Você está na página 1de 20

Resssonância Magnética Nuclear

Prof. MSc. Alcidênio Pessoa


Aplicações

• Determinação estrutural
• Estudo de proteínas
• Estudo de interações intermoleculares
• Medidas de difusão
• Imagens por RMN
• Estudo das propriedades dos polímeros
• Indústria de Alimentos
• Indústria Petroquímica
• Arqueologia
• ...
Dipolo magnético

Os ímãs são dipolos, ou seja, tem dois polos.

Os polos elétricos - positivo e


negativo - podem ser
separados ao passo que os
polos magnéticos - norte e sul
- estão sempre presentes no
mesmo corpo, nunca podendo
ser separados
Spin nuclear
• Alguns núcleos (mas não todos), tais como 1H, 13C, 19F, 31P têm spin
nuclear.
• Uma carga giratória cria um momento magnético, de forma que estes
núcleos podem ser pensados como pequenos imãs.
Campo magnético externo

Se colocarmos esses núcleos em um campo magnético, eles podem


alinhar com ou contra o campo, girando no sentido horário ou
anti-horário.
Campo magnético externo
No alinhamento com o campo magnético (chamado ) a energia é
mais baixa do que contra o campo magnético (chamado ).
Campo magnético externo

Os campos magnéticos dos núcleos


irá alinhar tanto com o campo externo,
ou contra o campo.

Um fóton com a quantidade certa de energia pode ser absorvida


e fazer o próton passar do estado  para o estado .
E e o campo magnético
A diferença de energia é proporcional a força do campo magnético
aplicado.

Δ =ℎ =ℎ ou =
2 2
Onde:
• h  constante de Planck.
•   frequência.
•   razão giromagnética.
• B0  força do campo magnético.
E e o campo magnético

• A razão giromagnética ( ) é uma constante para cada núcleo


(26753 s-1gauss-1 para o 1H).
• Em um campo de 14,092 gauss, uma onda de 60 Mhz é
necessária para girar um próton.
• Essa energia é baixa e se encontra na região de radiofrequência
(RF).
Blindagem magnética

• Se todos os prótons absorvessem a mesma quantidade de


energia num determinado campo magnético, não teríamos tanta
informação para ser pode ser obtida.

• Mas prótons estão rodeados por elétrons que os protegem


contra o campo externo.

• Esses elétrons criam um campo magnético induzido, que se opõe


ao campo magnético externo.
Prótons blindados
A intensidade do campo magnético deve ser aumentada para um
próton blindado inverter com a mesma frequência.
Prótons em uma molécula
Dependendo do seu ambiente químico, prótons numa molécula são
protegidos (blindados) com diferentes intensidades.
Os sinais de RMN

• O número de sinais mostra quantos tipos diferentes de prótons


estão presentes.
• A localização dos sinais mostra como o próton é protegido ou
desprotegido.
• A intensidade do sinal mostra o número de prótons do mesmo
tipo.
• O desdobramento do sinal mostra o número de prótons dos
átomos adjacentes.
O espectrômetro de RMN
O gráfico de RMN
Condição de Ressonância

= CH3CH2OH
2

Befetivo  B0   B0
9.0 8.5 8.0 7.5 7.0 6.5 6.0 5.5 5.0 4.5 4.0 3.5 3.0 2.5 2.0 1.5 1.0 0.5


 1   B0
2
= constante de blindagem
(densidade eletrônica e estrutura molecular)
Equivalência química
Quantos sinais no espectro de RMN de 1H são originados pelas
moléculas abaixo?

CH3

1 3 5 2 4

Você também pode gostar