Você está na página 1de 9

Contabilidade

Introdutória
Profa. Mara Jane Contrera Malacrida

Patrimônio Líquido

Ö  Patrimônio Líquido:
§  Parte residual do patrimônio
§  Riqueza líquida da empresa

PL = Ativo – Passivo

“Evidencia os recursos dos proprietários


aplicados no empreendimento”
Iudícibus e Marion
2

1
Patrimônio Líquido

Ö Fonte Própria de Recursos


§  Capital Social

§  Ações em tesouraria

§  Reservas

§  Ajustes de avaliação patrimonial

§  Prejuízos Acumulados

Patrimônio Líquido

CAPITAL SOCIAL
Recursos integralizados pelos sócios / acionistas e do resultado
das atividades da empresa incorporados ao capital.

RESERVAS

• CAPITAL: Constituídas com valores recebidos não originados de


resultado da empresa.

• Ágio na emissão de ações


• Alienação de partes beneficiárias e bônus de subscrição

2
Patrimônio Líquido

RESERVAS DE CAPITAL

Destinação

a) absorver prejuízos, após as reservas de lucros;


b) resgate, reembolso ou compra de ações;
c) resgate de partes beneficiárias;
d) incorporação ao Capital Social;
e) pagamento de dividendos a ações preferenciais,
quando essa vantagem lhes for assegurada.

Patrimônio Líquido

RESERVAS DE LUCROS

Constituídas a partir dos lucros obtidos pela empresa e


retidos para uma finalidade específica.

Exemplos:
• Reserva legal
• Reserva estatutária
• Reserva de Incentivos Fiscais
• Reserva para expansão e outras

3
Patrimônio Líquido

Reserva Legal

•  Finalidade de garantir a integridade do Capital Social.


•  Sua utilização é restrita à compensação de prejuízos e ao
aumento do Capital Social.
•  Lei das S/A - 5% dos lucros anuais até atingir 20% do capital
social (art. 193 da lei 6.404/76) – limite obrigatório

Reserva Estatutária

Devem constar nos estatutos e o mesmo deverá :


a) Definir sua finalidade de modo preciso e completo;
b) Fixar os critérios para determinar a parcela anual do lucro
líquido a ser utilizada ; e
c) Estabelecer o seu limite máximo.
7

Patrimônio Líquido

Reserva de Incentivos Fiscais


•  Reter a parcela do Lucro Líquido decorrente de doações e
subvenções governamentais para investimentos.
•  Pode ser excluída da base de cálculo do dividendo obrigatório.
•  Caso seja excluída da base de cálculo dos dividendos, se torna
isenta de IR e CSLL.

Reserva de Lucros a Realizar


•  O principal objetivo de sua constituição é evidenciar a parcela do
lucro ainda não realizada financeiramente.
•  No exercício em que o montante do dividendo obrigatório
ultrapassar a parcela realizada do lucro líquido do exercício, a
administração poderá destinar o excesso à constituição dessa
reserva.

4
Patrimônio Líquido

Ações em Tesouraria
•  registra o valor das próprias ações adquiridas pela empresa,
devendo se destacadas no Balanço Patrimonial.
• É uma conta devedora no PL
• A Cia deve especificar:
•  objetivo
•  quantidade de ações
•  prazo

Patrimônio Líquido
Dividendos
•  Representam a destinação dos lucros da companhia para os acionistas
•  Diminuem a conta Lucros Acumulados no Patrimônio Líquido e são transferidos
para as seguintes contas:
ð  Dividendos a Pagar (Passivo Circulante): somente o valor correspondente aos
dividendos mínimos obrigatórios previstos no estatuto da empresa ou de
acordo com a Lei das Sociedades por Ações (se não for previsto no estatuto).
ð  Dividendos adicionais propostos (conta específica do Patrimônio Líquido): o
valor proposto que exceder aos dividendos mínimos obrigatórios deve ser
mantido no Patrimônio Líquido até que ocorra a aprovação pela assembléia
geral da empresa. Após a aprovação o valor deve ser transferido desta conta
do Patrimônio Líquido para a conta Dividendos a Pagar (Passivo Circulante).

Poderão ser utilizados para a distribuição dos dividendos:


•  Lucro do exercício
•  Reservas de lucros
•  Reservas de capital (somente para ações preferenciais, em casos específicos)

10

5
Patrimônio Líquido

Dividendo Mínimo Obrigatório


-  Os acionistas tem direito a receber como dividendo obrigatório a
parcela dos lucros estabelecida no Estatuto da empresa.
-  Caso o Estatuto seja omisso, a empresa deve como dividendo:
50% do Lucro Líquido Ajustado:
Lucro líquido
(-) reserva legal do período
(-) reserva de contingência do período
(+) reversão da reserva de contingência (se houver)
(=) lucro líquido ajustado

- Quando o estatuto for omisso a administração decidir introduzir


norma a respeito, o dividendo obrigatório não poderá ser inferior a
25% do lucro líquido ajustado como anteriormente.

11

Patrimônio Líquido

Lucros ou Prejuízos Acumulados

•  Representa o saldo remanescente dos lucros ou prejuízos, após a


constituição das reservas de lucros e distribuição dos dividendos.
•  Resultados obtidos e retidos sem finalidade específica.

•  Artigo 202 da Lei 6.40476, § 6º, incluído pela Lei 10.303/01 -


todo o lucro líquido do exercício deve ser destinado ou para
reservas ou como dividendos.
•  Lei 11.638/2007, que alterou a Lei 6.404/76, veta a existência de
saldo nesta conta.

12

6
Contabilização das Reservas
Ex: Reserva Legal

Lucros Acumulados Reserva Legal


(A) 500 10.000 500 (A)

13

Patrimônio Líquido

Ajuste de Avaliação Patrimonial

•  Constituídos pelas contrapartidas de aumentos ou diminuições


de valores atribuídos a elementos do Ativo e do Passivo, em
função de sua mensuração ao Valor Justo, enquanto não
computadas no Resultado do Período em obediência ao Regime
de Competência.
•  Exemplos:

•  Ganhos e perdas atuariais;


•  Hedge de Fluxo de caixa;
•  Variação cambial de investimentos no exterior;
•  Ativos financeiros disponíveis para venda.

14

7
Demonstração das
Mutações do Patrimônio
Líquido (DMPL)

15

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

•  Constituída somente pelas contas que fazem parte do Patrimônio Líquido

•  Evidencia toda a movimentação ocorrida no período nas contas do Patrimônio


Líquido, a partir do saldo inicial do exercício anterior até o saldo final do
exercício atual

•  É um relatório de apresentação obrigatória para as Companhias Abertas,


instituições financeiras e securitárias e facultativa para os demais tipos de
empresas

Quando este relatório é apresentado nas publicações, substitui a Demonstração


dos Lucros ou Prejuízos Acumulados.

16

8
Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
Empresa Exemplo S.A.
Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido - Exercício findo em 31/12/X1
RESERVAS DE LUCROS

Reserva Ajustes de Dividendos


Reservas Reserva Reserva Reserva para Lucros
Capital Lucros a Avaliação adicionais Total
de Capital Legal Estatutária Expansão Acumulados
Realizar Patrimonial propostos

SALDOS EM 31.12.X0

(+) AUMENTOS DE CAPITAL

Com lucros e reservas

Por subscrição realizada

(+) LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

(-) DISTRIBUIÇÃO DO LUCRO

Transferências para reservas

•  Reserva Legal

•  Reserva Estatutária

•  Reserva de Lucros para expansão

•  Reserva de Lucros a realizar

Dividendos distribuídos

(=) SALDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 1.9X1

17

Pronunciamento Técnico CPC 26


Demonstração do Resultado Abrangente
a)  resultado líquido do período;
b)  cada item dos outros resultados abrangentes classificados conforme sua
natureza (exceto montantes relativos ao item (c);
c)  parcela dos outros resultados abrangentes de empresas investidas
reconhecida por meio do método de equivalência patrimonial; e
d)  resultado abrangente do período;

Ordem de apresentação no Balanço


O Pronunciamento apresenta duas opções como forma de apresentação: como
uma demonstração à parte ou como componente da DMPL.

Definições da Lei Societária


A Lei não contempla a Demonstração do Resultado Abrangente

18