Você está na página 1de 88

2018

SISTEMA DE DEFESA CIVIL (SISDC)


MEMORIAL DESCRITIVO

Versão 3.0
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB
25/01/2018
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Sumário
1. PRINCIPAIS FUNÇÕES: ____________________________________________________ 3
2. INTRODUÇÃO: ____________________________________________________________ 3
3. INICIANDO O SISTEMA ____________________________________________________ 5
4. ÁREA ADMINISTRATIVA ___________________________________________________ 7
4.1 MENU PRINCIPAL (PRONADEC) _______________________________________________ 8
4.1.1. FUNÇÃO CADASTRAR USUÁRIO___________________________________________________ 9
4.1.2. FUNÇÃO EXIBIR USUÁRIOS ______________________________________________________ 10
4.1.3. FUNÇÃO ALTERAR SENHA _______________________________________________________ 11
4.1.4. FUNÇÃO MINHA CONTA __________________________________________________________ 11
4.1.5. FUNÇÃO CONFIGURAR PÁGINA __________________________________________________ 11
4.1.6. FUNÇÃO INCLUIR OCORRÊNCIA __________________________________________________ 12
4.1.7. FUNÇÃO ORGANOGRAMA________________________________________________________ 13
4.1.8. FUNÇÃO NÍVEL DE ALERTA ______________________________________________________ 14
4.1.9. FUNÇÃO INICIAR B.O. ____________________________________________________________ 15
4.1.10. FUNÇÃO MAPA DE VISTORIAS ___________________________________________________ 25
4.1.11. FUNÇÃO PESQUISAR ____________________________________________________________ 27
4.1.12. FUNÇÃO ESTATÍSTICAS __________________________________________________________ 29
4.1.13. FUNÇÃO RELATÓRIOS ___________________________________________________________ 30
4.1.14. FUNÇÃO SAIR ___________________________________________________________________ 34

4.2. MÓDULO CONTROLE DE DOCUMENTOS _____________________________________ 35


4.2.1. FUNÇÃO ENTRADA DE DOCUMENTOS ____________________________________________ 35
4.2.2. FUNÇÃO EMISSÃO DE DOCUMENTOS ____________________________________________ 41
4.2.3. FUNÇÃO MOVIMENTAÇÕES EM LOTE_____________________________________________ 45
4.2.4. FUNÇÃO BOLETINS INTERNOS ___________________________________________________ 46
4.2.5. FUNÇÃO EXIBIR BOLETINS _______________________________________________________ 47
4.2.6. FUNÇÃO HELPDESK _____________________________________________________________ 47

4.3. MÓDULO ALUGUEL SOCIAL _________________________________________________ 49


4.3.1 FUNÇÃO PÁGINA INICIAL_________________________________________________________ 49
4.3.2 FUNÇÃO CADASTRAR CONVÊNIO ________________________________________________ 50
4.3.3 FUNÇÃO CADASTRAR AGÊNCIA__________________________________________________ 51
4.3.4 FUNÇÃO CADASTRAR EVENTO___________________________________________________ 52
4.3.5 FUNÇÃO CADASTRAR BENEFICIÁRIO ____________________________________________ 53
4.3.6 FUNÇÃO IMPORTAR _____________________________________________________________ 54
4.3.7 FUNÇÃO PESQUISAR BENEFICIÁRIO _____________________________________________ 59
4.3.8 FUNÇÃO GERAR REMESSA ______________________________________________________ 61
4.3.9 FUNÇÃO RELATÓRIOS ___________________________________________________________ 65
4.3.10 FUNÇÃO PASTA DE ARQUIVOS ___________________________________________________ 66
4.3.11 FUNÇÃO SISDC/PRONADEC ______________________________________________________ 67

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 1
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.4 MODULO CEMADEN _________________________________________________________ 67


4.4.1. FUNÇÃO DESTINATÁRIOS DE INFORMAÇÕES_____________________________________ 67
4.4.2. FUNÇÃO ALERTAS SMS __________________________________________________________ 68
4.4.3. FUNÇÃO AVISOS METEOROLÓGICOS ____________________________________________ 70
4.4.4. FUNÇÃO BOLETINS METEOROLÓGICOS __________________________________________ 71
4.4.5. FUNÇÃO BOLETINS DE AMEAÇAS ________________________________________________ 72
4.4.6. FUNÇÃO HISTÓRICO SMS ________________________________________________________ 73
4.4.7. FUNÇÃO SISDC/PRONADEC ______________________________________________________ 73

4.5. MÓDULO GEOPORTAL ______________________________________________________ 73


4.5.1. FUNÇÃO TIPOS POI ______________________________________________________________ 74
4.5.2. FUNÇÃO CADASTRO DE POI _____________________________________________________ 75
4.5.3. FUNÇÃO EMITIR ALERTA _________________________________________________________ 77
4.5.4. FUNÇÃO RELATÓRIO ALERTAS SMS _____________________________________________ 79
4.5.5. FUNÇÃO GERAR MAPA __________________________________________________________ 80
4.5.6. FUNÇÃO SISDC/PRONADEC ______________________________________________________ 81

5. OBSERVAÇÕES __________________________________________________________ 81
6. ANEXOS _________________________________________________________________ 81
6.1 ANEXO I ____________________________________________________________________ 82
6.2 ANEXO II____________________________________________________________________ 87

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 2
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE DEFESA CIVIL (SISDC Web)

MEMORIAL DESCRITIVO

1. PRINCIPAIS FUNÇÕES:

• Interface Administrativa protegida por login e senha criptografada.


• Cadastramento de novos usuários.
• Dois níveis de permissão para usuários.
• Recuperação e alteração de senha.
• Controle de documentos emitidos e recebidos.
• Detalhamento específico para documentos operacionais de Defesa Civil.
• Arquivamento digital dos documentos emitidos e recebidos.
• Estatísticas de documentos.
• Emissão de relatórios.
• Geração de Mapas com informações georreferenciadas.
• Cadastro e georreferenciamento de pontos de interesse do órgão de defesa
civil.
• Administração de Aluguel Social com pagamento pelo Cartão Nacional de
Defesa Civil.
• Registro, emissão e divulgação de alertas com envio de SMS a partir de um ponto
focal ou ponto de interesse já cadastrado.
• Registro, emissão e divulgação de Boletins Meteorológicos, Avisos Meteorológicos
e Boletins de Ameaças.
• Ferramenta Helpdesk.

2. INTRODUÇÃO:

O SISDC Web é um sistema do tipo cliente-servidor, desenvolvido para a


plataforma web utilizando linguagem PHP e banco de dados mysql. O sistema
apresenta funções para controle tanto de documentos recebidos, quanto de
documentos emitidos, com ênfase e detalhamento específico para documentos
relacionados à atividade operacional de Defesa Civil. Atualmente o Sistema é
composto por 5(cinco) módulos:

• PRONADEC: módulo destinado ao registro de ocorrências em defesa


civil, com todas as funções necessárias para a gestão operacional do órgão de
Defesa Civil. Este módulo é fornecido de forma gratuita, não comercial e por tempo
indeterminado para qualquer órgão de Defesa Civil em suas três esferas de
atuação: Federal, Estadual e Municipal. É através deste módulo que se tem acesso

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 3
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

aos demais módulos comerciais do sistema, bastando que se faça a adesão ao


mesmo, mediante o preenchimento do formulário de cadastro e da aceitação do
“Termo e Condições de Uso”.

• Controle de Documentos: módulo comercial destinado ao controle de


documentos emitidos e recebidos, contendo todas as funções necessárias para
protocolo, numeração e arquivamento digital destes documentos. Para acesso a
este módulo, basta que o usuário esteja cadastrado no PRONADEC e faça o
respectivo processo formal de aquisição, a partir do qual será modificado o código
de acesso ao Sistema, dando acesso às suas respectivas funções.

• Aluguel Social: módulo comercial destinado a administração do


aluguel social com base em pagamento com o Cartão Nacional da Defesa Civil,
nos moldes estabelecidos pela Secretaria Nacional de Defesa Civil. Para acesso a
este módulo, basta que o usuário esteja cadastrado no PRONADEC e faça o
respectivo processo formal de aquisição, a partir do qual será modificado o código
de acesso ao Sistema, dando acesso às suas respectivas funções.

• Geo Portal: módulo comercial destinado ao cadastramento e emissão


de mapas de pontos de interesse da defesa civil (pluviômetros, sirenes, áreas de
risco, pontos de apoio, abrigos, etc), bem como a emissão de mensagens de alerta
SMS destinados à rede de voluntários do município, tendo como área de
abrangência um raio de 100 a 500 metros em torno de um ponto de interesse pré-
cadastrado. Para acesso a este módulo, basta que o usuário esteja cadastrado no
PRONADEC e faça o respectivo processo formal de aquisição, a partir do qual será
modificado o código de acesso ao Sistema, dando acesso às suas respectivas
funções.

• Cemaden: módulo comercial destinado o registro e publicação de


boletins meteorológicos e de ameaças, avisos meteorológicos, bem como o envio
de mensagens de alerta SMS destinados à rede de voluntários tendo como foco
um endereço qualquer georreferenciado no ato do cadastro da mensagem e como
abrangência um raio de 100 a 500 metros em torno deste endereço. Para acesso a
este módulo, basta que o usuário esteja cadastrado no PRONADEC e faça o
respectivo processo formal de aquisição, a partir do qual será modificado o código
de acesso ao Sistema, dando acesso às suas respectivas funções.

Como documento operacional de entrada destaca-se a solicitação de


vistoria, a qual gera a emissão do boletim de ocorrência. Como documentos
operacionais emitidos, destacam-se o boletim de ocorrência, o requerimento de
cópia autêntica, auto de interdição, auto de desinterdição, certificado de despacho,
certificado de proteção civil, intimação, intimação para evento, certificado de
despacho para evento.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 4
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Apesar de já possuir alguns tipos de documentos pré-configurados, o


sistema é totalmente personalizável para atender às necessidades do cliente,
podendo-se desta forma acrescentar novos tipos de documentos.

O boletim de ocorrência apresenta um grupo de ocorrências que são


consideradas as mais comuns na rotina de Defesa Civil, entretanto, se houver em
algum município um tipo de ocorrência que seja comum e que não esteja
relacionada, há a possibilidade de personalizar esse documento para atender às
necessidades do cliente.

Todos os documentos recebidos ao serem registrados no sistema geram


automaticamente um número de protocolo e uma pasta no servidor com o mesmo
número, no qual os documentos podem ser armazenados em formato pdf.

Todos os documentos emitidos têm a sua numeração gerada


automaticamente. Para cada tipo de documento é disponibilizada uma pasta no
servidor, no qual os documentos podem ser armazenados em formado pdf. Desta
forma o sistema oferece uma forma sustentável, ecológica e segura para controle e
arquivamento de toda a documentação gerada e recebida pelo órgão de Defesa
Civil.

3. INICIANDO O SISTEMA

Para iniciar o sistema, basta que o usuário, preferencialmente o titular da


pasta do órgão de defesa civil, manifeste seu interesse preenchendo o formulário
de solicitação de cadastro no PRONADEC (https://www.sistematica.info/prodec),
aceitando o “Termo e condições de uso” apresentado no mesmo ato. Após o
Cadastro será encaminhado para o e-mail cadastrado, uma mensagem de
confirmação. Ao confirmar o cadastro clicando no link correspondente na
mensagem, nosso gestor receberá uma mensagem com os dados do solicitante, e
entrará em contato, para fins de confirmação de dados. Após a confirmação dos
dados o cadastro será liberado e este usuário, a partir deste ato, poderá cadastrar
novos usuários tendo como opção as permissões: “Master” e “Administrador”.

O Acesso ao Sistema será feito através do e-mail cadastrado e da senha


informada após a aprovação do cadastro por nosso gestor.

A Página de acesso terá a aparência apresentada na Figura 1, na qual é


visualizado um formulário com os seguintes campos: login, senha e um código
randômico de seis caracteres alfanuméricos.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 5
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 1 – Página de acesso ao sistema.

Nesta mesma página se observa um link de recuperação de senha, o qual


direciona o usuário para uma página que contém um formulário específico para
esta finalidade (figura 2). Neste formulário visualizam-se apenas dois campos que
são o CPF e o código randômico de seis caracteres alfanuméricos.

Figura 2 – Página de recuperação de senha.

Ao enviar o formulário, o usuário receberá em seu e-mail cadastrado no


sistema uma mensagem com o título “Recuperação de Senha” contendo uma
contrassenha e instruções para cadastrar uma nova senha (figura 3).

Figura 3 – e-mail de recuperação de senha.

Ao clicar no link “Recuperar Senha”, o usuário será direcionado para a


página que contém o formulário para cadastrar uma nova senha (figura 4). Esse
formulário só é válido para a pessoa que solicitou a recuperação de senha, pois
contém informações ocultas específicas do cadastro do usuário solicitante e só
pode ser utilizado uma única vez. Caso o usuário necessite recuperar sua senha

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 6
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

em outra ocasião, deve fazer uma nova solicitação, a qual irá gerar um novo e-mail
de recuperação de senha.

Figura 4 – formulário de recuperação de senha.

Com os dados corretamente preenchidos, ao clicar no botão “Enviar”, o


usuário receberá uma mensagem na tela informando se a operação foi bem-
sucedida, e será redirecionado para a tela de entrada (figura 1).

4. ÁREA ADMINISTRATIVA

Ao entrar na área administrativa do PRONADEC o usuário verá a página


inicial do sistema (figura 5), na qual se visualiza o menu principal e suas
respectivas funções. Com a aquisição de um ou mais módulos comerciais, o menu
principal receberá novas funções que serão descritas em seus respectivos
capítulos.

Área destinada ao texto


detalhando as condições que
ensejaram a mudança do
estágio de alerta.

Figura 5 – página inicial do sistema.

Na página inicial visualiza-se à esquerda dois semáforos indicando cada


um a quantidade de documentos recebidos e emitidos e seus respectivos status
(resolvidos; não resolvidos com prazo de solução não expirado e não resolvidos
com prazo de solução expirado). Em cada um dos sinais, há um link que expande
uma tabela com os documentos no respectivo status.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 7
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Na tabela são mostrados os dados que identificam o documento, bem


como a data de emissão/recebimento e o prazo estabelecido para a solução do
mesmo. Caso o documento esteja dentro do prazo de solução, a data aparecerá na
cor verde e caso tenha expirado o prazo de solução, a data aparecerá na cor
vermelha.

Nos campos correspondentes ao número do documento a ao protocolo,


são exibidos links que direcionam respectivamente para o menu de funções
específico do documento e para a lista de documentos armazenados na pasta
correspondente ao protocolo.

Na parte central da página inicial, visualiza-se o indicador do estágio de


alerta referente ao Município. Existe uma função específica para alterar o estágio
de alerta, que será descrita mais adiante, entretanto, é importante adiantar que
toda vez que o estágio sair de vigilância, ao lado do sinal correspondente ao
estágio de alerta, haverá um texto detalhando as condições que ensejaram aquele
respectivo estágio.

Na parte direita da página inicial há um “Widgets” de previsão do tempo


(CPTEC/INPE) referente ao município do usuário logado no Sistema.

4.1 MENU PRINCIPAL (PRONADEC)

No menu principal se visualizam as principais


funções de controle do sistema. A função “Página
Inicial” retorna o usuário para a página de início
(Figura 5). As demais funções terão um
detalhamento específico adiante.

Figura 6 – menu principal


Permissão Administrador

Figura 6 – menu principal


Permissão Master

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 8
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.1.1. FUNÇÃO CADASTRAR USUÁRIO

A função “Cadastrar Usuário” direciona o usuário para a tela que contém


o formulário de cadastro de novos usuários administradores (Figura 7).

Figura 7 – Cadastro de Administrador

O primeiro usuário cadastrado no sistema é aquele que preencheu o


formulário de solicitação de cadastro para adesão ao PRONADEC. A partir do
momento em que este usuário for aprovado, ele estará apto para entrar no sistema
e cadastrar novos usuários. Por padrão, este primeiro usuário já recebe a
permissão “Master”.

Dependendo da permissão do usuário logado no sistema, o cadastro de


administrador pode oferecer um ou dois tipos de permissão. O usuário com
permissão “Master” pode cadastrar outros usuários com permissão “Master” ou
com permissão “Administrador”, entretanto, o usuário com permissão
“Administrador” pode cadastrar apenas usuários com permissão “Administrador”.

A diferença entre usuário “Master” e usuário “Administrador” se encontra


na permissão de edição de determinados campos em alguns formulários. O usuário
“Master” tem a permissão de editar todos os campos, enquanto que o usuário
“Administrador” poderá editar somente campos que não comprometam a
estabilidade do sistema.

Além das permissões, qualquer tipo de edição de dados do sistema é


armazenado em “Log” e/ou ratificados por mensagens de e-mail aos usuários
envolvidos.

O campo vistoriante, se refere aos usuários que possuem a aptidão de


realizar vistorias técnicas, portanto, como nem todos os usuários do sistema terão
esta aptidão, por padrão este campo está marcado com o registro “Não”, mas nada
impede que o mesmo seja alterado, no ato do cadastro ou após o mesmo,
realizando a edição de um cadastro já existente.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 9
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

O login no sistema é feito com o e-mail cadastrado, portanto, cada usuário


deverá ter um e-mail próprio para acesso ao sistema. Outro ponto importante é que
toda interação do usuário com o sistema gera uma mensagem de log que é
enviada para este e-mail cadastrado.

4.1.2. FUNÇÃO EXIBIR USUÁRIOS

A função “Exibir Usuários” direciona o usuário para a tela que lista todos
os usuários administradores cadastrados, oferecendo as funções de exclusão e
edição de cadastro dos usuários listados (Figura 8).

O usuário Master irá visualizar todos os usuários, ou seja, aqueles com


permissão Master e aqueles com permissão Administrador, enquanto que o usuário
Administrador só visualizará os usuários com este mesmo tipo de permissão.

Figura 8 – Lista de Administradores

A função “editar” direciona o usuário para a página com o formulário de


cadastro (Figura 7), contendo os dados do usuário selecionado. É uma função útil
em casos onde algum usuário esquece a senha e não possui mais acesso ao e-
mail cadastrado, impossibilitando desta forma a recuperação de senha.

A função excluir deve ser usada quando o usuário deixa de fazer parte da
equipe de funcionários e precisa, portanto, ser excluído a fim de evitar qualquer tipo
de prejuízo ao sistema motivado por razões alheias. Apesar do nome “excluir”,
nenhum usuário é apagado do sistema, ele é apenas inativado, pois todos os
registros gerados e/ou editados pelo mesmo possuem o índice do seu registro no
banco de dados e não podem ser apagados, pois prejudicariam os registros de log.

O uso das funções editar e excluir é ratificado por mensagens de e-mail


aos usuários envolvidos.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 10
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.1.3. FUNÇÃO ALTERAR SENHA

A função “Alterar Senha” direciona o usuário para a página que contém o


formulário para alterar a senha do usuário logado no sistema (Figura 9).

Figura 9 – Formulário de Alteração de Senha

Toda vez que o usuário alterar sua própria senha, receberá em seu e-mail
uma mensagem confirmando a alteração e informando a nova senha cadastrada.
Desta forma, o sistema informa ao usuário se a alteração foi proveniente de um
acesso autorizado ou não.

4.1.4. FUNÇÃO MINHA CONTA

A função “Minha Conta” direciona o usuário para a página que contém o


formulário de cadastro (Figura 7), contendo seus próprios dados. Caso haja
necessidade de atualização desses dados, esta é a função específica para essa
finalidade.

4.1.5. FUNÇÃO CONFIGURAR PÁGINA

A função “Configurar Página” permite que o usuário configure tanto a


aparência que terá o sistema no seu município, quanto, os dados que serão
impressos em determinados documentos padronizados pelo PRONADEC.

A configuração permite que se escolham dois logos, que podem ser, por
exemplo, o logo do governo e o logo do órgão de defesa civil. Também permite que
se escolha a cor de fundo do topo da página e do menu principal, bem como a cor
da fonte nessas mesmas estruturas. Também é possível modificar as duas
primeiras linhas do cabeçalho da página, personalizando-a conforme a estrutura
administrativa na qual está inserido o órgão de defesa civil. O formulário desta
função encontra-se exposto na figura 10.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 11
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 10 – configuração de página

4.1.6. FUNÇÃO INCLUIR OCORRÊNCIA

O Sistema já possui um grupo de ocorrências cadastradas que são


consideradas como padrão para todos os órgãos de defesa civil municipal,
entretanto, há casos em que alguns órgãos realizam atividades que não se
enquadram em nenhuma das ocorrências cadastradas. Nesses casos, é possível
que o órgão cadastre uma ou mais ocorrências que não estejam contempladas na
lista padrão. Uma vez cadastrada a ocorrência, nossos analistas irão avaliar a
ocorrência cadastrada e aprová-la apenas para o município solicitante, ou, caso
outros municípios tenham solicitado ocorrências similares, torná-la padrão para que
seja exibida para todos os municípios que utilizam o sistema.

O formulário de cadastro de ocorrência é exibido na figura 11, onde se


pode perceber que há uma tabela contendo toda a codificação do cobrade. Caso a
ocorrência que se deseja cadastrar tenha relação com algum código do cobrade, é
possível selecionar o código correspondente e agrega-lo ao cadastro da mesma. A
ocorrência também precisa ser classificada quanto ao “tipo”, ou seja, o sistema
apresenta cinco opções: Ameaça, Desabamento, Deslizamento, incêndio e Outros.

Enquanto a ocorrência não tiver sido aprovada pelos nossos analistas, é


possível editá-la, selecionando o registro correspondente, na lista que se
incrementa na parte inferior do formulário, entretanto, após a aprovação, esta
função fica desabilitada para o usuário.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 12
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 11 – cadastro de novas ocorrências

4.1.7. FUNÇÃO ORGANOGRAMA

Na rotina do órgão de defesa civil, é natural que determinados


documentos, principalmente aqueles relacionados ao boletim de ocorrência
emitido, tramitem internamente entre os setores e departamentos do órgão. Para
fazer um controle dessas movimentações internas do documento, o PRONADEC
possui uma função específica para este fim, que é apresentada no menu específico
no documento que se esteja trabalhando. Nesta função que será descrita mais a
frente, o usuário deve informar para qual setor o documento foi encaminhado.
Logicamente, isso só funciona se houver um cadastro prévio desses setores e
departamentos e este é o objetivo desta função, cujo formulário é apresentado na
figura 12. Desta forma, assim como a configuração de página, é importante que o
usuário cadastre toda a estrutura organizacional do órgão de defesa civil onde
trabalha.

Quando uma ou outra estrutura deixar de existir, basta que se inative esta
estrutura, da mesma forma, se outras forem criadas, basta que se acrescente,
assim, todos os destinos de tramitação interna estarão atualizados e prontos para
uso na “função de movimentações”.

Figura 12 – cadastro de estrutura organizacional do órgão de defesa civil

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 13
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.1.8. FUNÇÃO NÍVEL DE ALERTA

Atualmente o estágio de alerta para emergências e desastres está


graduado em cinco níveis, sendo eles:

• Vigilância
• Observação
• Atenção
• Alerta
• Alerta Máximo

Quando o estágio de alerta sai do nível de vigilância, o órgão municipal de


defesa civil poderá utilizar essa função, para informar tanto os usuários em nível
estadual do PRONADEC (da UF onde se encontra o município), quanto os
integrantes da Rede Bravo/svac, pois ao submeter o formulário da figura 13, os
usuários em nível estadual receberão uma mensagem no e-mail cadastrado, com o
conteúdo do alerta, enquanto que os usuários da Rede Bravo/svac que estiverem
visitando a página da Rede deste município, perceberão que o “Sinal”,
correspondente ao estágio de alerta, que se encontra no final do menu principal,
assim como o mostrado na figura 6, terá mudado para a cor e descrição
correspondente ao nível do alerta informado.

Todas as variações dos níveis de alerta cadastrados no sistema serão


numeradas e exibidas em uma tabela na parte inferior do formulário. Nesta tabela,
para cada registro existe uma função que permite a edição, para o caso de
correção de alguma informação equivocada.

Quando o município não possui corpo técnico para monitorar as


mudanças que possam ensejar alteração nos níveis de alerta, os usuários em nível
estadual (caso existam), podem fazê-lo, utilizando uma função semelhante, que
está disponível apenas para este nível de usuários. Nesta função, a única
diferença, é que o usuário poderá selecionar um ou mais municípios que possam
ser atingidos pela mesma condição de anormalidade. Desta forma, os usuários em
nível municipal, dos municípios selecionados, que estiverem logados no sistema,
perceberão a mudança do “sinal” referente ao estágio de alerta, figura 6.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 14
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 13 – cadastro para mudança dos níveis de alerta

4.1.9. FUNÇÃO INICIAR B.O.

Para usuários do PRONADEC, o boletim de ocorrência é iniciado


diretamente nesta função, enquanto que para usuários que possuem o módulo de
controle de documentos, o boletim de ocorrência deve ser iniciado na função
“Entrada de Documentos”, opção “Solicitação de Vistoria”. Em ambas as formas, o
formulário terá a aparência da figura 14.

Figura 14 – cadastro de boletim de ocorrência

Neste formulário os primeiros campos se destinam a identificar o


solicitante e o endereço do imóvel para o qual está sendo solicitada a vistoria.

O segundo bloco de campos destina-se a identificar o vínculo do


solicitante com o responsável pelo imóvel.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 15
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

O terceiro bloco de campos destina-se a identificar o tipo de vistoria, ou


seja, “Emergencial” ou “Preventiva”. Quando o tipo de vistoria é marcado como
emergencial, o sistema automaticamente determina que o prazo para a execução
da vistoria será de até 24 horas. Quando a vistoria for marcada como preventiva, o
prazo para a execução da mesma será de até 15 dias após a data do registro da
solicitação.

No quarto bloco o usuário deverá selecionar a ocorrência propriamente


dita. Caso não encontre correspondência em nenhuma das opções, poderá utilizar
temporariamente o campo “Outro Tipo de Ocorrência”, até que seja aprovada a
ocorrência que não se encontra na lista (item 4.1.6. função Incluir Ocorrência).

No quinto bloco de campos o usuário escolhe se o Boletim de ocorrência


irá gerar um novo protocolo ou se será vinculado a um protocolo existente.

Após enviar o formulário, caso haja outras ocorrências no logradouro


informado, o usuário irá visualizar uma lista com todas as ocorrências referentes a
este logradouro (Figura 15). Tal recurso tem por objetivo evitar o registro de várias
solicitações para uma mesma ocorrência em um único endereço.

Figura 15 – Lista de Ocorrências para um mesmo logradouro

Caso a ocorrência já esteja na lista, o usuário deverá selecionar a opção


“Cancelar” e depois executar a função de pesquisa de documentos para localizar a
ocorrência que se deseja complementar ou consultar. Caso a ocorrência não esteja
na lista, o usuário deverá selecionar a opção “Continuar” e então, haverá o
redirecionamento para a página que contém o menu de opções para o Boletim de
Ocorrência (Figura 16).

O número do Boletim de ocorrência é visualizado no Campo “B.O.”. O


número da solicitação de vistoria será o mesmo visualizado neste campo. Portanto
se o usuário desejar consultar um boletim de ocorrência, poderá fazê-lo utilizando a
função “pesquisar” com a opção “Documentos Recebidos” considerando o número
da Solicitação de vistoria, bem como com a opção “Documentos Emitidos”
considerando o mesmo número para o Boletim de ocorrência.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 16
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 16 – Menu de Opções para Boletim de Ocorrência

A função “Solicitação” direciona o usuário para a página que contém o


formulário de início do Boletim de Ocorrência (Figura 14) com os dados
correspondentes ao número do B.O exibido no campo “B.O”, a fim de que os
mesmos possam ser conferidos e/ou editados.

A função “Dados da Vistoria” direciona o usuário para a página que


contém o formulário inicial de vistoria (Figura 17).

Figura 17 – Formulário inicial de vistoria

O primeiro bloco de campos deste formulário destina-se a identificar o


responsável pelo imóvel. Caso o responsável não esteja presente no imóvel, e não
se tenha como preencher seus dados, deve-se marcar a opção “Sim” do quesito
“Responsável Ausente” localizado logo após o título “Identificação”, pois alguns
dados deste bloco, como o “CPF” são obrigatórios.

O segundo bloco de campos destina-se a identificar o tipo de edificação


quanto a alguns critérios de classificação de edificações.

O terceiro bloco destina-se a avaliar se houve algum dano a edificação, e


caso positivo, qual o nível de dano.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 17
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

O quarto bloco de campos destina-se a classificar o tipo de área onde foi


construído o imóvel, enquanto que o quinto bloco se destina a classificar o tipo de
ocupação da área onde se encontra a edificação.

A função “Danos Humanos” direciona o usuário para a página que contém


o formulário de quantificação de danos humanos (Figura 18).

Figura 18 – Formulário de quantificação de danos humanos

Este formulário deve ser utilizado sempre houver vítimas ou pessoas


afetadas pela ocorrência que está sendo vistoriada. Os dados deste formulário
serão agrupados para gerar o Relatório de Danos Humanos que será descrito mais
a frente.

A função “Detalhes da Vistoria” direciona o usuário para a página que


contém o formulário para detalhar em texto tudo o que for verificado durante a
vistoria (Figura 19). Neste formulário encontra-se uma ferramenta para
georreferenciamento do local da ocorrência, baseado no endereço do local.
Considerando, que esse tipo de geolocalização é aproximado, feito através de
funções específicas do “Google Maps”, o marcador tem sua posição editável,
podendo ser “arrastado” pelo “mouse” até o local mais preciso, atualizando
simultaneamente, as coordenadas do endereço. Caso as coordenadas sejam
medidas por algum instrumento de precisão, basta selecionar a opção “Medida” no
campo “coordenadas”, neste caso os campos correspondentes à latitude e
longitude tornam-se editáveis.

Este formulário contém ferramentas para auxiliar na formatação do texto


de descrição da vistoria, tendo em vista que este texto será utilizado para compor
automaticamente o documento de “Cópia Autêntica” que será detalhado mais
adiante.

Neste mesmo formulário, deve-se selecionar o responsável pela vistoria


na lista fornecida pelo campo “Vistoriante” e registrar a data da vistoria.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 18
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 19 – Formulário para detalhamento da vistoria

A função “Providências” direciona o usuário para a página que contém o


formulário para relatar e descrever todas as providências tomadas no ato da
vistoria (Figura 20).

Figura 20 – Formulário para detalhamento de Providências

O primeiro bloco de campos deste formulário destina-se a selecionar os


tipos de providências que serão adotadas no ato da vistoria. Os itens: intimação,
interdição total, interdição parcial e inscrição para o aluguel social serão utilizados
para gerar os relatórios com os mesmos nomes vistos no detalhamento da função
“Relatórios” descrita mais adiante.

Quando uma das providências adotadas for a intimação, os campos


correspondentes ao prazo de solução da intimação e a situação deverão ser
preenchidos. O prazo para a solução da intimação toma por base a data da vistoria
registrada no formulário de detalhamento da vistoria (Figura 19).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 19
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

O segundo bloco destina-se a descrição detalhada de todas as


providências adotadas. Este campo possui ferramentas para auxiliar na formatação
do texto, tendo em vista que o mesmo será utilizado para compor automaticamente
o Documento de “Cópia Autêntica” que será visto mais adiante.

A Função “Despachos” direciona o usuário para a página que contém o


formulário para registros de despachos pertinentes ao Boletim de Ocorrência
(Figura 21).

Figura 21 – Formulário para despachos

Neste formulário todos os despachos pertinentes ao Boletim de


ocorrência poderão ser registrados. Trata-se de um campo para texto, portanto, o
conteúdo deve ser incrementado com o conteúdo já existente.

A função “Acionamentos” direciona o usuário para a página que contém o


formulário de registro de acionamentos referentes ao Boletim de Ocorrência (Figura
22).

Figura 22 – Formulário de acionamentos

Todos os acionamentos a Órgãos externos são feitos através de ofícios,


portanto, para registrar os acionamentos neste formulário é preciso que antes os
ofícios de acionamentos já tenham sido emitidos e registrados no sistema. Uma
vez emitidos os ofícios de acionamentos, é possível digitar no campo “Órgão” o
destino para o qual foi encaminhado o ofício de acionamento. O campo “N o do
Ofício” também é dependente do registro prévio do documento, ao começar a
digitar o número, uma lista de opções será apresentada permitindo a seleção antes
do término da digitação. Também deve ser preenchida a data de emissão do ofício,
bem como a data de recebimento do mesmo no Órgão de destino, a fim de que
sejam contabilizados os prazos de resposta correspondentes. Na parte inferior do
formulário são listados todos os acionamentos registrados para o Boletim de

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 20
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Ocorrência. Nesta lista a ultima coluna corresponde a uma função para a exclusão
do registro, caso algum dado tenha sido informado errado.

A função “Relatório Fotográfico” direciona o usuário para a página que


contém a ferramenta de upload de imagens, para registrar todas as fotografias
tiradas durante a vistoria (Figura 23).

Figura 23 – Ferramenta de upload de imagens para Relatório Fotográfico

Nesta ferramenta, as imagens depois de enviadas são listadas na parte


inferior, na qual são observadas duas funções: Comentar e Excluir. Ao clicar na
função comentar, haverá um redirecionamento para a página que contém o
formulário para registro de comentários sobre a imagem (Figura 24).

Na parte superior do formulário é exibida uma miniatura da imagem que


receberá o comentário. Após enviar o comentário, o usuário retornará para a
página anterior (Figura 23). A partir de então, poderá ser visualizada no campo
“Descrição” o comentário que foi registrado sobre a imagem. Tanto as imagens
quanto os comentários irão compor automaticamente o Boletim de Ocorrência
Completo que será detalhado mais adiante.

Figura 24 – Formulário para comentar imagem

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 21
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

A função excluir na Figura 23 deverá ser usada quando o usuário


perceber que enviou uma imagem que não faz parte do relatório fotográfico
daquele Boletim de Ocorrência no qual está trabalhando.

A função “Uploads de Arquivos” direciona o usuário para a página que


contém a ferramenta de upload de arquivos (Figura 25). Esta ferramenta deverá ser
usada para arquivar todos os documentos referentes ao Boletim de Ocorrência,
como por exemplo: Autos de Interdição, Ofícios de Acionamento, Intimações, etc.
Todos os documentos deverão estar em formato “pdf” e serão armazenados na
pasta do protocolo referente ao Boletim de Ocorrência no qual o usuário está
trabalhando. Desta forma, todos esses documentos estarão listados na parte
inferior da ferramenta, bem como acessíveis através dos links contidos no campo
referente ao nome do arquivo.

Figura 25 – Formulário para upload de arquivos PDF

Esta função permite o envio de arquivos de até 60 MB, entretanto, é


recomendável que quando o arquivo for muito grande, que ele seja fracionado em
arquivos menores e renomeados com o nome principal, seguido de “_numeração
sequencial”, ex: Ofício 1-2018_1, Ofício 1-2018_2, etc. Desta forma, evita-se o
“erro de tempo de execução”, que pode ocorrer nesses casos. Outra dica é que os
arquivos sejam enviados dentro de sua cronologia e na sequência certa, ou seja,
se há dois arquivos para serem enviados, primeiro deve-se enviar o arquivo mais
antigo e por último o mais recente, da mesma forma, em arquivos fracionados,
deve-se primeiro enviar o arquivo do menor número sequencial e por último o de
maior número sequencial.

A função “B.O. Inicial” irá baixar em formato “pdf” o formulário do Boletim


de Ocorrência, contendo a parte referente aos dados do solicitante já preenchida.
O objetivo desta função é que o formulário seja salvo, impresso e distribuído para o
profissional de Defesa Civil que será responsável em fazer a vistoria. Desta forma,
os outros campos serão preenchidos a mão no ato da vistoria e posteriormente
registrados no Sistema. Caso o Órgão de Defesa Civil esteja munido de
equipamentos como “Tablets” e/ou “Smartphones” com acesso à internet, os dados
da vistoria poderão ser lançados diretamente no Sistema sem que seja preciso o
preenchimento do formulário em papel.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 22
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

A função “B.O. Completo” deverá ser usada quando todos os formulários


do Boletim de Ocorrência já estiverem completamente preenchidos, pois a
ferramenta irá baixar no formato “pdf” o documento com todos os campos que
foram registrados, incluindo o relatório fotográfico com os respectivos comentários
das imagens. A intenção desta função é que após a conclusão de todas as etapas
referentes ao processo, desde a solicitação de vistoria até a conclusão de todas as
providências necessárias, o documento seja impresso, assinado pelos respectivos
responsáveis e considerado como concluído. Após esse processo o documento
poderá ser “digitalizado” e armazenado na pasta correspondente ao seu protocolo
através da ferramenta de upload de arquivos (Figura 25).

A função “Cópia Autêntica” deverá ser usada sempre for necessário emitir
esse tipo de documento. Como várias pessoas podem solicitar cópia autêntica de
um mesmo boletim de ocorrência, poderá haver vários números de cópia autêntica
referentes a uma única vistoria. Ao utilizar a função cópia autêntica, o usuário será
direcionado para a página que contém o formulário de requerimento de cópia
autêntica (Figura 26).

Figura 26 – Formulário de requerimento de cópia autêntica

Abaixo do formulário existe uma lista de todos os requerimentos de cópia


autêntica referentes ao Boletim de ocorrência exibido no campo “B.O.”. Nesta lista
encontram-se três funções: “Editar” e “Download” e “Imprimir”.

A função “Editar” seleciona os dados do solicitante e os exibe no


formulário, de forma a permitir a edição de algum dado incorreto.

A função “Download” permite baixar o Documento “Cópia Autêntica”


(Anexo II) em formato “pdf” contendo os dados do requerente e da vistoria a que se
refere o Boletim de ocorrência exibido no campo “B.O.”.

A função “imprimir” abre uma janela “popup” contendo o recibo do


requerimento, a qual possui uma função de impressão vinculada ao “clique” no logo
da Defesa Civil localizado no rodapé da página, desta forma, o requerente poderá
receber o comprovante de sua solicitação (Figura 27).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 23
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 27 – Recibo de requerimento de cópia autêntica

A Função “Mapa de Vistorias” está desabilitada por padrão e somente


será ativada quando for realizada a geolocalização da ocorrência, descrita na
função “Detalhes da Vistoria”. Cumprindo-se esta etapa, é possível utilizar a função
“Mapa de Vistorias” a qual irá baixar um arquivo em formato “Kml” (Arquivo aberto
pelo Programa Google Earth), contendo um marcador que aponta para o local onde
foi realizada a vistoria técnica. Ao clicar no marcador, os dados da vistoria, bem
como as imagens do relatório Fotográfico serão exibidos em uma caixa de texto
(Figura 31).

Enquanto a função “Danos Humanos” registra quantitativamente os


afetados pela ocorrência, a função “Afetados Diretos” é utilizada para registrar
qualitativamente esses afetados, conforme exposto na figura 28. Um relatório
específico é dedicado para os dados registrados neste formulário. Ao submeter o
formulário, será apresentada na parte inferior do formulário uma lista de afetados
referente a ocorrência, possibilitando e seleção para edição de possíveis
informações equivocadas.

Figura 28 – Cadastro de afetados em Ocorrências

A função “Visualizar BO” abre uma janela “popup” para exibir uma prévia
do Boletim de Ocorrência com os dados registrados até o momento.

A função “Movimentações” foi desenvolvida para criar registros de


movimentações internas dentro do órgão de defesa civil, de forma que seja
possível controlar e localizar qualquer documento que esteja tramitando entre as

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 24
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

seções e departamentos do órgão (Figura 29). As opções do campo destino é


dependente do registro das seções e departamentos do órgão de defesa civil,
através da função “Organograma” item 4.1.7.

Figura 29 – Cadastro de movimentações internas

Após submeter o formulário, uma lista de movimentações referente ao


documento será apresentada na parte inferior do formulário, permitindo a seleção e
edição de dados do registro selecionado.

A função “Risco Geológico” somente será ativada quando a ocorrência


tiver relação com “COBRADE” referente a movimentação de massa. Neste caso,
será apresentada uma sequência de 8(oito) formulários referentes aos passos
relatados no “Manual de Capacitação em Mapeamento e Gerenciamento de Risco”
do Ministério das Cidades (Anexo III). Esta função atende uma necessidade de
integração de dados dos municípios com outros órgãos que atuam na área de
gestão de risco como o DRM e CPRM. Todos os 8(oito) passos desta função estão
descritos em detalhes no manual mencionado, desta forma, não há necessidade de
detalhá-los aqui. Estatísticas e relatórios específicos desta função dependem que
os órgãos interessados informem quais dados desejam avaliar e como eles devem
ser tabulados.

Seguindo a mesma linha de raciocínio, a função “Risco Hidrológico” será


habilitada quando a ocorrência tiver relação com “COBRADE” referentes a
alagamentos, enchentes e enxurradas. Todas as orientações necessárias para o
correto preenchimento dos formulários desta função, também estão descritos no
manual mencionado no anexo III, desta forma, não há necessidade de detalhá-los
aqui.

4.1.10. FUNÇÃO MAPA DE VISTORIAS

A função mapa de vistorias direciona o usuário para a página que contém


o formulário de seleção do período de abrangência do mapa de vistorias (Figura
30), bem como do tipo de ocorrência e/ou providência adotada.

Ao submeter o formulário, o usuário será solicitado a selecionar um local


onde será baixado o arquivo “kml” contendo os detalhes das vistorias realizadas
dentro do período de abrangência informado no formulário acima.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 25
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Observação: no arquivo kml gerado serão exibidas apenas as


ocorrências que já foram vistoriadas, cujo detalhamento já tenha sido
preenchido no sistema, pois somente nesta etapa é feita a geolocalização do
endereço da ocorrência.

Figura 30 – Formulário para gerar mapa “KML”

O mapa contém marcadores específicos que variam de acordo com o


grupo no qual as ocorrências se enquadram. Quando a ocorrência tiver relação
com “COBRADE”, o marcador de grupo de ocorrência será substituído pelo
símbolo da “COBRADE” correspondente.

Ao clicar nos marcadores do arquivo “KML”, será aberta uma caixa de


texto contendo os principais dados necessários para a identificação da ocorrência,
bem como as fotos capturadas durante o relatório fotográfico (Figura 31).

Os marcadores utilizados para cada grupo de ocorrências são os


seguintes:

Ícone utilizado para marcar ocorrências


caracterizadas como ameaças.

Ícone utilizado para marcar ocorrências


caracterizadas por desabamentos.

Ícone utilizado para marcar ocorrências


caracterizadas por deslizamentos.

Ícone utilizado para marcar ocorrências


de incêndios.

Ícone utilizado para marcar outros tipos


de ocorrências.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 26
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 31 – Arquivo “kml” - caixa de texto vinculada ao marcador.

4.1.11. FUNÇÃO PESQUISAR

A função “Pesquisar” direciona o usuário para a página onde o usuário faz


a opção em que local deseja pesquisar. Estes locais podem ser a tabela de
documentos recebidos ou a tabela de documentos emitidos (Figura 32). Lembrando
que toda “Solicitação de Vistoria” é arquivada no sistema como um documento
recebido, que gera automaticamente o “Boletim de Ocorrência”, que é arquivado
como um documento emitido, portanto, para pesquisar “Boletins de Ocorrência”, é
indiferente o local onde se irá pesquisar, pois o resultado da busca será o mesmo.

Figura 32 – Opções de pesquisa

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 27
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Ao clicar na opção “Documentos Recebidos” será exibida as opções de pesquisa


na tabela de documentos recebidos (Figura 32).

As opções de pesquisa são:

a) Pela origem do documento;


b) Pelo assunto do documento;
c) Pelo número do protocolo atribuído ao documento durante o seu registro no
sistema;
d) Pelo número do documento recebido – Ex: Ofício Gab. Prefeito 12/2013;
e) Por palavras chaves buscando palavras cadastradas no campo “Síntese” do
formulário complementar de entrada de documentos. Caso o documento
que se deseja pesquisar seja uma solicitação de vistoria, neste campo
devem-se digitar partes do endereço do imóvel vistoriado;
f) Pelo tipo de documento associado a uma data de início e uma data de
término para a busca.

Após enviar o formulário com qualquer destas opções selecionadas, o


usuário irá visualizar uma lista de documentos com os filtros de sua opção
aplicados (Figura 33).

Figura 33 – Resultado da pesquisa com filtros aplicados

A tabela apresenta os campos necessários para que o usuário identifique


o documento e possa selecionar aquele que deseja visualizar em detalhes. O
campo “Número” possui um link que direciona o usuário para o menu de funções
específicas do documento. No caso específico da figura 33, o documento é uma
solicitação de vistoria, portanto, ao clicar neste link, o usuário será direcionado para
o menu de opções referente ao “Boletim de Ocorrência” (Figura 16). O campo
“Protocolo” abre uma janela “Pop-Up” exibindo uma lista de arquivos referente ao
conteúdo da pasta do respectivo protocolo, semelhante a lista exibida na figura 25.

Ao clicar na opção “Documentos Emitidos” será exibida as opções de


pesquisa na tabela de documentos emitidos (Figura 34).

As opções de pesquisa são:

a) Pelo destino do documento;


b) Pelo assunto do documento;
c) Pelo número do documento atribuído automaticamente pelo Sistema;

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 28
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

d) Por palavras chaves buscando palavras cadastradas no campo “Síntese” do


formulário complementar de emissão de documentos. Caso o documento
que se deseja pesquisar seja um boletim de ocorrência, neste campo
devem-se digitar partes do endereço do imóvel vistoriado;
e) Pelo tipo de documento associado a uma data de início e uma data de
término para a busca.

Figura 34 – Opções de pesquisa para documentos emitidos

Após enviar o formulário com qualquer destas opções selecionadas, o


usuário irá visualizar uma lista de documentos com os filtros de sua opção
aplicados (Figura 33).

A tabela apresenta os campos necessários para que o usuário identifique


o documento e possa selecionar aquele que deseja visualizar em detalhes. O
campo “Número” possui um link que direciona o usuário para o menu de funções
específicas do documento. No caso específico da figura 33, o documento é uma
solicitação de vistoria, portanto, ao clicar neste link, o usuário será direcionado para
o menu de opções referente ao “Boletim de Ocorrência” (Figura 16).

4.1.12. FUNÇÃO ESTATÍSTICAS

A função “Estatísticas” direciona o usuário para a página que contém um


menu de opções para estatísticas (Figura 35).

Figura 35 – Menu de opções para estatísticas

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 29
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

As opções de estatísticas disponíveis são:

a) Vistorias / Ocorrências / Mês: Esta opção exibirá uma tabela contendo a


frequência de vistorias realizadas classificadas pelo tipo de ocorrência,
distribuídas pelos meses do ano selecionado;
b) Vistorias / Bairros / Mês: Esta opção exibirá uma tabela contendo a
frequência de vistorias realizadas classificadas pelos Bairros onde foram
realizadas, distribuídas pelos meses do ano selecionado;
c) Vistorias / Vistoriante / Mês: Esta opção exibirá uma tabela contendo a
frequência de vistorias realizadas classificadas pelos Agentes responsáveis
pela vistoria, distribuídas pelos meses do ano selecionado;
d) Providências / Mês: Esta opção exibirá uma tabela com a frequência das
providências tomadas durantes vistorias distribuídas pelos meses do ano
selecionado;
e) Documentos Recebidos / Mês: Esta opção exibirá uma tabela com a
frequência de documentos recebidos classificados pelo tipo de documento,
distribuído pelos meses do ano selecionado;
f) Documentos Emitidos / Mês: Esta opção exibirá uma tabela com a
frequência de documentos emitidos classificados pelo tipo de documento,
distribuído pelos meses do ano selecionado;

Todas as opções resultarão em tabelas com o mesmo formato, alterando


apenas os dados referentes aos seus respectivos filtros. Ao final da tabela pode-se
visualizar um link, o qual possibilita fazer download da mesma em formato “xls” -
excel. (Figura 36).

Figura 36 – Formato das tabelas de estatísticas – Opção “a”.

4.1.13. FUNÇÃO RELATÓRIOS

A função Relatórios direciona o usuário para a página que contém um


menu de opções para relatórios (Figura 37).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 30
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 37 – Menu de Opções para relatórios

As opções de relatórios disponíveis são:

a) Intimações: Esta opção exibirá uma tabela contendo dados para identificar
imóveis e seus respectivos responsáveis, nos quais durante vistorias uma
das providências adotadas foi a Intimação (Figura 38). Os dados listados
estarão dentro do intervalo de tempo definido pelo usuário no menu de
opções para relatórios.
b) Interdições Totais: Esta opção exibirá uma tabela contendo dados para
identificar imóveis e seus respectivos responsáveis, nos quais durante
vistorias uma das providências adotadas foi a interdição total (Figura 39). Os
dados listados estarão dentro do intervalo de tempo definido pelo usuário no
menu de opções para relatórios.
c) Interdições Parciais: Esta opção exibirá uma tabela contendo dados para
identificar imóveis e seus respectivos responsáveis, nos quais durante
vistorias uma das providências adotadas foi a interdição parcial (Figura 40).
Os dados listados estarão dentro do intervalo de tempo definido pelo usuário
no menu de opções para relatórios.
d) Inscrição no Aluguel Social: Esta opção exibirá uma tabela contendo dados
para identificar imóveis e seus respectivos responsáveis, nos quais durante
vistorias uma das providências adotadas foi a inscrição no aluguel social
(Figura 41). Os dados listados estarão dentro do intervalo de tempo definido
pelo usuário no menu de opções para relatórios.
e) Solicitação de Vistoria: Esta opção exibirá uma tabela contendo dados para
identificar imóveis para os quais foram solicitadas vistorias (Figura 42). Os
dados listados estarão dentro do intervalo de tempo definido pelo usuário no
menu de opções para relatórios.
f) Danos Humanos: esta opção exibirá uma tabela contendo as frequências de
danos humanos relatados durante vistorias dentro do intervalo de tempo
definido pelo usuário no menu de opções para relatórios (Figura 43).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 31
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

g) Afetados: esta opção exibirá uma tabela contendo a relação de pessoas


registradas pela função “Afetados Diretos” (Figura 28), dentro do intervalo de
tempo definido pelo usuário no menu de opções para relatórios (Figura 44).
h) Ocorrências: esta função exibirá uma tabela contendo todas as ocorrências,
com especificação de endereço, número de BO, protocolo, etc, dentro do
intervalo de tempo definido pelo usuário no menu de opções para relatórios
(Figura 45).

Figura 38 – Relatório de intimações

O relatório de intimações possibilita que o setor de operações do Órgão


de Defesa Civil identifique quais intimações estão dentro do prazo de solução. Esta
informação é relevante para que seja agendada nova vistoria para os casos onde o
prazo expirou e ainda não houve a solução sugerida pela intimação. O relatório
possui um link que possibilita o download do arquivo em formato “pdf” (Figura 38).

Figura 39 – Relatório de interdições Totais

O relatório de interdições totais auxilia o setor de Operações do Órgão de


Defesa Civil a reavaliar todos os locais onde a providência adotada durante a
vistoria foi a interdição total do imóvel, principalmente quando o proprietário ou
inquilino retorna ao imóvel mesmo sabendo dos riscos aos quais se torna
vulnerável. O relatório possui um link que possibilita o download do arquivo em
formato “pdf” (Figura 39).

Figura 40 – Relatório de interdições Parciais

O relatório de interdições parciais também auxilia o setor de operações do


Órgão de Defesa Civil a planejar novas vistorias, a fim de identificar se o risco foi
eliminado, se permanece sem alteração ou se houve agravamento do mesmo.
Dependendo da reavaliação, outras providências poderão ser tomadas (Figura 40).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 32
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 41 – Relatório de inscritos no aluguel social

O relatório Inscrição no Aluguel Social auxilia o Órgão de Defesa Civil a


iniciar o processo de pagamento de aluguel social. Durante a vistoria de imóveis
afetados por desastres naturais, pode-se marcar como providência, a inscrição do
proprietário ou inquilino do imóvel no Programa de Aluguel Social. Marcando-se
essa providência é possível rapidamente relacionar essas pessoas e convoca-las
para a apresentação da documentação necessária para iniciar o processo e reduzir
o tempo para o pagamento do primeiro benefício às pessoas afetadas. O Relatório
apresenta dois links, um para baixar o arquivo em formato “pdf” e outro para baixar
o arquivo em formato “xls”. Este último será muito útil para compor as futuras listas
de envio de cadastros e de créditos aos beneficiários do Programa (Figura 41).

Figura 42 – Relatório de Solicitações de Vistoria

O relatório de Solicitação de Vistorias relaciona todas as solicitações


realizadas dentro de um determinado período estabelecido no menu de opções de
relatórios (Figura 42). Este relatório é útil tanto para planejar o agendamento de
vistorias, quanto para auditar se todas as solicitações foram atendidas. O relatório
possui um link que possibilita o download do arquivo no formato “pdf”.

Figura 43 – Relatório de Danos Humanos

O relatório de Danos Humanos indica a frequência de danos humanos


classificando-os como vítimas parciais e fatais e afetados desabrigados,
desalojados e outros. Esta frequência é distribuída em lactentes,
crianças/adolescentes, adultos, idosos, gestantes e portadores de necessidades

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 33
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

especiais. É um relatório bastante utilizado para planejar as necessidades de


abrigos e pontos de apoio em caso de desastres. O relatório apresenta dois links,
um para baixar o arquivo em formato “pdf” e outro para baixar o arquivo em formato
“xls” (Figura 43).

Figura 44 – Relatório de Afetados

O relatório de Afetados relaciona de forma qualitativa, todos os afetados


por ocorrências dentro de um determinado período estabelecido no menu de
opções de relatórios. Este relatório tem como origem os dados registrados na
função “Afetados Diretos”, portanto, se não houver registros nesta função, o
relatório retornará vazio (Figura 44).

Figura 45 – Relatório de Ocorrências

O relatório de Ocorrências relaciona de forma qualitativa as ocorrências


registradas dentro de um determinado período estabelecido no menu de opções de
relatórios. Na relação, encontra-se os seguintes campos: Data da Vistoria,
Solicitante, Endereço, Protocolo, No BO e Descrição da Ocorrência. No campo “no
BO” há um link que redireciona para o menu de opções do Boletim de Ocorrência
(Figura 16). Também há um link no topo da tabela que permite o download no
formato “pdf” (Figura 45).

4.1.14. FUNÇÃO SAIR

A função sair encerra a sessão e direciona o usuário de volta à página de


login. Esta função deve ser usada sempre que o usuário não tiver mais interações
a fazer no sistema.

Outra forma de encerrar a sessão é manter 60 (sessenta) minutos de


inatividade, ou seja, sem interagir com o sistema. Desta forma, na primeira
interação que o usuário fizer após o período de inatividade, haverá
redirecionamento para a página de login.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 34
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.2. MÓDULO CONTROLE DE DOCUMENTOS

O módulo de controle de documentos é um módulo comercial, que pode


ser adquirido a parte, ou em conjunto com outros módulos comerciais que serão
descritos mais adiante. Neste módulo serão acrescidas ao “Menu Principal” do
PRONADEC, as seguintes funções:

1. Entrada de Documentos
2. Emissão de Documentos
3. Movimentações em Lote
4. Boletim Interno
5. Exibir Boletins
6. Helpdesk

4.2.1. FUNÇÃO ENTRADA DE DOCUMENTOS

Na função “Entrada de Documentos” se a numeração do protocolo ainda


não tiver sido iniciada, haverá um redirecionamento para o formulário de
inicialização da sequência numérica de documentos e protocolo. (Figura 46).

Figura 46 – Formulário de inicialização de sequência numérica de documentos e protocolo

O número cadastrado será o número no qual a sequência do protocolo,


e/ou outro documento irá se iniciar. Embora os documentos possam ser iniciados a
partir de qualquer número, é recomendável que se inicie sempre pelo número “um”.
Uma vez inicializada a sequência do protocolo, este formulário só será apresentado
novamente quando se desejar emitir algum documento cuja sequência ainda não
foi iniciada. O primeiro documento a ser cadastrado no início de um novo ano,
reinicia a sequência do mesmo a partir do número “um”.

Após a inicialização do protocolo, ao se chamar a função “Entrada de


Documentos”, o usuário verá uma página com o formulário inicial de entrada de
documentos conforme a Figura 47.

O objetivo deste formulário é fazer uma seleção prévia do tipo de


documento que está sendo recebido, da data de sua entrada e de sua origem.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 35
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 47 – Formulário inicial de entrada de documentos

No campo origem há uma função de “auto completar” na qual é mostrada


uma lista de possíveis origens conforme o usuário digita. Caso a origem pretendida
esteja na lista, basta selecioná-la, poupando desta forma, tempo de digitação. Caso
a origem não esteja na lista, ela será automaticamente cadastrada após o envio do
formulário, passando desta forma a figurar na lista de “auto completar” em futuras
entradas de documentos com a mesma origem.

Caso a opção do “Tipo de Documento” seja diferente de “Solicitação de


Vistoria” e de “Solicitação de Vistoria em Árvore”, após o envio do formulário, o
usuário será direcionado para o formulário padrão que complementa as
informações do documento recebido (Figura 48).

Figura 48 – Formulário padrão de entrada de documentos

Os campos “Entrada” e “Origem”, bem como o complemento do título do


formulário, herdam os dados informados no formulário anterior. O campo
“Identificação do Documento” deve ser preenchido com a numeração que o
identifica, Ex: Ofício Gab. Prefeito 123/2013. O campo “Prazo (dias)” refere-se ao
tempo necessário para dar solução ao documento. A partir deste campo é
determinada a data final para a solução do documento, e com esta informação, se
contabiliza a quantidade de documentos na sua respectiva situação conforme o
semáforo da página inicial (Figura 5). O campo “Situação” é composto de três Itens:
Em andamento, Resolvido ou Cancelado.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 36
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Quando o documento deve gerar protocolo, basta selecionar a opção


“Gerar Protocolo”, entretanto, se o documento se refere a outros documentos
recebidos que já possuam um protocolo do sistema, basta escolher a opção
“Vincular Protocolo”, que será aberto um campo específico para registro do
protocolo que se deseja vincular. Neste campo há uma função de
autopreenchimento que filtra os protocolos já cadastrados, buscando-os conforme
o usuário digita. Caso o usuário registre um protocolo inválido ou inexistente,
haverá a exibição de uma mensagem de erro após o envio do formulário.

No campo “Síntese” deve ser digitado um breve texto que auxilie a busca
do documento por “Palavras chaves”. O campo despacho deve ser utilizado para
acumular todos os despachos referentes ao documento recebido.

Ao enviar este formulário, se não houver mensagens de erro, o usuário


será direcionado para a página que contém um menu de funções específicas para
o tipo de documento recebido (Figura 49).

Figura 49 – Menu de funções para documentos recebidos

. A Função “Editar” direciona o usuário para a página com o formulário de


edição do documento, que no exemplo da figura 49, trata-se do OF_123/2018.
(Figura 50).

Este formulário é bem parecido com aquele da Figura 48, entretanto, não
há mais a opção de gerar ou vincular protocolo, pois esse número já foi registrado
no banco de dados e não pode ser alterado. Qualquer outra informação que for
alterada ou complementada será registrada no log referente ao respectivo
documento.

O Campo “Tornar o Seguinte Protocolo como o Principal” foi pensado


para resolver um problema criado, quando não se faz uma pesquisa prévia de
documentos, para saber se já existe um protocolo relacionado ao documento que
se está recebendo e, sem essa pesquisa, faz-se a opção por gerar um novo
protocolo, em vez de vincular ao protocolo já registrado. Neste caso, pode-se tornar

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 37
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

o protocolo mais antigo como o principal, e aglutinar neste protocolo, todos os


documentos, que porventura já estejam arquivados em ambos os protocolos.

Figura 50 – Formulário de edição de documento recebido

A Função “Pasta de Arquivos” e o link do campo “Protocolo” abrem uma janela


“Pop-Up” exibindo o conteúdo da pasta referente ao número do protocolo do
documento (Figura 51). A coluna “Arquivo” possui um link, com o qual é possível
abrir o documento em outra janela do navegador.

Figura 51 – Pasta contendo arquivos referentes ao mesmo protocolo

A Função “Log de Edição” e o link do campo “Id do Documento” abrem


uma janela “Pop-Up” exibindo todos os logs de edição referentes ao documento
(Figura 52).

Figura 52 – Arquivo de log referente ao documento recebido.

A Função “Upload de Arquivo” direciona o usuário para a página que


contém a ferramenta de uploads de arquivos para a pasta correspondente ao
protocolo do documento (Figura 53).

Esta ferramenta só permite o envio de arquivos PDF, qualquer outro


formato de arquivo enviado por esta ferramenta retornará uma mensagem de erro
na tela. À medida que os documentos são enviados, a lista de arquivos é
incrementada, confirmando para o usuário que o documento foi enviado com

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 38
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

sucesso. Todos os arquivos enviados são registrados no log referente ao


respectivo documento (Figura 52).

Figura 53 – Ferramenta de upload de arquivos PDF.

A função “Movimentações” já foi descrita no item 4.1.9 (Figura 29) e não


necessita de maiores detalhes.

Todos os documentos recebidos possuem essa mesma rotina de


tratamento, com exceção da “Solicitação de Vistoria” que executa a função “Iniciar
B.O.” descrita no item 4.1.9 e da “Solicitação de Vistoria em Árvore”, que será
descrita adiante.

SOLICITAÇÃO DE VISTORIA EM ÁRVORE

Quando esta opção é selecionada no campo “Tipo de Documento” (Figura


47), haverá o direcionamento para o formulário específico que trata sobre o
assunto de corte/poda de árvores (Figura 54).

Figura 54 – Formulário Solicitação de Vistoria em árvore

Ao submeter este formulário, será apresentado um menu específico para


tratar de ações relacionadas ao corte ou poda de árvores, conforme a figura 55.
Algumas funções deste menu já foram tratadas anteriormente e não há
necessidade de novas considerações, desta forma, serão tratadas apenas as
funções que ainda não foram apresentadas.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 39
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 55 – Menu de opções para Solicitação de Vistoria em árvore

A função “Iniciar BO” processa os dados já cadastrados no formulário de


solicitação de vistoria em árvore e executa a função “Iniciar B.O.” (item4.1.9) e
direciona diretamente para o menu de funções do Boletim de Ocorrência. Uma vez
iniciado o Boletim de Ocorrência para a vistoria técnica, a função “Iniciar BO” é
desabilitada e em seu lugar entra a função “Menu BO”, que é um atalho de acesso
ao menu de funções do Boletim de Ocorrência registrado para a realização da
vistoria técnica na árvore.

A função “Ordem de Serviço” somente é habilitada quando se inicia o


boletim de ocorrência da vistoria técnica e quando se registra o detalhamento e
providências da vistoria propriamente dita. Cumprindo essas etapas, a função é
habilitada e ao ser executada, registra em base própria a emissão do documento
“Ordem de Serviço”. Além do registro de emissão da ordem de serviço específica
para a ação de execução do serviço de corte e/ou poda da árvore, esta função
imprime em formato “PDF” modelo próprio deste tipo documento para esta
finalidade, conforme exposta na figura 56.

Figura 56 – Ordem de serviço para execução de corte/poda de árvore

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 40
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

A função “Iniciar BO exec” só é habilitada após a execução da função


“Ordem de Serviço” e basicamente, executa a função “Iniciar B.O.” (item 4.1.9),
registrando um novo Boletim de Ocorrência, que se destina a ação de execução do
corte/poda da árvore. Uma vez executada esta função, ela é desabilitada e
substituída pela função de acesso ao Boletim de Ocorrência para execução do
serviço de corte/poda, abrindo o menu de funções específico do “Boletim de
Ocorrência” (Figura 16).

A função “Movimentações” já foi descrita anteriormente e não apresenta


nenhuma especificidade adicional para a solicitação de vistoria em árvore.

4.2.2. FUNÇÃO EMISSÃO DE DOCUMENTOS

Assim como na função “Entrada de Documentos”, a primeira vez que esta


função é chamada, caso a sequência numérica do documento que se deseja emitir
ainda não tenha sido iniciada, o usuário será direcionado para a página que contém
o formulário para esta finalidade (Figura 46).

Caso esta etapa já esteja realizada, o usuário será direcionado para a


página com o formulário inicial de emissão de documentos (Figura 57).

Figura 57 – Formulário inicial de emissão de documentos

Assim como o formulário inicial de entrada de documentos, o objetivo


deste formulário é selecionar o tipo de documento que será emitido, a sua data de
emissão e o seu destino. Ao enviar este formulário, o usuário é direcionado para a
página que possui o formulário complementar de emissão de documentos (Figura
58). No campo “Destino” há uma ferramenta de “auto complete” na qual é mostrada
uma lista de possíveis Destinos conforme o usuário digita. Caso o destino
pretendido esteja na lista, basta selecioná-lo, poupando desta forma, tempo de
digitação. Caso o destino não esteja na lista, ele será automaticamente cadastrado
após o envio do formulário, passando desta forma a figurar na lista de “auto
complete” em futuras emissões de documentos com o mesmo destino.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 41
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 58 – Formulário complementar de emissão de documentos

Neste formulário, os campos “Emissão”, “Destino” e o Título do formulário,


herdam os dados informados no formulário anterior. O campo “Prazo (dias)” refere-
se à quantidade de dias necessários para dar solução ao documento. Com este
campo é determinada a data final para a solução do documento, e com esta
informação, se contabiliza a quantidade de documentos na sua respectiva situação
conforme o semáforo da página inicial (Figura 5).

Caso o documento emitido seja em resposta a um documento recebido, é


possível vinculá-lo ao protocolo do respectivo documento, selecionando a opção
“Vincular Protocolo”. Desta forma, exibe-se o campo para selecionar o respectivo
protocolo. Caso o usuário tenha vinculado o documento emitido a um protocolo por
engano, basta clicar na opção desvincular protocolo.

No campo síntese deve-se digitar um breve texto que facilite a busca do


documento por “palavras chaves” na função “Pesquisar” (Item 4.1.11).

Ao enviar o formulário, o usuário será direcionado para a página que


contém o menu de funções específicas para tipo de documento emitido (Figura 59).

Figura 59 – Menu de funções para documentos emitidos

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 42
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

A função “Editar” direciona o usuário para a página que contém o


formulário complementar de emissão de documentos (Figura 58), contendo os
campos preenchidos com as informações que foram registradas no banco de
dados. Desta forma, se houver alguma informação que deva ser corrigida ou
complementada, não haverá dificuldades para essa finalidade. Qualquer alteração
no formulário será registrada no log referente ao respectivo documento.

A função “Pasta de Arquivos” abre uma janela “Pop-Up” exibindo o


conteúdo da pasta referente ao tipo de documento emitido (Figura 60). Tomando
como exemplo a figura 60, a pasta a ser exibida é a de ofícios emitidos pelo
município de Nova Iguaçu no ano de 2018.

Figura 60 – Pasta contendo arquivos de ofícios emitidos

A coluna “Arquivos” possui um link, com o qual é possível abrir o


documento em outra janela do navegador. É importante que os arquivos, no caso
da figura 60, os ofícios, sejam enviados na ordem de sua emissão, pois os arquivos
são organizados em ordem decrescente da data de envio, desta forma, tem-se a
lista de documentos sempre na ordem de sua emssão.

A função “Log de Edição” e o link no campo “ID do Documento” abrem


uma janela “Pop-Up” exibindo todos os logs de edição referentes ao documento
(Figura 61).

Figura 61 – Log referente ao documento emitido

A função “Upload Dir. Emitidos” direciona o usuário para a página que


contém a ferramenta de upload de arquivos para a pasta referente ao tipo de
documento emitido. (Figura 62).

Figura 62 – Ferramenta de upload de arquivos PDF

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 43
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Esta ferramenta só permite o envio de arquivos PDF, qualquer outro


formato de arquivo enviado por esta ferramenta retornará uma mensagem de erro
na tela. À medida que os documentos são enviados, a lista de arquivos é
incrementada, confirmando para o usuário que o documento foi enviado com
sucesso. Todos os arquivos enviados são registrados no log referente ao
respectivo documento (Figura 61).

Essa função envia arquivos apenas para a pasta de um determinado tipo


de documento emitido, entretanto, se o documento estiver vinculado a um
protocolo, a função “Upload Dir. Protocolo” será habilitada, e conduzirá o usuário
para o mesmo tipo de ferramenta de upload, entretanto, o destino dos arquivos
enviados será a pasta referente ao respectivo protocolo vinculado.

Caso houvesse vínculo a algum protocolo, no campo “Protocolo” do menu


de funções do documento emitido, seria exibido um link referente ao respectivo
protocolo, que abrirá uma janela “Pop-Up” exibindo o conteúdo da pasta deste
protocolo.

OBSERVAÇÕES

Quando o documento emitido for uma “Ordem de Serviço”, haverá


algumas funções específicas, como por exemplo, “Relatório Descritivo” e “Relatório
Fotográfico”. Alguns Órgãos de defesa civil usavam com relativa frequência o
“Boletim de Ocorrência” para registro das atividades durante eventos com o apoio
da defesa civil municipal, entretanto, este tipo de documento tem seu
preenchimento muito mais trabalhoso e complexo, então, para facilitar o registro
das atividades realizadas diretamente na ordem de serviço, foram adicionas estas
funções conforme figura 63.

Figura 63 – Menu de funções para Ordem de Serviço

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 44
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.2.3. FUNÇÃO MOVIMENTAÇÕES EM LOTE

Em algumas situações é necessária a movimentação de vários


documentos correlatos, ao mesmo tempo, para uma mesma seção ou
departamento do órgão de defesa civil. Para estes casos foi desenvolvida a função
“Movimentações em Lote”. Primeiro o usuário deverá registrar um lote de
documentos destinado a uma determinada seção ou departamento (Figura 64),
depois irá agregando a este lote, os documentos que devem movimentados.

Figura 64 – Formulário de movimentações em lote

A coluna “No de Documentos” além de contabilizar os documentos


agregados no lote, possui um “link” que direciona para o formulário de adição de
documentos ao respectivo lote (Figura 65).

No formulário de adição de documentos, podem ser agregados


documentos emitidos e/ou documentos recebidos. De acordo com a situação do
documento (Emitido ou Recebido), as opções do campo seguinte (Tipo de
documento) serão filtradas conforme a escolha do campo anterior, da mesma
forma, a escolha deste campo, determinará as opções do campo “Documento”, a
qual conterá a identificação do documento, ex: Ofício 00001/2018, quando for um
documento emitido, ou, ex: Ofício 00001/2018 - Protocolo 00002/2018, quando for
um documento recebido.

Figura 65 – Formulário de adição de documentos ao lote

A coluna “Imprimir Recibo” (Figura 64) abre uma janela “popup” contendo
o recibo dos documentos que estão sendo remetidos à seção ou departamento do
órgão de defesa civil, para que o agente responsável pelo departamento ou seção

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 45
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

de destino confira e assine, ratificando o recebimento dos documentos listados no


recibo (Figura 66).

Figura 66 – Recibo do lote de documentos

4.2.4. FUNÇÃO BOLETINS INTERNOS

Alguns órgãos de defesa civil tem a rotina de produzirem seus próprios


boletins internos nos mesmos moldes do Boletim da SEDEC/CBMERJ. Para esses
órgãos foi desenvolvida a função “Boletins Internos” para registrar e publicar seus
próprios boletins, facilitando o acesso aos seus agentes, considerando que todos
eles sejam usuários do sistema (Figura 67).

A numeração dos boletins é automática e o sistema permite a edição de


dados, bem como registra todas as modificações em log específico para esta
finalidade.

Figura 67 – Formulário de cadastro de boletins internos

O Documento do boletim deverá estar previamente elaborado e formatado


em ferramenta “word” e depois convertido para “PDF” para que seja arquivado pelo
Sistema. A Ferramenta complementar para acesso aos boletins está na função
“Exibir Boletins”, que será descrita adiante.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 46
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.2.5. FUNÇÃO EXIBIR BOLETINS

A função “Exibir Boletins” deverá ser usada para ter acesso ao conteúdo
dos boletins publicados. A função inicialmente exibe as pastas “raízes” referentes
aos anos nos quais os boletins foram publicados (Figura 68).

Figura 68 – Pasta raiz dos boletins internos

Ao clicar numa pasta específica, será exibida as pastas referentes aos


meses do ano selecionado conforme a figura 69.

Figura 69 – Pasta contendo os meses do ano selecionado

Ao clicar na pasta referente a um mês específico, será apresentada uma


lista de boletins publicados no ano/mês selecionados (Figura 70).

Figura 70 – Lista de boletins na pasta ano/mês selecionados

Ao clicar no “ícone” da coluna “Baixar”, o usuário fará o download do


boletim selecionado no formato “PDF”.

4.2.6. FUNÇÃO HELPDESK

A função “Helpdesk” direciona o usuário para a página que contém o


formulário de abertura de chamados, bem como a lista de todos os chamados já
realizados pelo usuário (Figura 71). Esta função deve ser usada para comunicar
qualquer problema do sistema, bem como solicitar interações que não estejam
comtempladas em nenhuma das duas permissões de usuários.

Para abrir um novo chamado, basta clicar na caixa que sinaliza essa
opção, que os campos seguintes serão habilitados para a edição. Deve-se, então,
selecionar uma seção e descrever o problema. Ao enviar o formulário a lista que se
encontra na parte inferior será incrementada, identificando todos os chamados
realizados pelo usuário.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 47
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 71 – Formulário de Abertura de Chamados - helpdesk

Caso o usuário queira visualizar o seu chamado, basta clicar no ícone


correspondente do chamado na coluna “Detalhar”. Desta forma haverá um
redirecionamento para a página que detalha o chamado selecionado (Figura 72).

O texto em azul representa as interações do usuário, enquanto que o


texto em vermelho representa as interações do programador. O usuário tem a
opção de continuar interagindo ao clicar na opção “Responder” ou encerrar o
chamado, caso o problema esteja resolvido.

Figura 72 – Detalhamento de chamado - helpdesk

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 48
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.3. MÓDULO ALUGUEL SOCIAL

Outro módulo Comercial é o Aluguel Social, que possui um menu próprio


de funções, as quais serão detalhadas adiante:

• Página Inicial
• Cadastrar Convênio
• Cadastrar Agência
• Cadastrar Evento
• Cadastrar Beneficiário
• Importar
• Pesquisar Beneficiário
• Gerar Remessa
• Relatórios
• Pastas de Arquivos
• SISDC/PRONADEC

O objetivo do módulo é proporcionar ao Órgão de Defesa Civil uma


ferramenta completa para administrar o aluguel social pago com o Cartão de
Pagamento da Defesa Civil. Todas as funções deste módulo foram criadas com
base na experiência de do município de Duque de Caxias, que foi a primeira cidade
do Brasil a usar esse tipo de recurso do Governo Federal. Todas as dificuldades
encontradas para a administração do Aluguel Social foram convertidas em
soluções materializadas neste módulo do Sistema de Defesa Civil (SISDC).

4.3.1 FUNÇÃO PÁGINA INICIAL

Esta função direciona o usuário para a página inicial do módulo de aluguel


social. Na página inicial encontram-se algumas instruções básicas de como
começar a iniciar o processo de aluguel social. Nestas instruções encontram-se
dois links com as seguintes funções respectivamente:

• Baixar a planilha padrão no formato “xls” para cadastramento dos


beneficiários que serão contemplados com o aluguel social. Esta planilha
possui os seguintes campos de título: Boletim de Ocorrência; Nome
Completo; CPF; Nome Completo da Mãe; Nascimento (Ex: 22/05/1998);
Endereço (Logradouro, Número e Complemento); Bairro; Cep (Ex: 21920-
680); Número do Benefício; e Tipo de Morador (Proprietário ou Inquilino).
• Baixar o manual ilustrado completo para utilização do módulo de aluguel
social.

As instruções contidas na página inicial são as seguintes:

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 49
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

“O módulo de Aluguel Social foi desenvolvido com base nos padrões estabelecidos pela
Secretaria Nacional de Defesa Civil para uso do Cartão de Pagamento de Defesa Civil.

Para utilização do Cartão de Pagamento de Defesa Civil é preciso que o Município faça
um convênio com o Banco do Brasil. Este convênio, uma vez realizado, terá validade de
cinco anos.

O convênio estará vinculado a uma agência centralizadora do Banco do Brasil. Quando


houver um desastre seguido de Decretação de Estado de Emergência ou Calamidade
Pública, o Banco irá designar uma agência que será responsável pelo efetivo pagamento
dos beneficiários.

Para iniciar o processo é preciso estabelecer contato estreito com o gerente do Banco do
Brasil designado para conduzir as questões relativas a Convênio, Agência
Centralizadora, Agência Pagadora e números de benefícios.

De posse do número do Convênio e da Agência Centralizadora, clique em “Cadastrar


Convênio” e preencha o formulário específico. Com o Convênio cadastrado e de posse
do número da Agência Pagadora, clique em “Cadastrar Agência” e preencha o formulário
específico. Após o cadastro da Agência Pagadora clique em “Cadastrar Evento” e
preencha o formulário específico, no qual serão solicitados o número do Convênio e o
número da Agência Pagadora.

Tendo cadastrado o Convênio, a Agência pagadora e o Evento, a etapa seguinte será o


cadastro dos beneficiários. Entende-se por beneficiários todas as pessoas vítimas do
desastre que ficaram desabrigadas. Desta forma, solicite ao Gerente do Banco do Brasil
que acompanha o processo, os números de benefícios em quantidade suficiente para
associar a cada uma das pessoas que estiverem na condição de desabrigada.

De posse dos números de benefícios, há duas formas de cadastrar os beneficiários.


Uma delas é o cadastro individual que pode ser acessado clicando no item “Cadastrar
Beneficiário”. A outra forma é baixar a planilha em “excel” padrão que disponibilizamos
aqui(link para baixar planilha) e preencher todos os dados que constam na mesma.

Após preencher a planilha com todos os beneficiários, poderá ser feita a importação
direto para o banco de dados clicando no item “Importar” do menu principal. Selecione a
opção “Planilha Excel”, clique em “Browser” e localize a planilha no local onde a mesma
foi salva. Após localizar a planilha clique em “Enviar”. Se a planilha tiver algum problema
com dados ou inconsistências, serão exibidas as mensagens com os respectivos erros e
inconsistências. Corrija os problemas e repita o procedimento de importação até receber
a mensagem “Dados Enviados com sucesso!”.

As demais instruções podem ser acessadas no manual detalhado aqui(link para baixar o
manual).”

4.3.2 FUNÇÃO CADASTRAR CONVÊNIO

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


cadastramento de convênio (Figura 73).

A primeira ação para iniciar o uso do módulo de aluguel social é o


cadastramento de convênio com o Banco do Brasil. Para este processo é preciso
ter contato estreito com o gerente do Banco do Brasil responsável pelo seu
andamento. Firmado o convênio é preciso cadastrar suas informações no Sistema.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 50
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

O número do convênio é fundamental, pois estará presente em todos os arquivos


de remessa e retorno. O convênio firmado terá validade de 5 (cinco anos), portanto,
é importante cadastrar a sua data de início.

Figura 73 – Formulário de cadastramento de convênio

Ao submeter o formulário, se os dados forem enviados com sucesso, será


incrementada uma lista de convênios na parte inferior do formulário. Esta lista
contém campos para facilitar a identificação do convênio, permitindo que o usuário
selecione a opção “editar” para corrigir algum dado que tenha sido cadastrado
erradamente.

Toda vez que for feita alguma edição em um convênio já cadastrado, as


modificações serão armazenadas em “log”, o qual pode ser visualizado
selecionando a opção “log”. O log conterá todos os registros de alteração referente
ao convênio selecionado seguindo o seguinte padrão: [Data: 2013-10-21 - Usuário:
JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER - Log: Número da Agência Centralizadora alterado de “1234”
para “4321”].

Após o cadastro do convênio, deverá ser feito o cadastro da agência que


será responsável pelo pagamento dos aluguéis aos beneficiários. Solicite ao
gerente as informações da agência pagadora e prossiga com o respectivo
cadastro.

4.3.3 FUNÇÃO CADASTRAR AGÊNCIA

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


cadastro de agência pagadora (Figura 74).

A agência pagadora deve ser vinculada a um convênio, por isso, só será


possível prosseguir esse cadastro se o usuário já tiver cadastrado o convênio no
qual a agência será vinculada. O número da agência pagadora também é parte
integrante dos arquivos de remessa e retorno, por isso, para utilizar as demais
funções do módulo, é fundamental a conclusão deste cadastro.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 51
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 74 – Formulário de cadastramento de agência pagadora

Ao submeter o formulário, se os dados forem enviados com sucesso, será


incrementada uma lista de agências pagadoras na parte inferior do formulário. Esta
lista contém campos para facilitar a identificação da agência, permitindo que o
usuário selecione a opção “editar” para corrigir algum dado que tenha sido
cadastrado erradamente.

Toda vez que for feita alguma edição em uma agência já cadastrada, as
modificações serão armazenadas em “log”, o qual pode ser visualizado
selecionando a opção “log”. O log conterá todos os registros de alteração referente
à agência selecionada seguindo o seguinte padrão: [Data: 2013-10-21 - Usuário:
JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER - Log: Número da Agência pagadora alterado de “1234” para
“4321”].

Feito o cadastramento da agência pagadora, o próximo passo será o


cadastramento do evento de desastre.

4.3.4 FUNÇÃO CADASTRAR EVENTO

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


cadastramento de evento (Figura 75).

O evento de desastre deverá ser vinculado a um convênio e a uma


agência pagadora, por isso, este formulário só pode ser realizado se já houver
cadastro de convênio e agência pagadora registrados no Sistema.

Neste cadastro se determina o número máximo de meses que o


beneficiário receberá aluguel social. O Cadastro segue a experiência do município
de Duque de Caxias, na qual houve diferenciação entre o número de benefícios
concedidos a moradores proprietários e moradores inquilinos. Uma vez
determinado esses números, quando houver a importação da planilha em “xls”,
todos os cadastros da planilha herdarão esses números de acordo com o campo
“Tipo de Morador” (PROPRIETÁRIO OU INQUILINO) existente na planilha.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 52
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 75 – Formulário de cadastramento de eventos de desastres

Ao submeter o formulário, se os dados forem enviados com sucesso, será


incrementada uma lista de eventos na parte inferior do formulário. Esta lista contém
campos para facilitar a identificação do evento, permitindo que o usuário selecione
a opção “editar” para corrigir algum dado que tenha sido cadastrado erradamente.

Toda vez que for feita alguma edição em um evento já cadastrado, as


modificações serão armazenadas em “log”, o qual pode ser visualizado
selecionando a opção “log”. O log conterá todos os registros de alteração referente
ao evento selecionado seguindo o seguinte padrão: [Data: 2014-01-19 - Usuário:
JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER; - Log: O número do Convênio foi alterado de "" para "1235"; O
número da Agência foi alterada de "" para "4322"; A descrição do Evento foi alterada de "" para
"Alagamento em Xerem"; A data do Evento foi alterada de "" para "2014-01-01"; O Número máximo
de benefícios para proprietários foi alterado de "" para "5"; O número máximo de benefícios para
inquilinos foi alterado de "" para "10"].

Finalizado o cadastro de evento, é possível utilizar a função “Importar”


que será abordada em seguida.

4.3.5 FUNÇÃO CADASTRAR BENEFICIÁRIO

Esta função direciona o usuário para a página que possui o formulário de


cadastro de beneficiários (Figura 76).

O formulário de cadastro de beneficiários permite o cadastramento


individual e edição de dados de beneficiários.

O cadastro de beneficiários também pode ser feito através do


preenchimento da planilha padrão fornecida pelo Sistema. Esta planilha, depois de
preenchida com todos os dados das vítimas do desastre que ficaram desabrigadas,
pode ser importada para o Sistema realizando o cadastro de todos os desabrigados
em uma única ação.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 53
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Após a importação da planilha, poderão ser feitas edições no cadastro de


beneficiários utilizando a função “pesquisar” para localizar o beneficiário. O
beneficiário localizado, depois de ser selecionado, terá seus dados exibidos no
formulário de cadastro de beneficiários, permitindo desta forma a edição de dados
incorretos, bem como o bloqueio do beneficiário, caso seja identificado algum
problema na documentação apresentada pelo mesmo. Uma vez bloqueado, o
beneficiário será excluído dos arquivos de remessa de cadastros e de créditos.

Figura 76 – Formulário de cadastramento de beneficiários

4.3.6 FUNÇÃO IMPORTAR

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


importação de arquivos (Figura 77).

Figura 77 – Formulário de importação de arquivos

Se o arquivo a ser importado for a planilha padrão fornecida pelo Sistema,


deve-se selecionar a opção “Planilha Excel”. Neste caso, serão habilitados os
campos para a seleção do arquivo e para a seleção do evento, no qual os
cadastros da planilha serão vinculados. O Sistema acusará erro se o arquivo
enviado tiver terminação diferente de “xls”.

Além do erro acima mencionado, há outras verificações que poderão


acusar erro:

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 54
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

• Envio de um arquivo “xls” diferente da planilha fornecida pelo Sistema.


• CPF com número inválido.
• Números de CPF duplicados na planilha.
• Números de benefício (NIB) duplicados na planilha.
• Campos em branco na planilha.
• CPF na planilha que já estejam registrados no banco de dados.
• Número NIB na planilha que já estejam registrados no banco de dados.
• Número NIB não numérico.
• CEP inválido.
• Data de nascimento de Beneficiários inválida.
• Beneficiários com menos de 18 (dezoito) anos.

Todas as linhas da planilha que acusarem alguns desses erros serão


exibidas pelo Sistema. Os campos que apresentarem erro estarão na cor
“vermelha”. A data de nascimento de beneficiários com menos de 18 (dezoito) anos
será exibida na cor “laranja”.

CPF e NIB duplicados na planilha serão listados, bem como aqueles que
já estiverem registrados no banco de dados.

Nenhum dado será gravado em banco de dados enquanto todos os erros


acusados na planilha não sejam solucionados, portanto, se houver algum erro,
corrija-o e repita o processo de envio da planilha até que você receba a seguinte
mensagem: “Dados enviados com sucesso”.

Se os dados forem enviados com sucesso, todos os cadastros contidos


na planilha estarão gravados no banco de dados. Caso seja preciso editar alguma
informação referente a algum beneficiário, você poderá recorrer à função
“pesquisar” para encontrar o cadastro e fazer as devidas correções.

Se o arquivo a ser importado for um arquivo de retorno do Banco do


Brasil, deve-se selecionar a opção “Retorno”. Neste caso, será habilitado somente
o campo para a seleção do arquivo de retorno. O Sistema acusará erro se o
arquivo enviado tiver terminação diferente de “ret”.

Os arquivos de retorno do Banco do Brasil com relev6ancia para a


administração do aluguel social são:

• Arquivo de retorno de comando de cadastro.


• Arquivo de retorno de comando de crédito.
• Arquivo de retorno de créditos pagos.
• Arquivo de retorno de créditos inconsistentes.
• Arquivo de retorno de créditos vencidos.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 55
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

• Arquivo de retorno de créditos “em ser”.

O arquivo de retorno com extensão “ret” pode ser aberto com o programa
bloco de notas, entretanto, as informações estarão agrupadas em intervalos de
colunas variando de 1 a 240, o que dificulta a interpretação dos dados. (Figura 78).

Figura 78 – Arquivo de retorno do Banco do Brasil aberto em bloco de notas

Quando um arquivo de retorno for enviado, o Sistema irá identificar qual o


tipo de retorno, e exibirá em forma de tabela as informações para usuário (Figura
79). Na tabela que for exibida haverá um link para baixar o arquivo em formato
“xls”, facilitando consultas posteriores.

Figura 79 – Arquivo de retorno decodificado em forma de tabela

Para o correto uso do módulo de aluguel social, é fundamental que todos


os arquivos de retorno recebidos pelo banco do Brasil sejam enviados para o
Sistema, do contrário, as informações dos relatórios estarão comprometidas.

Para receber os arquivos de retorno, um agente deverá ser cadastrado


como usuário do Sistema do Banco do Brasil. Solicite ao gerente que cuida do
processo de convênio com o seu município que faça o cadastro desse agente. O
gerente irá informar uma chave de acesso (chave J) e uma senha provisória para
acesso ao Sistema do Banco do Brasil.

De posse da chave J e da senha provisória, deve-se acessar o site do


Banco do Brasil (www.bb.com.br) (Figura 80).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 56
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 80 – Site do Banco do Brasil

Após acessar o site do Banco do Brasil deve-se clicar na aba “Governo” e


selecionar a opção “Município”. Após selecionar a opção “Município” veremos a
página ilustrada na figura 81, na qual devemos inserir a chave J.

Figura 81 – Página para a inserção da chave J

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 57
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Após inserir a chave J e clicar em “OK” o usuário será requisitado a


cadastrar um “Apelido” para o Computador que está utilizando para acessar o
Sistema do Banco do Brasil. Toda vez que houver acesso através de um
computador diferente haverá esse tipo de solicitação. Após cadastrar o “apelido” do
computador, entre em contato com o gerente do Banco do Brasil e solicite a
liberação do computador informando o “apelido” cadastrado. Quando o computador
estiver liberado, repita o processo de inserção da chave J (Figura 66) e clique em
“OK”. O usuário será direcionado para a página que contém o formulário de acesso
ao Sistema Banco do Brasil (Figura 82).

Figura 82 - Formulário de acesso ao Sistema Banco do Brasil

Insira a senha provisória informada pelo Gerente do Banco do Brasil e


clique em entrar. O usuário será solicitado a cadastrar uma senha definitiva com
8(oito) caracteres contendo letras e números. Após cadastrar a senha definitiva o
usuário terá acesso ao Sistema e deverá clicar na aba “Transferência de Arquivos”
e depois no item “Remessa/Retorno” (Figura 83).

Figura 83 - Página de acesso restrito do Banco do Brasil

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 58
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Após clicar em “Remessa/Retorno”, o usuário verá a tela ilustrada pela


figura 84.

Figura 84 - Acesso aos arquivos de retorno.

Se houver arquivos de retorno disponíveis, o usuário verá uma lista de


arquivos com os respectivos links para download. Ao fazer o download, os arquivos
poderão ser salvos por padrão no diretório “download” ou no seguinte caminho
“c:\bancobrasil\bbtransf\retorno”. Verifique todos os dias a existência de
arquivos de retorno, pois eles ficam disponíveis apenas por alguns dias para o
download. Caso você tenha perdido o download de algum arquivo, solicite ao
gerente que os reenvie para o Sistema, para que você tenha a oportunidade de
fazer o download e enviá-lo para o SISDC. Caso você envie um arquivo de retorno
que já tenha sido registrado no SISDC, você receberá uma mensagem informando
que aquele arquivo já foi registrado e não haverá duplicidade de dados.

Se não houver arquivos disponíveis, o usuário verá a tela ilustrada na


figura 85.

Figura 85 - Mensagem de erro quando não há arquivos de retorno disponíveis para download

4.3.7 FUNÇÃO PESQUISAR BENEFICIÁRIO

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


pesquisa de beneficiários (Figura 86).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 59
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 86 - Formulário de pesquisa de beneficiários

O formulário permite três formas de pesquisa de beneficiários: Pelo CPF;


Pelo Nome e pelo tipo de evento.

A pesquisa por CPF resultará apenas um resultado, caso o CPF esteja


cadastrado. A pesquisa por nome permite a pesquisa por qualquer parte do nome,
portanto, poderá exibir uma lista com vários resultados. A pesquisa por evento
resultará em uma lista de beneficiários que estejam vinculados ao evento
selecionado. A lista de resultados está ilustrada na figura 87.

Figura 87 - Lista de resultados na pesquisa de beneficiários

Esta lista possui informações que permitem identificar o beneficiário para


o qual se deseja fazer alguma ação. A lista oferece três funções para interagir com
o beneficiário selecionado:

• A função editar irá exibir os dados do beneficiário no formulário de cadastro


de beneficiários (Figura 76), permitindo, desta forma, editar informações que
estejam incorretas, bem como bloquear o usuário, excluindo-o dos arquivos
de remessa de cadastros e créditos, sem excluí-lo do banco de dados.
Todas as informações editadas serão armazenadas em log, o qual informa a
data e o usuário responsável pela edição.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 60
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

• A função excluir irá apagar o usuário do banco de dados. O usuário que fizer
a exclusão de beneficiários terá seus dados gravados no log referente à
ação que executou.
• A função log irá abrir uma janela “popup” que lista todas as edições
realizadas no cadastro do beneficiário selecionado. O log de edição segue o
padrão ilustrado na figura 88.

Figura 88 - Exemplo de log referente à beneficiários.

Todas as funções geram mensagens para um e-mail de log do Sistema,


informando a ação executada e quem (usuário) a executou.

4.3.8 FUNÇÃO GERAR REMESSA

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário


gerador de arquivos de remessa (Figura 89).

Figura 89 - Formulário gerador de arquivos de remessa.

Neste formulário deve-se selecionar qual o tipo de arquivo de remessa


você deseja gerar.

Se o tipo de remessa for “arquivo de cadastro” será habilitado apenas o


campo “evento” para que o usuário o selecione. Ao submeter o formulário será
gerada uma lista de todos os beneficiários vinculados ao evento selecionado que
ainda não tiveram confirmação de envio de cadastro (Figura 90). A confirmação de

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 61
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

envio ocorre quando se importa para o SISDC o arquivo de retorno de comando de


cadastro. Neste arquivo existe um parâmetro que informa se o cadastro do
beneficiário está correto. Se o cadastro estiver correto o Sistema marca o cadastro
do beneficiário como enviado, desta forma, na próxima geração de arquivo de
cadastro referente ao mesmo evento, só serão listados no arquivo, apenas os
beneficiários que ainda não tiveram confirmação de envio.

A lista possui campos que permitem a identificação dos beneficiários, o


total de beneficiários que fazem parte da lista e dois botões:

• Download Excel: Este botão está habilitado e na cor verde por padrão. Ao
clicar no botão a planilha será baixada em formato “xls” e será habilitado o
botão “Confirmar”, que passará da cor vermelha para a cor verde.
• Confirmar: Este botão está desabilitado e na cor vermelha por padrão. Ele
será habilitado e mudará para a cor verde somente depois que o botão
“Download Excel” for acionado. Uma vez habilitado, este botão pode ser
acionado, iniciando o download do arquivo “txt” de remessa de cadastro.
Depois que for acionado, o botão será imediatamente desabilitado
juntamente com o botão “Download Excel”, ficando ambos na cor vermelha.

Figura 90 - Lista do arquivo de cadastro a ser gerado.

Se o tipo de remessa for “Arquivo de Crédito”, todos os campos do


formulário gerador de arquivos de remessa serão habilitados. O campo “data de
início para pagamento” deverá informar a data em que os benefícios começarão a
serem pagos e o campo “Número de dias para disponibilidade do crédito” deverá
informar quantos dias o crédito ficará disponível a partir da “data de início para
pagamento”. No campo parâmetro para geração do crédito há três opções.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 62
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

• Número de créditos gerados: Este número é incrementado sempre que se


confirma a geração de um arquivo de remessa de crédito.
• Número de créditos enviados: Este número é incrementado quando se
importa para o SISDC o arquivo de retorno de comando de créditos.
• Número de créditos pagos: Este número é incrementado quando se importa
para o SISDC o arquivo de retorno de créditos pagos.

O número correspondente a cada uma dessas opções será comparado


com o número máximo de benefícios estabelecido para um determinado
beneficiário. Se o número de parâmetro for menor que o número máximo de
benefícios, o beneficiário será incluído no arquivo de remessa de crédito, se for
igual ou maior, o beneficiário não será incluído no arquivo de remessa. Por
exemplo: Um determinado beneficiário tem direito a seis benefícios de aluguel
social e possui 6(seis) créditos gerados, 5(cinco) créditos enviados e 4(quatro)
créditos pagos. Se o parâmetro para a geração do arquivo de remessa for “número
de créditos gerados” ele não será incluído no arquivo de remessa. Se o parâmetro
escolhido for “Número de créditos enviados” ele terá direito a mais um benefício e
será incluído no arquivo de remessa. Se o parâmetro escolhido for “Número de
créditos pagos” ele terá direito a mais dois benefícios e será incluído no arquivo de
remessa.

O melhor parâmetro a ser adotado é o “Número de créditos pagos”,


entretanto, como há prazo para uso dos recursos federais, normalmente 180 (cento
e oitenta) dias após o Decreto de Situação de Emergência, e como o beneficiário
pode perder o prazo para sacar o benefício, em determinadas situações alguns
beneficiários podem ficar sem receber o número máximo de benefícios. Nestes
casos, o melhor parâmetro passa a ser o “Número de créditos enviados”, pois a
administração se compromete a disponibilizar todos os benefícios determinados
para cada beneficiário, mesmo que este perca o prazo para o saque. O “número de
créditos gerados” pode ser usado quando for necessário enviar mais de uma
remessa de crédito no mesmo período, a fim de cumprir o prazo de disponibilidade
dos recursos federais. Neste caso ainda não se tem o arquivo de retorno de
comando de crédito para incrementar o “número de créditos enviados”, então, o
“número de créditos gerados” passa a ser o melhor parâmetro.

Ao submeter o formulário, os beneficiários que atenderem aos parâmetros


do formulário serão apresentados em uma lista ilustrada na figura 91.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 63
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 91 - Lista do arquivo de crédito a ser gerado.

A lista possui campos que permitem a identificação dos beneficiários, o


total de beneficiários que fazem parte da lista e dois botões:

• Download Excel: Este botão está habilitado e na cor verde por padrão. Ao
clicar no botão a planilha será baixada em formato “xls” e será habilitado o
botão “Confirmar”, que passará da cor vermelha para a cor verde.
• Confirmar: Este botão está desabilitado e na cor vermelha por padrão. Ele
será habilitado e mudará para a cor verde somente depois que o botão
“Download Excel” for acionado. Uma vez habilitado, este botão pode ser
acionado, iniciando o download do arquivo “txt” de remessa de crédito e
incrementando o “número de créditos gerados”. Depois que for acionado,
este botão será imediatamente desabilitado juntamente com o botão
“Download Excel”, ficando ambos na cor vermelha. Esta rotina tem por
objetivo evitar o incremento indevido do “número de créditos gerados”.

Uma vez gerado o arquivo de remessa, o usuário deverá acessar o


Sistema do Banco do Brasil e clicar no item “remessa” ilustrado na figura 84.
Depois de clicar em “remessa” o usuário verá o formulário ilustrado na figura 92.

Figura 92 - Formulário para envio de arquivos de remessa para o Banco do Brasil

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 64
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Ao acessar este formulário, deve-se clicar no sinal de “+” indicado pela


seta vermelha e depois selecionar o arquivo de remessa que se deseja enviar.
Depois de selecionar o arquivo, clique em enviar e aguarde o envio do arquivo
acompanhando a barra de “status”. Após o envio dos arquivos de remessa, entre
diariamente no Sistema do Banco do Brasil para verificar a existência de arquivos
de retorno.

4.3.9 FUNÇÃO RELATÓRIOS

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


seleção de relatórios (Figura 93).

Neste formulário existem 8 (oito) opções de relatórios:

• Relatório Consolidado: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:


CPF, Nome, Número do Benefício, Tipo de Morador, Máximo de benefícios,
créditos gerados, créditos enviados, créditos recebido e créditos estornados.
• Cadastros Recusados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data de Nascimento e Nome da mãe.
• Créditos Recusados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data da Remessa do Crédito e Período
de Validade do Crédito.
• Cadastros Enviados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data de Nascimento e Nome da mãe.
• Créditos Enviados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data da Remessa do Crédito e Período
de Validade do Crédito.
• Créditos Gerados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data da Geração do Crédito e Período
de Validade do Crédito.
• Créditos Estornados: Apresenta uma tabela contendo os seguintes dados:
CPF, Nome, Número do Benefício, Data da Remessa do Crédito e Data do
Estorno.
• Créditos Inconsistentes: Apresenta uma tabela contendo os seguintes
dados: CPF, Nome, Número do Benefício, Data da Remessa do Crédito e
Data do Processamento do Arquivo.

Todas as tabelas resultantes dos parâmetros informados neste formulário


exibirão um link com função para baixar a tabela completa em formato “xls”.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 65
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 93 - Formulário de seleção de relatórios

4.3.10 FUNÇÃO PASTA DE ARQUIVOS

Esta função direciona o usuário para a página que contém o formulário de


seleção do diretório, o qual se deseja exibir seu conteúdo (Figura 94).

Figura 94 - Formulário de seleção de diretório

Neste formulário deve-se selecionar o tipo de arquivo o qual se deseja


exibir seu diretório, bem como o ano de referência em que o arquivo foi gerado.

As opções de tipos de arquivo são as seguintes: créditos gerados,


cadastros gerados, retorno de comando de cadastro, retorno de comando de
crédito, retorno de créditos pagos, retorno de créditos vencidos, retorno de créditos
a serem pagos e retorno de créditos inconsistentes.

Ao submeter o formulário, o resultado será uma lista de arquivos contidos


na pasta correspondente ao tipo de arquivo selecionado e ano de geração do
arquivo (Figura 95).

Figura 95 - Formulário de seleção de diretório

No campo correspondente ao nome do arquivo há um link que executa a


função de download do arquivo. Desta forma, todos os arquivos gerados ou
importados para o SISDC podem ser recuperados a qualquer momento.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 66
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.3.11 FUNÇÃO SISDC/PRONADEC

Esta função direciona o usuário para a página principal com o menu de


funções do SISDC/PRONADEC.

4.4 MODULO CEMADEN

CEMADEN é um módulo comercial que foi desenvolvido para ofertar


ferramentas que permitam a publicação de Boletins e Avisos Meteorológicos,
Boletins de Ameaças, bem como a emissão de mensagens SMS destinadas aos
integrantes da Rede Municipal de Voluntários, bem como aos integrantes do
governo municipal que estão intimamente ligados a ações de apoio à defesa civil.

O menu principal deste módulo é composto das seguintes funções:

• Destinatários de Informações
• Alertas SMS
• Avisos Meteorológicos
• Boletim de Ameaças
• Boletim Meteorológicos
• Histórico SMS
• SISDC/PRONADEC

4.4.1. FUNÇÃO DESTINATÁRIOS DE INFORMAÇÕES

No módulo CEMADEN esta é a primeira função que deve ser usada, pois
irá definir quem são os destinatários de todos os boletins, avisos e SMS que forem
cadastrados e enviados pelo sistema (Figura 96).

Figura 96 - Formulário de cadastro de destinatários

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 67
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Este formulário contem informações necessárias para que se possa


identificar os destinatários e enviar informações tanto por SMS, quanto por E-mail.
No campo “Grupo”, há duas opções: Secretários Municipais ou Staff DC. Ao
submeter o formulário, é incrementada uma lista de destinatários na parte inferior
do formulário. Nesta lista há duas funções para cada registro, uma delas permite a
edição de dados do destinatário, e a outra permite a inativação do mesmo, fazendo
com que o mesmo deixe de receber qualquer informação enviada pelo sistema.

4.4.2. FUNÇÃO ALERTAS SMS

A função “Alertas SMS” permite o envio de mensagens de alertas em


situações onde se faz necessário alertar grupos de pessoas que possam colaborar
com a defesa civil em situações de mudança do estágio de normalidade. Esta
função permite que se escolha entre três grupos de destinatários, que podem ser
selecionados juntos ou isoladamente (Figura 97).

Figura 97 - Formulário de Alertas SMS

Quando o grupo de voluntários for selecionado, serão habilitados campos


adicionais, para que se possa definir, quais voluntários devem receber a
mensagem. O mecanismo de seleção é feito através da determinação das
coordenadas de um ponto central, obtidas através de um endereço digitado pelo
usuário e por um raio de abrangência em torno deste ponto central. Para se atribuir
as coordenadas deste ponto central o usuário deve primeiro preencher o campo
“Descrição”, cujo objetivo é atribuir uma identificação ao ponto que se está
registrando, após a descrição, deve-se preencher os campos “logradouro”,
“número”, “bairro” e “raio de alerta”. O município e o bairro referente ao endereço
registrado serão herdados do cadastro do usuário, portanto, só poderão ser
marcados pontos dentro do próprio município do usuário. Em seguida, deve-se
clicar no botão “Verificar Localização”, que retornará as coordenadas do ponto,
marcando-o no mapa ao lado. A geolocalização é feita através de recursos do

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 68
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

google maps e as vezes podem acontecer pequenas distorções de precisão,


nestes casos, o usuário pode melhorar a precisão do ponto, clicando no marcador
e “arrastando-o” para a posição mais precisa, com isso as coordenadas são
automaticamente atualizadas para a nova posição do marcador.

Os demais grupos estão na dependência do cadastro prévio descrito na


função “Destinatários de Informações”.

O texto da mensagem é restrito a 155 (cento e cinquenta e cinco)


caracteres e o sistema irá automaticamente remover os acentos e caracteres
especiais, pois os mesmos não são reconhecidos pelas mensagens SMS.

Ao submeter o formulário será apresentada uma página de resumo


contendo a mensagem e uma lista de destinatários filtrados conforme a seleção
dos grupos (Figura 98).

Figura 98 – Página de resumo do alerta SMS

Caso a mensagem esteja correta, bem como os destinatários que se


deseja atingir, o usuário deverá clicar em confirmar. Feito isso, a mensagem será
registrada no banco de dados e haverá um retorno ao formulário de Alertas SMS
(Figura 97) e os dados de identificação da mensagem poderão ser visualizados em
uma lista que é incrementada na parte inferior deste formulário (Figura 99).

Figura 99 – Formulário SMS com lista de mensagens registradas

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 69
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

A lista apresenta duas funções para cada registro de mensagem, uma


delas permite a edição da mensagem e a outra “Enviar”, realiza a confirmação da
mensagem e a coloca em uma lista de envio no servidor, que é verificada a cada
dois minutos até que todas as mensagens da lista sejam enviadas. Uma vez
utilizada a função “Enviar”, haverá o bloqueio das duas funções, evitando que a
mensagem seja editada ou reenviada.

4.4.3. FUNÇÃO AVISOS METEOROLÓGICOS

Toda vez que houver alguma condição meteorológica que saia das
condições publicadas no “Boletim Meteorológico” em vigor, é recomendável que o
órgão de defesa civil emita um “Aviso Meteorológico”, tornando pública as
condições observadas pelo centro de monitoramento meteorológico do município.
Nesta função, o meteorologista responsável poderá registrar a condição observada
(Figura 100) e suas informações serão automaticamente remetidas por E-mail para
os grupos de “destinatários de Informações”.

Figura 100 – Formulário de Avisos Meteorológicos

Na tabela que contém a lista de Avisos registrados, percebe-se que na


primeira linha há uma função para copiar um link, que contém uma página para
divulgação dos avisos em páginas externas, como a página oficial da prefeitura
onde atua o órgão de defesa civil.

No E-mail enviado para os grupos de destinatários, há um link que


permite o download em formato “PDF” do aviso enviado (Figura 101). No campo
correspondente ao remetente do E-mail se observará sempre o seguinte padrão:
“Defesa Civil – Município – UF”, portanto, é importante que a defesa civil oriente
seus destinatários, que as mensagens com este padrão são seguras e seus links
poderão ser acessados sem problemas. No final do texto da mensagem, também
se observará este padrão, seguido pelo nome do titular do órgão de defesa civil do
município.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 70
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 101 – Padrão de mensagem por e-mail

4.4.4. FUNÇÃO BOLETINS METEOROLÓGICOS

Esta função permite o registro e publicação de “Boletins Meteorológicos”


pelos respectivos centros de controle e vigilância meteorológicos do município. Por
padrão os boletins englobam a previsão para três dias consecutivos, pois a
possibilidade de erro aumento quanto maior for o número de dias da previsão. O
boletim se inicia com uma condição sinótica geral e depois continua com uma
previsão específica para cada dia (Figura 102).

Figura 102 – Formulário para Boletins Meteorológicos

O campo “ícone Previsão” apresenta uma lista com os ícones que


representam várias condições climáticas extraídos do site CPTEC/INPE, que é

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 71
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

bastante conhecido pelos meteorologistas. Após o envio do formulário, todos os


integrantes dos grupos de destinatários, receberão um E-mail no mesmo padrão da
figura 101, informando a publicação de um novo “Boletim Meteorológico”.
Acompanhando o mesmo padrão, haverá um link que possibilita o download do
Boletim em formato “PDF”. A medida que os boletins vão sendo registrados, uma
lista dos boletins é incrementada na parte inferior do formulário conforme a figura
102. Cada linha da lista possui duas funções, uma que permite a edição do Boletim
e outra que permite sua visualização em uma janela “popup”.

No início da lista é apresentado um link, cujo clique copia o endereço da


página referente aos boletins registrados pelo município, permitindo, desta forma,
sua publicação em sites externos como a página oficial da prefeitura onde atua o
órgão municipal de defesa civil.

4.4.5. FUNÇÃO BOLETINS DE AMEAÇAS

Alguns municípios além do monitoramento das condições climáticas no


próprio município, precisam estar atentos a estas mesmas condições em
municípios vizinhos, pois em determinadas situações elementos geográficos e
tecnológicos destes municípios, se constituem em ameaças que podem interferir no
estágio de normalidade de seu município. Tendo identificado e sabendo quais são
essas ameaças, alguns municípios começaram a publicar boletins, especificando o
estágio de alerta para cada uma dessas ameaças. Esta função tem por finalidade
registrar e dar publicidade a estes boletins, entretanto, diferente do boletim
meteorológico que tem seu layout formatado pelo próprio sistema, nesta função o
documento deverá estar previamente formatado e convertido em “PDF” para então
fazer o “UPLOAD” para o Sistema (Figura 103).

Figura 103 – Formulário para Boletins de Ameaças

Assim como as demais funções deste módulo, ao submeter o formulário,


um E-mail será enviado para todos os integrantes dos grupos de destinatários
seguindo o padrão da figura 101, informando a publicação de um novo “Boletim de

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 72
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Ameaças” que poderá ser acessado em formato “PDF” ao clicar no link


correspondente que se encontra no corpo da mensagem de E-mail.

Uma lista de todos os boletins de ameaças é incrementada na parte


inferior do formulário. No início da lista é apresentado um link, no qual é possível
copiar o endereço da página que contem os boletins de ameaças do município,
permitindo que os mesmos sejam publicados em sites externos como a página
oficial da prefeitura onde atua o órgão de defesa civil.

4.4.6. FUNÇÃO HISTÓRICO SMS

Ao se enviar alertas SMS, é possível com esta função visualizar o


histórico de todas as mensagens já enviadas. Além disso é possível detalhas para
cada registro de mensagem, quais foram seus destinatários e o status da
mensagem para cada um dos mesmos (Figura 104).

Figura 104 – Histórico de mensagens SMS

Em cada linha é possível verificar a função “visualizar”, que é responsável


em detalhar os destinatários de cada mensagem, abrindo uma janela “popup”
contendo uma lista com os destinatários, bem como o status da mensagem para
cada um deles (Figura 105).

Figura 105 – Detalhamento das mensagens com status de recebimento

4.4.7. FUNÇÃO SISDC/PRONADEC

Esta função direciona o usuário para a página principal com o menu de


funções do SISDC/PRONADEC.

4.5. MÓDULO GEOPORTAL

Geoportal é mais um dos módulos comerciais que foi desenvolvido para


que o órgão de defesa civil possa registrar seus respectivos pontos de interesse e
cadastrá-los com suas respectivas geolocalizações, podendo, a qualquer momento,

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 73
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

baixar camadas com um ou mais pontos de interesse em formato “KML”, utilizado


para abrir mapas no programa “Google Earth”.

Este módulo também permite o registro de mensagens de alerta, tendo


como foco qualquer ponto de interesse já cadastrado, com a possibilidade de
enviar mensagens SMS para a rede de voluntários do município, tendo como
abrangência um raio especificado a partir do ponto de interesse.

O módulo Geoportal apresenta as seguintes funções:

• Tipos de POI
• Cadastro de POI
• Emitir Alerta
• Relatório Alertas SMS
• Gerar Mapa
• SISDC/PRONADEC

4.5.1. FUNÇÃO TIPOS POI

Já estão cadastrados no sistema quatro tipos de Pontos de Interesse


(POI), que são tidos como padrão, entretanto, o órgão de defesa civil poderá
cadastrar tantos tipos de POI, quantos forem a sua necessidade de mapeamento
(Figura 106).

Figura 106 – Formulário de Cadastro de tipos de POI

Os POI padronizados não poderão ser editados, mas os POI cadastrados


poderão ser editados pelo órgão de defesa civil que o cadastrou. Para o cadastro
do POI é necessário que o ícone que irá representa-lo esteja em formato “PNG”,
preferencialmente com o fundo transparente, para que ele possa oferecer uma boa
visualização, pois estes ícones serão os marcadores dos respectivos pontos nos
mapas gerados.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 74
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Uma vez cadastrado o tipo de POI é possível partir para a função


seguinte que irá cadastrar os endereços que se enquadram no respectivo POI.

4.5.2. FUNÇÃO CADASTRO DE POI

Uma vez cadastrado o tipo de POI, esta função irá cadastrar os


endereços que se enquadram em cada um dos tipos de POI já existentes (Figura
107).

Figura 107 – Formulário de Cadastro de POI

O campo “Tipo de Ponto” terá como opções os tios de POI existentes no


Sistema, por isso a dependência de antes cadastrar o tipo de POI que se deseja
registrar. No campo “Descrição” deve-se atribuir uma identificação para o ponto,
enquanto que os campos “Logradouro”, “Bairro” e “Número” serão necessários para
definir as coordenadas do ponto clicando no botão “Verificar Localização”. Uma
observação importante é que o município e UF do ponto são herdados do cadastro
do usuário, portanto, só poderão ser registrados pontos de interesse dentro do
município do usuário. A geolocalização pode conter distorções de precisão, pois é
feita de forma aproximada através de ferramentas do “Googe Maps”, entretanto, é
possível melhorar a precisão do ponto, clicando no marcador correspondente ao
ponto no mapa e “arrastando-o”, para a posição mais adequada, desta forma, os
campos latitude e longitude são atualizados automaticamente.

Uma lista de pontos registrados é apresentada na parte inferior do


formulário e em cada registro existe uma função que permite a sua edição, bem
como uma função que permite o armazenamento de fotos do referido ponto, coluna

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 75
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

“+ Foto”. Clicando nesta função, será apresentado para o usuário a ferramenta de


upload de fotos para pontos de apoio (Figura 108).

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 76
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Figura 108 – Formulário de upload de fotos para POI

As fotos armazenas em cada POI poderão ser visualizadas clicando-se no


respectivo marcado correspondente a este ponto nos mapas gerados pela função
“Gerar Mapas”, que será descrita mais adiante. Conforme a figura 108, existe uma
função que possibilita a exclusão de uma imagem que por ventura não esteja de
acordo com o ponto ao qual faz referência.

Todas as alterações em qualquer ponto de interesse podem ser


verificadas clicando na função correspondente ao “Log” conforme a figura 107.

4.5.3. FUNÇÃO EMITIR ALERTA

Após ter pontos de interesse (POI) cadastrados, é possível emitir alertas


descrevendo um cenário geral e agregando a este alerta um ou mais pontos de
interesse que poderão ser afetados (Figura 109).

Figura 109 – Formulário de emissão de alerta

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 77
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

No formulário deve-se definir uma data e hora de início, bem como a


validade em horas deste alerta. Uma vez cadastrado este cenário geral, uma lista
de alertas será apresentada na parte inferior do formulário. Nesta lista pode-se
observar algumas funções:

• Cancelar: Esta função permite o cancelamento do alerta. Uma vez


cancelado o alerta, todas as demais funções serão desabilitadas para este
alerta.
• Editar: Permite a edição do cenário geral do alerta, enquanto o alerta não
tiver sido enviado.
• Incluir PA: permite a inclusão de Pontos de Alerta (PA), os quais são
representados pelos POI já cadastrados no sistema. Enquanto não houver
pontos de alerta cadastrados, a função “Enviar” estará desabilitada.
• Enviar: Quando já houver PA cadastrados é possível enviar o alerta. Esta
função irá disparar mensagens SMS destinadas à rede de voluntários do
município que estejam no raio de abrangência estabelecido pelo PA.
Enquanto esta função não for executada, a função “Visualizar” estará
desabilitada.
• Visualizar: Uma vez executada a função “Enviar”, esta função é habilitada e
permite a visualização do alerta em uma janela “popup” contendo um mapa
do “Google Maps” com os pontos de alerta e seus respectivos raios de
abrangência representados por marcadores e círculos em torno dos
mesmos.

Executando a função “Incluir PA”, será apresentado o formulário


visualizado na figura 110.

Figura 110 – Formulário de inclusão de PA

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 78
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

Uma lista contendo os PA é incrementada na parte inferior do formulário,


destacando os dados registrados para nível de alerta e raio de abrangência.
Dependendo do raio de abrangência, pode-se ter mais ou menos destinatários de
SMS. Se algum dado estiver equivocado é possível excluir o PA e registrá-lo
novamente. Uma vez incluído um ou mais PA para o respectivo alerta, já é possível
enviar o alerta clicando-se na função “Enviar” que será habilitada na figura 109.

Ao executar a função “Enviar”, o navegador de arquivos será aberto para


que o usuário salve o arquivo de alerta no formato “KML”, além disso, se houver
destinatários, uma lista de envio de SMS será ativada no servidor e verificada a
cada dois minutos até que a mensagem seja enviada para todos os destinatários.
Após o envio, a função “Visualizar” será ativada e poderá ser utilizada para abrir
uma janela “popup” contendo o mapa e os pontos de alerta com seus respectivos
raios de abrangência (Figura 111).

Figura 111 – Popup de visualização do Alerta

É possível divulgar os alertas emitidos em sites externos como a página


oficial da prefeitura onde atua o órgão de defesa civil, para isso basta que se copie
o endereço da página de divulgação de alertas clicando no link que se encontra na
primeira linha da tabela, onde ficam registrados os alertas já emitidos pelo
município (Figura 109).

4.5.4. FUNÇÃO RELATÓRIO ALERTAS SMS

Quando Alertas forem emitidos e houver destinatários de mensagens


SMS, será apresentada uma lista com todos os alertas já emitidos, com a

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 79
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

possibilidade de detalhar os destinatários e o respectivo status da mensagem para


cada um deles nos mesmos moldes apresentados nas Figuras 104 e 105 (Função
Histórico SMS – Item 4.4.6).

4.5.5. FUNÇÃO GERAR MAPA

É possível gerar mapas tanto das vistorias já realizadas pelo município,


quanto dos pontos de interesse cadastrados, desta forma, o usuário pode escolher
entre gerar um mapa com várias camadas, ou gerar vários mapas com uma única
camada e sobrepô-los conforme suas necessidades de avaliação. As opções de
camadas de pontos de interesse só se apresentam ao usuário, se já houver algum
registro daquele tipo específico de ponto de interesse. No caso da figura 112, só
havia registros de pluviômetros no banco de dados, então a única opção de ponto
de interesse apresentada é o pluviômetro, além das ocorrências.

Figura 112 – Formulário para gerar mapa KML

Quando a opção “Vistorias” for selecionada, serão habilitados campos


adicionais para estabelecer um período de abrangência das vistorias, bem como o
tipo de ocorrência que se deseja mapear. Quando não houver uma ocorrência
específica para mapear, basta selecionar a opção “TODAS” no campo
correspondente ao “Grupo de Ocorrência”.

Após submeter o formulário, uma janela do explorador de arquivos será


aberta, para que o usuário escolha o local onde deseja salvar o arquivo “KML”
gerado, contendo as camadas selecionadas, dentro dos critérios de filtro
estabelecidos.

Procure não estabelecer períodos muito longos para o mapa de


ocorrências, pois o servidor poderá retornar um erro de tempo de execução, tendo
em vista o grande número de ocorrências para processar.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 80
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

4.5.6. FUNÇÃO SISDC/PRONADEC

Esta função direciona o usuário para a página principal com o menu de


funções do SISDC/PRONADEC.

5. OBSERVAÇÕES

Todas as funções relacionadas a interações, sejam em documentos


recebidos, sejam em documentos emitidos, geram “logs” que são registrados em
banco de dados e enviados através de mensagens de e-mail para os responsáveis
pelas interações, bem como para um e-mail de controle do sistema.

Qualquer tipo de interação que não esteja contemplada pelas funções


detalhadas neste manual, deverá ser solicitado para o setor de desenvolvimento do
sistema através da função “Helpdesk”.

Todas as interações envolvendo usuários do sistema, como por exemplo,


atualização de dados, troca de senhas, exclusão de usuários geram mensagens de
e-mail para os responsáveis, bem como para o e-mail de controle do sistema.

Considerando os itens anteriores, todas as interações no sistema poderão


ser auditadas de forma a identificar os seus respectivos responsáveis, portanto, é
preciso cautela e atenção no uso do sistema.

Quaisquer sugestões de modificações ou melhorias poderão ser


solicitadas e caso sejam pertinentes e relevantes serão executadas pelo setor de
desenvolvimento do sistema.

6. ANEXOS

O modelo de Boletim de Ocorrência no qual se baseou o sistema será


divulgado no anexo I.

O modelo de Cópia Autêntica utilizado pelo sistema será divulgado no


anexo II.

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 81
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

6.1 ANEXO I

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 82
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 83
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 84
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 85
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 86
SISTEMÁTICA SOLUÇÕES NA WEB.

6.2 ANEXO II

CABEÇALHO DO ÓRGÃO

RODAPÉ DO ÓRGÃO

Homepage: www.sistemática.info
E-mail: consultoria@sistematica.info
Tel: (21) 3942-9109 87