Você está na página 1de 5

CURSOS MÔNICA MASSAD

CONCURSO PCERJ
AUXILIAR E TÉCNICO DE NECROPSIA ANATOMIA E
FISIOLOGIA
Prof.ª. VANESSA THEODORO
AULA 25
Histologia – TECIDOS
5.2 – Tecido Muscular Estriado Cardíaco

O músculo estriado cardíaco é encontrado somente no coração e tem como principal


função se contrair com a finalidade de bombear sangue. Seus miócitos também possuem
estrias transversais, típicas dos tecidos musculares estriados, possuindo formato
cilíndrico, porém são menores que os das células do músculo estriado esquelético, são
ramificados e possuem apenas um ou dois núcleos centrais, além de junções
comunicantes, de adesão e desmossomos que no seu conjunto são chamados de discos
intercalares, que fazem a conexão elétrica entre todas as células do coração, garantindo
dessa forma a contração coordenada entre as células.
O músculo cardíaco é um músculo de contração involuntária e, assim como o
esquelético, é constituído por fibras que apresentam estrias transversais, denotando a
organização dos seus miofilamentos em sarcômeros.
O tecido estriado muscular cardíaco é limitado ao coração e às porções próximas das
veias pulmonares. O tecido estriado muscular cardíaco é derivado de uma massa
estritamente mesênquima, o manto mioepicárdico, cujas células originam o epicárdio e o
miocárdio.
Quase metade do volume celular é ocupada por mitocôndrias, o que reflete a
dependência do metabolismo aeróbico e a necessidade contínua de ATP. Glicogênio e
gotículas lipídicas formam o suprimento energético. Como o consumo de oxigênio é alto,
há uma abundante quantidade de mioglobina. O retículo endoplasmático é relativamente
esparso. As células cardíacas têm vida longa.
Uma característica exclusiva do músculo cardíaco é a presença de linhas transversais
fortemente coráveis que aparecem em intervalos irregulares ao longo da célula.
Figura 114 - Miócitos do tecido muscular estriado cardíaco. À direita mostra o corte longitudinal do tecido muscular
cardíaco. Células musculares em evidência.

A contração deste músculo é rápida e forte, como no estriado esquelético, mas ao


contrário deste, o estímulo para sua contração é involuntário, além de sua contração ser
contínua. O impulso de contração que determina o ritmo do batimento cardíaco é gerado
localmente pelas fibras de Purkinje (células musculares modificadas), que constituem um
sistema especial de condução do estímulo elétrico no coração, permitindo que este se
contraia de maneira coordenada e sem necessidade de estimulo nervoso (daí ser
involuntário).
O sistema nervoso interfere apenas na modulação do batimento cardíaco, acelerando
ou diminuindo o ritmo, enquanto que o estímulo para o batimento e o seu ritmo é
determinado pelas fibras de Purkinje.
Entre as células deste músculo também ocorre pequena quantidade de tecido
conjuntivo frouxo, mas que não se organiza em camadas como no estriado esquelético
(não forma endomísio, perimísio e epimísio).

Figura 115 - Tecido muscular cardíaco em corte longitudinal (à esquerda); tecido muscular cardíaco em corte
transversal (à direita). N - Núcleo; D – Desmossomos; GI – Discos Intercalares.
Mapas Mentais
Roteiro de Estudo
56) Faça um pequeno resumo sobre o tecido muscular estriado cardíaco, citando
sua origem, principais características, semelhanças e diferenciações do tecido
estriado esquelético.
57) Faça um quadro resumo com as principais caraterísticas das estruturas do
tecido muscular cardíaco.

Exercícios
1) Existem três tipos de tecidos musculares: o estriado esquelético, o estriado cardíaco e
o não estriado. Eles diferenciam-se por sua morfologia e também localização no corpo.
Sobre o tecido muscular estriado cardíaco, marque a alternativa incorreta.

(a) O tecido muscular estriado cardíaco apresenta contração involuntária.


(b) O tecido muscular estriado cardíaco apresenta estrias transversais.
c) O tecido muscular estriado cardíaco apresenta células multinucleadas.
(d) No tecido muscular estriado cardíaco, é possível observar os chamados discos
intercalares, que são complexos juncionais.
(e) O tecido muscular estriado cardíaco é encontrado apenas no coração.

2) O músculo estriado cardíaco é encontrado apenas no tecido que forma o nosso coração.
As células que formam esse tecido são semelhantes às encontradas no tecido muscular
estriado esquelético quando observamos suas estriações, entretanto, diferenciam-se destas
por:

a) apresentarem múltiplos núcleos.


b) apresentarem núcleos localizados na região periférica.
c) possuírem apenas um ou dois núcleos.
d) possuírem de três a cinco núcleos localizados na região central.
e) não possuírem núcleos.

3) No tecido muscular estriado cardíaco, percebe-se uma especialização exclusiva que


aparece nas células desse tecido, como linhas retas ou escalariformes, que garante que a
contração passe de uma célula à outra. Marque a alternativa que indica corretamente o
nome dessa especialização.

a) estriações longitudinais.
b) disco intervertebral.
c) estriações transversais.
d) discos intercalares.
e) estriações intercomunicantes.
4) Nas células musculares, uma organela destaca-se, ocupando cerca de 40% do volume
citoplasmático. Baseando-se nos seus conhecimentos sobre a atividade das células do
músculo cardíaco, marque a alternativa que indica o nome dessa organela celular.

a) ribossomo.
b) mitocôndria.
c) lisossomo.
d) complexo golgiense.
e) retículo endoplasmático.

5) Observe o esquema que representa células do tecido muscular estriado cardíaco


humano. Sobre esse assunto, assinale a afirmativa INCORRETA.

Observe as células do tecido muscular estriado cardíaco


a) A contração dessa musculatura, em condições normais, depende de um sistema próprio
gerador de impulsos.
b) As células musculares cardíacas apresentam, em seu citoplasma, actinas, miosinas e
mioglobinas.
c) As células musculares cardíacas podem realizar contração, mesmo sem estímulos do
sistema nervoso central.
d) As células musculares cardíacas apresentam intenso consumo de oxigênio, que é
recebido diretamente do sangue contido nos átrios e nos ventrículos.

Gabarito: 1(c) – 2(c) – 3(d) – 4(b) – 5(d)