Você está na página 1de 8

A utilidade dos conjuntos na Matemática

AULA 1 Todos nós sabemos que somos um elemento que pertence ao conjunto de habi-
tantes da nossa cidade. Mesmo que não se tenha definido o que é conjunto, ele-
mento ou pertinência, que são os conceitos primitivos da Teoria dos Conjuntos. Nesta
aula, serão estudados os vários tipos de conjuntos que são instrumentos muito
úteis para o desenvolvimento da Matemática.

Veja o caso do Iraque – uma sociedade dividida em grupos

Bagdá

ETNIAS

Curdos
Árabes sunitas
Árabes xiitas

País decide nas urnas futuro sem Estados Unidos


Não será uma tarefa fácil. Primeiro, porque a sociedade iraquiana é formada por três grupos
étnicos e religiosos que brigam entre si pelo poder há séculos. Os árabes perfazem entre 75% e 80%
da população, de 29 milhões de habitantes. Os curdos estão entre 15% e 20% desse total. A principal
religião dos árabes é a muçulmana, dividida entre xiitas (60% a 65%) e a minoria sunita (32% a 37%).
Os sunitas governaram o país desde sua criação, em 1920, mas hoje têm pouca expressão política.

José Renato Salatiel
 Disponível em: http://educacao.uol.com.br/atualidades/eleicoes-iraque.jhtm
 Acesso em: 20.08.2011

Comentários Sistematização dos grupos

O texto retrata as eleições do Iraque


após a queda da ditadura do sunita Saddam
Hussein, em 2003. A maior dificuldade são
as brigas entre os grupos da sociedade ira-
quiana. Esses grupos apresentam elementos
característicos que permitem definir os princi- C1
pais conjuntos de povos que pertencem ao Curdos
Iraque. De acordo com o texto, existem dois C2
conjuntos étnicos: os curdos e os árabes; e Árabes Sunitas
dois principais conjuntos religiosos: os árabes C3
xiitas e os árabes sunitas. Árabes Xiitas

Matemática 1 - Aula 1 5 Instituto Universal Brasileiro


Teoria dos Conjuntos
Infinito, esse troço não acaba
... dois meninos estão discutindo na escola. Coisa de criança – mas não para eles. Após
um impasse, um deles resolve expressar uma opinião forte: “Você é bobo”. O outro não pode se
ver atrás. “Você é 10 vezes mais”, ele rebate, com ar convicto. Mas a alegria dura pouco. “Você
é 1.000 vezes mais”, afirma o primeiro. Então, eis que vem um xeque: “Você é bobo ao infinito”.
Oh-oh. Que fazer disso? O último a ser ofendido não tem muitas dúvidas: “E você, você é bobo
ao infinito vezes infinito”. Silêncio triunfal.

 Disponível em: http://super.abril.com.br/ciencia/infinito-esse-troco-nao-acaba-446506.shtml


 Acesso em: 13.10.2011

Representação do infinito Conceitos Importantes


A teoria dos conjuntos tem como base
Por muito tempo não se tinha ideia
três conceitos primitivos: conjunto, elemen-
do que representava o infinito. No entan-
to e pertinência. Na linguagem comum, con-
to, em 1872, o matemático Georg Cantor
junto é sinônimo de coleção, grupo ou classe,
(1845- 1918) criou uma nova tese chamada
conforme os exemplos a seguir.
“Teoria dos conjuntos” e, utilizando-a junta-
mente com seu colega Richard Dedekind
(1831-1916), definiram e classificaram dife-
rentes tipos de infinitos, provando que eles
têm diferentes tamanhos. Como?

Georg Ferdinand Ludwig Philipp Cantor

São Petersburgo, 3 de março de 1845


Halle, 6 de janeiro de 1918

Foi um matemático russo de origem alemã.


Um grupo musical é um conjunto,
Para entender melhor, vamos compa- em que cada integrante é um elemento
rar o conjunto de números pares com o con- que pertence a ele.
junto dos números inteiros. Qual o tamanho
do conjunto de números pares? Infinito. Qual
o tamanho do conjunto de números inteiros?
Infinito. Mas não são iguais! O conjunto dos
números pares faz parte do conjunto dos
números inteiros, mas o conjunto dos nú-
meros inteiros contém os números ímpares
também. Portanto, esses dois conjuntos não
podem ter o mesmo tamanho.
Segundo definição de Cantor, “dois
conjuntos são iguais em magnitude (isto Uma sala de aula é um conjunto,
é, tamanho) se os seus elementos podem em que cada aluno é um elemento que
ser postos em correspondência um a um, faz parte dele.
uns com os outros”.

Matemática 1 - Aula 1 6 Instituto Universal Brasileiro


Representação de um conjunto
Um conjunto pode ser representado Exemplos
colocando os seus elementos internamente
A = {x | x é uma vogal}
entre duas chaves, separados por vírgulas; e
(Lê-se: “A é um conjunto de todos os
nomeado por uma letra maiúscula.
elementos x, tal que x é uma vogal”).
Então, o conjunto A é formado por to-
Exemplos
das as vogais, pois se enquadram na ca-
A = {verde, amarelo, azul, branco} racterística. Portanto: A = {a, e, i, o, u}
Esse conjunto de nome A tem como
seus elementos as cores da bandeira do B = {x | x é um número de 0 a 10}
Brasil: verde, amarelo, azul e branco. (Lê-se: “B é um conjunto de todos os ele-
mentos x, tal que x é um número de 0 a 10).
V = {a, e, i, o, u} Então, o conjunto B é formado por to-
Esse conjunto de nome V tem como dos os números de 0 a 10.
seus elementos todas as vogais: a, e, i, o, u. Portanto:
B = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}
Existem outras maneiras de representar um
conjunto. Uma delas é usar o diagrama de Venn-
-Euler (lê-se Ven-Óiler), em que os elementos são Conjunto unitário e Conjunto vazio
colocados no entorno de um círculo, delimitando-os.
1. Conjunto unitário é um conjunto fini-
Exemplos to que possui apenas um elemento.
Exemplo
A
D = Conjunto dos dias da semana que
Verde
começam pela letra d. Então:
Amarelo D = {domingo}
Azul Como domingo é o único dia da se-
Branco mana que começa pela letra d, então o
conjunto D é um conjunto Unitário.
V 2. Conjunto vazio é o conjunto que não
a possui nenhum elemento. Indica-se por Ø ou { } .
e
Exemplo
i
o O conjunto dos dias da semana que co-
u meçam com a letra u é: Ø ou { }. Lê-se “vazio”.
Nenhum dia da semana começa com
a letra u.

Observe que existem duas formas de re-


presentar um conjunto vazio: ø ou { }. Se for
usado este símbolo: {ø}, significa que é um con-
O conjunto pode também ser representado junto com o símbolo que representa “vazio”, ou
por uma propriedade, ou seja, uma característica seja, um conjunto que possui o elemento “ø”,
capaz de determinar um conjunto de elementos.
portanto passa a ser conjunto unitário.
Matemática 1 - Aula 1 7 Instituto Universal Brasileiro
Conjunto Finito e Conjunto Infinito
Conjunto finito

É o conjunto que possui uma quantidade


determinada de elementos, isto é, um número
limitado de elementos.
Existem alguns conjuntos que são
Exemplo mais usados na Matemática. Dois deles
O conjunto das estações do ano: {pri- são os conjuntos universo e solução.
mavera, verão, outono, inverno}.
Conjunto Universo

É o conjunto ao qual pertencem todos os


Conjunto infinito elementos envolvidos em um determinado as-
sunto ou estudo e é simbolizado pela letra U.
É o conjunto que possui uma quantidade
ilimitada de elementos. Ex: Todos os números positivos até
10. U = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}.
Exemplo
Conjunto dos números pares: Conjunto Solução
{0, 2, 4, 6, 8, 10, 12...}.
ou É o conjunto que contém os elemen-
P = {números pares} ou P = {0, 2, 4, 6, tos com as respostas de uma equação e é
8, 10, 12, 14, 16, 18, 20...} simbolizado pela letra S.

Ex: x + 2 = 5 → Então, o conjunto so-


Obs. As reticências (...), representa- lução é o número 3, pois, para satisfazer
das por três pontos, caracterizam um con- a equação, este é o único valor que pode
junto infinito. substituir o x: 3 + 2 = 5 → S = {3}.

Conjunto dos Números

O primeiro conjunto numérico a surgir foi fruto da necessidade do homem de contar os


objetos ao seu redor. Este conjunto recebeu o nome de números naturais.
Com o desenvolvimento do comércio e a expansão comercial, o homem viu a necessi-
dade da criação do conjunto dos números inteiros. Com o passar dos tempos, a vontade de
expressar partes de uma quantidade deu origem às frações, que podem ser representadas por
números decimais; daí surgiu o conjunto dos números racionais. O avanço dos estudos criou
uma classe de números com grande importância em relacionar a Matemática com a natureza
e as formas geométricas. A essa classe numérica deu-se o nome de conjuntos dos números
irracionais.
A união do conjunto dos números naturais, inteiros, racionais e irracionais deu origem ao
conjunto dos números reais.

 Disponível em: http://www.brasilescola.com/matematica/numeros-amigaveis.htm


 Acesso em: 05.11.2011

Matemática 1 - Aula 1 8 Instituto Universal Brasileiro


Tipos de conjuntos numéricos
Temos então os seguintes conjuntos
numéricos: ∈ significa “pertence”.
• Conjunto dos números Naturais (ℕ) ∉ significa “não pertence”.
Todos os números inteiros positivos, mais
o zero. Ex.: ℕ = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9...}.
• Conjunto dos números Inteiros (ℤ) Exemplo
Todos os números inteiros, incluindo os
negativos. Ex.: ℤ = {... -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3,...}. • Dado o conjunto A = {0, 1, 2, 3, 4,
• Conjunto dos números Racionais (ℚ) 5, 6, 7}, podemos observar que:
É o conjunto dos números que podem ser 2 ∈ A (lê-se: “2 pertence a A”, isto é, o
escritos na forma de fração. Ex.: ℚ = { 3, 2, 1 ...}. elemento 2 pertence ao conjunto A).
4 3 2
a | a ∈ ℤ e b ∈ ℤ}
ℚ= { b • Dado o conjunto V = {a, e, i, o, u},
podemos observar que:
• Conjunto dos números Irracionais (I) a ∈ V (lê-se: “a pertence a V”).
É o conjunto dos números que não podem b ∉ V (lê-se: “b não pertence a V”, isto
ser escritos na forma de fração. é, o elemento b não pertence ao conjunto V).
Ex: { 2, 3, 5}
• Conjunto dos números Reais (ℝ)
É o conjunto formado pela união de todos
os conjuntos numéricos acima. Ex.: Relação de Inclusão

ℕ É a relação entre dois conjuntos.

1 2 Dizemos que um conjunto está contido


53 93 em outro conjunto ou que um conjunto não está
-5 -1 contido em outro conjunto.
Usamos os símbolos ⊂ e ⊄ para repre-
-501 105 -15 sentar, respectivamente, está contido e não
0 -30 está contido.
0,35 -73 0,8
73
ℤ - 5
⊂ significa “está contido”.
4 3 10
- 5 57 -0,132 ⊄ significa “não está contido”.
ℚ 2
π A ⊂ B (lê-se “A está contido em B”).
0,101101110...
ℝ ⊃ significa contém.
⊅, não contém.
B ⊃ A (lê-se “B contém A”).
Relação de Pertinência
É a relação entre elemento e conjunto. Propriedade. Se um conjunto A está
Dizemos que um elemento pertence a contido em um conjunto B, então todos os
um conjunto ou que um elemento não perten- elementos pertencentes ao conjunto A per-
ce a um conjunto. São usados os símbolos ∈ e tencem também ao conjunto B.
∉ para estabelecer uma relação de pertinência.
Matemática 1 - Aula 1 9 Instituto Universal Brasileiro
Subconjunto
Um conjunto A é subconjunto de um • Representação de um conjunto
conjunto B se A estiver contido em B. Então: Um conjunto pode ser representado das se-
Se A ⊂ B, A é subconjunto de B. guintes maneiras:
• Colocando todos os elementos entre chaves:
Exemplo {0, 1, 2, 3, 4};
Sendo: • Através do diagrama de Venn-Euler, colocando
os elementos no entorno de um círculo;
A = {2, 4, 6} • Por uma característica, exemplo: A = {x | x é
e uma vogal}.
B = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7}
• Conjunto unitário e conjunto vazio
Conjunto unitário é um conjunto com um único
Verifica-se que todos os elementos do elemento. Ex.: {2};
conjunto A são também elementos do con- Conjunto vazio é um conjunto sem nenhum
junto B, ou seja, A ⊂ B. elemento e que pode ser representado por
{ } ou ∅.
Portanto, neste caso, A é subcon-
junto de B. • Conjunto finito e conjunto infinito
Possui uma quantidade determinada de ele-
mentos. Ex.: {1, 2, 3, 4};
Dados os conjuntos: Não possui uma quantidade determinada e é re-
E = {3, 4, 5, 6} presentado com reticências. Ex.: {1, 2, 3, 4...}.
e
• Conjunto dos números
F = {0, 1, 2, 3, 4}
Conjunto dos números Naturais (ℕ)
Verifica-se que E ⊄ F. Por isso, E não é
Todos os números inteiros positivos, mais o
subconjunto de F. zero. Ex.: = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9...}.
Conjunto dos números Inteiros (ℤ)
Todos os números inteiros, incluindo os negati-
vos. Ex.: = {...-3, -2, -1, 0, 1, 2, 3...}.
Conjunto dos números Racionais (ℚ)
• Todo conjunto é subconjunto de si É o conjunto dos números que podem ser escritos
mesmo. na forma de fração. Ex.: { 3 , 2 , 1 ...}.
4 3 2
• O conjunto vazio é subconjunto de Conjunto dos números Irracionais (I)
qualquer conjunto. É o conjunto dos números que não podem ser
• Dados dois conjuntos A e B, um é escritos na forma de fração.
Ex.: { 2, 3, 5}.
subconjunto do outro se somente eles fo-
rem iguais, isto é, A = B. Conjunto dos números Reais (ℝ)
É o conjunto formado pela união de todos os
conjuntos numéricos acima.
• Relação de Pertinência
Verifica se o elemento pertence ou não perten-
ce a um conjunto, sendo representado pelos
símbolos ∊ (pertence) e ∉ (não pertence).
Teoria dos Conjuntos • Relação de Inclusão
A teoria dos conjuntos tem como base Verifica se um conjunto está contido (⊂) ou
três elementos primitivos: conjunto, elemento não está contido (⊄); contém (⊃) ou não con-
e pertinência. tém (⊅) outro conjunto.

Matemática 1 - Aula 1 10 Instituto Universal Brasileiro


3. Verifique os conjuntos abaixo e com-
plete corretamente com os símbolos das rela-
ções de pertinência ou inclusão; depois assi-
nale a alternativa correta.

1. Dados os conjuntos:
A P Q R
A = {2, 4, 6, 8}
0 3 0 1 2 3
0
B = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7} 6 3 4 5
C = {1, 3, 5, 7} 5
6

Complete corretamente com os sím-


bolos ∊ ou ∉ e assinale a alternativa cor- 4 __ Q
reta. P __ Q R __ A
2 __ A 3 __ A A __ P 6 __ P
7 __ A 3 __ C Q __ P {5} __ Q
2 __ B 3 __ B 3 __ A A __ A
4 __ C 8 __ A
a) ( ) O conjunto R não está contido
a) ( ) O número 2 pertence aos conjun- em A.
tos A, B e C. b) ( ) O número 6 pertence a P.
b) ( ) O número 3 pertence a A e B. c) ( ) O número 4 pertence a Q.
c) ( ) O número 4 não pertence a B. d) ( ) O conjunto A não está contido em A.
d) ( ) O número 2 pertence somente a
A e B.
4. Os conjuntos A, B e C representados
no diagrama abaixo não são vazios. Complete
2. Observe os conjuntos: as sentenças abaixo com V se verdadeiras ou
F se forem falsas, depois assinale a alternati-
A = {2, 4, 6, 7} va correta.
C = {0, 2, 4, 6, 8, 10}
D={ } A
Complete corretamente com os símbo-
los ⊂, ⊄, ⊃ e ⊅. B
A __ D D __ C C
A __ C C __ A
D __ A A __ A
C __ C A⊂B ( )
C⊂A ( )
Marque com ( X ) a alternativa correta. B⊅C ( )
A⊃B ( )
a) ( ) O conjunto A está contido em C. A⊂C ( )
b) ( ) O conjunto D não está contido ∅⊂B ( )
em A.
c) ( ) O conjunto A não está contido a) ( ) F V V V F V
em C. b) ( ) V V V F F F
d) ( ) O conjunto C contém o conjun- c) ( ) F F V V F F
to A. d) ( ) V F V F F V
Matemática 1 - Aula 1 11 Instituto Universal Brasileiro
tão todos presentes no conjunto A, então, C
não contém A.
A ⊂ A ► Todo conjunto é subconjunto de si
mesmo, por isso A está contido em A.

1. d) ( x ) O número 2 pertence somen- 3. b) ( x ) O número 6 pertence a P.


te a A e B. Comentário. Confira os símbolos corretos.
Comentário. Para ficar melhor a visua- A P Q R
lização do conjunto, foi elaborado, abaixo, o
Diagrama de Venn-Euler nos conjuntos des- 0 3 0 1 2 3
0
critos. 6 3 4 5 5
Com o diagrama fica mais fácil analisar 6
os conjuntos e verificar se cada elemento do 4 ∉ Q ► O elemento “4” não está presente no
exercício está ou não está presente nele (∊ conjunto Q.
ou ∉). P ⊃ Q ► No conjunto P estão presentes todos
os elementos de Q.
A ⊂ P ► Todos os elementos do conjunto A
2∊A
A B C estão presentes no conjunto P.
2∊B 1 1 3 Q ⊂ P ► Todos os elementos do conjunto Q
2 4 2
3∉A estão presentes no conjunto P.
6 3 4 5 7
3∊B 8 5 3 ∊ A ► O elemento “3” está presente no con-
7∉A 6 7 junto A.
4∉C Percebe-se que no conjunto A não cons-
R ⊂ A ► Todo conjunto vazio é subconjunto
3∊C ta o elemento “3”, portanto 3 ∉ A. de qualquer conjunto.
8∊A 6 ∊ P ► O elemento “6” está presente no con-
junto P.
{5} ⊂ Q ► O conjunto unitário {5} está contido
2. c) ( x ) O conjunto A não está contido no conjunto Q.
em C. A ⊂ A ► Todo conjunto é subconjunto de si
Comentário. Confira os símbolos corretos. mesmo.
A C D
4. a) ( x ) F V V V F V
2 4 0 2 Comentário. Confira se o símbolo está
6 4 6 8 correto.
7 10 A
A ⊄ D ► Os elementos de A não estão presen- B
tes no conjunto D. Então A não está contido em D. C
A ⊄ C ► Nem todos os elementos do conjun-
to A estão presentes no conjunto C; por exem- A ⊂ B (F) ► O conjunto A não está contido
plo, o elemento “7” que está presente só no no conjunto B, apesar de B está contido
conjunto A. Então, A não está contido em C. em A.
D ⊂ A ► Apesar de D ser um conjunto vazio C ⊂ A (V) ► O conjunto C está contido no
(não possui nenhum elemento), D está conti- conjunto A.
do em A, porque o conjunto vazio é subcon- B ⊅ C (V) ► O conjunto B realmente não con-
junto de qualquer conjunto. tém conjunto C.
C ⊂ C ►Todo conjunto é subconjunto de si A ⊃ B (V) ► O conjunto A contém o conjunto B.
mesmo, então, C está contido em C. A ⊂ C (F) ► O conjunto A não está contido no
D ⊂ C ► Todo conjunto vazio é subconjunto de conjunto C.
qualquer conjunto, então D está contido em C. ∅ ⊂ B (V) ► O elemento vazio está presente
C ⊅ A ► Os elementos do conjunto C não es- em todos os conjuntos.
Matemática 1 - Aula 1 12 Instituto Universal Brasileiro

Você também pode gostar