fila de Ari Gabarito: 1A; 2A; 3B; 4C; 5D; 6C; 7D; 8C; 9D; 10B;
passassem para a fila de Iná, esta última ficaria com o 11B; 12C; 13D; 14D; 15B; 16E; 17C; 18D; 19D; 20C;
dobro do número de pessoas da de Ari, então, o total de 21B
pessoas das duas filas era:
(A) 24. (B) 26. (C) 30. (D) 32. (E) 36. Equações de segundo grau – Questões abertas

1) Dentre os números -2, 0, 1, 4, quais deles são raízes


17) (Guarda Civil SP 2010). O valor de x na equação da equação x²-2x-8= 0?
2x/3 – x/5 = 6(x – 2) é:
a) 160/73 b) 120/53 c) 180/83 d) 140/63 e)
100/43
2) Aplicando a fórmula de Bhaskara, resolva as
seguintes equações do 2º grau.
18) (PM ES 2013). Existe um número que somado com 1) x² - 5x + 6 = 0
seu triplo é igual ao dobro desse número somado com 2) x² - 8x + 12 = 0
doze. O valor desse número é: 3) x² + 2x - 8 = 0
A) 3 B) 4 C) 5 D) 6 E) 7
4) x² - 5x + 8 = 0
5) 2x² - 8x + 8 = 0
19) (PM SP 2012). João tem 5 filhos, sendo que dois 6) x² - 4x - 5 = 0
deles são gêmeos. A média das idades deles é 8,6 anos. 7) -x² + x + 12 = 0
Porém, se não forem contadas as idades dos gêmeos, a 8) -x² + 6x - 5 = 0
média dos demais passa a ser de 9 anos. Pode-se 9) 6x² + x - 1 = 0
concluir que a idade dos gêmeos, em anos, é 10) 3x² - 7x + 2 = 0
(A) 6,5. (B) 7,0. (C) 7,5. (D) 8,0. (E) 8,5.
11) 2x² - 7x = 15
20) (FGV) Fernando teve três filhos em três anos 12) 4x² + 9 = 12x
seguidos. Quando ele fez 39 anos reparou que essa sua 13) x² = x + 12
idade era igual à soma das idades dos seus três filhos. 14) 2x² = -12x - 18
Nesse dia, o seu filho mais velho tinha: 15) x² + 9 = 4x
a) 12 anos; b) 13 anos; c) 14 anos; d) 15 anos; e) 16 16) 25x² = 20x – 4
anos. 17) 2x = 15 – x²
18) x² + 3x – 6 = -8
21) (PM-MS) Um militar resolveu adotar a “política
dos terços” com relação ao seu soldo: um terço deve ser 19) x² + x – 7 = 5
destinado às despesas mensais (aluguéis, transporte, 20) 4x² - x + 1 = x + 3x²
alimentação etc.), um terço destinado à poupança e o 21) 3x² + 5x = -x – 9 + 2x²
outro, ao lazer (viagens, passeios, compras etc.). Ao 22) 4 + x ( x - 4) = x
final do primeiro mês em que seguiu rigorosamente tal 23) x ( x + 3) – 40 = 0
“política”, o militar (alcunhado pelos colegas de farda
24) x² + 5x + 6 = 0
como MiliCão - feroz mas baixinho), apurou que um
décimo da quantia destinada às despesas mensais e um 25) x² - 7x + 12 = 0
oitavo da destinada ao lazer não foram gastos. Tal 26) x² + 5x + 4 = 0
excedente foi somado à quantia poupada, que passou ao 27) 7x² + x + 2 = 0
total de R$ 1.274,00. Sendo assim, pode-se afirmar que 28) x² - 18x + 45 = 0
o soldo de MiliCão é de: 29) -x² - x + 30 = 0

58
30) x² - 6x + 9 = 0
31) (x + 3)² = 1
32) (x - 5)² = 1 7) Considere a equação x² - 4 x – m = 0. Sabendo que 5
é uma das raízes, determine a outra raiz e o coeficiente
33) (2x - 4)² = 0
m.
34) (x - 3)² = -2x²
35) x² + 9 x + 8 = 0
36) 9 x² - 24 x + 16 = 0
37) x² - 2 x + 4 = 0 8) Se você multiplicar um número real x por ele mesmo
38) 3 x² - 15 x + 12 = 0 e do resultado subtrair 14, você vai obter o quíntuplo do
39) 10 x² + 72 x - 64 = 0 número x. Qual é esse número?
40) 3x² – 7x + 4 = 0
41) 9y² – 12y + 4 = 0 9) Um terreno retangular mede 26 m de comprimento e
42) 5x² + 3x + 5 = 0 16 m de largura. Aos fundos do terreno e em uma de
suas laterais — como mostra a fig ura a seguir — serão
acrescentadas duas faixas de mesma largura. Com essa
2) Resolva as equações reduzidas expansão do terreno, a nova área medirá 816 m2. Qual
1) x² - 3x = 0 será a largura dessas faixas?
2) 4x² - 64x = 0
3) x² - 7x = 0
4) x² + 5x = 0
5) 4x² - 9x = 0
6) 3x² + 5x =0
7) 4x² - 12x = 0 10) Problema 6. Um grupo de amigos comprou um
8) 5x² + x = 0 camarote no valor de R$1 440,00 para assistir um
9) x² + x = 0 show. Devido a um contratempo, três dos amigos não
10) 7x² - x = 0 puderam ir e o restante resolveu ratear o “prejuízo”,
11) 2x² = 7x pagando, cada um, R$ 40,00 a mais. Quantas pessoas
foram assistir o show?
12) 2x² = 8x
13) 7x² = -14x
14) -2x² + 10x = 0 11) Uma mesa de sinuca de R$ 360,00 devia ser
comprada por um grupo de rapazes que contribuíam em
partes iguais. Como quatro deles desistiram, a cota de
cada um dos outros ficou aumentada de R$ 15,00.
4) O número -3 é a raíz da equação x² - 7x - 2c = 0. Quantos eram os rapazes?
Nessas condições, determine o valor do coeficiente c:

12) Duas torneiras enchem um tanque em 6 horas.


5) Considere a equação x² - (m + 1) x + 6.= 0. Sabendo Sozinha, uma delas gasta 5 horas mais que a outra.
que 2 é uma das raízes, determine a outra raiz e o valor Determine o tempo que uma delas leva para encher esse
de m. tanque isoladamente.

13) Um tanque é abastecido por duas torneiras. A


6) Sabendo que 6 é raiz da equação x² + (m + 3) x + 12 segunda torneira enche o tanque, sozinha, em quatro
= 0, determine m e a outra raiz. horas a mais que a primeira torneira. Se ambas, juntas,

59
enchem o tanque em 2 horas e 45 minutos, em quanto
tempo a primeira torneira enche, sozinha, esse tanque? 3) (PRef Rio) A soma das raízes da equação do
segundo grau x² + (m – 1)x + 3m = 0 é igual a 4. Se m é
um número real, a maior raiz dessa equação
corresponde a:
14) Um pedaço de arame de 40 cm de comprimento foi a 1 + √13 b 2 + √13 c 3 + √13 d 4 + √13
cortado em dois pedaços de comprimentos diferentes.
os pedaços foram usados para fazer dois quadrados que,
juntos, formam uma área de 58 cm². determine o 4) (FAPESUL) Sendo m e n raízes reais e distintas da
comprimento em que cada pedaço foi cortado. equação x²-6x - 1 = 0, assinale a alternativa que
apresenta o valor numérico de m²n+ mn² .
a 12 b6 c -6 d -18 e 14
15) Uma torneira enche um tanque em 3 horas e uma
outra enche o mesmo tanque em 6 horas. Em quanto
tempo as duas juntas encheriam o referido tanque?
5) (UEM) A soma das raízes da equação
4(x² - 5)- x (x - 2) + 2(4 - x) = 0 é igual a
a 0. b 2. c 4. d 2 /3 . e 4/3 .
16) Um terreno retangular , com área de 800m² e frente
maior que a lateral , foi cercado com um muro . O custo
da obra era de R$12,00 por metro linear construído na 6) (CPCON) Se a equação 9x² – 12x + (m + 2 ) = 0
frente , e de R$8,00 por metro linear construído nas admite duas raízes reais e iguais, então o valor de m é:
laterais e no fundo . Se forem gastos R$1040,00 para a 10 b0 c4 d2 e5
cercar o terreno , o comprimento total do muro
construído , em metros , é:
7) (FUNCAB) Determine os valores de m para os quais
a equação a seguir tem raízes simétricas.
( 9m - 12 ) x² - ( 2m + 7 ) x + m + 5 = 0
17) Um terreno retangular mede 20m x 30m. Deseja-se a0 b1 c -3,5 d -1/6 e -2
aumentar a largura e o seu comprimento com uma
medida de mesmo tamanho, de forma que a área do
terreno seja 50% maior. Qual deve ser esse aumento 8) (MS Concursos) Para que a equação mx² + 3x + 4m
nas medidas do terreno? = 0 possua duas raízes reais iguais, o(s) valor(es) que
m deve(m) assumir é:
a m =±1 b m = ± 0,75 c m =± 4/3 dm=0
Equações de segundo Grau – Questões de Concurso

1) (UNISUL) Sejam r e s as raízes da equação x² - 9x +


13 = 0, assinale a alternativa que corresponde ao valor 9) (CESGRANRIO) A maior raiz da equação x² - 7x - 8
numérico da expressão (r + s)² + 4rs. = 0 é também raiz da equação x² - kx + 8 + 4k = 0,
a 131 b 129 c 130 d 133 e 132 onde k representa um número inteiro.
Qual é o valor de k?
a–6 b–3 c+6 d+9 e +18

2) (COPESE) Djair está casado há m anos. Se ele 10) (FCC) Suponha que o custo, em reais, de produção
permanecer casado por mais 30 anos, ele irá estar de x unidades de certo artigo seja calculado pela
casado por m² anos. Pode-se afirmar que Djair já está expressão C(x) = – x² + 24x + 2. Se cada artigo for
casado há: vendido por R$ 4,00, quantas unidades deverão ser
a 3 anos b 4 anos c 5 anos d 6 anos e 7 anos vendidas para que se obtenha um lucro de R$ 19,00?
a 18 b 21 c 25 d 28 e 30

60
1) Localize os seguintes pontos no plano cartesiano
abaixo.
11) (FUNCAB) Considere m e n as raízes da equação A = (1, 3); B = (5, -2); C = (0, 4); D = (-3, 2); E = (3,
x² -18x + 10 = 0, o valor de m² + n² é: 0);
a) 304. b) 324. c) 296. d) 390. e) 398. F = (-1, -1); G = (-3, 3); H = (4, -4); O = (0, 0)

12) (NC-UFPR) Uma das raízes de uma equação do


segundo grau é 3. A outra raiz tem um valor inteiro
diferente de 3 e também é positiva. Essa equação é:
a) x² + 2x - 15 = 0.
b) x² - 3x + 12 = 0.
c) x² - 8x + 15 = 0.
d) x² - 5x + 9 = 0.
e) x² + 2x - 12 = 0.

13) (SIGMA) Dada a equação x² – 12x + (k – 2) = 0, o


valor de k para que a diferença das raízes seja 0, é:
a) 38. b) 36. c) 12. d) 8.

14) (CONSULPLAN) As menores raízes das equações


2) Determine as coordenadas dos seguintes pontos:
x² – 5x + p = 0 e x² + 3x + q = 0 são, respectivamente,
iguais a – 1 e – 2. A razão entre os valores p e q é igual
a
a) – 2. b) – 3. c) 2. d) 3.

15) (UNIRIO) A soma das raízes da equação do 2º grau


(k + 1)x² - 7kx + 35 = 0 é igual a 6. A menor raiz desta
equação é
a) 1. b) 2. c) 3. d) 4. e) 5.

16) (PM-MS) É dada a equação quadrática definida por


2x² + bx = 119 e sabendo que uma da suas raízes x1=7,
pede-se o valor da outra raiz x2 e o valor de b. Os
valores pedidos são, respectivamente:
a) x2=17/2; b=31 b)x2=17;b=-31/2 c)x2=17;b=-3
d) x2=-17/2;b=-3 e) x2=-17/2;b=3

Gabarito: 1D; 2D; 3B; 4C; 5A; 6D; 7C; 8B; 9E; 10B; 3) Relacione os valores da tabela abaixo com pontos do
11A; 12C; 13A; 14B; 15A; 16E plano cartesiano.
x y
-3 0
Plano Cartesiano e Funções Afins 5 4
0 2
-1 -5
- Plano Cartesiano
-5 1
2 2
61
4) (FGV) O gráfico da função y = f (x) é uma reta.
Sabe-se que f (-3) = 5 e que f (12) = 10.
4) (MSG) Em relação às coordenadas dos pontos no O valor de f (2016) é
plano cartesiano acima, é correto afirmar que: a) 656. b) 664. c) 670. d) 678. e) 682.

5) (IOBV) Uma fábrica produz certo produto à um


custo de R$ 300,00 por unidade produzida, além de R$
32.000,00 de custo fixo. Estes produtos depois de
prontos são comercializados por R$ 550,00 por
unidade. A alternativa que corresponde a função que
representa o lucro líquido da empresa, é:
a) L(x) = 250x b) L(x) = 250x − 32000
a) A (4, -4) b) B (2, -2) c) C (-4, -3) d) D c) L(x) = 250x + 32000 d) L(x) = 850x + 32000
(4, –2)

6) (FUNRIO) A altura h de uma vela , em cm, t


5) (IBFC) As coordenadas dos vértices de um triângulo minutos após ser acesa é dada pela seguinte função: h(t)
ABC, cuja reflexão pelo eixo das ordenadas é o = - (1/6) t + 20
triângulo DEF de vértices D (-2,4), E (3,5) e F (2,-1), é:
a) A (-2, -4) , B (3, -5) e C (2,1) Admita que após permanecer acesa durante t minutos, a
b) A (2, -4) , B (-3, -5) e C (-2,1) vela atinja uma altura de 14cm.
c) A (-2, -4) , B (-3, 5) e C (-2,-1) A soma dos algarismos do número t é igual a:
d) A (2, 4) , B (-3, 5) e C (-2,-1) a) 5 b) 7 c) 9 d) 11 e) 14
-Funções Afins 7) (GESTAO Conc.) Suponha que a bateria do celular
1) (CS-UFG) As grandezas x e y estão relacionadas de de Paula descarregue conforme uma função de 1º grau.
acordo com a seguinte expressão: xy+ y=100. Sabendo- Sabe-se que no instante zero, quando Paula retirou o
se que x e y não são negativos, ao expressar y em aparelho do carregador, a bateria estava completamente
função de x obtém-se: carregada, 100%, e que, 2 horas, seu celular passou a
a) 100/ x indicar 74% de bateria.
b) (100−x )/x Dessa forma, qual será o percentual da bateria do
c) (100+x)/ x celular de Paula, após 6 h, a partir do momento em que
d) 100/(x+1) ela retirou o celular do carregador?
a) 22%. b) 35%. c) 48%. d) 61%.
2) (CS-UFG) Um fabricante de suco anuncia que seu
produto é 100% natural. Os únicos ingredientes, em 8) (ESAF) Sejam f(x) = ax + 7 e g(x) = 3x + 6 funções
ordem da quantidade de maior para a menor, são caldos do primeiro grau. O valor de "a" que faz com que f(2)
de laranja, beterraba, caju e maracujá. Na receita deste seja igual a g(3) é igual a
suco, a quantidade de caldo de laranja é o dobro da a) 6. b) 3. c) 5. d) 4. e) 7.
quantidade de caldo de beterraba, e assim
sucessivamente, uma quantidade é o dobro da 9) (OBJETIVA) Uma empresa que faz provas para
quantidade seguinte. Em uma embalagem de 300 mL concursos públicos precisa de um número mínimo de
deste suco, quantos mL são de caldo de maracujá? funcionários para atender todos os clientes. A equação
a) 20 b) 40 c) 80 d) 160 abaixo representa o número de funcionários que a
empresa possui após “x” dias de entrevistas. Com base
3) O gráfico da função f(x) = 3x – 9 encontra o eixo das nessas informações, analisar os itens que seguem:
abscissas (horizontal) quando x é igual a y = 2x + 26
a) -1. b) 1. c) 6. d) -3. e) 3.

62
I - O número mínimo de funcionários que essa empresa um passeio, a soma dos algarismos do número que
pode ter é 28. representa a quantidade de pessoas desse grupo é igual
II - Em 3 dias de entrevistas a empresa terá 34 a:
funcionários. a) 10 b) 11 c) 12 d) 13 e) 14

a) Os itens I e II estão corretos. 14) (FAPERP) O salário de um vendedor de uma loja


b) Somente o item I está correto. de produtos eletroeletrônicos é dado por S(x) = 450 +
c) Somente o item II está correto. 0,03x ,em que x é total de vendas, em reais, durante um
d) Os itens I e II estão incorretos. mês. O salário desse vendedor será de R$ 2.550,00 se,
ao longo de um mês, ele vender exatamente:
a) R$ 57.500,00. b) R$ 59.000,00. c) R$
10) (IBFC) O gráfico da função f(x) = -3x + b 68.000,00.
intercepta o eixo das abscissas (eixo x) no ponto A(- d) R$ 70.000,00.
2,0). Nessas condições o valor de b é:
a) 1,5 b) – 1,5 c) 6 d) 2/3 e) – 6
15) (CONSULPLAN) Analise a seguinte equação de 1º
grau: y = 4x – 1. Assinale a alternativa referente ao par
11) (UNIOESTE) Uma empresa que produz canetas de pontos em que passa a equação anterior
calcula o custo de produção pela fórmula C=0,35x , a) (0, 0). b) (1, 4). c) (2, 7) d) (3, 9)
onde x é a quantidade de canetas e C o custo total para
a produção de x canetas. Com base nestas informações
é correto afirmar que para produzir 340 canetas o custo 16) (CS-UFG) Uma fábrica produz blusas com um
total é custo unitário de R$ 20,00 e tem outras despesas
a) R$ 102,00. b) R$ 119,00. c) R$ 127,00. mensais fixas de R$ 4.000,00. Sabendo-se que as blusas
d) R$ 142,00. e) R$ 170,00. são vendidas por R$ 30,00, quantas blusas a fábrica
deve produzir em um mês, para que o seu lucro seja de
R$ 6.000,00?
12) (CONPASS) Na figura estão representadas a) 200 b) 400 c) 600 d) 800 e) 1000
graficamente as funções f e g
17) (FUNCAB) Sendo f(x) = - 3.x + 24 e g(x) = 3. x
duas funções do 1º grau com domínio e imagem real, o
valor da área do triângulo formado por f(x), g(x) e o
eixo x, no plano cartesiano, é:
a) 48 b) 44 c) 40 d) 32 e) 24

18) (CONSULPLAN) Seja o gráfico de uma função do


1º grau.

Qual das proposições abaixo é verdadeira?


a) f(-2) - g(-2)= 1 b) f(3) . g( 3)= 4
c) f(0) . g(0) = 1 d) f(0) + g(0) = 0
e) Nenhuma das anteriores

13) (CEPERJ) Uma agência de turismo usa a fórmula


Qual dos pontos a seguir pertence ao gráfico dessa
para determinar o custo C, em reais, de função?
um passeio para grupos com x pessoas. Se um a) (–2, 0). b) (0, 4). c) (2, 10). d) (3, 11).
determinado grupo pagou um total de R$ 1.805,00 por

63
a) I b) II c) III d) IV e) V
19) (CESGRANRIO) A reta representada no gráfico
mostra o crescimento da densidade demográfica do 23) (FGV) Um professor levou alunos para visitar uma
Estado do Rio de Janeiro durante o período de 2000 a fábrica de amônia. Nessa fábrica, a temperatura é
2010, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de indicada por duas escalas: “C” e “D”. A
Geografia e Estatística). correspondência entre C e D é representada no gráfico
seguinte.

Pelas informações apresentadas nesse gráfico, a


densidade demográfica, em habitantes por quilômetro
quadrado, em 2008, era de
a) 364,87 b) 357,79 c) 346,63 d) 335,47 e) Se C = 62, o valor correspondente de D é:
329,34 a) 135. b) 130. c) 157. d) 141. e) 149.

20) (CESPE) O preço de uma corrida de táxi 24) (CEPERJ) Os pontos A = (1, 2), B = (5, 7) e C =
convencional é calculado somando o valor da (11, y) são colineares. O valor de y é:
bandeirada (inicial e fixo) com o valor da distância
percorrida. Essa relação pode ser representada, em um a) 12,5 b) 13 c) 13,5 d) 14 e) 14,5
sistema de coordenadas cartesianas ortogonais xOy, por
uma função da forma y = f(x) , em que y é o preço
cobrado pela corrida de x quilômetros. Considerando 25) (CESGRANRIO) O gráfico abaixo apresenta a
que o valor da bandeirada seja de R$ 5,00 e R$ 0,50 por capacidade de processamento de oleaginosas de uma
quilômetro percorrido, julgue o próximo item. máquina extratora de óleos vegetais, em função do
tempo t.
Se uma corrida de táxi custou R$ 55,00, então a
distância percorrida foi superior a 90 km.
Certo Errado

21) (ESAF) Sejam f(x) = ax + 7 e g(x) = 3x + 6 funções


do primeiro grau. O valor de "a" que faz com que f(2)
seja igual a g(3) é igual a
a) 6. b) 3. c) 5. d) 4. e) 7.
Em quanto tempo essa máquina processa 800 kg de
22) (ESAF) Suponha que a seguinte relação aritmética oleaginosas?
foi obtida entre duas variáveis X e Y quaisquer: Y = 3X
+ 4. Com base nas cinco ilustrações abaixo, assinale a a) 6 horas e 20 minutos
opção que melhor corresponde à equação apresentada b) 6 horas e 30 minutos
acima. c) 6 horas e 40 minutos
d) 7 horas e 20 minutos
e) 7 horas e 40 minutos

26) (CESGRANRIO) A função geradora do gráfico


abaixo é do tipo y = mx + n

64
2) O valor absoluto da velocidade com que o nadador
de resgate atinge a água é superior a 19 m/s.

( ) Certo ( ) Errado

3) O gráfico abaixo descreve, corretamente, a altura do


helicóptero em cada instante t e o tempo em que o
nadador esteve em queda livre.

Então, o valor de m³ + n é

a) 2 b) 3 c) 5 d) 8 e) 13

Gabarito: 1D; 2A; 3E; 4D; 5B; 6C; 7A; 8D; 9D; 10E;
11B; 12B; 13C; 14D; 15C; 16E; 17A; 18D; 19B; ( ) Certo ( ) Errado
20Errado; 21D; 22E; 23D; 24E; 25C; 26B
4) A distância que o nadador percorrerá em queda livre
nos primeiros 1,3 s após o salto é superior a 10 m.
Funções Quadráticas
( ) Certo ( ) Errado
1) (UFMT – TJ-MT) A figura abaixo representa o
esboço do gráfico da função y = ax2 + bx + c, em que
a,b e c são números reais e a ≠ 0 5) (FUNCAB) Dada a função quadrática f(x) = -2.x² +
4.x -9, as coordenadas do vértice do gráfico da parábola
definida por f(x), é:

a) V = (-7; 1) b) V = (1; -7) c) V = (0; 1) d) V = (-


7; 0)
e) V = (0; 0)

6) (CESPE – PRF)
A partir dessas informações, é correto afirmar que

a) b2 – 4ac < 0 b) 2a = 2b c) ab = c
d) ( a+ b + c)² = 4

(CESPE) Nas operações de salvamento de vítimas de


afogamento, nadadores de resgate necessitam saltar de
um helicóptero diretamente na água. Em uma operação
de salvamento, t segundos após o salto, h(t) = 20 - 5t²,
em metros, descreve a altura em que se encontra o
nadador de resgate acima da água no instante t; v(t) =
10t, em metros por segundo, descreve a velocidade do
nadador em queda livre no instante t.

No que se refere a essa situação hipotética, julgue os


itens a seguir.

65
O nível de concentração mais alto de álcool na corrente
sanguínea da referida pessoa ocorreu em t = t1 com t1 >
18 horas. 10) (EsPECEx) Uma indústria produz mensalmente x
lotes de um produto. O valor mensal resultante da
( ) Certo ( ) Errado venda deste produto é V(x) = 3x² − 12x e o custo
mensal da produção é dado por C(x) = 5x² − 40 x − 40.
7) (CESPE) Acerca da função f(x) = ax² + bx + c em Sabendo que o lucro é obtido pela diferença entre o
que a variável x e as constantes a, b e c são números valor resultante das vendas e o custo da produção, então
reais, julgue os itens a seguir. o número de lotes mensais que essa indústria deve
vender para obter lucro máximo é igual a
Se os pontos P(0,2) Q(1,5) e R(-1,1) estiverem sobre o
gráfico da função f(x), então o ponto T (-2,2) também a) 4 lotes. b) 5 lotes. c) 6 lotes. d) 7 lotes. e) 8
estará sobre o gráfico de f(x). lotes.

e) Errado c) Certo 11) (IFMG) O gerente de um estabelecimento


comercial observou que o lucro (L) de sua loja
8) (CESPE – TCE – RS) Para climatizar vários dependia da quantidade de clientes (C) que frequentava
ambientes de um órgão público, o gestor mandou o mesmo diariamente . Um matemático analisando a
instalar um condicionador central de ar. Quando o situação estabeleceu a seguinte função:
condicionador é ligado, a temperatura média dos
ambientes baixa progressivamente à taxa de 1 ºC a cada L ( c ) = - c² + 60 c - 500
8 min até atingir a temperatura desejada. Se o
condicionador for mantido desligado, a temperatura Qual seria o número de clientes necessário para que o
média interna nesses ambientes, das 6 horas da manhã gerente obtivesse o lucro máximo em seu
às 22 horas, é expressa, em ºC, por T( t) = 1/64 ( -5t² + estabelecimento?
140t + 940 ),6 ≥ t ≥22, em que t é o tempo, em horas.
a) 28 b) 29 c) 30 d) 32 e) 34
Com base nessas informações, julgue os próximos
itens, acerca da temperatura nesses ambientes. 12) (EsPECEx)Dada a função f:ℜ → ℜ , tal que f(x) =
x² − 7x + 10, a única afirmação verdadeira a respeito de
Se o condicionador permanecer desligado, a f(x) é
temperatura média nos ambientes será superior a 30 oC
antes das 14 horas. a) f(−2) = −28.
b) a menor ordenada que f atinge é 2,25.
( ) Certo ( ) Errado c) a função se anula para x = −2 ou para x = −5.
d) para x > 5, enquanto x cresce, f(x) também cresce.
9) (FUMARC) O Sr. João é um economista aposentado e) dobrando x, f(x) também dobra.
que resolveu melhorar sua qualidade de vida
comprando uma pousada com 40 suítes em uma bela 13) (FCC) Suponha que a sala de audiência de uma
região praiana. Com base em dados do proprietário Vara Trabalhista será reformada e ficará com a forma
anterior, ele deduziu duas funções para gerenciar seu de um retângulo que tem 67,2 m de perímetro. Para que
negócio: a função do preço (p) por diária da suíte (x) e a área dessa sala seja máxima as suas dimensões
a da receita (R). As funções foram definidas, deverão ser:
respectivamente, por: p(x)= -5x+350 e R(x)=-
5x²+350x. a) 37,2 m × 39,0 m. b) 33,6 m × 33,6 m.
Considerando essas funções, o preço que o Sr. João c) 21,4 m × 12,2 m. d) 16,8 m × 16,8 m.
deve cobrar para maximizar a receita é e) 15,6 m × 18,0 m.

a) R$ 150,00 b) R$ 175,00 c) R$ 190,00 14) (CESGRANRIO) Deseja-se cercar uma região


d) R$ 225,00 retangular de um terreno. Com o mesmo material da

66
cerca, deseja-se, ainda, conduzir uma cerca interna vendas. Qual valor de venda, em reais, permite que a
paralelamente a um dos lados, de modo a dividir a área receita seja máxima?
cercada em duas, conforme indicado na figura abaixo.
Se há material disponível para construir 600 m de a) 230,00 b) 240,00 c) 250,00 d) 270,00 e)
cerca, qual é, em m2, a maior área total possível da 280,00
região cercada?
19) (CESPE) Considerando os retângulos de perímetros
iguais a 20 cm, suas áreas são expressas por A = x(10 –
x) em que x (em cm) é o comprimento de um dos lados
do retângulo. Nessas condições, é correto afirmar que,
a) 12.000 b) 14.400 c) 15.000 d) 22.500 e)
entre todos esses retângulos de perímetros iguais a 20
36.000
cm, aquele que possui a maior área é o que tem a forma
de um quadrado.
15) (FCC) Um goleiro cobrou o tiro de meta e a bola
descreveu uma trajetória dada pela h(t) = 4t – t², sendo
( ) Certo ( ) Errado
h a altura, em metros e t o tempo, em segundos. A
altura máxima que a bola atingiu foi de
Gabarito: 1D; 2Certo; 3Errado; 4Errado; 5B; 6Errado;
7Certo; 8Errado; 9B; 10D; 11C; 12D; 13D; 14C; 15B;
a) 2 m. b) 4 m. c) 6 m. d) 8 m. e) 10
16D; 17ª; 18Certo
m.

16) (CESGRANRIO) Deseja-se fazer uma peça


retangular com um fio flexível de 40 cm. Dentre o
conjunto possível de soluções, aquela de maior área, Funções quadráticas – Concursos militares
corresponde, em cm², a
1) (PM – MS 2013) Observe a figura a seguir.
a) 20 b) 40 c) 50 d) 100 e) 200

17) (FCC) O gráfico a seguir representa a função f, de


domínio real, dada pela lei f(x) = ax² + bx + c.

No retângulo de dimensões a x b foram delimitadas


duas regiões ciaras: uma, quadrada de lados iguais a x
(0 < x < a), e outra, retangular, de dimensões iguais a a
Sabendo que a, b e c são constantes, é correto concluir - x e b - x.
que Entendendo x como uma medida variável no intervalo
indicado acima, é possível determinar a área da região
a) a < 0, b < 0 e c < 0 escura da figura como uma função S(x).
b) a < 0, b < 0 e c > 0 Sendo assim, considere as seguintes proposições:
c) a < 0, b > 0 e c < 0
d) a < 0, b > 0 e c > 0 I - S(x) = (a + b)x - 2x²
e) a > 0, b < 0 e c < 0 II - S(x) atinge seu valor mínimo para x = (a + b)/4.
III - O mínimo valor da função S(x) é (a + b)²/8
18) (CESGRANRIO – PETROBRAS) Uma loja de IV - Para x = b - a, o valor da função S(x) é igual a 4ab
eletrodomésticos possui 1.600 unidades de - 3a² - b²
liquidificadores em estoque. Uma recente pesquisa de
mercado apontou que seriam vendidas 800 unidades a Das proposições acima:
um preço de R$300,00, e que cada diminuição de R$ a) todas são verdadeiras.
5,00, no valor do produto, resultaria em 20 novas b) exatamente três são verdadeiras.

67
c) exatamente duas são verdadeiras. 5) (CBM – PA) O preço de certa casa é dado pela
d) exatamente uma é verdadeira. função: f(x) = –x² + 360x + c, onde x é tempo, em
e) nenhuma é verdadeira. meses, desde que a casa foi construída, e c o preço
inicial da casa. O tempo necessário para que a casa
chegue no seu valor máximo é:
2) (PM – PE) O ponto de interseção das curvas de a) 15 anos.
oferta O e demanda D é chamado de “ponto de b) 18 anos.
equilíbrio de mercado”. A abscissa desse ponto (preço c) 9 anos e 8 meses.
de equilíbrio) é o preço de mercado para o qual a oferta d) 12 anos e 4 meses.
é igual à demanda, ou seja, o preço para o qual não há e) 16 anos e 9 meses.
escassez nem excesso do produto. Na figura abaixo,
temos o esboço dos gráficos da função oferta O(x) = x²
+ x – 460 e da função demanda D(x) = 500 – x de certo 6) (PM – PR) Um retângulo no plano cartesiano possui
produto, onde P é o ponto de equilíbrio. dois vértices sobre o eixo das abscissas e outros dois
vértices sobre a parábola de equação y = 4 – x² , com y
> 0. Qual é o perímetro máximo desse retângulo?

Qual é a demanda desse produto no mercado, quando


ele estiver sendo oferecido pelo preço de equilíbrio? a) 4. b) 8. c) 10. d) 12. e) 17.
a) 260 unidades b) 310 unidades
c) 382 unidades d) 470 unidades
e) 410 unidades 7) (PM – SP) A função f: R -> R, dada por f(x) = ax² –
16x + c, tem um valor máximo e admite duas raízes
3) (CBM – PA) O lucro de certa empresa, em reais, é reais e iguais. Nessas condições, e sabendo-se que c =
dado pela função f(x) = –5x² + 600x + 5.000, onde x é a, é correto afirmar que o par ordenado que representa o
o número de meses de existência da empresa. Sabendo vértice dessa parábola é
que a empresa fechou após 20 meses de quando teve a) (–2,0). b) (–1,0). c) (1,0). d) (2,0).
seu maior lucro, então o lucro que essa empresa obteve e) (3,0).
no seu último mês de existência foi:
a) R$ 5.000,00. b) R$ 12.000,00.
c) R$ 17.000,00. d) R$ 21.000,00. Gabarito: 1C; 2D; 3D; 4A; 5A; 6C; 7B
e) R$ 23.000,00.
Inequações de 1º grau

4) (CBM – PA) Uma fábrica produz diariamente 1) Resolva as seguintes Inequações


cafeteiras elétricas e o custo unitário, em reais, é dado
em função da quantidade produzida, vez que despesas a) 2x + 1< x + 6
administrativas e de consumo são nela rateadas. Assim, b) 2 - 3x > x + 14
sendo o custo unitário é representado pela função f(x) = c) 2(x + 3) > 3 (1 - x)
x² – 40x + 800. O número de unidades que devem ser d) 3(1 - 2x) < 2(x + 1) + x - 7
produzidas por dia para que o custo unitário seja e) x/3 - (x+1)/2 < (1 - x) / 4
mínimo é: f) (x + 3) > (-x-1)
a) 20. b) 30. c) 40. d) 60. e) 80. g) [1 - 2*(x-1)] < 2
h) 6x + 3 < 3x + 18
68
i) 8(x + 3) > 12 (1 - x) R$11,00, quantos cadernos deverão ser produzidos para
j) (x + 10) > ( -x +6) que o valor arrecadado supere os gastos?
a) 50 cadernos
2) Resolva, de acordo com os números Reais, a b) 70 cadernos
inequação quociente dada por c) 90 cadernos
d) A arrecadação nunca será superior
e) Os gastos nunca serão superiores

5) (PUC-RIO 2008) A soma dos números inteiros x que


satisfazem 2x + 1 ≤ x +3 ≤ 4x é:
3) A inequação a seguir envolve produto e quociente
entre termos:
A) 0 . B) 1 . C) 2 . D) 3 . E) -2 .

6) (UFJF) Os valores de x que satisfazem a inequação


(x - 3)*(x + 1) ≥ 0 pertencem a:

Demonstre o quadro de sinais e os possíveis valores de a) (-∞, -1) U [3, ∞)


x. b) (-1, 2] U (3, ∞)
c) [1, 3]
4) Resolva a inequação do 2° grau (3x – 1)(x + 1) ≥ 0 d) [- 3, 2)
e) [-3, - 2] U (2, ∞)
Inequações de 1º Grau – Questões de concurso
7) (UFRGS) Tem-se (x+2) . (x - 1) < 0 se e somente se:
1) (CESGRANRIO) Qual é o menor valor inteiro que
satisfaz a desigualdade apresentada a seguir? A) x < 1 b) x > - 2 C) - 2 < x < 0
D) x 2 e x = 1 E) - 2 < x < 1
9x + 2(3x - 4) > 11x - 14
8) (FGV) O número de soluções inteiras da inequação
a) -2 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2 3  x  2  4 é:

2) Pensando em comprar um brinquedo, Pedrinho A) 6 B) 7 C) 8 D) 9 E) 0


resolveu guardar em um cofre apenas moedas de 50 e
25 centavos. Hoje, Pedrinho abriu o cofre e encontrou 9) Determine o menor número inteiro que verifica a
inequação: 3  4 x  2  2 5 x  3  5  x 1
um total de 100 moedas.Dado que a quantia existente
no cofre é maior que R$ 33,00 e menor que R$ 35,00;
pode-se afirmar que a quantidade x de moedas de 50
centavos é: a) -3 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2

a) 25 < x < 28 b) 28 < x < 30 c) 45 < x < 50 10) (CESGRANRIO) Qual é o menor valor inteiro que
d) 32 < x < 40 e) 40 < x < 45 satisfaz a desigualdade apresentada a seguir?

3) (FGV) O conjunto de todas as soluções reais da 9x + 2(3x - 4) > 11x - 14


inequação 2x + 1 < 3x + 2 é
a) -2 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2
a) ]-∞, -1[ b) ]- ∞, 1[ c) ]-1, +∞[
d) ]1, +∞[ e ) ]-1, 1[
11) (CBM-RJ) A solução de 4 - 3x > -2 é:
4) Uma empresa que trabalha com cadernos tem gastos
fixos de R$400,00 mais o custo de R$3,00 por caderno a) x < 2 b) x < 1 c) x < 6 d) x > 2 e) x > 6
produzido. Sabendo que cada unidade será vendida a

69
12) (PM Pará 2012). Baseado na figura abaixo, o menor alcoólica a partir de t = t0 (N(t0) = 0), partindo de um
valor inteiro par que o número x pode assumir para que estado de sobriedade, e que tenha parado de ingerir
o perímetro dessa figura seja maior que 80 unidTades bebida alcoólica em t = t1, voltando a ficar sóbria em t
de comprimento é: = t2. Considere, por fim, a figura acima, que apresenta
o gráfico da função N(t) para t є [t0, t2]. Com base
nessas informações e tomando 24,3 como valor
aproximado de √589, julgue o item a.

a) 6 b) 8 c) 10 d) 12 e) 14

Gabarito:
1B; 2D; 3C; 4A; 5D; 6A; 7E; 8B; 9B; 10B; 11A; 12B.
a) O nível de concentração de álcool na corrente
sanguínea da pessoa em questão foi superior a 1
Inequações de 2ºgrau
g/L por pelo menos 23 horas.
Certo Errado
Exercícios

1. Determine o conjunto solução das seguintes


inequações:
2) (PM Ceará 2012). O batalhão de polícia militar de
a) x² - 5x + 6 > 0
uma cidade constituída dos bairros B1, B2 e B3 será
b) x² + x – 12 ≤ 0
dividido em três pelotões distintos de modo que cada
c) –x² + 6x – 8 > 0
um fique responsável pelo policiamento ostensivo de
d) x² - 6x + 9 > 0
um desses bairros. As populações dos bairros B1, B2 e
B3 são, respectivamente, iguais a 60.000, 66.000 e
2. Resolva as inequações-produto:
74.000 pessoas; o batalhão possui um efetivo de 4.000
a) (-2x² + 3x +2).(x – 4) ≥ 0
militares dos quais 300 trabalham exclusivamente em
b) (x² + 4x – 5).(2x – 6) ≥ 0
uma central única de comunicação e inteligência, não
c) (x² - x – 2).(-x² + 2x + 3) ≤ 0
caracterizando atividade policial ostensiva; e todos os
d) (x² - 7x + 10).(x² - 3x) ≤ 0
militares do batalhão residem na cidade. Com base
nessa situação hipotética, julgue a afirmação a seguir:
3) Resolva as seguintes inequações quociente:
Se as quantidades de policiais do sexo feminino em
a) (x² - 8x + 12) / x² - 4x - 5 > 0
cada um dos três pelotões são números que satisfazem à
b) (6x² + x – 1) / (-2x² + 10x) ≥ 0
inequação x² – 520x + 64.000 < 0, então, no batalhão,
c) (x² - 7x + 10) (x² - 5x + 6) / (x² + 2x) ≤ 0
há mais de 600 policiais do sexo feminino.
( ) Certo ( ) Errado
4) Resolva a seguinte inequação:
x 2  5x  6 x 2  4 3) (BB 2010 – Cesgranrio). A proposição funcional

x 1 x 5 “Para todo e qualquer valor de n, tem-se 6n < n² + 8 ”
será verdadeira, se n for um número real
Inequações de 2º Grau – Questões de concurso (A) menor que 8. (B) menor que 4.
(C) menor que 2. (D) maior que 2.
1) (PRF 2013 – Cespe). Considere que o nível de (E) maior que 3.
concentração de álcool na corrente sanguínea, em g/L,
de uma pessoa, em função do tempo t, em horas, seja
expresso por N = – 0,008(t² – 35t + 34). Considere, 4) (RFB 2009 – Esaf). Considere as inequações dadas
ainda, que essa pessoa tenha começado a ingerir bebida por:

70
f(x) = x² – 2x + 1 ≤ 0 A empresa terá prejuízo se produzir mais que 6.000
g(x) = -2x² + 3x + 2 ≥ 0 unidades do produto por mês
Sabendo-se que A é o conjunto solução de f(x) e B o ( ) Certo ( ) Errado
conjunto solução de g(x), então o conjunto Y = A ∩ B é
igual a:
a) Y = { x ∈ R | -1/2 < x ≤ 2 } Gabarito: 1Certo; 2Certo; 3C; 4B; 5D; 6Errado; 7B;
b) Y = { x ∈ R | -1/2 ≤ x ≤ 2 } 8A; 9E; 10Certo
c) Y = { x ∈ R | x = 1 }
d) Y = { x ∈ R | x ≥ 0 } Progressão Aritmética (PA)
e) Y = { x ∈ R | x ≤ 0 }
1) (TJ – RS) Para que a sequência (4x-1 , x2 -1, x - 4)
5) (IBMEC-SP 2004) O número de soluções inteiras da forme uma progressão aritmética, x pode assumir,
inequação (x² – 25)(x² – 81)(1 – x²) > 0 é igual a: dentre as possibilidades abaixo, o valor de
a.2 b.3 c.5 d.7 e.11 a) -0,5. b) 1,5. c) 2. d) 4. e) 6.

6) (CESPE) Uma seção de uma empresa possui n 2) (FGV) Juliana leu 10 livros um após o outro, sem
empregados, em que n é um número inteiro positivo e – intervalos entre eles. Ela leu o primeiro livro em 2 dias,
n² + 14 n – 45 ≥ 0. Nessa situação, conclui-se que, na o segundo em 3 dias, o terceiro em 4 dias, e assim,
referida seção, trabalham mais de 6 empregados. sucessivamente, até o décimo livro. Ela terminou de ler
( ) Certo ( ) Errado o primeiro livro em um domingo, e o segundo livro, em
uma quarta-feira.
Juliana terminou de ler o décimo livro em um(a):
7) (UERN) Sobre a inequação-produto (-4x² + 2x – a) domingo;
1)(x² – 6x + 8) ≥ 0, em IR, é correto afirmar que: b) segunda-feira;
a. não existe solução em IR. c) terça-feira;
b. o conjunto solução admite infinitas soluções em IR. d) quarta-feira;
c. o conjunto solução é S = {x Z | 2 ≤ x ≤ 4}. e) sábado.
d. o conjunto solução é S = {x Z | x ≤ 2 ou x ≤ 4}.
3) (FCC) Em um experimento, uma planta recebe a
8) (UNISUL) Seja n o maior número inteiro que cada dia 5 gotas a mais de água do que havia recebido
satisfaz a inequação –x² + 8x - 7 > 0. Considere ainda o no dia anterior. Se no 65° dia ela recebeu 374 gotas de
seguinte problema: Vilma é representante comercial e água, no 1° dia do experimento ela recebeu
possui um ganho mensal fixo no valor de R$ 930,00, a) 64 gotas. b) 49 gotas. c) 59 gotas. d) 44 gotas.
acrescidos de n% sobre o valor total de suas vendas. e) 54 gotas.
Determine o salário de Vilma, em um mês que suas
vendas renderam um total de R$ 40. 000,00. 4) (IBFC) Considere a seguinte progressão aritmética:
a) R$ 3.330,00 b) R$ 2.950,00 c) R$ 3.540,00 (23, 29, 35, 41, 47, 53, ...)
d) R$ 4.150,00 e) R$ 3.650,00 Desse modo, o 83.º termo dessa sequência é:
a) 137 b) 455 c) 500 d) 515 e) 680
9) Os valores de x que satisfazem a inequação (x² + 2x
-15)/ (x + 2) < 0 pertencem a: 5) Maria criou uma conta no Instagram. No mesmo dia,
a) (-∞, - 5] ∪ [ -2,3] b) (-∞,- 5] ∪ ( -2,3] quatro pessoas começaram a segui-la. Após 1 dia, ela já
c) (-∞,- 5] ∪ ( -2,3) d) (-∞,- 5) ∪ [ 2,3] tinha 21 seguidores e após 2 dias, já eram 38
e) (-∞, 5) ∪ (-2, 3) seguidores. Maria percebeu que, a cada dia, ela
ganhava 17 seguidores. Mantendo-se essa tendência,
10) (CESPE) O custo para a produção mensal de x ela ultrapassará a barreira de 1.000 seguidores após:
milhares de unidades de certo produto é de x² + 2x a) 57 dias. b) 58 dias. c) 59 dias. d) 60 dias. e) 61
reais. O preço de venda de x milhares desse produto é dias.
de 4x + 24 reais. Nessas condições, julgue os itens a
seguir.

71
6) (FCC) Cláudio está fazendo um programa de
condicionamento físico de caminhadas diárias. A cada 13) (CESGRANRIO) Álvaro, Bento, Carlos e Danilo
dois dias ele deve aumentar em 200 m a distância trabalham em uma mesma empresa, e os valores de
percorrida na caminhada, sendo que no primeiro dia ele seus salários mensais formam, nessa ordem, uma
começa caminhando 500 m. Em tal programa, o progressão aritmética. Danilo ganha mensalmente R$
primeiro dia de caminhada em que Cláudio irá correr 1.200,00 a mais que Álvaro, enquanto Bento e Carlos
exatos 9,7 km será o recebem, juntos, R$ 3.400,00 por mês.
a) 49º. b) 97º. c) 93º. d) 91º. e) 47º. Qual é, em reais, o salário mensal de Carlos?
a) 1.500,00 b) 1.550,00 c) 1.700,00 d) 1.850,00
e) 1.900,00
7) (IBFC) A soma de todos os números da sequencia: 3,
7,11, 15, ..., 79 é igual a: 14) (VUNESP) Os valores das parcelas mensais
a) 820 b) 792 c) 828 d) 832 estabelecidas em contrato para pagamento do valor
total de compra de um imóvel constituem uma PA
8) (AMEOSC) A seguinte sequência é uma progressão crescente de 5 termos. Sabendo que a1 + a3 = 60 mil
aritmética de razão 3. Quantos termos tem essa P.A.? ( reais, e que a1 + a5 = 100 mil reais, pode-se afirmar
9, ..., 81) que o valor total de compra desse imóvel foi, em
a) 3 b) 9 c) 18 d) 25 milhares de reais, igual a
a) 200 b) 220. c) 230. d) 250. e) 280.

9) (FGV) Considere a sequência de números naturais 15) (CESGRANRIO) Progressões aritméticas são
que começa com 3, termina com 699 e a diferença entre sequências numéricas nas quais a diferença entre dois
cada termo, a partir do segundo e o anterior, é 6. termos consecutivos é constante.
O número de termos dessa sequência é A sequência (5, 8, 11, 14, 17, ..., 68, 71) é uma
a) 115. b) 116. c) 117. d) 118. e) 119. progressão aritmética finita que possui
a) 67 termos b) 33 termos c) 28 termos d) 23
10) (FUMARC) A produção mensal de uma indústria termos
cresceu em Progressão Aritmética no primeiro semestre e) 21 termos
do ano 2013 sendo que, em janeiro, foram produzidas
1.500 unidades. Se no mês de fevereiro a produção 16) (COPESE) Os cubos da sequência a seguir são
registrou o dobro da produção de janeiro, então é formados com palitos (um palito para cada aresta).
CORRETO afirmar que a quantidade de unidades
produzidas relativa ao mês de junho desse ano e nessa
indústria é igual a:
a) 7.500 b) 9.000 c) 12.500 d) 18.000

11) (IOBV) O oitavo termo de uma progressão O segundo termo desta sequência é composto por 2
aritmética com razão igual a 5, é 48. A alternativa que cubos, sendo formado pelo primeiro termo acrescido de
corresponde a soma do sexto termo ao décimo segundo mais palitos. O terceiro termo é composto por 3 cubos,
termo desta progressão aritmética, é: sendo formado pelo segundo termo acrescido de mais
a) 371 b) 404 c) 477 d) 505 palitos. Continuando a construção da sequência
apresentada, com mais 56 palitos, de forma que não
sobrem palitos, pode ser construído um termo completo
12) (FCC) Considere que os termos da sucessão com o total de
seguinte foram obtidos segundo determinado padrão. a) 6 cubos. b) 7 cubos. c) 10 cubos. d) 12 cubos.
(20, 21, 19, 22, 18, 23, 17, ...) e) 14 cubos
Se, de acordo com o padrão estabelecido, X e Y são o
décimo e o décimo terceiro termos dessa sucessão, 17) (CESGRANRIO) O movimento de passageiros nos
então a razão Y/X é igual a aeroportos brasileiros vem aumentando ano a ano. No
a) 44%. b) 48%. c) 56%. d) 58%. e) 64%. Rio de Janeiro, por exemplo, chegou a 14,9 milhões de
passageiros em 2009, 4,5 milhões a mais do que em
72
2004. Supondo-se que o aumento anual no número de
passageiros nos aeroportos cariocas, de 2004 a 2009,
tenha-se dado em progressão aritmética, qual foi, em
milhões de passageiros, o movimento nos aeroportos
cariocas registrado em 2007?
a) 14,4 b) 13,8 c) 13,1 d) 12,8 e) 12,1

18) (CESGRANRIO) A produção de álcool do Estado


de São Paulo vem aumentando ano a ano. Enquanto
que, em 2004, foram produzi- dos 7.734.000 m³ , a Admitindo que o número de homicídios para cada
produção de 2009 chegou a 16.635.000 m³. grupo de 100 mil habitantes registrado em cada uma
Considerando que o aumento anual, de 2004 a 2009, das 21 cidades brasileiras apresentadas na tabela, de
tenha sido linear, formando uma progressão aritmética, Fortaleza a Macapá, decresça, nessa ordem,
qual foi, em m³, a produção de 2005? obedecendo a uma progressão aritmética, qual o
a) 9.514.200 b) 9.612.400 c) 9.724.400 d) número de homicídios para cada grupo de 100 mil
9.796.200 habitantes registrado em Cuiabá?
e) 9.812.600 a) 53 b) 51 c) 57 d) 54

19) (FCC) Considere as progressões aritméticas: 21) (OBJETIVA) Determinar o valor de x, de modo
P: (237, 231, 225, 219, ...) e Q: (4, 9, 14, 19, ...). que os números (x + 2),(6x - 5),(3x - 4) estejam, nessa
O menor valor de n para o qual o elemento da ordem, em progressão aritmética:
sequência Q localizado na posição n é maior do que o a) 0 b) 1 c) 2 d) 3
elemento da sequência P também localizado na posição
n é igual a 22) (FGV) Na seção de atendimento ao público de certa
a) 22. b) 23. c) 24. d) 25. e) 26. secretaria municipal, os documentos de cada pessoa
atendida são colocados em uma pasta. A partir do
20) Das 50 cidades mais violentas do mundo, 21 são primeiro dia útil de 2015 as pastas foram numeradas, na
brasileiras. Na tabela a seguir, são apresentadas as ordem do atendimento, com os símbolos: P-01, P-02, P-
posições no ranking que ocupam essas cidades 03, etc. e essas pastas foram guardadas em caixas
brasileiras e, em duas delas, o número de homicídios numeradas com os símbolos C-01, C-02, C-03, etc.
para cada grupo de 100 mil habitantes (adaptados da Cada caixa contém 15 pastas, de forma que as pastas de
Revista Isto É, de fevereiro de 2016). P-01 a P-15 estão na caixa C-01, as pastas de P-16 a P-
30 estão na caixa C-02, e assim por diante.
A pasta P-1000 está na caixa:
a) C-65; b) C-66; c) C-67; d) C-68; e) C-
69.

23) (FGV) Na sequência abaixo, as diferenças entre


termos consecutivos repetem-se alternadamente:
1, 5, 8, 12, 15, 19, 22, 26, 29, 33, ...
O 100º elemento dessa sequência é:
a) 344; b) 346; c) 348; d) 351; e) 355.

24) (CONSULPLAN) A soma dos doze termos de uma


progressão aritmética é igual a 204. Considerando que a
razão r dessa progressão é 4, então é correto afirmar,
com relação ao sexto termo da progressão K, que
a) K ≤ 6. b) 6 < K ≤ 10. c) 10 < K ≤ 15. d) 15 < K ≤
20.

73
25) (FCC) (DESAFIO) Rafael quer criar uma senha de 4) (ESAF) O limite da série infinita S de razão 1/3, S =
acesso para um arquivo de dados. Ele decidiu que a 9 + 3 + 1 + 1/3 + 1/9 + ... é:
senha será um número de três algarismos, divisível por a) 13,444.... b) 13,5 c) 13,666.... d) 13,6
três, e com algarismo da centena igual a 5. Nessas e) 14
condições, o total de senhas diferentes que Rafael pode
criar é igual a 5) (FUMARC) Na sequência numérica (x, y, 6, 4) os
a) 33. b) 27. c) 34. d) 28. e) 41. três primeiros termos estão em Progressão Aritmética e
os três últimos termos estão em Progressão Geométrica.
26) (PM-MS) Em um mercado, empilham-se enlatados Nessas condições, é CORRETO afirmar que os valores
de um determinado produto em promoção, em filas de x e de y são, respectivamente, iguais a:
horizontais superpostas, conforme figura abaixo. a) 2 e 4 b) 9 e 10 c) 10 e 12 d) 12 e 9

6) (FAEPESUL) Considere que:


(x,7,x + 6) é uma PA e,
(y,16,x) é uma PG
Dessa forma, o número de filas necessárias para
Assinale a alternativa em que apresenta o valor de 2x -
empilhar os 231 enlatados é:
3y.
a) 18 b) 19 c) 20 d) 21 e) 22
a) 13 b) −277 c) 1 d) 254 e) −184

7) (FAUEL) Progressões geométricas são sequências de


Gabarito: 1B; 2A; 3E; 4D; 5C; 6C; 7A; 8D; 9C; 10B;
números nas quais o próximo número é obtido a partir
11A; 12C; 13E; 14D; 15D; 16C; 17C; 18A; 19B; 20B;
da multiplicação do número anterior por um número
21B; 22C; 23C; 24C; 25A; 26D
fixo, a razão. Sabendo que o terceiro número dessa
progressão é 15 e o quinto é 135, qual das alternativas
pode representar o segundo termo dessa razão?
a) -3 b) 5 c) -10 d) 15
Progressão Geométrica (PG)
8) (CBM – RN) Nos cinco primeiros dias de
1) (CONSULPLAN) Os termos de uma determinada
funcionamento de uma nova pizzaria a sequência
sequência foram sucessivamente obtidos seguindo um
numérica do número de pedidos de pizza diários por
determinado padrão:
telefone correspondeu a uma progressão geométrica
(5, 9, 17, 33, 65, 129...)
crescente de razão 2 e cuja soma dos termos é 93. Se a
O décimo segundo termo da sequência anterior é um
pizzaria funciona todos os dias da semana e foi
número
inaugurada numa quarta-feira, então quantos pedidos
a) menor que 8.000.
por telefone foram feitos no primeiro final de semana
b) maior que 10.000.
considerando sexta, sábado e domingo?
c) compreendido entre 8.100 e 9.000.
a) 72. b) 78. c) 84. d) 88.
d) compreendido entre 9.000 e 10.000.
9) (PM – BA) Uma empresa constatou, em outubro de
2) (CESGRANRIO) A soma dos n primeiros termos de
2009, um déficit em suas finanças, pois, para uma
uma progressão geométrica é dada por sn = 3n+4-81/
receita de R$160 000,00. teve uma despesa de R$200
2x3n
000,00. Tentando se recuperar dos prejuízos,
Quanto vale o quarto termo dessa progressão
estabeleceu metas na perspectiva de aumentar
geométrica?
mensalmente sua receita, segundo uma progressão
a) 1 b) 3 c) 27 d) 39 e) 40
geométrica de razão q= 5/4 , e aumentar a despesa
mensal segundo uma progressão aritmética de razão r =
3) (FCC) Na progressão geométrica 8/9;4/3;2;3;...,o
R$45 000,00.
primeiro termo que supera o número 11 é o termo que
Admitindo-se que as metas foram alcançadas, pode-se
se encontra na posição de número
afirmar que o primeiro mês em que a receita superou a
a) 7. b) 10. c) 11. d) 9. e) 8.
despesa foi

74
a) dezembro de 2009. b) janeiro de 2010.
c) fevereiro de 2010. d) março de 2010.
e) abril de 2010.

10) (CESPE – PM/ES) Considerando que 5 indivíduos


tenham idades, em anos, correspondentes aos números
inteiros positivos a1, a2, a3, a4 e a5, que os números
a1, a2 e a5 estejam, nessa ordem, em progressão a) 150 b) 120 c) 100 d) 90 e) 50
geométrica com soma igual a 26 e que os números a1,
a3 e a4 estejam, nessa ordem, em progressão aritmética
de razão 6 e soma igual a 24, julgue os itens a seguir.
2) (UDESC) Doze equipes participarão de um torneio
A soma a2 + a3 + a4 é igual a 28. internacional de vôlei; os participantes foram divididos
em dois grupos de seis equipes cada. A fase
( ) Certo ( ) Errado classificatória deste torneio prevê a realização de dois
turnos. No primeiro turno, cada equipe jogará contra os
11) (CESGRANRIO) Considere an e bn os termos adversários do seu próprio grupo e, no segundo, as
gerais de duas progressões geométricas, cujas razões equipes enfrentarão os times do outro grupo. Ao
são 4 e 1/2 , respectivamente. Tem-se, portanto, que cn término da fase de classificação, os dois primeiros
= an . bn é o termo geral de uma progressão geométrica colocados de cada grupo avançarão para a fase final,
cuja razão é igual a que será disputada em turno único, num só grupo, com
a) 8 b) 9/2 c) 2 d) ½ e) 1/8 cada classificado jogando contra todos os outros times.
O time que obtiver a primeira colocação na fase final
12) (CESGRANRIO) Considere a progressão será declarado campeão do torneio. De acordo com este
geométrica finita (a1 , a2 , a3 ,...,a11 , a12 ), na qual o regulamento, o total de jogos realizados durante o
primeiro termo vale metade da razão e a7 = 64 .a4 . torneio é igual a:
A) 102 B) 66 C) 77 D) 72 E) 108
O último termo dessa progressão é igual a
a) 212 b) 216 c) 222 d) 223 e) 234 (Resposta D)

3) (PM-MS) O reticulado a seguir representa as quadras


Gabarito: 1C; 2A; 3E; 4B; 5D; 6E; 7B; 8C; 9C; de parte de uma cidade, onde não há vias de mão única.
10Certo; 11c; 12D

Contagem e Análise Combinatória

1) (Fuvest 93) A figura a seguir representa parte do


mapa de uma cidade onde estão assinalados as casas de
João(A), de Maria(B), a escola(C) e um possível
caminho que João percorre para, passando pela casa de
Maria, chegar à escola. Qual o número total de
caminhos distintos que João poderá percorrer, Uma viatura de combate a incêndios deve deslocar-se
caminhando somente para o Norte ou Leste, para ir de rapidamente do ponto A, sua base, ao ponto B, local de
sua casa à escola, passando pela casa de Maria? uma ocorrência a ser atendida. Supondo que a viatura
cumpra o menor percurso possível, o número de formas
como isso pode ser feito é igual a:
a) 15. b) 50. c) 364. d) 1.365. e) 3.003.

4) (PM-MS) Um curso preparatório para concursos


dispõe de um banco de questões pré-elaboradas

75
versando sobre todas as disciplinas lá ministradas. da senha, seguidas por 4 algarismos dentre os
Pretendendo aplicar um exame simulado a seus alunos elementos do conjunto {3,4,5,6,7,8,9}.
contendo dez questões de Língua Portuguesa, dez de Para comparar a eficiência entre os métodos de
Matemática e dez de Ciências Humanas, o diretor do construção das senhas, medindo sua maior ou menor
curso verifica que em seu banco de questões estão vulnerabilidade, foi definida a grandeza "força da
disponíveis 60 questões de Língua Portuguesa, 55 de senha", de forma que, quanto mais senhas puderem ser
Matemática e 70 de Ciências Humanas. Sabendo que n! criadas pelo método, mais "forte" será a senha.
é a notação dada ao fatorial de um número natural, o Com base nessas informações, pode-se dizer que, em
número de exames simulados distintos que podem ser relação à 2° instituição, a senha da 1ª instituição é
montados pode ser calculado por:
a) 10% mais fraca. b) 10% mais forte.
a) (70! 55!)/(50! 45!) b) (70! 60!)/(50! 45!) c) De mesma força. d) 20% mais fraca.
c) (70! 60!)/(50! 45! 10!²) d) (70! 60!)/(50! 45! 10!³) e) 20% mais forte.
e) (70! 55!)/(50! 45! 10!³)
7) (FCC – PM-AP) Sílvia tem 13 blusas diferentes e 7
5) (CESPE – PM-MA) O texto abaixo refere-se às saias diferentes. Ela vai pegar uma das blusas e uma
questões 5.1 e 5.2. das saias para se vestir. O total de possibilidades
Uma operação policial será realizada com uma equipe diferentes que Sílvia tem para se vestir é igual a
de seis agentes, que têm prenomes distintos, entre eles a) 119. b) 42. c) 91. d) 20. e) 71.
André, Bruno e Caio. Um agente será o coordenador da
operação e outro, o assistente deste; ambos ficarão na
base móvel de operações nas proximidades do local de
realização da operação. Nessa operação, um agente se 9) (CBM-BA) O comandante de uma tropa com 10
infiltrará, disfarçado, entre os suspeitos, em reunião por soldados irá escolher os 4 melhores soldados para
estes marcada em uma casa noturna, e outros três receberem, cada um, uma mesma condecoração. O total
agentes, também disfarçados, entrarão na casa noturna de possibilidades distintas de escolha desses 4 soldados
para prestar apoio ao infiltrado, caso seja necessário. é igual a:
A respeito dessa situação hipotética, julgue os itens a) 5040 b) 2520 c) 420 d) 210 e) 840
seguintes.

5.1) A quantidade de maneiras distintas de formar a 10) (AFA) Dez vagas de um estacionamento serão
equipe, de modo que André, Bruno e Caio sejam os ocupadas por seis carros, sendo: 3 pretos, 2 vermelhos e
agentes que prestarão apoio ao infiltrado, é inferior a 1 branco.
10. Considerando que uma maneira de isso ocorrer se
( ) Certo ( ) Errado distingue de outra tão somente pela cor dos carros, o
total de possibilidades de os seis carros ocuparem as
5.2) Há mais de 100 maneiras distintas de estruturar, dez vagas é igual a
com os seis agentes, a equipe que realizará a operação a) 12 600 b) 16 200 c) 21 600 d) 26 100
policial.
( ) Certo ( ) Errado 11) (CBM-PE) O grupo para análise de inquéritos
administrativos de uma corporação é formado por 3
tenentes e 5 sargentos. Quantas comissões de inquérito,
6) (EsPCEx) Duas instituições financeiras fornecem constituídas por 5 pessoas, podem ser formadas,
senhas para seus clientes, construídas segundo os contendo, no mínimo, 1 tenente?
seguintes métodos: a) 10 b) 15 c) 35 d) 40 e) 55
1ª instituição: 5 caracteres distintos formados por
elementos do conjunto {1,2,3,4,5,6,7,8,9};
2ª instituição: 6 caracteres distintos formados por duas 12) (CBM-PE) A prova do concurso interno para
letras, dentre as vogais, na primeira e segunda posições Sargento de um grupamento foi composta por 40

76
questões, com 5 alternativas diferentes de respostas
para cada questão. 1) (FAUEL)Uma pesquisa foi realizada em um colégio
Quantos são os possíveis gabaritos dessa prova? com 600 alunos, sobre a preferência em relação aos
sucos A e B, vendidos na cantina. O resultado foi o
a) 40 . 5 b) 405 c) 40/5 d) 540 e) (40 . seguinte:
5)/2 - 270 alunos bebem o suco A.
- 220 alunos bebem o suco B.
13) (EEAR) Um professor montará uma prova com as 4 - 160 alunos não bebem suco.
questões que ele dispõe. O número de maneiras Quantos alunos bebem tanto o suco A quanto o B?
diferentes que o professor pode montar essa prova, a 40 alunos b 50 alunos c 60 alunos d 65
levando em conta apenas a ordem das questões, é alunos
a) 20 b) 22 c) 24 d) 26
2) (EBSERH) Dentre os moradores de certa vila de
14) (VUNESP) Um Grupamento de Operações casas, sabe-se que 36 deles gostam de assistir à TV, 47
Especiais trabalha na elucidação de um crime. Para gostam de ir à academia e 23 gostam dos dois. Se 92
investigações de campo, 6 pistas diferentes devem ser moradores opinaram, então o total deles que não
distribuídas entre 2 equipes, de modo que cada equipe gostam nem de TV e nem de ir à academia é:
receba 3 pistas. O número de formas diferentes de se a) 32 b) 55 c) 14 d) 36 e) 43
fazer essa distribuição é
a) 6. b) 10. c) 12. d) 18. e) 20. 3) (EBSERH) Numa academia de ginástica, 120
frequentadores praticam natação ou musculação. Sabe-
15) (PM-PE) Um grupo de inquérito é formado por 8 se que 72 praticam natação e 56 praticam musculação.
oficiais e 4 soldados. Para analisar os processos, Desse modo, o total de frequentadores que praticam
formam-se comissões com 4 oficiais e 2 soldados. somente musculação é:
Sendo A um oficial qualquer e B um soldado qualquer, a) 8 b) 64 c) 52 d) 36 e) 48
qual é o número de comissões de que participa o oficial
A e não participa o soldado B? 4) (IDIB) Considerando os conjuntos
a) 105 b) 87 c) 64 d) 256 e) 504 A = {3,7,11}
B = {3,9,13}
16) (PM-ES) Keila e mais cinco amigos chegam para C = {3,11,12}
assistir a uma peça de teatro na escola, e observam que Calcule (A∩B) U C.
apenas 4 cadeiras estão disponíveis para se sentarem. a) {3} b) C c) A d) A∩B
Considerando que Keila nunca fique de pé, essas
cadeiras poderão ser ocupadas: 5) (IDIB) Em uma sala de 50 estudantes musicais, 18
a) de 240 maneiras diferentes. cantam, 26 tocam instrumentos e 2, tanto cantam como
b) de 120 maneiras diferentes. tocam instrumento. De acordo com essas informações,
c) de 80 maneiras diferentes. determine quantos, desses estudantes, nem cantam e
d) de 60 maneiras diferentes. nem tocam instrumento.
e) de 20 maneiras diferentes. a) 1 b) 2 c) 4 d) 8

17) (PM-MS) Quantos grupos de três elementos 6) (CESPE) Julgue o seguinte item, relativos a
podemos formar com as sete pessoas que trabalham raciocínio lógico, a princípios de contagem e
num mesmo setor? probabilidade e a operações com conjuntos.
a) 35 b) 5040 c) 210 d) 840 e) 18 Situação hipotética: A ANVISA realizará inspeções em
estabelecimentos comerciais que são classificados
Gabarito: 1A; 2D; 3E; 4E; 5.1Errado; 5.2Certo; 6A; como Bar ou Restaurante e naqueles que são
7C; 9D ; 10A; 11E; 12D; 13C; 14E; 15A; 16A; 17A; considerados ao mesmo tempo Bar e Restaurante. Sabe-
se que, ao todo, são 96 estabelecimentos a serem
visitados, dos quais 49 são classificados como Bar e 60
Conjuntos e contagem de elementos são classificados como Restaurante. Assertiva: Nessa

77
situação, há mais de 15 estabelecimentos que são e) impossível de ser determinada.
classificados como Bar e como Restaurante ao mesmo
tempo. 2) (PM-MS) Das 150 pessoas aprovadas em um
( ) Certo ( ) Errado concurso público, sabe-se que 135 são homens, 30
cursam ou concluíram curso superior e exatamente 10
7) (FUNRIO) Em uma barbearia são lidos, pelos mulheres concluíram apenas o ensino médio. Tomando-
profissionais que nela trabalham, dois jornais, A e B. se aleatoriamente um dos nomes da lista de aprovados,
Exatamente 70 % dos profissionais da barbearia lêem o a probabilidade de que a pessoa sorteada seja um
jornal A e 60 % o jornal B Sabe-se que todo homem que esteja cursando ou tenha concluído um
profissional dessa barbearia é leitor de pelo menos um curso superior é igual a:
dos jornais. Assim, o percentual de profissionais dessa a) 1/30. b) 1/15. c) 1/10. d) 1/6. e) 11/15.
barbearia que lê ambos os jornais é
a) 10 %. b) 20 %. c) 30 %. d) 40 % e) 50 %. 3) (IBFC) A probabilidade de se sortear um número
múltiplo de 5 de uma urna que contém 40 bolas
8) (Nível avançado) (FCC) Ao todo são 92 pessoas numeradas de 1 a 40, é:
entre Arquitetos (A), Urbanistas (U) e Engenheiros (E). a) 0,2 b) 0,4 c) 0,6 d) 0,7 e) 0,8
Considere as informações a seguir, com as respectivas
legendas, e sabendo que uma pessoa pode exercer mais 4) (ESAF) Considere que, num determinado setor da
de uma dessas funções. ANAC, três pessoas, A, B e C, são responsáveis
diariamente pelos relatórios das atividades
I. São A e U apenas, 15 pessoas. desenvolvidas. Dos últimos 200 relatórios, A foi o
II. São A e E apenas, 12 pessoas. responsável por 50, B foi responsável por 70 e C foi
III. São E e U apenas, 7 pessoas. responsável por 80. Em 6% das vezes, o relatório de A
IV. Dentre aqueles que exercem apenas uma dessas apresenta algum tipo de erro, de B em 10% das vezes e
funções, há quatro Urbanistas a mais que Arquitetos, e de C em 5% das vezes. Seleciona-se ao acaso um
quatro Engenheiros a mais que Urbanistas. relatório desses 200 e verifica-se que apresenta algum
V. Os que exercem apenas uma função, ao todo, são tipo de erro, então a probabilidade de ter sido elaborado
quatro pessoas a menos do que aqueles que exercem as por B é igual a
três funções. a) 0,35. b) 0,30. c) 0,45. d) 0,40. e) 0,50.

A partir dessas informações é correto determinar que o 5) (FGV) Raíza e Diego resolvem disputar um jogo em
número total de engenheiros é que cada um deles lança uma moeda honesta de forma
a) 60. b) 63. c) 61. d) 64. e) 62. independente e simultânea. Ela será vencedora no caso
de dois resultados iguais, e ele, de dois diferentes. As
GABARITO: 1B; 2B; 3E; 4B; 5D; 6Errado; 7C; 8B probabilidades de vitória dela e dele são,
respectivamente, iguais a:
a) 2/3 e 1/3; b) 1/4 e 3/4; c) 1/3 e 2/3;
Probabilidade d) 1/2 e 1/2; e) 3/4 e 1/4.

1) (PM-MS) Alcebíades e Zebedeu, em exercícios de 6) (FUNDATEC) O departamento de pessoal de uma


tiro das quais participaram, apresentaram excelentes empresa sorteará entre os empregados 7 camisetas, 10
performances: Alcebíades errou o alvo em apenas 4% guarda-chuvas e 12 cadeiras de praia. Se já foram
dos disparos efetuados e, Zebedeu, em apenas 5% de sorteadas 1 camiseta e 2 cadeiras de praia, qual a
seus disparos. Em uma competição de tiro em que estão probabilidade de que o próximo contemplado ganhe
ambos inscritos, espera se desempenhos semelhantes uma camiseta?
aos obtidos nos exercícios. Sendo assim, ao dispararem a) 7,69%. b) 16,67%. c) 23,08%.
uma vez cada um, espera-se que a probabilidade de que d) 24,14%. e) 89,66%.
Alcebíades erre o alvo e Zebedeu o acerte é:
a) igual a 0,2%. b) igual a 3,8%. 7) (FGV – TJ-BA) Em uma cidade do “velho-oeste"
c) igual a 4,8% d) igual a 91,2%. americano, do total de pessoas que iam a julgamento,

78
90% eram condenadas e 10% eram absolvidas. Das
pessoas condenadas, 80% eram realmente culpadas e 2) (VUNESP) Na figura, formada pela composição dos
20% eram inocentes. Das pessoas absolvidas, 90% triângulos ABC e ADE, estão assinalados os ângulos α
eram realmente inocentes e 10% eram culpadas. e β.
Sorteando ao acaso uma das pessoas que foi a
julgamento nessa cidade, a probabilidade de que ela
fosse inocente é:
a) 18%; b) 20%; c) 24%; d) 25%; e) 27%.

8) (IBADE) Um sorteio será realizado para selecionar o


vencedor de uma viagem de fim de ano. Este sorteio
será realizado com o auxílio de um globo, que contém 9
bolas idênticas, mas numeradas de 1 a 9, cada uma Desse modo, é correto afirmar que a soma das medidas
contendo apenas um único algarismo. Se o sorteio será dos ângulos α e β é igual a
aleatório e sem reposição para o preenchimento de um a) 160º. b) 155º. c) 150º. d) 145º. e) 140º.
número de 3 algarismos, qual a probabilidade de ser
sorteado um número composto por três algarismos 3) (VUNESP) Na figura, o trapézio retângulo ABCD é
consecutivos e em ordem crescente? dividido por uma de suas diagonais em dois triângulos
a) 392/9² b) 7/36 c) 1/318 d) 7/99 e) 1/72 retângulos isósceles, de lados AB e BC; AC e CD.

9) (FUNRIO) Um dado será jogado duas vezes. A


probabilidade de que o mesmo número seja obtido
como resultado dos dois lançamentos é igual a:
a) 1/36. b) 1/12. c) 1/8. d) 1/6. e) 1/4.

10) (ESAF) Considere que há três formas de Ana ir Desse modo, é correto afirmar que a soma das medidas
para o trabalho: de carro, de ônibus e de bicicleta. Em dos ângulos α e β é igual a
20% das vezes ela vai de carro, em 30% das vezes de a) 125º b) 115º c) 110º d) 135º e) 130º.
ônibus e em 50% das vezes de bicicleta. Do total das
idas de carro, Ana chega atrasada em 15% delas, das 4) (VUNESP) Na figura a seguir, os pontos A, B e C
idas de ônibus, chega atrasada em 10% delas e, quando formam um triângulo e os pontos A, B e D estão
vai de bicicleta, chega atrasada em 8% delas. Sabendo– alinhados. Desse modo, a medida do ângulo x é
se que um determinado dia Ana chegou atrasada ao
trabalho, a probabilidade de ter ido de carro é igual a
a) 20%. b) 40%. c) 60%. d) 50%. e) 30%.

11) (PM-MS) Um dado foi lançado duas vezes e foram


somados os valores da face superior. A probabilidade a) 60º b) 45º c) 55º d) 40º e) 50º
da soma ter sido 8 nesses dois lances é de:
a) 1/36 b) 1/8 c) 1/6 d) 5/36 e) 1/3 5) (VUNESP) Observe, na figura, o triângulo isósceles
ABC, de base AC.
Gabarito: 1B; 2D; 3A; 4E; 5D; 6C; 7E; 8E; 9D; 10E;
11D

Ângulos internos do Triângulo


1) (IDECAN) Um triângulo possui três ângulos
internos: A, B e C. Sabendo que A e B são
complementares, qual é o valor do ângulo C?
a) 45°. b) 90°. c) 150°. d) 180°.

79
Sabendo-se que os triângulos EFB e EGB são
equiláteros, é correto afirmar que a soma das medidas,
em graus, dos ângulos α e ß é igual a
a) 70º. b) 80º. c) 90º. d) 100º. e) 110º.

Área de Triângulos
6) (INTEGRI) Se a medida da base de um triângulo é
de 12 cm e a medida da altura é de 6,5 cm a área deste
triângulo será de ______cm². Sabendo que AB = 12 cm e que BC = 20 cm, é correto
a) 15,5. b) 12,25. c) 35. d) 39. afirmar que a área do triângulo EFG é, em cm² , igual a
a) 40. b) 36. c) 30. d) 28. e) 24.
7) (MS Concursos) O triângulo retângulo em B, a
seguir, de vértices A, B e C, representa uma praça de 13) (COMPREVE) Uma pirâmide de base quadrada,
uma cidade. Qual é a área dessa praça? sem fundo, deve ser construída cortando-se 4 triângulos
isósceles idênticos de chapas de metal.
Sabendo-se que a base da pirâmide deve ter 9m2 de
área e que a altura da pirâmide deve ser de 2m, as
alturas dos triângulos laterais devem ser iguais a
a) 1,5m. b) 2,5m. c) 3,25m. d) 6,25m.
a) 120 m2 b) 90 m2 c) 60 m2 d) 30 m2
14) (FGV) Na figura abaixo, PA é um poste vertical e
Teorema de Pitágoras no ponto A está preso um fio AB. O fio frouxo desce
8) (PM-MS) Um triângulo encontra-se inscrito em uma verticalmente e a parte PB do fio em contato com o
circunferência de raio 4√2 cm. Um de seus ângulos solo mede 5m (Fig.1). Esticando o fio e mantendo a
internos, de medida igual a 45°, tem em oposição um extremidade do fio no chão, a distância PB passa a ser
lado de medida x. Sendo assim, o número que expressa de 11m (Fig.2).
x, em centímetros:
a) apresenta 3 divisores naturais.
b) é primo.
c) é divisível por 8.
d) é múltiplo de 5
e) é divisível por 6. A altura do poste é:
a) 16m; b) 12,4m; c) 11m; d) 10,2m; e)
9) (IFBC) A medida da altura relativa à hipotenusa de 9,6m.
um triângulo retângulo de catetos 6 cm e 8 cm é igual a: x
a) 2 b) 4 c) 4,8 d) 6 e) 10 15) (CESGRANRIO) Na Figura a seguir, PQ mede 6
cm, QR mede 12 cm, RS mede 9 cm, e ST mede 4 cm.
10) (IFBC) Em um triângulo equilátero de lado igual a
4 cm, a medida de sua altura é igual a:
a) 2 cm b) √12 cm c) 8 cm d) 16 cm e) 10 cm

11) (VUNESP) O quadrado da altura de um triângulo


equilátero é exatamente 300. O perímetro desse A distância entre os pontos P e T, em cm, mede
triângulo, em uma determinada unidade de medida, é a) 17 b) 21 c) 18 d) 20 e) 19
a) 60. b) 50. c) 30. d) 20. e) 10.
16) (CESGRANRIO) Três ruas do bairro onde moram
12) (VUNESP) Unindo-se os pontos médios dos lados Alberto, Bernardo e Carlos estão representadas no
do triângulo retângulo ABC, obtém-se outro triângulo modelo a seguir.
retângulo EFG, conforme mostra a figura.

80
As casas dos três amigos estão localizadas nas esquinas
das ruas 1, 2 e 3, e estão representadas pelas iniciais de
seus nomes. Todos estudam em uma escola na Rua 1,
identificada no modelo pela letra E.
Para chegar à escola, seguindo pelo trajeto mais curto,
Alberto percorre 60 m a menos que Carlos, enquanto
Bernardo percorre exatos 70 m.
Se a distância entre as casas de Carlos e de Alberto é de
400 m, qual é, em metros, a distância entre a casa de
Alberto e a escola?
a) 240 b) 250 c) 280 d) 310 e) 320

17) (PM-MS) É dado um quadrado cuja diagonal mede


√2 unidades. Então a área desse quadrado é igual a:
a) 4 unidades de área.
b) 2 unidades e área.
c) √2 unidades de água.
d) 2 √2 unidades de área.
e) 1 (uma) unidade de área.

Gabarito: 1B; 2C; 3D; 4D; 5C; 6D; 7C; 8C; 9C; 10B;
11A; 12E; 13B; 14E; 15A; 16B; 17B

81

Você também pode gostar