Você está na página 1de 24

SUMÁRIO

1. O que é o W Simulador Empresarial 5.0 ?

2. Objetivo do Curso

3. A Dinâmica do jogo

3.1. Cenário Estratégico da Simulação

3.2. Atividades do participante

3.3. Recursos de apoio do aluno para tomar decisões

4. Informações - Dados iniciais

4.1. Estrutura Financeira/Contábil

4.2. Tributos

4.3. Produtos

4.4. Recursos Humanos

5. O Preenchimento do Lançador WEB

5.1. Compra e venda

5.1.1. Prazo de pagamento

5.1.2. Preço de custo

5.1.3. Quantidade de compra

5.1.4. Condição de recebimento

5.1.5. Preço de venda

5.1.6. Marketing (U.M.)

5.1.7. Taxa de financiamento

5.2. Recursos Humanos

5.2.1. Operacionais admitidos

5.2.2. Operacionais demitidos

5.2.3. Salários - operacionais

5.2.4. Hora extra - operacionais

5.2.5. Treinamento - operacionais

5.2.6. Vendedores admitidos

5.2.7. Vendedores demitidos

5.2.8. Salários - vendedores

5.2.9. Comissão

5.2.10. Hora extra – vendedores

5.2.11. Treinamento - vendedores

5.2.12. Participação

5.3. Finanças

5.3.1.

Aplicação 1

5.3.2.

Saque

5.3.3.

Aplicação 2

5.3.4.

Prazo (Aplicação 2)

5.3.5.

Empréstimo normal

5.3.6.

Prazo (Empréstimo normal)

5.3.7

Desconto de Duplicatas

5.3.8

Antecipação de Pagamentos

5.3.9.

Diversos

5.3.10. Ampliação M 2

6. Subsídios para tomada de decisão

6.1. Decisões financeiras

6.2. Decisões em Marketing

6.3. Decisões em Recursos Humanos

6.3.1. Contratação e Demissão dos Empregados (operacionais e vendedores)

6.3.2. Salários

6.3.3. Comissões aos empregados vendedores

6.3.4. Participações aos empregados operacionais

6.3.5. Treinamento

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

6.3.6. Hora extra

6.4. Decisão Geral

6.5. MRH – (capacidade operacional e de vendas)

6.6. Ampliação e Aluguel

7. Relatórios emitidos

7.1. Informações do Relatório de Mercado

7.1.1. Balanço Patrimonial (estrutura)

7.1.2. Demonstração do Resultado do Exercício (estrutura)

7.1.3. Indicadores financeiros

7.1.4. Comercialização

7.1.5. Aquisição e prazo médio

7.1.6. Market-share

7.1.7. Indicadores macroeconômicos

7.1.8. Preço de venda

7.1.9. Efeito do Marketing

7.1.10. Demonstração do desempenho

7.1.10.1. Colocação da Etapa

7.2. Informações do Relatório da Empresa

7.2.1. Decisão da empresa

7.2.2. Gestão financeira

7.2.2.1. Saldos de aplicações e empréstimos

7.2.2.2. Clientes e fornecedores

7.2.3.

Gestão do caixa

7.2.4.

Gestão de materiais – (estoques)

7.2.5

Gestão de Recursos Humanos

7.2.6.

Gestão de instalações

7.2.7.

Gestão de Marketing

7.2.8

Taxa de Financiamento

7.2.9

Quadro Comparativo – Mercado real e potencial

8. Indicadores Financeiros

8.1 - Índices Financeiros

8.1.1 Índices de Liquidez

8.1.1.1 Liquidez Corrente

8.1.1.2 Liquidez Imediata

8.1.1.3 Liquidez Seca

8.1.1.4 Liquidez Geral

8.1.2 Capital Circulante Líquido (CCL)

8.1.3 Índices de Estrutura Patrimonial

8.1.4 Índices de Rentabilidade

8.1.5 Rotação dos Estoques (RE)

8.1.6 Retorno sobre o Investimento (ROI)

8.1.7 EBITDA

8.1.8 Outros tipos de análise

8.1.8.1 Análise Horizontal (AH)

8.1.8.2 Análise Vertical (AV)

9. Cálculos diversos

9.1. MRH – Capacidade Operacional (MRH-CO)

9.2. MRH – Capacidade de Vendas (MRH-CV)

9.3. Prestações a pagar/receber

9.4. Pagamento de dividendos

9.5. Salários e encargos sociais

9.6. Instalações necessárias (IN)

9.7. Multa por não atendimento

9.8. Despesa de armazenamento (DA)

9.9. Investimentos em campanhas de Marketing

9.10. Aplicações e empréstimo normal

9.11. Empréstimo especial e juros

9.12. Bolsa de Valores

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB O QUE É O W SIMULADOR EMPRESARIAL 5.0

O QUE É O W SIMULADOR EMPRESARIAL 5.0 ?

O W SIMULADOR EMPRESARIAL 5.0 é um simulador organizacional direcionado ao

treinamento de executivos e estudantes das ciências gerenciais que reproduz, com o auxílio do computador, a experiência de administrar uma organização, em que a adequada escolha das estratégias e das decisões, constitui-se num dos fatores vitais de lucratividade e de competitividade empresarial, num cenário caracterizado pela intensa mutabilidade de suas relações.

O W SIMULADOR EMPRESARIAL 5.0 é um programa de computador, idealizado e desenvolvido pela

WIDE Consultoria & Treinamento, tendo envolvido a participação de uma equipe multidisciplinar de profissionais de diversas áreas, como administração, sistemas de informação, contabilidade, computação, operações e estratégia.

Ele simula um ambiente de competição entre equipes-empresas dentro de um mercado varejista específico que, apesar de apresentar uma realidade hipotética e fictícia, é coerente com o cenário de um ambiente empresarial. Procura, também, incentivar os integrantes de cada equipe no desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes individuais e coletivas que retratem as principais influências relacionadas ao comportamento organizacional, servindo como elo entre as decisões estratégicas de gestão e o desempenho da empresa como um todo.

de gestão e o desempenho da empresa como um todo. OBJETIVO DO CURSO Desenvolver nos participantes,

OBJETIVO DO CURSO

Desenvolver nos participantes, competências, habilidades e atitudes no processo de

gerenciamento estratégico de uma empresa inserida em um ambiente altamente mutável

e competitivo, bem como também possibilitar a verificação técnica e analítica dos

resultados de suas decisões por meio da análise de diversas informações estratégicas e operacionais.

de diversas informações estratégicas e operacionais. DINÂMICA DA SIMULAÇÃO A simulação empresarial coloca o

DINÂMICA DA SIMULAÇÃO

estratégicas e operacionais. DINÂMICA DA SIMULAÇÃO A simulação empresarial coloca o participante frente a

A simulação empresarial coloca o participante frente a frente com

muitos dos desafios enfrentados pelas organizações, em que ele e seu grupo assumem cargos, funções e tarefas de gerenciamento e controle e tomam decisões que possam conduzir sua empresa a um caminho planejado.

O desafio é que todas as outras empresas também se posicionam inicialmente na

mesma situação e dispõem das mesmas condições. Portanto, as decisões a serem tomadas não somente deverão considerar os fatores internos e particulares da organização, como também deverão tratar dos principais aspectos ambientais (como os concorrentes, o mercado consumidor, os fornecedores, o mercado financeiro, o governo, entre outros).

Cada

comercializarão 05 tipos de produtos específicos – denominados pelas letras A, B, C, D e E.

de

etapa

representa

um

trimestre

atividade

e

as

empresas

formadas

pelas

equipes

A moeda corrente é o Dinheiro ($). A cada nova etapa de simulação, o professor determinará as regras

em vigor.

As equipes se reúnem para discutir os resultados alcançados, relacionando-os aos objetivos traçados e tomando novas decisões que devem ser transcritas no "Lançador" para ser posteriormente enviadas ao professor.

Após o envio das decisões, por meio do "Lançador", os dados serão inseridos no sistema e o computador processará as decisões tomadas de acordo com critérios pré-definidos (vide itens 4 e 6).

Ele simulará e decidirá sobre as participações de mercado de cada empresa para cada produto, sempre de acordo com as capacidades de operação e de seu respectivo valor de medida de capacidade (vide item 6.5 MRH – Medida de Recursos Humanos (Capacidade Operacional e de Vendas)). Finalizado o processamento, o computador processará todos os cálculos administrativos, contábeis, financeiros, de

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

mercado e operacionais que alimentarão os relatórios a serem disponibilizados para cada equipe, como subsídio ao planejamento de uma nova etapa da simulação.

As empresas iniciam a simulação na mesma situação, em que os valores iniciais do caixa, dos estoques, do imobilizado (prédios, equipamentos e estrutura em geral), da estrutura de RH e de pessoal (operacionais e vendedores) e do capital investido, são previamente fornecidos pelo professor.

O professor (coordenador da simulação) é o responsável pela determinação do potencial de compra do

mercado consumidor. Ele poderá modificá-lo de acordo com o perfil macroeconômico desejado.

Os critérios utilizados são baseados nos índices macroeconômicos, no comportamento do mercado e nas decisões estratégicas das empresas, tais como: políticas de investimento nas campanhas de marketing, índice de variação de preços no período, capacidade de operação das empresas, entre outros.

Estas informações estão disponíveis no jornal que é distribuído para as empresas a cada etapa. Como o processo de análise e cruzamento das informações é relativamente complexo, o sistema realizará as simulações necessárias, exercendo o papel do mercado consumidor e determinando, por meio de critérios pré-estabelecidos, as participações de venda das empresas no mercado.

O critério para a escolha da participação de venda dos produtos pelas empresas é definido pelo conjunto

de decisões estratégicas descritas no item 5 – “INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO LANÇADOR”.

Após a tabulação baseada nos critérios descritos anteriormente, o simulador definirá, segundo o potencial de compras do mercado, a participação de cada empresa em cada produto vendido. Os critérios de tabulação da decisão de cada item serão vistos adiante.

tabulação da decisão de cada item serão vistos adiante. 3.1. Cenário Estratégico da Simulação O ambiente

3.1. Cenário Estratégico da Simulação

O ambiente simulado descreve um mercado oligopolista do setor varejista presente numa cadeia de

suprimentos que se relaciona com os principais parceiros estratégicos do negócio (fornecedores e clientes). O desafio consiste em gerenciar a empresa (viabilidade econômico-financeira), por meio do desenvolvimento de estratégias de suprimento dos produtos (aquisição, negociação, quantidades, prazos

de entrega e de pagamento, entre outros), controles internos de fluxo e de estocagem e o estabelecimento de políticas de comercialização junto ao mercado consumidor final.

de comercialização junto ao mercado consumidor final. © WIDE Consultoria & Treinamento – Prof. Dr. Marcio
Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

3.2. Atividades do participante

1 – Baseado nos relatórios da empresa, do mercado, jornal, gráficos e instruções do professor, o participante digitará a sua decisão no Lançador.

2 – Assim como recebe as mensagens do professor, o participante poderá também enviar mensagens ao professor por meio do Lançador.

3.3. Recursos de apoio do aluno para a tomada de decisões

Recurso

Descrição

Relatório do Mercado

Este documento apresenta o cenário do mercado, a posição estratégica de cada empresa e a sua colocação na simulação.

Relatório da Empresa

Apresenta a situação específica de cada equipe-empresa na etapa simulada.

Jornal

Informativo distribuído antes de cada nova etapa, em que são apresentadas a situação do mercado atual e as perspectivas para o futuro. Ele apresenta, também, os novos parâmetros que nortearão a etapa a ser simulada.

Gráficos

Permite elaborar diversos gráficos a partir dos dados fornecidos pelos relatórios.

gráficos a partir dos dados fornecidos pelos relatórios. INFORMAÇÕES - DADOS INICIAIS A seguir, são apresentados

INFORMAÇÕES - DADOS INICIAIS

A seguir, são apresentados os dados iniciais para o início da simulação. Ao longo da simulação, eles poderão sofrer alterações a critério do professor.

4.1 Estrutura Financeira/Contábil:

Descrição

Valor

Caixa Inicial

$ 0,00

Estoque Inicial

$ 244.000,00

Imobilizado

$ 100.000,00

Capital Social

$ 344.000,00

* Empréstimo para Capital de Giro (pagto na 5ª.Etapa)

$ 50.000,00

4.2. Tributos:

Descrição

Valor

Impostos

15%

Despesas de Armazenagem

10%

Despesa Geral

5%

Custo Financeiro

0,38%

Empréstimo Compulsório

Múltiplos de $ 500,00

IRPJ

15%

Contribuição Social

9%

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

4.3. Produtos:

 

A

B

C

D

E

Utilização da

         

Capacidade (MRH)

0,1

0,3

1,0

0,5

0,7

inicial (50,0)

Ocupação em m 2

0,1

0,3

4,0

2,2

2,8

Estoque Inicial

5.000

1.500

20

280

500

(unidades)

Custo Inicial ($)

6,00

30,00

800,00

100,00

250,00

Prazo de Recebimento (tempo de entrega)

Entrega imediata (mesma etapa) Operação Just in Time

Entrega na etapa seguinte Produto importado

Estimativa de Compra pelo Mercado (unidades)

 

Informação disponibilizada pelo professor

 

Característica dos

         

Produtos

Perecível

Durável

Durável

Durável

Durável

 

Preço baixo

Preço baixo Alto Giro Demanda sensível às decisões de Mkt e de Finanças

Alto Preço Baixo Giro Demanda sensível às decisões de RH e de Finanças

Alto Preço Alto Giro Demanda sensível às decisões de Mkt e de RH

Alto Preço Alto Giro Demanda sensível às decisões de Mkt e de Finanças

Alto Giro

Atributos de

Demanda

comercialização

sensível às

decisões

Financeiras

   

Demanda

     

Demanda Constante ao longo do ano – pequenas variações

sazonal –

Demanda constante ao longo do ano – pequenas variações

Demanda sazonal – aumenta, em média, 30% no 4.trimestre de cada ano

aumenta, em

Demanda cresce pelo menos 2% ao trimestre

Perfil da Demanda

média, 40%

no

3.Trimestre

 

de cada ano

   

4.4. Recursos Humanos:

Funcionários

Quantidade

Administrativos (fixo)

12

Vendedores

25

Operacionais

45

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB O PREENCHIMENTO DO LANÇADOR WEB No lançador, os

O PREENCHIMENTO DO LANÇADOR WEB

No lançador, os participantes transcrevem as decisões tomadas pela empresa referentes à etapa a ser simulada.

Para acessar o sistema www.wideconsult.com.br/login e digite os dados informados pelo professor.

Os campos a seguir apresentam as decisões que a empresa deve tomar na etapa.

apresentam as decisões que a empresa deve tomar na etapa. Atualiza os dados da etapa Edita
Atualiza os dados da etapa

Atualiza os dados da etapa

Atualiza os dados da etapa Edita (lança) as decisões da

Edita (lança) as decisões da

etapa

Salva os dados inseridos e os envia ao professor

Salva os dados inseridos e os envia ao professor

Salva os dados inseridos e os envia ao professor Cancela o processo de edição

Cancela o processo de edição

Acesso aos Relatórios do Mercado e da Empresa e do Jornal

Acesso aos Relatórios do Mercado e da Empresa e do Jornal

Acesso aos Relatórios do Mercado e da Empresa e do Jornal Gerencia a visualização de

Gerencia a visualização de

gráficos

Sai do lançador WEB (logout)

Sai do lançador WEB (logout)

Documentos: “Disponibiliza o Manual do Participante” e as “Informações para a Diretoria”

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

5.1 Compra e venda

5.1.1 Prazo de pagamento: Escolha do prazo de pagamento para as compras dos produtos. O prazo

poderá ser entre [0 e 3], em que: (0) Não comprar, (1) à vista, (2) 50% na entrada + 50% na etapa

seguinte e (3) 1/3 na entrada + 2 parcelas de 1/3 nas etapas seguintes.

5.1.2. Preço de custo: esta informação é disponibilizada automaticamente pelo sistema, de acordo com o prazo de pagamento estabelecido.

5.1.3 Quantidade de compra: É a quantidade de cada produto que será comprado dos fornecedores. A

quantidade máxima possível de compra por etapa equivale a 100% da quantidade prevista no jornal.

5.1.4 Condição de recebimento - CR: Escolhe-se qual será a condição de recebimento principal pela

venda dos produtos, apesar da empresa comercializar em todas as condições. A condição poderá ser entre [0 e 3], em que: (0) Não vender, (1) à vista, (2) 50% na entrada + 50% na etapa seguinte e (3) 1/3 na entrada + 2 parcelas de 1/3 nas etapas seguintes. Caso a empresa opte por não vender este produto específico nesta etapa, ela deverá colocar o valor (0) neste campo.

Obs.: O tipo de CR escolhida (1-2-3) pela empresa para cada produto, será aquela que terá o maior peso nas vendas daquele produto. Em outras palavras, a CR escolhida será contemplada com 70% das vendas, sendo os 30% restantes distribuídos igualmente (15% para cada) nas outras duas condições.

5.1.5 Preço de venda: É o preço venda à vista de cada produto. Para garantir a competitividade do

mercado, o preço de venda não poderá ultrapassar em 2,5 vezes o valor do custo do produto da etapa anterior e nem ser abaixo dele (o que caracterizaria a prática ilegal de dumping).

5.1.6 Marketing (U.M.): Número de campanhas de marketing investidas para cada produto na etapa

[entre 0 e 9]. O valor de cada campanha de marketing realizada é definido pelo professor e está disponível no Jornal.

5.1.7 Taxa de financiamento: Taxa de financiamento a ser cobrada do cliente (em % por período).

5.2 Recursos Humanos

5.2.1 Operacionais - admitidos: número de empregados operacionais a serem contratados nesta etapa

[entre 0 e 99].

5.2.2 Operacionais - demitidos: número de empregados operacionais a serem demitidos nesta etapa.

(observar o número mínimo para que a empresa possa funcionar)

5.2.3 Salários - operacionais: valor da remuneração de cada empregado operacional. Essa remuneração

não pode ser inferior ao salário pago na etapa anterior. (em $ por empregado).

5.2.4 Hora extra - operacionais: valor em percentual (%) que indica a quantidade de horas-extras

atribuídas aos operacionais na etapa simulada. (até 25% máximo por etapa)

5.2.5 Treinamento - operacionais: taxa de investimento em treinamento dos funcionários operacionais

(entre 0 e 9, em que cada ponto de treinamento equivale a 10 vezes o seu percentual das despesas totais em salários). Por exemplo: 2 pontos investidos em treinamento, equivalem a 20% da despesa total com os salários dos operacionais que serão aplicados em treinamento.

5.2.6 Vendedores - admitidos: número de vendedores a serem contratados nesta etapa [entre 0 e 99].

5.2.7 Vendedores - demitidos: número de vendedores a serem demitidos nesta etapa. (observar o

número mínimo para que a empresa possa funcionar)

5.2.8 Salários - vendedores: valor da remuneração de cada vendedor. Essa remuneração não pode ser

inferior ao salário pago na etapa anterior. (em $ unitário).

5.2.9 Comissão: percentual (%) sobre as vendas brutas, pago aos vendedores [entre 0 e 4].

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

5.2.10 Hora extra - vendedores: valor em percentual (%) que indica a quantidade de horas-extras

atribuídas aos vendedores na etapa simulada. (até 25% máximo por etapa)

5.2.11 Treinamento - vendedores: taxa de investimento em treinamento dos vendedores (entre 0 e 9, em

que cada ponto de treinamento equivale a 10 vezes o seu percentual das despesas totais em salários). Por exemplo: 2 pontos investidos em treinamento, equivalem a 20% da despesa total com os salários dos vendedores que serão aplicados em treinamento.

5.2.12 Participação: percentual (%) oferecido aos empregados (vendedores e operacionais) como

participação nos lucros e resultados (PLR) da empresa [entre 0 e 9].

5.3 Finanças

5.3.1 Aplicação 1: Valor (em $) a ser aplicado no mercado financeiro. Pode ser considerada como similar

ao investimento numa poupança. A cada etapa, os juros podem ser redefinidos e novamente informados

pelo professor. Esta aplicação pode ser sacada a qualquer momento.

5.3.2 Saque: Este campo serve para sacar o dinheiro (em $) que foi aplicado na Aplicação 1.

5.3.3 Aplicação 2: Valor (em $) a ser aplicado no mercado financeiro. Trata-se de uma aplicação com

prazo determinado para saque e com taxa de juros pré-fixada. O juro normalmente é maior do que o da Aplicação 1, porém esta aplicação não poderá ser sacada durante o tempo previamente estipulado de investimento. O saque desta aplicação é automático, ou seja, quando terminar o prazo de investimento, o dinheiro, acrescido dos juros, será disponibilizado automaticamente no Caixa da empresa.

5.3.4 Prazo (Aplicação 2): Tempo em que o valor da Aplicação 2 ficará investido. Ele pode ser aplicado

pelo prazo estipulado de 2 ou 3 etapas (lança-se 2 ou 3 no campo). Por exemplo: se um valor de $ 10.000 for aplicado na etapa 3, com prazo de aplicação de 2 etapas, ele retornará ao Caixa da empresa, acrescido dos juros pré-fixados, na etapa 6.

5.3.5 Empréstimo Normal: Valor (em $) do empréstimo a ser solicitado. O valor máximo deste

empréstimo está condicionado ao limite disponibilizado pela análise de crédito realizada pelo Banco e a informação está presente no Relatório da Empresa.

5.3.6 Prazo (Empréstimo Normal): Prazo para a previsão de pagamento do empréstimo solicitado. (2 ou 3

etapas). Finalizado o prazo, o valor do empréstimo acrescido dos juros será retirado automaticamente do Caixa da empresa. Por exemplo: se um valor de $ 10.000 for tomado de empréstimo na etapa 5, com prazo de pagamento de 2 etapas, o valor acrescido dos juros pré-fixados, será retirado do Caixa da empresa, na etapa 8.

5.3.7 Desconto de Duplicatas: Permite o desconto de duplicatas para fazer caixa. A quantia disponível

máxima para desconto é apresentada no item Valor a Receber na Etapa X+1 do Relatório da Empresa. O valor, após ser descontado da taxa, é disponibilizado no Caixa da empresa.

5.3.8 Antecipação de Pagamentos: Permite a antecipação de títulos futuros a pagar. A quantia disponível

máxima para antecipação é apresentada no item Valor a Pagar na etapa X+1 do Relatório da Empresa.

O valor, após ser descontado da taxa, é retirado do Caixa da empresa.

5.3.9 Diversos: Este campo é de uso exclusivo do professor. Ele é utilizado para lançar o valor dos prêmios/bônus, consultorias prestadas ou multas aplicadas à empresa. Os valores podem ser positivos ou negativos e incorrerão em movimentação do Caixa da empresa já na etapa em que for lançado o valor.

5.3.10 Ampliação M 2 : Decisão em construção (em m 2 ) e ampliação do espaço físico da empresa. O custo

do m 2 é definido pelo professor e está disponível no Jornal. A ampliação demora 6 meses para estar

disponível (2 etapas).

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB SUBSÍDIOS PARA A TOMADA DE DECISÃO (Que influenciam

SUBSÍDIOS PARA A TOMADA DE DECISÃO

(Que influenciam os Resultados da Simulação)

As decisões sobre as quantidades dos produtos que o mercado consumidor irá comprar de cada empresa são fundamentadas em três dimensões principais: as decisões Financeiras, as decisões em Marketing e as decisões em Recursos Humanos.

6.1 Decisões financeiras

As decisões Financeiras que influenciam o sistema de decisão da simulação são baseadas nos seguintes itens lançados pelas empresas:

- Condição de recebimento

- Preço de venda

- Taxa de financiamento (%)

A empresa poderá definir o preço de cada produto comercializado de acordo com as seguintes regras:

produto comercializado de acordo com as seguintes regras: a) O preço de venda NÃO poderá ser

a) O preço de venda NÃO poderá ser menor que o CUSTO MÉDIO DE AQUISIÇÃO DA ETAPA

ANTERIOR e nem maior do que 2,5 vezes este valor;

b) O sistema irá verificar os preços anunciados de cada empresa para cada produto e os classificará

ordenados da melhor proposta à pior. As melhores propostas possibilitarão maiores possibilidades de

venda.

c) Se ocorrerem preços de vendas iguais para o mesmo produto, o sistema atribuirá a mesma

classificação e conseqüentemente o mesmo número de pontos para as empresas.

d) Quanto menor forem os preços e as taxas de financiamentos praticados em cada produto, maiores

são as possibilidades de vendas.

e) Quanto maior for o prazo estipulado na Condição de recebimento, maiores são as chances de

venda.

f)

Esta maneira de classificação é calculada para todos os 5 produtos, separadamente.

6.2

Decisões de Marketing

Cabe a cada empresa definir o investimento em suas Campanhas de Marketing para cada um dos 5 produtos, de maneira distinta. Sua aplicação é direcionada para várias estratégias de marketing, como produto, propaganda, merchandising, promoção, entre outras.

Para aplicar em Campanhas de Marketing, a empresa deve atribuir uma quantidade de "Unidades Mercadológicas - UM" ou Campanhas de Marketing que poderá variar entre 0 (zero) a 9 (nove). O valor, em Dinheiros ($), de cada UM, é definida pelo professor e disponibilizado no Jornal.

A cada "UM" a mais atribuída ao produto, ele terá maior visibilidade junto ao mercado consumidor e, portanto, maiores possibilidades de venda.

6.3 Decisões de Recursos Humanos

As empresas participantes possuem três tipos de empregados:

- Administrativos: constituem o corpo diretivo da empresa. O seu número é fixo e não pode ser alterado durante a simulação.

- Vendedores: constituem a força de vendas da empresa.

- Operacionais: constituem a força operacional da empresa, como o pessoal dos setores internos, da manutenção, da distribuição, entre outros.

6.3.1 Contratação e Demissão dos Empregados (operacionais e vendedores)

-Contratação de empregados operacionais: a admissão de empregados causa o aumento da capacidade operacional da empresa. Por exemplo, ao contratar empregados operacionais, a empresa amplia o seu potencial em relação à estrutura de pessoal necessária para operacionalizar a empresa. A insuficiência de pessoal operacional pode fazer com que a empresa tenha que alugar espaço (em m 2 ) e pessoal sobressalente para a condução adequada de suas operações.

© WIDE Consultoria & Treinamento – Prof. Dr. Marcio Fedichina

10

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

-Contratação de empregados vendedores: a admissão de vendedores causa o aumento da capacidade de vendas da empresa. Por exemplo, ao contratar mais vendedores, a empresa passa a ter mais profissionais de vendas à disposição, aumentando a sua capacidade de vender.

Obs.:

A) a contratação de empregados operacionais e vendedores serve para aumentar as capacidades de operação e de vendas da empresa, sem influenciar diretamente no aumento das vendas da mesma. B) Os novos empregados contratados passam por um período de experiência de 1 etapa, sendo que nela eles terão apenas a capacidade-MRH inicial. Nas etapas seguintes, eles passam a contar com a capacidade-MRH plena.

-Demissão de empregados operacionais e de vendedores: como o processo de demissão baixa o nível de motivação nos funcionários da empresa, TENHA CAUTELA nas demissões, pois a cada funcionário demitido, instabilidades no clima organizacional são observadas, gerando um “receio” por novas demissões e ocasionando a diminuição das possibilidades e da capacidade de venda. Cada demissão custa 1,5 vezes o salário atual do empregado demitido.

-Demissionários: Caso a empresa não desenvolva uma política de incentivo e de motivação de seu pessoal, ou mesmo que ela seja comparativamente insuficiente em relação à prática do mercado, eles podem solicitar a sua demissão e sair da empresa. (vide Política de Investimento de RH – item 6.5)

Obs.:

A) No caso dos Demitidos e dos Demissionários, eles cumprirão apenas metade da jornada de trabalho

da etapa. Sendo assim, o cálculo da capacidade operacional e de vendas deles deverá contemplar apenas a metade de seu valor. (vide cálculo no tópico “Cálculos Diversos”, itens 1 e 2).

B) O cálculo dos Demitidos e Demissionários consta no tópico “Cálculos Diversos”, item 5.

6.3.2 Salários

-Salário dos empregados operacionais e dos vendedores: a empresa que pagar maiores salários será beneficiada com um pessoal mais motivado (não que isto seja o único fator ou o mais importante) obtendo, portanto, maiores possibilidades de venda.

-Caso duas empresas paguem o mesmo salário, o sistema atribuirá a mesma classificação para as empresas.

-O critério de classificação serve para os dois tipos de funcionários (operacionais e vendedores), sendo calculados separadamente.

-O salário pago aos Administrativos é calculado como 2,5 vezes o salário pago aos empregados operacionais.

6.3.3 Comissões aos Vendedores

A empresa poderá, a seu critério, definir uma política de pagamento de comissões aos seus vendedores. Ela poderá atribuir de 0 a 4% de comissão sobre a Receita Bruta. Quanto maior for a comissão paga aos vendedores, mais eles ficam motivados para vender e, consequentemente, maiores serão as possibilidades de venda dos produtos.

6.3.4 Participações

A empresa poderá, a seu critério, definir uma política de pagamento de participações nos lucros e resultados aos seus empregados. Ela poderá atribuir de 0 a 9% de participação sobre os lucros após os impostos. Quanto maior for a participação paga aos empregados operacionais e vendedores, maiores serão as possibilidades de venda.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

6.3.5 Treinamento

Para cada ponto de treinamento investido pela empresa, ela conseguirá aumentar a capacitação dos seus empregados (operacionais e vendedores), aumentando assim o seu MRH (Medida de Recursos Humanos - que será descrito a seguir) e conseqüentemente as suas vendas e as suas operações.

6.3.6 Hora-Extra

O pagamento de hora-extra (em %) aumenta a capacidade operacional e de vendas da empresa. Ele possibilita que a empresa possa ampliar a capacidade da empresa momentaneamente, sem que ela tenha que contratar mais empregados. O valor máximo permitido de hora-extra a ser pago por etapa é de

25%.

- Hora-extra Operacional: amplia em % a Capacidade Disponível – m 2 Relatório da Empresa

- Hora-extra Vendedores: amplia em % a Capacidade de Vendas da empresa.

6.4 Decisão geral

Para processar a decisão que determina o percentual de participação de cada empresa no mercado consumidor (Mercado Potencial), será realizado um cálculo sobre os totais de cada decisão (financeira, mercadológica e recursos humanos).

Outro fator que influenciará a decisão é que cada produto possui uma característica específica em relação a estes três tipos de decisão. Por exemplo: se o produto A for um produto de alto giro, sendo suas vendas altamente sensíveis ao preço, o peso da decisão financeira será maior na decisão geral e assim por diante (ver tabela 4.3 – Item Atributos de Comercialização).

Após os cálculos de todas as empresas e seus respectivos percentuais de venda ao mercado consumidor, passa-se para a próxima fase que é a verificação da capacidade de vendas-MRH. Nesta próxima fase, é verificado se a empresa possui a capacidade de venda adequada para as quantidades dos produtos calculados na decisão geral.

6.5 MRH – Medida de Recursos Humanos (Capacidade Operacional e de Vendas)

Todas as empresas possuem uma capacidade operacional e de vendas limitada.

Essa limitação é calculada pelo número de empregados disponíveis e pela sua capacitação técnica.

Todas as empresas possuem, de acordo com os critérios estabelecidos na decisão geral anterior, um mercado potencial de vendas para os seus produtos. Já os produtos necessitam de uma determinada capacidade de operação – MRH - da empresa, para que eles possam ser comercializados e gerenciados.

MRH – Capacidade Operacional (MRH-CO): estabelece a Disponibilidade Operacional necessária de empregados para que a empresa possa ser adequadamente gerenciada. Constitui o resultado da multiplicação entre a quantidade de empregados operacionais e o valor do MRH. (vide cálculo no tópico “Cálculos Diversos” item 1)

MRH – Capacidade de Vendas (MRH-CV): estabelece a quantidade necessária de vendedores para que a empresa possa comercializar adequadamente seus produtos, de acordo com a Política de Investimento em Vendas empregada. Constitui o resultado da multiplicação entre a quantidade de vendedores e o valor do MRH. (vide cálculo no tópico “Cálculos Diversos” item 2)

Para que as empresas consigam alterar, aumentando o valor do MRH, elas necessitam realizar investimentos em pelo menos um destes dois fatores: contratação de novos funcionários operacionais/vendedores e/ou investimento em treinamento.

Obs.: - os funcionários novos começam a trabalhar na empresa com a sua capacidade original (período de experiência de um trimestre/etapa), ou seja, eles iniciam na primeira etapa de trabalho com o valor do MRH atribuído no início da simulação. Após a segunda etapa na empresa, eles adquirem o valor do MRH em vigor.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

Política de Investimento em RH: consiste num indicador que traduz, em um único número, os investimentos em pessoal realizados pela empresa (disponível no Relatório da Empresa – item 4). Sempre que a empresa se diferencia das demais nos investimentos realizados em salários, comissão, treinamento, horas-extras e participação, o indicador da política de investimentos tende a subir. Assim, a empresa pode comparar a sua “Política de Investimento” numericamente com a média do mercado (disponível no item 7 do Relatório do Mercado). Por exemplo: se o indicador da empresa mostrar 115 e a média do mercado for de 110, significa que a empresa tem investido mais em seu pessoal que o mercado, tornando os seus empregados mais motivados e, consequentemente, podendo gerar mais vendas.

6.6 Ampliação e aluguel

A empresa poderá, a seu critério, optar por ampliar as suas instalações físicas. A necessidade de ampliação (em m 2 ) é estratégico quando a empresa decidir comercializar mais produtos e, consequentemente, verificar a necessidade de ter mais espaço físico para a operação de estocagem.

Caso a empresa não opte pela ampliação das suas instalações físicas e ainda assim necessite de espaço físico para armazenar os produtos comprados, ela obrigatoriamente alugará um espaço (em m 2 ) para acomodar os seus produtos. O cálculo do aluguel é realizado automaticamente pelo sistema quando houver a necessidade de espaço físico.

A necessidade de aluguel é calculada por meio da diferença entre as Instalações Necessárias e o menor valor entre as Instalações Próprias e a Capacidade Disponível, pois estas duas últimas constituem-se fatores limitantes para que as operações da empresa possam ocorrer adequadamente.

que as operações da empresa possam ocorrer adequadamente. RELATÓRIOS EMITIDOS Os documentos emitidos a cada etapa

RELATÓRIOS EMITIDOS

Os documentos emitidos a cada etapa contêm as informações que podem subsidiar a tomada de decisões das empresas (equipes). Estes documentos são o Relatório do Mercado, o Relatório da Empresa e o Jornal. Os itens a seguir explicam a função de cada documento citado.

7.1 Informações do relatório de mercado

Este relatório apresenta a situação geral do mercado (cenário), as posições estratégicas de cada empresa e a sua colocação na simulação.

7.1.1 Balanço Patrimonial (Estrutura)

Ativo Circulante Caixa Banco/Aplicações Clientes Estoque Mercadoria a receber Permanente Imobilizado Depreciação Acumulada Construção em Andamento

Passivo Circulante Fornecedores Empréstimos/Financiamentos Salários a pagar Impostos diversos a pagar IRPJ a pagar

Salários a pagar Impostos diversos a pagar IRPJ a pagar © WIDE Consultoria & Treinamento –

© WIDE Consultoria & Treinamento – Prof. Dr. Marcio Fedichina

13

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

Contribuição social a pagar Contas e obrigações diversas a pagar: É o conjunto de contas e obrigações diversas que a empresa (equipe) provisiona para pagar. As variáveis que compõem esta conta são: [(Despesas Gerais Administrativas + Resultado Financeiro + Comissão) – Salário – Depreciação – Aluguel (- / +) Diversos]. Participações a pagar Patrimônio Liquido Capital Social Lucros/Prejuízos Acumulados

7.1.2 Demonstração Do Resultado Do Exercício – DRE (Estrutura)

Receita Bruta (-) Impostos sobre vendas (-) Comissão sobre vendas (=) Receita Líquida (-) Custo de Mercadorias Vendidas (CMV) (=) Resultado Operacional Bruto (-) Despesa Geral e Administrativa: As despesas Gerais e Administrativas são: [Marketing + Salário + (Encargos de Demissão salário atual x qtde. empregados demitidos x 1,5) + (qtde. empregados demissionários x Salário x 0,50) + Treinamento + (Despesas Administrativas 5% sobre a Receita Bruta) + (Despesa de Armazenagem 10% sobre o Estoque) + Multa por não atendimento + Depreciação + Aluguel e +ou- Diversos)]. (-) Outras Despesas: despesas decorrentes pelas perdas dos produtos perecíveis (+ou-) Resultado Financeiro (=) Resultado Antes do IRPJ (-) IRPJ (=) Resultado Antes da Contribuição Social (-) Contribuição Social (=) Resultado do Exercício IRPJ/Contribuição Social (-) Participações (=) Lucros/Prejuízo Líquido Exercício

7.1.3 Indicadores financeiros

Este item descreve os principais indicadores que representam a Análise de Balanços da empresa. São apresentados diversos índices contábeis e financeiros que conjuntamente, podem auxiliar os participantes a tomarem as suas decisões estratégicas.

7.1.4 Comercialização

7.1.4.1

Demanda Prevista: Informa a quantidade estimada de compra pelo mercado consumidor na etapa

jogada.

7.1.4.2

Demanda Real: Informa a quantidade realmente demandada a ser comercializada no mercado

consumidor.

7.1.4.3 Venda Real: Informa a quantidade efetivamente comprada pelo mercado consumidor.

7.1.4.4 Variação: É a diferença entre a Demanda Prevista e a Venda Real de cada produto.

7.1.4.5 Cobertura (%): É o percentual das Vendas Reais em relação à Demanda prevista.

7.1.4.6 Venda Média: Trata-se do cálculo aritmético das vendas médias de cada produto na etapa,

considerando todas as empresas participantes.

7.1.4.7 Preço Médio: Consiste na média aritmética dos preços de venda praticados pelas empresas em

cada produto na etapa.

7.1.4.8 Prazo Médio: Consiste na média aritmética dos prazos de venda praticados pelas empresas em

cada produto na etapa.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

7.1.5 Aquisição e prazo médio

7.1.5.1 Total: Refere-se à quantidade somada de cada produto que as empresas (equipes) compraram

na etapa.

7.1.5.2 Média: É a média aritmética de cada produto comprado pelas empresas na etapa.

7.1.5.3 Preço Médio: É a média aritmética dos preços de compra de cada empresa (equipe) referente a

cada produto na etapa.

7.1.5.4 Prazo Médio: É a média aritmética dos prazos de compra de cada empresa (equipe) referente a

cada produto na etapa.

7.1.6 Market-Share

Este item apresenta a participação que cada empresa obteve na etapa e em cada produto. Por meio dessa informação é possível saber qual empresa (equipe) está tendo maior ou menor participação no mercado de cada produto.

7.1.6.1 Participação do mercado

7.1.6.1.1 Média: Constitui no percentual de participação da empresa no mercado geral (média aritmética das participações nos 5 produtos).

7.1.7 Indicadores Macroeconômicos

Este item descreve alguns indicadores macroeconômicos que regulam e apresentam o setor varejista. Esses indicadores são: variação de preços no período, juros/empréstimo normal, juros/empréstimo compulsório, juros/aplicação 1, juros/aplicação 2, juros/desconto de duplicatas, juros/antecipação de pagamentos, comissão média do setor, inadimplência no setor, produtividade média, MRH Médio, salário médio/administrativo, salário médio/operacionais e salário médio/vendedores.

7.1.8 Preço de venda

Apresenta os preços de venda praticados pelas empresas na etapa.

7.1.9 Campanha efetiva do marketing

Constitui no efetivo resultado que os investimentos em Campanhas de Marketing ocasionam nas vendas dos produtos. Este efeito é conseqüência do prolongamento, ainda que em menor escala, da mensagem publicitária durante algum tempo na memória do consumidor. Em outras palavras, as Campanhas de Marketing não somente têm efeito no período em que ocorreu o investimento em U.M, elas também podem ser lembradas ainda durante um certo tempo pelo consumidor. A proporção consiste em considerar 100% do investimento em U.M. na etapa atual (X), 50% na etapa posterior (X+1) e 20% na etapa subseqüente (X+2).

7.1.10 Demonstrativo de desempenho

O desempenho de cada empresa é demonstrado por meio do valor das suas Ações negociadas na Bolsa de Valores. A constituição dos valores das ações é formada por uma cesta de índices que, analisados separadamente, irão compor o seu valor. Esta cesta é composta pelos seguintes indicadores:

- ROI (Retorno sob Investimento)

- Participação no Mercado

- Liquidez Corrente

- Grau de Endividamento

- Rotação de Estoque

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

7.1.10.6 Colocação da Etapa: Informa a colocação das empresas na etapa atual de acordo com o valor de suas ações negociadas na Bolsa de Valores.

Obs.: As empresas que sofrerem ataque especulativo e, consequentemente apresentar elevada volatilidade, a negociação de suas ações será momentaneamente encerrada pela bolsa de valores (stock_break).

7.2 Informações do relatório da empresa

Esse relatório apresenta a situação individual de cada empresa na etapa simulada. Este relatório é individualizado para cada empresa e contém informações específicas e confidenciais.

7.2.1 Decisões da empresa

Neste item, são transcritas as decisões tomadas pela empresa na etapa simulada, ou seja, ele apresenta os dados inseridos no lançador.

7.2.2 Gestão financeira

7.2.2.1 Saldos de aplicações e empréstimos

7.2.2.1.1 Aplicação (1): Saldo atualizado da Aplicação1 (quando houver).

7.2.2.1.2 Aplicação (2): Saldo atualizado da Aplicação2 (quando houver).

7.2.2.1.3 Empréstimo especial: Saldo atualizado do empréstimo tomado eventualmente.

7.2.2.1.4 Empréstimo normal: Saldo atualizado do empréstimo solicitado pela empresa.

7.2.2.1.5 Limite Empréstimo Normal: Limite máximo estabelecido pelo banco para o empréstimo normal

(ele pode variar em cada etapa, dependendo das condições financeiras da empresa).

7.2.2.2 Clientes e fornecedores

7.2.2.2.1 Valor a receber na etapa (X): Valor (em $) que a empresa tem a receber na etapa seguinte.

7.2.2.2.2 Valor a receber na etapa (X+1): Valor (em $) que a empresa tem a receber na etapa conseguinte.

7.2.2.2.3 Valor não recebido: É o valor que a empresa não recebe devido à inadimplência.

7.2.2.2.4 Taxa de inadimplência (%): percentual das vendas que deixaram de serem recebidas na etapa

e que acarretaram perdas à empresa. Quanto maior o prazo de recebimento, maior será o risco de não recebimento e, portanto, maior será a taxa de inadimplência.

7.2.2.2.5 Valor a pagar na etapa (X): valor provisionado que a empresa deve pagar aos fornecedores na

etapa seguinte. Devido aos prazos de pagamento estabelecidos na compra.

7.2.2.2.6 Valor a pagar na etapa (X+1): valor provisionado que a empresa deve pagar aos fornecedores

na etapa conseguinte. Devido aos prazos de pagamento estabelecidos na compra.

7.2.3 Gestão do caixa

7.2.3.1 Caixa Inicial: Valor do caixa inicial.

(+) Entradas

7.2.3.2 Recebimento de vendas e do Contas à Receber: Valor recebido pelas vendas à vista e pelo sistema de cobrança do contas a receber, descontada a inadimplência.

7.2.3.3 Resgate de Aplicações: saque ou retirada do valor aplicado nas aplicações 1 e/ou 2.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

7.2.3.4 Empréstimo Normal: Valor do empréstimo tomado.

7.2.3.5 Empréstimo Especial: Valor emprestado automaticamente pelo banco.

7.2.3.6 Desconto de Duplicatas: valor ($) recebido pelo desconto de duplicatas (já descontado os juros

pagos pela operação).

7.2.3.7 Juros de Antecipação de Pagamentos: valor ($) recebido dos juros relativos à antecipação de

títulos futuros a pagar.

(-) Saídas

7.2.3.8 Salários: valores pagos aos empregados operacionais, vendedores e administrativos na etapa

anterior (que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.9 Comissão: comissão paga aos vendedores referentes às vendas realizadas na etapa anterior.

(que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.10 Encargos sociais da demissão: valores pagos relativos à demissão dos funcionários (operacionais ou vendedores) na etapa anterior. (que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.11 Investimento em Marketing: valor do investimento em campanhas de Marketing na etapa anterior

(em U.M). (que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.12 Despesas Diversas: [Contas e Obrigações a pagar – (Comissão anterior + Marketing anterior +

Encargo Social de Demissão anterior + Treinamento anterior + Despesas de Armazenagem anterior)]. (que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.13 Despesas de Armazenagem: valor relativo às despesas de armazenagem na etapa anterior.

(que estavam provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.14 Fornecedores: valor pago aos Fornecedores.

7.2.3.15 Pagamento de Empréstimos: valor pago de empréstimos no momento de seus vencimentos

(Normal e Compulsório).

7.2.3.16 Antecipação de Pagamentos: pagamentos realizados para a antecipação de títulos a pagar

futuros, já descontados os juros correspondentes.

7.2.3.17 Juros Bancários: juros pagos pelos Empréstimos tomados.

7.2.3.18 Juros de descontos: juros pagos pelos descontos de duplicatas efetuados na etapa.

7.2.3.19 Treinamento: valor pago em treinamento na etapa anterior. (que estavam provisionados no

passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.20 Aplicações: valor aplicado nas Aplicações 1 e/ou 2 na etapa atual.

7.2.3.21 Tributos Diversos: referem-se aos Impostos sob as vendas da etapa anterior. (que estavam

provisionados no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.18 Participações: participação nos resultados paga na etapa anterior. (que estavam provisionados

no passivo do balanço patrimonial)

7.2.3.19 Aluguel: valor do aluguel utilizado na etapa atual.

7.2.3.20 Investimento em Ampliações: valor pago pelas Ampliações realizadas na etapa atual.

7.2.3.21 Pagamento de Dividendos: Ver item 9.4.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

7.2.3.22 Diversos: Valor positivo ou negativo inserido pelo professor (quando houver).

7.2.4 Gestão de materiais – (ESTOQUES)

7.2.4.1 Estoque Inicial: estoque inicial da empresa.

7.2.4.2 (+) Entradas: quantidade de produtos comprada pela empresa na etapa.

7.2.4.3 (+) Em trânsito: simula o atraso de entrega logístico (delay-time). O produto comprado na etapa

atual somente estará disponível no estoque na etapa subsequente.

7.2.4.4 (-) Saídas/Vendas: quantidade de produtos vendidos na etapa.

7.2.4.5 (-) Perdas: perdas de produtos perecíveis pela não comercialização.

7.2.4.6 (=) Estoque final: quantidade final (atual) do produto.

7.2.4.7 Custo Médio: Custo médio de aquisição do produto em estoque.

7.2.4.8 Saldo Final: valor contábil final de cada estoque de produtos.

7.2.4.9 Quantidade Não Atendida: quantidade de produtos não atendida pela empresa na etapa, por falta

de produtos.

7.2.4.10 Multa Por Não Atendimento: valor aplicado à empresa que não consegue atender a demanda do

mercado em determinado produto.

7.2.5 Gestão de recursos humanos

7.2.5.1 Funcionários Administrativos (nº.): quantidade de funcionários administrativos.

7.2.5.2 Empregados Operacionais (nº.): quantidade atual de empregados operacionais.

7.2.5.3 Vendedores (nº.): quantidade atual de vendedores.

7.2.5.4 Total de Funcionários (nº.): Número total de funcionários da empresa.

7.2.5.5 Qualificação – Operacionais (MRH): Consiste na capacidade MRH atual individual (qualificação)

de cada funcionário operacional da empresa.

7.2.5.6 Qualificação – Vendedores (MRH): Consiste na capacidade MRH atual individual (qualificação) de

cada vendedor da empresa.

7.2.5.7 Quantidade de Vendedores: Indica se a quantidade de vendedores está em falta, ótima ou em

excesso.

7.2.5.8 Política de Investimentos em RH: Indica o nível de investimento em RH realizado pela empresa.

(deve ser comparado com a média informada no relatório do mercado – item 7)

7.2.6 Gestão de instalações

7.2.6.1 Instalações Próprias (m 2 ): Valor em m 2 disponível para armazenar o estoque de produtos da empresa (área total da empresa). A metragem das instalações disponíveis é pré-definida nos dados iniciais do jogo. Poderá aumentar o m 2 se houver investimento em ampliação.

7.2.6.2 Capacidade Disponível (m 2 ): consiste no espaço (em m 2 ) disponível da empresa que podem ser

ocupados pelo trabalho dos funcionários operacionais.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

7.2.6.3 Instalações Necessárias (m 2 ): Valor em m 2 necessários para armazenar o estoque de produtos da

empresa. É calculado pela multiplicação do espaço utilizado pelo produto e a soma de seus estoques inicias e suas compras (entradas).

7.2.6.4 Aluguel: Valor em m 2 alugado automaticamente para suprir as necessidades de estocagem.

Somente ocorre quando a capacidade disponível ou as instalações próprias forem menores que as instalações necessárias.

7.2.7 Gestão de marketing

7.2.7.1 Marketing - média: média aritmética dos investimentos em campanhas de marketing realizadas

pelas empresas em cada produto na etapa.

7.2.7.2 Investimento em Marketing: quantidade de campanhas de marketing que foi investido pela empresa na etapa.

7.2.7.3 Mkt Share Anterior (%): participação do mercado que a empresa obteve na etapa anterior.

7.2.7.4 Mkt Share atual (%): participação que a empresa obteve na etapa atual.

7.2.7.5 Variação (%): variação, em percentual, calculada entre a participação de mercado anterior com a

participação de mercado na etapa atual. (%).

7.2.8 Taxa de Financiamento

7.2.8.1 Apresenta um quadro (descritivo e gráfico) que possibilita a comparação entre as taxas de

financiamento praticadas pela empresa e pelo mercado (média aritmética).

7.2.9 Quadro comparativo

7.2.9.1 Apresenta um quadro (descritivo e gráfico) que possibilita a comparação entre a participação do

mercado real da empresa e o seu respectivo mercado potencial (o que poderia ter sido alcançado).

mercado potencial (o que poderia ter sido alcançado). INDICADORES FINANCEIROS 8.1 - Índices Financeiros Para que

INDICADORES FINANCEIROS

8.1 - Índices Financeiros

Para que a simulação possa alcançar o máximo de realismo, respeitando os limites de uma atividade desta natureza, os resultados de cada etapa são apresentados nos relatórios contábeis/financeiros (Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício - DRE) e também por meio de alguns índices financeiros de liquidez, de estrutura patrimonial e de rentabilidade.

Índice financeiro: proporciona ao participante ter uma visão mais detalhada da Situação Econômica ou Financeira da organização.

No estudo da Análise das Demonstrações Financeiras, são utilizados os seguintes grupos de índices:

são utilizados os seguintes grupos de índices: I - Índices de Liquidez - medem a capacidade

I - Índices de Liquidez - medem a capacidade financeira da empresa em pagar seus compromissos.

II - Índices de Estrutura - indicam a segurança oferecida pela empresa aos seus credores que

representam o Capital Alheio, bem como revelam a sua política de obtenção de outros recursos e suas respectivas alocações.

III - Índices de Rentabilidade - interpretam o desempenho global da empresa, medindo a capacidade da

geração de lucros.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

8.1.1 Índices de Liquidez:

8.1.1.1 Liquidez Corrente: por meio deste índice, pode-se verificar a capacidade da empresa em honrar

os seus compromissos a curto prazo.

Liquidez Corrente (LC) = Ativo Circulante (AC) / Passivo Circulante (PC)

Indica o quanto que a empresa tem no Ativo Circulante para cada R$ 1,00 (um real) no Passivo Circulante. Quanto maior este índice, melhor para a empresa.

8.1.1.2 Liquidez Imediata: por meio deste índice, pode-se verificar a capacidade da empresa em honrar

imediatamente os seus compromissos.

Liquidez Imediata (LI) = Disponibilidades / Passivo Circulante (PC)

Indica quantos reais a empresa tem disponível para cada real de dívidas no Passivo Circulante. A Liquidez Imediata apresenta sempre um índice inferior à unidade, pois não é considerado normal a empresa manter um saldo disponível elevado visando a garantir pagamentos que vencerão ao longo do exercício seguinte.

8.1.1.3 Liquidez Seca: por meio deste índice, mede-se a capacidade da empresa em honrar os seus

compromissos a curto prazo, deduzindo-se o valor dos estoques. É um teste muito rigoroso para medir a capacidade de pagamentos da empresa.

Liquidez Seca (LS) = Ativo Circulante - Estoques / Passivo Circulante (PC)

Indica quantos reais a empresa possui, desconsiderando os estoques, no seu Ativo Circulante, para honrar os seus compromissos de curto prazo. Quanto maior este índice, melhor.

8.1.1.4 Liquidez Geral: por meio deste índice, pode-se verificar a capacidade da empresa em honrar os

seus compromissos tanto a curto prazo quanto a longo.

Obs.: Como esta simulação foi estruturada para que não houvessem compromissos de longo prazo, este índice não será utilizado.

8.1.2 Capital Circulante Líquido (CCL): representa a capacidade financeira da empresa a curto prazo. Se

ele for positivo, representa uma folga financeira da empresa a curto prazo.

Capital Circulante Líquido (CCL) = AC - PC

8.1.3 Índices de Estrutura Patrimonial: Os índices que compõem esse grupo (Estrutura dos Capitais)

procuram demonstrar a política de decisões financeiras da empresa, em termos de obtenção e aplicação

de recursos.

São eles:

a) Endividamento Geral (Grau de Endividamento)

b) Composição do Endividamento

c) Imobilização do Capital Próprio

d) Imobilização de Recursos Permanentes (Não-Correntes)

Durante a realização desta simulação, são utilizados apenas o primeiro índice, ou seja, o Grau de Endividamento. Este índice indica a dependência de recursos de terceiros (Passivo Circulante e Exigível) no financiamento do Ativo.

Grau de Endividamento (GE) = (Passivo Circulante + Exigível) / Ativo Total

8.1.4 Índices de Rentabilidade: mostram quanto o Capital investido rendeu, indicando assim qual a situação econômica da empresa. São índices de Rentabilidade:

a) Giro do Ativo

b) Margem Líquida

© WIDE Consultoria & Treinamento – Prof. Dr. Marcio Fedichina

20

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

c) Margem Bruta

d) Margem Operacional

e) Rentabilidade do Ativo

f) Rentabilidade do Patrimônio Líquido

Os Índices de Rentabilidade são de interesse dos Sócios (proprietários) que por meio deles verificam a remuneração dos Capital Aplicado. Também bancos e fornecedores têm interesse na Rentabilidade, porque medem a capacidade de pagamentos de dívidas assumidas. Utilizaremos, portanto, nesta simulação, os índices Giro do Ativo (GA) e Margem Líquida (ML).

- Giro do Ativo (GA): mede o volume de vendas em relação ao Investimento Total. Quanto maior este índice, melhor.

Giro do Ativo (GA) = Vendas Líquidas / Ativo Total

- Margem Líquida (ML): indica a lucratividade obtida pela empresa em função do seu faturamento líquido. Quanto maior for o índice, maior será a lucratividade da empresa, pois ele indica quanto a empresa ganhou em cada Real de Vendas Líquidas Realizadas.

Margem Líquida (ML)= Lucro Líquido / Vendas Líquidas

8.1.5 Rotação dos Estoques (RE): indica quantas vezes o Estoque é totalmente vendido, e novamente

adquirido.

Estoque Médio = (Estoque Inicial + Estoque Final) / 2

Rotação ou Giro do Estoque = CMV / Estoque Médio

8.1.6 Retorno sobre o Investimento (ROI): determina a capacidade da empresa em obter Lucros, com

seus Ativos. Quanto maior o ROI, melhor para a empresa.

ROI = Margem Líquida X Giro do Ativo , ou

ROI = Lucro Líquido após o IR / Ativo Total

8.1.7 EBITDA: consiste na sigla em inglês para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and

Amortization, que traduzido literalmente para o português significa Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (Lajida). Este índice representa a geração operacional de caixa da empresa, refletindo o quanto a empresa gera de recursos apenas em sua atividade principal, sem levar em consideração os efeitos financeiros (qualidade do crédito tomado e rentabilidade de investimentos financeiros) e de impostos (aspectos regulatórios e enquadramentos tributários). É um importante indicador para avaliar a qualidade operacional da empresa.

EBITDA = Lucro Bruto antes do IRPJ – Despesas Operacionais (excluindo-se destas a depreciação e as amortizações do período)

O cálculo do EBITDA se resume ao Lucro Operacional Líquido antes dos impostos e somam-se os juros,

a depreciação e a amortização. Dessa maneira, é possível avaliar o lucro referente apenas ao negócio, descontando qualquer ganho financeiro que a empresa possa ter gerado no período.

8.1.8 Outros tipos de análise*:

8.1.8.1 Análise Horizontal (AH): A Análise Horizontal (de evolução) das Demonstrações Contábeis, visa a

mostrar a evolução de cada conta (ou grupo de contas) em determinado período de tempos consecutivos. O objetivo da Análise Horizontal é conhecer a evolução das Contas Patrimoniais ou de Resultado em determinados períodos. Ela indica a evolução das contas relacionadas nas demonstrações, efetuando comparações entre si, facilitando o acompanhamento de cada item, em relação a um período anterior.

8.1.8.2 Análise Vertical (AV): A Análise Vertical (análise de estrutura) das Demonstrações Contábeis

corresponde ao estudo das alterações das composições dos elementos Patrimoniais, Ativo, Passivo e

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

Patrimônio Líquido. A Análise Vertical indica a participação de cada conta no conjunto total, sem levar em consideração o efeito da inflação, já que a análise é feita em cima das Demonstrações no final do exercício. Ela indica a importância de cada conta em relação à Demonstração Financeira em que a mesma figure, por meio da comparação, permitindo identificar os itens cujas proporções estejam fora do normal.

Obs.: * estes dois tipos de análise não constarão nos relatórios. No entanto, é permitida às empresas a sua elaboração.

No entanto, é permitida às empresas a sua elaboração. CÁLCULOS DIVERSOS 9.1 - MRH – Capacidade

CÁLCULOS DIVERSOS

9.1 - MRH – Capacidade Operacional (MRH-CO)

DIVERSOS 9.1 - MRH – Capacidade Operacional (MRH-CO) Este indicador resulta da análise da capacidade de

Este indicador resulta da análise da capacidade de trabalho dos funcionários operacionais da empresa, em relação à sua qualificação (MRH) e às horas extras. O seu resultado (medido em m 2 ocupados de trabalho) é disponibilizado no item 5-Gestão de Instalações – Capacidade Operacional, do Relatório da Empresa e servirá como uma das referências para o cálculo da necessidade ou não de aluguel.

Fórmula de cálculo:

MRH-CO = {[(MRH Atual * Qtde Operacionais) + (MRH Inicial * Qtde Oper. Admitidos)] * Hora-extra Operacional} + [(Operac. Demitidos + Operac. Demissionários) * MRH Atual * 0,5]

Obs.: A Capacidade Operacional (em m 2 ) é calculada automaticamente pelo sistema e está descrita no item “Capacidade Operacional”, na Gestão de Instalações, constante no Relatório da Empresa.

9.2 – MRH – Capacidade de Vendas (MRH-CV)

Este indicador resulta da análise da capacidade de trabalho dos vendedores da empresa, em relação à sua qualificação (MRH) e às horas extras. O seu resultado servirá como base para comparar a capacidade de vendas com a necessidade de vendas (de acordo com os produtos a serem vendidos pela empresa). Ele é disponibilizado, de maneira conceitual, no item 4-Gestão de Recursos Humanos, do Relatório da Empresa – Quantidade de Vendedores.

Fórmula de cálculo:

MRH-CV = {[(MRH Atual * Qtde Vendedores) + (MRH Inicial * Qtde Vendedores Admitidos)] * Hora-extra Vendedor} + [(Vendedores Demitidos + Vendedores Demissionários) * MRH Atual * 0,5]

9.3 – Prestações a Pagar / Receber

O cálculo das prestações uniformes a pagar e a receber segue a formulação financeira dos juros compostos antecipados da seguinte maneira:

A = PV *

[(1 + i) n * i ] [(1 + i) n – 1] * (1 + i)

Onde:

A = Valor de cada prestação (antecipada)

PV = Valor presente (preço à vista)

n = Condição de pagamento/recebimento i = Taxa de financiamento.

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

9.4 – Pagamento de Dividendos

No início de cada exercício fiscal (ao final de 4 trimestres) realiza-se o pagamento de dividendos aos acionistas e a apropriação do resultado no Capital Social da empresa.

Cálculo: Após o término do 4º.Trimestre de cada ano de gestão, o valor apurado do Lucro Acumulado é calculado na proporção de 20% para ser distribuído aos acionistas e os 80% restantes são incorporados ao Capital Social da empresa.

9.5 – Salários e Encargos Sociais

Salários:

- Administrativos: calcula-se 2,5 vezes o salário individual dos empregados operacionais.

- Operacionais e Vendedores: {[(Valor do Salário dos Operacionais * Operacionais Atuais) + Hora-Extra% Operacional] + [(Valor do Salário dos Vendedores * Vendedores Atuais) +Hora-Extra% Vendedor]}

Encargos Sociais:

- Operacionais e Vendedores: {[(Valor do Salário dos Operacionais * Operacionais Demitidos * 1,5) + (Valor do Salário dos Vendedores * Vendedores Demitidos * 1,5)] + [(Valor do Salário dos Operacionais * Operacionais Demissionários * 0,5) + (Valor do Salário dos Vendedores * Vendedores Demissionários *

0,5)]}

9.6 - Instalações Necessárias (IN)

IN = Soma do Estoque Inicial e das Entradas de todos os produtos, multiplicada pela área respectiva de ocupação de cada um deles (ver tabela 4.3 – item Ocupação em m 2 ).

9.7 – Multa por não atendimento

Se acontecer do Mercado Consumidor desejar comprar mais produtos do que a empresa possa oferecer (estoques insuficientes), esta será penalizada e pagará uma multa para suprir eventuais prejuízos pela perda da venda. Esta perda não será somente relativa ao ganho perdido com o produto não vendido, mas também será relativa à provável perda do próprio cliente que irá comprar o produto no concorrente.

O cálculo será da seguinte forma: "X" % do resultado da multiplicação entre a quantidade não

atendida e o seu preço de custo médio aferido no estoque.

9.8 – Despesa de Armazenagem (DA)

Será calculada a taxa de x% do saldo final do estoque de todos os cinco produtos no período considerado.

9.9 - Investimentos em Campanhas de Marketing

O sistema calculará o investimento total em Campanhas de Marketing na etapa e o multiplicará pelo

valor da UM (Unidade Mercadológica) vigente. Este valor é fornecido no Jornal.

Obs.: O valor de investimento em Campanhas de Marketing na etapa consta no Demonstrativo de Resultado do Exercício e integra a conta “Despesas Gerais e Administrativas”.

9.10 - Aplicações e Empréstimo Normal

Cada empresa pode aplicar as suas sobras de caixa no mercado financeiro. Será possível realizar dois tipos de aplicações:

Aplicação 1: esta modalidade de investimento é similar à poupança, ou seja, a empresa poderá investir qualquer quantia por um período mínimo de carência de 01 (uma) etapa, podendo sacá-la a qualquer

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial) WSE 5.0 WEB

Laboratório de Gestão Simulada (Simulação Empresarial)

WSE 5.0 WEB

momento. Se a empresa não necessitar do capital investido nesta aplicação, o seu saldo final de cada etapa será corrigido automaticamente pelo sistema bancário. Os juros pagos ao investidor serão definidos pelo professor.

Aplicação 2: esta modalidade de investimento funcionará da seguinte maneira: o investidor estipulará uma quantia a ser aplicada e um prazo para ser resgatado. O montante investido, bem como os juros decorrentes do período, somente será sacado no vencimento da aplicação. Os juros pagos ao investidor serão definidos pelo professor.

Empréstimo Normal: a empresa poderá, caso seja detectada a necessidade, solicitar um empréstimo ao Banco Comercial por um prazo determinado. O limite máximo do valor do empréstimo normal a ser disponibilizado é calculado em 80% sobre o Capital Circulante Líquido (CCL) diminuído dos valores já emprestados. Os juros pagos ao credor serão definidos pelo professor.

9.11 - Empréstimo Especial e Juros

Sempre que o caixa da empresa ficar com um valor negativo no final de cada etapa, o sistema irá gerar automaticamente um empréstimo especial para saldar seus compromissos (que poderá também ser denominado por Cheque Especial ou Conta Garantida). O valor do empréstimo será suficiente para cobrir as pendências do caixa e será financiado em valores múltiplos de um determinado valor fornecido pelo professor, com a duração de apenas um período.

No período seguinte, a empresa deverá pagar o empréstimo tomado no período anterior e pagar "X" % de juros que serão definidos pelo professor.

Se após aquele período, o caixa ainda se mantiver negativo, outro empréstimo especial será realizado, de acordo com as regras estipuladas anteriormente.

Obs.: Para evitar que o caixa fique negativo, a empresa poderá optar pelo empréstimo normal. A diferença entre o empréstimo normal e o especial é que os juros do último sempre serão maiores do que o primeiro.

9.12 – Bolsa de Valores

Todas as empresas participantes constituem organizações de capital aberto com as ações negociadas na Bolsa de Valores. Para se apurar o valor (em $) do lote de 1000 ações da empresa, foi desenvolvido um índice que procura classificar e pontuar proporcionalmente uma cesta de resultados de desempenho apresentados pelas empresas em cada etapa. Esta cesta de resultados é composta pelos seguintes indicadores:

- Retorno sobre o Investimento – ROI

- Participação de Mercado – market-share

- Liquidez Corrente

- Grau de Endividamento

- Rotação de Estoque

Corrente - Grau de Endividamento - Rotação de Estoque © WIDE Consultoria & Treinamento – Prof.