Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO

DE LETRAS – IL
DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO-LET PROGRAMA
DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DA TRADUÇÃO

Nome da disciplina Nome do professor


Tradução e Semiótica Helena Santiago Vigata
Local: Sala 3 do Módulo 7 helena.santiago.vigata@gmail.com
Código da disciplina Período Dia Horário
395030 2019/2 Quinta-feira 08h-11h40

Ementa:

Panorama do pensamento e escolas de semiótica do séc. XX e XXI e suas relações com a


tradução.

Objetivos:

 Introduzir o pensamento de diversos autores de diferentes escolas semióticas;


 Estudar as correntes contemporâneas da tradução intersemiótica;
 Estimular um olhar semiótico sobre problemas da Tradução.
Conteúdo programático:

Introdução ao pensamento semiótico. Escolas de semiótica. Semiótica como abordagem e


semiótica como método. A semiótica de Charles Sanders Peirce. Classificação dos signos.
Semiose. Analogia e tradução. Tradução como abdução. Tradução intersemiótica.
Metodologia:

Haverá aulas teóricas, seminários, discussão coletiva de textos, extração e definição de


conceitos-chave e atividades práticas voltadas para dedicar um olhar semiótico sobre a
tradução.

A disciplina será dividida em duas grandes fases:

-Fase 1: seminários.
Apresentação de um texto da disciplina. Os textos são bastante densos e requerem várias
leituras e consultas para atingir uma boa compreensão. Portanto, não deixem para última
hora! A turma deve poder confiar em sua apresentação.

Como muitos dos textos estão em inglês e espanhol, dois dias antes da apresentação,
deve-se enviar o arquivo da apresentação em português para a turma e para os intérpretes
de Libras, incluindo os conceitos chave que foram extraídos do texto com a definição
apresentada pelo/a autor/a.

-Fase 2: pesquisas
Apresentação de um exercício de pesquisa inspirado em um texto de referência escolhido.
O formato da apresentação será livre, só deve ficar claro qual foi o referencial teórico
utilizado e o exercício de pesquisa desenvolvido.

Avaliação:

Ao longo do semestre, será avaliada a participação nas discussões mantidas durante as


aulas (10%), a clareza e profundidade da apresentação do seminário (40%) e a capacidade
de realizar uma pesquisa semiótica voltada para a tradução (50%).
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO
DE LETRAS – IL
DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO-LET PROGRAMA
DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DA TRADUÇÃO

Bibliografia:

CASTAÑARES BURCIO, Wenceslao. La orientación semiótica. In: Wenceslao Castañares


Burcio. De la interpretación a la lectura. Madrid: Iberediciones, 1994, p. 117-155.

ECO, Umberto. Tratado geral de Semiótica. 5.a ed. São Paulo: Perspectiva, 2016.

FERRAZ, Expedito Jr. O conceito peirceano de metáfora e suas interpretações:


limites do verbocentrismo. Estudos semióticos, Vol. 7, N. 2, p. 70-78, 2011.

GORLÉE, Dinda L. Equivalence, translation, and the role of the translator. In: GORLÉE,
Dinda L. Semiotics and the problem of translation: with special reference to the
semiotics of Charles S. Peirce. Amsterdã – Atlanta: Rodopi, 1994, p. 169-195.

______. From Translation to Transduction: The Glassy Essence of Intersemiosis.


Tartu: University of Tartu, 2015.

______. ¡Eureka! La traducción como un descubrimiento pragmático. Traducción de


Carmen Llamas. Anuario Filosófico, 29, p. 1.395-1.411, 1996.

JOSEPH, Tatiana Wonsik Recompenza. Entre a dança e a língua de sinais, a caixa


mágica da criação: Possibilidades Interativas de Dança Com Surdos e Ouvintes. / Tatiana
Wonsik Recompenza Joseph. – Campinas, SP: [s.n.], 2010.

PLAZA, Julio. Tradução intersemiótica como transcriação de formas. In: Julio Plaza.
Tradução intersemiótica. 2.a ed. São Paulo: Perspectiva, 2016, p. 71-204.

______. Por uma tipologia das traduções. In: Julio Plaza. Tradução intersemiótica. 2.a
ed. São Paulo: Perspectiva, 2016, p. 89-94.

______. Oficina de signos: traduções intersemióticas e leituras. In: Julio Plaza. Tradução
intersemiótica. 2.a ed. São Paulo: Perspectiva, 2016, p. 95-204.

PEIRCE, Charles S. Semiótica (3ª ed.). Tradução de José Teixeira Coelho Neto. São Paulo:
Perspectiva, 1999.

QUEIROZ, João; AGUIAR, Daniella. C. S. Peirce and Intersemiotic Translation. In: P.


Trifonas (Ed.). International Handbook of Semiotics. Berlin: Springer, p. 201-215,
2015.

SANTAELLA, Lúcia. O que é semiótica? Volume 103. Coleção Primeiros Passos. Editora
Brasiliense, 1983.

THELLEFSEN, Torkild Leo. Semiotics of Terminology: A Semiotic Knowledge Profile. SEED


Journal: Semiotics, Evolution, Energy, Development. Vol. 3, N. 2, p. 80-93, 2003.

Cronograma de aulas
05/set Apresentação da disciplina e dos interesses da turma. Definição dos seminários.

Discussão do texto “O que é semiótica”, de Lúcia Santaella. (todo mundo).


12/set Visão panorâmica das escolas semióticas.
19/set Seminário 1: “La orientación semiótica”. Victor.
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO
DE LETRAS – IL
DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E TRADUÇÃO-LET PROGRAMA
DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DA TRADUÇÃO

26/set Semana universitária


03/out Atividade virtual: preparação do universo que pretendem pesquisar.
Seminário 2: “Equivalence, translation, and the role of the translator”.
10/out Ricardo.
17/out Seminário 3: “C. S. Peirce and Intersemiotic Translation”. Egon, Victória, Débora.

Seminário 4: Entre a dança e a língua de sinais (...) – Cap. 6.


Marcos, Rodrigo, Rogério, Ivonne, Leandro, Francisca.
Rodrigo, Ivonne, Marcos, Leandro, Francisca, Rogério.
Seminário 5: “O conceito peirceano de metáfora e suas interpretações:
24/out limites do verbocentrismo”. Dennys.
Seminário 6: “Tradução intersemiótica como transcriação de formas”.
31/out Guilherme, Natascya.
07/nov Seminário 7: “Semiotics of Terminology: A Semiotic Knowledge Profile”. Ícaro
14/nov Início fase 2: Pesquisas Natasya, Guilherme, Vitória, Ricardo.
21/nov Pesquisas Egon, Débora, Dennys.
28/nov Não haverá aula. Congresso SP
05/dez Pesquisas Rodrigo, Marcos Paulo, Rogério.
12/dez Pesquisas Leandro, Ivonne, Francisca.

Você também pode gostar