Você está na página 1de 20

PADRONIZAÇÃO

P-11.002
Estruturas para Montagem de Redes Aéreas de Distribuição Urbana
Secundária com Cabos Multiplexados
Macroprocesso: Expansão
Versão: 00
Início de Vigência: 05-12-2016

Origem: Divisão de Engenharia de Distribuição

Usuários: Divisão de Engenharia da Distribuição, Gerências Regionais, Fornecedores.

SUMÁRIO

1 OBJETIVO .................................................................................................................... 1
2 DOCUMENTOS COMPLEMENTARES ........................................................................ 1
3 DEFINIÇÕES ................................................................................................................ 2
4 CONDIÇÕES GERAIS .................................................................................................. 2
5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS ........................................................................................ 4
6 VIGÊNCIA ................................................................................................................... 20

1 OBJETIVO

Esta padronização estabelece as diretrizes de instalação das estruturas básicas de


montagem de redes aéreas de distribuição trifásicas, nas tensões secundárias de 127/220 V
e 220/380 V, com emprego de cabos multiplexados, na área de concessão da Companhia
Estadual de Distribuição de Energia Elétrica – CEEE-D.

2 DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

Constituem complemento desta padronização as seguintes normas:

a) CEEE-D - P-81.001 Materiais para redes aéreas de distribuição;


b) CEEE-D - P-81.006 Materiais para redes aéreas de distribuição especiais para orla
marítima;
c) CEEE-D - PTD-00.005 Ferramentas e equipamentos das equipes das gerências
regionais;
d) CEEE-D - IT-81.002 Elaboração de Projetos de Redes Aéreas de Distribuição Rurais;
e) CEEE-D - NTD-00.001 Elaboração de Projetos de Redes Aéreas de Distribuição
Urbanas;
f) CEEE-D - NTD-00.060 Conexões em redes aéreas de distribuição;
g) CEEE-D - TTD-00.001 Termos relacionados com projeto e construção de linhas e redes
aéreas de distribuição;
h) CEEE-D - TTD-00.003 Termos relacionados com materiais e equipamentos utilizados
em linhas e redes aéreas de distribuição;
i) NR-10 Segurança em instalações e serviços em eletricidade;
j) ABNT NBR 5101 Iluminação pública - Procedimento;
k) ABNT NBR 5460 Sistemas elétricos de potência - Terminologia;
l) ABNT NBR 15688 Redes de distribuição aérea de energia elétrica com condutores nus;
m) CEEE-D - Manual do Eletricista.

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 2/20

3 DEFINIÇÕES

Os termos utilizados nesta padronização estão definidos nas normas TTD-00.001 e


TTD-00.003.

4 CONDIÇÕES GERAIS

4.1 A montagem das estruturas definidas nesta padronização deve ser de acordo com as
figuras e às exigências que constam nas respectivas tabelas. Os detalhes que não
constam nos desenhos podem ser definidos conforme ABNT NBR 15688.
4.2 A escolha das conexões empregadas nesta padronização devem obedecer aos
critérios definidos na norma NTD-00.060.
4.3 Neste padrão são apresentadas apenas estruturas secundárias. As estruturas
primárias são definidas em padronização específica.
4.4 Para conexão dos condutores de ramal de ligação e do conjunto de iluminação pública
(condutores de cobre de 1,5 mm) nas fases e no neutro da rede secundária isolada,
devem ser usados os conectores perfurantes (aplicados nos rabichos de ligação), de
acordo com a seguinte tabela:
Condutores
Código CEEE-D
Tronco(mm²) Derivação(mm²)
52328457 16 - 70 6 - 35
52328465 35 - 120 35 - 120
52328571 10 - 70 1,5 - 10

4.5 As listas de materiais para cada estrutura padronizada estão codificadas de acordo
com o tipo de poste a ser empregado. A codificação segue o seguinte formato:
C – Poste de concreto tronco-cônico;
DT – Poste de concreto tipo Duplo T.
4.6 Para postes de madeira (M) seguir a lista de material equivalente para postes duplo T
(DT). Para postes poliméricos (V), seguir lista de materiais para postes de concreto
tronco-cônico (C).
4.7 As redes secundárias devem ser construídas com condutores multiplexados com
neutro isolado, conforme bitolas definidas nas instruções de projetos NTD-00.001 e na
IT 81.002.
4.8 Nos finais de rede deve ser previsto sobra de cabo suficiente para instalação do
aterramento temporário, conforme procedimento estabelecido no manual do eletricista.
4.9 Todas as pontas dos cabos isolados fases e neutro (fins de linha, jumpers,
cruzamentos aéreos, ligação de clientes, rabichos de ligação etc.) devem ser vedadas
com capuzes elastoméricos adequados a cada seção ou fita autofusão recoberta com
fita isolante de PVC para 90°C.
4.10 Quando retirado o conector perfurante ou conector cunha, a isolação do cabo deve ser
recomposta de forma a manter a isolação e a proteção contra penetração de umidade
no cabo.
4.11 Em todos os pontos onde se realizar a abertura da isolação para conexões como
também nas pontas, deve-se recompor a isolação utilizando os materiais pertinentes.
4.12 Os ramais de ligação devem ser conectados através de rabichos, os quais serão
confeccionados com sobras de condutores isolados multiplexados com comprimento de
VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA
P-11.002 - Versão 00 Página 3/20

600mm e seção idêntica à do condutor fase da rede. Exceto em redes de seção maior
que 70mm², onde os rabichos devem ser confeccionados com sobras de cabos
isolados multiplexados de seção igual 70mm².
4.13 A nomenclatura da rede secundária segue o critério da letra S (secundária) seguida por
três dígitos, indicando o número de armações de um estribo, o número de armações de
dois estribos e a função da estrutura (função 1- tangente, 2- ângulo, 3- fim de linha ou
4- dupla ancoragem).
4.14 Para os casos de derivação, acrescentou-se aos nomes das estruturas básicas a
sigla D para derivação simples, a sigla DO, para o caso de derivação oposta, e a sigla
DD para o caso de derivação dupla.
4.15 Para a estrutura secundária de ancoragem dos ramais de ligação, usada no lado
oposto da estrutura básica, adota-se a sigla S1 de forma independente da estrutura.
4.16 A nomenclatura utilizada nas redes secundárias está representada na figura 01.
Figura 01 – Identificação das estruturas de rede secundária
“S” - IDENTIFICAÇÃO QUANT. DE ARMAÇÕES QUANT. DE ARMAÇÕES
ESTRUT. SECUNDÁRIA SECUND. 01 ESTRIBO SECUND. 02 ESTRIBOS

1° SIGLA 2° SIGLA 3° SIGLA 4° SIGLA 5° SIGLA

IDENT. TIPO DE ESTRUTURA IDENT. TIPO DE DERIVAÇÃO


“1” - ALINHAMENTO “D” - DERIVAÇÃO SIMPLES
“2” - ÂNGULO “DO” - DERIVAÇÃO OPOSTA
“3” - FIM DE LINHA “DD” – DERIVAÇÃO DUPLA
“4” - DUPLA ANCORAGEM

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 4/20

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS
5.1 Rede secundária em alinhamento
5.6.2
5.3.4

5.6.8 5.5.18

LISTA DE MATERIAIS S011-S1

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 3 3 Isolador tipo roldana


5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 1 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.2 1 1 Armação secundária de um estribo
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 5/20

5.2 Rede secundária em ângulo

5.6.2
5.3.4

5.6.8 5.5.18

máx 15º

máx 15º

LISTA DE MATERIAIS S012-S1

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 3 3 Isolador tipo roldana


5.5.18 1,5 1,5 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 1 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.2 1 1 Armação secundária de um estribo
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 6/20

5.3 Rede secundária em fim de linha

5.6.2
5.3.4

5.5.5*
5.5.18

5.6.8
N A B C
Aterramento

N ABC
LISTA DE MATERIAIS S013-S1

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 3 3 Isolador tipo roldana


5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 1 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.2 1 1 Armação secundária de um estribo
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 7/20

5.4 Rede secundária em alinhamento com derivação do mesmo lado

5.6.2
5.3.4

5.5.5*

5.6.8 5.5.18

5.4.7

LISTA DE MATERIAIS S011D-S1

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 4 4 Isolador tipo roldana


5.4.7 4 4 Conector tipo perfurante
5.5.5* 1 1 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 1 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.2 1 1 Armação secundária de um estribo
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 8/20

5.5 Rede secundária em alinhamento com derivação do lado oposto

5.6.2
5.6.8

5.3.4

5.5.18

5.4.7 5.5.18

5.5.5*

LISTA DE MATERIAIS S021DO

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 4 4 Isolador tipo roldana


5.4.7 4 4 Conector tipo perfurante
5.5.5* 1 1 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 2 2 Armação secundária de dois estribos
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 9/20

5.6 Rede secundária com ancoragem dos dois lados e derivação

5.6.2 5.6.8
5.3.4

5.4.7

5.5.5 5.5.18

LISTA DE MATERIAIS S504D


QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais C DT

5.3.4 5 5 Isolador tipo roldana


5.4.7 4 4 Conector tipo perfurante
5.5.5* 3 3 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 5 1 Armação secundária de um estribo
5.6.2 - 2 Armação secundária de dois estribos
5.6.4 - 1 Arruela Quadrada
5.6.8 3 - Cinta
5.6.20 - 3 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006.

OBS: Em postes de madeira ou concreto tipo Duplo T, esta estrutura será chamada de
S124D

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 10/20

5.7 Rede secundária com derivação 90°

5.6.2 5.6.8
5.3.4

5.5.18

LISTA DE MATERIAIS S304-S1

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
Padrão de
Materiais
C DT

5.3.4 3 3 Isolador tipo roldana


5.5.5* 2 2 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 3 1 Armação secundária de um estribo
5.6.2 - 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.4 - 1 Arruela Quadrada
5.6.8 3 - Cinta
5.6.20 - 3 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006.
OBS: Em postes de madeira ou concreto tipo Duplo T, esta estrutura será chamada de
S114-S1

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 11/20

5.8 Final de dois circuitos em alinhamento

5.6.8

5.3.4

5.5.5

5.4.7
Terra
C BA ABC
LISTA DE MATERIAIS S024

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.3.4 4 4 Isolador tipo roldana


5.4.7 1 1 Conector tipo perfurante
5.5.5* 2 2 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 2 2 Armação secundária de dois estribos
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006.

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 12/20

5.9 Extensão de rede secundária multiplexada

5.6.8

5.3.4

5.5.5*

Fita Isolante

5.4.7

Capuz do conector

LISTA DE MATERIAIS S024

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.3.4 4 4 Isolador tipo roldana


5.4.7 4 4 Conector tipo perfurante
5.5.5* 2 2 Alça pré-formada de serviço
5.5.18 2 2 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 2 2 Armação secundária de dois estribos
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 13/20

5.10 Extensão de rede secundária multiplexada a partir de rede nua

5.6.8
5.3.4
N
5.5.5*

5.4.8

LISTA DE MATERIAIS S034

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.3.4 6 6 Isolador tipo roldana


5.4.8 4 4 Conector tipo cunha
5.5.5* 1 1 Alça pré-formada de serviço
5.5.2 4 4 Alça pré-formada para CA e CAA
5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 3 3 Armação secundária de dois estribos
5.6.8 4 - Cinta
5.6.20 - 4 Parafuso de cabeça quadrada
* Material da padronização P-81.006.

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 14/20

5.11 Estrutura de rede secundária para transformador

5.10.18
5.4.7 5.4.8

C B A N N A B C

LISTA DE MATERIAIS S011

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.6 4 4 Condutor de cobre isolado PE/XLPE – 0,6/1,0 kV


5.3.4 2 2 Isolador tipo roldana
5.4.8 4 4 Conector tipo cunha
5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.6.2 1 1 Armação secundária de dois estribos
5.6.8 2 - Cinta
5.6.20 - 2 Parafuso de cabeça quadrada
5.10.18 3 3 Para-raios de distribuição de baixa tensão

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 15/20

5.12 Cruzamento de rede secundária multiplexada com rede nua

5.4.7

5.4.8

5.11.18

LISTA DE MATERIAIS CRUZAMENTO REDE MULTIPLEXADA COM REDE NUA

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.5a 1 1 Condutor de alumínio multiplexado


5.4.7 4 4 Conector tipo perfurante
5.4.8 4 4 Conector tipo cunha
5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.11.18 1 1 Espaçador para rede secundária

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 16/20

5.13 Cruzamento de rede secundária multiplexada

5.2.6
5.5.18

5.4.7

LISTA DE MATERIAIS CRUZAMENTO REDE

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.5a 1 1 Condutor de alumínio multiplexado


5.4.7 8 8 Conector tipo perfurante
5.5.18 1 1 Fio de alumínio coberto para amarração
5.2.6 1 1 Fio de cobre isolado

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 17/20

5.14 Rabicho em rede secundária multiplexada

5.4.7

C B A N N A B C

LISTA DE MATERIAIS PARA RABICHOS PARA LIGAÇÃO DE RAMAIS

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.5a 2 2 Condutor de alumínio multiplexado


5.4.7 8 8 Conector tipo perfurante

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 18/20

5.15 Aterramento ao final da rede secundária

5.4.7

N A B C

CBA N

5.2.3

1,0m
0,5m

5.6.13

LISTA DE MATERIAIS PARA RABICHOS PARA LIGAÇÃO DE RAMAIS

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.3 1,5 1,5 Condutor de cobre nu 6AWG


5.4.7 8 8 Conector tipo perfurante

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 19/20

5.16 Aterramento ao longo da rede secundária

5.4.7

C B A N N A B C

Terra

LISTA DE MATERIAIS PARA RABICHOS PARA LIGAÇÃO DE RAMAIS

QUANTIDADE DESCRIÇÃO
PADRÃO DE
MATERIAIS
C DT

5.2.5a 2 2 Condutor de alumínio multiplexado


5.4.7 8 8 Conector tipo perfurante
5.2.3 1,5 1,5 Condutor de cobre nu 6AWG

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA


P-11.002 - Versão 00 Página 20/20

6 VIGÊNCIA E APROVAÇÃO

6.1 Esta padronização substitui a PTD-00.002 e passa a vigorar a partir 05-12-2016.


6.2 Responsáveis pela elaboração desta versão da padronização:
Nome Órgão
Fabiano Brandão dos santos DED/DPCD
Gutter Da Rodda DED/DPCD
Matheus Martins DED/DPCD

6.3 Esta padronização foi aprovada por:

Sérgio Fabbrin Appel


Chefe da Divisão de Engenharia de Distribuição

EM:___/___/___

Documento original contido no EI nº 46572/2006.

Controle de revisões
Versão Início da vigência Código Elaborador Descrição das alterações
Versão anterior: PTD-00.002.
Revisão geral para adequação
00 05-12-2016 P-81.002 DPCD/DED ao IBA.
Exclusão dos conectores 4
saídas.

VÁLIDO SOMENTE PARA VISUALIZAÇÃO EM TELA

Você também pode gostar