Você está na página 1de 10

AULA 1 O que significa Literatura?

A resposta a esta questão considera dois elementos complementares: a arte e a


palavra. Consideramos ser de grande importância, no início de nossos estudos
de Literatura, apresentar algumas reflexões básicas sobre as características do
texto literário.

“Literatura vem do latim litterae, que significa le-


tras e resume o conjunto de saberes ou habilidades de
escrever e ler bem e se relacionar com as artes da gra-
mática, da retórica (arte de falar em público) e da poé-
tica. Por extensão, se refere especificamente à arte ou
ofício de escrever de forma artística.” (Wikipédia)

“Uma coisa é escrever como poeta [Literatura],


outra coisa, como historiador [Texto não literário]: o
poeta pode contar ou cantar coisas não como foram,
mas como deveriam ter sido, enquanto o historia-
dor deve relatá-las não como deveriam ter sido, mas
como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade
o que quer que seja.” (Miguel de Cervantes)

“A Literatura, como toda arte, é uma transfigu-


ração do real, é a realidade recriada através do espí-
rito do artista e retransmitida através da língua para as
formas, que são os gêneros, e com os quais ela toma
corpo e nova realidade. Passa, então, a viver outra
vida, autônoma, independente do autor e da experiên-
cia de realidade de onde proveio.” (Afrânio Coutinho)

Formas literárias
Poesia Prosa

Emília
Autopsicografia
- A vida, Senhor Visconde, é um pisca-pisca. A gente
O poeta é um fingidor. nasce, isto é, começa a piscar. Quem para de piscar chegou
Finge tão completamente ao fim, morreu. Piscar é abrir e fechar os olhos – viver é isso. É
Que chega a fingir que é dor um dorme-e-acorda, até que dorme e não acorda mais.
A dor que deveras sente. [...] A vida das gentes neste mundo, senhor sabugo,
E os que leem o que escreve, é isso. Um rosário de piscadas. Cada pisco é um dia. Pisca e
Na dor lida sentem bem, mama; pisca e anda; pisca e brinca; pisca e estuda; pisca e
Não as duas que ele teve, ama; pisca e cria filhos; pisca e geme os reumatismos; por fim
pisca pela última vez e morre.
Mas só a que eles não têm.
- E depois que morre? – perguntou o Visconde.
- Depois que morre, vira hipótese. É ou não é?
Versos extraídos do livro Fernando Pessoa – Obra Poética.
Cia. José Aguilar Editora, Rio de Janeiro, 1872, pág. 164. LOBATO, Monteiro. Memórias de Emília.
São Paulo: Brasiliense, 1955.

Literatura 1 - Aula 1 5 Instituto Universal Brasileiro


Conceito de Literatura
O conceito de Literatura apresenta um
aspecto variável, ampliando seus contornos Onde começa a poesia
através dos tempos. Muito se tem discutido
Dizem os estudiosos que a primeira
sobre ele. Os estudiosos da Grécia Antiga já
manifestação literária do ser humano surgiu
se preocupavam com a conceituação da Li- sob a forma de poesia. Assim, o poema re-
teratura. De acordo com o conceito estético presenta a primitiva necessidade de comu-
moderno, Literatura é arte literária, isto é, são nicação literária do ser humano. Isso parece
as obras de arte literária, ficando excluídas uma verdade tão irrefutável que todos nós
as científicas e filosóficas. já “perpetramos” alguns poemas que, en-
Podemos dizer que a Literatura é a vergonhados, guardamos em algum fundo
arte que se expressa pela palavra escri- esquecido de gaveta, nas folhas amarela-
ta e oral. São literários os textos produzi- das de cadernos escolares.
dos pela imaginação criadora do artista, Irrefutável. Irrespondível, que não se pode responder.
que parte do seu conhecimento e recria a Perpetramos. Praticamos, rascunhamos.
realidade. A Literatura é a arte da palavra,
apresenta uma nova realidade, isto é, uma Jornal Mundo Jovem. Junho de 2003, n° 337.
suprarrealidade. Podemos concluir que Li- Texto adaptado.
teratura pode ser definida como a arte de
criar e recriar textos.
Arte poética e a natureza

O que são esses primeiros poemas do


ser humano? São descrições do mundo e sua
natureza. São o resultado de sua vida repenti-
A Literatura como arte da palavra faz namente extasiada diante dessas maravilhas
uso livre da língua, faz uso da liberdade de cor e forma que o Criador nos outorga: o
de criação, transcende a pura informa- mundo físico, vegetal, mineral e animal. As
ção, emociona, sugestiona e, até mesmo, árvores, as frutas, os montes, os pássaros e
transfigura a realidade. outros animais são alguns dos cenários esco-
lhidos pelos iniciantes em poesia.
Literatura 1 - Aula 1 6 Instituto Universal Brasileiro
Inspiração poética vimentos; a Arquitetura recorre às linhas; e a
Escultura se utiliza das formas e dos volumes.
Inúmeros poetas brasileiros principiaram Mas todas têm um único objetivo: levar uma
sua vida literária utilizando esse pano de fun- impressão estética.
do, a inspiração pela natureza, a valorização É a beleza o fim essencial da arte lite-
do meio ambiente. Vejamos como exemplo, rária, através da palavra escrita ou oral. Não
na célebre Canção do exílio, do romântico queremos dizer, com isso, que arte – e em
Gonçalves Dias (1823 - 1864), como são real- particular arte literária, que é a arte das pa-
çados os elementos naturais do Brasil, exal- lavras – seja apenas uma fonte de prazer es-
tando suas riquezas: “Minha terra tem palmei- tético, ou meio de distração de um indivíduo
ras. / Onde canta o sabiá; / As aves que aqui despreocupado; ela é o resultado da vivência
gorjeiam, / Não gorjeiam como lá”. “Nosso céu do artista, que conseguiu apreender da reali-
tem mais estrelas, / Nossas várzeas têm mais dade conhecimentos da vida e do mundo ao
flores, / Nossos bosques têm mais vida, / Nos- seu redor e que a nós, homens comuns, nos
sa vida mais amores”. escapam.
Os poetas cantaram e ainda hoje can- Concluindo, podemos dizer que a obra
tam a presença da natureza em consonân- literária é a composição que leva até nossa
cia com seus mais íntimos sentimentos, se- inteligência, por meio de palavras, a beleza de
jam de alegria ou de tristeza, de exaltação uma ideia ou de um sentimento.
ou de melancolia. O que é incontestável, no
entanto, é essa necessidade de fazer poe-
sia, que não se restringe unicamente aos
poetas consagrados, mas a todo e qualquer
ser humano.
Você sabe por que os textos
literários são chamados de
Arte literária obras de ficção?
A Literatura é uma das formas de ex-
pressão artística do ser humano, juntamente
com a música, a pintura, a dança, a escultura, Quando lemos um conto, um
o teatro etc. poema, ou um romance, obser-
vamos que os fatos, as coisas, o
O material básico da literatura é a palavra. tempo e o espaço assemelham-se
aos fatos, às coisas, ao tempo e
ao espaço que podemos reconhe-
cer no mundo real que nos cerca.
Isso porque a literatura procura re-
tratar o homem e seu mundo, ou
seja, seu ambiente, suas alegrias,
emoções, angústias e aspirações.
Porém, ao transformá-los em lin-
guagem, o escritor cria uma outra
realidade, um universo autônomo,
produto da sua observação, criati-
vidade, inventividade e fantasia. É
O meio de expressão da arte literária é a por isso que chamamos os textos
palavra escrita ou oral, da qual se serve para literários de obras de ficção, pala-
comunicar a beleza. vra originária do latim que significa
A Música se serve dos sons; a Pintura fantasia, criação.
emprega as cores; a Dança se utiliza dos mo-
Literatura 1 - Aula 1 7 Instituto Universal Brasileiro
Literatura: expressão da sociedade
“A Literatura é a expressão da socieda- Depoimento sobre a
de, assim como a palavra é a expressão do importância dos livros
homem.”
(Louis de Bonald, pensador e crítico do Romantismo Francês) Meus filhos terão computa
dores, sim, mas antes terão
livros. Sem livros, sem leitura,
os nossos filhos serão incapazes
de escrever – inclusive a sua própria história.”
(Bill Gates)

A presença do livro digital


E-Reader Não é livro, é Biblioteca.

Ler um livro nunca


O que pode influenciar a Literatura? foi uma experiên-
cia tão tecnológica.
Os movimentos sociais e literários de Este ano, além dos
uma mesma época estão relacionados. As tradicionais volu-
obras literárias de um país são explicadas mes de papel, os
segundo suas diferentes condições políticas livros digitais – tam-
e sociais. Segundo o professor Mendes dos bém conhecidos como e-readers– marcaram
Remédios, a literatura, “como manifestação presença em dois dos maiores eventos do
da vida de um povo, acompanha este na ativi- mercado livreiro nacional, a Bienal Internacio-
dade histórica. A formação do país, seu clima, nal do Livro de São Paulo e a Festa Literária
sua situação geográfica, a raça ou as raças Internacional de Paraty (Flip).
que entraram na sua constituição, bem como O e-reader (leitor digital) só supera ou-
suas lutas e conquistas, o progresso ou o re- tros aparelhos em seu conforto de leitura. O
trocesso, as glórias ou amarguras, enfim toda preço do e-reader no Brasil ainda é alto, mas
a sua vida vai refletir-se na obra de seus escri- se o leitor é grande consumidor de livros, o
tores mais ilustres.” meio digital ainda é grande economia. Ter na
As literaturas, quer antigas, quer modernas, mão um e-reader é poder ler todos os livros
sofreram e continuam a sofrer, ora com mais vi- em domínio público. A maior parte das obras
gor, ora menos intensidade, as influêcias dos se- literárias encontra- se neste status, é como
guintes fatores: religião, costumes, leis, causas se adquirisse ao mesmo tempo uma enciclo-
morais e políticas (segundo Madame de Stàel); pédia com todos os clássicos mais importan-
evolução (Brunetière); raça, meio e momento his- tes da literatura. Os modelos mais simples
tórico (Taine). têm a capacidade de 3Gb ou 3.500 livros, po-
Ainda são fatores influentes na Literatu- dendo ser expandidos até 64Gb, chegando a
ra, o rádio, a televisão, a Internet, o cinema, a 75.000 livros. Há livros para todos os gostos.
imprensa, a hereditariedade, a saúde, a tradi-
Disponível em: http://espíritodegutenberg.wordpress.com/
ção, a nacionalidade, os costumes e as cor- (texto adaptado)
rentes literárias.
Literatura 1 - Aula 1 8 Instituto Universal Brasileiro
Tipos de texto
Textos informativos e literários denotativa (utiliza a palavra em seu sentido
próprio), preocupa-se em transmitir o conteú-
É possível dividir os tipos de texto em do sem preocupação artística.
dois grandes grupos: textos informativos e tex-
tos literários. E há três aspectos que permitem
Características do texto literário
fazer o estudo comparativo, considerando as
características próprias de cada tipo de texto: Em um texto literário (poemas, roman-
intenção ou o objetivo, linguagem utilizada ces), a forma é muito importante, pois é uma
e relação com a realidade. composição, que nos traz por meio das pa-
lavras a beleza de uma ideia ou de um sen-
timento. As palavras são usadas de maneira
Objetividade do texto não literário
artística, original e com correção gramatical.
Todo texto não literário ou informativo O escritor de literatura está mais preocupado
(artigo de jornal, relatório, programa de com- em comover, emocionar o leitor. Literatura,
putador) tem um conteúdo e uma forma. Da- portanto, refere-se aos textos que possuem
mos mais importância ao conteúdo do que à uma preocupação estética, provocando pra-
forma, ou seja, temos mais interesse no que o zer e conhecimento, principalmente pela sua
texto diz (informação) e não em como o texto forma e também pelo seu conteúdo e orga-
diz. O escritor de um livro científico não quer nização. A linguagem literária é conotativa,
dirigir-se às emoções do leitor, mas sim atin- utiliza recursos de estilo, figuras (palavras de
gir seu cérebro, sua compreensão. Porém, sentido figurado), em que as palavras adqui-
toda vez que desrespeita uma norma grama- rem sentidos mais amplos do que geralmen-
tical, o autor desvia a atenção do leitor para te possuem. Lembre-se de que a forma pode
a forma. A linguagem não literária é objetiva, apresentar-se em prosa e em verso.

Compare os exemplos de texto sobre o tema casamento


Texto não literário Texto literário

Casar faz bem? Casamento


Kathleen King, da Universidade de Ro- Há mulheres que dizem:
chester, em estudo publicado na revista Health Meu marido, se quiser pescar, pesque,
Psychology, de 22 de agosto de 2011, mostra mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
que casamento feliz faz bem para o coração.
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
Após acompanhar cardíacos que sofreram ci- É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
rurgia para revascularização, a autora concluiu de vez em quando os cotovelos se esbarram,
que cuidados maritais têm peso na evolução dos ele fala coisas como “este foi difícil”
pacientes. Após acompanhar 225 pacientes por “prateou no ar dando rabanadas”
15 anos, a autora notou que 83% das mulheres e faz o gesto com a mão.
revascularizadas que tinham um casamento feliz O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
ainda estavam vivas. Para os homens infartados atravessa a cozinha como um rio profundo.
a diferença é um pouco menor, mas ainda muito Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
significativa: três vezes mais chances de sobrevi-
Coisas prateadas espocam:
da para os homens casados e felizes. somos noivo e noiva.
TUMA, Rogério. Revista Carta Capital on-line.
PRADO, Adélia. Poesia Reunida. São Paulo:
Acesso em 22-03-2012. Texto Adaptado.
Siciliano, 1991.

Literatura 1 - Aula 1 9 Instituto Universal Brasileiro


O texto literário
Elementos da obra literária
Os elementos fundamentais de uma obra
literária são dois: conteúdo e forma.
História de bem-te-vi
Conteúdo
Imagem que o artista recebeu da rea-
lidade e recriou, ou seja, é a suprarrealida-
de concebida pela intuição artística. São as
ideias, os conceitos, os sentimentos que as
palavras transmitem da mente do escritor
para a mente do leitor.

Forma
É a linguagem escrita ou falada. É veícu-
lo das ideias e dos sentimentos do escritor. A Com estas florestas de arranha-
forma envolve aspectos linguísticos e gráficos céus que vão crescendo, muita gente
do texto. É o instrumento do conteúdo, pois pensa que passarinho é coisa só de
nenhum trabalho literário poderá deixar de le- jardim zoológico; e outras até acham
var em conta a expressão verbal, ou seja, a que seja apenas antiguidade de mu-
forma. A expressão verbal é o elemento mais seu. Certamente chegaremos lá; mas
importante da obra de arte. por enquanto ainda existem bairros
Para muitos estudiosos, conteúdo e for- afortunados onde haja uma casa, casa
ma não se separam, se concentram num único que tenha um quintal, quintal que tenha
objeto: a palavra escrita. Assim, um conto, um uma árvore. Bom será que essa árvo-
romance, um poema não têm conteúdo e forma re seja a mangueira. Pois nesse vasto
separadamente, mas possuem uma forma/con- palácio verde podem morar muitos pas-
teúdo, isto é, se uma obra tem uma forma, logo sarinhos.
tem também a ideia de conteúdo. Os velhos cronistas desta terra
encantaram-se com canindés e araras,
Texto em Prosa tuins e sabiás, maracanãs e “quere-
juás”, todos azuis de cor finíssima...”.
Nós esquecemos tudo: quando um poe-
Prosa. Discurso que vai em linha reta
até o fim, ao contrário do que se dá com o ta fala num pássaro, o leitor pensa que
verso; maneira natural de falar e escrever; lin- é leitura...
guagem usada nos romances, contos e crô- Mas há um passarinho chamado
nicas. bem-te-vi. Creio que ele está para acabar.

Cecília Meireles, nesse pequeno texto MEIRELES, Cecília. Escolha seu sonho.
Rio de Janeiro: Ed. Record, 2002.
História de bem-te-vi, refere-se à natureza, em
especial a algumas espécies de pássaros que
provavelmente caminham para extinção, por O texto História de bem-te-vi está orga-
causa das construções que vão acabando com nizado em prosa. O texto em prosa organiza-
as áreas verdes. se em parágrafos.
Literatura 1 - Aula 1 10 Instituto Universal Brasileiro
Texto em verso
lia a história de Robinson Crusoé,
comprida história que não acaba
Poesia. Arte de escrever em verso; mais.
composição poética de pequena exten-
são, que desperta o sentido do belo, que
emociona, comove, eleva; associação
harmoniosa de palavras, ritmos e ima-
gens; expressão do poder criativo e da
imaginação inspirada.
Verso. Cada uma das linhas do po-
ema, com característica melódica, sonora
e unidade de sentido; composição literária
em que as frases são versificadas.
Estrofe. Conjunto de versos; divisão
de um texto poético em grupos de versos
com número semelhante ou não. No meio-dia branco de luz uma voz
Rima. Repetição de sons iguais ou que aprendeu
similares distribuídos em intervalos simé- a ninar nos longes da senzala – e
tricos no fim ou no interior do verso; apoio nunca se esqueceu
fonético entre dois versos ou mais; unifor- chamava para o café.
midade de sons na terminação de dois ou Café preto que nem a preta velha
mais vocábulos. café gostoso
café bom.
Carlos Drummond de Andrade eter-
niza no poema Infância o retrato familiar Minha mãe ficava sentada cosendo
em que o “pai montava a cavalo, e ia para olhando para mim:
o campo” e “campeava/ no mato sem fim - Psiu... Não acorde o menino.
da fazenda”, enquanto ele, sozinho meni- Para o berço onde pousou um mos-
no entre as mangueiras, lia as histórias de quito.
Robinson Crusoé. Aqui, a natureza espia a E dava um suspiro... que fundo!
doce paz bucólica, rústica, campestre da
infância do poeta. Lá longe meu pai campeava
no mato sem fim da fazenda.
E eu não sabia que minha história
era mais bonita que a de Robinson
Crusoé.

O poema Infância está organizado ANDRADE, Carlos Drummond de. Poesia e prosa.
Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1988.
em versos, distribuídos em conjuntos que
formam as estrofes.
Vocabulário

Cosendo. Costurando
Infância Robinson Crusoé. O famoso náufrago
Meu pai montava a cavalo, ia para do romance de Daniel Defoe, que de-
o campo. sembarcou do navio e viveu uma aven-
tura em ilha da América do Sul.
Minha mãe ficava sentada cosendo.
Campeava. Andava a cavalo no campo
Meu irmão pequeno dormia. ou no mato, à procura de gado.
Eu sozinho menino entre mangueiras

Literatura 1 - Aula 1 11 Instituto Universal Brasileiro


Os limites entre a prosa e a poesia

“Aristóteles já observava, em sua Poé-


tica, que nem todo texto escrito em verso é
“poesia”, pois na época era comum se usar os
versos até em textos de natureza científica ou Definições de Literatura
filosófica, que nada tinham a ver com poesia.
Do mesmo modo, nem tudo que é escrito em • Literatura é a arte que se expres-
forma de prosa tem conteúdo de prosa. sa pela palavra escrita e oral. O material
O linguista Roman Jakobson define básico da literatura é a palavra.
“poesia” a partir das funções da linguagem: • Literatura é uma das formas de
“poesia” é o texto em que a função poética
expressão artística do ser humano, jun-
predomina sobre as demais. Assim, um texto
tamente com a música, a pintura, a dan-
escrito em forma de prosa pode ser conside-
rado “poesia” se sua função principal, sua fi- ça, a escultura, o teatro etc.
nalidade, for poética. A tal texto pode-se dar o
nome de prosa poética ou poesia em prosa.” Elementos da obra literária

PROSA. Wikipédia – a enciclopédia livre. • Conteúdo. Imagem que o autor


Acesso em: 12-06-2012. recebeu da realidade e recriou (concei-
tos e ideias do autor).
“A diferença entre poesia e prosa lite- • Forma. Linguagem escrita ou fa-
rária é polêmica, pois seus limites não estão lada. Pode apresentar-se em prosa ou
bem definidos, existindo formas intermediá- em verso.
rias, chamadas de “poema em prosa” ou “pro-
sas poéticas”. A poesia não se distingue da
Texto literário X Texto não literário
prosa literária pela presença da rima (há po-
emas sem rimas), nem do metro (há poemas
com versos irregulares), nem do ritmo (a prosa • Texto literário. São textos escri-
também pode ter um ritmo poético), nem da tos para emocionar, que utilizam lingua-
estrofe (como há romances sem divisão em gem poética, em que a palavra, depen-
capítulos, assim há poemas sem divisão es- dendo do contexto, pode ter significados
trófica). A diferença formal reside apenas na diferentes. Exemplos: contos, poemas,
presença ou não do “verso”. Do latim versus, romances, peças de teatro, novelas,
o termo significa “voltar para trás”, retorno; ao crônicas etc.
passo que prosa, de prorsus, significa “ir para • Texto não literário. São textos
frente”, avançar sem limites. Teoricamente, se
escritos para informar, de modo objeti-
o espaço gráfico o permitisse, um conto ou um
vo e direto, em que a palavra possui um
romance poderia ser escrito numa única linha.
Um poema, diferentemente, é construído pela significado próprio. Exemplos: notícias,
segmentação de sua escrita: cada verso é um cartas comerciais, receitas culinárias,
recorte. Um verso é intocável, sendo sua ex- manuais de instrução etc.
tensão inalterável em qualquer edição do po-
ema, devendo-se respeitar até os espaços em Texto em prosa e Texto em verso
branco, pois também eles são significativos. A
prosa, diferentemente, se caracteriza pelo rit- • Texto em prosa. Linguagem na-
mo da “continuidade”, enquanto a poesia tem tural organizada em parágrafos, usando
como ritmo próprio “a repetição”, direcionando- palavras em sentido próprio.
se mais para o eixo da similaridade.”
• Texto em verso. Arte de escre-
D’OROFRIO, Salvatore. Dicionário de Culfura Básica. ver poesia, utilizando os múltiplos senti-
In Wikisource. Texto Adaptado. dos das palavras.

Literatura 1 - Aula 1 12 Instituto Universal Brasileiro


a) ( ) 2-2-1-2-1-1
b) ( ) 1-1-2-2-2-1
c) ( ) 2-1-1-2-2-1
d) ( ) 1-1-1-2-2-1
1. Assinale a única alternativa incorreta.
4. As obras literárias em prosa em que o
a) ( ) A arte literária é apenas fonte de prazer. autor recria a realidade a partir de seu mundo,
b) ( ) A criação artística é uma recriação de seus sentimentos, de suas fantasias são
da realidade, apresentando uma nova realidade. chamadas obras de:
c) ( ) A vida de um povo se reflete nas
obras literárias dos mais ilustres escritores. a) ( ) pesquisa.
d) ( ) Arte literária é a composição que leva b) ( ) ficção.
até nossa inteligência, por meio de palavras, a c) ( ) observação.
beleza de uma ideia ou de um sentimento. d) ( ) inventividade.

2. Abaixo, estão algumas frases sobre li- 5. Quais dos fatores influenciam a Literatura?
teratura. Algumas estão corretas, outras estão
incorretas. Leia com bastante atenção, colo- a) ( ) Momento histórico.
que (C) para as certas e (E) para as erradas; b) ( ) Meio ambiente.
depois, assinale a alternativa correta. c) ( ) Raça e costumes.
d) ( ) Todas as alternativas estão corre-
( ) Os elementos fundamentais de uma tas e se completam.
obra literária são a forma e o conteúdo.
( ) O conteúdo é mais importante do que 6. Faça a correlação entre os textos
a forma no texto literário. abaixo e assinale a alternativa correta.
( ) A realidade é apenas o ponto de par-
tida para a criação artística. I – Qualquer amor. “Só se pode viver
( ) O material básico da arte literária é a perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem
palavra escrita ou oral. perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer
amor já é um pouquinho de saúde, um des-
a) ( ) C-E-E-C canso na loucura.” (João Guimarães Rosa)
b) ( ) C-C-C-E
c) ( ) E-E-C-C II – Conceito de Literatura. “Literatura é
d) ( ) C-E-C-C a arte da criação de uma suprarrealidade atra-
vés da palavra.” (Tristão de Athayde)
3. Numere: (1) para linguagem literária
ou (2) para linguagem não literária, de acordo a) ( ) O texto Qualquer amor é despro-
com a categoria em que se encaixam os tipos vido de suprarrealidade, por isso não se encai-
de textos relacionados abaixo. xa na definição clássica de literatura.
b) ( ) Qualquer amor apresenta carac-
( ) Reportagem policial. terísticas de texto não literário, portanto só se
( ) Crônica. encaixa na definição clássica de literatura.
( ) Poema. c) ( ) O texto Qualquer amor apresen-
( ) Dicionário. ta características de texto literário e se encai-
( ) Bula de remédio. xa no conceito de literatura como arte da cria-
( ) Romance. ção por meio da palavra.
d) ( ) O texto I, por ser não literário, re-
Agora escolha a alternativa correta, de trata apenas a realidade nua e crua, sem ne-
acordo com a sequência numérica que você nhuma relação com o conceito de literatura
colocou nos parênteses. apresentado no texto II.
Literatura 1 - Aula 1 13 Instituto Universal Brasileiro
sa ou de verso.
( 2 ) Linguagem não literária informa: re-
portagem policial, dicionário, bula de remédio.
Lembre-se: Em um texto não literário,
como no caso da linguagem utilizada na repor-
1. a) ( x ) A arte literária é apenas fonte tagem policial, no dicionário e na bula de remé-
de prazer. dio, a intenção do texto é informar. As palavras
são usadas em seu sentido próprio, sem preo-
Comentário. Arte literária, que é a arte cupação artísitca.
das palavras, não é apenas uma fonte de prazer
estético, ou meio de distração de um indivíduo 4. b) ( x ) ficção.
despreocupado; ela é o resultado da vivência do
artista, que conseguiu apreender da realidade Comentário. Na Literatura, o escritor
conhecimentos da vida e do mundo ao seu redor. parte da realidade, de seu mundo, ou seja,
seu ambiente, suas alegrias, emoções, an-
2. d) ( x ) C-E-C-C gústias e aspirações e cria uma outra realida-
de, através da criatividade, da fantasia. Daí o
Comentário. Num texto literário, a for- significado: ficção, que quer dizer “fantasia”,
ma é mais importante que o conteúdo, pois a “criação”. O termo é usado para designar uma
linguagem poética é utilizada com preocupa- narrativa imaginária, irreal, criada a partir da
ção estética escrita para emocionar. Portanto, imaginação. Obras de ficção podem ser ba-
somente a afirmativa c está errada (E) e as seadas parcialmente em fatos reais, mas
demais, corretas (C). sempre contêm algum elemento imaginário.
Os romances de ficção podem representar
a) (C) Os elementos fundamentais de uma visão realista ou idealista.
uma obra literária são a forma e o conteúdo.
b) (E) O conteúdo é mais importante do 5. d) ( x ) Todas estão corretas e se
que a forma no texto literário. completam.
c) (C) A realidade é apenas o ponto de
partida para a criação artística. Comentário. Inúmeros fatores influen-
d) (C) O material básico da arte literária ciam a Literatura: religião, costumes, leis, cau-
é a palavra escrita ou oral. sas morais e políticas, evolução, raça, meio
ambiente, momento histórico, meios de comu-
3. c) ( x ) 2-1-1-2-2-1 nicação, saúde etc. A Literatura é o reflexo da
sociedade. Portanto, todas as alternativas es-
( 2 ) Reportagem policial. tão corretas e se completam.
( 1 ) Crônicas.
( 1 ) Poema. 6. c) ( x ) O texto Qualquer amor apre-
( 2 ) Dicionário. senta características de texto literário e se
( 2 ) Bula de remédio. encaixa no conceito de literatura como arte
( 1 ) Romance. da criação por meio da palavra.

Comentário. ( 1 ) Linguagem literária Comentário. No texto I – Qualquer amor,


emociona: crônica, poema, romance. é possível observar que as palavras passam
Lembre-se: Em um texto literário, as pa- pelo processo de criação e arte. O termo su-
lavras têm a intenção de transmitir beleza, sen- prarrealidade quer transmitir a ideia de valo-
timentos. A linguagem literária utiliza recursos res que transcendem a realidade objetiva e
de estilo e palavras em sentido figurado para material da informação. O texto está escrito
que as palavras possam adquirir sentidos mais em prosa, mas vem carregado da emoção
amplos. Os textos podem vir em forma de pro- que caracteriza a arte literária.
Literatura 1 - Aula 1 14 Instituto Universal Brasileiro

Você também pode gostar