Você está na página 1de 10

UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA

AFRO-BRASILEIRA
INSTITUTO DE ENGENHARIA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
BACHARELADO EM ENGENHARIA DE ENERGIAS

GARCIA BALANGANA NEVIS


JOÃO NOGUEIRA CLEMENTE
LOURENÇO PASSOS JOÃO

DOCENTE: RITA KAROLINNY CHAVES DE LIMA

PRATICA 1: PREPARO DE SOLUÇÕES E DILUIÇÃO

REDENÇÃO-CE
2019
2

Sumário

1 INTRODUÇÃO ....................................................................................................... 3
2 OBJETIVOS ............................................................................................................ 4
3 MATERIAIS E MÉTODOS ................................................................................... 4
3.1 Materiais ........................................................................................................... 4
3.2 Métodos ............................................................................................................. 4
3.3.1 Preparo de uma solução de base forte - NaOH 0,1 mol/L ....................... 4
3.3.2 Preparo de uma solução de ácido forte – H2SO4 0,1 mol/L.................... 5
3.3.3 Preparo de uma solução de um sal ........................................................... 6
3.3.4 Diluição das soluções ................................................................................ 7
4 RESULTADOS E DESCUSSÕES ......................................................................... 8
5 Conclusão ................................................................................................................. 9
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................ 10
3

1 INTRODUÇÃO

Nesta aula pratica de laboratório de química foi realizada experimentações em


preparo de soluções e também diluições, uma solução é uma mistura de duas ou mais
substâncias solvente e soluto (esse geralmente aquosa como por exemplo a água), onde
o solvente é a substância mais abundante, não existe solução sem a existência desses
dois componentes.
De acordo com o site Brasilescola, a diluição de soluções ocorre quando
acrescentamos solvente a alguma solução, com isso o volume da solução aumenta e sua
concentração diminui, porém, a massa do soluto permanece inalterada. Isso é feito, por
exemplo, quando diluímos um produto de limpeza antes de usá-lo.
4

2 OBJETIVOS

 Aprender métodos de preparação de diferentes tipos de soluções de uso comum


em laboratórios.

3 MATERIAIS E MÉTODOS

3.1 Materiais

 Água destilada
 Balão volumétrico
 béquer de 50 mL
 pipeta

3.2 Métodos

3.3.1 Preparo de uma solução de base forte - NaOH 0,1 mol/L

NaOH 0,1 mol/L:50mLde solução

Cn = m/MM

0,1 mol/L= m/40g/mol x 0,05L

M = 0,2g de NaOH

Foi calculada a massa necessária para se obter 50 mL de uma solução 0,1 M de


NaOH. Se pesou corretamente a massa de NaOH em um béquer de 50 mL, tomando o
cuidado de não deixar nenhum resíduo na boca da vidraria. Acrescentou-se água
destilada até a marca de 20 mL do béquer e agitou-se cuidadosamente em
movimentos circulares, até a dissolução completa do NaOH.
5

De seguida se transferiu o conteúdo do béquer para o balão volumétrico, fez-se


sucessivas lavagens no béquer para garantir que toda massa de NaOH encontrar-se-á
dentro do balão volumétrico. Encheu-se com água destilada, até a aferição do balão e
agitou-se novamente para homogeneizar a solução preparada.

3.3.2 Preparo de uma solução de ácido forte – H2SO4 0,1 mol/L

-0,05mol/L.......> C1 x V1 = C2 x V2
0,1 mol/L x V1 = 0,05mol/L x 50mL
V1=25mL de H2SO4 0,1mol/L

H2SO4 0,1 mol/L: 50 mL de solução


Cn = C x d x 1000/MM

Cn = 0,98 x 1,84 g/mol x 1000/98g/mol

Cn = 18,4 mol/L
C1 x V1 = C2 x V2

18,4 mol/L x V1 = 0,1 mol/L x 50 mL

V1 = 0,27mL de H2SO4

Se determinou partindo da densidade e do título, a molaridade do H2SO4. Com


este dado calculou-se o volume de ácido necessário para se preparar 50 mL de uma
solução (0,1 mol de H2SO4).
Foi transferido para o béquer 20 mL de água destilada no seu interior o volume
de H2SO4 já calculado anteriormente com o auxílio de uma pipeta
Agitou-se a solução até homogeneização total e se fez sua transferência para um
balão volumétrico, se completou o volume e se voltou a agitar.
Em seguida foi transportada essa solução para o frasco coletor (previamente
ambientado).
6

3.3.3 Preparo de uma solução de um sal

CuSO4 0,1 mol/L:25mL de solução

Cn = m/MM x V

0,1 mol/L = m/249,68g/mol x 0,025L

m = 0,62g de CuSO4

Se calculou a massa de CuSO4.5H2O necessária para preparar 25mL de solução


0,1 mol/L.

Pesou-se a quantidade calculada de CuSO4.5H2O em um béquer de 100 mL.


Foi acrescentado um pequeno volume de água destilada ao béquer e transferiu-se o sal
dissolvido para um balão volumétrico de 25mL. Repetiu-se o procedimento até que não
houve mais sulfato de cobre no béquer. Tendo atenção para que a quantidade de água
utilizada na dissolução do sal não ultrapassasse o volume final desejado (25 mL). Por
isso, é importante que as dissoluções sejam feitas com um mínimo de água.

Completou-se o volume da solução com água destilada até a marca da aferição


do balão, tapou-se e fez-se a devida agitação do balão volumétrico para completar a
homogeneização.
7

3.3.4 Diluição das soluções


Se utilizou as soluções preparadas anteriormente para fazer as seguintes diluições:
a) 1:10 (volume);
b) 1:100 (volume);
c) 0,05 mol. L-1;

1:10...........> 1mol para 10mL de solução ou 5mL para 10mL de solução

1:100.........> 1 mol para 0mol de solução


8

4 RESULTADOS E DESCUSSÕES

No primeiro experimento se foi pedido para preparar uma solução de base forte
de NaOH. Para se realizar esse experimento foi necessário calcular a massa desta
mesma base (NaOH), o resultado obtido foi 0,2 g/mol. A partir deste mesmo valor fez-
se a pesagem em um béquer de 50mL, agitou-se de modo que toda solução estivesse
dissolvida, depois de estar toda ela dissolvida transferiu-se para um balão volumétrico.
Ao fim de tudo toda solução que foi agitada foi descartada por simples fato do grupo
estar desatento aos procedimentos quando o objetivo seria armazena-la em um frasco
coletor de plástico.
Ao preparar a solução de ácido forte H2SO4, seguiu-se todos os procedimentos
do roteiro com exceção da alínea (e). A solução não foi transportada para o frasco
coletor como estava prescrito, mas uma vez por desleixo e desatento do grupo,
descartou-se toda a solução.
O mesmo erro foi cometido no procedimento 3.3.3 (Preparo de uma solução de
sal) desprezou-se toda a quantidade de solução que foi obtida.
O procedimento 3.3.4 Diluição das soluções não foi feito pois devia-se utilizar
as soluções que foram obtidas no item 3.3.1 e 3.3.2. Mas infelizmente já não seria
possível pois tinha-se descartado (jogado fora) todas as soluções obtidas. Como foi um
erro que o grupo só prestou atenção despois de ter chegado no item 3.4, ficamos ao lado
de um outro grupo afim de observar este mesmo procedimento.
9

5 Conclusão

Vimos que as soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias,


sendo que a substância que se dissolve é chamada de soluto e a outra é o solvente.
Já a diluição é um procedimento que por meio do qual uma quantidade de
solvente é adicionada ou retirada de uma solução já existente sem alteração de soluto.
A diluição de soluções se dá quando adicionamos solvente a alguma solução,
isso faz com que o volume da solução aumente e sua concentração diminui, mas a
massa do soluto permanece inalterada.
As soluções são passadas despercebidos no nosso dia a dia, desde o simples ato
de colocar o detergente na água até o processo de fazer café.
10

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BROWN, T.L; QUÍMICA A CENCIA CENTRAL 9ed

O que é uma solução? https://brasilescola.uol.com.br/quimica/diluicao-solucoes.htm


(Data de acesso 23 de outubro de 2019)

LIVRO DE QUÍMICA VOLUME ÚNICO – 5 EDIÇÃO REFORMADA - 2002

Você também pode gostar