Você está na página 1de 6

QUESTÕES: AGNATAS E PEIXES

Instruções:
Leia atentamente as questões
para resolvê-las.
Clique no link "Sugestão de
Resposta", abaixo de cada teste,
para conferir a sugestão elaborada
pelo professor.

01.(UNESP) Naquela tarde assaram trinta bois, quantidade ínfima para abastecer os
homens que ainda sobravam (...)
Os bois e os homens pertencem à Classe dos Mamíferos e ao Filo dos Cordados.

a) Cite duas características exclusivas desse Filo.


b) Justifique a afirmação: Uma das inovações mais significativas surgidas durante a
evolução dos Cordados foi o desenvolvimento da mandíbula.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Os cordados são animais que apresentam em alguma fase de seu desenvolvimento as


seguintes estruturas: tubo nervoso dorsal, notocorda e fendas faringeanas.

b) O desenvolvimento da mandíbula permitiu aos cordados deixar de ser parasitas e


desempenhar o papel de predadores. Esse fato muito contribuiu para a adaptação destes
animais em ambientes com grande disponibilidade de presas.

02. (UNESP) "Cientistas ingleses disseram ter descoberto os restos de um dos


primeiros tubarões. Os fósseis encontrados datam de 25 milhões de anos antes do
que se acreditava. A impressão, a partir dos achados, é que os tubarões desta época
não tinham mandíbulas."
(O ESTADO DE S. PAULO, 17/02/98, pág. A-12.)

a) Qual é o grupo de vertebrados que não possuía mandíbulas e que, provavelmente,


antecedeu aos peixes? Cite um exemplo de um animal desse grupo.
b) Qual a grande vantagem da aquisição de mandíbula pelos peixes.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Ciclostomados (Agnatas). Ex: lampréias e feiticeiras ou peixes-bruxa.

b) Facilitou a vida livre já que os agnatas são parasitas, Os peixes com mandíbula
(gnatostomados) podem abocanhar suas presas e, como predadores, apresentam maiores
chances de sobrevivência no ambiente aquático, além de proporcionar melhor chance de
defesa.

03. (FUVEST) Ouriço-do-mar, lagartixa, planária, polvo, anfioxo e cavalo-marinho.

a) Quais dos animais acima pertencem ao filo dos cordados?


b) Cite duas características que permitem agrupá-los nesse filo?

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Anfioxo (protocordatas) Lagartixa (anfíbio), cavalo-marinho (peixe-ósseo).

b) Presença de notocorda, fendas branquiais, sistema nervoso dorsal em alguma fase da vida.

04. (FUVEST) Com relação à bexiga natatória, responda:

a) Que tipo de peixe tem bexiga natatória?


b) Qual a principal função desse órgão?
c) Quando o peixe se encontra junto à superfície da água, o volume da bexiga
natatória aumenta ou diminui?
d) Qual a função da bexiga natatória nos peixes dipnóicos, como a piramboia?

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Peixes ósseos.

b) Funciona como órgão hidrostático.

c) Aumenta.

d) Nos peixes dipnóicos, a bexiga natatória tem função respiratória.

05. (FUVEST) Dê quatro caracteres que distinguem os peixes cartilaginosos dos


ósseos.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

Peixes cartilaginosos têm esqueleto de cartilagem, boca ventral, nadadeiras caudal


heterocerca e não têm bexiga natatória. Peixes ósseos têm esqueleto ósseo, boca anterior ou
terminal, nadadeira caudal homocerca e possuem bexiga natatória.

06. (UNICAMP) Muitas espécies são introduzidas em um ambiente sem que haja uma
avaliação de riscos associados a essa prática. Isso tem acontecido em larga escala
com peixes em todo o mundo. A truta arco-íris já foi introduzida em 82 países, uma
espécie de tilápia em 66 países e a carpa comum em 59 países".
(Ciência hoje, 21 (124) 36-44, 1996)

Caracterize os peixes quanto à anatomia do coração, quanto ao tipo de sistema


respiratório e quanto ao tipo de sistema circulatório.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

O coração dos peixes possui duas cavidades: um átrio e um ventrículo. O sistema circulatório é
fechado, simples e completo. È fechado porque o sangue circula apenas dentro de vasos. É
simples porque o sangue passa apenas uma vez pelo coração. No coração dos peixes passa
apenas sangue venoso. É completo porque não há mistura de sangue venoso com o arterial. A
maioria dos peixes tem respiração branquial, mas há aqueles que têm respiração pulmonar
(peixes dipnóicos como a piramboia) através da bexiga natatória modificada.

07. (VUNESP) Há pouco mais de 400 milhões de anos, alguns peixes tropicais
começaram a desenvolver uma estratégia respiratória (respiração aérea) que tornou
uma vantagem evolutiva para a ocupação de águas com baixa concentração natural
de oxigênio, como as dos rios da Amazônia. Recentemente, um dos problemas que
têm preocupado os ambientalistas é o derramamento acidental de petróleo em rios da
Amazônia, com a formação de uma película de óleo sobre a superfície dos rios.
Estudos realizados por pesquisadores brasileiros demonstraram que algumas
espécies de peixe podem ser mais afetadas por este tipo de acidente ambiental.
(adaptado da Revista Pesquisa FAPESP N° 87 2003)

Tendo como referência o texto, responda.

a) Qual a estrutura presente em alguns peixes que possibilita a respiração aérea? Cite
uma segunda função dessa estrutura.
b) Comparando os peixes pirarucu (Araipama gigas, que tem respiração aérea
obrigatória) e boari (Mesonauta insignis, que retira todo oxigênio que fica entre as
moléculas de água), qual dos dois seria mais afetado pelo derramamento de petróleo
nos rios? Por quê?

Sugestão de Resposta:
[fechar resposta]

a) A estrutura é a bexiga natatória. Outra função dessa estrutura é atuar como órgão com
função hidrostática (equilíbrio na água).

b) O mais afetado será o pirarucu, pois na tentativa de obtenção do ar atmosférico vai se


contaminar com petróleo, substância rica em hidrocarbonetos, tóxicos aos peixes.

08. (UNICAMP) Os vertebrados apresentam apenas endoesqueleto, enquanto os


invertebrados podem apresentar exoesqueleto ou endoesqueleto.

a) Dê um exemplo de invertebrado, com endoesqueleto e outro com exoesqueleto.


Indique em cada caso a função e o principal componente químico do esqueleto.
b) Que grupo de vertebrados possui esqueleto inteiramente cartilaginoso?

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Invertebrados com endoesquelto: poríferos (esponjas) possuem espículas de calcárias ou


silicosas ou espongina com função de sustentação e equinodermos possuem esqueleto
formado por placas calcárias, também com função de sustentação.
Invertebrados com exoesqueleto: artrópodes possuem esqueleto formado por quitina, com
função de proteger e dar sustentação ao corpo do animal e corais (cnidários) possuem
esqueleto externo de calcário.

b) Os peixes cartilaginosos ou condrictes.

9. (UNESP) Os peixes podem ser, entre outras formas alimentares, carnívoros ou


herbívoros.Quanto a essas duas formas de alimentação:
Como são os peixes marinhos que vivem em grandes profundidades (regiões
abissais)? Justifique sua resposta.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

Carnívoros ou detritívoros porque em regiões abissais não chega luz e, portanto não há
produtores (vegetais ou algas).

10. (UDESC) Os peixes são considerados animais pecilotérmicos e sofrem a influência


direta da temperatura ambiental. O gráfico a seguir representa a relação entre o
consumo de oxigênio de um peixe - primeiramente em repouso e, posteriormente, em
atividade - e a temperatura da água.
Comente como podemos comprovar que os peixes são pecilotérmicos e não
homeotérmicos, de acordo com os dados do gráfico.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

O gráfico mostra que a taxa metabólica dos peixes (consumo de oxigênio, por hora) aumenta
proporcionalmente ao aumento da temperatura da água. Se fossem homeotérmicos, com
temperatura constante, sua taxa metabólica diminuiria com o aumento da temperatura
ambiental. Pode-se observar também que numa mesma temperatura o consumo de oxigênio, é
maior quando o peixe está em atividade.

11. (UFRJ) Os peixes apresentam grande variedade de adaptações a modos de vida


diferente no ambiente marinho. Entre os peixes carnívoros existem aqueles adaptados
à captura de presas graças ao nado rápido (grupo 1), e outros que capturam suas
presas permanecendo imóveis e dissimulados sobre o substrato em água rasas
(grupo 2). Na tabela estão apresentados os valores da proporção (superfície branquial
/ massa corporal), de quatro espécies de peixes.

Superfície branquial /
Espécie
Massa Corporal
A 2551
B 51
C 127
D 1725

Admitindo que no ambiente onde vivem essas espécies não existe variação
significativa na disponibilidade de oxigênio, determine quais as espécies que
pertencem ao grupo 1 e ao grupo 2. Justifique sua resposta.

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]
As espécies A e D possuem uma maior relação superfície branquial/ massa corporal, portanto,
pertencem ao grupo 1. Sua atividade metabólica é muito alta exigindo grande consumo de
oxigênio, sendo que o mesmo é obtido através da grande superfície branquial. As espécies B e
C são do grupo 2, pois sua relação entre a superfície branquial/massa corporal é menor, assim
o seu gasto de oxigênio é menor, pois permanecem imóveis por longos períodos.

12. (FUVEST) Um cientista, procurando identificar que sentidos são usados por
piranhas para reconhecer e atacar presas montou um experimento em que preparou
três aquários com esses peixes nas seguintes condições:

»» o aquário I foi mantido iluminado e nele se introduziram presas vivas;


»» o aquário II ficou em total escuridão e também recebeu presas vivas;
o aquário III, iluminado, recebeu presas vivas envoltas por um recipiente impermeável,
»»
transparente e incolor;

a) Se a visão for o único sentido que faz a piranha reconhecer a presa, o que será
observado nos três aquários?
b) O que será observado caso a piranha utilize apenas o olfato para reconhecer a
presa?
c) Se as piranhas não predarem no aquário III, o que você pode concluir?

Sugestão de Resposta:

[fechar resposta]

a) Nos aquários I e III as piranhas devoram as presas. No aquário II as presas não serão
devoradas.

b) Nos aquários I e II as piranhas devoram as presas. No aquário III as presas não serão
devoradas.

c) Conclui-se que o olfato é o principal sentido da piranha.