Você está na página 1de 48

T OLEDO

9600
TERMINAL INDUSTRIAL

MANUAL DE OPERAÇÃO

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

MOIM-9600 RE: 00-07-07


TOLEDO 9600

Índice

01. Descrição Geral 06. Roteiro de Calibração


A. Composição Externa ............................... 01-01/02 A. Acesso ao Equipamento .......................... 06-01/08
B. Principais Características ........................ 01-02/02 B. Composição Interna ................................. 06-01/08
C. Ajustes .................................................... 06-02/08
02. Funcionamento
A. Princípio de Funcionamento ..................... 02-01/02 07. Roteiro de Análise / Correção de Defeitos
A. Procedimento Preliminar .......................... 07-01/02
03. Roteiro de Instalação B. Diagrama de Interconexões ..................... 07-02/02
A. Inspeção Preliminar ................................. 03-01/04
B. Preparação do Local de Instalação .......... 03-01/04 08. Roteiro de Manutenção Preventiva
C. Abertura do Módulo .................................. 03-03/04 A. Contato Inicial .......................................... 08-01/04
D. Conexão à Célula de Carga Analógica ..... 03-03/04 B. Inspeção Externa ..................................... 08-01/04
E. Interligações ............................................. 03-04/08 C. Inspeção Interna ....................................... 08-02/04
D. Limpeza Externa ...................................... 08-03/04
04. Roteiro de Operação E. Aferição e Calibração ............................... 08-03/04
A. Identificação dos Controles ..................... 04-01/10 F. Verificação do Funcionamento ................. 08-03/04
B. Preparação para Operação ...................... 04-02/10 G. Lacre ....................................................... 08-03/04
C. Características de Software - H. Liberação para Uso .................................. 08-03/04
Controladora Display / Teclado Gráfico ... 04-02/10

09. Especificações ......................... 09-01/04


05. Roteiro de Programação
A. Configuração de Hardware ....................... 05-01/06
10. Lista de Peças .......................... 10-01/02

Revisão 00 - 07 - 07 ( 01 - 01 )
TOLEDO 9600

Introdução

Este Manual consiste de um guia de trabalho para Técnicos treinados no CENTRO DE TREINAMENTO
TÉCNICO - C.T.T., fornecendo informações necessárias para ajudá-los na OPERAÇÃO, INSTALAÇÃO, e
MANUTENÇÃO do 9600 - Terminal Industrial TOLEDO.

As informações contidas neste MANUAL são de propriedade exclusiva da TOLEDO DO BRASIL INDÚSTRIA DE
BALANÇAS LTDA., e não devem ser reproduzidas ou transmitidas a terceiros sem autorização prévia por escrito.

Solicitações de informações relativas a Treinamento Técnico, feitas por Clientes e cópias adicionais deste
MANUAL, serão atendidas através do seguinte endereço:

TOLEDO DO BRASIL INDÚSTRIA DE BALANÇAS LTDA.


CENTRO DE TREINAMENTO TÉCNICO
Rua Manoel Cremonesi, 01 - Jd. Belita
CEP. 09851-900 - S. Bernardo do Campo - SP
Telefone: (11) 4356-9178
Fax: (11) 4356-9465
e-mail:ctt@toledobrasil.com.br

ATENÇÃO
DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA
OU MANUTENÇÃO.

ADVERTÊNCIA
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS
À ELETRICIDADE ESTÁTICA.

CONTROLE DE REVISÕES

SEÇÃO 1 SEÇÃO 2 SEÇÃO 3 SEÇÃO 4 SEÇÃO 5 SEÇÃO 6 SEÇÃO 7 SEÇÃO 8 SEÇÃO 9 SEÇÃO 10

00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07 00 - 07 - 07

Revisão 00 - 07 - 07 ( 01 - 01 )
TOLEDO 9600

01 Descrição Geral

até 2 balanças (ADU) e comunicação com impressoras,


OBSERVAÇÃO microcomputador e rede Ethernet.

Devido a variedade de aplicativos que um hardware de


sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- O Terminal 9600 é constituído basicamente por uma caixa
nas o que é específico do hardware. A parte particular em aço inox, PCI Principal, PCI Controladora Teclado /
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e Display gráfico, PCI TS I / O Integrado (12 entradas / 12
desenhos do mesmo. saídas), Display gráfico 240 x 128 pixels, Fonte de
alimentação (Full range), PCI de Balança (ADU), Teclado
alfanumérico com 100 teclas (possibilidade de interligação
O Terminal 9600 é destinado especialmente para aplica- com Teclado convencional PC padrão PS2) e Interfaces
ções industriais, tais como: Sistemas de Ensacamento, de comunicação (opcionais): Serial (SIM RS232, SIM
Enchimento e Sistemas de Pesagem de Fluxo. Ele foi RS485, SIM Loop de corrente - 20mA), Paralela (PIM) e
desenvolvido para ser controlado remotamente, através Ethernet.
de interface serial ou Ethernet. Possibilita interligação de

A. COMPOSIÇÃO EXTERNA

DISPLAY GRÁFICO

CAIXA DE TECLADO
AÇO INOX

Revisão 00 - 07 - 07 01 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 9600

B. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

O Terminal 9600 possui as seguintes características


gerais:

. Display Gráfico 240 x 128 pixels.

. Display com controle e ajuste de backlight e contraste.

. Teclado tipo PC Alfanumérico com 100 teclas.

. Possibilidade de interligação de teclado PC padrão PS2.

. Fonte de Alimentação Full Range (93,5 a 264 VCA).

. Baixo consumo de energia: 8 a 12 W.

. Interfaces de comunicação: SIM RS-232, SIM RS-485, SIM


Loop de Corrente (20mA), PIM Paralela e Ethernet.

. Gabinete em aço inoxidável AISI 304.

. Grau de Proteção IP-65.

Revisão 00 - 07 - 07 01 - ( 02 / 02 )
TOLEDO 9600

02 Funcionamento

O Terminal 9600 é constituído pelos blocos principais a


OBSERVAÇÃO seguir:

Devido a variedade de aplicativos que um hardware de - CPU


sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- - PCI IFU
nas o que é específico do hardware. A parte particular - PCI Controladora
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e - Display Gráfico
desenhos do mesmo. - Teclado
- Fonte de Alimentação
- PCI Adaptadora
A. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO - PCI ADU
- PCI ADU2
- Interfaces Analógicas
O Terminal 9600 consiste dos blocos principais a seguir: - Interfaces Seriais
- Saída Paralela I/O

Diagrama de Blocos Simplificado


A CPU é uma unidade de processamento central do
Módulo 9600. Opera a 32bit/16Mhz e possui
microprocessador 68HC000, 256Kbyte de memória (opcional
1Mbyte) com bateria suporte e 128kbyte de memória
aplicada (opcional 256Kbyte). Possui também duas inter-
faces seriais RS232, RS485 ou Loop de Corrente 20mA.

Sua função básica é a de receber os dados provenientes


de dispositivos externos, onde serão interpretados pelo
microcontrolador e armazenados em memória RAM. O
microcontrolador executará o processamento das
informações armazenadas em memória RAM com as
informações do software gravadas na memória FLASH, e
com as funções selecionáveis através do teclado. O
resultado será enviado para o circuito controlador do
display, o qual decodificará estas informações e fornecerá
corrente aos segmentos do elemento display para a
indicação dos dados.

O módulo de extensão de interface IFU é um adicional


para a placa principal. É provido de mais 4 interfaces
seriais, 12 saídas paralelas e 12 entradas paralelas
isoladas. As interfaces seriais podem ser individualmente
configuradas como RS232, Loop de Corrente ou RS485.

Revisão 00 - 07 - 07 02 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 9600

Na Controladora Display / Teclado Gráfico existem Além das Interfaces SIM, existem as Interfaces Paralelas
interfaces para display gráfico e comunicação, utilizando PIM. Possui até oito interfaces. Cada PIM possui duas
PCI Expansora IFU com módulos SIM. Teclado entradas (12 ou 24 Vcc, 7mA) e duas saídas (12 ou 24
alfanumérico com 100 teclas (Tipo PC padrão ABNT-2) e Vcc, 100mA) opto isoladas. No total são 16 entradas e 16
possibilidade de interligação com teclado convencional saídas.
PC padrão PS2.

O objetivo é permitir que o Terminal 9600 também seja Opcionalmente, o 9600 pode ser interligado numa rede de
utilizado como um “terminal remoto” sem processador, no computadores através de uma Interface de Comunicação
qual as informações recebidas pela porta serial sejam do tipo Ethernet 10base-T que proporciona uma conexão
mostradas no display, bem como as digitadas em qual- de até 10 Mbps, com protocolo TCP/IP.
quer um dos dois teclados sejam enviadas pela porta
serial.
Possui ainda, opcionalmente, uma Saída Analógica de
Dados que permite transmitir a informação indicada em
O Display Gráfico possui ajuste de luz de fundo e display, bruto ou líquido, na forma analógica. Esta
contraste. Conta com 8 modos de exibição selecionáveis, informação pode ser utilizada para alimentar um sistema
sendo 4 em texto e 4 com animação. de aquisição de dados, registrar gráfico, indicador do tipo
Bargraph ( Gráfico de Barras ), etc.

O Teclado permite a entrada de dados em caracteres


alfanuméricos e comandos específicos utilizados na
programação e operação do Terminal 9600. O teclado
trabalha com teclas independentes e é parte integrante da
PCI do teclado.

O Terminal 9600 está equipado com uma Fonte Full-


Range que caracteriza-se por trabalhar diretamente com
a freqüência da rede, 50/60 Hz, e por admitir uma ampla
faixa de tensão de entrada.

Sua aplicação é indicada em locais onde os limites de


flutuação da tensão da rede elétrica estejam sujeitos a
grandes variações de tensão.

A PCI ADU possibilita a interligação do Terminal 9600


com célula de carga analógica, como: Ensak, Tolbag,
Tolfluid, Tolflux e Dosador. Opcionalmente, existe a
possibilidade de ligação de uma segunda célula de carga,
através da PCI ADU2 que é conectada na PCI ADU.

As Interfaces Seriais SIM são utilizadas para a interligação


de diversos dispositivos externos. No Terminal 9600, o
número máximo de interfaces são seis. Podem ser: RS-
232C, Loop de Corrente 20mA ou RS-485.

Revisão 00 - 07 - 07 02 - ( 02 / 02 )
TOLEDO 9600

03 Roteiro de Instalação

OBSERVAÇÃO LIMITES PARA A ALIMENTAÇÃO

MÍNIMA MÁXIMA
Devido a variedade de aplicativos que um hardware de
sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- TENSÃO ( VCA ) 93,5 264
nas o que é específico do hardware. A parte particular FREQUÊNCIA ( Hz ) 50 63
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e
desenhos do mesmo. - A tomada que alimentará o Terminal deve ser do tipo Tri-
polar Universal, possuir fase, neutro e uma linha de ter-
ra de boa qualidade, independente de outros circuitos.
A. INSPEÇÃO PRELIMINAR
TERRA

Verifique, ao desembalar, se o Terminal 9600 está em FASE

perfeitas condições, certificando-se de que não houve


NEUTRO
nenhuma avaria gerada pelo transporte.

Caso seja constatada qualquer irregularidade, comuni- Deverá estar de acordo com as tensões indicadas nas
que imediatamente o seu imediato na Toledo para que configurações do quadro abaixo:
este tome as devidas providências.

B. PREPARAÇÃO DO LOCAL DE INSTALAÇÃO

Condições Elétricas
CASO 1 2 CASO 1

Antes de instalar o terminal, é obrigatório verificar se a FASE/NEUTRO 110 VCA 220 VCA FASE/FASE 220 VCA
tensão elétrica disponível e a configuração dos terminais
FASE/TERRA 110 VCA 220 VCA FASE/TERRA 127 VCA
e tomadas estão compatíveis com as instruções abaixo:
NEUTRO/TERRA 5 VCA 5 VCA

- Recomenda-se que a linha de alimentação do Terminal


seja em circuito separado da linha de energia destinada
a alimentar máquinas elétricas, tais como: refrigeradores, - Nunca permita a utilização de extensões ou conectores
motores, cortadores, etc. tipo T ( benjamins ). Isso pode ocasionar sobrecarga na
instalação elétrica do Cliente.
Se a tensão do estabelecimento apresentar oscilações
mas estiver dentro dos limites para a alimentação do
Terminal conforme tabela abaixo, não será necessário a
utilização de estabilizador de tensão pois o terminal é
alimentado por fonte chaveada que compensa tais
flutuações da rede elétrica.

Veja Especificações Técnicas, seção 9, deste Manual.

Revisão 00 - 07 - 07 03 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 9600
- Internamente a tomada, o terminal neutro não pode es-
tar ligado ao terminal terra. ATENÇÃO
Embora o neutro seja aterrado na conexão secundária
do transformador, nos circuitos de distribuição o neu- A instalação do fio terra é obrigatória, por uma questão de
tro e o terra assumem referências de tensões distintas,
segurança.
devido ao desequilíbrio de cargas ligadas entre fase e
neutro. Assim, eles devem ser considerados como cir-
cuitos distintos. CUIDADO !... O fio terra não deve ser ligado ao fio neutro da
rede elétrica, canos de água, balcões metálicos, estruturas
- A tensão entre o neutro e o terra não deve ser superior metálicas, etc.
a 5 volts.

- Nos sistemas utilizados pelas concessionárias de energia


elétrica e pelas indústrias, podem ser encontrados os Condições do Local
valores de baixa tensão indicados no quadro abaixo.
É muito importante escolher adequadamente o local certo
para a instalação do terminal, afim de propiciar condições
fundamentais ao seu perfeito funcionamento ao longo do
tempo.

. Evitar lugares já congestionados com equipamentos ou


produtos;

. Posicionar o terminal de tal forma que facilite o manuseio


pelo operador;

. Apoiar o terminal em superfície nivelada e firme, que não


gere trepidações ou vibrações ou fixá-lo na parede;

. Evitar lugares sujeitos a incidência direta de raios sola-


res e umidade excessiva;

. Possíveis fontes de interferência eletromagnética tais


como, motores elétricos, reatores de iluminação, rádio-
- Constatando-se qualquer irregularidade com relação comunicadores e outros, devem ser afastados do termi
as condições expostas, não se deve proceder, em nal;
NENHUMA HIPÓTESE, qualquer atividade que envolva
a energização do terminal, até que se tenha a instalação
. Considerar as limitações de temperatura e umidade re-
elétrica regularizada.
lativa do ar na escolha do local de instalação:

Temperatura de Operação: De -10o C a +40o C


ADVERTÊNCIA
Umidade Relativa do Ar: 10% a 95% sem conden-
Não cabe à TOLEDO a regularização das instalações
sação.
elétricas dos seus Clientes e tampouco a responsabili-
dade por danos causados ao equipamento, em decor-
rência da desobediência a estas instruções. Fica ainda o
equipamento sujeito a perda de garantia.

Revisão 00 - 07 - 07 03 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 9600

C. ABERTURA DO TERMINAL D. CONEXÃO À CÉLULA DE CARGA ANALÓGICA

O tampa do Terminal 9600 está travado por quatro clips


A PCI ADU possibilita a conexão para uma plataforma de
presos ao gabinete do terminal. Para ter acesso à CPU
pesagem com células de carga de 4 ou 6 fios. Uma
para ligações internas e parâmetros de programação,
segunda plataforma de pesagem pode ser conectada
você deve separar a tampa do gabinete.
usando a PCI ADU2. As ligações e as configurações são
Siga os passos a seguir para abrir o terminal: as mesmas tanto para a PCI ADU quanto para a PCI
ADU2.
a. Corte o arame de lacre e com o auxílio de uma chave
de fenda, destrave os quatro clips mostrados nas figuras
Conexão de Célula de Carga 6 fios
seguintes.

Descrição Terminal KL1

1 + Excitação

2 - Excitação

3 + Sense

4 - Sense

5 + Sinal

6 - Sinal

Clips Conexão de Célula de Carga 4 fios

Descrição Terminal KL1


Clips
1 + Excitação

2 - Excitação

5 + Sinal

6 - Sinal

b. Remova, com cuidado, a tampa do 9600. Puxe-a, su-


avemente, até que se livre do gabinete.
OBSERVAÇÃO
Este procedimento dará o acesso ao interior do 9600.
Para a conexão de células de carga 4 fios, deve-se
jumpear os pinos 1 e 3, e os pinos 2 e 4 do terminal KL1.

Revisão 00 - 07 - 07 03 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 9600

E. INTERLIGAÇÕES Ligação ao Microcomputador

Ligação a Rede Ethernet a. Conexão ao Microcomputador

O 9600 pode ser interligado numa rede de computadores O 9600 necessita adicionalmente de um cabo específico
através de uma interface de comunicação Ethernet 10base- para conexão ao microcomputador. Veja o desenho
T que proporciona uma conexão de até 10 Mbps, com abaixo:
protocolo TCP/IP.

O Terminal necessita adicionalmente de uma PCI Ethernet


e um cabo de conexão a rede.

Para interligar o 9600 numa rede de computadores,


utilizar o cabo 6201146. Observe:
CONFIGURAÇÃO ELÉTRICA

DETALHE DE MONTAGEM DO CABO

b. Configuração do Microcomputador

O Microcomputador deverá ser configurado de acordo


com as necessidades do cliente e de acordo com a
aplicação.

Para interligar o 9600 diretamente em um único


computador, utilizar o cabo Crossover 6077602. Observe:

DETALHE DE MONTAGEM DO CABO CROSSOVER

Revisão 00 - 07 - 07 03 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 9600

04 Roteiro de Operação

OBSERVAÇÃO
. Gráfico em Forma de Pizza
Devido a variedade de aplicativos que um hardware de
sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- Indica a porcentagem do peso, em valores numéricos e
nas o que é específico do hardware. A parte particular em forma de gráfico. Esta função é disponível apenas nos
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e modos 4A, 4B e 4C.
desenhos do mesmo.

. Indicador de Instabilidade
A. IDENTIFICAÇÃO DOS CONTROLES
Indica instabilidade na plataforma de pesagem.

1. Painel
. Indicador de Zero Real

Indica o zero verdadeiro da balança.

2. Teclado

. Display

Display Gráfico de 240 x 128 pixels.

Indica ao operador os dados referentes à pesagem, peso


bruto ou líquido. Exibe mensagens de erro e guia o
operador durante a programação e a execução dos O teclado do Terminal 9600 é apresentado na parte frontal
processos. com 100 teclas. É um teclado do tipo membrana,
construído com múltiplas camadas de material plástico
e constitui uma unidade selada capaz de aceitar limpeza
com pano úmido e sabão neutro. A membrana externa é
impressa de modo indelével com as legendas
correspondentes a cada função.

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 1 / 10 )
TOLEDO 9600

a São usadas para entrada de Tara, data e As demais teclas, possuem as mesmas funções do
hora e outros valores numéricos. padrão de um teclado normal de PC (padrão PS2).

a Essas teclas podem ser programadas de B. PREPARAÇÃO PARA OPERAÇÃO


acordo com a necessidade do usuário. Quem
define a função de cada tecla é o usuário,
informando ao responsável pela elaboração Antes de realizar qualquer operação com o 9600, é im-
do software, o que cada tecla faz. portante observar todas as instruções de instalação e re-
comendações contidas na Seção 3.

Com todas as recomendações atendidas, conecte o plu-


Esta tecla limpa um campo, quando digitado gue de alimentação à tomada.
um valor incorreto.

C. CARACTERÍSTICAS DE SOFTWARE -
Esta tecla permite zerar a balança dentro
CONTROLADORA DISPLAY / TECLADO GRÁ-
de uma faixa de peso, quando a mesma
se encontra “fora de zero”. FICO

Esta tecla permite a entrada e a limpeza de Inicialização


tara.
Após ligar na rede elétrica, se pressionada a tecla de
qualquer um dos dois tipos de teclado, a Controladora
Sua função default é voltar ao passo anteri-
executará um autoteste de display, onde irá conter
or, seja no modo programação ou opera -
inclusive a versão do software, como mostra a sequência
ção.
de telas abaixo.

Esta tecla permite expandir o peso no


display, permitindo visualizar por alguns
segundos o “sub-incremento”.

Seleciona a balança cujo peso será exibido


no display.

Esta tecla não tem uma função default.


Posteriormente ela pode ser programada
segundo o integrador.

Essas teclas permitem avançar ou voltar


uma função dentro do menu de navegação.
Exceto a tecla , que tem a mesma

função da tecla descrita acima, as


demais são utilizadas conforme o programa.

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 2 / 10 )
TOLEDO 9600

Funcionamento

Em Modo Texto a Controladora deverá sempre receber a


informação de qual zona ela deverá posicionar o cursor.
As mensagens / informações também deverão ser enviadas
pela serial.

Ao receber um caracter de texto pela serial o mesmo será


Após o autoteste ou não, a Controladora enviará continu-
enviado para o display na posição definida anteriormente,
amente pela porta serial de comunicação, o caracter ENQ
para cada caracter recebido, o “cursor” de posição é
(0x05), até receber um “start” vindo pela serial. Este “start”
incrementado até chegar ao final da linha da zona
poderá ser um 0x0A ou 0x0D.
configurada. A partir deste ponto, cada caracter recebido
será ignorado pela Controladora, até que uma nova zona
A Controladora inicializará como default em “Modo 1” e
seja selecionada ou um “Line feed” seja recebido (0x0A).
posicionada “Zona 1”.
Ao receber um “Line feed”, o cursor é posicionado no início
da linha da zona em questão.
Comunicação Serial
No Modo Animação, a Controladora necessita apenas
receber o valor do peso corrente (de acordo com formato
A porta de comunicação serial está programada para
definido) e ele irá fazer a animação no display automati-
funcionar com velocidade: 9600 bauds (para TS3X,
camente.
TS3WIM, 9600 e IHMX Standard) ou 38400 bauds (para
IHMX para MWS), sem paridade e 8 bits de dados. Durante os eventos de receber informações, a Controladora
também envia pela porta de comunicação serial, as teclas
que são digitadas, nos 2 tipos de teclado possíveis, ou
Teclado seja, o que for digitado é enviado pela serial no seu código
correspondente.
Qualquer tecla digitada por qualquer um dos 2 tipos de
teclado (possíveis) será enviada pela serial com seu
código correspondente, salvo as teclas que controlam
opções de “Caps Lock” e “Num Lock”.

No caso do teclado (teclado alfanumérico com 100 teclas)


da Controladora, a indicação de “Caps Lock” acionado,
será indicado no display.

Características dos Modos de Operação

A Controladora pode operar em Modo Texto (Modos: 1, 2,


3 e 5) / Modo Animação (Modos: 4A, 4B, 4C e 6). Ao
habilitar qualquer um dos modos a Controladora limpará
o display.

Nos Modos Animação, ao configurá-los, a Controladora


acenderá alguns indicadores, indicando que o respectivo
modo foi habilitado.

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 3 / 10 )
TOLEDO 9600

Modos de Operação Modo 2

O display será configurado em diferentes zonas, sendo as


Modo 1 coordenadas de origem (canto superior esquerdo) de
cada zona indicadas na figura abaixo:
O display será configurado em diferentes zonas, sendo as
coordenadas de origem (canto superior esquerdo) de
cada zona indicadas na figura abaixo:

* X.XXX significam: Coluna (Dots) x Linha (Dots). As zonas: 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12 e 13 poderão
conter até 40 caracteres, sendo que, cada caracter
As zonas 1 e 2 poderão conter até 20 caracteres, sendo ocupará uma matriz de pixels de 7 (altura) X 5 (largura),
que, cada caracter ocupará uma matriz de pixels de 21 onde uma coluna de pixels separa os caracteres entre si.
(altura) X 11 (largura), sendo que, uma coluna de pixels
separa os caracteres entre si. A zona 1 poderá conter até 20 caracteres, sendo que,
As zonas 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 10 poderão conter até 40 cada caracter ocupará uma matriz de pixels de 21 (altura)
caracteres, sendo que, cada caracter ocupará uma matriz X 11 (largura), onde uma coluna de pixels separará os
de pixels de 7 (altura) X 5 (largura), sendo que, uma coluna caracteres entre si. Para este modo existe uma imagem
de pixels separa os caracteres entre si. de indicação de Peso Zero que corresponde ao código
Cada zona poderá ser atualizada independentemente das 0xBE.
demais, para isso deverão existir comandos para Cada zona poderá ser atualizada independentemente das
endereçar individualmente cada zona do display. demais, para isso deverão existir comandos para
endereçar individualmente cada zona do display.
Obs.: Ao receber um caracter “DC1”, estando nas zonas
1 ou 2, o próximo caracter (somente numérico) será Obs.: Ao receber um caracter “DC1”, estando na zona 1,
diferenciado de um caracter normal, por conter marcação o próximo caracter (somente numérico) será diferenciado
em suas laterais. Após o caracter especial ser colocado de um caracter normal, por conter marcação em suas
no display, o mesmo volta a trabalhar com caracteres laterais. Após o caracter especial ser colocado no display,
normais. o mesmo volta a trabalhar com caracteres normais.

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 4 / 10 )
TOLEDO 9600

Modo 3 Modo 4A - Enchimento (Filling)

O display será configurado em 15 zonas, sendo as Para pesagens de enchimento / carregamento com
coordenadas de origem (canto superior esquerdo) de monitoração da tolerância.
cada zona indicadas na figura abaixo:
Exemplos de utilização:
(Peso Alvo = 1.000 kg e Tolerância = 10%)

Peso Alvo ainda não alcançado

Neste modo, cada zona poderá conter até 40 caracteres,


sendo que, cada caracter ocupará uma matriz de pixels
de 7 (altura) X 5 (largura), sendo que, uma coluna de pixels
separa os caracteres entre si.

Cada zona poderá ser atualizada independentemente das Peso dentro da Tolerância
demais, para isso deverão existir comandos para
endereçar individualmente cada zona do display.

Peso Alvo ultrapassado


Retirar material

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 5 / 10 )
TOLEDO 9600

Modo 4B - Classificação (Classifying)

Para avaliar testes de amostras como: "OK", Muito


Pesado (sobra) ou Muito Leve (falta), baseada no peso
alvo +/- tolerância.

Exemplos de utilização:
(Peso Alvo = 1.000 kg e Tolerância = 5%)

Peso muito pesado (Sobra)


Peso acima da Tolerância

Peso muito leve (Falta)


Peso abaixo da Tolerância

Peso correto (OK)


Peso dentro da Tolerância

Peso correto (OK)


Peso exato

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 6 / 10 )
TOLEDO 9600
Modo 4C - Comparação (Checkweighing)

Para determinar a diferença entre: Peso alvo e peso real.

Exemplos de utilização:
(Peso Alvo = 1.000 kg e Tolerância = 5%)

Peso acima da Tolerância


Diferença (Delta) = + 0,200kg

Peso abaixo da Tolerância


Diferença (Delta) = - 0,200kg

Peso dentro da Tolerância


Diferença (Delta) = + 0,040kg

Peso exato
Diferença (Delta) = 0,000 kg

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 7 / 10 )
TOLEDO 9600

Modo 5 Modo 6

O display será configurado em 12 zonas, onde cada zona O display será configurado em 11 zonas, onde cada zona
está indicada como na figura abaixo: está indicada como na figura abaixo:

Neste modo, cada zona poderá conter até 38 caracteres, A zona de peso poderá conter até 6 caracteres para
sendo que, cada caracter ocupará uma matriz de pixels indicar peso mais um sinal de negativo (se for o caso),
de 7 (altura) x 5 (largura), sendo que, uma coluna de pixels sendo que, cada caracter ocupará uma matriz de pixels
separa os caracteres entre si. de 38 (altura) x 18 (largura). Esta região deverá ser
acessada através do comando ESC P XXXXXXXXS.
Cada zona poderá ser atualizada independentemente das As zonas 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7 poderão conter até 38
demais, para isso deverão existir comandos para endere- caracteres, sendo que, cada caracter ocupará uma matriz
çar individualmente cada zona do display. de pixels de 7 (altura) x 5 (largura), sendo que, uma coluna
de pixels separa os caracteres entre si.
Atenção: Este modo não aceita caracteres acentua- As zonas 8, 9, 10 e 11 poderão conter até 10 caracteres,
dos. sendo que, cada caracter ocupará uma matriz de pixels
de 7(altura) x 5 (largura), sendo que, uma coluna de pixels
Exemplo de utilização: separa os caracteres entre si.
A região da Barra Progressiva será composta por 38
quadrinhos, e poderão ser atualizados através de coman-
do específico.
Cada zona poderá ser atualizada independentemente das
demais, para o que deverão existir comandos para ende-
reçar individualmente cada zona do display.

Atenção: Este modo não aceita caracteres acentua-


dos.

Exemplo de utilização:

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 8 / 10 )
TOLEDO 9600

Comandos Necessários para Interfaceamento

Para efetuar corretamente o interfaceamento com a controladora, os seguintes comandos foram implementados:

- Backlight + ESC B+
- Backlight - ESC B-
- Aumentar contraste ESC C+
- Diminuir contraste ESC C -
- Limpar tela ESC H
- Habilitar modo 1 ESC M 1
- Habilitar modo 2 ESC M 2
- Habilitar modo 3 ESC M 3
- Habilitar modo 4A ESC M 4 A PPPPPPPPTTT
- Habilitar modo 4B ESC M 4 B PPPPPPPPTTT
- Habilitar modo 4C ESC M 4 C PPPPPPPPTTT
- Habilitar modo 5 ESC M 5
- Habilitar modo 6 ESC M 6
- Enviar peso no Modo 4 e 6 ESCPXXXXXXXXS
- Enviar texto no Modo 4 ESC T XXX...XXX (Obrigatoriamente 28 caracteres alfanuméricos)
- Endereçar zona 1 ESC Z 1
- Endereçar zona 2 ESC Z 2
- Endereçar zona 3 ESC Z 3
- Endereçar zona 4 ESC Z 4
- Endereçar zona 5 ESC Z 5
- Endereçar zona 6 ESC Z 6
- Endereçar zona 7 ESC Z 7
- Endereçar zona 8 ESC Z 8
- Endereçar zona 9 ESC Z 9
- Endereçar zona 10 ESC Z A
- Endereçar zona 11 ESC Z B
- Endereçar zona 12 ESC Z C
- Endereçar zona 13 ESC Z D
- Endereçar zona 14 ESC Z E
- Endereçar zona 15 ESC Z F
- Endereçar zona 16 ESC Z G
- Endereçar zona 17 ESC Z H
- Endereçar zona 18 ESC Z I
- Endereçar zona 19 ESC Z J
- Acender imagem HD ESC D 1
- Apagar imagem HD ESC D 0
- Ligar cursor (Modo 5) ESC L 1
- Desligar cursor (Modo 5) ESC L 0
- Atualizar barra (Modo 6) ESC Q X
- Ligar reverso (Modo 5) ESC R 1 (A linha toda ficará em modo reverso)
- Desligar reverso (Modo 5) ESC R 0 (A linha toda será desabilitada do modo reverso)
- Reverso p/ próximos caracteres SO (0EH) (Modo 5)
- Reverso somente p/ próximo caracter DC1 (11H) (Modo 5 – Modos 1 e 2, somente nas fontes grandes)
- Desliga SO e DC1 SI (0FH) (Modo 5)
- Posiciona coluna ESC Y X (Somente para os Modos 5 e 6)
Onde X é o número em binário da coluna (Início = 1 e Fim = 40)

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 9 / 10 )
TOLEDO 9600

Onde:
PPPPPPPP é equivalente ao peso em ASCII.
TTT é o valor de tolerância.
Todos os comandos são em ASCII.
ESC é equivalente ao código 1Bh.

Para selecionar os Modos Animação, os frames de configuração possuem os seguintes formatos:

ESC M 4 A XXXXXXXX XXX (Seleção do modo 4A)


(Peso alvo) (tolerância (em %))

ESC M 4 B XXXXXXXX XXX (Seleção do modo 4B)


(Peso alvo) (tolerância (em %))

ESC M 4 C XXXXXXXX XXX (Seleção do modo 4C)


(Peso alvo) (tolerância (em %))

A animação do display se dará conforme o peso enviado:

ESC P XXXXXXXX X
(Peso) (Status)

Obs.: Para o Modo 6, o byte de Status poderá ser qualquer valor.

Onde Status = bit 0 => 1 = “~” aceso (motion); 0 = “~” apagado.


bit 1 => 1 = “Liquido” aceso; 0 = “Liquido” apagado.

bit 3 bit 2 => Unidade de medida.


0 0 => kg.
0 1 => lb.
1 0 => g.
1 1 => t .

A linha de texto poderá ser acessada com:

ESC T XXX...XX
(Texto com obrigatoriamente 28 caracteres alfanuméricos ASCII, podendo porém, utilizar-se de espaços para
textos menores.)

A Barra Progressiva (Modo 6) poderá ser atualizada com:

ESC Q X => Onde X é o número de quadradinhos que irão acender

Obs.: Este campo (X) será em binário.

ATENÇÃO

Informações especificas de operação, programação e interligação do aplicativo instalado no módulo 9600, devem
ser consultadas no Manual do Usuário ou Manual de Operação e desenhos elétricos específicos do equipamento
ou fornecimento em uso.

Revisão 00 - 07 - 07 04 - ( 10 / 10 )
TOLEDO 9600

05 Roteiro de Programação

. Descrição dos pinos


A D V E R T Ê N C I A!
Descrição dos pinos
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS KL1: Interface serial 1 KL2: Interface serial 2
À ELETRICIDADE ESTÁTICA.
Loop R S 485 R S 485
Pino R S 232
(20mA) 4 fios 2 fios

OBSERVAÇÃO Tx A A
1 TxIn TxD
(Tx +) (Tx+ / Rx+)
Devido a variedade de aplicativos que um hardware de Tx B B
2 TxOut RTS
sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- (Tx -) (Tx- / Rx-)
nas o que é específico do hardware. A parte particular
Rx A
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e 3 RxIn RxD -
(Rx +)
desenhos do mesmo.
Rx B
4 RxOut CTS -
(Rx -)

A. CONFIGURAÇÃO DE HARDWARE 5 - GND GND GND

. Configuração de jumpers
CPU
Configurações de jumpers: Interfaces

W1 = Transmissor 1 W2 = Receptor 1
. Posições das interfaces seriais na CPU W3 = Transmissor 2 W4 = Receptor 2

Interface Loop de corrente (20mA)

Ativo

Passivo

Interface RS232
Insira a EPROM conforme indicado na figura acima.
Com RTS / CTS

Sem RTS / CTS

Interface RS485

Sempre

Configurações de jumper: Bateria

W1 : Fechado = Habilita bateria.


Aberto = Desabilita bateria.

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 9600

PCI IFU (expansora)


OBSERVAÇÕES

. Os jumpers devem ser configurados para transmis . Posições das interfaces seriais na PCI IFU
são e recepção.
. Alguns fabricantes de produtos com interface RS-
485 não se referem aos terminais Tx+ e Rx+ como
A, mas B (desta forma, os terminais Tx- e Rx- não são
referidos como B, mas A).
. Para prevenir reflexão (velocidades ≥ 19200 bauds,
com cabo > 20m) é recomendado instalar resistor de
terminação RTerm = 150 Ω nas duas extremidades
do cabo. Insira a EPROM conforme indicado na figura acima.

Quando o resistor de terminação é utilizado, devem ser . Descrição dos pinos


instalados os resistores de pull-up / pull-down. Veja
esquema abaixo: Descrição dos pinos

KL4: Interface serial 3 KL5: Interface serial 4


KL6: Interface serial 5 KL7: Interface serial 6

Loop R S 485
Pino R S 232
(20mA) 4 fios

Tx A
1 TxD TxIn
(Tx +)

Tx B
2 - TxOut
(Tx -)

Rx A
3 RxD RxIn
(Rx +)

Rx B
4 - RxOut
(Rx -)

5 GND - GND

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 9600

. Configuração de jumpers TS I/O Integrado

Configurações de jumpers Mini Jumper Posição F u n ção

Aberto Alimentação de 220 VCA.


W1 = Transmissor 3 W2 = Receptor 3 JP 1 a JP 1 2
W3 = Transmissor 4 W4 = Receptor 4 Fechado Alimentação de 110 VCA.
W5 = Transmissor 5 W6 = Receptor 5
W7 = Transmissor 6 W8 = Receptor 6 Com interface Loop de Corrente
1-2 e 3-4
> Ativo.
Interface RS232 Com interface Loop de Corrente
2-3
> Passivo.
Somente sem RTS / CTS
JP 1 3 e JP 1 4 C o m i nte rfa c e RS -2 3 2 > S e m
Todos abertos
controle de fluxo.
Interface Loop de corrente (20mA)
C o m i nte rfa ce RS -2 3 2 > C o m
2-3
Ativo controle de fluxo.

2-3 Com interface RS-485.


Passivo

Fonte
Interface RS485

Semrpe
Mini Jumper Posição F u n ção

Aberto U t i l i za r s e m p r e na p o s i ç ã o
JP 1
Fechado aberto.

OBSERVAÇÕES

. Os jumpers devem ser configurados para transmis-


ADU
são e recepção.
. A interface RS-485 2 fios e os sinais RTS / CTS do
RS-232 não são suportados na IFU. . Configuração de jumpers
. A interface RS-485 4 fios só pode ser mestre no IFU.
Jumper Posição F u n ção

Parâmetros de calibração
1-2
protegidos
W1
Parâmetros de calibração
2-3
acessíveis
Fechado Célula de carga com 4 fios
W2 e W3
Aberto Célula de carga com 6 fios

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 9600

PCI ADU - Jumper W1 . Características Digitais

. Alimentação: 5 VCC ± 5 %.
. Corrente: 30 mA (Icc).
. Microcontrolador: 80C32.
. RAM: 8 kbytes.
. EPROM: 64 kbytes.
. EEPROM: 2 kbit (serial).
. Canal serial: Conector X1: Nível TTL, 19200 bauds, 7 bits
de dados, Paridade Par e 1 Stop bit.

Jumper W1 Posição 1-2 Jumper W1 Posição 2-3


Parâmetros protegidos Parâmetros acessíveis . Características Analógicas

. Alimentação: Vanalog+: +7 a +10 VCC


Vanalog–: –7 a –10 VCC.
. Corrente: Ianalog+: +12 mA - Ianalog–: –12 mA.
. Conversor A / D: Crystal - CS5520.
. Método de conversão: Sigma-Delta.
. Resolução: Até 6000e (20 bits).
ATENÇÃO
. Sinal (mínimo): 0,67μV / incremento.
O jumper deverá estar obrigatoriamente na condição . Célula de carga:
"protegido" para entrega à operação. Impedância ≥ 43,25 W.
4 ou 6 fios.
Se for necessário proteger o ajuste de indicação para 1 a 3 mV / V.
evitar fraudes, o jumper W1 está entre 2 terminais que
podem ser utilizados para lacrá-lo, conforme figura abaixo: . Layout da PCI

Para célula de carga de 4 fios, devem ser fechados


(através de solda), conforme ilustração abaixo:
Jumper W2 e W3

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 9600

. Descrição dos Conectores

Conector X1 (conexão com CPU) Conector X3 (conexão com ADU2)


Pino Descrição Pino Descrição
1e2 GND Terra (05 V) 1a5 N/C Não usado
3 +12 V Tensão Auxiliar +12 V (não usado) 6 VA+ Tensão analógica positiva ADU2
4 012 V 012 V (não usado) 7 VA- Tensão analógica negativa ADU2
5 +8 V Tensão analógica positiva 8 AGND Terra analógico
6 08 V Terra analógico para +/- 8 V

7 -8 V Tensão analógica negativa Terminal KL1 (conexão com células de carga)


8 PF Powerfail (não usado) Pino Descrição
9 e10 V cc Tensão digital +5 V 1 +EXC +5 V Excitação
Transmite sinal para interface 2 -EXC -5 V Excitação
11 RxD9
serial (TxD-ADU)
3 +SEN + Sense
Transmite sinal para interface
12 TxD10
serial 10 4 -SEN - Sense
13 RxD10 Recebe sinal da interface serial 10 5 +SIG + Sinal
Recebe sinal da interface serial 6 -SIG - Sinal
14 TxD9
(RxD-ADU)

Conector X2 (conexão com ADU2)

Pino Descrição

1e2 N/C Não usado

3 SOD Saída serial de dados CS5520

4 SID Entrada serial de dados CS5520

5 S C LK Serial clock CS5520

6 RST/ Reset / CS5520

7 C S/ Chip Select / CS5520

8 DRDY/ Data Ready / CS5520

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 9600

Controladora Display / Teclado Gráfico

. Configuração dos mini jumpers

Mini
Posição F u n ção
Jumper

Aberto Velocidade de transmissão


Aberto: 9600 bauds => TS3X, TS3WIM, 9600 e
JP 1
IHMX Standard.
Fechado Fechado: 38400 bauds => IHMX para MWS.

Aberto
JP 2 a JP 4 Utilizar sempre na posição aberto.
Fechado
1-2 Seleciona banco de memória.
JP 5 a JP 8
2-3 Utilizar sempre na posição 1-2.

1-2 Opção de fase do display:


1-2 positivo; 2-3 negativo
JP 9
Utilizar sempre na posição 1-2 (display Winstar
2-3 "CCFL").
1-2 Opção Pixel / Caracter.
JP 1 0
2-3 Utilizar sempre na posição 1-2 (6 x 8).

Fonte de tensão negativa de contraste para


1-2 display:
JP11 1-2 pelo DYG; 2-3 pelo CKT.
2-3 Utilizar sempre na posição 2-3 (display Winstar
"CCFL").

ATENÇÃO

Informações especificas de operação, programação e interligação do aplicativo instalado no módulo 9600, devem
ser consultadas no Manual do Usuário ou Manual de Operação e desenhos elétricos específicos do equipamento
ou fornecimento em uso.

Revisão 00 - 07 - 07 05 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 9600

06 Roteiro de Calibração

OBSERVAÇÃO

Devido a variedade de aplicativos que um hardware de


sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape-
nas o que é específico do hardware. A parte particular
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e
desenhos do mesmo.

A. ACESSO AO EQUIPAMENTO

ATENÇÃO Clips
DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA OU
MANUTENÇÃO b. Remova, com cuidado, a tampa do 9600. Puxe-a, su-
avemente, até que se livre do gabinete.
A D V E R T Ê N C I A! Este procedimento dará o acesso ao interior do 9600.
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS À
ELETRICIDADE ESTÁTICA. B. COMPOSIÇÃO INTERNA

Para se ter acesso ao interior do Terminal 9600 e efetuar


inspeções, testes, ajustes ou troca de peças, proceda O Terminal 9600 é composto internamente por uma
como segue : Controladora Teclado/Display Gráfico, Display Gráfico
240 x 128 pixels, Fonte de Alimentação Full Range, CPU,
a. Corte o arame de lacre e com o auxílio de uma chave PCI ADU, PCI IFU, PCI TS I/O Integrado e Interfaces de
de fenda, destrave os quatro clips mostrados nas figuras Comunicação.
seguintes.
Para uma visão completa de todas as peças que consti-
Clips tuem o 9600 internamente, consulte o seu Catálogo de
Peças.

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 01 / 08 )
TOLEDO 9600

C. AJUSTES
1. Scale Parameters
2. Calibration
Ajuste de Indicação da PCI ADU 3. Linearization
4. Zero Adjust
5. Adaptation
PCI ADU 6. High Resolution
Jumper W1 7. Reset Parameters

Scale Parameters - Parâmetros de pesagem

a) Configuração de escala:

Para entrar no modo de ajuste de indicação, posicionar


o jumper W1 em 2-3, com o terminal desligado.
Ligar o terminal com a tecla pressionada. Será
exibida a seguinte tela: As opções são: Single Range, Dual Range e Triple
Range.
Selecione a escala desejada através da tecla e

confirme com a tecla .

b) Configuração de intervalos:
Selecione a ADU a ser ajustada através da tecla e

tecle . Será exibida a seguinte tela:

As opções são: One Interval, Two Intervals e Three


Intervals.
Selecione a escala desejada através da tecla e

Existem 7 grupos que são as opções referentes aos confirme com a tecla .
ajustes. A seleção do grupo é feita através do número
correspondente ou a tecla . As opções estão
relacionadas a seguir:

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 02 / 08 )
TOLEDO 9600

c) Capacidade de pesagem: Após configurar os parâmetros de pesagem (Scale Pa-


rameters), o terminal automaticamente retornará ao menu
principal "Select Group 1-7".

Geo Value - Parâmetros Ajuste de Indicação

a) Configuração do Valor Geográfico - Geo Value

Selecionar a capacidade de pesagem da balança. Quando


o terminal exibir a mensagem "Capacity", teclar
para limpar o campo, inserir o valor da capacidade

desejado e confirmar com .

Pressionar para limpar o campo "Geo Value" e


d) Tamanho do incremento:

inserir o valor desejado, confirmar com .

Para maiores detalhes sobre os valores geográficos,


consultar a tabela 1 e verificar as informações
correspondentes à localidade do ajuste de indicação na
tabela 2.

Exemplo:
Selecionar o tamanho do incremento (interval). Teclar
Localidade: São Paulo
para limpar o campo, inserir o valor desejado e
Altitude: 760m
Latitude: -23°32´05"
confirmar com .
Procurar na tabela 1, o valor correspondente à altitude de
760m (nesse caso, o valor mais próximo está na faixa de
650 a 975m) e latitude de -23°32´05" (note que a tabela
e) Unidade de Medida: kg, g, t ou lb 1, mostra somente valores em graus e minutos e o valor
correspondente à latitude desejada está na faixa de
22°22´a 23°54´).

Após encontrar esses dois valores na tabela 1, cruzá-los


para obter o valor geográfico ("Geo Value").

Conforme exemplo acima, obtivemos o valor 8, digitar no

campo "Geo Value" e confirmar com .


Selecione a unidade de medida desejada através da tecla

e confirme com a tecla .

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 03 / 08 )
TOLEDO 9600

TABELA 1

Altitude em relação ao nível do mar (em metros)

0 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250
Latitude Terrestre 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250 3575
Norte ou Sul
(graus e minutos) Altitude em relação ao nível do mar (em pés)

0 1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660
1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660 11730

0° 0' - 5º 46' 5 4 4 3 3 2 2 1 1 0 0

5° 46' - 9º 52' 5 5 4 4 3 3 2 2 1 1 0

9° 52' - 12º 44' 6 5 5 4 4 3 3 2 2 1 1

12° 44' - 15º 6' 6 6 5 5 4 4 3 3 2 2 1

15° 6' - 17º 10' 7 6 6 5 5 4 4 3 3 2 2

17° 10' - 19º 2' 7 7 6 6 5 5 4 4 3 3 2

19° 2' - 20º 45' 8 7 7 6 6 5 5 4 4 3 3

20° 45' - 22º 22' 8 8 7 7 6 6 5 5 4 4 3

22° 22' - 23º 54' 9 8 8 7 7 6 6 5 5 4 4

23° 54' - 25º 21' 9 9 8 8 7 7 6 6 5 5 4

25° 21' - 26º 45' 10 9 9 8 8 7 7 6 6 5 5

26° 45' - 28º 6' 10 10 9 9 8 8 7 7 6 6 5

28° 6' - 29º 25' 11 10 10 9 9 8 8 7 7 6 6

29° 25' - 30º 41' 11 11 10 10 9 9 8 8 7 7 6

30° 41' - 31º 56' 12 11 11 10 10 9 9 8 8 7 7

31° 56' - 33º 9' 12 12 11 11 10 10 9 9 8 8 7

33° 9' - 34º 21' 13 12 12 11 11 10 10 9 9 8 8

34° 21' - 35º 31' 13 13 12 12 11 11 10 10 9 9 8

35° 31' - 36º 41' 14 13 13 12 12 11 11 10 10 9 9

36° 41' - 37º 50' 14 14 13 13 12 12 11 11 10 10 9

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 04 / 08 )
TOLEDO 9600

Altitude em relação ao nível do mar (em metros)

0 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250
Latitude Terrestre 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250 3575
Norte ou Sul
(graus e minutos) Altitude em relação ao nível do mar (em pés)

0 1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660
1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660 11730

37º 50' - 38º 58' 15 14 14 13 13 12 12 11 11 10 10

38º 58' - 40º 5' 15 15 14 14 13 13 12 12 11 11 10

40º 5' - 41º 12' 16 15 15 14 14 13 13 12 12 11 11

41º 12' - 42º 19' 16 16 15 15 14 14 13 13 12 12 11

42º 19' - 43º 26' 17 16 16 15 15 14 14 13 13 12 12

43º 26' - 44º 32' 17 17 16 16 15 15 14 14 13 13 12

44º 32' - 45º 38' 18 17 17 16 16 15 15 14 14 13 13

45º 38' - 46º 45' 18 18 17 17 16 16 15 15 14 14 13

46º 45' - 47º 51' 19 18 18 17 17 16 16 15 15 14 14

47º 51' - 48º 58' 19 19 18 18 17 17 16 16 15 15 14

48º 58' - 50º 6' 20 19 19 18 18 17 17 16 16 15 15

50º 6' - 51º 13' 20 20 19 19 18 18 17 17 16 16 15

51º 13' - 52º 22' 21 20 20 19 19 18 18 17 17 16 16

52º 22' - 53º 31' 21 21 20 20 19 19 18 18 17 17 16

53º 21' - 54º 41' 22 21 21 20 20 19 19 18 18 17 17

54º 41' - 55º 52' 22 22 21 21 20 20 19 19 18 18 17

55º 52' - 57º 4' 23 22 22 21 21 20 20 19 19 18 18

57º 4' - 58º 17' 23 23 22 22 21 21 20 20 19 19 18

58º 17' - 59º 32' 24 23 23 22 22 21 21 20 20 19 19

59º 32' - 60º 49' 24 24 23 23 22 22 21 21 20 20 19

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 05 / 08 )
TOLEDO 9600

Altitude em relação ao nível do mar (em metros)

0 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250
Latitude Terrestre 325 650 975 1300 1625 1950 2275 2600 2925 3250 3575
Norte ou Sul
(graus e minutos) Altitude em relação ao nível do mar (em pés)

0 1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660
1060 2130 3200 4260 5330 6400 7460 8530 9600 10660 11730

60º 49' - 62º 9' 25 24 24 23 23 22 22 21 21 20 20

62º 9' - 63º 30' 25 25 24 24 23 23 22 22 21 21 20

63º 30' - 64º 55' 26 25 25 24 24 23 23 22 22 21 21

64º 55' - 66º 24' 26 26 25 25 24 24 23 23 22 22 21

66º 24' - 67º 57' 27 26 26 25 25 24 24 23 23 22 22

67º 57' - 69º 35' 27 27 26 26 25 25 24 24 23 23 22

69º 35' - 71º 21' 28 27 27 26 26 25 25 24 24 23 23

71º 21' - 73º 16' 28 28 27 27 26 26 25 25 24 24 23

73º 16' - 75º 24' 29 28 28 27 27 26 26 25 25 24 24

75º 24' - 77º 52' 29 29 28 28 27 27 26 26 25 25 24

77º 52' - 80º 56' 30 29 29 28 28 27 27 26 26 25 25

80º 56' - 85º 45' 30 30 29 29 28 28 27 27 26 26 25

85º 45' - 90º 0' 31 30 30 29 29 28 28 27 27 26 26

TABELA 2 - Informações sobre as principais localidades do Brasil


Localidade Latitude (º) Altitude (m)

Belém -1º 27' 21" 11

Fortaleza -3º 43' 02" 21

Brasília -15º 46' 47" 1172

Belo Horizonte -19º 55' 15" 850

Rio de Janeiro -22º 54' 10" 2

São Paulo -23º 32' 05" 760

Curitiba -25º 25' 40" 935

Porto Alegre -30º 01' 59" 4

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 06 / 08 )
TOLEDO 9600

b) Calibração de Zero - Calibrate Zero


Pressione a tecla . A calibração de zero estará

finalizada. O próximo passo é a calibração de span.

c) Calibração de Span - Calibrate Load

Para ajustar o zero, selecionar Y através da tecla ,

e com a plataforma vazia, pressionar . Enquanto o

terminal ajusta o valor de zero, será exibida a seguinte


tela por alguns segundos:
Para ajustar o span, selecionar Y através da tecla ,

e confirmar pressionando . Será exibida a seguinte

tela:

E logo em seguida, o display indicará o valor de zero


capturado, como mostra a figura abaixo:

Pressione a tecla para limpar o valor indicado e digite


o valor do peso que será utilizado para ajuste de span.
Colocar sobre a plataforma o valor do peso digitado e

pressione . Enquanto o terminal ajusta o valor de

Pressione a tecla , o display indicará o valor de span, será exibida a seguinte tela:

tensão na célula de carga.

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 07 / 08 )
TOLEDO 9600

E logo em seguida, o display indicará o valor de span


capturado, como mostra a figura abaixo:

Pressione a tecla , o display indicará o valor de

tensão na célula de carga.

Pressione a tecla . A calibração de span estará

finalizada. Para salvar as configurações, pressione a


tecla , selecione Y através da tecla e confirme

com .

Revisão 00 - 07 - 07 06 - ( 08 / 08 )
TOLEDO 9600

07 Roteiro de Análise e Correção de Defeitos

OBSERVAÇÃO ATENÇÃO

Devido a variedade de aplicativos que um hardware de


sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- Não cabe a TOLEDO a regularização e, tampouco, a respon-
nas o que é específico do hardware. A parte particular sabilidade por danos causados ao equipamento em decor-
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e rência de irregularidades nas instalações elétricas do
desenhos do mesmo. Cliente.

Após verificar os ítens acima, ligue o 9600 à rede elétrica.


A. PROCEDIMENTO PRELIMINAR Se estiver ligado, desligue-o e, após um tempo mínimo de
30 segundos, volte a ligá-lo à rede. O 9600 exibirá a rotina
de inicialização. Isto permite verificar se algum segmento
Antes de efetuar qualquer serviço dentro do Terminal do display está danificado ou se os circuitos que os
9600, consiga o máximo de informações referentes ao acionam estão funcionando adequadamente.
defeito surgido no instrumento. Faça uma inspeção prévia
observando e certificando-se de que :

- A tensão de alimentação do Cliente é a especificada.

+ 10% a - 15%
93,5 à 264 VCA 50/60 HZ
3 FIOS ( F+N+T )

- A configuração dos terminais e tomada estão compatí-


veis com as Condições Elétricas, descrita na seção
3, deste manual.

- A superfície onde a plataforma de pesagem está apoia-


da é firme, rígida e não gera trepidações.

- O local não seja demasiadamente úmido ou quente.

ADVERTÊNCIA

Caso seja constatada alguma anormalidade nas condições


básicas para o perfeito funcionamento do 9600, o Cliente
deverá ser informado imediatamente a fim de providenciar
as correções necessárias.

Revisão 00 - 07 - 07 07 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 9600
B. DIAGRAMA DE INTERCONEXÕES

ATENÇÃO

Informações especificas de operação, programação e interligação do aplicativo instalado no Terminal 9600, devem
ser consultadas no Manual do Usuário ou Manual de Operação e desenhos elétricos específicos do equipamento
ou fornecimento em uso.

Revisão 00 - 07 - 07 07 - ( 02 / 02 )
TOLEDO 9600

08 Roteiro de Manutenção Preventiva

Verificação da Instalação Elétrica


OBSERVAÇÃO
A correta instalação elétrica do Cliente é fator primordial
Devido a variedade de aplicativos que um hardware de para o bom funcionamento do terminal.
sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape- Na verificação da Instalação Elétrica, deverá ser assegu-
nas o que é específico do hardware. A parte particular rado que:
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e
desenhos do mesmo. - A tensão que o alimenta é a especificada.

+ 10% a - 15%
Para que o Terminal 9600 conserve suas características 93,5 a 264 VCA 50/60 HZ
iniciais e seu perfeito funcionamento com o decorrer do 3 FIOS ( F+N+T )
tempo, é fundamental que as instruções e procedimentos
desta seção sejam efetuados periodicamente, de acordo - A configuração dos terminais e tomada estão compatí
com o uso e as condições de seu ambiente de trabalho. veis com a NORMA DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA, des-
crita na seção 3, deste manual.

A. CONTATO INICIAL - O cabo de alimentação, os terminais e a tomada estão


livres de umidade e em bom estado físico.

Este item visa solicitar a permissão para a desativação do


equipamento e conhecer a sua performance desde a ATENÇÃO
última manutenção.

Portanto, peça ao Cliente permissão para desativar o Caso seja constatada alguma anormalidade na Instala-
terminal e iniciar a manutenção. Aproveite e dirija algumas ção Elétrica, o Cliente deverá ser informado imediatamen-
te a fim de providenciar as correções necessárias.
perguntas ao Cliente de forma a obter informações sobre
o seu funcionamento e o seu estado físico. Este procedi- Não cabe a TOLEDO a regularização e, tampouco, a res-
mento lhe dará o perfil do estado geral do terminal e idéia ponsabilidade por danos causados ao equipamento em
do serviço que deverá executar, além de mostrar interesse decorrência de irregularidades nas Instalações Elétricas
pelo equipamento do Cliente. do Cliente.

B. INSPEÇÃO EXTERNA
Verificação do Funcionamento

Este visa verificar as condições básicas para o bom O funcionamento do Terminal 9600 poderá ser verificado
funcionamento e o estado de conservação do terminal. durante a execução da Rotina de Partida, após a conexão
do plug de alimentação à tomada.

Revisão 00 - 07 - 07 08 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 9600

Verificação da Rotina de Partida C. INSPEÇÃO INTERNA

Verifique a Rotina de Partida do Terminal 9600 na seção


2 deste mesmo MOIM. Este item tem por objetivo avaliar e limpar todas as peças
que compõem o 9600 internamente.
Durante a Rotina de Partida, o 9600 verifica se todos os
segmentos do display estão funcionando corretamente.

Códigos de erros serão mostrados se houver falhas ou se A D V E R T Ê N C I A!


algum problema for detectado. OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS
Se todos os testes foram realizados, o 9600 exibirá o À ELETRICIDADE ESTÁTICA.
Menu Principal.

Verificação do Estado de Conservação Avaliação das Peças

Neste item deverão ser avaliadas todas as peças que A avaliação deve ser feita de uma forma geral mas, em
compõem o terminal externamente, quanto a corrosão, particular, nos contatos dos conectores e na fiação
pintura, quebra ou desgaste. interna.

Anote as peças danificadas para posterior substituição. Não é necessário remover as PCI's, exceto em casos bem
particulares.

Limpeza Interna

Possíveis resíduos poderão ser removidos com auxílio de


um pincel seco.

ATENÇÃO

Não é necessário remover as peças internas para a limpe-


za. A remoção só deverá ser efetuada em casos particula-
res, quando o acúmulo de resíduos for grande devido ao
ambiente agressivo no qual o 9600 está submetido.

Revisão 00 - 07 - 07 08 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 9600

D. LIMPEZA EXTERNA G. LACRE

Este item tem por objetivo efetuar a limpeza externa e Após verificados todos os itens anteriores, o 9600 deverá
efetuar eventuais troca de peças avaliadas no item B. ser lacrado por meio dos clips localizados na parte inferior
da tampa, como mostra a figura abaixo:
A limpeza poderá ser feita utilizando um pano levemente
umedecido em água e sabão.

Não utilize qualquer tipo de material que possa gerar


riscos na superfície externa do terminal.

Nunca utilize solventes sobre o painel do teclado e painel


do display. Caso existam manchas de difícil remoção
nestas áreas, é recomendável a substituição da peça.

Após a limpeza externa ou em conjunto com ela, o 9600


deverá ser fechado.

Durante o fechamento, assegure-se de que o hardware


interno está corretamente posicionado e conectado
firmemente.
Clips

E. AFERIÇÃO E CALIBRAÇÃO
O lacre é obrigatório após qualquer serviço de manuten-
ção e o seu rompimento por pessoas não qualificadas ou
Após a realização de todos os itens anteriores, é neces- autorizadas pela TOLEDO, implicará na perda da
sário assegurar que o 9600 está calibrado e indicando o GARANTIA.
peso corretamente.

Para tanto, basta aferir o terminal com pesos padrão H. LIBERAÇÃO PARA USO
equivalentes a sua capacidade de pesagem.

Caso seja necessário algum ajuste, faça-o conforme o Este item tem por objetivo liberar o Terminal para o uso.
procedimento da seção 6, deste manual.
Portanto, chame o Cliente e comunique que o 9600 está
pronto para ser usado, informando, também, sobre o
F. VERIFICAÇÃO DO FUNCIONAMENTO serviço executado.

É aconselhável acompanhar as primeiras operações de


O objetivo deste item é verificar se o 9600 está realizando pesagem, a fim de certificar-se do perfeito funcionamento
todas as suas funções. do 9600 e aproveitar para sugerir ou fazer recomendações
quanto ao seu correto manuseio.
Para isto, confira todos os passos de programação e, logo
após, realize algumas operações, conforme os
procedimentos contidos nas seções 5 e 4, deste manual,
respectivamente.

Revisão 00 - 07 - 07 08 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 9600

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 07 - 07 08 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 9600

09 Especificações

OBSERVAÇÃO

Devido a variedade de aplicativos que um hardware de


sistemas pode conter, encontraremos no MOIM ape-
nas o que é específico do hardware. A parte particular
de cada aplicativo será encontrada nos manuais e
desenhos do mesmo.

. Dimensões

Revisão 00 - 07 - 07 09 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 9600

. Gabinete Fusível (F1 e F2)

. Material : Aço Inox AISI 304. . Tensão máxima : 250V.


. Grau de Proteção : IP-65. . Corrente máxima : 4A.
. Tipos de conectores no gabinete : Prensa cabo . Tipo : Ação retardada.
metálico PG7 e PG9. . Item Standard.

. Caixa para Interligação das entradas e Cabo de Alimentação


saídas digitais (I/O)
. Comprimento : 3,5m.
. Material : Aço Inox AISI 304. . Tipo de conector : Tripolar.
. Grau de Proteção : IP-65. . Tipo removível : Não.
. Tipos de conectores no gabinete : Prensa cabo . Item Standard.
metálico PG9 e PG13,5.

. Painel / Teclado PCI Fonte

. Tensões de saída : +5 V, +8 V, -8 V, +12 V, +12 VC,


. Tipo do Teclado : Teclado de funções.
+24 V, +24 VA e +24 VB.
. Material : Filme de policarbonato, espessura 250μm. . Item Standard.
. Número de Teclas : 100 teclas.
. Retorno Sonoro : Não.
. Dimensão Geral do Painel (A X L) : 240 x 350mm. . Características das PCI's
Obs.: Possui também a opção de interligação com PCI Principal (CPU)
Teclado PC - padrão ABNT2 - PS2 (mini DIN).
. Conector para até 2 interfaces seriais SIM.
. Display . Conector para até 2 interfaces paralelas PIM.
. Conector para PCI IFU (expansora de interface).
. Tipo : Gráfico (240 x 128 pixels). . Dimensão: 154,94 x 71,88 mm.
. Cor do Display : Cristal transparente. . Item Standard.
. Dimensões :
- Área de Visualização : 132 x 72mm.
- Dot pitch : 0,53 x 0,53mm. PCI de Balança - ADU
. Backlight : 8 estados.
. Contraste : 16 estados. . Impedância: >= 43 Ohms.
. Célula de carga: 4 ou 6 fios / 1 a 3 mV / V.
. Alimentação . Dimensão: 98,55 x 71,88 mm.
. Item standard / opcional: 1ª Balança > Standard
Fonte de Alimentação 2ª Balança > Opcional.

. Tensão de Alimentação : 93,5 à 264 VCA.


. Frequência : 50 / 60Hz. PCI Expansora de Interface (IFU)
. Tipo de Fonte : Full Range.
. Tipo de Alimentação : Fonte interna . Até 4 interfaces seriais SIM.
. Consumo : . Até 6 interfaces paralelas PIM.
- 8 à 12 W (Colocar esta informação na chapa . Dimensão: 138,9 x 63,5 mm.
de identificação do módulo). . Item (standard / opcional) : Standard.
- 170 mA (15,9VA) para 93,5 VCA (mín.) / 92 mA
(24,3 VA) para 264 VCA (máx.).

Revisão 00 - 07 - 07 09 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 9600

PCI Controladora Teclado / Display Gráfico PIM (I/O)

. Dimensão: 95 x 172 mm. . Interfaces : Até 8 (com 2 entradas e 2 saídas isoladas,


cada uma).
. Tensão de Entrada : 5 à 30VCC.
PCI de Comunicação Ethernet (opcional) . Tensão de Isolação : 2500V (short time).
. Corrente máxima de saída : 100mA.
. Dimensão: 58,4 x 40,6 mm. . Distância máxima : Até 250m.
. Item (standard / opcional) : Opcional.

PCI Adaptadora Ethernet (opcional)


SIM RS-485
. Dimensão: 81 x 50 mm.
. Interfaces : Até 6.
. Velocidade : Até 19200 bauds.
PCI TS I/O Integrado - 12 IN / 12 OUT . Distância máxima : Até 1200m.
. Item (standard / opcional) : Opcional.
. Dimensão: 162,6 x 152,4 mm.

SIM Loop de Corrente (20mA)


. Teclado PC (fornecimento do cliente)
. Interfaces : Até 6.
. Teclado PC padrão PS2 (mini DIN). . Velocidade : Até 9600 bauds.
. Item (standard / opcional) : Opcional. . Distância máxima : Até 250m.
. Item (standard / opcional) : Opcional.

. Condições de Operação
Ethernet
. Temperatura : -10°C a 40°C.
. Umidade Relativa : 10% a 95%, sem condensação. . Velocidade : 10 Mbps.
. Aprovado conforme Portaria INMETRO 236/94. . Protocolo : TCP/IP.
. Tipo : Padrão 10 - Base-T.
. Criptografado : Sim.
. Distância máxima : Até 100m.
. Embalagem
. Item (standard / opcional) : Opcional.
Aprovado de acordo com as normas:
. ISTA Projeto 1A e 1B (vibração e queda).
I/O Digital (PCI TS I/O Integrado)
. NBR 9460/86 (empilhamento).
. Número de I/O: Até 12 entradas / 12 saídas (depende da
aplicação).
. Interfaces de Comunicação . Isolação galvânica: 4 kV (entrada para saída).
. Fusível de proteção (soquetado) para saídas CA (4 A /
SIM RS-232 250 V).
. Entrada CA: 110/220 VCA (selecionável através de
. Número de Interfaces : até 6. jumper).
. Velocidade : Até 19200 bauds. . Saída CA: 24 a 280 VCA.
. Distância máxima : . Item (standard / opcional): Standard.
Até 9600 bauds : 15m.
19200 bauds : 7,5m.
. Item (standard / opcional) : 1 Standard e 5 Opcionais.

Revisão 00 - 07 - 07 09 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 9600

. Características Metrológicas

Ensaios de compatibilidade eletromagnética

Aprovado conforme as normas :


Portaria INMETRO 236/94.
IEC 801-2 : ESD (Descargas Eletrostáticas).
IEC 801-4 : Burst / EFT (Transientes Elétricos).
IEC 61000-4-3 : Imunidade Radiada (Susceptibili
dade).

Climático

Aprovado conforme Portaria INMETRO 236/94.


. Temperatura de Operação : 0°C a 40°C.
. Umidade Relativa : 10% a 95%, sem condensação.

Metrológico

Aprovado conforme Portaria INMETRO 236/94.

Revisão 00 - 07 - 07 09 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 9600

10 Lista de Peças

Recomenda-se a aquisição das peças abaixo relacionadas, para garantir um atendimento imediato e minimizar as
horas paradas do Terminal 9600, em caso de defeito.

Além dos itens abaixo relacionados, recomenda-se também a utilização do Catálogo de Peças, para a correta iden-
tificação das peças aqui não relacionadas, permitindo um fornecimento rápido e correto.

QUANTIDADE CÓDIGO DESCRIÇÃO DAS PEÇAS

1 6200847 PCI Fonte

1 6201104 PCI TS I/O

1 6076235 PCI SIM RS-232

1 6076290 PC I AD U

1 6076248 PCI IFU

1 6078813 PCI Controladora

1 6078814 PCI do Teclado

1 6078815 PCI Suporte do Inversor

1 6201134 Teclado/Painel

1 6201138 Conjunto Display Gráfico

Revisão 00 - 07 - 07 10 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 9600

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 07 - 07 10 - ( 02 / 02 )
TOLEDO DO BRASIL
BELÉM, PA............................................TEL. (91) 3233-4891 LAURO DE FREITAS, BA............. TELEFAX. (71) 3289-9000
FAX. (91) 3244-0871 MANAUS, AM.......................................TEL. (92) 3635-0441
BELO HORIZONTE, MG.........................TEL. (31) 3448-5500 TELEFAX. (92) 3233-0787
FAX. (31) 3491-5776 MARINGÁ, PR .................................TELEFAX. (44) 3225-1991
CAMPINAS, SP.....................................TEL. (19) 3765-8100 RECIFE, PE............................................TEL. (81) 3339-4774
FAX. (19) 3765-8107 FAX. (81) 3339-6200
CAMPO GRANDE, MS.......................... TEL. (67) 3341-1300 RIBEIRÃO PRETO, SP............................TEL. (16) 3968-4800
FAX. (67) 3341-1302 FAX. (16) 3968-4812
CANOAS, RS...............................TELEFAX . (51) 3427-4822 R. DE JANEIRO, RJ........................TELEFAX. (21) 3867-1399
FAX. (51) 3427-4818 SANTOS, SP.........................................TEL. (13) 3222-2365
CHAPECÓ, SC.................................TELEFAX. (49) 3324-0331 FAX. (13) 3222-3854
CUIABÁ, MT ................................TELEFAX. (65) 3648-7300 SÃO JOSÉ CAMPOS, SP.......................TEL. (12) 3934-9211
FAX. (65) 3648-7312 FAX. (12) 3934-9278
CURITIBA, PR........................................ TEL. (41) 3213-3350 SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP.........TEL. (11) 4356-9000
FAX. (41) 3213-3360 FAX. (11) 4356-9466
FORTALEZA, CE...................................TEL. (85) 3283-4050 UBERLÂNDIA.............................. TELEFAX. (34) 3215-0990
FAX. (85) 3283-3183 VITÓRIA...................................... TELEFAX. (27) 3218-5124
GOIÂNIA, GO.............................. TELEFAX. (62) 3202-0344 TEL. (27) 3228-8957
FAX. (62) 3202-0355

®
TOLEDO é uma marca registrada da Mettler-Toledo, Inc., de Columbus, Ohio, USA.

R. MANOEL CREMONESI, 01 - TEL. 55 (11) 4356-9000 - CEP 09851-330 - SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP - BRASIL
site: www.toledobrasil.com.br e-mail: ind@toledobrasil.com.br

Você também pode gostar