Você está na página 1de 4

Alterações ao DL 54/2018 de 6 de julho

LEI 116/2019 de 13 de setembro


Arti- DL 54/2018 de 6 de julho Lei 116/2019 de 13 de setembro Comentários
go (Alterações ao DL54)

b) «Adaptações curriculares não b) ‘Adaptações curriculares não


significativas», as medidas de gestão significativas’, as medidas de gestão
curricular que não comprometem as curricular que não comprometem as
aprendizagens previstas nos documentos aprendizagens previstas nos documentos
curriculares, podendo incluir adaptações curriculares, podendo incluir adaptações ao
2º - Definições

ao nível dos objetivos e dos conteúdos, nível dos objetivos e dos conteúdos, através - Simplifica o texto.
através da alteração na sua priorização ou da alteração na sua priorização ou
sequenciação, ou na introdução de sequenciação, ou na introdução de
objetivos específicos de nível intermédio objetivos específicos que permitam atingir
que permitam atingir os objetivos globais os objetivos globais e as aprendizagens
e as aprendizagens essenciais, de modo a essenciais;
desenvolver as competências previstas no
Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade
Obrigatória;
e) Flexibilidade, a gestão flexível do e) Flexibilidade, a gestão flexível do
currículo, dos espaços e dos tempos currículo, dos espaços e dos tempos
3º - Princípios
orientadores

escolares, de modo que a ação educativa escolares, de modo que a ação educativa - Altera o termo
nos seus métodos, tempos, instrumentos nos seus métodos, tempos, instrumentos e “singularidades” para
e atividades possa responder às atividades possa responder às “especificidades”.
singularidades de cada um; especificidades de cada um;

a) Participar nas reuniões da equipa a) Participar na equipa multidisciplinar de - Atribui mais direitos
multidisciplinar; apoio à educação inclusiva, na qualidade aos pais e Encarregados
b) Participar na elaboração e na avaliação de elemento variável; de Educação:
4º - Participação dos pais e
encarregados de educação

do programa educativo individual; b) Participar na elaboração e na avaliação . Participam na EMAEI


c) Solicitar a revisão do programa do relatório técnico-pedagógico, do como elemento variável.
educativo individual; programa educativo individual e do plano . Participam na
individual de transição, quando estes se elaboração e na avaliação
apliquem; do RTP e do PIT, para
c) Solicitar a revisão do relatório técnico- além do PEI (já previsto).
pedagógico, do programa educativo . Podem solicitar a
individual e do plano individual de revisão do RTP e do PIT,
transição, quando estes se apliquem; para além do PEI.

4 — As escolas devem, ainda, definir 4 — As escolas devem, ainda, através das - Explicita quem define,
5º - Linhas atuação

indicadores destinados a avaliar a eficácia equipas multidisciplinares, definir na escola, os indicadores


das medidas referidas no número indicadores destinados a avaliar a eficácia destinados a avaliar a
Inclusão

anterior. das medidas referidas no número anterior. eficácia das linhas de


atuação para a inclusão =
as equipas
multidisciplinares.

5 — As medidas previstas nos artigos - Introduz o ponto 5.


seguintes não prejudicam a consideração . Abre a possibilidade de
-------------------------
7º- Níveis das

de outras que, entretanto, possam ser introduzir outras medidas


medidas

enquadradas. para além das previstas


Íveis

nos níveis de intervenção


(universais, seletivas e
adicionais).

Elaborado por: Fernanda Martins


14-09-2019
Alterações ao DL 54/2018 de 6 de julho
LEI 116/2019 de 13 de setembro
3 — As medidas universais são 3 — As medidas universais, incluindo o - Introduz o apoio
mobilizadas para todos os alunos, apoio tutorial preventivo e temporário, são tutorial (“apoio tutorial
incluindo os que necessitam de medidas mobilizadas para todos os alunos, incluindo preventivo e
seletivas ou adicionais, tendo em vista, os que necessitam de medidas seletivas ou temporário”) nas
8º - Medidas Universais

designadamente, a promoção do adicionais, tendo em vista, designadamente, medidas universais.


desenvolvimento pessoal, interpessoal e a promoção do desenvolvimento pessoal,
de intervenção social. interpessoal e de intervenção social.
4 — A aplicação das medidas universais é - Introduz o ponto 4:
realizada pelo docente titular do . Redefine o papel do
grupo/turma e, sempre que necessário, em professor de Educação
parceria com o docente de educação Especial no âmbito da
especial, enquanto dinamizador, articulador aplicação das medidas
e especialista em diferenciação dos meios e universais, como
materiais de aprendizagem e de avaliação. dinamizador, articulador
e especialista.
3 — A monitorização e avaliação da 3 — A monitorização e avaliação da - Reforça que a EMAEI
eficácia da aplicação das medidas seletivas eficácia da aplicação das medidas seletivas avalia a eficácia das
é realizada pelos responsáveis da sua é realizada pela equipa multidisciplinar de medidas seletivas.
implementação, de acordo com o definido apoio à educação inclusiva, de acordo com
9º - Medidas seletivas

no relatório técnico -pedagógico. o definido no relatório técnico-pedagógico.


6 — A aplicação das medidas seletivas é - Introduz o ponto 6:
realizada pelo docente titular do . Reforça que o docente
grupo/turma e, sempre que necessário, em titular do grupo/turma
parceria com o docente de educação aplica as medidas
especial, enquanto dinamizador, seletivas e, sempre que
articulador e especialista em diferenciação necessário, com o
dos meios e materiais de aprendizagem e docente de educação
de avaliação. especial.

6 — A monitorização e avaliação da 6 — A monitorização e avaliação da eficácia - Reforça o papel da


eficácia da aplicação das medidas da aplicação das medidas adicionais é EMAEI (= art.º 12.º do DL
adicionais é realizada pelos responsáveis realizada pela equipa multidisciplinar de 54) na avaliação da
da sua implementação, de acordo com o apoio à educação inclusiva, de acordo com implementação das
definido no relatório técnico -pedagógico. o definido no relatório técnico-pedagógico. medidas adicionais.
10º - Medidas adicionais

7 — As medidas adicionais são 7 — As medidas adicionais são


operacionalizadas com os recursos operacionalizadas com os recursos
materiais e humanos disponíveis na materiais e humanos disponíveis na escola,
escola, privilegiando -se o contexto de sala privilegiando-se o contexto de sala de aula,
de aula. sem prejuízo do disposto no número
8 — Quando a operacionalização das seguinte.
medidas previstas no n.º 4 implique a 8 — Quando a operacionalização das - Dá maior ênfase à
necessidade de mobilização de recursos medidas previstas no n.º 4 implique a responsabilidade do ME
adicionais, o diretor da escola deve necessidade de mobilização de recursos na resposta às
requerer, fundamentadamente, tais adicionais, estes devem ser garantidos pelo solicitações de “recursos
recursos ao serviço competente do Ministério da Educação, após pedido adicionais”.
Ministério da Educação. fundamentado do diretor da escola.

Elaborado por: Fernanda Martins


14-09-2019
Alterações ao DL 54/2018 de 6 de julho
LEI 116/2019 de 13 de setembro
6 — Compete ao Governo garantir os - Introduz o ponto 6:
meios necessários para habilitar todos os . Dá ênfase à necessidade
11º - Recursos
específicos

----------------------------- trabalhadores com a formação específica imperiosa de fornecer


gratuita de apoio à aprendizagem e à formação específica
inclusão. gratuita de apoio à
aprendizagem e à
inclusão.

4 — Os elementos elencados no número - Introduz o ponto 4:


--------------------------------- anterior podem ser reforçados de acordo .Esclarece que os
com as necessidades de cada escola. elementos permanentes
da EMAEI podem ser
reforçados de acordo com
as necessidades de cada
escola.
4 — São elementos variáveis da equipa 5 — (Anterior n.º 4.)
multidisciplinar o docente titular de São elementos variáveis da equipa - Acrescenta, aos
grupo/turma ou o diretor de turma do multidisciplinar o docente titular de elementos variáveis da
12º - EMAEI

aluno, consoante o caso, outros docentes grupo/turma ou o diretor de turma do EMAEI, o coordenador de
do aluno, técnicos do centro de recurso aluno, o coordenador de estabelecimento, estabelecimento, os
para a inclusão (CRI) e outros técnicos que consoante o caso, outros docentes do assistentes operacionais,
intervêm com o aluno. aluno, assistentes operacionais, assistentes os assistentes sociais e
sociais, outros técnicos que intervêm com o outros técnicos.
aluno e os pais ou encarregados de - Reforça a importância
educação. dos encarregados de
educação.
8 — Compete à equipa multidisciplinar: 9 — (Anterior n.º 8.)
… … - Acrescenta a
c) Acompanhar e monitorizar a aplicação c) Acompanhar, monitorizar e avaliar a competência de “avaliar ”
de medidas aplicação de medidas de suporte à à EMAEI.
de suporte à aprendizagem; aprendizagem e à inclusão;
7 — Compete ao diretor da escola definir 7 — Compete ao diretor da escola definir os - Altera “espaço” para
o espaço de funcionamento do centro de espaços de funcionamento do centro de “espaços” do CAA.
apoio à aprendizagem numa lógica de apoio à aprendizagem numa lógica de
rentabilização dos recursos existentes na rentabilização dos recursos existentes na
escola. escola.
8 — A escola estabelece, em sede de
regulamento interno, quanto ao centro de apoio - Introduz o ponto 8:
à aprendizagem e às suas funções e . Obriga a introduzir, no
----------------------------------------------
abrangência, entre outros, os seguintes aspetos: Regulamento Interno, as
a) A sua constituição e coordenação; “funções e abrangências”
b) Os locais e horário de funcionamento; do CAA.
13º - CAA

c) Os recursos humanos e materiais existentes;


d) As formas de concretização dos objetivos
específicos de acordo com os n.os 2 e 6;
e) As formas de articulação com os recursos
humanos e materiais, dos saberes e
competências da escola, designadamente no
que respeita ao apoio e à avaliação das
aprendizagens.
9 — Para efeitos do disposto no número - Introduz o ponto 9:
anterior, pode ser elaborado um regimento . Indica a possibilidade de
próprio, do qual constem as formas de medição elaborar um regimento
do impacto do centro de apoio à aprendizagem próprio.
na inclusão e aprendizagem de todos os alunos.

Elaborado por: Fernanda Martins


14-09-2019
Alterações ao DL 54/2018 de 6 de julho
LEI 116/2019 de 13 de setembro
1 — O relatório técnico -pedagógico é o 1 — O relatório técnico-pedagógico é o - Esclarece que o RTP
documento que fundamenta a documento que fundamenta a mobilização acompanha o aluno em
21º - RTP

mobilização de medidas seletivas e ou de medidas seletivas e ou adicionais de caso de mudança de


adicionais de suporte à aprendizagem e à suporte à aprendizagem e à inclusão, e escola.
inclusão. acompanha a criança ou o aluno em caso
de mudança de escola.

1 — Sempre que o aluno tenha um 1 — Sempre que o aluno tenha um - Introduz a possibilidade
programa educativo individual deve este programa educativo individual deve este ser de prosseguimento de
ser complementado por um plano complementado por um plano individual de estudos além da
individual de transição destinado a transição destinado a promover a transição escolaridade obrigatória.
25º - PIT

promover a transição para a vida pós - para a vida pós-escolar, e sempre que
escolar e, sempre que possível, para o possível para o exercício de uma atividade
exercício de uma atividade profissional profissional ou possibilitando o
prosseguimento de estudos além da
escolaridade obrigatória.

4 — Os alunos apoiados pelos centros de - Introduz o ponto 4:


MATRÍCULAS

apoio de aprendizagem têm prioridade na . Dá prioridade na


renovação de matrícula, renovação de matrícula a
27º -

-----------------------------
independentemente da sua área de alunos apoiados no CAA.
residência.

4- - Introduz, no ensino
d) A transcrição das respostas; secundário, novas
28º - APA

------------------------------------ e) A leitura de enunciados adaptações ao processo


de avaliação externa,
reportadas ao JNE.

Informação retirada e adaptada de:


https://eduprofs.blogspot.com/2019/09/comparacao-entre-lei-n-1162019-de-13-de.html (Fernanda Martins)

Informação retirada de: https://dre.pt/application/conteudo/115652961 (DL 54/2018 de 6 de julho)

https://dre.pt/application/conteudo/124680588 (Lei 116/2019 de 13 de setembro)

Elaborado por: Fernanda Martins


14-09-2019

Você também pode gostar