Você está na página 1de 23

Classificação dos materiais de moldagem

Materiais de
Moldagem
Departamento de Biomateriais e Biologia Oral - FOUSP
Igor

Classificação dos materiais de moldagem Classificação dos materiais de moldagem

Godiva
Pasta de Óxido de Zinco e Eugenol

Reversíveis Polissufetos
Hidrocolóides Irreversíveis Silicone por condensação
Silicone por adição
Elastômeros
Poliéter

Hidrocolóides

` Áreas retentivas
` Propriedades elásticas
` Géis coloidais
Hidrocolóides

Materiais elásticos para moldagem

www.googleimages.com

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

1
Colóides
` Sistemas coloidais/dispersões coloidais
` são dispersões intermediárias entre as soluções
verdadeiras e os sistemas heterogêneos
` Fase dispersa ou partículas dispersivas
` Fase dispersiva ou meio dispersivo
Hidrocolóides como materiais de
moldagem
` Hidrocolóide Hidrocolóide irreversível

Materiais Dentários USP Biomateriais FOUSP

Hidrocolóide reversível X hidrocolóide irreversível

` Geleificação
` Hidrocolóide reversível
` Sol Gel
` Fenômeno físico
` Temperatura de liquefação ≠ da temperatura de gelificação Alginato - Hidrocolóide irreversível
(Histerese)

Generalidades
` Hidrocolóide irreversível
` Sol Gel
` Fenômeno químico

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

Como obter uma cópia fiel?/ Alginato e suas particularidades


Alginato
Recordando alginato…
Alginato de potássio 15%
Fosfato de Sódio (retardador) 2%
Hidrocolóide Sulfato de Cálcio (reagente) 16%
Óxido de Zinco 4%
Fluoreto de Potássio e Titânio 3%
Terra Diatomácea (diatomita) 60%

Fluoretos – promovem superfície mais densa e dura no


Viscoelástico modelo de gesso e aceleradores da presa do gesso

Materiais Dentários USP

2
Como obter uma cópia fiel?/ Alginato e suas particularidades Como obter uma cópia fiel?/ Alginato e suas particularidades
Recordando alginato… composição e reação de geleificação Recordando alginato… como minimizar distorções ou artefatos?
9Homogeneizar o pó Espessura uniforme do material
COMPOSIÇÃO REAÇÃO DE GELEIFICAÇÃO 9Proporcionar segundo instruções
9Alginato de K ou Na COONa COONa 9Evitar incorporar bolhas na massa
9Sulfato de Ca COONa COONa
9Moldeiras adequadas
9Fosfato trissódico 9Centralizar a moldeira
COONa COONa
9Fluoreto de K
9Carga COONa COONa

9Glicóis orgânicos
9Corantes
9Flavorizantes

Como obter uma cópia fiel?/ Alginato e suas particularidades Como obter uma cópia fiel?/ Alginato e suas particularidades
Recordando alginato… como minimizar distorções ou artefatos? Recordando alginato… como minimizar distorções ou artefatos?
9Homogeneizar o pó Tempo de trabalho
9Homogeneizar o pó Tempo de trabalho
9Proporcionar segundo instruções 1’05” 9Proporcionar segundo instruções 1’05”

9Evitar incorporar bolhas na massa 9Evitar incorporar bolhas na massa


9Moldeiras adequadas 9Moldeiras adequadas
9Centralizar a moldeira Tempo de presa
1’50”
9Centralizar a moldeira Tempo de presa
1’50”
9Respeitar tempo de trabalho 9Respeitar tempo de trabalho
Tipo I : rápida Tipo II : normal 9Manter em posição sem pressionar Tipo I : rápida Tipo II : normal
9Aguardar o tempo de presa final
9Remoção rápida e sem báscula
9Recortar partes não suportadas
9Vazar o mais rápido possível

Alginato

Manipulação

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

3
Alginato - proporcionamento Alginato - manipulação

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

Alginato - manipulação Alginato – cuidados na manipulação


` Obtenção de massa cremosa e lisa
` Armazenamento
` Lata ou pote – agitar (homogeneizar pó) - cuidado!
` Gral de borracha e espátula limpos
` Relação água/pó
` Espatulação insuficiente/ em excesso

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

Alginato - moldagem Alginato - moldagem

Preenchimento
das ameias

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

4
Alginato - moldagem

` Manter pressão passiva sobre a moldeira – evita o


acúmulo de tensões
` 2 a 3 minutos na boca até material perder pegajosidade
` Remoção do molde em golpe único, em direção paralela
ao longo eixo dos dentes (viscoelasticidade, aumento da
resistência com a velocidade)

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

Sinérese e embebição

` Gel - água
` Sinérese - processo de saída de exsudatos fluidos –
contração do material
` Embebição – sorção de água pelo gel
` Vazamento do molde o mais rápido possível
` Umidificadores (100% umidade relativa – 2 horas)

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

Desinfecção do molde Alginatos - indicações

Água sanitária diluída 1/10 - borrifar sobre o molde ` Modelos antagonistas


EVITAR A IMERSÃO ` Modelo de estudo
` Modelo de transferência
Embrulhar em papel toalha umedecida com o agente desinfetante e ` Alguns modelos de trabalho
manter em saco plástico por 10min ` Ortodontia
` PPR
` Modelos para clareamento
VAZAR O GESSO MODELO

Materiais Dentários USP Materiais Dentários USP

5
Características
Tempo de presa 1,5-4,5 min Materiais de
Tempo de trabalho 2,5-3 min
Moldagem
Início Inserção Remoção
da na da
manipulação boca boca Departamento de Biomateriais e Biologia Oral - FOUSP
Igor

Materiais de Moldagem Classificação dos materiais de moldagem

Departamento de Biomateriais e Biologia Oral - FOUSP


Igor

Classificação dos materiais de moldagem Classificação dos materiais de moldagem

Godiva
Pasta de Óxido de Zinco e Eugenol

Reversíveis Polissufetos
Hidrocolóides Irreversíveis Silicone por condensação
Silicone por adição
Elastômeros
Poliéter

6
Definição
Materiais que se apresentam inicialmente
fluidos e formam polímeros
¾facilmente deformáveis e
¾com excelente recuperação elástica.
A reação de endurecimento é baseada na
química das borrachas.
(Fernanda e Rafael, 2003)

Utilização

Copiar o formato das estruturas bucais


com detalhes suficientes para permitir
a confecção de réplicas fiéis dessas
estruturas, que permitam confeccionar
próteses funcionais e bem adaptadas.

Classificação

1- Polissulfetos (mercaptanas)

Coroas 2 – Silicone de polimerização por


condensação

Onlays
3 – Silicone de polimerização por adição
4 - Poliéter

Retentores
Intra-radiculares

7
Consistências

Leve
Regular bisnagas

Pesada
Massa densa (putty) -potes

Caso 1

Caso 2

8
Caso 1

Reação de Polimerização
Por condensação Há a formação de subprodutos
Caso 1 HO - R - OH + HO - C - Q - C - OH
HO - R - O - C - Q - C - OH + H2O
Ex. polissulfetos » água (PERMLASTIC - Kerr)
silicone de condensação » álcool (OPTOSIL/XANTOPREN)

Por adição Não forma subprodutos


Tem (quase) sempre um grupo
insaturado
Maior peso molecular
Reação exotérmica
Ex. poliéter (IMPREGUM F - Kerr); silicone de adição (Express)

Polissulfetos
Classificação
1- Polissulfetos (mercaptanas)
2 – Silicone de polimerização por
condensação
3 – Silicone de polimerização por adição
4 - Poliéter

9
Composição Química da polimerização
“Polímero de polissulfeto” O
PbO2

HS SH HS SH HS S S SH

Base Acelerador
SH S + H2O
Polímero de polissulfeto PbO2 O EXOTERMIA
SiO2 Enxofre,Carga SH S
Carga plastificador
SH HS SH S S SH
plastificador Óleo não reativo HS HS
O
Ác. esteárico
Reação de polimerização por condensação

Polissulfetos
GC Coe-Flex (Kerr)
Neo-Plex (Miles)
Omiflex (GC America)
Permlastic (Kerr)

10
Vídeo polissulfeto Laboratório

Características de uso Características específicas


Polissulfeto
• Facilidade de manipulação
¾Baixa estabilidade dimensional
(H2O)
Tempo de presa – 12,5 min

¾Radiopacidade (Pb)
Tempo de trabalho – 4,3 min

¾Odor desagradável (SH)


Início da Inserção na Remoção da
Linha do tempo
manipulação boca boca

11
Polissulfeto

Características positivas
Polissulfeto
¾ Tempo de trabalho longo
¾ Boa reprodução de detalhes
¾ Alta resistência à rasgamento*
¾ Vida útil longa
¾ Menos hidrofóbico
¾ Baixo custo

POLISSULFETOS

Inconvenientes Classificação
¾ Baixa recuperação elástica 1- Polissulfetos (mercaptanas)
¾Odor desagradável 2 – Silicone de polimerização por
condensação
¾Tempo de presa longo
3 – Silicone de polimerização por adição
¾Vazamento “imediato”
4 - Poliéter
¾Mancha a roupa

POLISSULFETOS

12
Silicone de condensação
Coltène H. Kulzer
“Polímero de poli DIMETIL siloxano”

Achar
figura leve Zhermack

Material pesado Material leve

Dentsply

Composição
Uso Laboratorial – Técnico em Prótese

Base Acelerador

Polidimetil siloxano Silicato de etila


+ +
Silicato alquílico Octoato de Sn

Zhermack

•Cuidado: mancha a roupa

Química da polimerização
CH3 CH3 Tetraetilortosilicato CH3 CH3
HO Si O Si OH C2H5O OC2H5 HO Si O Si O OC2H5

CH3 CH3 CH3 CH3

Polidimetilsiloxano Si Si + 2C2H5OH
CH3 CH3 CH3 CH3 (ETANOL)
HO Si O Si OH C2H5O OC2H5 HO Si O Si O OC2H5
CH3 CH3 CH3 CH3

Reação de polimerização por condensação


Na presença de OCTOATO DE ESTANHO...

13
Características específicas

¾Baixa estabilidade dimensional


(ETANOL)
¾Altamente hidrofóbico (os mais
modernos, nem tanto...)
¾Octoato de estanho: reação
eczematosa

Manipulação Manipulação

Tempo de trabalho: 3 min
Tempo de presa: 8,9 min

14
Como evitar incorporação de bolhas? Características positivas
- Mantenha a ponta da seringa em ¾ Tempos de trabalho e presa suficientes
continuidade com material de ¾ Rasga... Mas não deforma plasticamente
moldagem ejetado pela seringa
¾ Boa recuperação elástica
¾ Boa reprodução de detalhes
¾ Fácil remoção
-Inicie pela área de maior
dificuldade:
(geralmente disto-lingual)

SILICONE DE CONDENSAÇÃO

Inconvenientes
¾Baixa estabilidade dimensional: vazamento
“imediato”
¾Mistura manual (poros)
¾Octoato de estanho (reação eczematosa)
¾Mancha roupa
¾Mais hidrofóbico

SILICONE DE CONDENSAÇÃO

15
Classificação
1- Polissulfetos (mercaptanas)
2 – Silicone de polimerização por
e condensação
3 – Silicone de polimerização por adição
4 - Poliéter

16
Silicone de adição

“Polímero de poli VINIL siloxano”

Material leve Material pesado Material leve

Composição Química da polimerização


divinilpolidimetil siloxano
CH3 R polimetil siloxano

Base Acelerador
R O Si CH = CH2 H Si CH3

polimetil hidrogênio CH3 O


divinilpolidimetil siloxano
siloxano
sais de platina CH3 Si H
grupamentos vinílicos
retardadores
terminais CH3 O
R O Si CH = CH2 H Si CH3
CH3 R
Na presença de SAL DE PLATINA...

Características específicas
CH3 R
R O Si CH CH2 Si CH3 ¾Hidrofobia/hidrofilia e campo seco
¾Reação de presa inibida pelo enxofre
CH3 O
CH3 Si H H (luvas de látex)
O H H 2
CH3
2 2
¾Liberação de H2 (esperar para vazar
R O Si CH CH2 Si CH3 o modelo)
CH3 R
¾Disponível no sistema Automix
Reação de polimerização por adição

17
Manipulação
manual

Características da manipulação
Automix

AUTO-MISTURA SERINGA

2° CUIDADO Características positivas


9 Tempo de presa curto
Liberação de Hidrogênio 9 Facilidade de manipulação
(Bolhas na superfície do modelo) 9 Boa resistência ao rasgamento
9 Alta precisão de detalhes
Devido  residuos do grupo silano que reagem com os 
hidretos do polímero base 9 Alta estabilidade dimensional
Solução: 9 Permite vários modelos e
Retardar vazamento por 60 minutos
vazamento adiado
ISM
WRJ SILICONE DE ADIÇÃO

18
Inconvenientes
Classificação
1- Polissulfetos (mercaptanas)
9Alto custo
9Vida útil curta 2 – Silicone de polimerização por
condensação
3 – Silicone de polimerização por adição
4 - Poliéter

SILICONE DE ADIÇÃO

ELASTÔMEROS - POLIÉTER
Poliéter
APRESENTAÇÃO
“ Polímero à base de poliéter”
Pastas

• Leve
Consistências • Regular
• Pesada

ELASTÔMEROS - POLIÉTER ELASTÔMEROS - POLIÉTER

COMPOSIÇÃO COMPOSIÇÃO

Pasta base Pasta


catalisadora

• Éster sulfonado aromático


• Pré-polímero de poliéter C

• Carga + R+
• Carga – SiO2 N Terminações com
Cátions
anéis de aziridina
• Plastificante alquila
• Plastificante – glicoéter ou ftalato SO3R SO3‐
CH2 CH2

19
ELASTÔMEROS - POLIÉTER ELASTÔMEROS - POLIÉTER

REAÇÃO DE POLIMERIZAÇÃO REAÇÃO DE POLIMERIZAÇÃO


H H H

Pasta-base Abertura do anel C C


C H
Pasta-
H H
catalisadora R  N N R  N C Ligações
C cruzadas
C
R + CH2 CH2+ CH2 CH2 CH2 CH2 N

Cátions Alquila N R  N
CH2 CH2+

CH2 CH2 CH2 CH


+
2
Abertura dos anéis: baixa contração de polimerização
Anéis de aziridina
(pré-polímero de poliéter) Polimerização por adição: estabilidade dimensional

ELASTÔMEROS - POLIÉTER
Manipulação
MANIPULAÇÃO
Comprimentos iguais

Cor homogênea

ELASTÔMEROS - POLIÉTER ELASTÔMEROS - POLIÉTER

MANIPULAÇÃO MANIPULAÇÃO
OU:
Tpo. de trabalho: ~ 2,3 min Tpo. de presa: ~ 8,3 min
Dispensador automático
de mistura
• Facilidade de uso
• Mistura homogênea
• Sem bolhas
• Mínimo desperdício
• Vazar em até 7 dias;
• Menor tempo
• Possibilidade de duplicar o modelo
• Reduz risco de contaminação

20
ELASTÔMEROS - POLIÉTER ELASTÔMEROS - POLIÉTER

PROPRIEDADE IMPORTANTE DESINFECÇÃO E ARMAZENAMENTO


Alta rigidez após a 
presa Dificuldade de  Sorção de água e fluidos • Alteração dimensional
(a maior dos elastômeros) remoção (natureza mais hidrofílica) • Liberação de plastificante

• Alívio com cera Desinfecção


• Espessura mín. do material na moldeira: 4 mm
• Hipoclorito de sódio Armazenar em
(aumenta a compressibilidade – baixa contração)
• Glutaraldeído (2%) local seco e fresco

Novas versões:  mais plastificantes – mais flexíveis e 
maior risco de distorção Máx. 10 min.

ELASTÔMEROS - POLIÉTER ELASTÔMEROS - POLIÉTER

INDICAÇÕES CONTRA-INDICAÇÕES
VANTAGENS

Moldagens de alta precisão Dificuldade de remoção: 1 /6
Alta estabilidade dimensional
4/6
(vazamento adiado, multiplos vazamentos,
• Modelos de trabalho  • Comprometimento  menor distorção)
periodontal
2/6
(PPR, PPF, coroas unitárias, onlays, 
inlays) 
Recuperação elástica
Tempo de presa curto
• Moldagem de transferência  • Muitos nichos retentivos na  5/6
3/6
boca Menos hidrofóbico
de implantes (compatibilidade com o gesso e ambiente
(rigidez mantém a relação espacial das  oral)
estruturas)  Resistência ao rasgamento

ELASTÔMEROS - POLIÉTER
FUTURO ou PRESENTE???
DESVANTAGENS

1 /2 Alto custo

2/2 Difícil remoção (molde da 
boca e modelo do molde)
(alta rigidez)

21
Sistemas CAD CAM

Polyvinyl siloxane Digital intraoral


(PVS) material was impressions were
used in a two-step made by using an
impression technique intraoral digital
(Express 2 Penta scanner based on
Putty as tray and wavefront sampling
Express 2 Light Body technology (Lava
Quick as wash Chairside Oral
material, 3M ESPE) Scanner, 3M ESPE)

22
Cap 12 Impression Materials

P. 270 - 311

Impression Materials
Obrigado!!
Cap 7 Flexible Impression
materials

P. 147-152

Mat. De Moldagem Elastomérico


Não Aquosos

23

Você também pode gostar