Você está na página 1de 2

Os jogos tradicionais no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo:

Proposta de valorização

Tendo em conta o espaço ocupado pelo jogo no quotidiano, a recuperação desta


atividade será benéfica não só ao nível da evocação da memória coletiva, mas como
forma de patrimonializar um quotidiano e uma forma cultural que se distinguia de
outras equivalentes nos diferentes territórios. Como tal, a promoção destes jogos cabe
em diferentes vertentes;

1. Reativação dos chamados torneios de jogos tradicionais;

Contexto

Os jogos tradicionais eram realizados como forma de diversão depois de uma semana de
trabalho, ocorrendo principalmente e de forma espontânea ao domingo depois de missa
ou depois do almoço, durante a tarde;

Em certas localidades eram realizados durante a celebração das festas da aldeia ou vila,
que eram situadas em um ou dois dias – esta prática é mais recente, dado o caráter mais
religioso de que revestiam estas manifestações à época.

Na atualidade, podem ser apontadas épocas festivas ou de celebração para a


calendarização das atividades.

2. Criação de Kits de jogos tradicionais;

Tendo em conta que o espaço da rua já não corresponde ao espaço das brincadeiras e
consequentemente da partilha e inclusão das crianças nos jogos e brincadeiras, poderão
ser construídos kits nos quais se incluem os elementos necessários para a aprendizagem
de certos jogos e brincadeiras; nestes kits serão incluídos não só os objetos do jogo,
como também as instruções e até relatos de quem, de forma espontânea, brincava.
3. Promoção da brincadeira junto das comunidades institucionais;

Não só entre a comunidade escolar, como também junto dos seniores, fará sentido
realizar-se este contato e até mesmo promover trocas intergeracionais, colocando os
idosos na posição de professores e ensinando os mais velhos a brincar.