Você está na página 1de 3

AO JUÍZO DE DIREITO DA ____ VARA CÍVEL DA COMARCA DE XXXXXXXXXX – SC

XXXXXXXXXXXXXXXXX, brasileira, viúva, inscrita no CPF sob o nº XXXXXXXXX, RG


nº XXXXXXXXXXX; residente e domiciliada na Rua XXXXXXXXX, nº XXXXXXX, Bairro
XXXXXXX, no município de XXXXXXXXXX – SC, vêm, por seu procurador infra-
assinado, com escritório na Rua XXXXXXXXXX, nº XXXXXXX, Bairro XXXXXXX, neste
mesmo município, e-mail: XXXXXXXXXXX.adv@gmail.com, propor
AÇÃO DE INVENTÁRIO POR ARROLAMENTO COMUM
conforme o art. 664, do CPC/15, dos bens deixados por DE CUJUS XXXXXXXXXX,
nos termos seguintes:
I. DO ARROLAMENTO COMUM
O inventário proposto na modalidade de Arrolamento Comum encontra guarida no
art. 664, do CPC/15, que assim o define:
Quando o valor dos bens do espólio for igual ou inferior a 1.000 (mil) salários-
mínimos, o inventário processar-se-á na forma de arrolamento, cabendo ao
inventariante nomeado, independentemente de assinatura de termo de
compromisso, apresentar, com suas declarações, a atribuição de valor aos bens do
espólio e o plano da partilha.
Essa modalidade de inventário é cabível conquanto exista herdeiros incapazes,
desde que haja consenso entre eles e concordância do Ministério Público, nos
termos do art. 665, do CPC/15.
No caso em comento, os bens do espólio são bastante inferiores à quantia de 1.000
(mil) salários-mínimos e os herdeiros comungam dos mesmos interesses, sem
qualquer conflito. Deste modo, aplica-se a modalidade de arrolamento comum
II. DO AUTOR DA HERANÇA
O Autor da herança é o Sr. XXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, inscrito no CPF sob
nº XXXXXXXXX, RG nº XXXXXXXXXX, residente e domiciliado na Rua
XXXXXXXXXXXX, nº XXXX, Bairro XXXXXX, no município de XXXXXXXXXXX – SC.
O óbito ocorreu no dia XX/XX/XXXX, no mesmo município onde sempre residiu,
não deixando testamento ou qualquer disposição de última vontade similar.
III. DO INVENTARIANTE
Requer a nomeação da meeira XXXXXXXXXXXXX como inventariante do espólio,
dada a previsão do art. 617, I, do CPC/15, independente de assinatura do termo.
IV. DA VIÚVA MEEIRA
XXXXXXXXXXX, brasileira, viúva, inscrita no CPF sob o nº XXXXXXXXXXX, RG nº
XXXXXXXXXXXXX, casada com o de cujus sob o regime de Comunhão Universal de
Bens, fazendo jus à meação de 50% (cinquenta por cento) da totalidade dos bens
do espólio, sem direito à herança, nos termos do art. 1667, do CC/02.
V. DOS HERDEIROS
O falecido deixou como herdeiros dois filhos, sendo:
• XXXXXXXXXX, brasileiro, menor impúbere, inscrito no CPF sob nº
XXXXXXXXXXXXXX, RG nº XXXXXXXXX, nascido em XXXXXXXXX.
• XXXXXXXXXX, brasileiro, solteiro, inscrito no CPF sob nº XXXXXXXXXXX, RG nº
XXXXXXXX, nascido em XXXXXXXX.
Ambos os herdeiros residem na Rua XXXXX, nº XXXXXX, Bairro Centro, no
município de XXXXXX – SC.
VI. DOS BENS
O falecido deixou os seguintes bens:
1. Saldo em conta corrente no Banco XXXXX, Agência nº XXXXXX, CC nº
XXXXXXXXXX, no valor de R$ XXXXXXX;
2. Saldos FGTS na Caixa Econômica Federal, Conta nº XXXXXXXX, PIS/PASEP
XXXXXXXXX, no valor de R$ R$ XXXXXXX;
3. Metade (50%) das cotas da sociedade XXXXXXXXXXX, no valor total de R$
XXXXXX;
4. 01 veículo automotor XXX/XXX, Modelo/Ano XXX, Categoria: Partic, Preto,
1.24T/146CV/OP, com placa XXX-XXX, avaliado conforme tabela FIPE em R$
XXXXXXX.
Valor total dos bens do falecido: R$ XXXXXX.
Impende destacar que o de cujus era empresário individual, inscrito no CNPJ sob
nº XXXXXXXXXX, com IE nº XXXXXXXXXX, cuja baixa fora deferida em XX/XX/XXXX.
Inexistem, portanto, demais bens a serem partilhados. Ademais, não há dívidas em
nome do falecido.
VII. DO PLANO DE PARTILHA
À viúva e meeira XXXXXXXX caberá, a título de meação, a fração de 2/4 do monte,
equivalente a R$ XXXXXXXXX do seguinte modo:
1. os bens descritos nos itens 1, 2 e 3 do tópico VI;
2. uma parte do veículo do item 4 do tópico VI (35,18%), correspondente a R$
XXXXXXXXXX.
Ao herdeiro XXXXXXXXXXX caberá a fração de ¼ do monte, representado por
parcela (32,41%) do veículo elencado no item 4, do tópico VI, no valor de R$
XXXXXXXXXXX.
Ao herdeiro XXXXXXXXXXXX, caberá a fração de ¼ do monte, representado por
parcela (32,41%) do veículo do item 4, do tópico VI, no valor de R$
XXXXXXXXXXXXX.
No que tange ao precitado veículo, faz-se necessária a autorização deste juízo para
aliená-lo durante o processo, porquanto o bem é indivisível, fator que impossibilita
a divisão entre as 03 (três) pessoas, prejudicando, destarte, a partilha de forma
igualitária.
Ao final, requer seja expedido o competente formal de partilha para divisão do
quinhão de cada herdeiro/meeiro em pecúnia.
VIII. DO USO E FRUIÇÃO ANTECIPADA DE VALORES
A viúva e meeira necessita, para a manutenção de sua família, do lar, das despesas
inerentes à perda de um ente familiar e de tudo o que lhe diz respeito, usufruir dos
saldos constantes das contas bancárias algures transcritas.
A possibilidade do uso e fruição de forma liminar, durante o processo de
inventário, vem elencada pelo art. 647, parágrafo único, do CPC/15, in verbis:
Parágrafo único. O juiz poderá, em decisão fundamentada, deferir antecipadamente a qualquer dos
herdeiros o exercício dos direitos de usar e de fruir de determinado bem, com a condição de que, ao
término do inventário, tal bem integre a cota desse herdeiro, cabendo a este, desde o deferimento,
todos os ônus e bônus decorrentes do exercício daqueles direitos.

Destarte, requer o deferimento do pedido liminar, devendo tais valores integrarem


as quotas da meeira ao final do inventário.
IX. DOS PEDIDOS
Ante o exposto, requer:
1. a nomeação da meeira XXXXXXX como inventariante;
2. a concessão de gratuidade da justiça;
3. o deferimento antecipado do uso e fruição dos valores depositados em
contas bancárias;
4. a intimação do Ministério Público;
5. a autorização judicial por alvará para a alienação do veículo constante do
item 4, tópico VI, com o fito de realizar a partilha dos valores em pecúnia;
6. a homologação do plano de partilha nos moldes alhures expostos, expedindo-
se o respectivo formal e/ou alvarás que se fizerem necessários.
Dá-se à causa o valor de R$ XXXXXXXX (valor por extenso)
Nestes termos, pede deferimento.
Município, xx de xxxxx de 2018.
João Leandro Longo
Advogado
OAB/SC nº 52.287
ADVOGADO: quer acessar+ de 20.000 (vinte mil) modelos de petição? CLIQUE
AQUI!