Você está na página 1de 36

Prefeitura da Estância Turística de Salto

Secretaria da Educação

Filosofia Com Crianças –


Educação Para o Pensar
 Prof. Aparecido Soares de Alcântara Filho
Muraldoconhecimento.blogspot.com
2011
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- Ensinar filosofia ou
estimular a prática
filosófica?
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

Objetivos: investir no desenvolvimento de 
todo um conjunto de competências de 
pensamento (raciocínio, investigação, 
tradução, etc.) e de atitudes que, 
naturalmente, vão transferir para as outras 
disciplinas e se revelam vantajosas na sua 
vida cotidiana. Por exemplo:
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

  -  aprender a ouvir
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- fazer perguntas cada vez 
mais pertinentes;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- verbalizar melhor;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- descobrir o valor das 
ideias, suas e dos outros;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

  - ganhar consciência do seu 
próprio pensamento, 
estruturando-o;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- tomar em conta várias 
perspectivas;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

- ganhar autonomia do 
pensar e desenvolver uma 
consciência ética;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

 - saber ajuizar: autocorrigir-
se, usar critérios 
apropriados e ser sensível 
ao contexto;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

-  expressar-se 
criativamente: transcender-
se, ter em conta os critérios 
e o contexto;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

            descobrir os vários 
tipos de relação entre 
pensar, falar e agir;
Prefeitura da Estância Turística de Salto
Secretaria da Educação

    desenvolver a capacidade 
de cooperação, estimular o 
respeito mútuo, melhorar a 
auto- estima
Início das aulas
Criação de
combinados
Os combinados se
diferem das regras
gerais porque servem
para acordar aspectos
específicos do ensino
da filosofia.
Quando o acordo parte
do educando, na maioria
das vezes, estabelece-
se um elo de realização
do mesmo.
Os alunos nos
surpreendem ricamente
com sugestões,
rejeições, aceitação,
superação e
manifestações
incrivelmente diferentes.
É interessante que cada
turma tenha os seus próprios
combinados, que muitas
vezes se modificarão e
surgirão outros a serem
estabelecidos ou substituídos
no decorrer do tempo,
conforme as especificidades e
necessidades.
Perguntas Filosóficas
em sala de aula
1.PERGUNTAS QUE PEDEM
ESCLARECIMENTO,
EXPLICAÇÃO, DEFINIÇÃO:
- O que você quer dizer exatamente quando diz 
isso? 
- O que você quer dizer com a palavra que está 
usando? 
- Você pode explicar de outra forma o que 
acabou de dizer? 
- Como poderia ser colocado este tema? 
- O que você pensa poderia ser colocado de 
outra forma? 
- Alguém é capaz de esclarecer o que foi dito? 
- Você poderia dar um exemplo do que acabou 
de dizer? 
2.PERGUNTAS QUE PEDEM
OPINIÕES DIFERENTES,
ALTERNATIVAS, CONTRA-
EXEMPLOS:
- Há outras maneiras de se ver este
assunto?
- Por acaso alguém tem um ponto de vista
diferente?
- Vocês não estão dizendo a mesma coisa
de formas diferentes?
- Há diferença entre o que eles disseram?
- Quem pode explicar a diferença entre o
que eles disseram?
- Alguém poderia dar um contra ?
exemplo?
3. PERGUNTAS QUE CONTESTAM
A OPINIÃO OU A SUA COERÊNCIA:
- Seu pensamento continuaria
coerente em quaisquer
circunstâncias?
- Você não acha que está se
contradizendo?
- Vocês estão dizendo a mesma coisa
ou estão se contradizendo?
- O que você pensa de opiniões
contrárias à sua?
4. Perguntas que pedem
razões ou pressupostos de
uma opinião:
- O que você está pressupondo quando
faz esta afirmação?
- Como você sabe disso?
- Qual é o seu raciocínio para afirmar
isto?
- Que razões fazem você pensar isto?
- Em que você se apóia para afirmar
isto?
- Em que se baseia a sua opinião?
- Por que você chegou a dizer isto?
- Como você chegou a esta opinião?
5. PERGUNTAS REFERENTES
A CONSEQUÊNCIAS,
INFERÊNCIA:
- O que eu posso concluir do que você
disse?
- O que você está sugerindo com o que
você disse?
- O que está implícito no que você
disse?
- Se o que você diz é correto, o que
podemos concluir?
- Quais são as conseqüências da sua
opinião?
6. Perguntas que estabelecem
relações (ligações):
- Quais são as características
fundamentais do que você está
dizendo?
- Há relação entre o que vocês
disseram?
- Você é capaz de esclarecer as
diferenças e as semelhanças entre o
que disseram?
- É possível ver outras relações entre as
opiniões de vocês?
7. Perguntas sobre
perguntas:
- Você acha que esta é uma
pergunta apropriada?
- Esta é uma pergunta relevante?
- O que esta pergunta pressupõe?
- Você poderia pensar uma outra
pergunta que enfatizasse outro
aspecto deste assunto?
- Esta pergunta vai nos ajudar?