Você está na página 1de 11

1. UERN 2015 a. estímulos ao racismo.

Observe o quadro. b. apoio ao xenofobismo.

c. críticas ao federalismo.

d. repúdio ao republicanismo.

e. questionamentos ao autoritarismo.

3. UNESP 2011

O fechamento da Assembleia Constituinte, por D. Pedro I,


em novembro de 1823,

a. impediu a tentativa de recolonização portuguesa e


eliminou a influência política da Igreja Católica.

b. isolou politicamente o imperador e determinou o imediato


final do Primeiro Reinado brasileiro.

c. representou a centralização do regime monárquico e


provocou reações separatistas.
A partir da análise do quadro e tendo em vista o contexto do d. ampliou a força política dos estados do nordeste e facilitou
Brasil no I Império, é possível classificar o voto, naquele o avanço dos projetos federalistas.
período, como
e. assegurou o caráter liberal da nova Constituição e
a. censitário, amplo, indireto e irrestrito. aumentou os poderes do judiciário.
b. universal, masculino, direto e representativo.

c. censitário, masculino, indireto e em dois graus. 4. UERN 2015

d. universal, apartidário, direto e em quatro graus. No Brasil, logo após a independência politica em relação a
Portugal, foi necessário obter o reconhecimento internacional
para consolidar-se política e economicamente no quadro das
2. ENEM 2012 nações de fato independentes. Sobre o(s) primeiro(s)
Após o retorno de uma viagem a Minas Gerais, onde Pedro l país(es) a reconhecer(em) o Brasil como país soberano,
fora recebido com grande frieza, seus partidários prepararam assinale a alternativa correta.
uma série de manifestações a favor do imperador no Rio de
a. Foi a França, interessada em avançar com seu território
Janeiro, armando fogueiras e luminárias na cidade. Contudo,
da Guiana Francesa e estabelecer novas colônias.
na noite de 11 de março, tiveram inicio os conflitos que
ficaram conhecidos como a Noite das Garrafadas, durante b. Trata-se da Inglaterra, interessada em efetivar o
os quais os "brasileiros" apagavam as fogueiras imperialismo que já vinha exercendo desde antes da
"portuguesas" e atacavam as casas iluminadas, sendo independência.
respondidos com cacos de garrafas jogadas das janelas. c. Foram os EUA, que tinham em vista as futuras alianças
VAINFAS, R. (Org.). Dicionário do Brasil Imperial. Rio de comerciais e a diminuição das influências inglesas em nosso
Janeiro: Objetiva, 2008 (adaptado). país.
Os anos finais do I Reinado (1822-1831) se caracterizaram d. Foram a Argentina e o Paraguai, recentemente
pelo aumento da tensão política. Nesse sentido, a análise independentes, interessados em formar uma América Latina
dos episódios descritos em Minas Gerais e no Rio de Janeiro forte e ampliar o comércio na Bacia do Prata.
revela

Página 1
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
5. FGV 2013 da escravidão.

A independência, porém, pregou uma peça nessas elites. d. no surgimento de grupos políticos republicanos, que
Um ano após ser convocada, a Assembleia Constituinte foi seriam embrionários do movimento que promoveu a
dissolvida e em seu lugar, o imperador designou um Proclamação da República em 1889.
pequeno grupo para redigir uma Constituição "digna dele",
e. na emergência de uma identidade nacional brasileira, em
ou seja, que Ihe garantisse poderes semelhantes aos dos
oposição a qualquer posição de mando de autoridades
reis absolutistas. Um exemplo disso foi a criação do Poder
portuguesas em território nacional.
Moderador (...)
(Mary del Priore e Renato Venancio, Uma breve história do
Brasil) 7. FGV 2015

Esse poder Observe o mapa.

a. ampliava os direitos das Assembleias Provinciais,


restringia a ação do Imperador no tocante à administração
pública e a ação do Senado.

b. permitia que o Imperador reformasse a Constituição por


decreto-lei e que escolhesse parte dos deputados
provinciais.

c. sofria de uma única limitação institucional, pois o Estado


brasileiro não tinha direito de interferir nos assuntos
relacionados com a Igreja Católica.

d. proporcionava ao soberano poderes limitados, o que


permitiu alargamento da autonomia política e econômica das
províncias do Império.

e. oferecia importantes prerrogativas ao Imperador, como


indicar presidentes de províncias, nomear senadores e
suspender magistrados.

6. UEPA 2014

A crise política do I Império Brasileiro, que resultou na


abdicação de D. Pedro I, teve como cerne a disputa entre a Os dados do mapa mostram que a emancipação política do
inclinação centralista-absolutista do monarca e a defesa do Brasil
federalismo pelas elites econômicas regionais. A renúncia do
a. efetivou-se com o chamado Grito do Ipiranga, porque
imperador em 1831 resultou:
todas as províncias do Brasil, imediatamente, passaram a
a. na transferência de poder às elites regionais e aos obedecer as ordens vindas do Rio de Janeiro na pessoa do
regentes, ordem política que se mostrou frágil e abriu Imperador Dom Pedro I e romperam todos os laços com as
caminho para levantes oposicionistas e populares. Cortes de Lisboa, defensoras da recolonização brasileira.

b. na transformação imediata de Pedro II em monarca do b. ocorreu de forma homogênea, com a divisão da liderança
Reino Português na linha de sucessão da Casa de do movimento emancipacionista entre os principais
Bragança. comandos regionais do Brasil e com a constituição de
acordos políticos que garantiram a unidade territorial e a
c. no fortalecimento de movimentos separatistas regionais,
efetivação do federalismo.
em desacordo com a manutenção do regime monárquico e

Página 2
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
c. dividiu as regiões brasileiras entre as defensoras de uma ministros, dissolver a Assembleia Legislativa, controlar as
emancipação vinculada ao fim do tráfico de escravos, caso Forças Armadas e nomear os presidentes das províncias,
das províncias do Norte e do Nordeste, e as províncias do favorecendo a concentração de poderes no Imperador.
Centro-Sul, contrárias à separação definitiva de Portugal e
favoráveis a constituição de uma monarquia dual.
9. UNESP 2013
d. foi um processo complexo, no qual não houve adesão
O Brasil assistiu, nos últimos meses de 1822 e na primeira
imediata de algumas províncias ao Rio de Janeiro,
metade de 1823,
representado pelo poder do imperador Dom Pedro I, pois
essas províncias continuaram fiéis às Cortes de Lisboa, a. ao reconhecimento da Independência brasileira pelos
levando a guerras de independência. Estados Unidos, pela Inglaterra e por Portugal.

e. diferencia-se radicalmente das experiências da América b. ao esforço do imperador para impor seu poder às
espanhola, porque a América portuguesa obteve a sua províncias que não haviam aderido a Independência.
independência sem que houvesse qualquer movimento de
c. à libertação da Província Cisplatina, que se tornou
resistência armada por parte dos colonos ou da metrópole,
independente e recebeu o nome de Uruguai.
interessados em uma separação negociada.
d. à pacífica unificação de todas as partes do território
nacional, sob a liderança do governo central, no Rio de
8. PUC-RS 2014
Janeiro.
Depois de declarada a Independência do Brasil, foi
e. à confirmação, pelas Cortes portuguesas e pela
necessário dar uma ordenação legal ao novo país por meio
Assembleia Constituinte, do poder constitucional do
da sua primeira constituição. Sobre esse processo, é
imperador.
INCORRETO afirmar que:

a. O primeiro projeto de constituição recebeu o nome de


10. UECE 2015
Constituição da Mandioca, porque estabelecia que, para
votar ou se eleger, a pessoa deveria comprovar uma renda Dentre as afirmações a seguir, assinale aquela que está
mínima, equivalente a determinada quantidade de alqueires INCORRETA no que diz respeito à Confederação do
plantados desse vegetal. Equador (1824).

b. A Assembleia Legislativa reunida em 1823 para elaborar a a. A Confederação do Equador estava afinada com os ideais
primeira Constituição do Brasil foi dissolvida por D. Pedro I, de federação que serviram de base para a implantação da
por ter proposto um projeto que privilegiava os grandes República dos Estados Unidos da América.
proprietários de terra e excluía os pobres da participação b. A revolta começou com a exigência de que o Presidente
política. da Província de Pernambuco, indicado por D. Pedro I,
c. A primeira Constituição do Brasil foi outorgada por D. renunciasse ao cargo em favor do liberal Manuel de
Pedro I e estabelecia o voto censitário e a formação de Carvalho Pais de Andrade.
quatro poderes - Legislativo, Judiciário, Executivo e c. A Confederação do Equador uniu Pernambuco e as
Moderador -, ficando os dois últimos sob controle do Províncias da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.
Imperador.
d. Cedendo as forças de repressão comandadas pelo
d. A primeira Constituição brasileira, estabelecida em 25 de Brigadeiro Francisco Lima e Silva, após cinco meses de
março de 1824, instituiu uma monarquia hereditária no Brasil resistência, os rebeldes se entregaram, sendo, por este
e o catolicismo como religião oficial do novo País, motivo, anistiados.
subordinando a Igreja ao controle do Estado.

e. Instituído pela Constituição outorgada de 1824, o Poder


11. ENEM 2004
Moderador garantia a D. Pedro I o direito de nomear

Página 3
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
Constituição de 1824: IV. Os Religiosos, e quaisquer que vivam em Comunidade
claustral.
“Art. 98. O Poder Moderador é a chave de toda a
V. Os que não tiverem de renda líquida anual cem mil réis
organização política, e é delegado privativamente ao
por bens de raiz, indústria, comércio ou empregos.
Imperador
(…) para que incessantemente vele sobre a manutenção da Constituição Política do Império do Brasil (1824).
Independência, equilíbrio, e harmonia dos demais
Disponível em: https://legislação.planalto.gov.br. Acesso em: 27 abr. 2010
poderes políticos (...) dissolvendo a Câmara dos Deputados
(adaptado).
nos casos em que o exigir a salvação do Estado.”
Frei Caneca:

“O Poder Moderador da nova invenção maquiavélica é a A legislação espelha os conflitos políticos e sociais do
chave mestra da opressão da nação brasileira e o garrote contexto histórico de sua formulação. A Constituição de 1824
mais forte da liberdade dos povos. Por ele, o imperador pode regulamentou o direito de voto dos “cidadãos brasileiros”
dissolver a Câmara dos Deputados, que é a com o objetivo de garantir
representante do povo, ficando sempre no gozo de seus
a. o fim da inspiração liberal sobre a estrutura política
direitos o Senado, que é o representante dos
brasileira.
apaniguados do imperador.”
b. a ampliação do direito de voto para maioria dos brasileiros
(Voto sobre o juramento do projeto de Constituição)
nascidos livres.
Para Frei Caneca, o Poder Moderador definido pela
c. a concentração de poderes na região produtora de café, o
Constituição outorgada pelo Imperador em 1824 era
Sudeste brasileiro.
a. adequado ao funcionamento de uma monarquia d. o controle do poder político nas mãos dos
constitucional, pois os senadores eram escolhidos pelo grandes proprietários e comerciantes.
Imperador.
e. a diminuição da interferência da Igreja Católica
b. eficaz e responsável pela liberdade dos povos, porque nas decisões político-administrativas.
garantia a representação da sociedade nas duas esferas do
poder legislativo.
13. UNIR 2010
c. arbitrário, porque permitia ao Imperador dissolver a
Câmara dos Deputados, o poder representativo da O texto abaixo foi extraído da Constituição do Império
sociedade. outorgada em 1824.

d. neutro e fraco, especialmente nos momentos de crise,


pois era incapaz de controlar os deputados representantes
Art. 91 Têm votos nestas eleições primárias:
da Nação.
1º Os cidadãos brasileiros que estão no gozo de seus
e. capaz de responder às exigências políticas da nação, pois
direitos políticos;
supria as deficiências da representação política.
2º Os estrangeiros naturalizados;

12. ENEM 2011

Art. 92. São excluídos de votar nas Assembleias Paroquiais: Art. 92 São excluídos de votar nas assembleias paroquiais:

[...]
I. Os menores de vinte e cinco anos, nos quais não se
compreendam os casados, e Oficiais Militares, que forem 5º Os que não tiverem renda líquida anual de 100$rs por
maiores de vinte e um anos, os Bacharéis Formados e bens de raiz, indústria, comércio ou empregos.
Clérigos de Ordens Sacras. [...]

Página 4
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
b. Garantiu independência e autonomia aos magistrados do
poder Judiciário.

c. O■cializou ao Legislativo o exercício de controlar o


Com base no texto, analise as afirmativas.
Estado.

d. Garantiu prerrogativas para o imperador controlar a


I - O Império nasceu como uma democracia plena na qual os política do país.
direitos políticos de todos foram assegurados. e. Garantiu ao Executivo a suspensão dos atos imperiais.

15. UEFS 2015


II - O Império nasceu como um estado desigual no qual
apenas as pessoas com posses e status social podiam votar Eleições, no Império, eram um acontecimento muito
e ser votadas. especial. Nesses dias sempre solenes, marcados por muita
liturgia cívica, o mais modesto cidadão vestia sua melhor
roupa, ou a menos surrada, e exibia até sapatos, peças do
III - A maioria da população do Brasil durante o Império vestuário tão valorizadas entre aqueles que pouco tinham.
podia votar e ser votada. Em contraste com essa maioria de gente nada refinada no
trajar, destacava-se uma minoria sempre vestida com pompa
e circunstância. Vestimentas de gala de autoridades civis,
IV - A maioria da população no Brasil Império ficou excluída militares e eclesiásticas, roupas importadas — tudo do bom
do direito a voto. e do melhor compunha a indumentária de quem era mais
que um cidadão qualquer e queria exibir em público essa
sua privilegiada condição. Esse desfile de contrastes
mostrava o que as eleições representavam: um momento de
afirmação de hierarquias e distinções sociais. A
Estão corretas as afirmativas
estratificação ficava ainda mais visível nos direitos dos
a. I e III, apenas. cidadãos brasileiros definidos na Constituição.

b. II e III, apenas. (CAVANI, 2007, p. 56-57).

c. I e IV, apenas.

d. I e II, apenas. As diferentes hierarquias sociais referidas no texto se


e. II e IV, apenas. reproduziam no sistema eleitoral do Brasil Monárquico,

a. mediante a liberdade dada a toda a população de se


14. UEL 2011 eleger para cargos do Poder Executivo, a exemplo dos
Presidentes das Províncias.
A Constituição Imperial de 1824 estabeleceu a divisão dos
poderes em Legislativo, Executivo, Judiciário e Moderador. b. pela oportunidade aberta aos votantes,
O poder Moderador era exercido pelo imperador e tinha independentemente da condição social, de que se elegeram
caráter centralizador. para os diversos cargos do Legislativo Imperial.

c. no sistema de eleição direta, no qual escravos, mulheres e


idosos tinham iguais oportunidades de participação.
Pode-se a■rmar que o poder Moderador:
d. através do voto censitário, que distinguia, pela renda e
a. Impediu o imperador de nomear membros vitalícios do
pela origem, os eleitores de primeiro grau (votantes) e os
Conselho de Estado.
eleitores de segundo grau (eleitores).

Página 5
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
e. no pleito aberto, restrito às populações urbanas cuja renda Os líderes da Confederação do Equador (1824) opunham-se
podia ser comprovada anualmente. à Constituição de 1824, principalmente, devido à/ao

a. união do Estado à Igreja e à naturalização dos


16. UFRRJ estrangeiros.

Leia os textos a seguir, reflita e responda. b. direito de Beneplácito e Padroado concedido ao


Imperador.
Após a Independência política do Brasil, em 1822, era
necessário organizar o novo Estado, fazendo leis e c. divisão do poder legislativo entre a Câmara de Deputados
regulamentando a administração por meio de uma e o Senado.
Constituição. Para tanto, reuniu-se em maio de 1823, uma d. implantação do Poder Moderador e à centralização
Assembléia Constituinte composta por 90 deputados política.
pertencentes à aristocracia rural.(...) Na abertura dos
trabalhos, o Imperador D. Pedro I revelou sua posição
autoritária, comprometendo-se a defender a futura 18. CESGRANRIO
Constituição desde que ela fosse digna do Brasil e dele A Constituição imperial brasileira, promulgada em 1824,
próprio. estabeleceu linhas básicas da estrutura e do funcionamento
VICENTINO, C; DORIGO, G. "História Geral do Brasil." São Paulo: Scipione, do sistema político imperial tais como o(a):
2001.
a. equilíbrio dos poderes com o controle constitucional do
A Independência política do Brasil, em 1822, foi cercada de Imperador e as ordens sociais privilegiadas.
divergências, entre elas, o desagrado do Imperador com a
possibilidade, prevista no projeto constitucional, de o seu b. ampla participação política de todos os cidadãos, com
poder vir a ser limitado, o que resultou no fechamento da exceção dos escravos.
Constituinte em novembro de 1823. Uma comissão, então, c. laicização do Estado por influência das idéias liberais.
foi nomeada por D. Pedro I para elaborar um novo projeto
d. predominância do poder do imperador sobre todo o
constitucional, outorgado por este imperador, em 25 de
sistema através do Poder Moderador.
março de 1824.
e. autonomia das Províncias e, principalmente, dos
Em relação à Constituição Imperial, de 1824, é correto
Municípios, reconhecendo-se a formação regionalizada do
afirmar que nela
país.
a. foi consagrada a extinção do tráfico de escravos, devido à
pressão da sociedade liberal do Rio de Janeiro.
19. UNIFENAS 2017
b. foi introduzido o sufrágio universal, somente para os
A sociedade imperial brasileira, que tinha a Constituição de
homens maiores de 18 anos e alfabetizados, mantendo a
1824 como base, apresentava um caráter contraditório: o
exigência do voto secreto.
Império se alinhava aos princípios liberais que se
c. foi abolido o padroado, assegurando ampla liberdade espalhavam pela Europa, no entanto mantinha a escravidão,
religiosa a todos os brasileiros natos, limitando os cultos justificada com a predominância do direito à propriedade
religiosos aos seus templos. privada.

d. o poder moderador era atribuição exclusiva do Imperador, Um importante elemento presente na Constituição de 1824
conferindo a ele, proeminência sobre os demais poderes. outorgada por D. Pedro I foi
e. o poder executivo seria exercido pelos ministros de a. a adoção da República como forma de governo.
Estado, tendo estes total controle sobre o poder moderador.
b. a criação do Poder Moderador.

c. o direito de voto extensivo a toda a população.


17. UNIMONTES 2014

Página 6
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
d. a extinção do tráfico de escravos. d. Extinção dos partidos políticos com ampliação do poder
do Chefe do Executivo e a criação dos sindicatos
e. o rompimento de relações diplomáticas com a Inglaterra.
e organizações corporativas de trabalhadores.

20. UFES 1999


22. UNIMONTES 2015
"Se o voto deixasse de ser obrigatório, o senhor iria votar
“As constituições, as leis e todas as instituições humanas
nas próximas eleições?"
são feitas para os povos e não os povos para elas”.
Conforme a pesquisa do Ibope, divulgada pelo jornal O
(Trecho de um manifesto divulgado em 2 de março de 1824. CARNEIRO,
Globo de 03/08/98, mais da metade dos eleitores não fazia
Reinaldo Pessoa. A ideia republicana no Brasil através de documentos.
questão de votar. Segundo alguns especialistas, esse
São Paulo: Alfa-Omega, 1973, p. 14-16.)
número continua grande em nosso país.
Esse manifesto foi escrito:
Entretanto, durante o período de Império, de acordo com a
Constituição de 1824, no Brasil era o sistema eleitoral que a. Pelos revolucionários da Praieira, revoltados com a
restringia a participação política da maioria, pois nomeação de um político conservador para a presidência da
província.
a. garantia a vitaliciedade do mandato dos deputados,
tornando raras as eleições. b. Pelos participantes da Conjuração dos Alfaiates,
influenciados pelos acontecimentos da Revolução Francesa.
b. convocava eleições apenas para o cargo de Primeiro
Ministro, conforme regulamentação do Parlamentarismo. c. Pelos inconfidentes mineiros, influenciados pelo
Iluminismo e pela independência dos Estados Unidos da
c. concedia o direito de votar somente a quem tivesse certa
América.
renda, sendo os votantes selecionados segundo critérios
censitários. d. Pelos revolucionários da Confederação do Equador,
descontentes com o excesso de poderes de Dom Pedro na
d. promovia eleições em Portugal, com validade para o
Constituição.
Brasil.

e. permitia apenas às camadas da elite portuguesa o direito


de eleger seus representantes, limitando a influência da 23. UFAM 2010
aristocracia rural brasileira. Em 1824, o carmelita frei Caneca, figura importante da
Confederação do Equador, criticou a Constituição outorgada
por D. Pedro I. Frei Caneca dizia que a mesma, além de
21. UFLA 2014
oprimir a Nação brasileira, não lhe garantia a Independência,
No intuito de iniciar a construção do Estado brasileiro, após a ameaçava sua integridade e atacava sua soberania, pois
Independência, D. Pedro I outorgou a Constituição de 1824, naquela havia um dispositivo, adotado das ideias do filósofo
que determinava: francês Benjamin Constant, considerado por frei Caneca a
chave-mestra da opressão. Identifique esse dispositivo nas
a. Existência do bipartidarismo concretizado na Aliança
alternativas a seguir:
Renovadora Nacional e no Movimento
Democrático Brasileiro. a. O Ato Adicional.
b. Monarquia hereditária, constitucional, representativa e b. O Conselho de Estado.
com uma divisão dos poderes em Executivo, Legislativo,
c. O Poder Moderador.
Judiciário e Moderador.
d. O Senado Vitalício.
c. Eleições diretas para todos os cargos dos poderes
Legislativo e Executivo e a supressão da exigência de renda e. A Lei de Interpretação do Ato Adicional.
mínima para votar e ser votado.

Página 7
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
24. UFES 1996

Confederação do Equador: Verdadeira porque a república liberal tinha a tendência de


limitar os direitos políticos aos proprietários privados dos
Manifesto Revolucionário Brasileiros do Norte! Pedro de
meios de produção e aos profissionais liberais da classe
Alcântara, filho de D. João VI, rei de Portugal, a quem vós,
média, aos homens adultos “independentes”.
após uma estúpida condescendência com os brasileiros do
Sul, aclamastes vosso imperador, quer descaradamente
escravizar-vos. Que desaforo atrevimento de um europeu no
Todavia, as lutas socialistas e populares forçaram a
Brasil. Acaso pensara esse estrangeiro ingrato e sem
ampliação dos direitos políticos com a criação do sufrágio
costumes que tem algum direito à Coroa, por descender da
universal (todos são cidadãos eleitores: homens, mulheres,
casa de Bragança na Europa, de quem já fomos
jovens, negros, analfabetos, trabalhadores, Índios) e a
independentes de fato e de direito? Não há delírio igual (...).
garantia da elegibilidade de qualquer um que, não estando
(BRANDÃO, Ulysses de Carvalho. A Confederação do Equador, Pernambuco:
sob a suspeita de crime, se apresente para um cargo eletivo.
Publicações Oficiais, 1924).

A causa da Confederação do Equador foi a:


As lutas por igualdade e liberdade ampliaram os direitos
a. extinção do Poder Legislativo pela Constituição de 1824 e
políticos (civis) e, a partir destes, criaram os direitos sociais
sua substituição pelo Poder Moderador;
— trabalho, moradia, saúde, transporte, educação, lazer,
b. mudança do sistema eleitoral na Constituição de 1824, cultura —, os direitos das chamadas “minorias” — mulheres,
que vedava aos brasileiros o direito de se candidatar ao idosos, negros, homossexuais, crianças, índios — e o direito
Parlamento, o que só era possível aos portugueses; à segurança planetária — as lutas ecológicas e contra as
c. atitude absolutista de D. Pedro I, ao dissolver a armas nucleares.
Constituinte de 1823 e outorgar uma Constituição que
(CHAUÍ; OLIVEIRA, 2010, p. 80).
conferia amplos poderes ao imperador;

d. liberação do sistema de mão-de-obra nas disposições


constitucionais, por pressão do grupo português, que já não
detinha o controle das grandes fazendas e da produção do
A “tendência de limitar os direitos políticos aos proprietários
açúcar;
privados dos meios de produção” se fez valer, no Brasil,
e. restrição às vantagens do comércio do açúcar pelo reforço
do monopólio português e aumento dos tributos contidos na
Carta Constitucional. a. na época colonial, quando apenas os elementos de
nacionalidade portuguesa podiam ser representantes nas
estruturas políticas coloniais, como as Câmaras Municipais.
25. UESC 2011
b. no Brasil Império, na medida em que o voto censitário
A democracia ateniense era direta. A moderna, porém, é
excluía da vida política nacional os trabalhadores
representativa. O direito à participação tornou-se, portanto,
assalariados em geral, consolidando o poder nas mãos da
indireto, por meio da escolha de representantes. Esse direito
aristocracia agrária escravocrata.
parece ter sofrido diminuição em lugar de ampliação. Essa
aparência é falsa e verdadeira. c. no período da Primeira República, época em que o voto
de cabresto era controlado pelos coronéis do sertão, o que
impedia a participação popular nas eleições para os poderes
Falsa porque a democracia moderna foi instituída na luta Executivo e Legislativo.
contra o Antigo Regime e, portanto, em relação a esse
d. na vigência do populismo, quando a legislação trabalhista
último, ampliou a participação dos cidadãos no poder, ainda
se restringia à população urbana, excluindo os trabalhadores
que sob a forma da representação.

Página 8
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
rurais de qualquer participação no processo eleitoral.

e. no regime ditatorial militar, momento em que o voto sofreu (1) Constituição de 1824
restrição e as eleições se mantiveram apenas nas zonas
(2) Constituição de 1891
rurais, região desmobilizada politicamente e carente de
movimentos sociais organizados. (3) Constituição de 1934

(4) Constituição de 1937


26. UNIMONTES 2009
(5) Constituição de 1946
Hei por bem, como Imperador e defensor perpétuo do Brasil,
dissolver a (...) Assembleia e convocar já uma outra (...) a (6) Constituição de 1967
qual deverá trabalhar sobre o projeto de Constituição que eu (7) Constituição de 1988
lhe hei de em breve apresentar, que será mais
duplicadamente liberal do que o que a extinta Assembleia
acabou de fazer.
( ) Fundamentou a separação entre os Poderes Executivo,
(D. Pedro I, 12 de novembro de 1823. In: COSTA, L. C. A.; MELLO, L. I.
Legislativo, Judiciário e Moderador e estabeleceu as funções
História do Brasil. São Paulo: Scipione, 1999, p. 154)
deles.

As informações acima guardam relação com ( ) Tornou-se a primeira a constitucionalizar os direitos


sociais, estabelecendo um Título referente à ordem
a. o caráter autoritário de D. Pedro I e os seus atritos econômica e social, e manteve a proibição de voto a
políticos com a primeira Assembleia Constituinte da história mendigos e a analfabetos.
do Brasil.
( ) Estabeleceu o mandato presidencial de cinco anos, e o
b. o pensamento absolutista, ideologia política prevalecente
vice-presidente da República passou a ser eleito
entre as elites brasileiras no início da história do Brasil
separadamente.
independente.
( ) Concentrou poderes na União e privilegiou o Poder
c. a ação preventiva de D. Pedro I contra as ameaças
Executivo em detrimento dos outros poderes; baseou toda a
oferecidas pela Constituinte de 1823 à escravidão e à
estrutura de Poder na Segurança Nacional.
grande propriedade.
( ) Foi a primeira a fazer a separação entre a Igreja e o
d. o pensamento liberal de D. Pedro I, contrário às
Estado, não sendo mais assegurado à religião católica o
tendências centralizadoras compartilhadas pela maioria dos
status de religião oficial.
participantes da Assembleia por ele dissolvida.
( ) Criou o mandado de injunção e o mandado de segurança
coletivo; estabeleceu o voto facultativo a jovens de 16 a 18
27. UNIPAM 2014
anos, a analfabetos e a maiores de 70 anos.
Estudar as constituições brasileiras faz com que se tome
consciência dos principais conteúdos da nossa história. ( ) Reduziu a esfera dos direitos individuais,
Assim, pela análise das constituições, pode-se perceber todo desconstitucionalizando o mandado de segurança e a ação
o processo de evolução pelo qual o Brasil passou. popular; por meio dela, os Prefeitos Municipais passaram a
ser nomeados pelo Governador de Estado.
(RODRIGUES, P. A. R. Constituições Brasileiras. Disponível
em: <http://www.infoescola.com>. Acesso em 15 set. 2013).

A sequência CORRETA é

Caracterize as constituições, associando a 2ª coluna com a a. 1, 3, 5, 6, 2, 7 e 4.


1ª. b. 2, 1, 4, 7, 6, 3 e 5.

Página 9
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
c. 4, 3, 2, 6, 5, 1 e 7. popular com o seu governo, consequência da grave crise
econômica que assolava o país e dos gastos com a disputa
d. 7, 6, 4, 5, 1, 3 e 2.
sucessória em Portugal.

28. UEMG 2015


29. UPE 2013
Em abril de 1831, na cidade do Rio de Janeiro, era comum
No Pernambuco da primeira metade do século XIX,
ouvir nas ruas versos como esses:
ocorreram algumas revoltas políticas que conturbaram os
anos finais da colonização portuguesa na América e as
décadas iniciais do período imperial. Sobre esse contexto,
assinale a alternativa CORRETA.
"Passa fora pé de chumbo
a. A Revolução Praieira exigiu, em 1817, o retorno da família
real para Portugal e a Independência do Brasil.

Vai-te do nosso Brasil b. A Revolução Pernambucana de 1817, liderada por


escravos e ex■escravos, pregou a abolição da escravatura
logo após a independência política do Brasil.
Que o Brasil é brasileiro c. A Revolução Praieira contestou o regime monarquista
adotado após a independência, pregando a necessidade de
a jovem nação aderir ao sistema político republicano.
Depois do 7 de Abril".
d. A Confederação do Equador, ocorrida em 1824, contestou
(dito popular - 1831) o projeto político de D. Pedro I para o Brasil independente,
exigindo a implantação do federalismo político.

e. A Guerra dos Mascates foi um conflito liderado pela elite


de Olinda que questionou a abdicação de D. Pedro I e a
Essa quadrinha, uma produção coletiva e anônima, implantação de uma regência política no país.
representava o sentimento da população em um contexto
político conturbado, pois o Imperador D. Pedro I
30. UP 2015
a. encontrava uma base de sustentação política sólida e sem
Ao tornar-se independente, o Brasil optou pelo Regime
disputas, o que lhe dava estabilidade para governar, mesmo
Monárquico, ao contrário da quase totalidade dos demais
com enorme impopularidade por causa de sua conduta
países do continente americano. O primeiro
pessoal irresponsável, desregrada e desrespeitosa
monarca brasileiro, Dom Pedro I, teve, no entanto, um
b. diante da insatisfação da população brasileira com a reinado relativamente curto, de 1822 a 1831. Vários eventos
tentativa das cortes portuguesas de recolonizarem o Brasil, colaboraram para a pouca longevidade do I Reinado, dentre
consegue o apoio dos grandes proprietários para concretizar os quais:
o que seu pai, D. João VI, previra que aconteceria ao deixar
o Brasil: a Independência.
a. a derrota na Guerra da Cisplatina.
c. vivia um entrave na sua relação política com a elite agrária
b. o envolvimento do Brasil na guerra contra o Paraguai.
brasileira, já que a constituição do Império, que havia sido
promulgada no ano de 1824, muito democrática e liberal, c. a abolição da escravatura.
concedia importantes direitos sociais à massa popular. d. a adoção de uma doutrina excessivamente liberal por
d. abdicou ao trono brasileiro, já que não havia condições parte do Imperador.
mínimas de governabilidade diante da enorme insatisfação

Página 10
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados
e. a ausência de envolvimento nas questões da região do
Rio da Prata.

GABARITO: 1) c, 2) e, 3) c, 4) c, 5) e, 6) a, 7) d, 8) b, 9) b,
10) d, 11) c, 12) d, 13) e, 14) d, 15) d, 16) d, 17) d, 18) d, 19)
b, 20) c, 21) b, 22) d, 23) c, 24) c, 25) b, 26) a, 27) a, 28) d,
29) d, 30) a,

Página 11
Copyright (c) 2013 - 2019 Stoodi Ensino e Treinamento a Distância S.A. - Todos os direitos reservados