Você está na página 1de 2

INFLAMAÇÃO

CLASSIFICAÇÃO

1-) Tempo (Duração)


Super aguda  de horas a dias
Aguda  de dias a semanas
Subaguda  de semanas a meses
Crônica  mais que 3 meses a anos

Tipos:

INFLAMAÇÃO EXSUDATIVA
1- Serosa:
Exsudato aquoso e pobre em células.
1-1 – Vesícula : inflamação circunscrita de epitélio de revestimento, com elevação na
superfície, e diâmetro igual ou inferior a 5mm, com exsudato seroso.
1-2 – Bolha: idêntico porém superior a 5mm.

2- Mucosa ou Catarral: Exsudato viscoso , com alto teor de mucina.

3- Purulenta ou supurada ou apostematosa: exsudato cremoso, amarelo-esverdeado, rico em


PMN vivos e mortos (“Piócitos”) e em células necróticas.

3-1 – Pústula: inflamação circunscrita de pequena área da camada superficial da derme ou da


espessura da epiderme com diâmetro inferior ou igual a 5mm.

3-2 – Furúnculo: inflamação circunscrita na derme ou hipoderme, afetando o foliculo piloso,


geralmente associado com Staphylococcus aureus.

3-3 – Antraz: Conjunto de furúnculos – Processo grave.

3-4 – Abscesso: Inflamação circunscrita composta por uma camada de necrose liquefativa
(cavidade neoformada), membrana piogênica e cápsula de tecido conjuntivo fibroso.

3-5 – Flegmão ou Fleimão: Inflamação difusa e infiltrativa do tecido conjuntivo normalmente


associado a Streptococcus beta hemolítico.

3-6 – Coleção de pús: Acúmulo de pús em cavidades naturais. Prefixo “PIO” + nome da
cavidade:
Piotórax, piosalpinge, etc.

4- Fibrinosa: exsudato produzido é filamentoso, rico em fibrina, com celularidade variável.


5- Pseudomenbranosa: Formação de crostas, placas a partir de exsudato fibrinoso.

5-1 Crupal ou Cruposa: placas brancacentas facilmente removíveis normalmente no epitélio de


mucosas.

5-2 Diftérica: necrose mais profunda atingindo mucosa e submucosa. Placa acinzentada e opaca
que sangra facilmente (Corynebacterium difteriae).

6- Hemorrágica: avermelhado e rico em hemácias.

7- Mista: Sero-mucoso, Muco-purulento, muco-hemorrágico.

INFLAMAÇÃO ALTERATIVA

1- Erosiva: Epitélios de revestimentos (pele e mucosas), com degeneração, necrose, e


descamação epitelial restrita ao epitélio.

2- Ulcerativa: Da mesma forma, porém mais profunda atingindo mucosa e submucosa. “Úlcera
péptica”.

3- Atrofiante ou hipotrofiante: inflamação crônica de mucosas e glândulas com tendência a


involução (diminuição do volume do tecido)

4- Necrosante: primária ou secundária.

5- Gangrenosa: necrosante que se contamina com bactérias.

INFLAMAÇÃO PROLIFERATIVA OU PRODUTIVA

1- Hipertrófica ou hiperplásica: normalmente em mucosas com aparecimento de estruturas


polipóides ou vegetativas com proliferação de tecido conjuntivo.

2- Esclerosante: Produção excessiva de colágeno (fibroplasia). Cirrose hepática.

3- Granulomatosa: formação de granulomas.

Distribuição:
- Focal
- Multifocal
- Localmente extensiva ou extensiva local
- Difusa

Você também pode gostar