Você está na página 1de 2

DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR

Guilherme Rocha

PRINCÍPIOS & LEI PROCESSUAL PENAL MILITAR NO ESPAÇO

1. Aplicação dos Princípios do Direito Processual Penal Comum ao Direito Processual Penal Militar;

2. Princípios da Territorialidade & da Extraterritorialidade (CPPM, art. 4º).

LEI PROCESSUAL PENAL MILITAR NO TEMPO

1. Regra Geral: Princípio da Imediatidade, da Aplicação Imediata ou do Tempus Regit Actum (CPPM, art.
5º):

1.1. Aplicação aos Processos Novos e aos em Andamento;


1.2. Inaplicação aos Processos Findos.

2. Exceções (Princípios da Extratividade Benévola & Não Extratividade Gravosa):

2.1.Leis Mistas ou Híbridas;


2.2. Leis sobre Prisões Cautelares, Liberdade Provisória & Menagem.

LEI PROCESSUAL PENAL MILITAR NAS PRERROGATIVAS DE FORO

1. Competência Originária do STF (CF/88, art. 102, I, b e c; Lei n.º 8.038/90);

2. Competência Originária do STJ (CF/88, art. 105, I, a; Lei n.º 8.038/90);

3. Competência Originária dos TRF’s (CF/88, art. 108, I, a; Lei n.º 8.038/90);

4. Competência Originária dos TJ’s (CF/88, arts. 27, § 1º, 29, X, 32, § 3º, e 96, III; Lei n.º 8.038/90);

5. Oficiais-Generais das Forças Armadas:

5.1. Regra Geral: Competência Originária do STM (LOJMU, art. 6º, I, a);

5.2. Ministros do STM & Comandante da Marinha, Comandante do Exército e Comandante da Aeronáutica.

INTERPRETAÇÃO DA LEI PROCESSUAL CASTRENSE

1. Regra Geral: Interpretação Literal:

“Art. 2º. A lei de processo penal militar deve ser interpretada no sentido literal de suas expressões. Os termos
técnicos hão de ser entendidos em sua acepção especial, salvo se evidentemente empregados com outra signifi-
cação. ”

2. Exceção: Interpretação Não-Literal:

“Art. 2º. (...)

§ 1º. Admitir-se-á a interpretação extensiva ou a interpretação restritiva, quando for manifesto, no primeiro caso,
que a expressão da lei é mais estrita e, no segundo, que é mais ampla, do que sua intenção. ”
Interpretação da Lei Processual Castrense

3. Inadmissibilidade de Interpretação Não-Literal:

“Art. 2º. (...)


(...)

§ 2º. Não é, porém, admissível qualquer dessas interpretações, quando:

a) cercear a defesa pessoal do acusado;


b) prejudicar ou alterar o curso normal do processo, ou lhe desvirtuar a natureza;

www.cers.com.br 1
DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR
Guilherme Rocha

c) desfigurar de plano os fundamentos da acusação que deram origem ao processo.”

INTERPRETAÇÃO DA LEI PROCESSUAL CASTRENSE

4. Suprimento dos Casos Omissos (CPPM, art. 3º):

4.1. Legislação Processual Penal Comum;


4.2. Jurisprudência;
4.3. Usos e Costumes Militares;
4.4. Princípios Gerais do Direito;
4.5. Analogia.

www.cers.com.br 2