Você está na página 1de 5

1. Sobre a origem da União Europeia, assinale a alternativa incorreta.

a) O primeiro nome do bloco econômico que, mais tarde, viria a se chamar União Europeia foi o Benelux,
resultado da união entre Bélgica, Holanda e Luxemburgo.
b) O Tratado de Maastricht, assinado em 1991, foi responsável pela criação da União Europeia, em
substituição ao Mercado Comum Europeu.
c) O Mercado Comum Europeu foi criado pelo Tratado de Londres, em 1980, para substituir a CEE
(Comunidade dos Estados Europeus).
d) A CECA (Comunidade Econômica do Carvão e do Aço) surgiu após o sucesso da criação do Benelux e
tinha o objetivo de estabelecer um mercado comum no campo da siderurgia entre os seus seis países
membros.
e) Os diferentes nomes da União Europeia, em ordem cronológica, foram: Benelux, CECA, Mercado
Comum Europeu ou CEE e União Europeia.

2.

Folha de São Paulo. 02/01/2002. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u38701.shtml [adaptado].

O texto acima refere-se a uma notícia publicada na Folha de São Paulo no início do ano de 2002, quando
o euro começou a circular pela Europa. Sobre o Euro, assinale a alternativa correta:
a) O euro foi criado em 2002 e teve sua circulação adotada por todos os países da Europa de imediato.
b) A criação do euro provocou uma forte crise do dólar que, ainda hoje, não possui a mesma valorização
e importância.
c) No primeiro parágrafo do texto, a referência aos atentados de 11 de setembro se faz devido ao fato de
o euro ter sido criado somente para proteger a economia contra possíveis ataques terroristas.
d) O euro foi gradativamente adquirindo importância econômica e peso político em âmbito mundial.
Entretanto, a principal moeda em circulações internacionais ainda é o dólar.
e) O Banco Central Europeu proibiu que os países mais pobres da Europa adotassem o euro.

3. Assinale com V as proposições Verdadeiras e com F as Falsas, em relação à União Europeia.


( ) Este bloco econômico que passou a existir em 1992, e hoje conta com 25 países, teve sua origem com
a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, da qual faziam parte, inicialmente, 6 países.
( ) Após a ratificação de uma constituição para a União Europeia, o Euro se tornou a moeda oficial de todo
o bloco econômico.
( ) A recusa da Turquia em ingressar na União Europeia frustra a pretensão deste bloco em se aproximar
do Oriente Médio e ter uma maior representação de muçulmanos em sua população.
( ) O veto do ingresso dos países do Leste Europeu à União Europeia deve-se ao fato de tais nações terem
sido repúblicas socialistas.

A sequência correta das assertivas é:


a) F V V V
b) V V V V
c) F F F F
d) V F F F
e) F F V V
4. Nos países do leste recém-incorporados à União Europeia, a indústria automobilística passou de 310 mil
empregos em 2000 para 400 mil em 2006. As folhas de pagamento aumentaram 62% na Eslováquia, que
já tem 58.400 pessoas no setor, e 41% na República Tcheca, que tem outras 111 mil. Na Polônia, o
emprego aumentou 25%, para 111 mil pessoas; na Hungria, 32%, para 44 mil; e na Eslovênia, 31%, para
9.200.
(http://noticias.uol.com.br)

O quadro econômico expresso na notícia complementa-se, corretamente, com os seguintes dados:


a) A entrada desses países do leste europeu na União Europeia, em condições iguais às dos membros mais
antigos, lhes dá grandes vantagens competitivas, já que possuem custos de produção menores, atraindo
investimentos industriais.
b) Esses novos membros da União Europeia aproveitam os altos índices de crescimento industrial nos
países mais ricos da Europa nas últimas décadas, como Alemanha e França, apresentando-se como áreas
de expansão da indústria automobilística no interior da Europa.
c) A presença do Estado, como agente econômico com grande participação na economia dos países do
leste europeu, é um importante fator atrativo para indústrias multinacionais aí se instalarem, já que estas
são dependentes do capital estatal.
d) O fato de pertencerem à União Europeia torna esses novos países-membros verdadeiras "portas de
entrada" para mercados de maior poder aquisitivo, fazendo com que indústrias de países em
desenvolvimento os procurem para lá se instalarem.

5. O envelhecimento da população está mudando radicalmente as características da população da Europa,


onde o número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar, nas próximas décadas, a 30% da
população total. Graças aos avanços da medicina e da ciência, a população está cada vez mais velha. Isso
ocorre em função do:
a) Declínio da taxa de natalidade e aumento da longevidade.
b) Aumento da natalidade e diminuição da longevidade.
c) Crescimento vegetativo e aumento da taxa de natalidade.
d) Aumento da longevidade e do crescimento vegetativo.

6. O Tratado da União Europeia estabelece que qualquer país europeu pode se candidatar à adesão ao bloco.
Porém, um país só pode entrar na União Europeia se cumprir alguns critérios de adesão.
Um país que se candidate a membro desse bloco econômico deve necessariamente
a) ser republicano e possuir economia de mercado, porém submetida a controles constantes por parte do
Fundo Monetário Internacional (FMI).
b) permanecer fiel à legislação do bloco e delegar suas questões de segurança nacional à Organização do
Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
c) possuir regime monarquista de governo, aceitar a política econômica do bloco e se comprometer a
utilizar o Euro.
d) estar situado na Europa Ocidental e substituir sua Câmara de Deputados e seu Senado pelo Parlamento
Europeu.
e) ter instituições estáveis que garantam a democracia, o Estado de direito e o respeito aos direitos
humanos.

7. Leia o fragmento a seguir:


Os britânicos, em plebiscito, decidiram sair da União Europeia. Em uma votação acirrada, 51,9% dos
britânicos votaram pela saída contra 48,1%. O processo de salda não ocorre de imediato e deve durar dois
anos.
Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2016/06/para-bc-saidado-reino-unido-da-uniao-europeia-
tera-impacto-pequeno-no-brasil>. Acesso em 06 set. 2016.

São fatores que justificam o resultado do plebiscito no Reino Unido, EXCETO o(a)
a) desejo de intensificação do rigor das políticas de imigração.
b) intuito da redução das taxas de exportação para fora do bloco.
c) interesse dos britânicos na adoção do Euro como moeda oficial.
d) cessão do envio de remessas para compor o orçamento europeu.
8. Em 7 de fevereiro de 1992 foi assinado na cidade holandesa de Maastricht um tratado que recebeu o seu
nome, o Tratado de Maastricht. Este representou um marco na união da Europa, fixando a integração
econômica e consequente unificação política.
Sobre esse tratado, é incorreto afirmar-se que
a) no século XXI a União Europeia mostrou o seu sucesso com o crescimento e o desenvolvimento das
relações dentro do bloco de países integrantes. O bloco alcançou a união monetária com a implantação
do Franco como moeda única no continente.
b) o novo bloco que se formou no continente substituiu a anterior Comunidade Europeia por um grupo
chamado União Europeia.
c) foi criado um Estatuto do Cidadão Europeu determinando os novos direitos e deveres dentro de uma
cidadania que ampliava suas fronteiras nacionais e passava a englobar praticamente todo um continente.
d) é também conhecido como Tratado da União Europeia (TUE).
e) os países que em 1999 passaram a compor a chamada "zona euro" foram onze: Espanha, Portugal,
Itália, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, França, Alemanha, Áustria, Irlanda e Finlândia. Quatro países
não integraram o grupo: Grécia, Reino Unido, Dinamarca e Suécia.
Gabarito

1. C
a) Verdadeiro – o primeiro bloco econômico da Europa foi o Benelux, criado em 1944. O nome faz
justamente menção aos países membros: Bélgica (Be), Holanda (Ne, de Netherlands) e Luxemburgo (Lux).
b) Verdadeiro – foi com o Tratado de Maastrich que o Mercado Comum Europeu se transformou em União
Europeia em 1991.
c) Falso – nunca houve o Tratado de Londres. Além disso, o Mercado Comum Europeu foi criado em 1957,
pelo Tratado de Roma, em substituição à CECA. “Comunidade Econômica Europeia” era apenas outro
nome dado para o Mercado Comum Europeu.
d) Verdadeiro – A CECA visava à cooperação entre produtos e matérias-primas relacionadas à siderurgia.
Os seis países pertencentes à CECA eram: Alemanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Itália e França.
e) Verdadeiro. O nome União Europeia só surgiu em 1991. Antes dele existiu o Benelux, depois a CECA e
o Mercado Comum Europeu.
2. D
a) Falso – nem todos os países adotaram o euro de imediato. No início, apenas 12 países aderiam à nova
moeda e, ainda hoje, existem países que não a utilizam, como a Inglaterra e a Suécia.
b) Falso – o dólar jamais perdeu a sua centralidade na economia mundial.
c) Falso – apesar de o euro ter representado uma boa proteção da Europa frente a crises internacionais,
como o 11 de setembro, não foi com esse intuito que ele foi criado.
d) Verdadeiro – mesmo com toda a importância político-econômica que o euro foi adquirindo ao longo
do tempo, o dólar continua sendo a principal moeda do mundo.
e) Falso - O Banco Central Europeu jamais proibiu os países mais pobres da Europa de adotarem o euro.
Países como Grécia e Portugal o adotaram desde o início, outros países também economicamente mais
desfavorecidos, como o Chipre, também o adotaram.
3. C
Falso – A União Europeia surgiu em 1991 e sua origem está no Benelux, união entre Bélgica, Holanda e
Luxemburgo.
Falso – O euro não é a moeda oficial de “todo” o bloco econômico, mas da maioria dos países que o
compõe.
Falso – A Turquia jamais recusou a União Europeia. Na verdade, ocorre o contrário, a Turquia deseja
ingressar, mas a União Europeia reluta em aceitar por ter receio das relações estabelecidas entre o país e
o restante do Oriente Médio.
Falso – a União Europeia não recusa necessariamente a entrada de todos os países do leste europeu. O
principal exemplo são as nações de Estônia, Letônia e Lituânia que, antes, faziam parte da União Soviética.
4. A
5. A
6. E
A União Europeia surgiu com o Tratado de Roma em 1957, trata-se do bloco econômico mais sofisticado
em termos de integração (Mercado Comum e União Monetária), uma vez que apresenta princípios além
da interdependência comercial. Para serem aceitos, os países devem ser democracias que apresentem
legislação de proteção aos direitos humanos. O processo de adesão ao bloco e a introdução da moeda
única (euro) passam por consulta à população do país, ou seja, a União Europeia é a organização que
apresenta características democráticas.
7. C
A salda do Reino Unido da União Europeia pode trazer prejuízos econômicos ao país com a perda de
vantagens comerciais. A vitória do "Brexit no plebiscito foi motivada pela crise econômica, insatisfação
com o desemprego elevado em regiões decadentes no interior da Inglaterra, crescimento da extrema
direita, comparecimento importante da terceira idade na consulta e crescimento da xenofobia
relacionada ao temor da entrada de mais imigrantes e refugiados no país.
8. A
O Tratado de Maastricht (1992) implantou as regras para que os países da União Europeia implantassem
a moeda única, o euro. A moeda que serviu de âncora ou referência para o euro foi o marco alemão, uma
vez que a Alemanha é a maior economia do bloco. O banco central da União Europeia fica em Frankfurt.