Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE DE FRANCA

TRABALHO DE ELETRÔNICA DE
POTÊNCIA

Disciplina: Eletrônica de Potência


Curso: Engenharia Elétrica
Turma: 10° A
Professor: Raimundo Nonato da Rocha Filho

Grupo:Ana Elisa Rosa RGM 15002292


Renan Almeida Moreira RGM 15137392
Stéfani Kênia Paulino Cruz RGM 15404404
Josilayne Soares Teixeira Santos RGM
Robert

Franca
Setembro/2019
UNIVERSIDADE DE FRANCA

TRIAC: Desenvolvendo um DIMMER

Franca
Setembro/2019
SUMÁRIO

1. OBJETIVO ................................................................................................. 3
2. MATERIAIS UTILIZADOS ........................................................................ 3
3. PARTE TEORICA - CALCULO .................................................................. 3
3.1. Simulação do Circuito Teórico ................................................................ 4
4 PARTE PRATICA - RESULTADOS. ........................................................... 4
4.1 Potênciometro .......................................................................................... 5
4. .................................................................................................................... 6
1. OBJETIVO

O objetivo desde trabalho é observar e analisar o comportamento dos


circuitos que utilizam TIRISTORES em sua montagem, especificamente, o TRIAC.

2. MATERIAIS UTILIZADOS

• Matriz de contatos;
• Multímetro;
• Fios; Alicate de bico;
• Resistor: 10 k / 2 W;
• TRIAC BT 137;
• 1 DIAC BT3 ;
• 1 Capacitor de Poliéster de 274 nF – 250 Volts ;
• 1 Capacitor de Poliéster de 1 uF – 250 Volts;
• 1 Potenciômetro de 10 K;
• 1 Lâmpada ou um pequeno motor de 127 Volts AC p/ testes
• 1 Variac

3. PARTE TEORICA – CALCULOS TEORICOS

• Desenvolvimento dos cálculos do temporizador RC na Tensão Alternada;


3.1. Simulação do Circuito Teórico

Para simular o comportamento do Triac em funcionamento, foi feita


uma simulação virtual juntamente com o professor em sala de aula. Com o circuito
virtual em funcionamento foi obtido os seguintes valores para as tensões solicitadas
na tabela.

Figura 1: Simulação do Triac no circuito.

Vdiac Vdiac Lamp


VARIAC CAPACITOR POTENCIÔMETRO
rms Pico Acesa?
47 rms 220nF RESISTÊNCIA TOTAL 24,26V 34,30V não
50 rms 220nF RESISTÊNCIA TOTAL 25,813V 36,50V sim
4. PARTE PRÁTICA - RESULTADOS

Após a simulação foi montado o mesmo circuito em uma protoboard


para verificação dos valores obtidos na simulação virtual. Com o circuito montado e
em funcionamento foram obtidos os seguintes resultados, mostrados na tabela.
.

Vdiac Vdiac Lamp


VARIAC CAPACITOR POTENCIÔMETRO
rms Pico Acesa?
47 rms 220nF RESISTÊNCIA TOTAL 22,8V 24,46V sim
50 rms 220nF RESISTÊNCIA TOTAL 21V 29,69V sim

Nota-se que houve uma pequena queda de tensão no Vdiac quando se


varia a tensão de 47 Rms para 50 Rms. Essa queda de tensão ocorreu devido a
curva característica do Triac, a medida que a amplitude do sinal vai aumentando o
ponto de disparo do dispositivo diminuirá.
4.1 Potenciômetro

Retirando o potenciômetro do circuito e feito sua medição, foi detectada


que sua resistência máxima foi de 9,24 Ω. Como podemos notar a uma pequena
diferença de valores teóricos e práticos, isso se dá pelo fato de que há sempre
perdas no componente.

Com o potenciômetro no circuito e variando a tensão de saída para 127 VRms,


obteve-se um valor de tensão no Diac de 21 V. Com a variação do potenciômetro foi
notado que a luminosidade da lâmpada diminuiu, porém com pouco controle sobre
sua intensidade, esse fato se dá devido a descarga do capacitor.

Após as medições realizadas e os dados obtidos, foi trocado o


capacitor de poliéster de 220 nF para outro capacitor de 1 µF. Colocou-se também o
potenciômetro na resistência máxima e foi regulada a tensão no Variac para 127 V.

Com a troca do capacitor e o aumento da tensão do Variac para 127 v


Rms, foi possível notar que há um total controle da luminosidade da lâmpada, assim,
conseguindo faze - lá apagar e ter o brilho no máximo possível. Esse fato ocorreu
devido às limitações do dispositivo, que é a baixa velocidade operacional que
restringe a freguencia a algumas centenas de hertz, isso faz com que o Triac seja
freguentemente usado para regular a tensão AC de 60 Hz.

5. TESTE BONUS

Para o teste em questão foi retirado o Diac do circuito e colocado um fio em seu
lugar, e ligando direto ao Gate do TRIAC. Com esse procedimento, mesmo
alterando a resistência do potenciômetro, a luminosidade não é controlada, assim a
lâmpada fica ligada constantemente. Portanto, o DIAC é o responsável pelo controle
devido ao seu ângulo de disparo.

Você também pode gostar