Você está na página 1de 15

Pilates para ombro  

  

 
Cursos de Pilates para mudar sua vida profissional: 
 

● 2 Cursos Completos: Pilates e Funcional para Idosos


● [3 Cursos] Cadeias Musculares + Avaliação Postural + Bônus
Curso Tratamento
● Pilates para Gestantes + Baby Pilates
● MIT - Curso online
● Pilates Avançado
● Pilates em Escolioses
● Pilates em Gestantes
● Suspension online - Pilates em Suspensão
● Programa de Certificação Completa de Excelência em Quadril
● Programa de ​Certificação completa de Coluna Vertebral
 

Clique e entre em grupo de Pilates  


 
As patologias do ombro podem causar muita dor e é cada vez mais uma das

principais queixas nos Studios de Pilates, perdendo somente para as dores na

coluna.

Elas não delimitam sexo e/ou idade, e podem ocorrer em crianças, adultos, idosos,

homens, mulheres, esportistas e sedentários – enfim, você já entendeu.

É um problema muito desagradável, porque limita movimentos simples como flexão

e extensão do ombro– podendo piorar à noite – após a pessoa se deitar.

Lembrando que o ombro é uma articulação complexa, e é aquela que apresenta

maior eixo de movimento, podendo executar desde movimentos simples a

conjugados.

E, para que todos estes movimentos ocorram de uma maneira normal é

indispensável a integridade muscular, óssea, tendínea e articular.

Mecanismos de Lesão de Ombros

As lesões de ombro são frequentemente causadas por atividades desportivas que

envolvem movimentos de levantamento de peso.

Também podem ser incluídas algumas atividades de vida diária (AVD’S) como lavar

janelas e paredes ou pendurar cortinas, por exemplo.


Outra razão para a ocorrência de lesão é a idade. ​A partir dos 50 anos​,​ o tendão

supra espinhal passa a sofrer pressão da cabeça do úmero, o que diminui sua

vascularização, sendo conhecida popularmente como bursite de ombro.

Para que possamos entender esse processo degenerativo funciona dessa forma:

deve haver uma falha na adaptação do indivíduo à postura que o mantém com os

braços para baixo tracionando esse tendão todo o tempo.

Não esquecendo os sinais clínicos mais frequentes: dor ao flexionar ou abduzir o

ombro, sendo que essa dor pode ser irradiada levando à perda completa do

movimento.

E quais são as principais Lesões de Ombro?


● Tendinite do bíceps

● Capsulite de ombro (ou ombro congelado)

● Síndrome do impacto

● Lesão no manguito rotador.

Na imagem abaixo, vemos a anatomia do ombro, e seus músculos correlacionados

e aqueles que formam o manguito rotador que são: supraespinhoso, infraespinhoso,

redondo menor e subescapular.


Já os movimentos realizados pelo ombro que se utilizam desses músculos e

também do conjunto de articulação, ligamentos, e tendões, são:

● Flexão

● Extensão

● Abdução

● Adução

● Rotação Interna

● Rotação Externa

● Circundação

Os movimentos que a escápula realiza são: depressão, elevação, adução, abdução,

rotação superior e rotação inferior. A escápula é uma estrutura óssea de maior

tamanho no complexo do ombro.

Ela sustenta a maioria desses músculos tendo suas origens ou inserções nela.Além

da clavícula o complexo do compro é também composto pela clavícula e o úmero.


Neste artigo vamos explicar a importância do Pilates para ombro pois sabemos que

o Método Pilates integra corpo e mente e proporciona inúmeros benefícios para

saúde e bem-estar, porém além disso, a técnica é uma ferramenta extremamente

eficaz para reabilitação e prevenção de diversos tipos de lesões e patologias.

Imagine o seguinte: por acaso você já enfrentou alguma situação na qual tentava

abaixar os ombros de seus alunos porém não obteve muito sucesso? Não se

preocupe pois este tipo de problema é muito comum nos clientes de Studios de

Pilates, ainda mais quando a maioria deles tem trabalhos com foco administrativo e

por isso tendem a ter má postura, dor nas costas e sofrem de stress.

No entanto são várias profissões que tem uma tendência maior a gerar ​lesões​, são

elas dentistas, motoristas, cabeleireiros, pessoas que digitam no computador, donas

de casa, cirurgiões e até executivos e este é​ ​um problema desagradável, porque

limita os movimentos simples como erguer e abaixar o braço, podendo denotar piora

à noite, após a pessoa se deitar.

Você pode falar uma vez para eles tentarem manter o ombro abaixado, duas vezes

ou até muitas outras vezes mas eles não conseguem. Mas por que? O que

podemos fazer a respeito disso e como melhorar a situação do seu aluno? É ai que

o Pilates para ombro age.

Como utilizar o Pilates para ombro


Bom, primeiramente você tem que saber que eles mantem certa dificuldade porque

inicialmente sua mente não está condicionada e programada para que ele tenha

essa consciência e percepção de abaixar os ombros. Por todo trabalho estressante

enfrentado no dia a dia, eles têm esquecido como é a sensação de relaxar os

ombros.

Compreendido este primeiro problema, você também precisa encontrar e determinar

se há um problema nos músculos. Se os ombros estão para acima, elevados, existe

algum problema então precisamos descobrir qual é o músculo está trabalhando

demais.

Com certeza os trapézios na sua fibra superior e curta estão trabalhando a todo

vapor, o que está causando esse efeito nos ombros de seu aluno. E também por

compensação por conta da movimentação desnecessária, aqueles músculos que

são intra escapulares podem estar debilitados.

Podemos destacar outro ponto além destes já citados acima: se analisarmos a

postura do eixo, no plano sagital, é possível demonstrar que o pescoço do seu aluno

estará mais para frente do que o natural, no que chamamos de anteriorização.


Esses podem ser demonstrados como exemplos típicos de pessoas que trabalham

em escritório. Mas e então, o que podemos fazer primeiro? Desenrolar a força dos

músculos intra escapulares ou relaxar os trapézios?

A resposta para essa pergunta é: nenhum.

Mobilização do músculo

O primeiro passo a ser realizado no Pilates para ombro é a completa mobilização do

músculo. Quando temos um músculo em espasmo ou em sobrecarga, o primeiro

passo a se fazer é o total preenchimento daquele espaço com sangue, pois assim a

fibra terá um relaxamento instantâneo.

Isso só será feito se começarmos o tratamento mobilizando o músculo. Todos os

exercícios de Pilates para ombro focando na mobilização devem ser realizados

antes de se esticar o trapézio e trabalhar com os músculos inter escapulares. Então

como regra geral, para uma melhor resposta do exercício, é recomendado você

escolher começar com uma tonificação dos músculos fracos e logo deve esticar os

músculos em espasmo.

Os exercícios de mobilização para o ombro – se não há contra indicações por parte

do médico por causa de lesão – podem ser melhor executados quando estão de
costas para o chão. Porque assim eles terão uma melhor informação proprioceptiva

de como realizar essa movimentação corretamente.

Você, como instrutor, também pode começar pedindo a seu aluno, para que ele

eleve o ombro em um movimento que se inicia na direção do chão, e o braço vai

direto para a direção do teto, de um em um, formando um círculo.

Também é bom a movimentação dos ombros de costas sobre uma balo, fazendo

movimentos de elevação e descendo o braço nesta mesma posição, assim fazendo

círculos com os braços sobre a bola.

Depois de todos os exercícios conhecidos como trabalho de desenvolvimento de

força para os músculos conhecidos como os intra escapulares será muito útil uma

dica de como realizar o segundo passo.

Então finalmente podemos fazer exercícios de extensão de trapézios de pé, como

uma flexão lateral de pescoço ao lado oposto do braço que deverá estar segurando

um pequeno peso.

Pilates nas Patologias do Ombro

O Pilates nas patologias do ombro tem como função trabalhar o recrutamento e

fortalecimento da musculatura profunda do ombro, fazendo com que ocorra o


controle do quadro álgico​,​ ainda associados aos exercícios posturais (que visam o

posicionamento e alongamento dos demais músculos).

É importante trabalharmos também um posicionamento das articulações vizinhas

(como coluna cervical e torácica), devido à ligação muscular que ocorre entre as

cadeias musculares, para assim evitar que cargas compressivas, movimentos

repetitivos ou vícios posturais gerem uma nova lesão.

O Método Pilates tem sido indicado por diversos especialistas também como parte

do tratamento de patologias do ombro, pois o Método promove a flexibilidade e força

dos músculos necessários para o equilíbrio muscular.

Assim, através da absorção do impacto pelo músculo fortalecido que irá agir

diretamente na articulação, e também com a mobilidade estimulada, o quadro será

estabilizado melhorando seus hábitos e qualidade de vida.

Mas atenção! É necessário tratar outras patologias que venham acompanhadas,

tais como as instabilidades, discinesias, as retrações, e os desequilíbrios

musculares, que possam levar à lesão secundária piorando o quadro..

Exercícios de Pilates para as Patologias


do Ombro
Separamos para vocês alguns movimentos que trabalham e fortalecem a

musculatura auxiliando os alunos com patologias do ombro e prevenindo os demais

de as desenvolverem.

Primeiro, é importante dividir os exercícios em 3 grupos. Abaixo vamos dividi-los e

descrevê-los em cada categoria:

Base de Sustentação
Para uma boa estabilização do ombro, é imprescindível fortalecer o centro do corpo

com exercícios de base de sustentação.

1. Transverso

2. Reto Abdominal

3. Multifidos

4. Glúteo

5. Oblíquos

Oblíquos

Estabilizadores​ Secundários
A musculatura da cintura escapular deve ser trabalhada para o fortalecimento da

articulação do ombro. Os exercícios estabilizadores secundários utilizam tanto a

musculatura da cadeia posterior (dorsais), como a cadeia anterior.

Estão inclusos nesse grupo os exercícios de Grande Dorsal, Trapézio, Serrátil,

Romboídes, Deltoide (anterior/posterior/lateral) e Peitoral (maior e menor) assim

como o manguito rotador.


Serrátil

Manguito Rotador

O manguito rotador é a principal característica da musculatura do ombro. Os

exercícios específicos para trabalhar são:

1. Músculo Sub Escapular

2. Musculo Redondo Menor

3. Músculo Infra

4. Músculo Supra Espinhal

Vale lembrar que eles devem ser feitos sempre em rotação externa com todas as

amplitudes (concêntrico, excêntrico e isometria).

Manguito Rotador
Profissões mais suscetíveis às Lesões no
Ombro
Já vimos que as lesões nos ombros podem ser causadas por atividades variadas.

Existem várias profissões que apresentam tendência a gerar patologias de ombro, e

entre as causas das lesões podemos destacar a repetição de movimentos do ombro

ou o constante esforço do aluno ao exercer sua função no trabalho.

Abaixo seguem alguns exemplos das profissões que podem gradualmente causar

lesões:

● Motoristas

● Cabeleireiros

● Pessoas que trabalham horas no computador

● Donas de casas

● Pessoas que trabalham com o corte de carnes em frigoríficos

● Cirurgiões

● E até executivos

Observa-se com isso como as lesões descritas acima são as que se equivalem

quase em maioria nas profissões aqui descritas.

Concluindo..
Se praticar estes exercícios​ por um tempo de forma consciente e com bastante

dedicação e esforço, o aluno terá uma ideia de como é a sensação de ombro

relaxado e poderá fazer ele mesmo depois de um tempo.

Paciência e perseverança pois já foi comprovado por muitos estudos, que o método

é um grande aliado na reabilitação de diversas patologias. E com certeza o Pilates

para ombro irá ajudar com o problema dos seus alunos.

Com ajuda daqui


Cursos de Pilates para mudar sua vida profissional: 
 

● 2 Cursos Completos: Pilates e Funcional para Idosos


● [3 Cursos] Cadeias Musculares + Avaliação Postural + Bônus
Curso Tratamento
● Pilates para Gestantes + Baby Pilates
● MIT - Curso online
● Pilates Avançado
● Pilates em Escolioses
● Pilates em Gestantes
● Suspension online - Pilates em Suspensão
● Programa de Certificação Completa de Excelência em Quadril
● Programa de ​Certificação completa de Coluna Vertebral
 

Clique e entre em grupo de Pilates