Você está na página 1de 3

Curso de Mestrado em Ensino de Música

Disciplina – Prática de Ensino Supervisionada - Ano letivo 20____/20____


Plano Anual de Formação do Aluno em Prática de Ensino Supervisionada

Identificação do Aluno/ Núcleo de Estágio:


Aluno estagiário: ____________________________________________________________________________________________________
Orientador cooperante: ______________________________________ Orientador científico: ______________________________________
Núcleo de estágio (área de especialização: ___________________________ Instituição de Acolhimento: __________________________
O plano de formação do aluno em Prática de Ensino deve permitir que o mesmo exerça uma prática de ensino nunca inferior a 25%, nem superior a 70%,
do trabalho letivo total dos alunos que lhe forem atribuídos.
O mesmo será discutido e aprovado pelo núcleo constituído para aprática da Prática de Ensino.

1. Prática Pedagógica de Coadjuvação Letiva


Nome Aluno/Turma Ano/curso Dia/hora aula Observações
1
2
3
4
Nota: o aluno estagiário deverá ser responsável pela coadjuvação letiva de 2 a 4 alunos (preferencialmente 3), ou 1 a 3 turmas (preferencialmente 2) dentro do horário do Orientador
Cooperante

1
2. Participação em atividade pedagógica do Orientador Cooperante
Nome Aluno/Turma Ano/curso Dia/hora aula Observações
1
2
Nota: o aluno estagiário deverá assistir a atividade letiva do seu orientador cooperante num conjunto de 2 alunos ou 1 turma dentro do horário proposto

3. Organização de Atividades
Atividade Dia/hora prevista Observações/ descrição
1
2
3
Nota: o aluno estagiário deverá organizar entre 2 a 3 atividades de entre audições, master-classes, seminários, workshops ou outras atividades pertinentes tanto na Universidade como
na Instituição de Acolhimento sabendo que os eventos propostos deverão contribuir para a dinamização da comunidade escolar

4. Participação Ativa em Ações a realizar no âmbito do Estágio


Atividade Dia/hora prevista Observações/descrição
1
2
3

2
Nota: o aluno estagiário deverá participar ativamente num conjunto de entre 2 a 3 atividades, nomeadamente audições, workshops, seminários, concursos, festivais de música e outras
atividades a realizar seja na Universidade, na Instituição de Acolhimento ou outra

Aveiro, ____ de______________ de ________

_________________________________________________ ___________________________________________________
O Orientador cooperante O Orientador da Universidade

_________________________________________________
O Aluno Estagiário

Datas das deslocações do Orientador Científico à Escola Cooperante


Sessão Data provável
1ª Sessão (planificação atividades)
2º Sessão (avaliação)
3ª Sessão (avaliação final)
O orientador científico deve deixar uma previsão de um mínimo de três deslocações à Escola Cooperante para orientar a formação do aluno em formação.

Você também pode gostar