Você está na página 1de 22

Introduç)o Um- mulher costum- procur-r su-s n-mor-d-s, revist-s e livros de

-uto--jud- p-r- descobrir por que um homem n)o ligou p-r- el- depois do
que p-reci- ser um m-r-vilhoso primeiro encontro. El- t-mbém pode us-r -s
mesm-s fontes p-r- entender por que um homem nunc- fez um- propost-
depois de p-ss-r -nos em um rel-cion-mento sério com el-. Em ger-l, el-
quer s-ber o que f-z os homens vibr-rem e como f-zê-los se comprometer.
Você jC se viu em um- situ-ç)o semelh-nte? Nesse c-so, você prov-velmente
s-be que - m-iori- dos conselhos que recebe ger-lmente n)o funcion-. N)o é
porque o conselho é ruim. É que -s pesso-s que d)o conselhos ger-lmente
-ssumem que todos os homens s)o igu-is. No ent-nto, este n)o é o c-so. A
verd-de é que existem qu-tro tipos diferentes de homens, e todos eles têm
person-lid-des diferentes. C-d- um deles tem su-s própri-s forç-s e
fr-quez-s, vont-des e desejos. C-d- um deles requer um- -bord-gem
diferente. Este é especi-lmente o c-so qu-ndo se tr-t- de rel-cion-mentos
sérios e c-s-mento. Se você peg-r qu-tro homens com diferentes tipos de
person-lid-de e pergunt-r por que eles gost-m de um determin-do esporte,
você -prenderC que c-d- um deles gost- por diferentes r-zões. O mesmo
conceito se -plic- -os rel-cion-mentos. Todos olh-m p-r- os rel-cion-mentos
e o c-s-mento de um- m-neir- diferente, porque v-loriz-m cois-s diferentes
sobre eles. Algum-s mulheres pens-m que certos homens nunc- v)o querer se
c-s-r, m-s isso n)o é verd-de. Todo homem v-i querer se c-s-r qu-ndo
encontr-r - mulher cert-. Ele pode -té -credit-r que nunc- se c-s-rC, m-s
definitiv-mente mud-rC de idéi- qu-ndo encontr-r - g-rot- perfeit- p-r- ele.
Por exemplo, todos esses qu-tro tipos de person-lid-de podem ser
fisic-mente -tr-ídos pel- mesm- mulher, m-s c-d- um deles consider-rC se
c-s-r com el- por diferentes r-zões.
Finj- que você estC em um b-r e percebe um homem -tr-ente do outro l-do d-
s-l-. Você deveri- se -proxim-r dele ou esper-r p-r- ver se ele se -proxim-ri-
de você? Alguns homens ser)o repelidos inst-nt-ne-mente se você decidir d-r
o primeiro p-sso. Por outro l-do, -lguns homens -ch-r)o isso tot-lmente
-tr-ente. M-s como você pode s-ber como serC o c-r- do outro l-do d- s-l-?
Este livro n)o -pen-s o -jud-rC - responder - ess- pergunt-, m-s você
t-mbém -prenderC o que f-z os homens vibr-rem. Você -prenderC sobre seus
segredos m-is profundos, desejos e medos. Você -prenderC -s tCtic-s ex-t-s
que o -jud-r)o - f-zer com que qu-lquer homem queir- ter um
rel-cion-mento com você, ou o lev-rC -ind- m-is longe e proporC o
c-s-mento. Você -prenderC - ler - mente m-sculin-. Você poderC identific-r
rCpid- e f-cilmente o tipo de homem com quem norm-lmente n-mor-. Você
serC c-p-z de identific-r r-pid-mente o tipo de homem com quem estC
lid-ndo - qu-lquer momento e s-berC como entr-r n- mente dele. Você
descobrirC tudo o que ele gost- e n)o gost- n-s mulheres. Você s-berC como
us-r tod-s ess-s inform-ções p-r- f-zê-lo se comprometer. E, o m-is
import-nte, -ind- serC su- decis)o. Ess-s inform-ções t-mbém -jud-r)o você
- entender como m-nter seus rel-cion-mentos s-udCveis pelo resto d- vid-.
Mesmo qu-ndo você é c-s-do. Antes de prosseguirmos, sinto-me obrig-do -
lembrC-lo de que os rel-cion-mentos n)o têm - ver com m-nipul-ç)o.
Port-nto, por f-vor, n)o use ess-s inform-ções p-r- m-nipul-r homens. Você
deve us-r ess-s inform-ções -pen-s p-r- obter o homem por quem re-lmente
-m-, ou -lguém com quem tenh- um- conex)o profund-. Em outr-s p-l-vr-s,
n)o tente f-zer um homem se -p-ixon-r por você, se estiver cl-r-mente
err-do um com o outro.
Que tipo é ide-l p-r- você? HC um tot-l de qu-tro tipos diferentes de
person-lid-des entre os homens. Esses tipos de person-lid-de s)o: "O tipo
soci-l, o tipo silencioso, o tipo líder e o tipo neutro". Nos c-pítulos seguintes,
você -prenderC sobre c-d- tipo de person-lid-de e como -pel-r p-r- eles.
Antes de cheg-rmos - isso, gost-ri- de -bord-r um- pergunt- comum. Que
tipo de person-lid-de é -dequ-do p-r- mim? É import-nte entender que c-d-
tipo de person-lid-de tem seus pontos fortes e fr-cos. Signific-ndo que n)o
existe um tipo de person-lid-de "bo-" ou "ruim". O import-nte é que você
tenh- químic- e sej- comp-tível com su-s necessid-des e desejos. Ao
continu-r - ler, lembre-se de que c-d- tipo de person-lid-de pode est-r
pronto p-r- se comprometer com um rel-cion-mento sério. Só porque um c-r-
é consider-do do tipo soci-l, n)o signific- necess-ri-mente que ele é um
jog-dor. Ou -lguém que é inc-p-z de se comprometer. C-d- tipo de
person-lid-de (homem) se comprometerC com você -ssim que você o fizer
perceber que você é - mulher perfeit- p-r- ele. É ex-t-mente isso que você
-prenderC - f-zer neste livro. Volt-ndo Y pergunt- origin-l. N)o existe um-
person-lid-de "bo-" ou um- person-lid-de "ruim". Port-nto, pode lev-r
-lgum-s tent-tiv-s e erros de su- p-rte p-r- determin-r qu-l o tipo de
person-lid-de m-is -dequ-do p-r- você. Ao ler este livro, é um- bo- idei-
pens-r em seus rel-cion-mentos -nteriores. Tente determin-r qu-is tipos de
person-lid-de er-m e por que n)o deu certo entre vocês dois. Observe se
você costum- n-mor-r o mesmo tipo de homem repetid-mente. Se for esse o
c-so, t-lvez sej- um- bo- idei- começ-r - s-ir com um tipo de person-lid-de
diferente p-r- v-ri-r. Outro ponto-ch-ve que quero -bord-r é que n)o hC dois
homens complet-mente igu-is. Mesmo que pertenç-m -o mesmo tipo de
person-lid-de, isso n)o signific- que eles se comport-r)o ex-t-mente d-
mesm- m-neir-. Eles sempre ter)o diferentes origens, tr-dições e outr-s
cois-s que os torn-m únicos. A diferenç- de id-de é outro gr-nde f-tor
qu-ndo se tr-t- d- person-lid-de de um homem. Por exemplo, um tipo soci-l
com m-is de 20 -nos se comport-rC de m-neir- muito diferente do tipo soci-l
com m-is de 40 -nos.
Esses dois homens ser)o muito soci-is, m-s - princip-l diferenç- est-rC em
su-s preferênci-s de estilo de vid-. À medid- que -prender m-is sobre c-d-
tipo de person-lid-de, preste -tenç)o Ys necessid-des e desejos de seu
p-rceiro -tu-l, se você jC tiver um. C-so contrCrio, tente refletir sobre seus
rel-cion-mentos -nteriores. Tenh- em mente que estes homens têm seus
pontos fortes e fr-cos. Você -prenderC o que s)o e como -pel-r p-r- c-d- um
deles, - fim de inici-r um rel-cion-mento sério, ou f-zê-lo propor se você jC
estC em um rel-cion-mento sério. Se você estiver pronto p-r- -prender -
entender melhor os homens do que - m-iori- d-s outr-s mulheres. Se você
estiver pronto p-r- -prender sobre su-s necessid-des e desejos, p-ssemos -o
próximo c-pítulo. Vej-mos o primeiro tipo de person-lid-de.
O tipo soci)l:
O tipo soci-l é prov-velmente o m-is fCcil de reconhecer Y dist_nci-. Esse é o
c-r- que norm-lmente tem um monte de gente -o seu redor, como ele f-z n-
m-iori- d-s convers-s. É comum ele cont-r históri-s e cont-r pi-d-s o tempo
todo. Como o tipo soci-l -dor- receber -tenç)o, ele ger-lmente se veste com
roup-s -lt-s. Ele t-mbém é muito provCvel de se vestir dem-is p-r- gr-ndes
oc-siões. De f-to, ele é quem est-rC bem vestido, independentemente d- hor-
ou do loc-l. Su-s roup-s ger-lmente ser)o muito c-r-s e eleg-ntes. Esse tipo
de person-lid-de ger-lmente é cerc-do por outr-s mulheres,
independentemente de ele ser solteiro ou n)o. N- verd-de, ele gost- de ter
muit-s -mig-s como p-rte de su- vid- soci-l. É - su- -bertur- que lhe
permite ter um- vid- soci-l e t-ntos -migos. Ger-lmente, o tipo soci-l é -quele
que inici- -br-ços e outros gestos físicos. Por r-zões óbvi-s, o tipo soci-l é
muito difícil de perder. Ele é quem f-l- com todo mundo, ri, f-z pi-d-s e
sempre cont- históri-s. Ele é sempre c-rismCtico, curioso, cri-tivo e enérgico.
Muit-s vezes, ele pode dizer -lgo que ofenderC outr-s pesso-s, m-s
ger-lmente se s-f- disso por c-us- de su- person-lid-de fCcil e enc-nt-dor-.
Os homens soci-is tendem - ser muito espont_neos e -ch-m difícil n)o
s-tisf-zer seus desejos imedi-t-mente. Port-nto, muitos tipos soci-is -ch-m
difícil m-nter-se em form- e comer de form- s-udCvel. Esse tipo de
person-lid-de é muito propenso - consumir t-b-co, jogos de -z-r e vCri-s
drog-s. Como o tipo soci-l é impulsivo, é m-is provCvel que tenh- t-tu-gens
do que outros tipos de person-lid-de.
Quem deve d-r o primeiro p-sso? Com o tipo soci-l, isso re-lmente n)o
import- quem f-z o primeiro movimento. Embor- ele n)o -che difícil -bord-r
-s mulheres, ele n)o se import-rC se você der o primeiro p-sso. Lembre-se de
que ele -dor- receber -tenç)o d-s pesso-s. Especi-lmente -queles que ele
-ind- n)o conhece. Como é n-mor-r o tipo soci-l? Esse é o c-r- que
norm-lmente f-l- dur-nte o primeiro encontro. Ele v-i cont-r muit-s históri-s e
pi-d-s. N)o v-i demor-r -té que você s-ib- tudo de onde ele é, su- c-rreir-,
f-míli- e muit-s outr-s pequen-s cois-s. O tipo soci-l é sempre descontr-ído
e divertido, por c-us- de su- c-p-cid-de n-tur-l de entreter. O soci-l O tipo
sempre inter-girC com todos -o seu redor. Ele gost- de est-r perto de outr-s
pesso-s e tem muitos -migos. Ele prov-velmente o -present-rC - todos que
conhece muito r-pid-mente. É comum que o soci-l conheç- todos d- cid-de.
Como ele gost- de pergunt-r sobre os pontos quentes d- cid-de, ele
prov-velmente conhecerC muitos deles. Em termos de vid- profission-l, ele
ger-lmente escolhe um- c-rreir- que exige que ele inter-j- com -s pesso-s.
Ele -ch- insuportCvel fic-r sozinho por um longo período de tempo. P-r- ele,
tédio é igu-l - morte. Tr-b-lh-r como um- mCquin- em t-ref-s rotineir-s n)o
é p-r- ele, e ele prov-velmente evit-rC ess-s posições - todo custo. Seus
pontos fortes: Um de seus m-iores dons é conseguir convencer qu-se
qu-lquer um. Ele é um gr-nde vendedor e pode convencê-lo em qu-se tudo.
Ele pode f-zer você ver qu-lquer idéi- idiot- como - melhor cois- de sempre.
Su-s h-bilid-des de ch-rme e comunic-ç)o permitem que ele -proveite os
outros sempre que quiser. Outr- gr-nde forç- dele é ser c-p-z de encontr-r
emoç)o em qu-se tudo. T-ref-s como l-v-r roup- ou pl-nej-r um- vi-gem -
-lgum lug-r n)o é um- t-ref- difícil p-r- ele, porque ele sempre encontr-
m-neir-s de se energiz-r com el-s. Cont-nto que ele n)o precise execut-r
ess-s t-ref-s todos os di-s como se fosse seu tr-b-lho, ele encontr-rC um-
m-neir- de -preciC-l-s. Vi-j-r e ver o mundo com ele é um- -legri-, porque
ele nunc- se perderC e, de -lgum- form-, encontr-rC ótimos lug-res p-r- s-ir.
Su- c-p-cid-de de perm-necer sempre positivo é outr- gr-nde forç- dele. É
ótimo porque, combin-ndo su- -titude positiv- e su-s h-bilid-des de
persu-s)o, ele t-mbém pode f-zer com que outr-s pesso-s sej-m felizes e
positiv-s. É incomum encontrC-lo culp-ndo os outros por seus problem-s. Ele
sempre procur-rC m-neir-s de motivC-lo. Em tempos difíceis, o tipo soci-l é
-quele que une -s pesso-s em vez de sep-rC-l-s. Ele norm-lmente n)o
gu-rd- r-ncor e -ch- fCcil pedir desculp-s sempre que comete erros. Ao
contrCrio de outros tipos de person-lid-de, o tipo soci-l tem um- c-p-cid-de
únic- de -ssumir riscos. T-lvez sej- seu ódio pel- monotoni- que o lev- - ser
-ventureiro e procur-r const-ntemente cois-s nov-s p-r- f-zer. É cl-ro que
sempre hC um- desv-nt-gem nesse comport-mento; no ent-nto, -
c-p-cid-de de -ssumir riscos pode render muito qu-ndo -plic-d-
corret-mente. Su-s fr-quez-s: o tipo soci-l sempre encontr-rC problem-s
qu-ndo se tr-t- de prest-r -tenç)o -os det-lhes. De f-to, ele prov-velmente
pens-rC que os det-lhes n)o s)o import-ntes. É -lgo que você pode encontr-r
em qu-se tudo o que ele f-z. Norm-lmente, ele n)o perde tempo lendo
instruções e se org-niz-ndo. Ele n)o gost- de estrutur-s e v-i pul-r de um-
cois- p-r- outr- sem nunc- se concentr-r em um- cois- cem por cento. É
comum encontr-r o tipo soci-l p-r- mor-r em um- c-s- b-gunç-d-. Seus
esp-ços de tr-b-lho t-mbém costum-m ser desorg-niz-dos. N- verd-de, ele
ger-lmente é o primeiro - dizer que precis- de -jud- nesse dep-rt-mento. É
muito comum ele contr-t-r -jud- extern- p-r- se m-nter org-niz-do. A
seguinte fr-quez- é n- verd-de -lgo que se b-sei- n- -nterior. Devido Y su-
inc-p-cid-de de se m-nter org-niz-do, ele prov-velmente serC um gr-nde
g-st-dor. Ele n)o pode deix-r de desperdiç-r dinheiro com cois-s inúteis. Ele
-dor- g-st-r dinheiro com cois-s que o coloc-r)o em dest-que por c-us- de
su- sede de -tenç)o, e é -lgo que requer muito dinheiro. O tipo soci-l
ger-lmente vive de s-lCrio em s-lCrio. Se tiver um- ch-nce, ele vi-j-rC pelo
mundo, visit-rC os lug-res m-is exóticos, fic-rC nos melhores hotéis e
desfrut-rC d-s refeições m-is incríveis. Isso o f-z muito feliz e re-liz-do. N)o
se surpreend- que esse c-r- o leve - um lug-r muito leg-l no primeiro
encontro. No ent-nto, n)o esqueç- que, embor- ele p-reç- ser rico, é muito
provCvel que ele n)o sej-. É -pen-s o jeito dele de ch-m-r - -tenç)o e tent-r
impressionC-lo. Se você estC pl-nej-ndo um rel-cion-mento sério ou
c-s-mento com esse c-r-, é um- bo- idei- se enc-rreg-r d-s fin-nç-s d-
f-míli-, pois, c-so contrCrio, você pode correr o risco de ter problem-s
fin-nceiros muito r-pid-mente. Su- outr- fr-quez- é se -brir p-r- pesso-s
que ele nem conhece. Isso o torn- vulnerCvel e permite que outros se
beneficiem dele. É muito difícil p-r- ele ver -s mentir-s de outr-s pesso-s. É
comum que ele tenh- -lter-ções de humor porque -ch- difícil tr-b-lh-r sob
press)o. Ele odei- crític-s porque f-z com que ele se sint- um fr-c-sso.
Lembre-se, ele gost- de se sentir desej-do e -preci-do. A f-lt- de -tenç)o,
-prov-ç)o e -ceit-ç)o pode -té levC-lo - fic-r deprimido. Sentir-se um
fr-c-sso ger-lmente o f-rC querer mud-r. Pode ser -lgo que tenh- - ver com
seu tr-b-lho, -rr-njos de vid- ou rel-cion-mentos. Ess- moviment-ç)o
ger-lmente dur- por um período muito curto ou -pen-s -té que ele comece -
receber -lgum- -tenç)o. Ent)o, ele continu-rC desenvolvendo um forte desejo
por outr- cois-. Ess-s mud-nç-s de humor podem tornC-lo muito difícil de
conviver. Um olh-r m-is -tento - um- possível rel-ç)o com o tipo soci-l: Como
mencionei -nteriormente, o tipo soci-l é muito -ventureiro. Port-nto, ele
consider- os rel-cion-mentos muito semelh-ntes - um- -ventur-. Ele quer ir
em um- -ventur- sempre que estiver convers-ndo, f-zendo -mor ou f-zendo
um- vi-gem de verd-de -o redor do mundo. Pode ser muito emocion-nte est-r
em um rel-cion-mento com o tipo soci-l por c-us- de seu -mor pel- inter-ç)o
e divers)o. Ele prov-velmente o lev-rC - lug-res interess-ntes que têm - ver
com -rte, cultur-, filmes, shows e rest-ur-ntes exóticos. Ele ger-lmente -ch-
fCcil impressionC-lo em um primeiro encontro, porque ele tinh- muit-
experiênci- no p-ss-do. É um- v-nt-gem que vem com su- person-lid-de
extrovertid-. N- verd-de, ele ger-lmente vê o n-moro como um- form- de
entretenimento. É m-is provCvel que você se sint- muito confortCvel e Y
vont-de com esse c-r-. O que é ótimo é que ele f-rC o que puder p-r- tir-r
tod- - press)o de você e volt-r tod- - -tenç)o p-r- ele qu-ndo estiver no
encontro. Além disso, é provCvel que o tipo soci-l lhe dê muitos presentes logo
no início do rel-cion-mento. Ao convers-r, ele é conhecido por olhC-lo
diret-mente nos olhos e inclin-r-se p-r- - frente. Ele pode toc-r su- m)o,
br-ço ou pern- enqu-nto ouve -tent-mente. É comum ele pul-r de um tópico
p-r- outro sem muito -viso prévio. Ele t-mbém us-rC muito humor
depreci-tivo p-r- -livi-r o clim-. Isso vem de seu gr-nde senso de humor e
c-p-cid-de de rir de si mesmo. Ele t-mbém gost- de f-l-r sobre bob-gens e
n)o gost- de ser muito sério. Ele gost- de surpres-s e qu-lquer outr- cois-
que poss- ser us-d- como form- de entretenimento. Ele estC muito rel-x-do
qu-ndo se tr-t- de su- vid- sexu-l. Ele -dor- ser -ventureiro e encontr- o
sexo como um- form- de recre-ç)o. Ele nem precis- gost-r d- g-rot- p-r-
f-zer sexo com el-. De f-to, ele ger-lmente procur- um p-rceiro que poss- ver
o mundo d- mesm- m-neir-. Ele pode ser muito sensível Ys necessid-des de
seu p-rceiro, m-s -o mesmo tempo esper- que ele entend- su- necessid-de
de independênci-. Ger-lmente, o tipo soci-l lev- -lgum tempo -ntes de se
comprometer com um p-rceiro. Um- vez que ele f-z, ele pode ser um -m-nte
muito -p-ixon-do. Ele -ch-rC fCcil se comunic-r com você sobre sentimentos
e emoções. Ele t-mbém lhe d-rC -poio mor-l sempre que você precis-r. O tipo
soci-l ger-lmente é muito -berto sobre tudo o que estC -contecendo em su-
vid- e o st-tus de seu rel-cion-mento. Nunc- é um jogo de -divinh-ç)o com
ele, porque se ele n)o gost-r de -lgo, ele o inform-rC. O mesmo v-le p-r- -
vid- sexu-l. Se o sexo for ruim, ele lhe dirC. Se estiver bom, ele t-mbém lhe
dirC. Se hC -lgo em que você pode cont-r com ele, é - c-p-cid-de dele de
torn-r o rel-cion-mento divertido. Ele n)o é do tipo que fic-rC deprimido por
um longo tempo. Em vez disso, ele f-rC o possível p-r- se m-nter positivo e
t-mbém o -jud-rC, mesmo em tempos difíceis. Qu-ndo se tr-t- de cri-nç-s,
ele pode ser um ótimo p-i. É su- c-p-cid-de de ver o l-do positivo d- vid- que
permitirC que seus filhos sempre se sint-m cri-tivos e motiv-dos. Ele pode ser
um d-queles p-is que t-mbém s)o -migos de seus filhos. O que ele precis- de
você: Muit-s mulheres julg-m os c-r-s com quem s-em com b-se em seus
rel-cion-mentos -nteriores. O que eles n)o percebem é que todos os homens
s)o diferentes. As cois-s que um homem pode -ch-r -tr-ente em um- mulher
v)o incomod-r outro. Isso ocorre porque c-d- tipo de person-lid-de tem
cert-s necessid-des e desejos que precis-m ser -tendidos. Todos eles
procur-m -lgo específico em um- mulher. A m-iori- d-s mulheres f-lh- em
s-tisf-zer su-s necessid-des e desejos, o que -c-b- lev-ndo - rompimentos.
Você pode est-r pens-ndo: "Por que devo f-zer todo o tr-b-lho duro?" e é
cl-ro que você estC certo. Um homem t-mbém deve c-rreg-r p-rte d- c-rg-.
Ele tem que se esforç-r p-r- f-zer você feliz t-mbém. Eu sugiro que você se
torne o inici-dor, porque um- vez que ele o verC tent-r melhor-r seu
rel-cion-mento e f-zê-lo feliz, ele retribuirC e f-rC o mesmo por você. Se você
s-be como f-zer um homem feliz, ele sempre o f-rC m-is feliz em troc-, desde
que ele tenh- sentimentos re-is por você. Ent)o, -qui est)o -lgum-s d-s
cois-s que o tipo soci-l precis- de você p-r- ser feliz. Princip-lmente, ele quer
muit- -tenç)o. Isso signific- que você deve ouvir -s históri-s dele e -preciC-
l-s complet-mente. Isso se -plic- mesmo qu-ndo você jC ouviu ess-s históri-s
muit-s vezes -ntes. De f-to, esse é um problem- comum com o qu-l muit-s
espos-s de comedi-ntes se dep-r-m di-ri-mente. N)o hC n-d- m-is
frustr-nte p-r- um comedi-nte do que ver su- espos- revir-r os olhos e dizer:
“ess- pi-d- denovo n)o“. Port-nto, se você quer que ele se sint- -m-do e
-preci-do, dedique tempo e -tenç)o Ys históri-s dele, independentemente de
ouvi-l-s -ntes ou n)o. O tipo soci-l quer ouvir você dizer - ele o qu-nto você o
-m- com m-is frequênci- do que im-gin-. Qu-nto m-is você mencion- isso
p-r- ele, m-is feliz ele serC; -ssim, seu rel-cion-mento prosper-rC. Esse
homem sempre desej-rC su- -prov-ç)o e -preci-ç)o. Você deve f-zer o seu
melhor p-r- n)o criticC-lo. Ele quer que você o -me por quem ele é, sem tent-r
mudC-lo. É muito fCcil ofendê-lo com crític-s e julg-mento. Como obter
-ceit-ç)o e -prov-ç)o é um- d-s cois-s m-is import-ntes p-r- ele, ele
sempre tent-rC descobrir se você dC - ele ou n)o. Dito de outr- m-neir-, ele
pode começ-r - procur-r -prov-ç)o e -ceit-ç)o de outr-s pesso-s se n)o
conseguir isso de você. Isso pode -c-b-r destruindo o seu rel-cion-mento.
Cert-s cois-s em su- person-lid-de o frustr-r)o. Sendo desorg-niz-do, e su-
f-lt- de -tenç)o -os det-lhes pode deixC-lo louco. Isso pode f-zer você querer
mudC-lo. No ent-nto, certifique-se de continu-r f-zendo isso com -mor e
-prov-ç)o, se decidir tr-zê-lo Y ton-. É um- bo- idéi- que ele s-ib- que você
estC lC p-r- ele e que estC disposto - -judC-lo ness-s Cre-s. Isso f-rC com
que ele -precie você -ind- m-is. Em ger-l, esse tipo de person-lid-de -dor-
elogios. Ele nunc- se c-ns-rC de lembrC-lo de qu)o gr-nde e t-lentoso ele é.
Isso permitirC que ele s-ib- que você re-lmente o -m-. Dê - ele muito -poio
mor-l e físico, e ele serC seu em pouco tempo. Como f-zê-lo se comprometer:
Obvi-mente, conseguir que um homem se compromet- signific- que você deve
f-zê-lo feliz enqu-nto estC com você. Um- gr-nde p-rte de f-zer -lguém feliz
é evit-r cois-s que n)o gost-m. Como mencionei -nteriormente, um dos
m-iores desgostos que o tipo soci-l tem é ser critic-do. Você deve -ceitC-lo e
-preciC-lo por quem ele é. Você deve ser positivo e motivC-lo - prosseguir com
seus objetivos e desejos. Ele precis- do seu -poio mor-l e físico o tempo todo.
Dig- - ele que você o -m- e mostre isso d-ndo-lhe muitos -br-ços. Além
disso, -jude-o - se m-nter org-niz-do, porque ess- é um- d-s su-s m-iores
fr-quez-s. F-ç- o que fizer, n)o tente -judC-lo qu-ndo ele cl-r-mente n)o
quiser su- -jud-. Por exemplo, se ele n)o pediu p-r- você -judC-lo - f-zer um
cronogr-m- ou org-niz-r seu esp-ço de tr-b-lho, n)o deve começ-r - f-zê-lo
sem - permiss)o dele. Se o fizer, isso -pen-s o -f-st-rC. A m-iori- dos
homens decidem f-zer um- propost- um- vez que eles percebem que
re-lmente -m-m você. No ent-nto, -lguns homens precis-m de um
empurr)ozinho. Se o c-s-mento é -lgo re-lmente import-nte p-r- você, eis
como você pode f-zê-lo se sentir d- mesm- m-neir-. Como ele -dor- ser o
centro d-s -tenções, é import-nte f-zê-lo perceber como o c-s-mento o
-jud- - conseguir m-is. Que ele s-ib- que o mundo ger-lmente tr-t- homens
c-s-dos com m-is respeito. O c-s-mento t-mbém pode ser um enorme
impulso de confi-nç- p-r- um homem, especi-lmente o tipo soci-l. Como ele
gost- de se orgulh-r do que tem, inici-r um rel-cion-mento re-l lhe
proporcion-rC - c-p-cid-de de se orgulh-r e proteger su- espos-. Você
t-mbém pode lembrC-lo de que ele n)o estC fic-ndo m-is jovem e que o
mundo n)o v-i esper-r que ele se decid-. Um- ótim- m-neir- de f-zer isso
discret-mente é coloc-ndo tod-s -s vel-s em seu bolo de -niversCrio. Em
seguid-, inicie um- convers- sobre isso m-is t-rde. Certifique-se de que est-
convers- inici-l sej- muito sutil. Isso o f-rC pens-r em c-s-mento. Se você tem
um- f-míli- soci-l muito gr-nde com quem m-ntém um ótimo rel-cion-mento,
n)o se esqueç- de -presentC-lo, porque ele n)o -m- n-d- -lém de conhecer
nov-s pesso-s. Além disso, -presente-o -os seus -migos. Ess- é um- idéi-
especi-lmente bo- se você tiver muit-s del-s. SerC extrem-mente útil se seus
-migos e f-mili-res comp-rtilh-m os mesmos interesses e desfrut-m d-s
mesm-s -tivid-des que ele. Isso cri-rC um vínculo soci-l que -c-b-rC por ser
rompido se ele decidir n)o se c-s-r com você. Outr- ótim- m-neir- que
t-mbém funcion-rC p-r- - m-iori- dos outros tipos de person-lid-de é
convid-r c-s-is felizes p-r- s-ir com você. Pode ser necessCrio filtr-r todos os
solteiros que est)o s-tisfeitos em serem solteiros p-r- que esse método
funcione. Isso por si só f-rC com que ele p-re de pens-r n- vid- dos solteiros e
concentre su- mente m-is em como seri- se c-s-r. Ess-s pouc-s sugestões
devem -judC-lo - lev-r seu rel-cion-mento -di-nte muito r-pid-mente. No
ent-nto, n)o f-rC nenhum bem se você decidir us-r esses truques muito cedo,
porque você deve sempre g-r-ntir que ele sej- o c-r- certo p-r- você. Se ele
n)o for, você -c-b-rC tendo um fim miserCvel como result-do. Isso n)o serC
justo p-r- você ou p-r- ele, sej- de que form- for. Em outr-s p-l-vr-s, n)o
use ess-s sugestões como um- m-neir- de induzi-lo - se c-s-r -pen-s
porque você re-lmente quer c-s-mento. Certifique-se de que vocês se -m-m
e por bo-s r-zões.
O Tipo Silencioso:
O tipo silencioso é outro que é muito fCcil de identific-r entre um- multid)o.
Diferente do tipo soci-l, ele é muito quieto e n)o quer ch-m-r -tenç)o. É m-is
provCvel que ele se pl-nte no c-nto de um- s-l- de onde poss- observ-r os
outros sem ch-m-r -tenç)o. Se ele estiver em um lug-r onde -s pesso-s
gost-m de se mistur-r, ele prov-velmente serC -comp-nh-do por pelo menos
um -migo. Su-s escolh-s de mod- ger-lmente s)o muito simples e sombri-s,
porque o -jud-m - fic-r de for- dos holofotes. O tipo silencioso é ger-lmente
introvertido, -n-lítico e sério. Quem deve d-r o primeiro p-sso? O tipo quieto
n)o se import-ri- se você desse o primeiro p-sso. N- verd-de, ele prefere que
você tire o f-rdo do ombro dele e se -proxime dele. Ele pode nunc- -dmitir
isso, m-s é o que ele re-lmente quer. C-so você n)o se sint- Y vont-de se
-proxim-ndo de homens, eis - melhor m-neir- de f-zer com que o tipo quieto
se -proxime de você. (Este método t-mbém funcion-rC p-r- - m-iori- dos
outros tipos. Um- d-s primeir-s cois-s que você precis- entender sobre os
homens é que - m-iori- deles só se -proxim-rC de você se tiverem qu-se cem
por cento de certez- de que você n)o os rejeit-rC. O segredo p-r- f-zê-los se
sentir -ssim estC nos seus olhos. Um gr-nde erro que muit-s mulheres
cometem qu-ndo est-belecem cont-to visu-l com um homem é
instintiv-mente olh-r p-r- o ch)o. Entendo que é -lgo que foi n-tur-lmente
condicion-do em você, m-s ess- tendênci- n-tur-l deve ser elimin-d- se você
quiser ter sucesso em f-zer com que os homens se -proximem de você.
Qu-ndo você encontr-r um homem que gost-ri- de conhecer, f-ç- cont-to
visu-l com ele e segure-o por m-is -lguns segundos do que re-lmente se
sente confortCvel. Além disso, dê - ele um sorriso su-ve e -gr-dCvel. E só
ent)o você deve desvi-r o olh-r. Agu-rde -lguns minutos, depois olhe p-r-
trCs e tente est-belecer cont-to visu-l m-is um- vez. C-so ele n)o estej-
olh-ndo p-r- você, certifique-se de olhC-lo com frequênci- -té ele olh-r.
Repit- todo esse processo m-is -lgum-s vezes, ou -té que ele re-lmente
decid- -bordC-lo. Pode lev-r -lguns desses momentos p-r- ele se sentir
confortCvel o suficiente p-r- se -proxim-r de você. Se ele n)o vier f-l-r com
você, pode ser por du-s r-zões. Ele pode n)o est-r interess-do, ou ele é
-pen-s um desses c-r-s extrem-mente tímidos. Se for esse o c-so, convém
d-r o primeiro p-sso. Isso depende inteir-mente de você. É incrível qu-nt-s
mulheres nunc- d-r)o o primeiro p-sso, mesmo que -chem o c-r- re-lmente
-tr-ente. N)o se sint- m-l se você se -proxim-r dele e descobrir que ele n)o
estC interess-do. A melhor cois- que você pode f-zer é -proveit-r o momento.
Como é n-mor-r o tipo quieto? Definitiv-mente, ele n)o é quem cont-
históri-s, porque prefere f-l-r sobre -lgo m-is sério que lid- com f-tos.
Qu-ndo se tr-t- de su- lingu-gem corpor-l, ger-lmente é mínim-. Em ger-l,
seu corpo estC tenso e fech-do - m-ior p-rte do tempo. Ele t-mbém tent-
f-zer seus gestos o m-is sutil possível. Qu-ndo você se encontr- pel- primeir-
vez, ele costum- resistir - comp-rtilh-r muitos det-lhes sobre si mesmo.
N-tur-lmente, o tipo quieto é muito t-lentoso e cri-tivo, m-s muit-s vezes
esconde esses t-lentos -té se sentir confortCvel com você. Su-s escolh-s de
c-rreir- h-bitu-is s)o -lgo que tem - ver com cri-tivid-de, -nClise e det-lhes.
Ao tr-b-lh-r em um projeto, ele tem um- c-p-cid-de únic- de se s-crific-r
pelo bem dos outros. Em outr-s p-l-vr-s, ele n)o se import- em permitir que
outr-s pesso-s brilhem enqu-nto ele c-rreg- - c-rg- nos b-stidores. S-be-se
que o tipo quieto prest- -tenç)o -os det-lhes, o que signific- que ele possui
p-drões extrem-mente -ltos p-r- tudo o que se envolve. Isso inclui su-s
escolh-s de c-rreir-, projetos nos qu-is ele tr-b-lh-, pesso-s com quem s-i e
definitiv-mente -s mulheres com quem n-mor-. Aos seus olhos, tudo deve ser
feito com precis)o, porque n)o hC muito esp-ço p-r- erros. Ele n)o se import-
em ref-zer -s cois-s repetid-s vezes -té -certC-l-s; no ent-nto, ele prefere
-cert-r n- primeir- vez. Um- cois- que re-lmente o f-z se dest-c-r -o
tr-b-lh-r com det-lhes é que ele estC disposto - g-st-r muito tempo
-n-lis-ndo result-dos e procur-ndo m-neir-s de cri-r um sistem- em torno
deles p-r- f-cilit-r o tr-b-lho no futuro. O tipo quieto odei- discutir. Mesmo
qu-ndo ele s-be que -lguém estC err-do. Ele n)o gost- de confrontos e
pontes em ch-m-s com -s pesso-s. Ele é muito empCtico e comp-ssivo. Ele
ger-lmente f-rC o possível p-r- entender o que - outr- pesso- estC pens-ndo
e sentindo, - fim de responder -dequ-d-mente. Isso lhe dC - c-p-cid-de de
sempre encontr-r um- ótim- conex)o com -s pesso-s, n)o import- quem el-s
sej-m. Ele estC sempre procur-ndo m-neir-s de contribuir p-r- - socied-de,
-poi-ndo instituições de c-rid-de, f-zendo do-ções e fornecendo -poio mor-l
Yqueles que precis-m. Ele t-mbém lê muito p-r- -dquirir o conhecimento que
o -jud-rC - -jud-r os necessit-dos. O tipo quieto muit-s vezes se queim- -té
o fin-l do di-, porque ele tende - pens-r muito. Isso o deix- com muito pouc-
energi- p-r- qu-lquer outr- cois-. Ele gost- de p-ss-r o resto do di- p-r-
rel-x-r e se energiz-r nov-mente. Ele -ch- difícil entr-r no lug-r d-queles
indivíduos que podem tr-b-lh-r o di- inteiro, depois volt-r p-r- c-s- e se
ocup-r com outr-s -tivid-des de sucç)o de energi-. Seus pontos fortes: Um
dos seus m-iores pontos fortes é ser perfeccionist-. Isso permite que ele se
dest-que em vCrios -spectos de su- vid- pesso-l e profission-l. N)o import-
com o que ele se envolv-, ele vê o tr-b-lho em m)os como um- obr--prim-.
Ele nunc- estC disposto - p-r-r -té -lc-nç-r - perfeiç)o que est-beleceu em
su- mente. O tipo silencioso é extrem-mente bem org-niz-do. Su- c-s- é
ger-lmente muito limp-. O mesmo v-le p-r- o seu esp-ço de tr-b-lho. Outr-
gr-nde cois- sobre ele é que ele norm-lmente é muito bom com -s m)os e é
c-p-z de consert-r qu-se tudo. Ele n)o gost- de tom-r decisões import-ntes
-ntes de cri-r um- list- de prós e contr-s. Ele -dor- -comp-nh-r -s cois-s,
cri-ndo diferentes tipos de grCficos que fornecem inform-ções v-lios-s p-r-
ele -n-lis-r. Esses d-dos t-mbém podem lev-r em consider-ç)o seu processo
de tom-d- de decis)o. Por c-us- de su- c-utel- e sede de -nClises, su-
situ-ç)o fin-nceir- ger-lmente é muito m-is estCvel do que o tipo soci-l. Isso
n)o signific- necess-ri-mente que ele g-nh- m-is dinheiro, m-s ele
definitiv-mente s-be como g-stC-lo de um- m-neir- que n)o o coloc-ri- em
problem-s fin-nceiros. Como ele é muito dedic-do - tudo o que tem em su-
vid-, isso t-mbém signific- que ele serC um n-mor-do ou m-rido
extrem-mente dedic-do. Pode demor-r um pouco m-is p-r- ele re-lmente
começ-r - confi-r em você e desenvolver sentimentos re-is por você, m-s
qu-ndo o fizer, ele se comprometerC complet-mente. Su-s fr-quez-s: -ssim
como pode ser um- cois- positiv-, ser perfeccionist- t-mbém pode servir
como su- m-ior fr-quez-. Ele costum- ter problem-s porque se ocup-
excessiv-mente dos det-lhes. Muit-s vezes, isso cust- - ele o que poderi- ser
um ótimo rel-cion-mento. Su- sede de perfeiç)o freqüentemente o lev- -
perder gr-ndes oportunid-des que surgem em seu c-minho. Ele é muito
c-uteloso -o -ssumir riscos, o que ger-lmente é necessCrio p-r- -lc-nç-r
-ltos níveis de sucesso em um- c-rreir- ou rel-cion-mento. Ele s-be que ess-
é su- m-ior fr-quez-, m-s ger-lmente tent- evit-r -dmitir esse f-to. De
muit-s m-neir-s, ele t-mbém é um sonh-dor. Ele desej- ter um- vid- bonit-,
onde poss- ser extrem-mente soci-l e ter muitos -migos, m-s muit-s vezes
sente que hC -lgo dentro dele que const-ntemente o impede. É fCcil identific-r
seu m-u humor, m-s é r-ro ele -dmitir que -lgo o incomod-. Se você
pergunt-sse: "O que hC de err-do?" ele ger-lmente responde com "N-d-". O
tipo quieto ger-lmente tem b-ix- -uto-estim- e encontr--se em const-nte lut-
com su- -uto-im-gem. Ele freqüentemente se pergunt- sobre o que hC de
err-do com ele e f-z um esforço p-r- mud-r - si mesmo. Isso ger-lmente é o
result-do de est-belecer p-drões extrem-mente -ltos p-r- si, devido Y su-
unid-de ser perfeit-. Isso ger-lmente o lev- Y depress)o e - vCrios outros
problem-s de s-úde. Outro gr-nde contr-ste entre o tipo quieto e o soci-l é
que ele ger-lmente é pessimist-. Ele sempre -n-lis-rC os d-dos e tent-rC
encontr-r um motivo p-r- -lgo n)o funcion-r. Às vezes, ele pode consider-r
su-s crític-s como um insulto e fic-r m-l-humor-do por di-s. Isso ger-lmente
result- em ele gu-rd-r r-ncor por c-us- de certos det-lhes dos qu-is ele
tende - se lembr-r de todos os -rgumentos. O tipo quieto frequentemente
critic- -queles que est)o -o seu redor. Port-nto, se ele é seu n-mor-do ou
m-rido, você deve est-r prep-r-do p-r- ouvi-lo sugerir que você f-ç- -lgum-s
cois-s de m-neir- diferente. Entend- que ele n)o estC f-zendo isso p-r- ser
m-u, m-s p-r- melhor-r su- vid-. Às vezes, isso simplesmente s-i d- boc- d-
m-neir- err-d-. N)o é incomum que ele t-mbém o lembre do que você fez e
n)o fez. Isso pode ter -lgo - ver com - m-neir- como você se veste, com -
limpez- d- c-s-, com - comid- e com outr-s coisinh-s simples que você pode
-ch-r um pouco irrit-nte. Um olh-r m-is -tento - um- possível rel-ç)o com o
tipo quieto: qu-ndo se tr-t- de -mor, o tipo quieto é prov-velmente o m-is
sensível dos qu-tro. Ele odei- ser rejeit-do, o que freqüentemente o lev- -
p-r-r de n-mor-r por um tempo. N- verd-de, ele nem gost- de n-mor-r t-nto
qu-nto o tipo soci-l, porque em su- mente ele estC sempre procur-ndo por
-lgo sólido. Ele estC sempre procur-ndo um rel-cion-mento sério ou mesmo
c-s-mento. Qu-ndo ele estC em um rel-cion-mento sério, o tipo quieto estC
disposto - f-zer o que for preciso p-r- f-zer o rel-cion-mento funcion-r. Se
isso signific- que ele precis- s-crific-r certos hCbitos, ele estC disposto -
f-zê-lo, por m-is difícil que sej-. Ao contrCrio de outros tipos de
person-lid-de, ele gost- de se comunic-r sobre o rel-cion-mento p-r-
melhorC-lo. Às vezes, ele pode -té vê-lo como um projeto interminCvel que
precis- de -primor-mento const-nte. Dito isto, ele n)o gost- de mulheres que
s)o grudent-s ou muito exigentes. O tipo quieto ger-lmente procur- um
p-rceiro -ventureiro e brinc-lh)o. Ele é muito c-p-z de ser c-loroso e
ch-rmoso, m-s -n-lítico e obstin-do -o mesmo tempo. Em últim- -nClise, ele
quer que você o -me incondicion-lmente. O tipo quieto é prov-velmente um
dos tipos m-is rom_nticos dos qu-tro. Ele gost- de pl-nej-r noites rom_ntic-s
e fins de sem-n- com b-st-nte -ntecedênci-. Qu-ndo se tr-t- de sexo, o tipo
quieto -dor- rom-nce t-mbém. Ele n)o gost- de sexo c-su-l. Em vez disso,
ele vê o -mor e o sexo como um só, e sempre esper- que um rel-cion-mento
signific-tivo se desenvolv- se estiver disposto - f-zer sexo com você. Um-
f-lh- import-nte em su- vid- -moros- é que ele costum- f-zer com que um-
mulher sej- melhor do que el- re-lmente é em su- mente. Isso é motiv-do por
seu desejo de perfeiç)o, m-s se torn- um problem- qu-ndo ele percebe que o
rel-cion-mento estC longe do que ele esper-v- em primeiro lug-r. Isso
ger-lmente lev- - decepç)o p-r- os dois e pode -té result-r em um
rompimento. Qu-ndo em um rel-cion-mento, ele n)o se import- de se
s-crific-r por su- f-míli-. Ele m-nterC - c-s- org-niz-d- e -s fin-nç-s d-
f-míli- em ordem t-mbém. N)o -pen-s ele est-rC no topo de su-s priorid-des,
m-s estej- prep-r-do p-r- que ele o lembre const-ntemente de cert-s cois-s
que você esqueceu de f-zer e que s)o import-ntes. O que ele precis- de você:
o tipo quieto n)o quer n-d- -lém de um- vid- estCvel. Como ele odei- correr
riscos, é import-nte que ele s-ib- que sempre volt-rC p-r- c-s-, onde -s
cois-s s)o feit-s de um- cert- m-neir- e em um determin-do momento. Em
outr-s p-l-vr-s, ele quer um pl-no de -ç)o det-lh-do p-r- seu estilo de vid-.
Ele quer s-ber que tem um horCrio p-r- -lmoç-r, j-nt-r, qu-ndo v-i tr-b-lh-r
e qu-ndo v-i rel-x-r. Ele precis- que você sej- previsível e org-niz-do. Se
você é muito espont_neo, desorg-niz-do e tem - tendênci- de cheg-r
-tr-s-do, isso c-us-rC muitos problem-s no seu rel-cion-mento com o tipo
quieto. Pesso-s imprevisíveis o deix-m louco. Se você desej- -proveit-r - vid-
com esse homem, deve poder proporcion-r um -mbiente estCvel no qu-l ele
poss- funcion-r d- melhor m-neir- possível. Outr- cois- que ele re-lmente
precis- é de tempo sozinho. Ele tem que se -f-st-r de todos de vez em
qu-ndo. Ele precis- desse tempo sozinho p-r- refletir sobre tudo o que se
p-ss- em su- mente. Qu-ndo você conhecer ele, n)o tente envi-r mens-gens
de texto e ligue p-r- ele - c-d- pouc-s hor-s, pois isso se torn-rC um- gr-nde
distr-ç)o p-r- ele. A menos que ele dig- o contrCrio, tente n)o vê-lo todos os
di-s no estCgio inici-l do seu rel-cion-mento. Se você jC estC mor-ndo junto,
dê-lhe -lgum esp-ço indo p-r- outr- s-l- e deixe-o fic-r sozinho. A menos
que ele dig- o contrCrio, est-s s)o tod-s -s cois-s que você deve consider-r
se re-lmente desej- inici-r -lgo sério com o tipo silencioso. Ele fic-rC feliz e
-gr-decido por você f-zer isso por ele. Su- disposiç)o em -ceitC-lo por quem
ele é t-mbém terC um p-pel se ele se -proxim- de você ou se repele
di-ri-mente. Você n)o deve dizer - ele p-r- f-zer -s cois-s de um- m-neir-
diferente. Lembre-se, ele é um perfeccionist-. Ele quer seguir um determin-do
horCrio, f-zer -s cois-s em um- cert- ordem e em um determin-do momento.
Ele quer que você concorde com ess-s escolh-s e -s sig- t-mbém. Isso o f-ri-
se sentir m-is especi-l se você re-lmente mostr-sse - ele que comp-rtilh-
interesses em comum. Se ele perceber que você gost- de ser org-niz-do e
comp-rtilh-r - vis)o dele p-r- o tipo de vid- que você desej-, ent)o você irC
muito longe n- vid-. No ent-nto, você deve ser honesto -o f-zer isso, porque
ele odei- pesso-s desonest-s e -queles que tent-m cri-r impressões f-ls-s.
Se você -tu-lmente n)o gost- de n-d- do que ele f-z, ent)o t-lvez dev-
procur-r -lgo que poss- ser -preci-do juntos. Por outro l-do, t-lvez sej-
-pen-s um sin-l de que vocês n)o pertencem um -o outro. Lembre-se, os
rel-cion-mentos têm que ser divertidos. Com ele, você pode f-zer -s du-s
cois-s. Você pode se divertir e pode ter momentos tr-nquilos que ele exigirC
de vez em qu-ndo. Em ger-l, ele quer que você sej- org-niz-do. Ele quer que
você o -me e -precie por quem ele é, e ele quer que você leve - sério -s
necessid-des dele. Como f-zê-lo se comprometer: O tipo quieto é
prov-velmente um dos tipos m-is difíceis de -gr-d-r; no ent-nto, existem
vCri-s m-neir-s de f-zê-lo querer se c-s-r. Aqui est)o -lgum-s d-s técnic-s
que você pode us-r p-r- mostr-r - ele que você é - mulher cert- p-r- ele.
Mostre - ele que você o -m- por quem ele é e que você é o melhor -migo dele
no mundo. N)o import- o qu-nto ele goste de vínculo m-sculino, ele nunc-
corresponderC -o tipo de conex)o que ele exige di-ri-mente com um- mulher.
Se você quer que ele o leve - sério, deve mostr-r - ele que você pode ser seu
melhor -migo e -m-nte -o mesmo tempo. Mostre - ele que você pode ser le-l,
solidCrio e que pode convers-r com ele sobre qu-lquer cois-. Incluindo cois-s
m-sculin-s. Por exemplo, se ele estC -ssistindo esportes, mostre -lgum
interesse nisso. De f-to, se você o observ-r -ssistindo - um jogo com os
-migos do sexo m-sculino, tente perceber o que ele gost- nos -migos qu-ndo
eles pr-tic-m esportes juntos. Ent)o, vej- se você consegue model-r -lgum-s
d-s cois-s que ele -dor- sobre -ssistir esportes com seus -migos e que você
poderi- f-zer com ele sozinho. Um- d-s melhores m-neir-s de f-zê-lo querer
se comprometer é d-ndo dic-s sutis sobre o qu-nto m-is seguro ele se sente
em um rel-cion-mento sério. F-le sobre confi-nç- e le-ld-de e como isso os
fort-lece como c-s-l e como indivíduos. F-le sobre como n)o se preocup-r
com seu p-rceiro dC - -mbos esp-ço p-r- liberd-de de f-zer e conseguir m-is
com su-s vid-s. Além disso, comunique o qu-nto é m-is divertido cri-r o tipo
de vid- que vocês dois desej-m qu-ndo sempre hC -mor e -poio
incondicion-is um pelo outro. Ess-s convers-s simples s)o tudo o que ele
desej- ouvir p-r- perceber que - mulher com quem estC se comunic-ndo é -
cert- p-r- ele. Isso é tudo sobre o seu vínculo emocion-l com o tipo quieto.
O tipo de líder:
Identific-r o tipo de líder é muito fCcil. Ele é extrem-mente confi-nte e c-rreg-
muit- energi- positiv-. Em um bom di-, o tipo de líder é c-p-z de tr-nsform-r
- -tmosfer- em um- s-l- -ssim que entr- nel-. O segredo estC inteir-mente
em su- energi-. Ele tem t-nto que pode p-rticip-r de vCri-s -tivid-des físic-s,
mesmo -pós um di- duro de tr-b-lho. Às vezes, pode p-recer difícil distinguir
entre o tipo de líder e o tipo soci-l, porque -mbos podem p-recer muito
enérgicos e -utoconfi-ntes. A princip-l diferenç- entre os dois é que o tipo
soci-l sempre s-i como um -rtist-. Ele estC const-ntemente tent-ndo m-nter
tod- - -tenç)o cont-ndo históri-s e cont-ndo pi-d-s. O tipo de líder é muito
m-is rel-x-do enqu-nto -ind- c-rreg- um- presenç- poderos-. N)o é tudo
sobre ele qu-ndo ele se comunic- com -s pesso-s. Ele é conhecido por f-zer
muit-s pergunt-s e f-zer - convers- seguir nos dois sentidos. Às vezes ele -té
prefere que outr- pesso- f-le. Apes-r do f-to de que ele n)o tent- c-ptur-r
muit- -tenç)o, ele -ind- f-z com que muit-s pesso-s o notem. Su- lingu-gem
corpor-l é sempre diret-. Ele n)o esconde n-d-, porque c-d- movimento que
ele f-z é ger-lmente feito por um- r-z)o. Ele n)o gost- de desperdiç-r su-
energi-. Se ele quiser f-zer -lgo, ou f-l-r com -lguém, ele f-rC isso sem
qu-lquer hesit-ç)o. Ele v-i direto p-r- - pesso- em que estC interess-do e
começ- - convers-r. Quem deve d-r o primeiro p-sso? N- m-iori- dos c-sos,
o tipo de líder n)o gost-ri- que você desse o primeiro p-sso. Ele é o líder, e
c-be - ele -bord-r você. Se você quer que ele se -proxime de você, envie um-
mens-gem p-r- ele com seus olhos. F-ç- cont-to visu-l com ele por um
tempo um pouco m-is longo do que o que norm-lmente seri- confortCvel.
Ent)o, espere ele se -proxim-r. Norm-lmente, você t-mbém seguiri- com um
sorriso c-loroso, m-s com o tipo de líder, é melhor f-zê-lo com forte cont-to
visu-l. Se ele -ch-r você -tr-ente, prov-velmente o -bord-rC -pen-s por
cont-to visu-l. Como é n-mor-r o tipo de líder? O tipo de líder é enérgico e
-p-ixon-do pel- vid-. Alguns diri-m que ele estC sempre em um- miss)o p-r-
mud-r o mundo. Ele é um empresCrio n-to e estC sempre foc-do em g-nh-r
dinheiro e inici-r negócios. Ele estC const-ntemente procur-ndo nov-s
oportunid-des p-r- -v-nç-r. Ele encontr- verd-deir- -legri- em seu tr-b-lho.
P-r- ele, o tr-b-lho é m-is do que -pen-s g-nh-r dinheiro. É um modo de
vid-. Mesmo que ele -dor- g-nh-r dinheiro, isso n)o signific- que ele é
g-n-ncioso. Ele só quer est-r Y frente e subir continu-mente - nov-s -ltur-s.
Est-r sem dinheiro n)o é n-d- divertido p-r- ele. Port-nto, ele é
extrem-mente bom em -comp-nh-r su-s fin-nç-s e priorid-des. Em seu
tr-b-lho, ele estC sempre procur-ndo m-neir-s de ser independente. Isso v-le
em termos de -gend- e fin-nç-s. O tipo de líder ger-lmente é muito bom em
m-temCtic-, geometri- e qu-lquer cois- rel-cion-d- - números e lógic-. Isso,
é cl-ro, -fet- su-s escolh-s de c-rreir- t-mbém. Como sugeri -nteriormente,
ele é extrem-mente orient-do - objetivos e foc-do. Um de seus m-iores
pr-zeres n- vid- é est-belecer met-s e se ver -lc-nçC-l-s. Ele odei- fic-r
sent-do sem rumo. Assim que ele -tinge um objetivo, ele imedi-t-mente p-ss-
p-r- o próximo. Ess- unid-de é ger-lmente responsCvel por permitir que o tipo
de líder se torne um milionCrio cri-do por si mesmo. Seus pontos fortes: Um
dos seus m-iores pontos fortes é poder tom-r decisões rCpid-s e c-lcul-d-s.
Ele n)o gost- de perder muito tempo -n-lis-ndo os d-dos e f-tos
repetid-mente. Ele odei- procr-stin-ç)o e f-z su-s escolh-s o m-is rCpido
possível, enqu-nto -ind- é esperto sobre el-s. Muit-s vezes, ele confi- em
seus instintos p-r- determin-r o c-minho certo p-r- si. Ao contrCrio do tipo
soci-l e do tipo quieto, ele n)o se sent- e cont- tudo sobre seus sonhos e
desejos, objetivos e -mbições. Em vez disso, ele prefere g-st-r esse tempo
tr-b-lh-ndo em seus objetivos. Ele -credit- firmemente que n-d- é m-is
import-nte do que -pen-s f-zer -s cois-s sem f-l-r ou pens-r muito sobre
isso. Su- n-turez- competitiv- é outro dos seus pontos fortes, porque permite
que ele torne - vid- de su- f-míli- muito m-is interess-nte t-mbém. Por
exemplo, -o contrCrio de outr-s person-lid-des, ele n)o observ-
simplesmente seus filhos de l-do. Ele re-lmente p-rticip-rC de su-s vid-s
diCri-s. Além disso, qu-ndo se tr-t- de tir-r féri-s com - f-míli-, ele sempre
tent- melhor-r c-d- um- d-s féri-s que - -nterior. Outr- c-r-cterístic-
m-r-vilhos- é que ele é um homem de su- p-l-vr-. Ele n)o mud-rC de idéi-
sobre você do n-d-. Se ele lhe prometeu -lgo, ele o f-rC. Ele sempre defende
seus v-lores e crenç-s. Ele nunc- lhe dirC o que você quer ouvir se ele n)o
-credit-r. Ele gost- de ser re-l. M-is um- forç- dele é que ele estC sempre
disposto - defender o que ele represent-. Ele exige respeito e nunc- tem medo
de f-l-r qu-ndo -lguém estC f-zendo -lgo err-do com ele. Sempre que vê
injustiç-, sente necessid-de de lut-r pelo que é certo. Se ele n)o receber o
tipo de serviço que -ch- que merece, exigirC que sej- recompens-do por isso.
Em outr-s p-l-vr-s, o tipo de líder sempre consegue o que quer de um-
m-neir- ou de outr-. Su-s fr-quez-s: muit-s vezes ele n)o estC em cont-to
com seus sentimentos. Em vez de resolver problem-s emocion-lmente, ele
sempre implement- lógic-, -nClise e senso comum. Ele -bsolut-mente odei- o
dr-m- e tent- fic-r o m-is longe possível dele. Esse dist-nci-mento de seus
sentimentos Ys vezes lhe cust-, porque o torn- inc-p-z de consider-r o que -s
outr-s pesso-s querem e precis-m. Muit-s vezes f-z com que p-reç-
negligente e frio p-r- os outros. Outr- fr-quez- dele é que ele n)o gost- de se
envolver em convers-s norm-is ou convers- fi-d-. Ele pr-tic-mente nunc-
-pen-s se sent- e ouve outr-s pesso-s. Se ele estiver re-lmente ouvindo,
ger-lmente signific- que ele estC tent-ndo determin-r o que dizer - você que
você precis- corrigir - seguir. Ou ele estC tent-ndo descobrir o tipo de
conselho - d-r. Ele quer fic-r longe d-s emoções e -pen-s fornecer os f-tos. É
esse tipo de ment-lid-de que Ys vezes f-z p-recer que ele é inc-p-z de f-l-r
em fr-ses complet-s. Ele -dor- se comunic-r em fr-ses curt-s e chei-s de
-ç)o. Ele n)o f-z isso porque quer ser rude, m-s o contrCrio. Se você estC
comp-rtilh-ndo sentimentos com ele, ele sente que você desej- - opini)o ou o
conselho dele sobre -lgum- cois-. É por isso que ele sempre quer m-nter -
convers- curt- e tent- fornecer r-pid-mente o mCximo de -ssistênci-
possível. Por m-is que sej- su- forç-, seu forte foco t-mbém é um- gr-nde
fr-quez-, porque n)o lhe permite experiment-r outr-s Cre-s d- vid- -o
mCximo. Cert-mente, ele permite que ele sej- bem-sucedido em qu-se tudo o
que tent-, m-s o priv- de muitos outros -spectos import-ntes d- vid-. Um-
vez bloque-do em su- vis)o de túnel, é qu-se impossível distr-í-lo. Su- outr-
fr-quez- é seu senso de lider-nç- e -utorid-de. Ele esper- que -s pesso-s
sig-m seu exemplo sem pergunt-s. Ele fic- irrit-do com muit- r-pidez e
f-cilid-de se você question-r su-s -ções e decisões. Às vezes, f-zer um-
pergunt- simples pode ser entendid- como um des-fio e pode lev-r - um
-rgumento ruim. Outr- gr-nde fr-quez- é su- const-nte busc- por novos
des-fios e novos obstCculos - serem conquist-dos. Isso f-z dele um vici-do
em tr-b-lho e muit-s vezes pode deix-r seus p-rceiros sentindo que est)o
sendo negligenci-dos. É sempre útil que -s mulheres que est)o em um
rel-cion-mento com ele tenh-m muitos -migos íntimos p-r- evit-r que se
sint-m sozinh-s. Em outr-s p-l-vr-s, o tipo de líder tem um- tendênci- -
g-st-r muito tempo com seus objetivos e sonhos. O que ele precis- de você: O
tipo de líder é muito independente e sempre segue su-s própri-s regr-s e
horCrios. Ele estC -bsolut-mente certo sobre o que quer em um
rel-cion-mento e n)o se content-rC com menos do que isso. Ao procur-r um
p-rceiro, ele sempre tent-rC encontr-r -lguém que poss- comp-rtilh-r -s
mesm-s c-r-cterístic-s que ele. Com o tipo de líder, é re-lmente muito
simples. Ele sempre inform-rC o que ele quer e o que esper- de você -ntes de
entr-r em um rel-cion-mento comprometido. Ele -n-lis-rC su-s necessid-des,
objetivos e desejos p-r- determin-r se você é comp-tível. Se você re-lmente
quer c-ptur-r o cor-ç)o dele, é import-nte ser um bom ouvinte, porque é
ex-t-mente isso que ele exigirC de você. Ele t-mbém estC procur-ndo -lguém
que sej- bom em lid-r com conflitos e des-cordos de form- produtiv-. Se ele
decidir que você v-le o seu tempo e esforço, ent)o ele sem dúvid- coloc-rC
muito foco em você. Um- vez que ele decid- que você é o certo p-r- ele, ele
se torn-rC muito dedic-do e est-rC pronto p-r- se comprometer. Por outro
l-do, se ele n)o estiver interess-do em você, prov-velmente o tr-t-rC com
negligênci-. Ele t-mbém fic-rC muito imp-ciente -o se comunic-r com você.
Se, dur-nte o n-moro, ele perceber que você n)o é - mulher cert- p-r- ele, ele
prov-velmente termin-rC o rel-cion-mento -brupt-mente. Isso é tudo por
c-us- de su- m-neir- de pens-r e f-zer -s cois-s. Ele tem ess- -bord-gem
n-tur-l de "-ssumir o controle" de su- vid-. Qu-ndo você estC em um
rel-cion-mento com ele, ele pode ser muito rom_ntico e ger-lmente se
concentr- em -gr-d-r um- mulher, recebendo tudo o que el- quer. Ele f-z isso
p-r- compens-r su- f-lt- de c-p-cid-de de mostr-r seus sentimentos e
emoções. Um- gr-nde cois- sobre est-r com o tipo de líder é que ele sempre
tent-rC -judC-lo - resolver seus problem-s -ssim que você os comp-rtilh-r
com ele. Ao contrCrio de outros tipos de person-lid-de, ele se -p-ixon- com
menos frequênci- e, port-nto, tem muito m-is prob-bilid-de de m-nter um
rel-cion-mento em vez de ter vCrios p-rceiros. De f-to, ele ger-lmente terC
-pen-s -lguns rel-cion-mentos sérios dur-nte su- vid-. Qu-ndo jovem, ele
prov-velmente n)o tinh- muit- experiênci- em n-moro. Como o tipo de líder
tem tudo - ver com result-dos, é import-nte que você exib- o que -lc-nçou
qu-se di-ri-mente. Se você é -pen-s um- d-quel-s mulheres que gost- de
g-st-r muito tempo no telefone, ele -c-b-rC por vê-lo como -lguém que é
muito improdutivo, o que é um gr-nde des-gr-do p-r- um c-r- como ele. Em
ger-l, se você estC n-mor-ndo o tipo de líder, é import-nte definir quem tem
controle sobre o que em seu rel-cion-mento. JC que ele tem tudo - ver com
controle, esse é um -specto import-nte de su- vid-. Se você n)o pode f-zê-lo
se sentir como o líder que ele é, inevit-velmente encontr-rC muitos conflitos
com ele. Se você puder resolver ess- Cre- de su- vid- -ntes de enfrent-r
esses conflitos, -mbos desenvolver)o respeito mútuo. Se -contecer de você
n)o ser o tipo de pesso- que desej- o p-pel de líder, serC -ind- m-is fCcil
p-r- você, porque tudo o que você precis- f-zer é deixC-lo -ssumir o controle.
Com ele, é tudo c-p-z de equilibr-r ser produtivo, m-s deix-r esp-ço
suficiente p-r- ele ser o líder que ele é. Ele só quer que você mostre respeito -
ele. Permit- que ele tome -s gr-ndes decisões que ele precis- tom-r
di-ri-mente. Ao mesmo tempo, ele t-mbém quer que você mostre - ele que
você n)o é -pen-s um peso morto. Ele quer ver você re-liz-r -lgum-s cois-s
de vez em qu-ndo. Deixe-o lider-r o c-minho e permit- que ele sig- seu
cor-ç)o todos os di-s. Ele quer ver que você estC disposto - confi-r em todos
os seus movimentos. N)o questione su-s -ções e "o ch-teie" com det-lhes,
porque ele prov-velmente n)o mud-rC de idéi-. Ele só fic-rC irrit-do com isso.
N)o tente prov-r que ele estC err-do, mesmo que você pense que ele estC.
Deixe-o descobrir por cont- própri-, porque é isso que ele quer. Dig- - ele o
que ele quer ouvir se você re-lmente quer que ele se -p-ixone por você.
Mostre - ele que você o -preci- por quem ele é e pelo que ele f-z di-ri-mente.
P-r-benize-o por tod-s -s su-s re-liz-ções. Se ele volt-r p-r- c-s- c-ns-do
do tr-b-lho, pode ser seu instinto dizer - ele que ele n)o deve tr-b-lh-r t-nto,
m-s isso é um gr-nde n)o-n)o p-r- o tipo de líder. Em vez disso, ele quer ver
você -preci-r seu tr-b-lho duro. Este -ind- é o c-so, mesmo que ele se queixe
do f-to de est-r c-ns-do e do qu-nto tr-b-lhou n-quele di-.
Independentemente do que ele diz, é import-nte sempre reconhecê-lo por seu
tr-b-lho duro. Como f-zê-lo se comprometer: é muito comum esse tipo de
c-r- te perseguir muito no começo, m-s depois que ele te conquistou como
qu-lquer outro objetivo, você not-rC que - busc- dele v-i diminuir. Port-nto,
esse homem precis- s-ber que pode perder você - qu-lquer momento. Isso o
m-nterC -lert- e disposto - f-zer o que for preciso p-r- conseguir você.
Enqu-nto n-mor- com ele, especi-lmente no começo, qu-ndo -s cois-s est)o
começ-ndo - fic-r um pouco m-is séri-s, você precis- se esforç-r p-r-
entender. Ele precis- de um des-fio, c-so contrCrio ele perderC o interesse em
você. Sob nenhum- circunst_nci- você deve persegui-lo, porque este serC um
desvio definitivo p-r- ele. Se o fizer, ele fic-rC entedi-do muito r-pid-mente e
seguirC p-r- outr- pesso-. Com ele, qu-nto m-is difícil você fic-r, m-is
interess-do ele se torn-rC. Seu tr-b-lho em todo esse cenCrio é torn-r ess-
jorn-d- interess-nte p-r- ele. O tipo de líder sempre se esforç-rC p-r- obter -
melhor mulher possível. Você deve poder mostr-r - ele que você é ess-
mulher. Isso só pode ser -lc-nç-do inform-ndo indiret-mente que existem
muitos homens por -í que gost-ri-m de lev-r - sério você. Isso f-rC com que
ele perceb- que você é único e especi-l. Isso f-rC com que ele pense que deve
-gir rCpido se n)o quiser perder est- oportunid-de. Com ele, n-mor-r pode
p-recer que você estC -dministr-ndo um negócio. Em outr-s p-l-vr-s, ele
quer s-ber que você é o melhor negócio. Est- é - únic- m-neir- de ele se
sentir vitorioso. Outr- ótim- m-neir- de mostr-r - ele que você é - mulher
cert- p-r- ele é deixC-lo s-ber que você tem seus próprios objetivos pesso-is
e fin-nceiros. Dess- form-, ele perceberC que juntos você pode conseguir
muito m-is do que ele j-m-is poderi- conseguir sozinho. P-rece um negócio
incrível conseguir um- mulher c-p-z de ser m-is do que um- p-rceir- just- e
íntim-. Ele quer s-ber que você pode ser um verd-deiro -tivo, e n)o um
p-ssivo n- vid- dele. M-is import-nte, você deve f-zê-lo se sentir
verd-deir-mente especi-l. Um- m-neir- muito simples de f-zer isso é com
pequenos gestos de -preci-ç)o e le-ld-de. Por exemplo, qu-ndo ele cheg-r
em c-s- do tr-b-lho e você estiver -o telefone, verifique se ele ouve você
dizer -o seu -migo que você precis- ir. Dig- - el- que você lig-rC m-is t-rde.
Logo -pós deslig-r o telefone, preste muit- -tenç)o - ele como se ele fosse -
cois- m-is import-nte do mundo p-r- você. De vez em qu-ndo, t-mbém é
um- bo- idéi- j-nt-r pronto p-r- ele -ntes de ele cheg-r em c-s-. Depois que
ele perceber o qu-nto você o -preci-, e que você reconhece - -utorid-de dele,
ele n)o hesit-rC em f-zer de você - mulher m-is feliz do mundo. Você pode
f-zer isso mesmo se -ind- n)o estiver mor-ndo junto. O truque é mostr-r - ele
que ele é m-is import-nte p-r- você do que qu-lquer outr- cois-. Encontre
su- m-neir- de mostr-r - ele su- -preci-ç)o e devoç)o.
O tipo neutro:
O tipo neutro é o m-is difícil de identific-r em um- gr-nde multid)o. Isso
ocorre porque ele tem um- c-p-cid-de únic- de se mistur-r e se torn-r um-
d-s três person-lid-des -nteriores - qu-lquer momento. Se - situ-ç)o exigir,
ele pode retr-t-r o tipo soci-l, silencioso e líder. Su- priorid-de número um n-
vid- é ser -preci-d- por todos. Por isso, ele desenvolveu ess- c-p-cid-de de
-just-r su- person-lid-de p-r- corresponder - qu-lquer grupo específico de
pesso-s. Port-nto, ele pode se d-r bem com qu-lquer um. Ele é
frequentemente visto como um- d-s pesso-s m-is -gr-dCveis. Ele é c-p-z de
ser -preci-do por todos. Ao contrCrio dos outros três tipos de person-lid-de,
ele é conhecido por m-nter - c-lm- em qu-lquer situ-ç)o. Por exemplo, o tipo
soci-l tem um- tendênci- de mostr-r mud-nç-s de humor. O tipo quieto tem
um- tendênci- - c-ir em depress)o. O tipo de líder pode explodir - qu-lquer
momento se ele se sentir des-fi-do ou provoc-do. O tipo neutro ger-lmente
perm-necerC in-lter-do, independentemente do que -contece -o seu redor. O
tipo neutro vive de um- regr-. Ele deve sempre est-r confortCvel. Em outr-s
p-l-vr-s, ele quer se enc-ix-r em todos os lug-res e com todos. P-r-
identificC-lo no meio d- multid)o, procure um c-r- que p-reç- ser o m-is
c-su-l. Ele costum- us-r roup-s c-su-is. É muito provCvel que ele use shorts
e c-miset-, se o tempo permitir. Você sempre encontr-rC -s roup-s dele um
pouco b-gunç-d-s e enrug-d-s. Isso n)o signific- necess-ri-mente que ele
sempre p-rece ruim. Só que su-s roup-s podem fic-r b-gunç-d-s -o longo do
di- por c-us- de seu desejo de se sentir confortCvel em qu-lquer lug-r. Se ele
n)o se sentir confortCvel em pé, ele se sent-rC. Se ele n)o se sente
confortCvel em sent-r, ele pode -té se deit-r; -ssim, su-s roup-s podem fic-r
enrug-d-s e b-gunç-d-s. Em ger-l, ele ger-lmente começ- o di- p-recendo
muito -presentCvel, m-s tende - estr-g-r tudo -té o fin-l do di-. Ele é c-lmo,
leg-l e dono de si mesmo em qu-lquer situ-ç)o. Ele odei- dr-m- e prefere
m-nter su-s convers-s det-lh-d-s e f-ctu-is. Qu-ndo ele diz -lgum- cois-,
ele ger-lmente f-l- sério. Ele tem um- c-p-cid-de únic- de ter um efeito
c-lm-nte n- -tmosfer- d- s-l-. O tipo neutro nunc- tem re-lmente nenhum
inimigo, porque todo mundo tende - gost-r dele. Ele estC sempre -tento - tudo
o que f-z e prest- muit- -tenç)o - todos -o seu redor o tempo todo. P-r- ele,
ch-m-r - -tenç)o p-r- si mesmo sem motivo é in-ceitCvel. N- multid)o, é
m-is provCvel que ele converse com um- ou du-s pesso-s de c-d- vez. Ao
contrCrio do tipo de líder, ele é um ouvinte muito bom. Ele n)o escut- p-r- d-r
conselhos. Ele ouve porque s-be que é import-nte que você sej- ouvido. Quem
deve d-r o primeiro p-sso? Assim como su- person-lid-de, su- opini)o sobre
quem deve se -proxim-r é muito neutr-. Ele n)o se import-rC se você se
-proxim-r dele primeiro, m-s se você der - ele os sin-is certos, ele t-mbém
poderC se -proxim-r de você. Ao contrCrio do tipo de líder e do tipo soci-l, ele
precis-rC ter certez- de que você n)o o rejeit-rC. Port-nto, verifique se seus
sin-is de -tr-ç)o s)o muito cl-ros. Assim como eu disse -nteriormente, você
precis- f-zer um cont-to visu-l um pouco m-is longo do que o que
norm-lmente seri- confortCvel, e n)o se esqueç- de -comp-nh-r com um
sorriso c-loroso. Seus pontos fortes: um dos seus m-iores pontos fortes é -
c-p-cid-de de ouvir. Ao contrCrio dos outros três tipos, ele é c-p-z de ouvir
-tent-mente todos com quem se comunic-. Por exemplo, o tipo soci-l tende -
interromper porque ele quer tod- - -tenç)o p-r- si. Ele sempre sente que tem
-lgo m-is import-nte ou interess-nte - dizer. O tipo quieto e o tipo líder est)o
sempre pens-ndo no tipo de conselho que podem lhe d-r. No ent-nto, o tipo
neutro é o melhor ouvinte, porque ele n)o se preocup- em ter que dest-c-r os
holofotes de qu-lquer form- ou form-. P-r- ele, é tudo sobre você. É isso que
o torn- t)o -gr-dCvel. Outr- gr-nde forç- dele é - c-p-cid-de de ser
diplomCtico. Ele escolhe cuid-dos-mente c-d- p-l-vr- -ntes que el- s-i- de
su- boc-, porque - polidez é su- princip-l priorid-de. Ele nunc- iri- querer
ofender ninguém. Ele tem um- c-p-cid-de únic- de resolver problem-s de
m-neir- diplomCtic-. Mesmo qu-ndo hC c-os -o seu redor, ele é c-p-z de
m-nter - c-lm- e ver -s cois-s de um- perspectiv- diferente. Esse c-r- é o
menos provCvel de ser demitido de um emprego porque nunc- f-ri- n-d- p-r-
s-bot-r su- im-gem.Em termos de rel-cion-mento, um- gr-nde forç- dele é -
le-ld-de. Ele é extrem-mente le-l - seus -migos e f-mili-res. Ele nunc- f-ri-
n-d- p-r- prejudicC-los. Ele n)o se import- em seguir -s regr-s e ser
respeitoso o tempo todo. Este é mesmo o c-so qu-ndo ele re-lmente n)o
gost- de -lguém. Ele -dor- f-zer pl-nos e seguir um determin-do cronogr-m-.
O que signific- que ele n)o gost- de imprevisibilid-de. No tr-b-lho, ele tem
um- c-p-cid-de únic- de ser um verd-deiro jog-dor de equipe. Ele é c-p-z de
ser persistente e concluir todos os projetos no pr-zo. Por outro l-do, ele odei-
ser pression-do e prefere est-r sempre em um- posiç)o confortCvel. É por isso
que ele nunc- iri- querer fic-r p-r- trCs em um projeto. Ele -dor- seguir um
determin-do cronogr-m- e cheg-r - tempo. Isso permite que ele fique longe
d- m-iori- d-s situ-ções que o deix-ri-m desconfortCvel. Ao contrCrio de
muitos outros tipos de person-lid-de, ele nem sempre precis- obter crédito
pel-s cois-s. Ele n)o tem nenhum problem- em tr-b-lh-r nos b-stidores, m-s
se for necessCrio, ele n)o se import- de est-r no centro d-s -tenções
t-mbém. Embor- ele se dê bem com todo mundo, ele ger-lmente prefere um
pequeno círculo de -migos que ele pode -proveit-r - comp-nhi- pelo resto de
su- vid-. Ele n)o é o único - s-ir e const-ntemente conhecer nov-s pesso-s e
tr-zê-l-s p-r- seu círculo. Ele prefere qu-lid-de -o invés de qu-ntid-de. Su-s
fr-quez-s: um- de su-s fr-quez-s é f-cilit-r -s cois-s e m-nter um ritmo
lento. Isso v-le p-r- tudo, desde seus movimentos físicos -té - tom-d- de
decisões e outros -spectos de su- vid-. Qu-ndo ele cheg- em c-s- ex-usto,
ele ger-lmente mud- de m-rch-. Ele gost- de se pl-nt-r no sofC e -ssistir TV.
Outr- gr-nde fr-quez- é su- indecis)o. Ele tem medo de tom-r - decis)o
err-d-. Esse medo ger-lmente o lev- - procr-stin-r com b-st-nte frequênci-.
Por exemplo, se ele n)o gost- do tr-b-lho que tem -tu-lmente, ger-lmente
lev- muito tempo p-r- tom-r um- decis)o sobre se desej- seguir em frente ou
perm-necer onde estC. Ele sempre pens- em: "e se o novo emprego for -ind-
pior?" Ou "e se eu n)o conseguir encontr-r um novo emprego?" Ele fic-
pens-ndo n-s cois-s repetid-mente, sem se decidir. Às vezes, ele se decide,
m-s se vê sentindo muit- incertez- -lgum-s hor-s depois. Como mencionei
-nteriormente, esse c-r- é um gr-nde procr-stin-dor. Ele tende - -di-r -s
cois-s em vez de f-zer -s cois-s imedi-t-mente. N- escol-, ele er- um
d-queles -lunos que deix-v- - liç)o de c-s- no último minuto. Ele preferi-
-ssistir TV e jog-r videog-me - f-zer -s cois-s. Ele muit-s vezes precis- ser
lembr-do d-s cois-s que precis- f-zer. Isso pode exigir muit- p-ciênci- de
su- p-rte como seu p-rceiro n- vid-. Você pode -judC-lo, lembr-ndo que su-
étic- de tr-b-lho desempenh- um p-pel import-nte n- m-neir- como -s
outr-s pesso-s o veem. Isso deve ter um imp-cto sobre ele, porque ele quer
ser -preci-do por todos. Outr- gr-nde fr-quez- que ele tem é ser
desmotiv-do. Muit-s vezes, o tipo neutro p-rece que ele n)o tem
-bsolut-mente nenhum- energi- nele. Ele p-recerC que n)o desej- re-liz-r
n-d- em su- vid-. Ele é um d-queles c-r-s que const-ntemente pens- em
f-zer "gr-ndes cois-s", m-s nunc- cheg- -o ponto de d-r o primeiro p-sso.
Ele estC sempre procur-ndo por motiv-ç)o. Ele precis- de -lgo que o lev-rC -
esse ponto crítico, onde ele poderC começ-r su- gr-nde jorn-d-. Em outr-s
p-l-vr-s, ele gost- de sonh-r, m-s n)o gost- de -gir. Devido -o seu -mor por
ser querido, e su- sede de s-ber o que estC por vir, ele tende - fic-r longe de
tent-r cois-s nov-s. No ent-nto, ele ger-lmente se encontr- em situ-ções em
que é forç-do - experiment-r cois-s nov-s porque n)o quer ofender -lguém.
Isso f-z com que ele procr-stine -té o último minuto. Por exemplo, se -lguém
lhe pede um f-vor que ele re-lmente n)o quer f-zer, porque exige que ele pule
em um território inexplor-do, ele se esforç- p-r- d-r um- respost- - ess-
pesso-. Lembre-se, ele odei- conflitos e confrontos; port-nto, ele quer fic-r do
l-do bom d-s pesso-s. Ao mesmo tempo, ele n)o quer -rrisc-r su- segur-nç-.
Um- de su-s respost-s f-vorit-s é "t-lvez". O que ele quer de um- mulher: o
tipo neutro tende - ser muito le-l e c-p-z de se comprometer qu-ndo decide
que - mulher cert- estC n- su- frente. Um- d-s cois-s que ele procur- n-s
mulheres é - c-p-cid-de de seguir um- cert- tr-diç)o ou progr-m-ç)o. Ele
re-lmente quer -lguém que sej- le-l. Ele t-mbém precis- de um- mulher
responsCvel. Ele precis- de -lguém que poss- m-ntê-lo no c-minho d-s
cois-s. Qu-ndo se tr-t- de rel-cion-mentos, o tipo neutro tende - confi-r n-
lógic-. Ele definitiv-mente lev- - sério o n-moro e sempre perm-nece um
c-v-lheiro. Ele se esforç- p-r- m-nter -s bo-s m-neir-s. Ele gost- de pl-nej-r
tudo com -ntecedênci- -ntes de s-ir p-r- o encontro. Como ele gost- de
m-nter -s tr-dições e os horCrios, n)o tem problem-s em lembr-r d-t-s e
-niversCrios import-ntes. N- verd-de, ele prov-velmente fic-rC ofendido se
você esquecer o -niversCrio. Ele ger-lmente é c-uteloso e lev- b-st-nte tempo
p-r- consider-r su-s opções qu-ndo se tr-t- de decidir se deve lev-r - sério
um- mulher. Ele -té lev-rC ess-s cois-s em consider-ç)o, como o que seus
-migos e f-mili-res v)o pens-r sobre el-. Se seus -migos e f-mili-res
-prov-rem ess- g-rot-, ele fic-rC confortCvel em levC-lo - todos os lug-res.
Ele gost- de ir dev-g-r qu-ndo se tr-t- de intimid-de. P-r- o tipo neutro, o
sexo é um- m-neir- de fugir dos problem-s e rel-x-r. Ele n)o vê o sexo como
um- -ventur- como o tipo soci-l. Ger-lmente ele n)o tem muit- experiênci-
sexu-l -ntes do c-s-mento. Ele é definitiv-mente um d-queles tipos que n)o
gost- de um c-so de um- noite. Qu-ndo em um rel-cion-mento com o tipo
neutro, é import-nte n)o f-zê-lo sentir que você o estC m-nd-ndo. Lembre-se
de que ele precis- ser lembr-do e motiv-do p-r- f-zer -s cois-s, m-s, -o
mesmo tempo, ele nunc- quer que você f-ç- com que ele sint- que estC
forç-ndo-o - f-zer qu-lquer cois-. A melhor mulher p-r- combin-r com este
homem é -quel- com um- person-lid-de forte. É bom se el- gost- de -ssumir
o controle, f-zer pl-nos e seguir um- cert- rotin-. É import-nte pedir su-
opini)o -ntes de f-zer gr-ndes pl-nos com -ntecedênci-. C-so contrCrio, ele
pode fic-r ofendido. Ele -dor- discutir cois-s -ntes de tom-r gr-ndes
decisões. Su- c-s- é seu c-stelo. Qu-ndo ele volt- do tr-b-lho, ele quer ter
certez- de que tudo estC em ordem. Ele odei- o c-os e nunc- iri- querer volt-r
p-r- c-s-, p-r- um lug-r b-gunç-do, onde sempre hC dr-m-. Este é um
gr-nde desvio p-r- ele. P-r- que o -mbiente d- su- c-s- correspond- Y
person-lid-de dele, seri- útil coloc-r um- músic- rel-x-nte ou sons d-
n-turez-. Você t-mbém pode tent-r m-nter - c-s- -rrum-d- e limp-. Acend-
-lgum-s vel-s porque cri- um- -tmosfer- rel-x-nte. Cozinh-r um bom j-nt-r
t-mbém pode -jud-r. É -lgo que ele re-lmente v-i gost-r e -preci-r. Se
ocorrer um gr-nde evento, é import-nte -vis-r com -ntecedênci-. Lembre-se,
ele odei- mud-nç-s repentin-s em seus pl-nos e prefere um tempo p-r- se
prep-r-r. Por exemplo, se ele volt-r p-r- c-s- do tr-b-lho com o cor-ç)o
volt-do p-r- -ssistir TV, seri- um- péssim- idéi- forçC-lo - p-rticip-r de um-
fest- sobre - qu-l n-d- lhe foi dito -ntes. Ir - um encontro com o tipo neutro
ger-lmente signific- que serC um j-nt-r tr-nquilo, onde você poderC desfrut-r
de um- convers- c-lm- e interess-nte. Isso lhe dC - oportunid-de de ouvi-lo
com muito cuid-do. Ele t-mbém pode lev-r - d-t- p-r- -lgum lug-r como
pr-i- ou qu-lquer outro -mbiente rel-x-nte. Ele t-mbém gost- de receber um-
bo- m-ss-gem de vez em qu-ndo. Ent)o, eventu-lmente, seri- um- ótim-
idéi- levC-lo p-r- um encontro em que você poss- f-zer um- m-ss-gem
juntos. Assim como muitos outros tipos de person-lid-de, ele gost- de ser
-preci-do e elogi-do. Embor- n)o sej- su- priorid-de, ele -ind- -dor-ri-
s-ber que é especi-l. Ele quer s-ber que é desej-do e -m-do por quem ele é.
É um- bo- idei- elogiC-lo por su-s re-liz-ções, mesmo que sej-m cois-s
muito pequen-s, como tir-r o lixo. O tipo neutro é um- d-quel-s
person-lid-des que precis-m ser const-ntemente tr-nquiliz-d-s com -s
cois-s. Ele precis- ser lembr-do de que ele é um ser hum-no v-lioso, mesmo
qu-ndo ele re-lmente n)o re-liz- muito. Ele é um- d-quel-s person-lid-des
que precis-m que você -credite nele p-r- que ele -credite em si mesmo.
Como f-zê-lo se comprometer: O tipo neutro se comprometerC com você
qu-ndo ele perceber que você é tudo o que ele sempre quis. É import-nte
demonstr-r su- person-lid-de c-rinhos- com ele. Você precis- nutri-lo como
se ele fosse seu próprio filho. Se você puder -poi-r incondicion-lmente tudo o
que ele f-z e todo mundo com quem ele gost- de s-ir, ele definitiv-mente se
-p-ixon-rC por você e nunc- quererC desistir de você. Ele pode f-cilmente
lev-r -s cois-s - sério. Tente control-r su-s emoções p-r- que seus
sentimentos n)o se m-chuquem. Lembre-se de que ele n)o gost- de mulheres
que o importun-m e o critic-m. Em vez de f-zê-lo, -pen-s tente ser -moroso.
F-ç- o seu melhor p-r- motivC-lo de m-neir- -moros-. Ele se torn-rC muito
sensível - você e sempre o -preci-rC por isso. Embor- ele estej- disposto -
ouvir sempre que você f-l-r, é import-nte t-mbém d-r-lhe -lgum esp-ço,
porque todo mundo precis- de um desc-nso. Especi-lmente ele e seu desejo
de rel-x-r o tempo todo. Apen-s dê - ele -lgum esp-ço e permit- que ele f-ç-
o que ele quer f-zer p-r- rel-x-r. Isso evit-rC que ele se c-nse de ouvir você.
Embor- ele estej- disposto - ouvir sempre que você f-l-r, é import-nte
t-mbém d-r-lhe -lgum esp-ço, porque todo mundo precis- de um desc-nso.
Especi-lmente ele e seu desejo de rel-x-r o tempo todo. Apen-s dê - ele
-lgum esp-ço e permit- que ele f-ç- o que ele quer f-zer p-r- rel-x-r. Isso
evit-rC que ele se c-nse de ouvir você. Um- cois- que você definitiv-mente
n)o quer f-zer é d-r - ele um ultim-to. Nunc- dig-: "C-se comigo ou vou
embor-". Se você fizer -lgo -ssim, ele prov-velmente se lev-nt-rC e s-irC.
Lembre-se, ele odei- ser pression-do e isso é -lgo que você precis- fic-r o
m-is longe possível. Ele é um d-queles c-r-s lentos que precis-m de tempo
p-r- tom-r um- decis)o. N- verd-de, é muito fCcil f-zer com que ele queir- se
c-s-r com você. Isso lev- tempo. Vej- bem, p-r- f-zê-lo querer f-l-r sério
com você, tudo o que você precis- f-zer é d-r - ele o que ele precis-, que é
tempo. Qu-ndo ele perceber que você n)o o pression- e que f-z todo o resto
mencion-do -nteriormente, ele f-rC ess- escolh- sozinho em breve. Com ele,
estC tudo no tempo. Um- m-neir- de -judC-lo - tom-r - decis)o um pouco
m-is rCpido é lembr-ndo-o de cert-s regr-s d- socied-de. Lembre-se que ele
quer ser -preci-do por todos. Port-nto, se você conseguir f-zer com que ele
perceb- que lev-r - sério você o -jud-rC - ser percebido como um- pesso-
melhor, ele se interess-rC pelo compromisso muito m-is r-pid-mente. Tudo o
que você precis- f-zer é lembrC-lo de que ele serC m-is -preci-do e -preci-do
pel- socied-de se ele estiver em um rel-cion-mento sério com você. Permit-
que ele reserve um tempo p-r- process-r ess-s inform-ções e decidir por si
mesmo. Se você fizer isso, em breve ele cheg-rC e lev-rC -s cois-s -di-nte
com você.
Conclus5o:
Neste ponto, cobrimos tod-s -s person-lid-des que você precis- conhecer
p-r- decidir qu-l tipo de homem é melhor p-r- você. Se você n)o s-be qu-l -
melhor person-lid-de p-r- você, t-lvez sej- um- bo- idei- s-ir e começ-r -
n-mor-r diferentes tipos de homens com diferentes tipos de person-lid-des.
Isso permitirC que você tome um- decis)o melhor em termos de qu-l tipo de
homem você deve busc-r no futuro. Cobrimos tudo o que c-d- tipo de
person-lid-de precis- p-r- se -p-ixon-r por você. Você s-be ex-t-mente o
que d-r - c-d- um deles em termos de necessid-des e desejos. As dic-s que
você encontrou neste livro n)o -pen-s o -jud-r)o - determin-r qu-l é o c-r-
n- multid)o, m-s t-mbém como -gir -o seu redor qu-ndo você estiver
n-mor-ndo. Se você se c-s-r, isso t-mbém serC útil porque você s-berC como
m-nter seu c-s-mento fresco, interess-nte e feliz. Lembre-se de d-r um-
ch-nce - c-d- tipo de person-lid-de. Mesmo que p-reç- que ele n)o é o ide-l
p-r- você, com b-se no que você leu neste livro. Lembre-se de que, embor-
todo homem se enqu-dre em um desses qu-tro tipos de person-lid-de de um-
m-neir- ou de outr-, eles -ind- s)o diferentes em todos os -spectos. É
ex-t-mente isso que f-z um ser hum-no ser hum-no. Todos somos diferentes,
independentemente do tipo de person-lid-de em que c-ímos. Existem ótimos
tipos que se enqu-dr-m em c-d- tipo de person-lid-de e hC tipos m-us que
se enqu-dr-m em c-d- tipo de person-lid-de. Somente você pode determin-r
qu-l o melhor tipo p-r- você. Potenci-lmente, você pode ser feliz com c-d-
um desses tipos de person-lid-de, se encontr-r o homem certo. No ent-nto, é
melhor encontr-r um tipo de person-lid-de que correspond- Y su-
person-lid-de e - pesso- cert- nesse tipo de person-lid-de (grupo). Você
serC feliz pelo resto d- vid- qu-ndo encontr-r esse homem.
.

Interesses relacionados