Você está na página 1de 25

AMÍ M.

LOPER
Ilustrações: CAROL ). LOPER

O Milagre
da Mudança

zs
'Filha do Rei

Tradução

VANESSA LOPES LOURENÇO HANES

Revisão
ANA CAROÜNA VILELA GOULART
STEFAN DYO NISÍIIMURA

Ia EDIÇÃO

UNIVERSIDADE
DA FAMÍLIA

POMPEIA, SÃO PAULO


2010
Prezados Pais,
Parabéns! A filha de vocês está crescendo e tornando-se uma mocinha. Sei que
estão fazendo tudo o que podem para prepará-la para esta nova etapa da vida e gostaria
de reconhecer a coragem e a dedicação de vocês. Os pais precisam mesmo ter coragem
para conversar com sua filha a respeito das mudanças que ela logo enfrentará. Precisam,
ainda, ser dedicados a ela e a Deus, a fim de assumirem pessoalmente a responsabilidade
por esta conversa, não permitindo, assim, que outros ocupem o lugar que lhes cabe.
Caminhar junto de sua filha, ao longo dessa fase da vida, irá trazer-lhes uma união ainda
mais profunda, o que resultará em bênçãos para todos vocês.
À semelhança do meu livro anterior, O Milagre da Vida, este volume tem por
ob|etivo servir de apoio ao livro Reflections of Moral Innocence, de Gary e Anne Marie
Ezzo. O Milagre da Mudança trata de uma peça específica do quebra-cabeça familiar que
constitui o ensino acerca da sexualidade e da reprodução humana. Por sua vez, o livro
Reflections of Moral Innocence fornece ao leitor uma análise completa de todos os
aspectos envolvidos nesse tipo de ensino. Para obterem mais informações sobre como
adquiri-lo, por favor, acessem o site www.gfi.org.*
Em 0 Milagre da Mudança: um livro para iovens garotas, trataremos das
transformações que sua filha experimentará durante a puberdade. Por ser mãe de três
meninas, posso afirmar com toda a segurança que a maneira de usar este livro e o
momento de fazê-lo são questões muito individuais, que só podem ser determinadas por
pais atentos. Nenhuma menina é igual à outra e, por isso, vocês precisarão abordar esses
assuntos de uma maneira que reflita a singularidade de sua filha. Esse conselho é
especialmente relevante no que diz respeito à velocidade com que apresentarão o
conteúdo, ao nível de informalidade ou delicadeza com que o transmitirão e ao momento
exato em que farão isso. Minhas filhas, por exemplo, receberam esse ensino em idades
diferentes e de maneiras distintas.
A puberdade é uma fase delicada da vida e por isso sua filha deve ser tratada com
muito cuidado. Ao abordarem essas questões, levem em conta a personalidade de sua
filha. Embora algumas garotas se|am capazes de absorver este conteúdo sem

* Esta série será futuramente lançada no Brasil pela Universidade da Família - www.udf.org.br.
nenhum problema, outras são mais sensíveis. Portanto, usem da maior discrição po: sível.
Não façam nada que possa gerar constrangimento para esta futura mulher.
A escolha do momento de ler este livro com sua filha exigirã atenção da pari de
vocês. Apesar de a maioria das meninas começar a menstruar por volta dos 1 ou 13 anos
de idade, algumas começam bem mais-cedo e podem ficar bastant assustadas caso não
tenham sido devidamente instruídas.
Os pais devem, portanto, estar atentos ao desenvolvimento de sua filha. Apesc de
não ser possível determinar quando a menina menstruará, em geral o desen volvimento
do corpo segue uma sequência previsível. O primeiro ciclo menstrue deverá ocorrer por
volta de um ano após os seios começarem a se formar, isso nãc ê uma regra, mas se a
sua filha começar a dar sinais de desenvolvimento precoce então ê recomendável que
vocês comecem a instruí-la logo.
É possível que sua filha tenha muitas dúvidas que não serão respondidas neste livro.
A conversa sobre as questões relacionadas à sexualidade não deverá ocorrer num único
momento, precisa ser algo progressivo, para que a |ovem não se sinta atordoada com
tanta informação de uma só vez. O ideal ê que aquela conversa sobre a flor que vocês
tiveram quando ela era pequena evolua, anos depois, para uma conversa franca, porém
tranquila, sobre as mudanças pelas quais o corpo dela está passando. Todavia, repito,
pode ser que isso se dê anos antes de ela começar a se interessar pelos pormenores da
sexualidade.
Os pais devem estar abertos para responder às perguntas que surgirem durante a
conversa, mas não devem sobrecarregar a filha com informações que ela não precisa
saber naquele momento específico. Mais uma vez, recomendo que recorram à série
Reflections of Moral Innocence, que constitui um guia mais completo para o ensino dessas
questões, pois poderá a|udã-los a determinar a hora certa de transmitir conteúdos novos.
Os pais sãbios são aqueles que fornecem as informações conforme a necessidade dos
filhos, sem sobrecarregã-los com um fardo de informações o qual não estão prontos para
receber.
Neste livro, fiz o possível para apresentar as mudanças da puberdade por meio de
um enfoque positivo. Gostaria de pedir-lhes que dessem à sua filha a oportunidade de
desfrutar cada um dos aspectos do processo de se tornar uma
mulher, sem contaminó-la com a mentalidade de que a menstruação constitui uma
"maldição". É verdade que Eva foi amaldiçoada quando o homem pecou. Porém, quando
aceitamos Jesus como nosso Senhor, tornamo-nos mulheres redimidas, cu|o Salvador
morreu por toda maldição. Sua filha merece crescer à luz da alegria e da esperança que
decorrem de sabermos que ser mulher, |untamente com todas as suas implicações, é uma
bênção.
Antes de lerem O Milagre da Mudança com sua filha, vocês deverão lê-lo sozinhos,
pois irão, assim, familiarizar-se com os assuntos abordados neste livro. Caso encontrem
alguma informação que sua filha não este|a preparada para receber, vocês deverão omiti-
la pelo tempo necessário. Também gostaria de sugerir que lessem lou relessem) com ela
O Milagre da Vida, pois O Milagre da Mudança é, de fato, uma continuação dele.
A comunicação garante a existência de um relacionamento saudável entre pais e
filhos durante a pré-adolescência e a adolescência. Por essa razão, peço que vocês se
esforcem ao máximo para cultivar um diálogo franco e aberto com sua filha. Façam
pausas ao longo da leitura para discutirem quaisquer perguntas que surjam. Se ela ficar
calada, proponham perguntas de resposta aberta, para sondagem, como: "O que você jã
ouviu falar sobre isto?" ou "Como você se sente ao saber disto?" Não leiam este livro com
pressa. Separem um bom tempo para estarem a sós com sua filha, sem que ha|a
interrupções, e criem uma atmosfera o mais descontraída possível.
Ao final desses momentos, façam questão de deixar a porta aberta para qualquer
pergunta ou esclarecimentos futuros. A oração é uma excelente maneira de fechar essas
conversas. Nossos filhos precisam saber que Deus participa de todos os aspectos de
nossa vida.
Por último,■ saibam que estarão em minhas orações ao embarcarem nesta nova
etapa da preciosa vida de sua filha. Este é um período muito importante da vida de vocês
e da vida dela. Peço a Deus que toda alegria, aproximação e amor que Ele dese|a para a
relação entre pais e filhos possam estar presentes no relacionamento de vocês.

Em Cristo,

Ami M.
Loper
‘Introdução
Querida |ovem,

Meus parabéns! Você está ficando mais velha, mudando e crescendo rapidamente.
O Milagre da Mudança é um livro para jovens garotas como você e dá continuidade aos
assuntos abordados em O Milagre da Vida. Por isso, é importante que você leia ou releia
esse primeiro livro antes de começar este aqui.
Escreví este livro com a expectativa e o dese|o de que você o leia na companhia de
sua mâe. Tito 2.4 afirma que as mulheres mais velhas devem ensinar as mais pvens. Talvez
suas amigas tenham lhe falado algumas coisas e você tenha ficado com muitas dúvidas,
que não serão respondidas neste livro. Sua mãe provavelmente saberá responder a essas
perguntas e desejará dividir o conhecimento dela com você. Lembre-se de que ela já
passou pela fase que você está vivendo e também por experiências que você ainda vai
viver. Ela é a melhor pessoa para ajudá-la e acompanhá-la neste emocionante período
de sua vida. Você terá muitas perguntas pelos próximos anos e precisará contar com a
sabedoria materna.
Não tenha pressa para terminar O Milagre da Mudança e fique à vontade para
interromper a leitura quantas vezes quiser. Logo, logo você terá todüs as informações
que deseja. Enquanto estiver lendo, faça perguntas à sua mãe e esteja atenta á
experiência que ela lhe passará. Não tenha vergonha de fazer perguntas quando não
entender algo ou quando achar que a informação não está clara. Desde o dia em que
você nasceu, sua mãe espera pela oportunidade de lhe explicar essas coisas e, por isso,
dese|a que tudo fique bem claro.
Então assente-se, pegue uma xícara de chocolate quente ou um suco gelado e
prepare-se para o emocionante futuro de ser mulher!

Aproveite!

Ami M.
Loper
í ornando-se Mulher
“Pois tu fj-oMQSte o meu intetiioit, tu me teceste no seio de minha mãe.
Gnaç,as te dou, Visto que poli modo assombtiosamènte matiaviIhoso me froi-
maste; ás tuos obuas são admiiáveis, e a minha alma o sabe muito bem-, os meus
ossos não te fj-otiam enCobetitos, quando no oculto frui fjotimado, e enttietecido
como nas ptiofj-undezas da tema. Os teus olhos me Vitiam a substância ainda
infjOtime, e no teu liVtio fro/iam esctiitos todos os meus dias, cada Um deles
escuto e detetiminado, quando nem um deles havia ainda" (Saímos 139.13-16).

ntes de seu pai e sua mâe descobrirem que você havia sido gerada, Deus
|á sabia da sua existência e |á tinha um plano para sua vida! Bem antes de

A
você ser concebida, antes mesmo de seus pais nascerem, Deus |ã havia plane|ado
o seu nascimento. Há uma razão muito especial para o Senhor tê-la colocado nes-
te mundo e só Ele poderá lhe mostrar que razão é essa. Porém, uma parte desse
plano nós |á sabemos: ele planepu que você fosse uma menina!
Ser menina e tornar-se mulher são dádivas muito preciosas que Deus nos dã. • São
vários os aspectos divertidos e fascinantes disso e tenho certeza de que você |á estã
descobrindo quais são eles. Ser do sexo feminino significa ser versátil, capaz de adaptar-
se e dona de múltiplos talentos! Você pode botar as mãos na supira e depois ir fazer as
unhas. Pode vestir uma calça /eans e uma camiseta velha e ir cuidar do |ardim para, mais
tarde, transformar-se numa mulher encantadora, colocando um lindo vestido. É capaz de
pgar basquete e também de dançar como uma bailarina. Essas coisas tornam as meninas
especiais! E o mais importante: elas são especiais para Deus. Ele as criou para que
realizassem grandes obras que nenhum outro ser criado é capaz de realizar.
Deus diz, em Provérbio 31.10, que o valor da mulher excede ao de finas pias.
Afirma que a mulher cristã é forte e corapsa (versículos 17, 25), mas, ao rr tempo,
sensível e benevolente (versículo 20). Fala ainda que nós, mulheres, s confiáveis
(versículo 11), trabalhadoras (versículos 13,15), sábias (versículos 16, e criativas
(versículos 19, 22). Aquelas que confiam Nele, declara a Bíblia, são c de louvor
(versículos 30, 31!.
De fato, ser menina é uma dádiva preciosa. Isso não quer dizer que os zes não
tenham o seu valor! Deus possui um plano especial para eles tan Todavia, desep
que nós, mulheres, sepmos gratas a Ele pela forma como esc nos fazer. Seu desep
é que saibamos que Ele nos ama muito!
Enquanto esteve na Terra, Jesus passou boa parte de seu valioso t mostrando
ao mundo que a mulher é preciosa para Deus. Ele conversou corr tas delas, algo
que, para aquela cultura, um homem de sua posição não dt fazer. Em João 4, por
exemplo, ele fala com a mulher samaritana pnto ao pc fim de comunicar-lhe, tão
somente, o quanto era preciosa para ele. Apesar gesto ter chocado os discípulos e
a própria mulher, revelou-nos um pouco d< Deus pensa a respeito de nós,
mulheres.
Cristo também esteve com muitas mulheres doentes e as curou ÍM 8.14,15,
Marcos 5.24-34, Marcos 7.25-30, Lucas 13.10-17). Chegou, inclusive, c mar que
algumas mulheres seriam lembradas e honradas eternamente (Lucas Mateus 26.6-
13).
Assim como o Senhor amou a essas mulheres, Ele também ama voo escolheu
para ser uma mulher de Deus!
L
Voltandoà Flor
“Obseibai os ÍÍJLÍOS; eles não jjiam nem teCem. £u, Contudo, bos afjiimo que
nem Salomão, em toda a sua gíóiia, se bestiu ,c.omo qualquea deles. Ona,
seSeus beste assim a euba que doje está no campo e amandã e lançada no
fjoino, quanto mais üatando-se de bós. . . " (Lucas 12.27,28).

Úf | e feito, Deus nos dá o que vestir a cada dia. Porém, muito mais do que JL~y isso, ele nos
revestiu com seu amor e com um propósito, que vai muito além da finalidade de uma flor.
Deus foi muito cuidadoso ao criar a sua vida.
Sem dúvida, as flores são criações incríveis do Senhor e podem nos ensinar muito
a nosso próprio respeito. Agora que você está maiorzinha, vamos examinar a flor com
mais detalhes e verificar de que outras maneiras ela se aplica a nós, mulheres.
Comecemos, então, imaginando que sua mãe e seu pai são aquela primeira flor. As
hastes compridas, revestidas de uma penugem, que se acham no centro, constituem a
parte masculina da flor. São os estames. Os grãos de pólen presentes na extremidade
deles representam a metade masculina da semente.
Ao lado dos estames está o pistilo (ou carpelo), que forma a parte feminina da flor.
Quando o pólen cai nessa estrutura, ele desce por um canal em direção ao interior da
flor, chegando ao ovário, onde ficam alo|ados os óvulos. O óvulo é a metade feminina
da semente. Quando o pólen e o óvulo se unem, uma nova semente, completa, é
formada. Ela se desenvolverá até que este|a pronta para sair dali. Quando uma semente
"nasce", ela cai no solo ou é levada pelo vento, a fim de formar uma nova planta.
Após cair no solo, a semente começa a criar raízes. Não demora muito, um pontinho
verde brota da superfície da terra. É uma mudinha! A nova planta irá se desenvolver até
ter condições de produzir suas próprias flores. Esse é um período
maravilhoso e emocionante do desenvolvimento da planta, muito semelhar que
ocorre conosco! Durante nove meses, você se desenvolveu no ventre d mãe, até
nascer e iniciar sua própria vida. Desde então, você vem crescend a sombra
educadora de seus pais, sob a qual permanecerá até se tornai mulher madura e
sábia, apta a se casar e começar o ciclo de formação de nova família.
TÂudanças
“Judo tm o seu tempo deteMinado, t iá teM.po pana todo p/iopósito debaixo
do CJJJ” (Eelesicistes 3.1).

Cf | a mesma forma que uma muda passa por transformações, a fim de se s" tornar
uma planta adulta capaz de produzir flores, o seu corpo também passará por
mudanças. Essas transformações têm início quando a hipófise, glândula localizada no
cérebro, comunica ao corpo quais mudanças devem acontecer e quando acontecerão.
Ela funciona como se fosse um despertador.
Assim como Deus determinou que cada espécie de flor crescesse e florescesse
numa época ou estação específica, Ele programou cada menina para "florescer" num
determinado momento. Para algumas, as mudanças começarão por volta dos 9 ou 10
anos de idade; para outras, entre os 12 ou 16. Não há nada de errado em entrar nesse
processo mais cedo ou mais tarde. Deus jã programou o despertador que irá dizer ao
seu corpo quando é a hora certa para você começar a mudar. Não há nada que se possa
fazer para adiantar ou atrasar essa programação..
Uma das primeiras mudanças que você notará é que sua transpiração (ou seja, o
suor corporal) passarã a exalar odor. Ademais, é possível que você ganhe algumas
manchinhas (ou espinhas) no rosto. A essa altura, será necessário prestar ainda mais
atenção à sua higiene. Sua mãe a a|udará a encontrar produtos como desodorantes e
sabonetes especiais para meninas de sua idade, de modo que você possa estar sempre
cheirosa e apresentável.
Outra mudança é o surgimento de pelos em diferentes partes do corpo. Os pelos
das pernas irão se tornar mais abundantes e, talvez, mais escuros. Nas axilas e nas partes
íntimas, eles também começarão a surgir. Na idade em que você está agora, pode
parecer estranho ter pelos nesses lugares, mas o crescimento deles é normal e a
acompanhará pelo resto da vida.
Você perceberá também que a forma do seu corpo, dos pés à cabec meçará a
mudar lentamente. Primeiro, verá que os seus seios começarão a c Esse processo é
lento, podendo levar de cinco a oito anos. É provável que v< sinta um pouco
doloridos e diferentes. A parte escura do seio, chamada ai também poderá
escurecer mais. Essa é uma hora especial para você e suc saírem para comprar seu
primeiro sutiã, para que você fique com uma apc mais adequada e sinta-se mais à
vontade.
Sua cintura começará a afinar e seus quadris se tornarão mais largos, at do ao
seu corpo um aspecto menos infantil e mais feminino. Essas mudançc são muito
visíveis no início, mas, com o tempo, você perceberá que suas rou não a vestem da
mesma forma. Além disso, suas pernas se tornarão mais k deixando-a mais alta, e
seus pés crescerão, a fim de suportarem o peso c corpo. Tudo isso faz parte da
mudança e do crescimento que você comec viver agora. Esse período de mudanças
é chamado puberdade.
TAais uma Mudança
“í eíe [Deus] quem muda o tempo e as estações"‘(Daniel 2.2l).

M f mbora certas mudanças se|am exteriores e você possa vê-las, há mudanças JL-z
que ocorrerão dentro do seu corpo, as quais você não conseguirá observar. Tal qual a
planta em crescimento, você criou raízes e está crescendo, tornando-se cada dia mais
alta e forte. Logo começará a produzir suas próprias flores!
"Produzir flores", no entanto, não significa que em breve você terá um bebê. Nâo.
Isso só acontecerá bem mais tarde. Na maior parte das vezes, as flores de uma planta
não geram mudas e sementes. Elas simplesmente desabrocham por um tempo e depois
morrem.
O ciclo de quase todas as plantas segue a seguinte ordem: os botões surgem nos
galhos e transformam-se em flores; estas, por sua vez, murcham e se vão. Então o
processo tem início mais uma vez. Os galhos produzem os botões, que se transformam
em flores, que depois murcham. É como se a planta estivesse treinando para o dia-em
que irá gerar outra planta, através de uma semente.
0 que o seu corpo irá fazer é algo parecido. Lá dentro, na parte mais baixa de seu
abdômen, está o útero (também conhecido como ventre). Esse órgão é o lugar que
Deus criou para que, um dia, depois que você se casar, seu bebê possa crescer. Por agora,
entretanto, seu corpo irá apenas treinar, tal qual a planta que está começando a dar
flores.
Veiamos quais são as partes especiais e invisíveis que Deus formou em você, a fim
de possibilitar tudo isso. Primeiramente, o seu corpo possui dois ovários, onde se
desenvolvem os óvulos. Os óvulos são células pequeninas, que têm, aproximadamente,
o tamanho de um minúsculo grão de areia. Cada ovário fica de um lado do útero, e
quando você ainda estava no ventre de sua mãe, Deus implantou neles todos os óvulos
que você terá na vida!
Agora que seu corpo está amadurecendo, os óvulos também estão. Quando
isso acontece, dizemos que o óvulo está "maduro", tal como as frutas de uma árvore,
prontas para serem apanhadas. A cada mês, um de seus ovários forma uma pequena
bolha, que libera um óvulo maduro. Esse processo é chamado de ovulação.
O pequeno óvulo liberado vai, então, para a trompa de Falópio. Há duas trompas
em seu corpo. Essa estrutura forma uma ponte que liga cada um dos ovários ao útero.
Na extremidade dela, há filamentos, que se assemelham a fios de cabelo, chamados
fímbrias. As fímbrias conduzem o óvulo para dentro da trompa. Em seguida, o óvulo
desce, sendo empurrado pela trompa até chegar ao útero. Esse processo leva
aproximadamente uma semana. Durante esse tempo, o útero fica bastante ocupado.
Vamos voltar um pouco e ver o que acontece por lá durante esse período.
Durante todo esse tempo, seu corpo esteve preparando o útero para a chegada do
óvulo. Por enquanto, ele está apenas treinando para a hora em que, após você se casar,
o óvulo deixar de ser simplesmente um óvulo e unir-se à metade masculina da "semente",
formando um bebê. Porém, como dissemos, por enquanto é só treinamento.
Assim como a mamãe pássaro constrói o seu ninho com folhas e penas macias, para
que seus filhotes possam crescer num lugar gostoso e confortável, o corpo da mulher
prepara um revestimento para o útero. Para formá-lo, ele usa o que está à sua
disposição, isto é, tecidos e sangue, à semelhança do passarinho, que usa o que encontra
na natureza para revestir o seu ninho. Essa camada protetora reveste o interior do útero,
tornando-o um lugar aconchegante para o bebê.
Quando o óvulo chega ao útero, vindo da trompa de Falópio, o corpo entende que
se trata apenas de um óvulo, nâo de um zigoto. A essa altura, o óvulo que está
morrendo libera hormônios, ou substâncias químicas, que farão o revestimento do
útero se desmanchar e ser expelido do corpo. Então, o sangue e o tecido que formavam
esse revestimento começam a descer lentamente, saindo pelas suas partes íntimas.
Esse fluxo é chamado menstruação e geralmente dura de dois a oito dias. Por
volta de uma semana após a menstruação terminar, o processo tem início novamente. O
ovário libera um óvulo "maduro", e o corpo começa a formar o revestimento do útero,
da mesma forma que uma planta está sempre produzindo flores! Deus criou o seu corpo
dessa maneira para que um dia você possa participar com Ele da maravilhosa criação de
um bebê.
Coisas que Você Deve Saber
“COMO beijo ws (lábios, e a tiesposta COM pa&aoms netas" (PnooQibio 24.26).

esta altura, você deve estar cheia de perguntas! Nesta seção, tentaremos Jr JL
responder a algumas delas. Quero lembrá-la, no entanto, de que sua mãe irá adorar ouvir
suas dúvidas e, com certeza, também poderá lhe dar algumas respostas! Veiamos a seguir
algumas dúvidas bastante comuns.

"Com que frequência isso vai acontecer?"


Só Deus sabe quando uma garota irá menstruar pela primeira vez. Porém, passados
alguns ciclos, um certo padrão se estabelece. Pode demorar algum tempo para que suas
menstruações comecem a vir com regularidade, isto é, seguindo um padrão previsível.
Algumas meninas podem menstruar uma ou duas vezes e passar vários meses sem
menstruar. Uma boa ideia é fazer um registro da data de suas menstruações num
calendário, para que você possa observar o padrão ou ciclo que elas seguem. Assim, você
não terá surpresas quando ela aparecer.
Para medir os ciclos, contamos o número de dias entre o início de uma
menstruação e o início de outra. Esse intervalo de tempo constitui um ciclo. Apesar dê a
duração dos ciclos variar de mulher para mulher, eles se tornam bastante previsíveis. Em
média, sua duração varia entre 26 a 35 dias.

"O fluxo menstruai vem todo de uma vez?"


Não. Em geral, no primeiro dia, ele tem uma cor marrom-avermelhada, ou
levemente rosada. Nos dias seguintes, torna-se vermelho mais escuro, voltando, no
último dia, a apresentar a cor inicial. Você pode estar achando que é muito líquido, mas,
na verdade, o fluxo equivale a apenas sete colheres de sopa cheias, em média.
É importante observar que a maioria das mulheres também apresenta um pe-
queno corrimento entre as menstruações ou, até mesmo, antes de menstruarem pela
primeira vez. Esse corrimento tem cor clara e faz parte do mecanismo que Deus criou
para deixar o seu corpo sempre limpo e confortável.

"Como posso manter a higiene durante a minha menstruação?"


Para manter-se sempre limpinha durante a menstruação e, inclusive, não su|ar suas
roupas, o uso de uma proteção feminina será parte importante de sua higiene pessoal.
Em geral, usa-se um absorvente, que é colocado na calcinha para absorver o fluxo. Você
terá de trocá-lo com frequência para impedir que o sangue vaze em suas roupas e para
ficar sempre limpa e confortável.
Outra forma de manter-se limpa é usando um absorvente interno, colocado
dentro da vagina para absorver o fluxo menstruai. O absorvente interno pode ser um
pouco difícil de usar e até perigoso, se usado de maneira inadequada. Portanto, uma boa
opção é esperar que se passem alguns meses ou, até mesmo anos, para que você adquira
uma boa noção de como o seu ciclo funciona. Também seria bom conversar com sua mãe
sobre a questão, para que possam decidir o que é melhor para você.
Nos dias da menstruação, é muito importante dar atenção especial à sua higiene.
Tome banho pelo menos uma vez ao dia. Se acontecer de suas roupas ou lençóis
mancharem de sangue, peça a|uda à sua mãe para limpá-los adequadamente. Converse
com ela, ainda, sobre a maneira mais apropriada de |ogar fora o seu absorvente. É muito
importante usar de discrição nessa área, especialmente se você tiver irmãos menores íe
não se esqueça de que seu pai pode também se assustar ao ver o sangue!).

"E as minhas emoções?"


Algumas meninas, ou mesmo seus pais, percebem que, na semana anterior ao início
da menstruação, as emoções femininas afloram. Em geral, coisas que a alegram ou a fazem
rir passam a fazê-la chorar de alegria. Por outro lado, aquilo que lhe causa frustração ou
tristeza pode, de repente, parecer-lhe terrível. Essas reações decorrem dos hormônios de
que seu corpo necessita para fazer o ciclo
caminhar. Talvez você já tenha ouvido falar desse período, chamado tensão pré-
menstrual ou TPM
Para adquirir controle sobre essas emoções, é importante entender e identificar por
que você se sente assim. Isso a a|udará a enxergar as suas emoções pela perspectiva
correta. O próximo passo, e também o mais valibso, é orar. Peça ao Senhor que a|ude
você a enxergar a verdade sobre seus sentimentos e que a conforte. Também é bom
conversar com seus pais sobre o que você está sentindo, pois isso dará a eles condições
para entenderem os seus sentimentos e para ajudá-la em oração. Você sempre se sentirá
melhor após conversar sobre o que sente com aqueles que tanto a amam. Nesse período,
também é bom adiar decisões importantes por cerca de uma semana, pois os hormônios
que estarão sendo produzidos em seu corpo podem, por vezes, fazê-la enxergar as
situações de maneira distorcida. Lembre-se, no entanto, de que esse período de
adaptação nunca deve ser usado como desculpa para grosserias.

"Menstruar dói?"
Apesar de estar saindo sangue de seu corpo, você precisa saber que não está, na
verdade, "sangrando". Menstruar não dói como um corte na pele, mas algumas meninas
podem sentir cólicas na parte inferior do abdômen durante o primeiro ou segundo dia
de menstruação. Ter cólicas não significa que há algo errado com você: é apenas o útero
se contraindo para facilitar a saída do fluxo menstruai. Se as cólicas produzidas pelas
contrações lhe causarem mal-estar, você pode colocar os pés para cima ou se deitar.
Para algumas mulheres, usar uma bolsa de ãgua quente a|uda a amenizar a dor. Se essas
medidas não funcionarem, converse com sua mãe, porque há remédios especiais para
minimizar os desconfortos causados pela cólica menstruai. E não deixe de lembrar a si
mesma de que amanhã você se sentirá melhorl

"Devo parar minhas atividades normais quando estiver menstruada?"

É importante lembrar que, apesar de sua menstruação ir e vir, a vida continua! Assim,
você pode e deve manter um nível normal de atividades quando estiver
menstruada. Algumas das melhores coisas que você pode fazer para a|udar a si mesma
durante todo o seu ciclo são se alimentar corretamente, praticar exercícios e descansar
bastante. Beba muita água e inclua alimentos ricos em ferro em sua dieta. 1 Coríntios 3.16
nos diz que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo e que devemos cuidar dele. Cuidar
de si mesma é sempre a melhor forma de manter-se saudável e sentir-se bem!

"Por quanto tempo irel menstruar?"


Você não menstruará a vida inteira. Um dia, seus ovários não terão mais óvulos e,
aos poucos, as menstruações irão parar de vir. Essa fase ê chamada meno- pausa e
ocorre entre os 40 e os 50 anos de idade. Atê lá, você continuará menstruando todo mês,
a não ser que este|a grávida. Naturalmente, durante a gravidez, o revestimento do útero
será preservado, a fim de proteger o bebê.

"Ter ficado menstruada significa que estou pronta para engravidar?"


Estar pronta para ter um filho envolve muito mais do que simplesmente ter
menstruado. Será necessário muito tempo até que tudo este|a preparado e você esteia
pronta para gerar uma criança. Durante esse tempo, muitas mudanças físicas acontecerão,
e você terá de se desenvolver em outras áreas e passar por várias mudanças mentais e
emocionais. É preciso terminar os estudos, crescer e tornar-se madura. Quando todas
essas mudanças ocorrerem, Deus lhe dará um marido que também terá amadurecido
nessas áreas. Após o casamento, você e seu esposo decidirão, |untamente com o Senhor,
quando será o momento certo de terem filhos.
Embora venha a menstruar entre 400 e 450 vezes durante sua vida, você não terá
essa quantidade de filhos, tampouco estará sempre grávida! Menstruar significa apenas
que o seu corpo está começando a ficar pronto para o momento em que Deus lhe trouxer
filhos. Deus tem a hora certa para cada mulher engravidar.
Ser uma Menina Bela
‘ÍÂpandai-me as naposas, as naposlndas, que devastam os vindedos, poa-
que as nossas mudas-estão em frío/i” (Cantanes de SaêxMão 2.15").

“O tad/ião Vem somente pana noubai, matan, e destnuli; eu vim pana que
tendam Vida e a tendam em abundância” (João lO.lO).

CT^oda menina é linda e recebeu de Deus algo especial que só ela tem. Cada I mulher
tem seu brilho próprio, que ilumina o seu mundo. Saber, no fundo do coração, que
você é preciosa e que foi lindamente criada pelo perfeito e amoroso Criador torna o
brilho da sua beleza ainda mais radiante.
Todas as flores são bonitas também. Cada uma delas é uma criação singular e
sobremodo variada, com sua cor, forma e cheiro. Deus fez cada uma delas bonita à sua
própria maneira. As flores não precisam ser iguais para serem belas; na verdade, muito
de sua beleza está no fato de serem singulares e diferentes umas das outras.
Da mesma maneira, nós não precisamos ser iguais aos outros ou agir como eles. Se
assim fosse, o mundo seria muito chato e sem graça! A nossa individualidade é um
presente de Deus. Apesar disso, é possível que você se sinta constrangida ou deslocada,
caso as qualidades que a tornam singular não se|am as mesmas que tornam diferente a
colega ao lado. É bastante comum achar que temos de nos parecer com as pessoas ou
de nos vestir ou agir como elas. Contudo, esse sentimento pode se tornar uma armadilha
que rouba de nós a nossa singularidade. Portanto, não abra mão do que a torna especial!
Apegue-se a essas qualidades! Não queira ser um clone ou uma cópia das outras
meninas! Esteia certa de que Deus a fez única com um propósito, e que você é uma
menina bonita, por dentro e por fora.
Até mesmo as coisas bonitas, que estão em fase de crescimento, possuem inimigos
e, infelizmente, com você não é diferente. É preciso impedir que certos bi-
chos ataquem o seu jardim, senão o fruto de seu trabalho logo se tornará comida deles!
Assim como um |ardineiro coloca uma linda cerca em torno do seu jardim, para proteger
as plantas que estão crescendo, o Grande Jardineiro da nossa vida, o Senhor, também
colocou ao seu redor urna cerca protetora. Essa cerca são os seus pais, os preceitos
divinos para uma vida correta e a sabedoria que Deus nos dá para vivermos segundo
essas regras.
Deus sabe que "o diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge,
procurando alguém para devorar" (1 Pedro 5.8). Como esse leão sabe que não poderá
atingi-la enquanto você estiver segura e protegida pela cerca do Jardineiro, ele tentará
atraí-la para fora desse abrigo. As armadilhas que utiliza são poderosas para "pegar"
pessoas de qualquer idade. Porém, é nessa fase em que estamos crescendo e tentando
descobrir quem somos que elas se tornam ainda mais poderosas.
O inimigo não se agrada da beleza das mulheres, pois sabe que fomos criadas para
refletir a beleza de Deus. Assim, ele poderá usar a popularidade e a aceitação dos colegas
como um chamariz, a fim de tentá-la e, até mesmo, convencê-la a refutar aquilo que o
nosso Jardineiro criou para ser a verdadeira beleza. Muitas vezes, ele tenta distorcer o
verdadeiro conceito de beleza, para que a nossa aparência deixe de refletir e glorificar a
beleza de Deus, passando a expressar a falsa ideia que ele dissemina sobre a beleza.
A beleza de Deus é brilhantemente esplêndida e transmite um senso de tranquila
segurança. Por sua vez, a beleza distorcida pelo inimigo possui um ar desagradável e
arrogante. Quando a beleza de Deus estã presente em uma mulher, ela passa a expressar
a beleza e a doce natureza divinas, ao passo que a beleza distorcida pelo inimigo faz da
pessoa ou de seus atributos físicos o foco da atenção. A beleza de Deus é pura e amável.
Já a beleza que o inimigo distorce é egocêntrica e fere aqueles que buscam obtê-la, bem
como aqueles que por ela são atraídos.
Conservar em sua aparência física a verdadeira beleza, ou seja, aquela que vem do
Senhor é uma questão que passa pelo coração. Externar uma boa aparência é um alvo
admirável. Afinal, seria impossível refletir a beleza de Deus tentando esconder a nossa!
Todavia, você deve ouvir o seu coração. Qual é a sua motivação para vestir determinada
roupa ou agir de determinada maneira? Será que é atrair atenção para o seu corpo ou
apenas manter uma boa aparência? Se|a honesta consigo mesma.
Em Provérbios, Deus diz que uma mulher, mesmo que se|a muito bonita, pode se
tornar ridícula, dependendo de como escolhe se vestir e se comportar, desperdiçando,
assim, sua beleza. Ele afirma: "Como pia de ouro em focinho de porco, assim é a mulher
formosa que não tem discrição" (Provérbio 11.22). Ter discrição significa ser sábia e
cuidadosa para não fazer tolices. Assim como a beleza de um anel de ouro é
desperdiçada quando |ogado a um porco, a mulher desperdiça sua beleza quando não
tem sabedoria para protegê-la e cuidar dela como se fosse um tesouro. Ao dizer isso,
Deus está nos alertando de que, mesmo que se|amos muito bonitas, a nossa beleza
pode ser pre|udicada quando nos envolvemos em atitudes insensatas e indecorosas.
0 lado bom é que a recíproca também é verdadeira. Quando permanecemos em
Cristo (ou, seja, quando vivemos junto dele), temos condições de manter puro o nosso
coração. E, estando o nosso coração puro, Jesus nos dã a sabedoria e a prudência para
também mantermos puros o nosso corpo e a nossa mente. Assim, não precisamos mais
nos preocupar se o que estamos vestindo estã ou não "de acordo com as regras". Nosso
desejo' de conservar a pureza do nosso coração fará com que dese|emos nos vestir de
modo apropriado.
É possível que, muitas vezes, ao se olhar no espelho, você se pergunte se é uma
menina bonita. A verdade é que você o é. Todavia, a beleza vai muito além dos traços
do seu rosto, da forma do seu corpo ou da sua habilidade para pentear o cabelo de
acordo com a última moda. Costumava-se dizer que a beleza era somente o que se via
por fora, mas isso é um engano! A real beleza, isto é, aquela que. é verdadeira, é algo
muito profundo, que vem de dentro de nós. Quando uma menina tem pureza em seu
coração e sabe, com toda a certeza, que Jesus, o seu Salvador, a ama muito além do que
ela possa imaginar, a beleza flui naturalmente de seu ser. Alguém jã disse que não hã
nada mais bonito que ter autoestima, e quando esse sentimento se acha enraizado no
conhecimento que temos de quem nós somos, na qualidade de gloriosas criaturas de
Deus, esse ditado é verdadeiro. A menina cup brilho advém da alegria e da confiança no
amor de Deus é a garota mais bonita do mundo! Aquilo que ela sente em seu coração
transparece em seu rosto.
A Flor que Permanece
“EÍÁ sou a 0-ide.aa, ílós, os JLQMOS. Quem peimQuede em mim', e eu, ueie, esse
dá muito fyiiutO; pokque sem mim uüda podeis fj-QzeL " (João 15.5).

A pesar de as flores serem, de fato, belas, há uma maneira de diminuir a r \ beleza


que possuem, isto é, de roubar-lhes o seu esplendor. Se cortarmos uma flor do galho
em que está crescendo, privando-a da água e dos nutrientes dos quais tanto precisa,
veremos que ela logo murchará. Da mesma forma, é importante que você, ao crescer e
se tornar uma |ovem, permaneça "ligada" â sua raiz, que é Jesus. Este é o momento de
cultivar um relacionamento pessoal com Deus, que independa do relacionamento que
seus pais têm com Ele. Permitir que Deus a alimente com a sua Palavra e por meio de
momentos de oração e louvor irá ajudá-la a se desenvolver plenamente e a se tornar a
mulher que Ele plane|ou que você seja. Portanto, empenhe tempo e esforço para manter
vivo esse relacionamento, que ê o mais importante de todos.
O segundo relacionamento mais importante que você terá nessa fase em que está
se tornando uma mulher ê com os seus pais. Eles são como aquela planta maior e mais
madura que protege a mudinha que está crescendo. Você ê essa mudinha. O desejo de
seus pais ê que, na medida do possível, você possa experimentar todas as coisas boas
da vida, enquanto eles a abrigam do sol escaldante do meio-dia e dos ventos
destruidores. A planta |ovem que tenta crescer distante de uma planta que lhe sirva de
abrigo irá murchar ou se desenvolver lentamente.
Quando Eva foi tentada no Jardim do Éden, uma das primeiras estratégias que a
serpente usou foi a de distorcer as palavras de Deus, para que a mulher pensasse que o
Senhor não estava lhe dando tudo o que ela merecia. Sua primeira ação foi fazer Eva
olhar para aquilo que ela não podia fazer. A serpente lhe falou: "É assim que Deus disse:
Não comereis de toda árvore do jardim?"
Naturalmente, Deus havia permitido que Adão e Eva comessem de todas as
árvores, com exceção de uma. Porém, a serpente fez a mulher voltar sua atenção
exclusivamente para a única árvore proibida. Eva começou, então, a se portar como uma
planta que se esquece da beleza do |ardim em que vive e passa a olhar apenas para a
cerca, imaginando que ela a estã impedindo de experimentar coisas boas. Eva não
percebeu que, em vez disso, a cerca estava apenas protegendo a sua vida da destruição.
Todas as pessoas, alguma vez, foram tentadas a olhar para o que não podem ter
em vez de voltar os olhos para aquilo que jã possuem, e tenho certeza de que com você
não é diferente. Você jã percebeu que o inimigo quer tentá-la? Talvez, como Eva, você jã
tenha sido tentada a pensar que pode cuidar da sua vida melhor do que aqueles que têm
autoridade sobre você. Talvez jã tenha pensado que Deus, ou seus pais, não querem que
você se divirta. Ou então tenha sido tentada a abrir mão de seus princípios para ser aceita
por seus colegas de escola ou, até mesmo, da igreja. Todos esses pensamentos são
estratégias que o inimigo procura usar para enganã-la e atraí-la para fora da cerca de
proteção que você tem em casa.
Todavia, o ato de permanecer no amor e na proteção de Deus irá mantê-la a salvo
do perigo, além de lhe dar condições de crescer forte e livre para ser tudo aquilo que
Deus quer que você seja. Ademais, confiar nos pais que Deus lhe deu e acreditar que eles
dese|am o melhor para você lhe trarã tranquilidade e segurança. Você está cercada por
aqueles que mais a amam no mundo! Portanto, permaneça no jardim.
Conclusão
■ “Rogo-Vos, pois... que andeis de modo digno da Vocação a que frostes
clamados” (Sfyésios 4.l).

urante a sua vida, você ouvirá muitas pessoas opinarem a respeito do que
JL* é ser uma mulher e o que isso implica. No entanto, em tudo o que escutar,
certifique-se de que está ouvindo a única voz que realmente nos importa: a voz de Deus!
Quando não ouvimos o que Deus diz acerca da nossa identidade, podemos ficar muito
confusos e passar a entender erroneamente o nosso propósito de vida.

Apesar de muitos dizerem que a feminilidade náo tem valor, Deus afirma que ela é
mais valiosa do que as pias (Provérbio 31.10). Embora muitos declarem que ser uma
mulher pura é irrelevante, Deus diz que se agrada dos puros (Provérbio 15.26). Apesar de
alguns dizerem que só a aparência exterior é importante, sabemos que Deus olha o nosso
coraçáo (1 Samuel 16.7). E, mesmo que alguns ve|am a menstruação como uma maldição,
podemos ter a certeza de que a nossa natureza feminina é um presente de Deus (Gênesis
1.27).
Parabéns! Deus a escolheu para ser uma mulher!
Glossário
As palavras abaixo podem apresentar outras acepções além daquelas aqui listadas,
pois relacionamos apenas os significados usados neste livro.

# Absorvente - tipo de proteção feminina, provido de uma etiqueta adesiva em um


de seus lados, que se cola na calcinha.

# Absorvente interno - forma de proteção feminina colocada dentro da vagina, para


a absorção do fluxo menstruai. Se usado de maneira irresponsável, pode causar a
Síndrome do Choque Tóxico ÍSCT), por vezes levando à morte.

# Aréola - área escura do seio, que circunda o mamilo.

Ciclo -- número de dias compreendido entre o primeiro dia de uma menstruação e


o primeiro dia da menstruação seguinte.

# Cólica - sensação de rigidez e dor na parte inferior do abdômen.

# Contração - encolhimento do útero.

# Corrimento - fluído liberado pelo corpo durante a menstruação ou entre' as


menstruações.

Espinha - pequena bolha ou ferida que surge no rosto.

# Fímbrias - filamentos presentes nas extremidades das trompas de Falópio.

# Hipófise - pequena glândula presente no cérebro. Ela libera os hormônios que


estimulam o crescimento e as mudanças no corpo.

# Hormônios - substâncias químicas produzidas pelo corpo que provocam mudanças


corporais.

# Menopausa - fase em que a mulher deixa de menstruar. Inicia-se em torno dos 51


anos de idade.
# Menstruação - liberaçao de sangue e tecido utermo.

# Ovário - pequena glândula localizada em cada lado do útero, onde os óvulos se


desenvolvem e ficam alo|ados até o momento da ovulação.

❖ Ovulação - momento em que o óvulo maduro é liberado pelo ovário.

* Óvulo - parte feminina da "semente". Desenvolve-se no ovário e une-se à parte


masculina da semente para formar um bebê. Quando isso náo ocorre, é eliminado do
corpo, com o fluxo menstruai.

* Proteção feminina - produtos que a mulher utiliza durante a menstruação para


proteger suas roupas do fluxo sanguíneo.

# Puberdade - época em que o adolescente passa por mudanças físicas.

* Revestimento - camada de sangue e tecido que reveste as paredes internas do


útero.

* Tensão pré-menstrual (TPM) - período em que os hormônios femininos se acham


particularmente elevados; ocorre por volta de uma semana antes da menstruação,
muitas vezes causando mudanças de humor e irritabilidade.

* Transpiração - suor

# Trompa de Falópio - "ponte" que liga cada um dos ovários ao útero.

# Utero - órgão feminino do tamanho de uma mão fechada, onde o zigoto poderá se
desenvolver quando a mulher engravidar, após o casamento.

# Ventre - nome alternativo para útero.

'!< Zigoto - célula que resulta da fecundação, isto é, da união dos gametas.