Você está na página 1de 14

MANUTENÇÃO

EM IMPRESSORAS

Impressoras
Conheça os principais tipos de impressoras:

Impressoras de agulha - são utilizadas em trabalhos que requerem impressões


com grande quantidade de folhas (contabilidade, facturação) com um custo por pá-
gina reduzido.
Impressora de jato de tinta (INKJET) - são utilizadas em aplicações não profissio-
nais e permitem impressões a preto e branco ou a cores, de boa qualidade e a um
custo relativamente baixo.
Impressoras laser - possuem boa qualidade e velocidade de impressão, além de apre- Impressora matri-
sentar baixo ruído. cial ou impressora
de agulha.

Tipos de impressão
Bubble jet

Esta tecnologia é utilizada em impressoras jato de tinta Canon. A tinta é aqueci-


da, parte se evapora, formando bolhas, que expiram tinta no papel, permitindo a
impressão. O nome bubble jet é marca registrada da Canon.

Ink jet

É semelhante ao buble jet e é usado nas impressoras jato de tinta da HP. O jato
de tinta é uma impressão sem impacto, a tinta é ejetada pelo bico de impressão em
direção ao papel sem que o bico toque o papel. A cabeça de impressão imprime por Impressora de
faixas em movimentos horizontais, enquanto a página move-se na vertical. Seu processo jato de tinta.
é acelerado, devido o jato de tinta imprimir diversas faixas no mesmo movimento.
Para imprimir uma faixa, a cabeça de impressão leva aproximadamente meio segun-
do. A folha A4 tem 8,5 in (210 mm) e as impressoras operam cerca de 2500 pontos na
página. Essa frequência deverá ser aumentada para permitir uma resolução de 1200 dpi
e 12 páginas por minuto. A tecnologia das impressoras existentes é baseada em ejetar
pequenas gotas de tinta no papel através de orifícios capilares. Existem dois tipos bási- Uma impressora
cos de ejeção das gotas: o térmico e o piezoelétrico. Canon.

Tecnologia térmica

A maioria das impressoras (Canon, HP, Lexmark) utiliza a tecnologia térmica. O fun-
cionamento está condicionado ao aquecimento da tinta para que esta ferva as gotas
de tinta. A tinta é aquecida, fazendo com que gerem bolhas. A pressão gerada força
a ejeção de uma gota. Sendo assim, a tinta fora da câmara esfria, e gera um vácuo
que faz com que entre mais tinta na câmara, que permite o início de um novo ciclo.
1
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

As impressões coloridas são feitas pelas combinações de 4 a 8 pontos, enquanto a tinta


preta é ejetada em maior quantidade.

Tecnologia piezoelétrica

Foi desenvolvida pela EPSON e usa uma tecnologia diferente. Certos materiais
podem fornecer movimento sob uma ação elétrica, essa propriedade é chama-
da Piezoeletricidade. Assim nas impressoras EPSON, a câmara de ejeção pode ser
comparada a uma pequena bomba de água de pistão onde um movimento de ex-
pansão faz a tinta encher a cavidade e um movimento de compressão ejeta a tinta.
As impressoras têm cabeçotes com 128 bocais preto e 192 coloridos, permitindo assim
resoluções de 720 dpi até 1440 x 720 dpi no modo de alta resolução (baixa velocidade),
ou seja, faz dois passes em uma mesma região. Devido esse sistema, essas impressoras
apresentam resultados interessantes em papel glossy.

AS Cores

São formadas pela soma de três cores básicas, além do preto e do branco.
As cores são formadas por dois sistemas básicos. O primeiro é o RGB (Red, Green e Blue
– vermelho, verde, azul) que é utilizado na mídia digital (televisão, computador, inter-
net) por serem emissores de luz.
O segundo é o das impressoras CYM (Cyan, Ciano), Yellow (amarelo), Magenta que,
juntamente com o preto, formam o CYMK (onde K é o preto, pois o B de black poderia
ser confundido com o azul – blue. A partir dessas quatro cores forma-se todas as outras,
dependendo da proporção de mistura.
Existem impressoras que trabalham com os dois cartuchos ao mesmo tempo ou com
As cores básicas de uma cartuchos quatro cores (CYMK) como a Epson 300. Essas impressoras podem imprimir
impressão são o CMYK
(ciano, magenta, amarelo
preto e colorido em conjunto, enquanto outras impressoras – como a CANON BJC 250
e preto). ou a EPSON 820 – têm apenas um cartucho por vez e, por isso, imprimem uma página
que mistura as quatro cores criando um preto composto, geralmente mais
claro que o preto puro.

Qualidade de impressão

Uma boa impressão depende, em geral, de quatro pontos:

1- impressora;
2- cartucho;
3- tinta;
4- papel.

Evidentemente, um cartucho perfeito, com boa tinta numa máquina ade-


2
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

quada e bem calibrada, utilizando os programas corretos, proporcionará uma boa im-
pressão. Agora se o um papel inadequado pode comprometer seriamente qualquer im-
pressão. Os fabricantes fornecem papéis especiais para impressoras jato de tinta. Atual-
mente existem diversos papéis adequados para impressão e o mais comum é o alcalino
75g/cm2.

3
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

Cartuchos
Os cartuchos dividem-se em:

Originais: são produzidos por fabricantes das impressoras.


Equivalentes: novos, mas são produzidos por outros fabricantes.

Reciclados:são cartuchos originais que estão totalmente vazios podem


ser reciclados e estejam realmente aproveitáveis em um processo que in-
clui o teste com multímetro, limpeza e a recarga;
Recarga em cartucho a| pode se obter uma economia de até 60%;
b| a cada 25 cartuchos recarregados, obtém-se uma economia equivalente
ao preço de uma impressora;
c| é importante que os cartuchos reciclados não causem nenhum dano a
impressora, pois são os mesmos, só que recarregados;
d| a garantia da impressora continua valendo (caso esteja na garantia);
e| o cartucho recarregado com a quantidade exata de sua capacidade vai
imprimir exatamente o número de páginas, de quando o mesmo foi usa-
do pela primeira vez. Existem três tipos de cartuchos:
l Cartuchos com bolsa (tipo pulmão) de sob pressão;
l Cartuchos com esponja;
l Cartuchos com esfera e vácuo.

A maioria dos cartuchos existentes é de esponja, embora os cartuchos da HP série


300, 400, 500 e 600, sejam com bolsa ao invés da esponja e os cartuchos pretos HP série
700 e 800 e plotters sejam com esferas e vácuo.

Cartuchos com bolsa (tipo pulmão) de sob pressão

Os mais importantes são HP 51626 e HP 51629, em que o tradicional é de 40 ml de tinta


e o mais recente que tem capacidade de 20 ml de tinta.

CARTUCHO HP-51626-A PRETO DUPLO DESKJET 500/ HP-51629


Adaptado: http://www.apostilando.com/download_final.php?cod=2299

4
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

Mantém a tinta com uma pressão levemente inferior a do exterior regu-


lada com o auxílio das bolsas (tipo pulmão) que são de plástico transparen-
te sob pressão. Elas, se cheias, fecham o diafragma do cartucho para evitar
os vazamentos, o qual retém a tinta e evita que haja vácuo que travaria
o cartucho. Caso as bolsas não guardem o ar, é sinal que estão furadas e
nesse caso o cartucho deverá ser descartado.

Cartuchos de esponjas
Quase todos os cartuchos são de esponjas. Esta esponja é de um ma-
terial especial, que absorve a tinta e mantém regulada a pressão interna
do cartucho e mais os orifícios que fazem o ventilo que não permitem que
haja vácuo. Quanto aos bocais e os circuitos de controle, eles podem ser
integrados ou não, quer dizer que esses bocais encontram-se nos cartu- Máquina de rema-
chos ou nas impressoras. Na HP, na Cânon, Lexmark e na Xerox, o bocal é integrado (no nufatura de cartu-
cartucho), já a Epson, algumas Canon, Xerox e na última HP2000 estes cartuchos são chos – vp 405.
como reservatórios de tintas.
Um problema que é frequente nos cartuchos integrados é o ressecamento da tinta
no bocal, o que leva ao entupimento do mesmo. Isso acontece geralmente com cartu-
chos que se encontram descarregados há mais de 15 dias. Este entupimento às vezes é
solucionado normalmente através da recarga, quando a tinta pode sair pelo bocal. Se o
entupimento continuar, a impressão sairá falhada ou só com uma metade, na parte de
cima ou debaixo das letras. Existem três maneiras de lavagem do bocal para desentupi-
lo: com água, com ácido ou com amoníaco quente.

Como Lavar:
Colocar em um recipiente plástico o líquido para lavagem, em quantidade suficiente a
uma altura de 0,6 cm de altura para cobrir o bocal de impressão do cartucho, por mais ou
menos uns 2 minutos. Após esse processo, limpar com papel molhado em água e secar.
Sempre é bom testar o cartucho, se o problema continuar após a impressão deve-se
lavar novamente, deixando mais tempo de molho na água ou no líquido que está sendo
usado. Caso continue esse entupimento, pode-se dizer que é irreparável, neste caso,
o cartucho pode ter um defeito eletrônico. Este processo deve ser feito com todos os
cartuchos que apresentarem entupimento.

Cartuchos de esferas e vácuo:


Os cartuchos da marca:

l HP51640
l HP51645
l HP51650

A esfera encontra-se na parte posterior do cartucho. A tinta é mantida a uma pressão


inferior à externa. Estes cartuchos possuem, em seu interior, lâminas que compensam a
queda de pressão devido ao consumo.

5
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

Selecionando cartuchos para reciclagem


Todo reciclador tem que comprar cartuchos usados vazios para encher.
Quem vende geralmente são empresas, escritório ou pessoas que utilizam
a impressora com frequência. Então surge o primeiro problema: como saber
se os cartuchos estão perfeitos? – para isso, foram desenvolvidas diversas
máquinas de teste que através de sinais luminosos (Leds) indicam se exis-
tem curtos ou rompimentos nos contatos elétricos. Outras mais sofisticadas
(foto) emitem até relatório de teste. No momento em que o reciclador está
comprando, ele necessita testar rapidamente todos os cartuchos e recusar
Como saber se o os defeituosos.
cartucho está com
defeitos? Um modelo sofisticado de máquina de testes é a SmartPrinterTM 600. Ela testa ele-
tronicamente o cartucho e faz um teste de impressão.
Existem alguns modelos eletrônicos simples e fáceis de operar como a CT 500/600C.
Muito bem, com a máquina de teste foi possível selecionar apenas os cartuchos com a
parte elétrica em perfeito estado. Agora, surge o segundo problema: os entupimentos.
Quando alguém retira um cartucho vazio da impressora nem sempre toma certos cuida-
dos no seu armazenamento, e, na maior parte das vezes, as cabeças de impressão estão
entupidas. É necessário então que o reciclador tenha mais um equipamento fundamen-
tal: a máquina de limpeza interna de cartuchos.
Existem máquinas mais sofisticadas de enchimento que também possuem a função
de limpeza. Antes de comprar os equipamentos é necessário que se faça uma pesqui-
sa, verificando todas as funções de cada modelo, disponibilidade de assistência técnica,
peças de reposição e principalmente o preço, que no mercado nacional pode variar de
800,00 até 3.500,00 dependendo da marca e funções.

Passo a passo

Produtos necessários para remanufaturar profissionalmente

l luva de procedimento;
l esponja nova;
l tampa nova (caso necessário);
l seringa e agulha;
l 30 ml de tinta;
l solução de limpeza;
l água deonizada para limpeza final;
l desentupimento do cartucho;
l limpeza em solução.

6
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

Soluções de lavagem

SOLUÇÕES DE LAVAGEM

Composição Solução Força

água: temperatura ambiente 1 Menor

mistura: água = 50% / vinagre = 50% 2 Média

mistura: água fervendo = 50% / amoníaco = 50 3 Maior

solução de limpeza 4 Maior


Adaptado de http://www.apostilando.com/download_final.php?cod=2299

A solução 3 é mais forte e perigosa, sugere-se que tenha muito cuidado e a manusei-la
com luvas; quando estiverem frias, devem ser jogadas fora, não devem ser reaquecidas,
pois os vapores liberados são irritantes e corrosivos. A mistura deve ser realizada direta-
mente no pote de desentupimento.
Soluções 2 e 3 podem enferrujar o circuito, portanto nunca deixar o cartucho de mo-
lho por mais de 10 minutos. Quando do manuseio de recarga, usar luvas, óculos, roupa
adequada e uma toalha que pode ser de papel ou de pano.
Nunca esquecer que após a recarga e o teste do cartucho, deve-se colocar sempre a
fita adesiva no bocal do cartucho para protegê-lo e não danificá-lo. Esta fita é especial
para cartuchos, é igual as que vêm nos originais, de cor azul e transparente.
Os cartuchos Epson e outros, que são de esponja e sem bocal integrado, não tem pro-
blema de deixar secar, pois absorverão mais tinta. Quanto mais esses cartuchos forem
recarregados, mais ficarão saturados, com isso aceitam menor quantidade de tinta e
seus bocais de encaixe flexível se desgastam. Assim mesmo pode-se lavar a esponja que
ficará quase nova e aceitará normalmente a tinta; os encaixes poderão ser substituídos,
embora não seja muito comum.

Atençao:nunca usar cartucho que estiver vazando, pois poderá causar danos irre-
paráveis na impressora.

O tempo de descanso em solução é de aproximadamente 2 horas, porém se optar


por deixar descansar de um dia para o outro não ocorrerá dano ao cartucho, exceto se
a solução for à base de amoníaco.
Existem outras técnicas de limpeza como vapor e ultrassom, que são usados em caso
de cartuchos mais entupidos. Ao efetuar a limpeza, evitar a retirada da grade do cartu-
cho. Ela auxilia na regulagem da tinta para a cabeça de impressão.
Ao retirá-la a tendência é que desça mais tinta pela cabeça de impressão e o cartucho
tem maiores chances de travamento durante a sua utilização.

7
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

Esponja
A esponja saturada afeta diretamente na qualidade. Com o tempo a es-
ponja original fica saturada, quando isso acontece o cartucho perde as suas
qualidades e os defeitos são mais frequentes. Chega um determinado tempo
em que os poros da esponja ficam completamente impregnados com tinta ve-
lha. Quando isso ocorre, percebemos claramente que ela não é mais capaz de
absorver a tinta como antes. O ideal é que faça a troca por uma esponja nova,
pois além do cartucho apresentar qualidade igual ao original, a nova esponja
consegue suportar maior quantidade de tinta.

Teste de impressão Sucção na cabeça de impressão do cartucho

Após a recarga, efetuar uma sucção na cabeça do cartucho. Em seguida, verifique se


o cartucho está marcando no papel toalha. Em caso do cartucho colorido, verificar se as
três cores estão saindo uniformemente.

Ultrassom

Se depois de todos estes procedimentos, a impressão continuar falhando, é reco-


mendado a utilização do ultrassom, um aparelho utilizado na limpeza da cabeça de im-
pressão do cartucho. Esse equipamento produz vibrações que geram milhões de bolhas
minúsculas e ao explodirem auxiliam muito no processo de desentupimento e limpeza
dos cartuchos.

Vapor na cabeça de impressão

Após efetuado todos os processos e o cartucho continuar apresentando falhas na


impressão você pode estar utilizando o vapor. Ele deve ser aplicado diretamente
Uma recarga bem feita na cabeça de impressão a uma distância de aproximadamente 20 cm.
é garantia de boas
impressões.
Benefício de uma remanufatura com troca de esponja e
tinta de qualidade específica

l maior rendimento das cópias;


l impressão mais nítida;
l elimina o risco de travamento dos cartuchos;
l maior número de recargas suportado pelo cartucho;
l maior qualidade percebida pelo cliente.

8
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

Procedimento para recarga

Cartuchos que têm o bico integrado, que é o caso dos 51626 e o 51629, funcionam em
um sistema de bolsa sobpressão (pulmão) podem carregar o do tipo A 40ml e o do tipo
G 20ml de tinta preta. A recarga pode ser feita com a quantidade total da tinta, porque
podemos ver através da transparência do cartucho a medida que vai enchendo.
Existem três modos de recarregar manualmente estes cartuchos:

1º modo: esta maneira é para usuários caseiros;


2º modo: é comum para recicladores pequenos ou antigos que são basea-
dos nos cartuchos antigos, que havia um orifício superior de recarga;
3º modo: é uma maneira que não afeta a integridade física do cartucho e
mantém o cartucho com aparência original.

1º modo: para usuários caseiros. Tomar cuidado para fazer furos pequenos.

Material usado:

l 1 seringa de 20cm³;
l 40cm³ de tinta preta;
l 2 cintas de contact
l papel toalha
l seringa (1): Com agulha para injetar a tinta nos cartuchos;
l seringa (2): Esta seringa tem que ter uma borracha cilíndrica com orifício para
pressurizar o cartucho antes de recarga.

Como fazer a Recarga:

a| colocar a fita (transparente) contact no orifício inferior de carga original do car-


tucho;
b| colocar o cartucho na morsa, introduzir com muito cuidado a agulha da seringa
no diafragma das bolsas de enchimento;
c| injetar 20ML de tinta. Tome cuidado, talvez haverá vazamento pelo bocal do
cartucho;
d| com cartucho modelo A que suporta 40ml de tinta, não precisará retirar a serin-
ga (40ml), podemos carregar lentamente até a sua capacidade total;
e| cartucho deverá entrar em repouso sobre um papel toalha até finalizar o vaza-
mento. Se persistir o vazamento, coloque mais uma fita de contact na parte de
cima do cartucho para fechar o orifício que foi feito no diafragma. A cada 10 ou
20 cm³ de tinta gasta talvez o cartucho pare de imprimir corretamente, podemos
levantar lentamente o contact na parte superior e deixar entrar um pouco de ar.
Procure limpar o bocal de impressão;

9
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

f| faça o teste do cartucho, colocando-o na impressora e comece um ciclo de limpe-


za imprimindo uma folha de teste;
g| Não havendo uma boa impressão, o cartucho pode estar entupido, nesse caso,
lave o bocal com alguma solução e volte a testá-lo na impressora;
h| Após esses procedimentos, se não houver nenhuma impressão ou se houver e
for entrecortada, é melhor descartar o cartucho, pois o mesmo tem problemas
na placa.

2ª modo: esse modo é o mais usado por recicladores mais experientes. O método
usado é o de furar na parte de cima do cartucho no plástico rígido e não no diafragma,
dessa maneira se recupera a estanqueidade original.

Material usado:

l 1 seringa de 20cm³;
l 40cm³ de tinta preta;
l 1 cintas de contact;
l papel toalha;
l furador;
l frasco ou seringa c/ borrachinha na ponta p/pressurização;
l morsa;
l pistola de cola hot melt.

Passo a passo:

a| passe uma fita contact transparente no orifício inferior de carga original do car-
tucho;
b| coloque o cartucho na morsa com a cabeça para cima. Quando for do modelo an-
tigo, empurre a esfera de vedação para dentro. No modelo novo, faça somente o
furo no casquete superior na mesma posição do orifício de enchimento;
c| introduza a agulha no furo que foi feito, injete 20cm³ e se o cartucho for do tipo
A, carregue mais 20cm³ de tinta na mesma seringa e injete;
d| use a pistola de cola para fechar o orifício de carga;
e| pressurize o cartucho com a seringa (vazia) com a borrachinha no bico, e injete ar
pelo orifício do diafragma das bolsas de pressão até que elas fiquem infladas;

10
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

f| o cartucho deverá ficar em repouso sobre um papel toalha até parar de vazar. Retire
a fita de contact. Limpe o bocal de impressão antes de colocar na impressora;
g| execute a limpeza e imprima em sua impressora uma folha de teste;
h| não havendo uma boa impressão este cartucho pode estar entupido. Evite mo-
lhar o contact, lave cuidadosamente em uma solução apropriada e reteste.
i| caso persista o problema ou se a impressão for entrecortada, este cartucho pode
ter problemas de placa;
j| se o cartucho tem o furo original, ao invés de colocar cola hot melt, utilize uma
esfera no orifício até ficar bem firme.

3ª modo: este modo de recarga manual não afeta a integridade física do cartucho: é
estancado automaticamente a tinta e nada muda em sua aparência. Podemos lavar com
água destilada e depois injetar ar no cartucho.

Material usado:

l 1 seringa de 20cm³;
l 40cm³ de tinta preta;
l papel toalha;
l furador;
l frasco ou seringa c/ borrachinha na ponta p/pressurização;
l morsa.

Passo a passo:

a| coloque o cartucho na morsa, com a cabeça para cima e injete ar no bocal do


diafragma das bolsas internas. Este orifício encontra-se na ponta de uma seta
marcada no plástico duro do referido cartucho;
b| coloque o cartucho de ponta-cabeça e instale numa seringa de 20cm³ a base de
uma agulha ou uma borrachinha, essa borrachinha encontramos em farmácias,
é conhecida como borrachinha para soro, só que precisamos apenas de 0,02cm.
Para obtermos a base da agulha, devemos retirar a agulha daquele plástico em
que é introduzida a saída do líquido da seringa. Essas duas maneiras, podem fa-
zer a pressurização do cartucho;

11
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

c| injete a tinta lentamente enchendo o labirinto, após, manter uma velocidade


bem ajustada para que não escorra a tinta para fora do buraco de carga. No
início um pouco de tinta poderá vazar na ponta da base da agulha, é normal,
mas continue injetando lentamente para que não escorra pelas laterais, portan-
to mantenha firme a seringa contra o cartucho e, não esqueça que devemos
manter sempre a pressão;
d| após injetarmos os primeiros 20cm³, devemos virar o cartucho para ser pressu-
rizado novamente com a ajuda da seringa que tem a borrachinha ou a base da
agulha, conforme indicado na letra “a”. Devemos repetir os passos “b” e “c”
para voltarmos a injetar os últimos 20cm³ de tinta que faltam para completar a
capacidade do cartucho;
e| conservando a mesma posição do cartucho (ponta cabeça), vamos injetar ar no
labirinto através do orifício de carga com o auxílio da seringa com borrachinha
ou a base da agulha;
f| vamos virar o cartucho para a sua posição normal para pressurizar pela última
vez suas bolsas como na letra “a”. Quando estivermos carregando e fazendo as
pressurizações deverá sair um pouco de tinta pelo bocal, é normal. Se continuar
vazando tinta pelo orifício de carga, devemos repetir o que esta informando as
letras “e” e “f” até estancarmos por completo o vazamento. Procure sempre,
antes de colocar o cartucho na impressora para fazer o teste, limpar cuidadosa-
mente o bocal de impressão do cartucho;
g| execute o ciclo de limpeza, após imprimir uma folha teste, certifique-se de que o
cartucho não está vazando, pois se estiver, poderá causar danos à impressora;
h| não havendo uma boa impressão, devemos lavar com uma solução cuidadosa-
mente o bocal do cartucho, pois deve estar entupido, após, faça um novo teste;
i| após todos estes cuidados, não obtermos uma boa impressão, provavelmente o
cartucho está com sua placa danificada, ele deverá ser inutilizado.

Como aumentar a vida útil do cartucho:

l nunca toque nas partes metálicas do seu cartucho;


l não agite o cartucho nem o deixe cair;
l evite temperaturas excessivamente altas ou baixas.

12
MANUTENÇÃO
EM IMPRESSORAS

Como limpar os cartuchos de tinta preta


Quando uma impressora fica muito tempo sem ser utilizada, seu cartu-
cho pode ficar com a tinta na cabeça de impressão ressecada. Caso seu
cartucho não imprima ou apresente falhas na impressão, siga os procedi-
mentos abaixo:

1- encoste a cabeça na impressão do cartucho em um maço de papel


absorvente .Pressione o cartucho contra o papel , balançando o leve-
mente. Se houver marcas no papel recoloque-o na impressora e faça
a limpeza do cartucho pela própria impressora, conforme a instrução
do fabricante;
2-se não houver marcas no papel, com o cartucho virado para cima, pin-
gue uma gota de água na cabeça da impressão. Cuidado para a água
Uma boa manu-
não escorrer pelas laterais do cartucho. Aguarde um minuto e retire o excesso
tenção pode evitar
de água com papel absorvente. Repita os procedimentos A e B até o cartucho problemas no uso
voltar imprimir. da impressora.

Como limpar os cartuchos de tinta colorida


Encoste a cabeça de impressão do cartucho em um maço de papel absorvente . Pres-
sione o cartucho contra o papel, balançando-o levemente. As marcas deverão aumentar
de tamanho à medida que se repete esta operação. Após observar que o cartucho foi
desentupido, ou seja, deixa três marcas coloridas (amarelo, azul e vermelho, próximas
uma das outras) no papel absorvente , recoloque-o na impressora e faça a limpeza do
cartucho pela própria impressora , conforme instruções do fabricante.

13
CURSOS
PROFISSIONALIZANTES

Mitos e Verdades
Quantas vezes um cartucho pode ser recondicionado?
Em geral um cartucho pode ser recondicionado 4 vezes. Mas, isso depende muito do
estado original do cartucho. Se o cartucho estiver muito seco ou com o circuito danifica-
do, é possível que não tenha condições de recarga. Mas se acabou de sair da impressora,
foi colocado na caixinha de acrílico e encaminhado pra recarga, a vida útil dos cartuchos
é muito grande. Os novos modelos 27A, 56A têm uma vida útil de até 15 recargas.

Um cartucho recondicionado tira a garantia da impressora?


Não. As leis proíbem que qualquer companhia ou pessoa exija que você compre cartu-
chos originais. A garantia só é perdida se por algum motivo o cartucho remanufaturado
danifique a impressora.

Quais as fases em um processo de reciclagem de cartuchos?

As fases são basicamente:

l análise visual do Cartucho;


l desentupimento (Se necessário);
l lavagem;
l reciclagem;
l teste de impressão;
l lacre de cabeça de impressão;
l embalagem.

Adaptado de http://www.recycolor.com.br/perguntas_respostas.php

14

Você também pode gostar