Você está na página 1de 4

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA


IFSul – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA

PLANO DE ENSINO Semestre: 2019/2


Disciplina: GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A Código: EE.464
Pré-Requisito(s): Sistemas de Energia (EE.421)
Professor(es):
Número de Créditos: 03 Número Total de Horas: 45 (60 h-a) Documento:

Ementa
Turbinas hidráulicas. Centrais hidráulicas. Turbinas eólicas. Centrais eólicas. Centrais solares.

Objetivos
Capacitar o aluno para o dimensionamento básico e a análise do funcionamento de turbinas e demais componentes
das centrais de geração de energia pela conversão hidroelétrica. Capacitar o aluno para o dimensionamento básico e
a análise do funcionamento de turbinas e demais componentes das centrais de geração de energia pela conversão
eólica. Capacitar o aluno para o dimensionamento básico e a análise do funcionamento de sistemas fotovoltaicos,
de concentradores solares e demais componentes das centrais de geração de energia pela conversão da radiação
solar. Fornecer conhecimentos da composição destes sistemas e das demais tecnologias e conceitos utilizados na
área de energias a partir de fontes renováveis.

Conteúdo Programático

Unidade 1. Introdução às fontes renováveis de energia


1.1. Sistema Interligado Nacional – aspectos elétricos, energéticos, comerciais e regulatórios
1.2. Conceito de operação hidrotérmica e sistêmica
1.3. Otimização dos recursos energéticos e política energética de expansão e operação
Unidade 2. Visão geral da hidroeletricidade
2.1.1. Aspectos operacionais
2.1.2. Tipos de aproveitamentos
2.1.3. Capacidade de reservatórios
2.1.4. Diagrama de operação por bacia hidrográfica
2.1.5. Curvas de acompanhamento e sazonalidade
2.1.6. Nível de partida de reservatórios, curvas de aversão ao risco hidrológico
2.1.7. Aspectos ambientais, manutenção de bordas – Lei do Uso Múltiplo das Águas
Unidade 3. Fundamentos de hidrodinâmica
3.1. Conceitos físicos e fundamentos
3.2. Perdas na adução
3.3. Perdas de carga
3.4. Perdas energéticas em sistemas de tubulação
3.5. Perdas em singularidades
3.6. Conversão de perdas em alturas
3.7. Cálculo de potências e eficiências
3.8. Teoria elementar da ação da água sobre o rotor de turbinas de reação
3.8.1. Grau de reação
3.8.2. Tubo aspiração
3.8.3. Golpe de Aríete
3.8.4. Cavitação
Unidade 4. Potencial e exploração dos aproveitamentos hidráulicos
4.1. Potência e energia teórica de rios
4.2. Fluviograma e curva de permanência das vazões médias, mínima e máxima
4.3. Níveis, quedas, cotas e alturas
4.4. Efeito de barramentos e acumulação
4.5. Curvas chave cota-volume para barramentos
4.6. Volumes de armazenamento e operacionais
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
IFSul – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA

4.7. Tempo de reenchimento e duração da acumulação


4.8. Vazões mínima, máxima e defluente operativa
4.9. Níveis e cotas operacionais em barramentos
4.10. Controle de cheias, requisitos operacionais a montante e jusante
4.11. Aproveitamento e efeito de barramentos em cascata
Unidade 5. Classificação das turbinas hidráulicas
5.1. Evolução dos diferentes tipos de turbinas
5.2. Curva característica
5.3. Princípio de funcionamento
5.4. Interdependência entre grandezas características do funcionamento de turbinas
Unidade 6. Centrais hidrelétricas
6.1. Classificação
6.2. Equipamentos e sistemas
6.3. Locação e projeto básico
6.4. Licenciamento e impactos
6.5. Arranjos típicos e regime de operação
6.6. Aspectos de Operação e Manutenção
6.7. Testes, comissionamento e posta-em-marcha
6.8. Especificidades para pequenas, mini e micro aproveitamentos
Unidade 7. Centrais e Turbinas eólicas
7.1. Introdução – Histórico, Visão geral e Classificação
7.2. Fundamentos e Princípio de funcionamento
7.3. Aspectos determinantes da instalação
7.4. Potência e energia gerada
7.5. Forças atuantes
7.6. Especificação e critérios de projeto e instalação
7.7. Simulação de viabilidade
7.8. "Micrositing"
Unidade 8. Centrais solares
8.1. Introdução – Histórico e Visão Geral
8.2. Classificação
8.2.1. Sistemas termossolares (Visão Geral)
8.2.2. Sistemas fotovoltaicos
8.2.2.1. Características
8.2.2.2. Fundamentos e Princípio de funcionamento
8.2.2.3. Metodologia de cálculos
8.2.2.4. Critérios de projeto e instalação
8.2.2.4.1. Sistemas on-grid, isolado e central SFV
8.2.2.5. Simulação de viabilidade
8.3. Sistemas Híbridos
Unidade 9. Outras fontes renováveis
9.1. Maremotriz
9.2. Geotérmica
9.3. Células a Hidrogênio
9.4. Sistemas de Acumulação e Estocagem

Metodologia
Serão ministradas aulas expositivas e dialogadas, com a eventual participação de palestrantes convidados. Serão
utilizados recursos convencionais (quadro branco) e computacionais (multimídia). Poderá ser realizada visita
técnica a plantas e instalações em operação bem como a entidades que possuam sistemas simuladores para
protótipos e testes.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
IFSul – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA

Avaliação
O aluno terá o seu desempenho avaliado através dos seguintes instrumentos regulares de avaliação:
A1. Pesquisa sobre caracterização regulatória e operacional de aproveitamentos hidrelétricos (20%).
A2. Estudo sobre aproveitamento de usinas hidrelétricas: perdas, potências, eficiência em cascata (20%).
A3. Defesa de estudo preliminar de Viabilidade Técnico-Financeira de Aproveitamento Eólico (20%).
A4. Defesa de estudo preliminar de Viabilidade Técnico-Financeira de Aproveitamento Solar FV (20%).
A5. Seminário sobre caracterização, tecnologias e aspectos operativos de outras fontes renováveis (20%).
As pesquisas e estudos poderão ser em padrão monográfico ou artigo científico, conforme será determinado na
ficha de orientação da atividade a ser oportunamente e tempestivamente encaminhada pelo docente aos alunos.
As defesas de estudos preliminares de projeto serão divididas em duas etapas, sendo uma a etapa escrita
(documental) e outra a etapa presencial com apresentação no estilo seminário para toda turma.
A média geral da disciplina será computada a partir dos pesos indicados. Será considerado aprovado o aluno que
obtiver, no mínimo, média geral igual a 6 (seis) e frequência de 75% das aulas ministradas. O aluno com frequência
suficiente e média das avaliações do período menor que 6 (seis), terá direito a reavaliação. A reavaliação consistirá
de uma prova com peso 10 com o conteúdo do programa da disciplina a ser realizada na última semana de aula.

Bibliografia
Básica:
MACINTYRE, A. J. Máquinas motrizes hidráulicas. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Dois, 1983.
HUSSIAN, Zoeb; ABDULLAH, Mohammad Z.; ALIMUDDIN, Zanial. Basic Fluid Mechanics and Hydraulic
Machines. CRC Press, 2009.
BREEZE, Paul. Power Generation Technologies. Elsevier, 2005.
PATEL, Mukund R. Wind and Solar Power Systems: Design, Analysis, and Operation. 2. ed. CRC Press, 2005.

Complementar:
IMechE (Institution of Mechanical Engineers). Hydropower Developments: New Projects, Rehabilitation, and
Power Recovery. Wiley, 2005.
BURTON, Tony; JENKINS, Nick; SHARPE, David; BOSSANYI, Ervin. Wind Energy Handbook, 2. ed. Wiley,
2011.
ACKERMANN, Thomas. Wind power in power systems. John Wiley, 2008.
REDDY, P. Jayarama. Science and Technology of Photovoltaics, 2. ed. CRC Press, 2009.
SANTOS, Afonso Henrique Moreira; BORTON, Edson da Costa; SOUZA, Zulcy de. Centrais Hidrelétricas –
Implantação e Comissionamento. INTERCIÊNCIA.
CUSTÓDIO, Ronaldo dos Santos. Energia Eólica: para produção de energia elétrica. Rio de Janeiro, RJ:
Eletrobrás, 2009.
CARNEIRO, Daniel Araújo. PCHs - Pequenas Centrais Hidrelétricas. SYNERGIA, 2010.
FARRET, Felix Alberto. Aproveitamento de pequenas fontes de energia elétrica. Ed. UFSM, 1999.
SOUZA, Zulcy de; FUCHS, Rubens Dario; SANTOS, Afonso Henriques Moreira. Centrais hidro e termelétricas.
Blucher, 1983.
PANSINI, Anthony J.; SMALLING, Kenneth D. Guide to electric power generation. 3rd ed. Lilburn: Fairmont
Press, c2006.
GRIGSBY, Leonard L. (Editor). Electric power generation, transmission, and distribution. 3rd ed. Boca Raton:
CRC Press, c2012.
HOLZBOCK, Werner G. Hydraulic power and equipment.
BOLLEN, Math H. J. Integration of distributed generation in the power system. Hoboken: Wiley, c2011.
KIANK, Hartmut; FRUTH, Wolfgang. Planning guide for power distribution plants. Erlangen: Publicis Publishing,
c2011.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
IFSul – Campus Pelotas
ENGENHARIA ELÉTRICA

ZOPPETTI JUDEZ, Gaudencio. Centrales hidroeléctricas: su estudio, montaje, regulación y ensayo. Barcelona: G.
GILI, 1965.
TUCCI, Carlos E. M. Modelos hidrológicos. Porto Alegre: Ed. da UFRGS : abrh, 1998.
TUCCI, Carlos E. M. HIDROLOGIA: ciência e aplicação. 2. ed. Porto Alegre: Ed. UFRGS : abrh, 2001.
BAPTISTA, Marcio Benedito; COELHO, Marcia Maria Lara Pinto. Fundamentos de engenharia hidráulica. 3. ed.
rev. ampl. Belo Horizonte: UFMG, 2010.
SALEH, E. A.; TEICH, Malvin Carl. Fundamentals of Photonics. 2. ed. Hoboken (nj): J. Wiley, 2007.
CARNEIRO, Romeu Renno. Usinas hidroelétricas: características de funcionamento das maquinas. Itajubá, MG:
Fundação I.E.I, 1956.
ZILLES, Roberto; MACÊDO, Wilson Negrão; GALHARDO, Marcos André Barros; OLIVEIRA, Sérgio Henrique
Ferreira de. Sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica. São Paulo: Oficina de Textos, 2012.
VILLALVA, Marcelo Gradella; GAZOLI, Jonas Rafael. Energia solar fotovoltaica: conceitos e aplicações. São
Paulo, SP: Érica, 2012.
PEREIRA, Geraldo M. Projeto de Usinas Hidrelétricas. São Paulo: Oficina de Textos, 2015.
CONTE, Antonio F. Aspectos de hidrograma. São Paulo: Clube de Autores, 2012.
LIMA, José Moura. Usinas Hidrelétricas, diretrizes básicas de proteção e controle. Rio Janeiro: Synergia, 2009.
ORTIZ FLÓREZ, Ramiro. Pequenas centrais hidrelétricas. São Paulo: Oficina de Textos, 2014. Origina cr2011,
ED de la U, Bogotá.

Observações:

Centrais Hidrelétricas Energia Eólica Sistemas Fotovoltaicos


(Zulcy de Souza – 2): (Ronaldo Custódio – 2) (Roberto Zilles – 4)

Photovoltaics Wind & solar power syst. Basic fluid mechanics/ hydraulic machines
(REDDY, P. – 2): (PATEL, Mukund R – 6) (HUSAIN, Zoeb et al – 6)